Você está na página 1de 29

Como as primeiras civilizações se localizavam

nas proximidades dos grandes rios, ficaram


conhecidas como "civilizações fluviais".

Em torno de grandes rios como o Tigre e o


Eufrates, na Mesopotâmia; o Nilo, no Egito; o
Indo, na Índia; e o Azul e o Amarelo na China,
surgiram as primeiras civilizações.
MESOPOTÂMIA

meso potamós
meio rio

"entre rios"
O clima da Mesopotâmia é quente e seco
durante a maior parte do ano, mas, apesar
disto, os povos da região souberam
aproveitar as águas do Tigre e do Eufrates
para irrigar a terra, praticar a agricultura e
evitar longos períodos de fome.
Por ser uma terra fértil em meio uma
região de clima desértico, essas terras
foram muito disputadas por diversos
povos, que construíram cidades, reinos e
impérios, deixando contribuições
importantes para a humanidade.
● Há cerca de 5.000 anos atrás, os sumérios
fundaram as primeiras cidades da
Mesopotâmia, como Ur, Uruk Eridu e Lagash.
Cada cidade sumeriana possuia uma divindade
protetora e um governo próprio, chefiado por
um rei, que era ao mesmo tempo chefe
militar e principal sacerdote.
O rei era visto como um representante do deus
da cidade, e por isso tinha direito à maior
parte das terras e bens oferecidos aos deuses
ou conquistados nas guerras.
Templo de Ur, consagrado ao deus Nanna
Por volta de 3000 a.e.c, sacerdotes
sumerianos começaram a usar a escrita.
Eles escreviam com uma espécie de palito
afiado em tabuinhas feitas de argila úmida,
que depois eram colocadas ao sol para
secar.
Esse tipo de escrita ficou conhecido como
escrita cuneiforme, os sinais que eles
faziam tinham a forma de "cunha"
Placa de argila de
cerca de 2300 a.e.c.,
onde foi registrada a
existência de bodes
e carneiros.
Como as cidades sumerianas estavam sempre
em conflito entre si, acabaram perdendo sua
força e foram conquistadas pelos acádios. Eles
se expandiram para o norte e dominaram
terras para além da Mesopotâmia, formando o
Império Acádio, o primeiro Estado
centralizado da região.
Devido a rebeliões internas, entretando, este
império não conseguiu se manter por muito
tempo. Foi invadido por guerreiros nômades e
se desintegrou.
Os amoritas eram um povo vindo do deserto
da Arábia que se estabeleceram no centro-sul
da Mesopotâmia e construíram a cidade da
Babilônia, sua capital. (c.1900 a.e.c.)
Eles conquistaram vários povos, formando um
poderoso império que abrangia quase toda a
mesopotâmia: o Primeiro Império Babilônico.
O Código de Hamurabi é
um conjunto de leis
criadas por volta do
século XVIII a.C, pelo
rei Hamurabi da
primeira dinastia
babilônica. O código é
baseado na lei de
talião, “olho por olho,
dente por dente”.
- Se alguém enganar a outrem, difamando esta pessoa, e este outrem
não puder provar, então aquele que enganou deverá ser condenado à
morte.
- Se uma pessoa roubar a propriedade de um templo ou corte, ele
será condenado à morte e também aquele que receber o produto do
roubo deverá ser igualmente condenado à morte.
- Se uma pessoa roubar o filho menor de outra, o ladrão deverá ser
condenado à morte.
- Se uma pessoa arrombar uma casa, deverá ser condenado à morte
na parte da frente do local do arrombamento e ser enterrado.
- Se uma pessoa deixar entrar água, e esta alagar as plantações do
vizinho, ele deverá pagar 10 gur de cereais por cada 10 gan de terra.
A Assíria era uma região de solo pobre
localizada ao norte da Mesopotâmia, por onde
transitavam os vários povos que entravam e
saíam do vale mesopotâmico.
Na luta para garantir seu território, os assírios
desenvolveram táticas e armas de guerra
eficientes.
Formaram um dos Impérios mais extensos da
Antiguidade, abrangendo toda a Mesopotâmia,
a Síria, a Fenícia, a Palestina e o Egito.
Transformaram a guerra em uma fonte de
obtenção de riquezas, que obtinham dos povos
vencidos.
Os assírios ficaram muito conhecidos pelo uso
da violência, visava desencorajar a resistência
e abalar o inimigo.
O carro de guerra assírio foi a principal arma
usada nas suas campanhas. Os sumérios
utilizavam carros puxados por burros para
transportar soldados; os assírios substituíram os
burros por cavalos e reforçaram os carros com
peças de ferro Com isso, ganharam mobilidade e
transformaram um meio de transporte em uma
arma de combate.
Os povos dominados com freqüencia tentavam
se rebelar contra os assírios, mas foi somente
em 612 a.e.c., quando os caldeus, com o
apoio dos medos, conseguiram ocupar e
destruir Nínive, a capital assíria, que o
Império desmoronou.
Os caldeus (ou novos babilônios) também se
apoderaram de imensas áreas, formando o
Novo Império Babilônico.
Com as riquezas obtidas aos povos
conquistados, o rei Nabucodonosor coordenou
a reconstrução da antiga capital Babilônia,
que, assim, voltou a ser o principal centro
cultural, político e econômico.
Como outros impérios mesopotâmicos, o Novo
Império Babilônico também foi abalado por
revoltas internas e acabou sendo conquistado
pelos persas, chefiados por Ciro, o grande, em
539 a.e.c.

Interesses relacionados