Você está na página 1de 11

DEFINIÇÕES:

Barragens são magníficas obras de engenharia civil, onde a


geotecnia é extremamente importante nos seguintes
aspectos:
 Fundações
 Corpo da barragem
 Ombreiras
 Margens do Reservatório

 Quanto aos tipos dividem-se em:


 Barragens de aterro
 Barragens de concreto
 Seleção:
 Topografia
 Segurança da obra
 Custos
 Disponibilidade de materiais
 Condições de Fundação
Fatores importantes no projeto de barragem Forças que atuam na barragem
 Geologia local  Peso
 Empuxo hidrostático a montante
 Clima
 Subpressões da água: devido ao escoamento entre a
 Geomorfologia/topografia (tipo de vale) barragem e a fundação, parte do peso será suportado pela
água, com conseqüente redução da reação das fundações
 Tipo de rio quanto ao regime de fluxo  Reação das fundações
 Experiência local ou do projetista

 Os insucessos em barragens por vezes não têm como causas


problemas de projetos ou erros na construção; são devidos a
defeitos na fundação, maciço e flancos, ou fugas d’água. Em
outras palavras, grande parte destes fracassos tem sido
causados mais pela má avaliação das condições geológicas
que por problemas de engenharia.
Comparação A escolha da concepção estrutural de uma barragem depende
de uma análise complexa de fatores, entre os quais se
 Vantagens de Barragens de Terra/Enrocamento:
destacam:
 Aceita fundações menos resistentes
 Topografia da região
 Uso de materiais locais
 Mais econômicas  Geologia da região
 Tratamento de fundação mais barato  Finalidade da barragem
 Desvantagens de barragens Terra/Enrocamento:  Aspectos técnicos e econômicos
 Problemas com erosões  Impactos ambientais
 “Piping”
 Risco de escorregamento
 Risco de cavalgamento

ESTUDO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Detalhes de Projeto


 TIPO DE DE BARRAGEM: A DISPONIBILIDADE DE  Largura da crista mínima de 3,0m
DETERMINADOS MATERIAIS E/OU FALTA DE OUTROS  Sobre-altura acima do NA de montante (evitar overtopping
PODERÁ LEVAR O PROJETISTA À ADEQUAR O das ondas)
PROJETO, DE FORMA A COMPATIBILIZAR O MAIOR  Sobrelevação contra os recalques que se desenvolvem 0,5 a
CONSUMO COM MATERIAIS MAIS DISPONÍVEIS 1,5% da altura do aterro
 “Rip-Rap”-proteção do talude de montante
 Análise de estabilidade de taludes
 Dimensionamento dos drenos
 Cortinas de impermeabilização
 Uma barragem de aterro é um tipo de barragem de terra  Esta melhor adaptação ao tipo de terreno da fundação deve-
e/ou rocha que funciona de modo a reter a água. Estas se à maior área da base que tem como conseqüência uma
barragens são muito diferentes relativamente as barragens melhor distribuição das cargas transmitidas às fundações.
de concreto pois são normalmente construídas em vales
largos onde ocorrem fundações de pior qualidade, como
solos argilosos ou solos arenosos inconsolidados.
 Os materiais utilizados na construção da barragem  As barragens de aterro são construídas com materiais
dependem da sua disponibilidade. Podemos então definir granulares com maior ou menor permeabilidade, sendo
três grandes grupos de barragens de aterro tendo em conta necessário controlar a forma como a água atravessa o corpo
o material de que são feitas: da barragem por saturação dos materiais (percolação) ou é
 Barragem de Terra mantida fora dele com a criação de barreiras de
 Barragem de enrocamento estanqueidade.
 Barragem de terra-enrocamento

O perfil da barragem depende dos materiais de aterro e das condições


de fundação.
 Se a fundação é constituída por um material pouco permeável,  Numa barragem de enrocamento o aterro é constituído por
ocorre pequena perda d’água por percolação; material rochoso. A estanqueidade é garantida por uma cortina
 Se a fundação for formada por um material permeável, existem de impermeabilização em concreto, situada no paramento de
formas de se minimizar este problema; montante ou no centro da barragem. Em certos casos, associa-se
uma galeria drenante à cortina, para o encaminhamento da água
 Se a camada mais permeável não for muito espessa, pode ser
de infiltração.
removida e substituída por camadas impermeáveis, ou se construir
 No caso da cortina de impermeabilização à montante, devem
uma cortina de injeção com calda de cimento, dificultando a
ser tomadas precauções para evitar eventuais assentamentos
passagem da água.
do enrocamento que podem provocar trincas no concreto,
dando origem a infiltrações de água no interior da barragem.
 No caso das barragens, o aterro é todo constituído por
material pouco permeável e um enrocamento de pé a
jusante que pode proteger a barragem.
 Numa barragem de terra-enrocamento, existe um núcleo
argiloso e os taludes são constituídos por enrocamentos. No
caso de barragens de terra e terra-enrocamento,
dispositivos drenantes permitem controlar a superfície de
saturação, que não deve atingir o paramento de jusante.


 A estabilidade da barragem deve ser assegurada através da


inclinação adequada dos taludes e pelo controle da
superfície de saturação no interior do corpo da barragem. A
inclinação dos taludes deve ser estudada em relação ao
material utilizado, considerando-se sempre a força de
percolação da água.
 A situação utilizada na verificação da estabilidade das barragens  Os filtros de granulometria controlada ou de mantas
de aterro é de reservatório cheio. geotêxteis são uma componente com grande importância,
 No caso de barragens de terra, a situação de esvaziamento rápido porque ao serem colocados entre os materiais evitam que a
deve também ser analisada, podendo afetar o paramento ou percolação, ao arrastar pequenas partículas, vá degradando,
talude de montante. por exemplo, o núcleo através de “pipping” ou os
 Quando há a utilização de materiais diferentes, existe a dispositivos drenantes por colmatação, comprometendo a
necessidade de colocar filtros no contato. estabilidade da barragem.

 Nas barragens de aterro é necessário proceder ao  A jusante, o revestimento do paramento/talude deve ser
revestimento dos taludes. Os revestimentos têm de feito por revestimento vegetal ou enrocamento,
considerar todas as situações a que a barragem pode ser considerando a água da chuva que pode degradar essa
submetida. superfície. No projeto também deve ser considerada a
 No paramento de montante deve ser feito um revestimento largura da crista, que é definida a partir de sua função. Caso
de enrocamento com dimensões suficientes para resistir à exista o objetivo de circulação, como uma via de acesso,
ação de ondas e para o caso de um esvaziamento rápido deve-se dimensionar a barragem de modo a conter a faixa
(“rip-rap”). de rodagem e bermas.
 As barragens de concreto são construídas em vales  As barragens de gravidade são um dos tipos de barragem
fechados. de concreto. São constituídas por uma alta parede de
concreto com contrafortes a montante para suportar a força
 Apesar de muito resistentes, estas barragens são também
exercida pela água.
muito vulneráveis a certos tipos de situações. Se houver
algum erro de projeto e a barragem romper, as
conseqüências são catastróficas.
 Pode-se definir alguns tipos de barragem de concreto
considerando-se a forma como são construídas.
 As barragens em arco ou barragem em abóbada são
outro tipo de barragem de concreto. São construídas em
vales muito fechados, sendo a altura maior que a largura.
 A sua forma abobadada tanto na vertical como na
horizontal, aliada às sua grande altura transforma este tipo
de barragem numa das mais espetaculares do mundo. A sua
curvatura permite que transmita as forças da pressão
exercida pela água do reservatório para as ombreiras.

 Barragens de gravidade
São estruturas concebidas de modo que a sua forma geométrica,
em geral de seção triangular, aliada ao peso específico do
material, mantém a estrutura estável frente aos esforços de
tombamento e deslizamento impostos pelo lago e outras
solicitações.
 Barragens em blocos de contraforte
Os blocos de contraforte são elementos estruturais concebidos
para que a estabilidade seja garantida mais por sua forma
geométrica do que pelo peso.