Você está na página 1de 2

Universidade Federal de Minas Gerais

ncias Exatas ICEx


Instituto de Cie
Departamento de Matema tica

Matem ao da 1a Prova
atica A: Resoluc
1o Semestre de 2010 - Turma A - 15/09/2010

1. Encontre dy/dx.
(2x + 3)3
(a) y = x tg3 ( x); (b) y = .
(4x2 1)8
Soluc
ao:

(a) Pela regra do produto



y 0 = ( x)0 tg3 ( x) + x (tg3 ( x))0
e ent ao, pela regra da cadeia,
1 1
y 0 = tg3 ( x)+ x. 3tg2 ( x). (tg( x)0 = tg3 ( x)+ x. 3tg2 ( x). (sec2 ( x)( x)0
2 x 2 x
1 1
= tg3 ( x) + x. 3tg2 ( x). (sec2 ( x). .
2 x 2 x
(b) Pela regra do quociente,
 0
0 (2x + 3)3 (4x2 1)8 ((2x + 3)3 )0 ((4x2 1)8 )0 (2x + 3)3
y = =
(4x2 1)8 (4x2 1)16
e ent ao, pela regra da cadeia,
0 (4x2 1)8 . 3(2x + 3)2 . (2) 8(4x2 1)7 . (8x).(2x + 3)3
y = .
(4x2 1)16
2. Trigo est
a saindo atrav es de uma calha de escoamento a uma taxa de 10
3
p
es /min e caindo numa pilha c onica cujo raio da base
e sempre a metade
da altura. Com que rapidez estar a aumentando o raio da base quando a
altura da pilha for de 8 pes?
Soluc
ao: V = volume do cone, r = raio da base do cone, h = altura do cone.
Como h = 2r, ent
ao
1 2
V = r2 = r3 .
3 3
Derivando em relac
ao ao tempo t,
dV 2 dr
= . 3r2 . .
dt 3 dt
No instante em que h = 8 temos
dr
h = 8 r = 4 10 = 2(4)2 . .
dt
e portanto,
dr 10 5
= = pes/min.
dt 32 16
3. Encontre os valores de a e b para a curva de equacao x2 y + ay 2 = b para que
o ponto (1, 1) esteja no gr
afico dessa curva e para que a tangente em (1, 1)
tenha a equacao 4x + 3y = 7.
Soluc
ao: Derivando implicitamente a equac
ao da curva (em relac
ao a x):
2xy
x2 y+ay 2 = b (1) 2xy+x2 y 0 +2ayy 0 = 0 x2 y 0 +2ayy 0 = 2xy y 0 = (2)
x2 + 2ay

ao da reta dada y = 43 x + 73
Como a inclinac e 43 , a equac
ao (2) implica que
a derivada no ponto (1, 1)
e
2 4
y0 = = (3).
1 + 2a 3

Para que o ponto (1, 1) esteja na curva temos pela equac


ao (1) que

1+a=b (4).

Pelas equac
oes (3) e (4) temos que

1 5
a= , b= .
4 4

4. Calcule
5x2 5x 60 x x cos x 2x + x sen x
(a) lim ; (b) lim ; (c) lim .
x4 4 + 3x x2 x0 x sen x x+ x2 + 1
Soluc
ao:

(a) O limite
e do tipo 0/0. Usando LHospital:
5x 5x 60
2
(5x2 5x 60)0 10x 5 40 5 35
lim = lim = lim = lim = =
x4 4 + 3x x2 x4 (4 + 3x x2 )0 x4 3 2x x4 3 8 5
7.
(b) Usamos LHospital tr es vezes pois a forma 0/0 aparece o mesmo n umero
de vezes:
x x cos x (x x cos x)0 1 cos x x (sen x)
lim = lim = lim =
x0 x sen x x0 (x sen x) 0 x0 1 cos x
(1 cos x + x sen x)0 sen x + sen x + x cos x (2sen x + x cos x)0
lim = lim = lim =
x0 (1 cos x)0 x0 sen x x0 (sen x)0
2 cos x + cos x x sen x 3 cos 0 + 0 sen 0
= lim = lim = 3.
x0 cos x x0 cos 0
(c) Dividimos pelo mon omio de grau mais alto que aparece no denomina-
dor:
2x+x sen x 2
2x + x sen x x2 x
+ senx x 0+0 0
lim 2
= lim x 2 +1 = lim 1 == = = 0.
x+ x +1 x+
x2
x+ 1 + x2 1+0 1