Você está na página 1de 48

A Fé Cristã e o Trabalho

O cristão deve olhar para tudo


na vida a partir de 4 perspectivas

Criação Queda Redenção Consumação


A Fé Cristã e o Trabalho

O lado divino
do trabalho
A Fé Cristã e o Trabalho

O trabalho é uma maldição?


“Para os gregos, o trabalho era uma praga e nada
mais” […] Aristóteles disse que desemprego - e ele
falava da capacidade de viver sem ter de trabalhar -
era a qualificação mais importante para uma vida
genuinamente digna. […] Os gregos entendiam que
a vida na terra exigia trabalho, porém acreditavam
que nem todos os trabalhos foram criados iguais
[com a mesma dignidade]. O trabalho que usava a
mente em vez do corpo era mais nobre, menos
animalesco. A forma mais elevada de trabalho.
Katherine Leary Alsdorf, Fé e Trabalho
A Fé Cristã e o Trabalho

O trabalho é uma maldição?

“A estrutura social grega inteira ajudava a sustentar


esse conceito, porque se apoiava na premissa de
que escravos [e artesãos] realizavam o trabalho,
possibilitando assim que a elite se dedicasse a
exercitar a mente nas artes, na filosofia e na
política”. Como é sabido, Aristoteles afirmou que
algumas pessoas nasceram para ser escravas.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.47
A Fé Cristã e o Trabalho

O trabalho é uma maldição?

tripalium
trabalho
três + paus

instrumento
romano de tortura
A Fé Cristã e o Trabalho

Criação Queda Redenção Consumação

ou aqui? o trabalho entra


na experiência
humana aqui?
A Fé Cristã e o Trabalho

O que vemos em Gênesis 1-2?

No princípio de tudo,
temos Deus trabalhando

A criação é fruto do trabalho de Deus


A Fé Cristã e o Trabalho

“Na história babilônica da criação Enuma Elish, o deus


Marduque derrota a deusa Tiamat e usa seus restos
mortais para criar o mundo. Neste relato e em outros
parecidos, o universo visível era um equilíbrio inquietante
de poderes em tensão uns com os outros. Na Bíblia,
porém, a criação não é resultante de um conflito, pois
Deus não tem concorrentes… Portanto, a criação não é
resultado de uma batalha, mas o plano de um artesão.
Deus criou o mundo não como um soldado cava uma
trincheira, mas como um artista cria uma obra-prima.”
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.36
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

1) Criando
No princípio Deus criou os céus e a terra.
(Gn 1.1)

Criar é trazer a existência aquilo que ainda não existe


(concretizar uma ideia)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

2) Dando forma e preenchendo espaços


Era a terra sem forma e vazia.
(Gn 1.2)

precisa ser precisa ser


moldada preenchida
A Fé Cristã e o Trabalho
A Fé Cristã e o Trabalho

dando forma preenchendo espaços


“separou a luz das trevas” “Cubra-se a terra de
(Gn1.4) vegetação” (Gn1.11)
“separou as águas que “Haja luminares no firmamento
ficaram abaixo do do céu” (Gn1.14)
firmamento das que
“Encham-se as águas de
ficaram por cima” (Gn1.7)
seres vivos, e voem as aves
“Ajuntem-se num só lugar sobre a terra” (Gn1.20)
as águas que estão
“Produza a terra seres vivos de
debaixo do céu, e apareça
acordo com as suas
a parte seca” (Gn1.9)
espécies” (Gn1.24)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

3) Nomeando
chamou à luz dia, e às trevas chamou noite.
(Gn 1.5)

Ao firmamento Deus chamou céu.


(Gn 1.8)

À parte seca Deus chamou terra, e


chamou mares ao conjunto das águas.
(Gn 1.10)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

4) Servindo
Criou Deus o homem à sua imagem…
Disse Deus: “Eis que lhes dou todas as plantas
que nascem em toda a terra e produzem
sementes, e todas as árvores que dão frutos com
sementes. Elas servirão de alimento para vocês”.
(Gn 1.27,29)

Deus não cria o homem por


necessidade mas por amor
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

4) Servindo
Ora, o SENHOR Deus tinha plantado um jardim no Éden,
para os lados do leste, e ali colocou o homem que formara.
Então o SENHOR Deus fez nascer do solo todo tipo de
árvores agradáveis aos olhos e boas para alimento.
(Gn 2.8-9)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

4) Servindo
Então o SENHOR Deus declarou: “Não é bom que o homem esteja
só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda.” […] Então
o SENHOR Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto
este dormia, tirou-lhe uma das costelas, fechando o lugar com carne.
Com a costela que havia tirado do homem, o SENHOR Deus fez uma
mulher e a levou até ele. Disse então o homem: “Esta, sim, é osso dos
meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada mulher,
porque do homem foi tirada”.
(Gn 2.18,21-23)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?

4) Servindo

Tanto trabalho… “para nossa alegria”


Isaías 64.4; Salmo 104.10-22; 145.14-16
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha?


1) Criando (trazendo à existência)
2) Dando forma e preenchendo espaços
3) Nomeando (classificando)
4) Servindo (gerando vida)

e, no final…
descansando e apreciando
A Fé Cristã e o Trabalho

descansando e apreciando

“E Deus viu que ficou bom.”


Gn 1.10,12,18,21,25

“E Deus viu tudo o que havia feito,


e tudo havia ficado muito bom.”
Gn 1.31

“No sétimo dia Deus já havia


concluído a obra que realizara,
e nesse dia descansou.”
Gn 2.2
A Fé Cristã e o Trabalho

Deus não trabalha apenas para que algo seja útil,


mas para que seja belo e proporcione prazer
“Será que Deus criou o alimento apenas para satisfazer
uma necessidade (nutrição), ou também para o deleite e
o júbilo? Da mesma forma, o propósito da vestimenta,
além da satisfação de uma necessidade (proteção), era
beleza e decência. Nos gramados, nas árvores e nos
frutos, independentemente de suas várias serventias,
também há beleza na aparência e delícia na fragrância
[…] Resumindo, ele não nos concedeu tantas coisas
que, além de úteis e necessárias, são atraentes?”
João Calvino, citado por Tim Keller em “Fé e Trabalho”, p.42
A Fé Cristã e o Trabalho

O que vemos em Gênesis 1-2?

No princípio de tudo,
temos Deus trabalhando

Antes mesmo da queda,


temos o homem trabalhando
A Fé Cristã e o Trabalho

Então disse Deus: “Façamos o homem à nossa


imagem, conforme a nossa semelhança. Domine ele
sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre
os grandes animais de toda a terra e sobre todos os
pequenos animais que se movem rente ao chão”.
Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de
Deus o criou; homem e mulher os criou. Deus os
abençoou, e lhes disse: “Sejam férteis e multipliquem-
se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os
peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os
animais que se movem pela terra”.
Gn 1.26-28

O SENHOR Deus colocou o homem no jardim do Éden


para cuidar dele e cultivá-lo.
Gn 2.15
A Fé Cristã e o Trabalho

imagem e dominar
semelhança subjugar

A ligação íntima de Gn 1.26 com a ordem de “ter domínio” mostra


que o ato de governar é um componente do que significa ser à
imagem de Deus. Somos convocados a representar Deus aqui no
mundo, administrando o restante da criação em seu lugar como
vice-governantes. Somos parceiros de Deus ao fazer as mesmas
coisas que ele fez na criação - colocando ordem no caos, usando a
criatividade para desenvolver uma civilização com recursos de
natureza física e humana, cuidando de tudo o que Deus fez.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.49

privilégio e responsabilidade
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


1) Governando (ordem)

O homem foi chamado para exercer autoridade


sobre a criação, preservando a ordem

Todo trabalhador precisa “dominar”


A Fé Cristã e o Trabalho
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


2) Administrando (cuidado)

O SENHOR Deus colocou o homem no jardim do Éden


para cuidar dele e cultivá-lo.
Gn 2.15
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


2) Administrando (cuidado)
“governar” o mundo como portadores da imagem de
Deus deve ser encarado como mordomia ou
administração. Deus é o dono do mundo, mas o colocou
sob nossos cuidados para ser cultivado. Definitivamente,
essa não é uma ordem para que tratemos o mundo e seus
recursos como se fossem nossos para serem usados,
explorados e descartados como bem entendermos.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.57
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)

O SENHOR Deus colocou o homem no jardim do Éden


para cuidar dele e cultivá-lo.
Gn 2.15
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)
O verbo sujeitar mostra que, embora tudo o que
Deus fez fosse bom, ainda havia muito a ser
desenvolvido. Deus deixou a criação com grande
potencial inexplorado para o cultivo que as pessoas
teriam que desenvolver por meio de seu trabalho.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.37
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)

Como 1) Criar (trazendo à existência coisas novas)


representante 2) Dar forma e preencher espaços
de Deus, o (cultivando a terra e trabalhando com a
homem também matéria-prima bruta)
deveria: 3) Nomear (produzindo ciência)

o homem deu nomes a todos


os rebanhos domésticos, às
aves do céu e a todos os
animais selvagens. (Gn 2.20)
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)
A terra antes era completamente sem forma e vazia;
nos seis dias do processo de criação, Deus formou e
encheu a terra - mas não totalmente. Agora as
pessoas tinham de trabalhar para desenvolvê-la:
sendo frutíferos, os seres humanos enchem a terra
ainda mais; ao dominá-la, acabam por formá-la
ainda mais […] como representantes de Deus,
continuamos de onde ele parou.
Al Wolters, citado por Tim Keller, Fé e Trabalho, p.58
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)
Quando um pedaço de tecido é transformado em roupa,
quando a vassoura varre uma sala, quando a tecnologia é
usada para canalizar a força da energia elétrica, quando
tomamos uma mente humana informe e ingênua e lhe
ensinamos um assunto qualquer, quando ajudamos um
casal a resolver seus problemas de relacionamento,
quando transformamos materiais comuns em uma obra de
arte que toca o coração - […]
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)
[…] estamos continuado o trabalho que Deus
começou de encher a terra e sujeitá-la. Sempre
que colocamos ordem no caos, sempre que
usamos nosso potencial criativo, sempre que
melhoramos e “expandimos” a criação para além
de seu estado original, estamos seguindo o padrão
de desenvolvimento cultural e criativo de Deus.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.59
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


3) Potencializando (desenvolvimento)
Nem “guardas florestais”,
nem “pavimentadores de jardim”
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.58

desenvolvimento sustentável
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

Se o trabalho de Deus nos abençoa e


beneficia, como o nosso trabalho
abençoa e beneficia as outras pessoas?
Por que o trabalho também é chamado de serviço?
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

O que furtava não furte mais; antes trabalhe,


fazendo algo de útil com as mãos, para que tenha o
que repartir com quem estiver em necessidade.
Efésios 4.28
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

Não devemos escolher empregos e conduzir nosso


trabalho visando obter satisfação pessoal e poder,
porque ser chamado por Deus para realizar alguma
coisa já é algo suficientemente poderoso. Temos de
trabalhar como um meio de servir a Deus e ao
semelhante e, então, escolher e conduzir nosso
trabalho de acordo com esse propósito.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.66
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

A pergunta relacionada à escolha de nosso


trabalho deixa de ser: “Quem me paga mais e
oferece mais status?”. A pergunta tem de ser:
“Levando em conta minhas habilidades e
oportunidades, como posso ser mais útil às
pessoas, sabendo o que sei a respeito da vontade
de Deus e da necessidade humana?”.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.66
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

Lutero e as “máscaras de Deus”


Deus trabalha por intermédio de nosso trabalho
“Ele poderia dar filhos sem usar homens e mulheres. Porém
ele não quer fazer isso. Ao contrário, ele une homem e
mulher de modo que a procriação pareça obra do homem e
da mulher, todavia ele age por trás das máscaras”.
Lutero, citado por Tim Keller em “Fé e Trabalho”, p.69
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


4) Servindo (bem comum)

Lutero e as “máscaras de Deus”

“Ministério não é algo que fazemos para Deus,


mas algo que Deus faz por meio de nós”
Paul Stevens
A Fé Cristã e o Trabalho

Como o homem trabalha?


1) Governando (ordem)
2) Administrando (cuidado)
3) Potencializando (desenvolvimento)
4) Servindo (bem comum)

e também…

descansando e apreciando
Êxodo 20.8-11
A Fé Cristã e o Trabalho

descansando e apreciando
“Trabalho não é a única coisa que existe na vida. Não
temos vida plena sem trabalho, mas não podemos afirmar
que o trabalho é o significado de nossa vida. Quem faz
do trabalho o propósito de sua vida - mesmo que seja o
ministério cristão - cria um ídolo que compete com Deus.
Nosso relacionamento com Deus é o alicerce mais
importante da vida e, na verdade, impede que todos os
outros fatores - trabalho, amizades, família, lazer e
diversão - se tornem tão importantes a ponto de se
transformarem em vício e distorção”.
Tim Keller, Fé e Trabalho, p.42
A Fé Cristã e o Trabalho

Como Deus trabalha? Como o homem trabalha?


1) Criando (trazendo à existência) 1) Governando (ordem)
2) Dando forma e 2) Administrando (cuidado)
preenchendo espaços
3) Potencializando (desenvolvimento)
3) Nomeando (classificando)
4) Servindo (bem comum)
4) Servindo (gerando vida)

e também…
descansando e apreciando
A Fé Cristã e o Trabalho

implicações:
Se Deus trabalha e o homem é chamado por ele para
trabalhar, como seu representante, então o trabalho, em si
mesmo, pressupõe pelo menos 3 características essenciais:

dignidade (valor)
utilidade (necessidade)
beleza (prazer)

Por conta disso, deve ser


exercido com excelência
A Fé Cristã e o Trabalho

A orientação da igreja a um carpinteiro inteligente é,


de modo geral, exortá-lo a não se embebedar nem
aprontar arruaças em suas horas de folga e ir à
igreja aos domingos. Mas a igreja deveria lhe dizer
o seguinte: a primeira exigência que a religião lhe
faz é que fabrique mesas de excelente qualidade.
Dorothy Sayers, citado por Tim Keller em Fé e Trabalho, p.74