Você está na página 1de 80

projeto 3

Fernanda Ferrari
Rafael Moreira
Will Acosta
sumário

Eixo 3 | O Homem, A Casa e O Espaço de Trabalho 4. Proposta de objeto


Ementa 04 Tipo de luminária 27
Brief Tipo de fonte de luz 28
Que objeto é esse? 06 Função do objeto 29
1. Levantamento Etnográfico Moodboard perfil do usuário 30
Fernanda Ferrari 08 Moodboard referência de luminárias 31
Rafael Moreira 09 Moodboard referência de conceitos 32
Will Acosta 10 5. Concepção de objeto
2. Levantamento e Análise de Luminária Existente Fernanda Ferrari 34
2.1 Apresentação da luminária Rafael Moreira 43
dimensões 12 Will Acosta 51
manobrabilidade e usabilidade 13 6. Estudo de interface/ergonomia
materiais e fabricação 14 Modelo físico 62
2.2 Desmontagem da luminária 7. Comunicação visual do produto
detalhes da construção 15 Logotipo 64
interfaces da luminária 16 Embalagem 65
componentes elétricos 17 manuais 66
2.3 Desenhos 8. Desenhos técnicos
vistas ortogonais 18 Vistas ortogonais 68
perspectiva explodida 19 Perspectiva explodida 69
detalhes importantes 20 9. Representações gráficas do objeto
3. Verificação de produtos / marcas concorrentes Luminária renderizada 71
painel status quo 22 Luminária no ambiente 74
análise comparativa 23 10. Modelo físico funcional
mapa de atributos dos produtos 24 Memorial descritivo 76
função de uso x estilo 25 11. Banner
Banner 78
Referências
Referências 80

2
eixo 3 | o homem, a casa
e o espaço de trabalho
ementa

Reflexão sobre a casa como lugar de acolhimen- envolvidos, considerados como sistema de objetos.
to do ser em suas dimensões objetivas e subjetivas Estudo de sua semiótica.
(descanso do corupo e elaboração da mente), mas
Investigação sobre o espaço compartilhado (o
também como centro da dialética entre indivíduo,
condomínio residencial, o conjunto habitacional, os
família e comunidade.
espaços coletivos do trabalho).
Reflexão sobre o ambiente de trabalho nas suas
Estabelecimento de relações entre o ambiente con-
dimensões organizacionais, seus fluxos, no layout
struído e a industrialização da construção. Pesquisa
do espaço considerado como lugar de produção,
sobre modularidade, gama de componentes e siste-
convívio e interação.
matização. Criação de componente para arquitetu-
Detalhamento das questões de projetos colocadas. ra. Reflexão acerca da arquitetura como design.
Descrição dos equipamentos, utensílios e serviços

4
brief
brief que objeto é esse?

Este projeto é sobre a compreensão de como os pro- estão e como são os componentes estabelecidos, quais
dutos são montados e como você pode transmitir essas são as impressões que o grupo tem sobre o observado,
informações. Através de uma série de tarefas, arroladas qual a justificativa para esse layout? Quais são as relações
em um projeto, você vai investigar um produto existente entre os componentes, seja, lâmpada e soquete, fios e
para lhe ajudar a construir um conhecimento mais pro- dispositivos, etc.
fundo do design de objetos em todas as áreas, incluindo
• Os detalhes da construção - como a luminária e seus
a interface, construção, materiais qualidades e detalhe,
componentes são ‘ajustados’ entre si, pensar em como
estratégia de comunicação, entre outras coisas.
ela é montada, que fixações são usadas, há qualquer
Para esta etapa do projeto que você irá a analisar uma detalhe que a torna fácil de montar/construir?
luminária. Você precisa trabalhar em grupos de três pes-
• Materiais e Fabricação - que materiais são usados?
soas; fotografar a desmontagem do objeto, registrando
Onde? Diga-nos por que você acha que esses materiais
seus componentes e grupos e todo o processo de con-
são usados. Quais as técnicas de fabricação emprega-
figuração do objeto em análise. A qualidade da investi-
das? Fornecer provas sempre que possível.
gação nesta fase irá ajudá-lo, mais tarde na parte 2 do
projeto, então, por favor, registrar tudo! • Manobrabilidade e Usabilidade - mapear a interface
de função e uso, como é que funciona?
Isso inclui:
Observar o uso do objeto por outras pessoas – gravar
• As dimensões da luminária – externamente, inter-
as pessoas desempenhando essa tarefa, encontrar os
namente, e seus componentes. Lembre-se de usar MM
problemas e relatá-los.
(milílitros), e não CM (centímetros).
• A configuração, o layout interno do produto – onde

6
levantamento etnográfico
rafael
fernanda
moreira
fernanda ferrari
ferrari

8
rafael moreira
rafael moreira

9
will acosta

10
levantamento e análise
luminária existente
apres. da luminária dimensões

Dimensões básicas do objeto. 40 mm

80 mm

175 mm

110 mm
10 mm
55 mm

80 mm
0 mm
10 mm

5 mm
5 mm

1 mm
10 mm

1 5 mm

18 mm
8 mm

0 mm

100 mm

12
apres. da luminária manobrabilidade

O produto não possui uma movimentação


adaptável a variadas situações, sendo útil apenas
para iluminar o ambiente, sem necessidades espe-
cíficas de iluminação.
Sendo mais usado como uma luminária de criado
mudo, o produto apresenta características simples
que se permitem agradar qualquer tipo de usuário
pouco exigente.
As formas com constraste de espessura propõe
ao usuário uma pega confortável e segura, como
é feito quase inteiramente de PVC reciclado é ex-
tremamente leve.

13
apres. da luminária materiais e fabricação

- Plástico
- Nipple de aço
Os componentes da luminária são produzidos ge-
nericamente tanto para este quanto outros produ-
tos da marca.
Por isso, as peças são simples e prontas, alguns
componentes de plástico e um nipple de aço.
O produto possui uma cúpula sem ornamentos ou
cores, servindo apenas para suavizar a luz.
Para fazer o aro da cúpula é utilizado uma dobradei-
ra. Ele encaixa o arame e gira e vai formando o circulo.

14
demons. da luminária detalhes da construção

O produto é de baixa qualidade, rápida produção


e custo baixíssimo.
Seus componentes são genéricos podendo ser us-
ados em mais de um produto da marca. Por conta
disso há uma quantidade maior de componentes
que se encaixam, esses componentes são estrutu-
ras por um nipple de aço, onde por dentro passa a
fiação elétrica.
Sua cúpula, também genérica, é encaixada no topo
da luminária, mostrando a forma final do produto.

15
demons. da luminária interfaces da luminária

As interfaces da luminária são básica. As mínimas


interações que o usuário terá com o produto é o ato
de colocar/retirar a cúpula, a lâmpada, e o plugue
da tomada e ligar/desligar o interruptor.

16
demons. da luminária componentes elétricos

Com um metro de cabo, os componentes elétricos


são básico, possuindo um interruptor simples.
O aparelho é bivolt, suportando lâmpadas de até 40W.

17
desenhos vistas ortogonais

40 mm

80 mm

175 mm

175 mm

80 mm

5 mm

110 mm
10 mm
55 mm

80 mm

100 mm
5 mm
0 mm

10 mm
5 mm

5 mm
1 mm

10 mm

1 5 mm 5 mm
18 mm

8 mm 45 mm

0 mm

100 mm

18
desenhos perspectiva explodida

Base Plástica
Cúpula Plástica
Peça Plástica 03
Peça Plástica 04
Rosca Plástica
Peça Plástica 05 Peça Plástica 02
Bocal Plástico
Nipple 12 mm
Porca Padrão 10mm

19
desenhos detalhes importantes

Há um furo de 8 mm no componente da base para


a passagem do fiação elétrica.

20
verificação de produtos /
marcas concorrentes
painel status quo

22
análise comparativa
luminária descrição pontos fortes pontos fracos

Luminária de mesa.
Feita de plástica e com Por ter o corpo fino
arredondada de mdf. e leve é fácil de ser Materiais ruins
montada e movida.
A: 290 mm. L: 170 mm e
C: 111 mm

Luminária de mesa.
Feita de plástica e com
arredondada. É leve Componentes avulsos
A: 240 mm. L: 160 mm e
C: 240 mm

Luminária de mesa.
Alumínio e cúpula de
acetato espelhado, com Muito grande. Não
Poucas peças
base arredondada com pode ser colocada
Bom material
formato “joão-bobo”. em qualquer lugar

A: 370 mm. L: 420 mm


e C: 420 mm

23
mapa de atributos
+ inovador

- tecnológico + tecnológico

- inovador

24
função de uso x estilo

estilo

função de uso básico retrô contemporâneo

básico
avançado

25
proposta de projeto
tipo de luminária

O tipo de luminária escolhida para nosso projeto


é a luminária de chão.
Indicada para iluminar o ambiente e ainda auxil-
iar na decoração, a luminária de chão é ótima para
momentos de leitura, pois pode movimentá-la para
onde quiser.

27
tipo de fonte de luz

Após pesquisas sobre os variados tipos de fonte


de luz disponíveis no mercado, escolhemos a fita de
LED que proporcionará uma solução adequada e in-
teressante para as formas extravagantes e orgâni-
cas de nossa luminária.
De fácil manutenção e beleza orgânica, a fita de LED
complementará de maneira sútil nosso produto.
Potência 14.4W/m para uso interno de tensão
DC12V, branco frio e luminosidade 800-900lm de
material IP65.

28
função do objeto

A nossa luminária induz um uso variado e inter-


essante, útil para convenções sociais na residência
do usuário, para um íntimo encontro romântico ou
uma simples leitura.
Sendo útil para diversos momentos do nosso
usuário, ele poderá usufruir ao máximo de sua lu-
minária e ainda tê-la como uma bela decoração.

29
moodboards perfil do usuário

30
moodboards luminárias

31
moodboards conceito estético/formal

32
concepção do objeto
fernandaferrari
fernanda ferrari

34
fernanda ferrari

35
fernanda ferrari

36
fernanda ferrari

37
fernanda ferrari

38
fernanda ferrari

39
rafael moreira
fernanda ferrari

40
rafael moreira
fernanda ferrari

41
rafael moreira
fernanda ferrari

42
rafael moreira
rafael moreira

43
rafael moreira
rafael moreira

44
rafael moreira
rafael moreira

45
rafael moreira
rafael moreira

46
rafael moreira
rafael moreira

47
rafael moreira
rafael moreira

48
rafael moreira
rafael moreira

49
rafael moreira
rafael moreira

50
rafael moreira
will acosta

51
rafael moreira
will acosta

52
rafael moreira
will acosta

53
rafael moreira
will acosta

54
will acosta

55
rafael moreira
will acosta

56
will acosta
rafael moreira

57
rafael moreira
will acosta

58
rafael moreira
will acosta

59
rafael moreira
will acosta

60
estudo de interface
/ ergonomia
modelo físico

O modelo físico elaborado fora feito em uma esca-


la de 1:15 e propôs uma resolução da aparência tridi-
mensional e física da proposta definida pelo grupo.

62
comunicação
visual do produto
logotipo

O nome para o produto foi pensado para enfatizar


suas formas, Loop, diante da persona.
A marca desenhada foi baseada em cima de
tipografias humanistas, dando um aspecto mais
orgânico a forma, mantendo alta legibilidade ainda
que seja neutro.

64
embalagem
350
35

80

170cm
luminária de chão
luminária de chão
170cm
1800

80

65
folheto técnico

66
desenhos técnicos
vistas ortogonais

68
perspectiva explodida

69
representações
gráficas do objeto
luminária renderizada

71
luminária renderizada

72
luminária renderizada

73
luminária no ambiente

74
modelo físico funcional
memorial descritivo

Materiais: Aço inoxidável, plástico e silicone.


Processo de fabricação: Junção de peças por um nip-
ple que corre internamente a uma bucha de 1700mm,
corte de pratos com posterior fixação as flanges que
são acopladas a bucha.
Fonte de luz: Potência 14.4W/m para uso interno de
tensão DC12V, branco frio e luminosidade 800-900lm
de material IP65.
Conceito de produto: A luminária de chão Loop busca
externalizar a personalidade de seus usuários e propor
um ambiente agradável e único nas suas casas.
Dimensão: 1700 X 300 X 300 mm.

76
banner
banner

O banner traz a tona as características e formas,


além de acompanhar a identidade visual do produto uma volta
ao novo
que pode ser encontrada na embalagem.
Ressaltando as referências semânticas e um texto de-
scritivo que envolve tanto o produto quanto a persona.

vanguarda
extravagante
orgânica

A luminária de chão que vai fazer


parte da sua coleção de arte

AMOT
FAU DESIGN PROJETO 3 JUNHO 2016
Alunos: Fernanda Ferrari, Rafael Moreira, Will Acosta
Professores: Andréa Almeida, Marcelo Teixeira, Olavo Aranha, Teresa Riccetti

78
referências
referências

BAUDRILLARD, Jean. O Sistema dos Objetos. São Paulo: Perspectiva, 2000.

BOTTON, Alain de. A Arquitetura da Felicidade. Rio de Janeiro: Rocco, 2007.

BOLLNOW, Otto F. O Homem e o Espaço. Curitiba: Editora da UFPR, 2008.

CARVALHO, V.C. Gênero e Artefato, o sistema doméstico na perspectiva da Cultura Material – São Paulo, 1870-1920.
São Paulo: Edusp, 2008.
LEFTERI, Chris. Como Se Faz: 92 Técnicas de Fabricação para Design de Produtos. São Paulo: Blucher, 2013.

80