Você está na página 1de 1

Denatran esclarece dvidas sobre julgamento de multas

07/11/2002

Fonte: Ministrio da Justia


Diante das freqentes consultas ao Ministrio da Justia sobre a Medida Provisria 75, que regulamenta os
recursos de multas de trnsito, o Departamento Nacional de Trnsito (Denatran) divulgou ontem (06/11) Nota
Jurdica que esclarece as dvidas dos usurios.

O documento est no endereo:


http://www.mj.gov.br/denatran_old/NJ%20MP%2075-02.pdf

De acordo com a Nota, o rgo de trnsito dever encaminhar o recurso da multa s Juntas Administrativas de
Recurso de Infrao (Jari) no prazo de 10 dias, a partir da data em que o infrator entrou com o pedido. A Jari,
ento, ter 30 dias para julgamento do recurso.

Aps esse prazo de 30 dias, caso a Jari no consiga julgar o recurso, por motivo de fora maior, o rgo de
trnsito dever conceder o efeito suspensivo da multa, ou seja, o usurio poder regularizar o veculo junto ao
rgo de trnsito.

Ainda segundo a Nota, se aps 30 dias do efeito suspensivo ser concedido, o julgamento no tiver sido efetivado, a
multa ser cancelada e seu registro arquivado.

Os recursos que j se encontravam em trmite na Jari antes da publicao da MP, em 25 de outubro, seguem a
mesma regra e devero ser julgados no prazo de 30 dias, a contar do dia 25, ou em 60 dias, caso tenha sido
concedido o efeito suspensivo.

Se os recursos pendentes na Jari estavam em efeito suspensivo, o julgamento dever ocorrer em 30 dias, ou seja,
at 24 de novembro, sob pena de cancelamento da infrao.

A Medida Provisria 75 disciplina tambm o prazo para o julgamento do recurso em segunda instncia (Conselho
Estadual de Trnsito), que dever ocorrer em 90 dias a partir do recebimento pelo rgo julgador. Para recorrer
em segunda instncia, o infrator no precisa pagar a multa.

Interesses relacionados