UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE - FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF

.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO

Roteiro-Relatório da Experiência No 2 ³CIRCUITOS COM DIODOS´
1. COMPONENTES DA EQUIPE:

ALUNOS 1 ________________________________ ___________ 2 ________________________________ ___________ 3 ________________________________ ___________ 4 ________________________________ ___________ 5 ________________________________ ___________

NOTA

Prof.: Celso José Faria de Araújo Data: ____/____/____ ___:___ hs

2. OBJETIVOS: 2.1. Verificar experimentalmente as formas de onda de entrada e saída dos circuitos ceifadores e grampeadores, bem como a suas curvas de transferência. 2.2. Verificar experimentalmente as formas de onda de entrada e saída dos circuitos multiplicadores de tensão. 3. INTRODUÇÃO TEÓRICA: 3.1. O CIRCUITO CEIFADOR

Circuitos ceifadores são aqueles que ceifam parte do sinal aplicado em suas entradas. Os principais circuitos ceifadores são aqueles que utilizam diodos, resistores e fontes de tensão. Para fins de análise, devemos utilizar a curva de transferência de cada circuito, que consiste em um gráfico, o qual relaciona a tensão de saída com a tensão de entrada. Na Figura 1 tem-se um circuito ceifador, sua característica de transferência e os sinais de entrada e saída.

Figura 1 Analisando o circuito, supondo-se o diodo como ideal, tem-se, para o semiciclo positivo da tensão de entrada, até atingir o valor da tensão V da bateria, o diodo em polarização reversa. Aparece então na saída o próprio sinal de entrada. Quando a tensão de entrada atingir o valor V da bateria o diodo estará diretamente polarizado e a tensão de saída permanecerá na tensão V. Esta situação perdura até que a tensão do sinal de entrada fica
Circuitos Ceifadores, Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 1/15 Laboratório de Eletrônica I

cuja análise é análoga ao do circuito feita anteriormente.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . Na curva de transferência.ou seja. independente do valor da tensão de entrada. tem-se uma reta inclinada de 45 o com coeficiente de transferência igual a 1. toda tensão de entrada é transferida para a saída sem modificações. tem-se outros exemplos de circuitos ceifadores com suas características de transferência e tensão de entrada e saída. Na outra região da curva. nota-se que a tensão de saída fica constante. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 2/15 Laboratório de Eletrônica I . Nas Figura 2.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO inferior a tensão V da bateria no qual o diodo volta a ficar reversamente polarizado e a tensão da saída espelha a tensão de entrada por falta de corrente no resistor. Por todo a semiciclo negativo o diodo permanece reversamente polarizado. Figura 2 Figura 3 Circuitos Ceifadores.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . A característica de transferência do circuito anteriormente analisado é a mesma independentemente de utilizar-se outra forma de onda para o sinal de entrada. Figura 3 e Figura 4.

utiliza-se a curva de transferência de cada circuito. Circuitos Ceifadores.2. para fins de análise.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 4 3. Considere o circuito da Figura 5. O CIRCUITO GRAMPEADOR Circuitos grampeadores são aqueles que somam um nível DC ao sinal aplicado em suas entradas. A Figura 6 mostra as formas de onda de V e Ve. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 3/15 Laboratório de Eletrônica I . resultando o sinal V s. Figura 5 Na saída. Na Figura 7 tem-se um circuito grampeador.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. onde tem-se a composição de uma bateria (fonte DC de tensão ³V´) com uma fonte de tensão alternada (Ve).UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . tem-se a tensão de entrada alternada grampeada no nível DC da fonte de tensão ³V´(bateria). sua característica de transferência e os sinais de entrada e saída. como nos circuitos ceifadores.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . Figura 6 Da mesma forma.

à medida que a tensão de entrada decresce.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. somente que neste caso. resultando na saída uma tensão nula. esta situação prossegue pois a tensão do capacitor se somará ao da entrada. resultando na sáida ±2Vmáx. Uma vez carregado o capacitor não haverá mais a possibilidade de descarga para o os próximos ciclos de tensão de entrada. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 4/15 Laboratório de Eletrônica I . deve-se considerar a tensão da fonte DC (bateria) em série com o diodo. após a situação transitória para a carga do capacitor. Circuitos Ceifadores. imposta conjuntamente pela tensão do capacitor e pela tensão de entrada. Na Figura 8 tem-se outro exemplo de circuito grampeador com sua característica de transferência e tensão de entrada e saída. até esta atingir o valor máximo ³Vmáx´. o diodo estará conduzindo e o capacitor se carregando com a própria tensão de entrada. no decréscimo da tensão de entrada o diodo não estará conduzindo (reversamente polarizado).UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . Nesta situação. A partir deste ponto. tem-se que.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 7 Supondo-se o diodo ideal e o capacitor inicialmente descarregado. Durante o semiciclo negativo.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . A curva de transferência resulta em uma reta inclinada de 45o. aparecerá na saída uma tensão negativa crescente. para o semiciclo positivo da tensão de entrada. valendo para a situação de regime permanente. ou seja. cuja análise é análoga ao do circuito grampeador anteriormente analisado. quando a tensão de entrada atingir ±Vmáx.

e a tensão de saída depois do transitório permanecerá constante de valor 2V máx. Logicamente. triplicadores e quadruplicadores de tensão. Figura 9 Analisando o circuito da Figura 9(a) . enquanto D1 não estará conduzindo. A Figura 9 mostra dois tipos de circuitos dobradores de tensão. com o aumento da tensão de saída. tem-se uma diminuição da corrente.3. que esta pode fornecer. Deve-se enfatizar que a saída apresentará uma flutuação (ripple) devido às características reais dos diodos. que em uma fonte. que em função do número de estágios. durante o semiciclo positivo.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 8 3. o diodo D 1 estará conduzindo e carregando o capacitor C1 com Vmáx.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . nota-se que ao aplicarmos à entrada uma tensão senoidal. O CIRCUITO MULTIPLICADOR DE TENSÃO Os circuitos multiplicadores se tensão são basicamente constituídos por retificadores. A tensão de saída é a tensão somada dos dois capacitores. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 5/15 Laboratório de Eletrônica I . capacitores e medidores (resistores associados descarregarão parte das tensões carregadas nos capacitores) Circuitos Ceifadores. enquanto que D 2 não estará conduzindo. Entre os circuitos multiplicadores de tensão destaca-se os dobradores.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. Procedendo com análise no circuito da Figura 9(b) pode-se verificar com facilidade que os capacitores também se carregarão com Vmáx nos primeiros ciclos da tensão de entrada. Depois de feita a carga nos capacitores nos primeiros ciclos a tensão alcançará o valor de 2Vmáx e permanecerá neste potencial pois não haverá possibilidade de descarga para os dois capacitores. D2 estará conduzindo e carregando C2 com Vmáx. consegue retificar e multiplicar o valor de pico (máximo) da tensão de entrada. Durante o semiciclo negativo.

Circuitos Ceifadores.6.1. Fonte de Tensão Contínua (DC) Variável 4.1. Capacitores: 1QF-25V. PARTE EXPERIMENTAL: 6. 6. 4.3. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 6/15 Laboratório de Eletrônica I .2. Utilizar VDO = 0. MATERIAL UTILIZADO 4.2.7 V.1.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. Ler o item 6 (Parte Experimental) e resolver teoricamente os circuitos propostos com os valores nominais para os parâmetros necessários preenchendo as Tabelas nas linhas que se referem aos valores calculados. O CIRCUITO CEIFADOR 6. quadrada e triangular) 4. Gerador de Funções (Tensão senoidal.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Por uma análise análoga pode-se verificar as características dos circuitos triplicador e quadruplicador apresentados nas Figura 10 e Figura 11. Resistores: 1K. Transformador 220 V rms 15+15V rms (3A) 4.8.-1/8W.7. Monte o circuito da Figura 12.4.1.-1/8W e 100K . 4. Com o sincronismo X-Y obtenha a curva de transferência do circuito e anote na Tabela 1.1. observe a entrada X e a saída Y com o osciloscópio deixando a chave na posição DC. 3 x 22 Q F-40V Multímetros: 1 Amperímetro. 1 Ohmímetro Diodos: 4 x 1N4007 Osciloscópio: Duplo traço (dois canais) 5. 10K .-1/8W 4. PRÉ-RELATÓRIO 5.5. 6. 1 Voltímetro. Figura 10 Figura 11 4.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . 4. Para cada caso.1.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . Utilize o espaço reservado na Figura 12 para fazer um esboço das formas de ondas observadas.

1. Repita os itens 6.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA .3.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 12 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) CURVA DE TRANSFERÊNCIA ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 1 6.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .2 para os circuitos das Figura 13. 3 e 4. Anote os resultados nas Tabelas 2.1. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 7/15 Laboratório de Eletrônica I . Circuitos Ceifadores.1. Figura 14 e Figura 15.1 e 6. respectivamente.

UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 13 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) CURVA DE TRANSFERÊNCIA ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 2 Circuitos Ceifadores. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 8/15 Laboratório de Eletrônica I .UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA .

FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 14 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) CURVA DE TRANSFERÊNCIA ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 3 Circuitos Ceifadores.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 9/15 Laboratório de Eletrônica I .UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .

UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. Monte o circuito da Figura 16.2.2. Utilize o espaço reservado na Tabela 5 para fazer um esboço das formas de ondas observadas. observe a entrada X e a saída Y com o osciloscópio deixando a chave na posição DC. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 10/15 Laboratório de Eletrônica I . Circuitos Ceifadores.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . Para cada caso. O CIRCUITO GRAMPEADOR 6.1.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 15 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) CURVA DE TRANSFERÊNCIA ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 4 6.

FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 11/15 Laboratório de Eletrônica I .: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 16 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 5 Circuitos Ceifadores.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA .UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE .

Anote os resultados nas Tabelas 6 e 7. respectivamente.2. Repita o item 6. Figura 17 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 6 Circuitos Ceifadores.2.2.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO 6.1 para os circuitos das Figura 17 e Figura 18.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 12/15 Laboratório de Eletrônica I .UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA .

FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA .UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 13/15 Laboratório de Eletrônica I .: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO Figura 18 FORMAS DE ONDA (Saída e Entrada) ESTIMADOS MEDIDOS Tabela 7 Circuitos Ceifadores.

3.3.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO 6. juntamente com o valor da ondulação pico-à-pico. Conecte à saída valores de R L. Circuitos Ceifadores. Anote os valores medidos na Tabela 8. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 14/15 Laboratório de Eletrônica I .UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . Monte o circuito da Figura 19.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . Para cada caso.1.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. O CIRCUITO MULTIPLICADOR 6. conforme o requerido pela Tabela 8. meça com o osciloscópio as tensões de saída do secundário do transformador (VPS) e na carga. (Atenção: Utilize os terminais central e lateral do transformador) Figura 19 VPS = _______ V Tensão de Saída DC (Volts) Tensão de Ondulação (Volts) Tabela 8 RL = g RL = 10 K .

________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ Circuitos Ceifadores.FEJ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA I PROF. QUESTIONÁRIO 7.UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA . O experimento se mostrou válido? Explique por que? ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ ________________________________ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ _____ 7. Grampeadores e Multiplicadores de Tensão Página 15/15 Laboratório de Eletrônica I . Comente os resultados.UDESC FACULDADE DE ENGENHARIA DE JOINVILLE . erros encontrados e possíveis fontes de erros.1.2.: CELSO JOSÉ FARIA DE ARAÚJO 7.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful