Você está na página 1de 12

PROJETO DE REVESTIMENTO

ED. ROYAL LIGHT

1
SUMÁRIO

Especificações e Procedimentos de Recebimento e Armazenagem dos Materiais

Escolha/Definição do sistema de revestimento de argamassas

Detalhes Especiais

• cxs de ar condicionado
• peitoris
• chapins
• juntas
• friso
• telas
• pingadeira das varandas

Procedimentos de Execução, Controle e Avaliação

• chapisco
• reboco
• assentamento da cerâmica
• assentamento do porcelanato
• assentamento da pastilha porcelânica
• rejuntamento
• juntas
• pintura
• limpeza
• movimentação dos andaimes suspensos

2
Especificação e procedimentos de recebimento e armazenagem dos materiais

Material Especificação Recebimento Armazenagem


Argamassa Massafix Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
Industrializada Sacos de 20kg verificar integridade das em local coberto e seco
para chapisco em embalagens, as especificações próximo ao local de mistura
base de concreto do fabricante nas mesmas, data Pilhas com até 10 sacos
de validade e laudos
laboratoriais do lote
Argamassa Massafix Conferir com nota fiscal , Sobre estrado de madeira
industrializada Bags de 500kg verificar a integridade das em local coberto e seco
para reboco Resistência à embalagens, as especificações próximo do local de mistura
externo compressão: tipo do fabricante nas mesmas, data Cuidado para não
II de validade e laudos sobrecarregar as lajes ao
Teor de Ar Laboratoriais do lote armazenar
incorporado:” b”
Retenção de
água: normal

Argamassa Tipo AC III Conferir com nota fiscal , Sobre estrado de madeira
Colante e de Massafix verificar a integridade das em local seco e coberto
rejuntamento Sacos de 20kg embalagens, as especificações próximo do local de mistura
para pastilhas de Cor da pastilha do fabricante nas mesmas e Pilhas com até 10 sacos
porcelana data de validade

Argamassa Tipo AC III - E Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
colante para Massafix verificar a integridade das em local seco e coberto
placas de Sacos de 20kg embalagens, as especificações próximo do local de mistura
porcelanato do fabricante nas mesmas e pilhas com até 10 sacos
data de validade
Argamassa de Cores: do Conferir nota fiscal, verificar a Sobre estrado de madeira
rejuntamento porcelanato integridade das embalagens, em local seco e coberto
para porcelanato Massafix especificações do fabricante pilhas com até 10 sacos
Sacos de 1 ou 5 nas mesmas e data de validade
kg
Pastilha de 2,5x2,5 cm – Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
porcelana verde fosco verificar a integridade das em local seco e coberto em
ref: JN 6704 embalagens, especificações do pilhas de até 10 caixas
Jatobá fabricante nas mesmas
Pastilha de 4x4 cm –verde Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
porcelana água acetinado verificar a integridade das em local seco e coberto em
ref: JA 2714 embalagens, especificações do pilhas de até 10 caixas
Jatobá fabricante nas mesmas

Pastilha de 4x4 cm - branco Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
porcelana aspen verificar a integridade das em local seco e coberto em

3
ref: JC 1100 embalagens, especificações do pilhas de até 10 caixas
Jatobá fabricante nas mesmas
Placas de 40x40 cm Conferir com nota fiscal, Sobre estrado de madeira
Porcelanato Valência Zircon verificar a integridade das em local seco e coberto em
Pamesa embalagens, especificações do pilhas de até 10 caixas
fabricante nas mesmas
Bastão de Diâmetro 0,5 cm Conferir com nota fiscal No almoxarifado e local
polietileno maior que a limpo e seco
expandido largura da junta
a ser preenchida
Tarucel
Selante Sika flex 1 A Conferir com nota fiscal No almoxarifado em local
Plus a base de verificar integridade das limpo e seco
poliuretano embalagens, especificações do
Cor cinza fabricante nas mesmas e data
de validade
Pintura Acrílica Fosca Conferir com nota fiscal Em local limpo
Ref 6515 e 656 verificar integridade das
embalagens, especificações do
Coral fabricante nas mesmas e data
de validade
Fita crepe 1 e 2 cm de
largura
Cimento CP III – E – 32 Conferir com nota fiscal Sobre estrado de madeira
Sacos de 50 kg verificar integridade das em local seco e coberto em
E CP V em embalagens, especificações do pilhas de até 10 sacos
chapisco fabricante nas mesmas e data
Nassau de validade
Areia para Grossa Comparar com amostra
chapisco previamente definida como
padrão
Aditivo para Tipo Bianco da
chapisco Otto Baungart

Pintura anti Sika primer ou


corrosiva similar base
epóxica
Argamassa de Massafix
encunhamento da Sacos de 35kg
alvenaria
Tela para fachada Tela galvanizada
Facha forte eletrosoldada fio
Morlan 18 AWG malha
de 2,5 x 2,5 cm
Primer para Rodopás A 712
juntas diluido em água
no traço 1: 1
Pino e finca pino

4
Perfil para BX 223 Conferir com nota fiscal
porcelanato Alcan Verificar integridade das peças

Escolha/Definição do Sistema de Revestimento de Argamassas

Tipo de Substrato

• Bloco cerâmico com espessura de 14cm nas paredes externas


• Estrutura de concreto fck= 30mpa

Chapisco

• Chapisco industrializado conforme especificação aplicado sobre os elementos estruturais


• A empresa adota o procedimento de não chapiscar as alvenarias .

Reboco

• Argamassa industrializada conforme especificação


• A empresa adota o procedimento de aplicar o reboco externo diretamente sobre o bloco.
Apesar desta prática num dos painéis de teste das argamassas será executado reboco sobre
alvenaria chapiscada para efeito de avaliação dos resultados
• O reboco só poderá ser executado após decorridas 72hs da aplicação do chapisco.

Painéis

Os painéis para teste serão executados logo acima da marquise na fachada noroeste (poente). Terão
dimensão de 0,80m x 2,00m(largura). Deverão cobrir sempre uma largura de pilar ou viga e uma
parte em alvenaria. Serão executados dois painéis para ensaio das argamassas.

Um deles será executado sobre estrutura sem escovação, chapiscada e rebocada com argamassa
industrializada , e alvenaria não chapiscada, rebocada com argamassa industrializada.

O segundo painel será executado sobre estrutura escovada, chapiscada e rebocada com argamassa
industrializada e alvenaria com chapisco projetado manualmente utilizando argamassa 1:3
(cimento:areia) e rebocada com argamassa industrializada.

Avaliação

Será realizada após 28 dias da execução do reboco.


Serão realizados testes nos 4 sistemas, a saber:

Painel 01

Estrutura não escovada + chapisco industrializado + reboco

5
Alvenaria não chapiscada + reboco

Painel 02

Estrutura escovada+ chapisco industrializado + reboco


Alvenaria+ chapisco +reboco

Os ensaios a serem realizados são os seguintes

• Ensaios de aderência do reboco sobre a estrutura e sobre a alvenaria conforme a


normatização pertinente
• Teste prático de arrancamento do chapisco – ao tentar retirar o chapisco com auxílio de
espátula este não deve se destacar do substrato em placas
• Testes empíricos verificando a existência de som cavo, fissuras , pulvurulência e
desagregação.
• Recomenda-se que os diferentes painéis para teste dos sistemas de revestimento sejam
executados pelo mesmo profissional

Uma vez escolhido o sistema de revestimento a ser adotado, ainda na fachada do poente será
executado painel teste para ensaio de arrancamento do porcelanato e das pastilhas cerâmicas

Detalhes Especiais ( ver projeto)

PROCEDIMENTOS DE EXECUÇÃO, CONTROLE E AVALIAÇÃO

1-Preparação das Bases - Concreto

Remover resíduos de madeira, rebarbas de concreto, pontas de ferro, eletrodutos utilizados nos
travamentos e corrigir eventuais ninhos de pedras retirando as que tiverem se soltado completando
com grout. Na impossibilidade da retirada de todas as pontas de ferro tratá-las com pintura
anticorrosiva conforme especificação.

Utilizando escova de fios de aço adaptada em furadeira promover a escovação dos elementos
estruturais até obter superfície isenta de nata de cimento e desmoldante e rugosa ao tato com
visualização de pequenos orifícios na superfície do concreto. Cuidando para não obter superfície
polida por excesso de escovação.

2-Preparação das Bases - Alvenaria

Preencher vazios existentes com argamassa de assentamento de alvenaria


Travar aos elementos de concreto às paredes que apresentarem fissuras nestes locais utilizando tela
ou nova chumbação
Retirar poeira e musgos

6
Proceder ao encunhamento da alvenaria utilizando argamassa de baixo módulo e alta aderência.
Recomenda-se a utilização da mesma argamassa industrializada utilizada no reboco externo.

O aperto (encunhamento) só será feito após a conclusão das alvenarias, reboco interno e contrapiso
de todos os pavimentos.

3- Lavagem

Proceder à lavagem da fachada com hidro lavadora.

4- Chapisco Industrializado

Preparar a argamassa com equipamento mecânico: argamassadeira tipo mix ou misturador adaptado
em parafusadeira ( baixa rotação)

Adicionar 4,5 lts de água limpa para cada saco de 20 kg de argamassa

Deixara a argamassa em maturação (descansar) entre 10 e 15 minutos

Aplicar a argamassa no prazo máximo de 1,5 hs após seu preparo. (não se deve adicionar água em
argamassa já pronta em hipótese alguma)

Não chapiscar as fachadas quando em incidência de sol

Aplicar camada de argamassa com o lado liso da desempenadeira e em seguida passar o lado
dentado de maneira a obter cordões no sentido horizontal com espessura de 5mm.

5- Reboco Externo

Preparar a argamassa com argamassadeira de eixo horizontal ou betoneira com capacidade máxima
de 250lts

Adicionar 7,5lts de água limpa para cada saco de 35 kgs de argamassa

Aplicar a argamassa no prazo máximo de 2,5hs após o seu preparo

Aspergir levemente a superfície a ser rebocada utilizando hidro lavadora

Aplicar a argamassa de modo a obter camada com espessura entre 2,5 e 3,0 cm

Nos casos onde for necessária a execução de espessuras maiores, executá-las em camadas de 2,0cm,
pressionando com a colher de pedreiro para desfazer as conchas e preencher os vazios entre as
conchas. Após o puxamento da camada anterior chapar nova camada de argamassa executando o
acabamento final com desempenadeira de madeira.

O reboco externo será camurçado apenas nas superfícies a ser pintadas. As demais áreas deverão ser
apenas desempenadas.

7
Onde houver utilização de reforço com tela galvanizada esta deverá ser fixada da seguinte forma:

Chapar camada de reboco de aproximadamente 2cm, pressionar a tela já cortada em painéis de


50x60cm contra a massa de maneira a ancorá-la na mesma. Em seguida complementar a espessura
do reboco sobre a tela. A tela deve estar posicionada cerca de 1cm da base.

Promover a cura do reboco do pavimento superior durante 3 dias quando da execução do pavimento
coonsequente utilizando a hidro lavadora.

O reboco só deverá ser aplicado após decorridos 30 dias da elevação da alvenaria e 3 dias após a
aplicação e inspeção do chapisco.

Observação: Na elevação da alvenaria a argamassa de assentamento é colocada de maneira que


fique uma pequena reentrância (6mm) nas juntas para melhor ancoragem do reboco

6- Assentamento de pastilha de porcelana/Rejuntamento

Prepara a argamassa colante com argamassadeira tipo mix ou misturador adaptado a parafusadeira
(baixa rotação)

Adicionar 5 lts de água limpa para cada saco de 20 kgs de argamassa colante

Deixar a argamassa em maturação (descansar) entre 10 a 15 minutos antes de sua aplicação

Utilizara a argamassa no prazo máximo de 1,5hs após o seu preparo

Aplicar a argamassa sobre a base com o lado liso da desempenadeira de aço de modo a obter
camada com espessura de 4 mm. Em seguida passar o lado dentado da desempenadeira de modo a
obter cordões com espessura de 6mm

Aplicar a argamassa de modo a obter superfície com área máxima de 0,54m2 (60cm x 90cm) de
argamassa aberta. Colocar imediatamente as placas de pastilha não ultrapassando o tempo de
10minutos após o espalhamento da argamassa colante.

Ao colocar as placas movimentá-las no sentido vertical pressionando-as contra a base para garantir o
esmagamento dos cordões de argamassa colante. Em seguida bater sobre as placas com
desempenadeira de madeira ou PVC (dimensões de 20cm x 30cm ) para garantir a planicidade da
superfície das placas.

Uma hora após a aplicação das pastilhas umedecer a superfície com água limpa para retirar o papel
suporte e toda a cola a elas aderidas

Após a limpeza das pastilhas proceder ao rejuntamento das mesmas com a mesma argamassa
utilizada no seu assentamento.

A argamassa de rejuntamento será espalhada com rodo de borracha sobre a superfície a ser
rejuntada, pressionando a argamassa espalhada sobre a região das juntas de modo a preenchê-las
com uma massa compacta e sem falhas.

8
Após o puxamento da argamassa proceder à limpeza da superfície das pastilhas rejuntadas com
espuma ou trapos de pano até a retirada de todo o excesso de argamassa.

7- Assentamento do Porcelanato

Preparo das placas e assentamento do porcelanato:


- Espalhar aproximadamente 10 placas, sobre uma área plana e forrada com uma lona ou
algum outro material parecido;
- Depois posicionar os fios de cobre já nos tamanhos certos que vão ser usados;
- Pontilhar antes com massa plástica as duas extremidades da colagem de todas as placas
espalhadas, e em seguida fazer a colagem de cada placa conforme fotos 01,02 e 03;
- O início da colagem do arame de cobre deverá ser de 3 cm da extremidade da cerâmica;
- A inspeção da fixação do arame deverá ser feita conforme fig. 04 e registrado no FOR
8.2.4-02;
- O assentamento das placas será feito conforme fotos 05, 06 e 07 cuidando par que a
argamassa colante seja denteada no sentido horizontal na fachada e vertical no tardoz das
peças cerâmicas;
- Os pinos de fixação inicial deverá ser obrigatoriamente retirado após a secagem da
argamassa de assentamento;
- O rejuntamento será feito espalhando a argamassa de rejunte sobre as juntas com o auxílio
de rodo de borracha pressionado o material de modo a preenchê-las sem falhas. Após o
puxamento da argamassa proceder à limpeza da superfície e alisamento com bastão de
madeira
- A inspeção será feita após a conclusão de cada varanda observando:
ƒ Alinhamento das juntas verticais e horizontais – observação visual;
ƒ Planicidade: utilizar régua (perfil 3cmx5cmx200cm) – aceitar quando a folga ou a
barriga for inferior a 2mm;
ƒ Preenchimento do tardoz: utilizar bastão de madeira – aceitar quando não houver
som cavo;
ƒ Textura do rejunte: a superfície do rejunte deverá ficar lisa – observação visual;
ƒ Preenchimento do rejunte: aceitar se o mesmo estiver aproximadamente 1mm
abaixo da borda do revestimento e uniforme;
ƒ Após a fixação das peças será chumbado o perfil de alumínio na parte inferior do
revestimento;

Fig. 01 – Disposição do gabarito e arame

Fig. 02 – Chumbação do arame

9
Fig.03 – Retirada do gabarito

Fig. 04 – Inspeção 24 horas após a colagem

Fig. 05 – Aplicação da argamassa no tardoz

Fig. 06 – Assentamento e amarração da placa

Fig. 07 – Placas amarradas

10
8- Juntas
ver detalhes no projeto

9- Pintura

Na 1ª subida da cadeira individual será feita a inspeção do reboco quanto ao som cavo e resistência
ao risco. No caso de aparecimento de fissuras pesquisar a origem das mesmas para indicação de
tratamento adequado.

Na 1ª descida é aplicada uma demão de selador

Após a selagem da superfície, é feita a aplicação da pintura no sentido de cima para baixo nas cores
indicadas em projeto também em cadeira individual.

10-Movimentação dos andaimes:

Ação Preliminar: Estudo da fachada

Esticar os arames da platibanda até a primeira bandeja paracisco para a definição da espessura do
reboco que não será inferior a 2,5cm.
O controle da espessura é feito na base e no topo com leituras intermediárias sendo admitidas
espessuras de 1,5cm na estrutura e 2,0cm na alvenaria em pontos isolados
Como requisito para este procedimento, que evita o mapeamento da fachada, é necessário um
rigoroso controle do prumo na execução da estrutura.

1ª subida:

Procede-se à:
1. limpeza do substrato
2. correção de falhas
3. fixação de taliscas

1ª descida:

1. lavar a área de trabalho


2. chapiscar a estrutura
3. encunhar a alvenaria

2ª subida:

1. inspecionar o chapisco

2ª descida:

1. fixar as telas de reforço


11
2. aplicar o reboco externo

3ª subida

1. inspecionar o reboco

3ª descida

1 . aplicar as pastilhas cerâmicas e o porcelanato


2. rejuntar as áreas revestidas
3. limpar as superfícies

OBSERVAÇÃO: TODA ETAPA CONCLUÍDA DEVERÁ SER INSPECIONADA ANTES


DO INÍCIO DA ETAPA SEGUINTE.

Após a retirada dos andaimes procede-se a teste de estanqueidade das fachadas através de tubo PVC
furado colocado no topo de cada prumada de onde é feito jorrar água por um período ininterrupto de
4 hs. Findo o teste procede-se á verificação de infiltrações. Os possíveis pontos de infiltração os
são corrigidos através de cadeira individual conforme a falha identificada.
O teste de estanqueidade deverá ser feito antes do emassamento das paredes internas.

Cerca de 15 dias antes da entrega da obra é feita a limpeza final das fachadas com o auxilio de
cadeira individual

FORMULÁRIO DE INSPEÇÃO DOS DIVERSOS SERVIÇOS

12