Você está na página 1de 2

SLIDE 1

Figura 4-7
O anatomista C. Judson Herrick, especializado em evoluo cerebral, prope uma
diviso evolutiva para o crebro: lateral e medial.
Crtex Medial chamado por Broca de Le Grand Lobe Limbique como uma descrio
estrutural.
Posteriormente chamado de Rinencfalo
SLIDE 2
Fluxo de Sentimentos

James Papez com a hiptese de que no nvel das estaes intermdias no tlamo as
mensagens sensoriais se dividiriam em dois fluxos: Fluxo de Pensamento e Fluxo de
Sentimento

Em sua teoria sobre a emoo tambm focou no crtex medial mais precisamente no
crtex cingulado.
Crtex Cingulado seria a regio cortical de percepo das emoes

Devido leses no crtex cingulado pode-se associar ele apatia, depresso e


desorientao no tempo e espao.
SLIDE 3

Como Cannon, atribu importncia ao hipotlamo em controlar reaes fsicas durante a


emoo e regular a experincia emocional pelas fibras que ascendem ao crtex

Adicionou o Hipocampo em seu modelo.

O Hipocampo foi adicionado, pois, foi observado em coelhos com leses nesta rea um
intenso pavor e um misto de terror e fria

Circuito de Papez:
Figura 4-8

SLIDE 4
Cegueira Psquica

Paralelamente a teoria de Papez, Heinrich Klver e Paul Bucy estudavam o fenmeno


das alucinaes e as regies cerebrais responsveis em macacos.
Foi observado que em macacos com a ausncia do lobo temporal havia a ausncia de
medo e raiva.
Embora no sentissem medo ou raiva a sua percepo continuava normal, no havia,
porm o reconhecimento do percebido, este fenmeno ficou conhecido como cegueira
psquica.
Os animais eram dotados de perfeita acuidade visual mas mostraram-se cegos ao
significado psicolgico dos estmulos.