Você está na página 1de 26

01

Quais características um indivíduo precisa


apresentar para ser considerado um ser vivo?

- São compostos por


célula;
- Requerem energia;
- A p r e s e n t a m
metabolismo;
- Respondem à estímulos;
- Têm material genético;
- Reproduzem-se;
- Evoluem.
02
Composição Química dos Seres Vivos

Composição química dos seres não Composição química dos seres vivos.
vivos.

03
Organização Celular
i v o s,
Substâncias inorgânicas e r e s v os
o s s o d
os x c e ç ã os
+ = Célula To d
m
e
c o , são
s
f
.
orm a d

Substâncias orgânicas víru élulas


c
por

Pluricelulares
Unicelulares
04
Padrão Celular

Célula Procariótica Célula Eucariótica

05
Nutrição

Autotrófica Heterotrófica

06
Respiração

Aeróbia: tipo de respiração que se processa na presença de oxigênio (O2) e


em que compostos orgânicos, geralmente carboidratos, são oxidados
completamente, originando compostos inorgânicos muito simples (CO2 e H2O),
com liberação de energia química (ATP).

Anaeróbia: processo que não utiliza o oxigênio. A energia liberada por


esse tipo de respiração é menor que a liberada pela respiração aeróbia. 
Fermentação Lática
Fermentação Alcoólica

07
Fermentação Lática
O piruvato formado pela glicólise é transformado em ácido lático. Não há
liberação de CO2.

Ex.: em nossas células musculares, submetidas a um ritmo frenético metabólico


(contração e relaxamento), o fornecimento de oxigênio não supre o esforço
requerido, causando, assim, fadiga muscular.

Fermentação Alcoólica
Inicialmente o piruvato libera uma molécula de CO2, formando um
composto com dois carbonos que sofre redução, originando álcool etílico.

Ex.: ocorre principalmente em bactérias e leveduras. A levedura Saccharomyces


cerevisiae é utilizada na produção de bebidas alcóolicas (suco de uva/ vinho; suco de
cevada/ cerveja).

08
Reprodução

Assexuada Sexuada
Um único indivíduo Participação de células
participa do processo, especiais – gametas.
originando seres idênticos.
Novo indivíduo.
Mutação – variabilidade
genética.

09
Evolução
Ao longo de gerações os seres vivos apresentam modificações, que
influenciam a capacidade do organismo de sobreviver e se reproduzir.

Seleção Natural
Teoria baseada em 3 observações principais:
-Os indivíduos de uma população não são idênticos entre si;
-Nascem mais organismos do que o ambiente pode suportar, então, nem
todos sobrevivem;
-Há disputa pelos recursos do ambiente, e os indivíduos com características
vantajosas têm maiores chances de reprodução.

10
Moléculas Inorgânicas
Substâncias simples, formadas por moléculas pequenas e encontradas
facilmente fora dos seres vivos.

11
Moléculas Inorgânicas - ÁGUA

Dissolve uma infinidade de substâncias - SOLVENTE UNIVERSAL;

Capaz de transportar substâncias tanto dentro quanto fora da célula;

Nutrientes, excretas, gases da respiração, tudo isso se difunde na água e é


por ela carregado.

Favorece a ocorrência de reações químicas;

Essencial para as reações do metabolismo;

Função de manutenção da temperatura corporal (transpiração).

12
Moléculas Inorgânicas – SAIS
MINERAIS ÍONS – Função Biológica
DISSOLVIDOS em água - íons
Sódio (Na+) – sua concentração é maior
Pe q u e n a s v a r i a ç õ e s n a s u a fora da célula.
porcentagem modificam as Potássio (K+) – é mais abundante
propriedades da célula: dentro da célula. Sódio e potássio estão
relacionados com fenômeno de
Permeabilidade da membrana; condução do impulso nervoso.
Cálcio (Ca2+) – necessário para as
Viscosidade do citoplasma; reações químicas, como as que ocorrem
na coagulação.
Capacidade de responder a estímulos. Magnésio (Mg2+) – presente na molécula
de clorofila, portanto, necessário ao
processo de fotossíntese.
Fosfato (PO43-) – indispensável para as
transferências dentro da célula.

13
Moléculas Inorgânicas – SAIS
MINERAIS
IMOBILIZADOS – estruturas esqueléticas

São pouco solúveis;

Componentes de estruturas esqueléticas.

14
Moléculas Orgânicas
São mais complexas e apresentam moléculas de tamanho maior, nas quais
existem cadeias de átomos de carbono. Encontram-se normalmente
associadas aos seres vivos.

15
CARBOIDRATOS
Compostos fundamentalmente de átomos de carbono, hidrogênio e
oxigênio.

São relacionados principalmente ao fornecimento de energia.

São os principais produtos da fotossíntese, e muitos são utilizados como


combustíveis por células animais e vegetais.

Monossacarídeos
Dissacarídeos/ Oligossacarídeos
Polissacarídeos

16
CARBOIDRATOS

17
LIPÍDIOS
Aparecem em grande quantidade em animais e vegetais;

Função de construção (estrutural) e reserva de energia.

18
LIPÍDIOS
Simples: reserva energética de animais e vegetais. Nas aves e nos
mamíferos funciona como isolante térmico, funciona também como
amortecedor contra impactos mecânicos. Ex.: óleos e gorduras. As ceras
tem a função de impermeabilizar superfícies sujeitas a desidratação.

Compostos: encontra-se em grande quantidade no tecido nervoso e nas


membranas plasmáticas. Ex.: fosfolipídios

Esteroides: O colesterol que é componente das membranas celulares e os


hormônios (testosterona, progesterona e estradiol) que estão relacionados
com a atividade sexual, caracteres sexuais e gravidez.

19
PROTEÍNAS
Funções:

-Construção da matéria viva;


-Reposição de material celular desgastado;
-Crescimento do organismo;
-Regulação do metabolismo celular (hormônios);
-Enzimas;
-Anticorpos;
-Proteínas transportadoras;
-Proteínas contrácteis (actina e miosina). Agente do Scrapie - Prion

Aminoácidos Ligação Enzimas Ácidos


Peptídica Nucleicos

20
PROTEÍNAS
Têm uma importante função estrutural – fazem parte da estrutura da
matéria viva.

Colágeno: abundante nos tendões, cartilagem e ossos. Presente na pele, à


qual confere resistência. Confere resistência ao osso enquanto o cálcio
determina sua rigidez.

Queratina: presente na superfície da pele, nas garras, unhas, bicos e pelos


dos vertebrados. Importante papel na impermeabilização das superfícies do
corpo.

Actina e Miosina: principais componentes dos músculos. Proteínas


contrácteis.

Albumina: proteína encontrada em maior quantidade no plasma sanguíneo;


presente também na clara do ovo. No plasma confere viscosidade e pressão
21
osmótica e na clara do ovo serve como reserva alimentar.
PROTEÍNAS AMINOÁCIDOS
São unidades de construção das proteínas.

Qualquer molécula de aminoácido tem um grupo ácido carboxílico (- COOH)


e um grupo amina (- NH2) ligados a um átomo de carbono.

Alanina
Valina

Ácido Aspártico

22
PROTEÍNAS LIGAÇÕES
PEPTÍDICAS
Ligação que ocorre entre os aminoácidos para formar uma molécula de
proteína.

23
PROTEÍNAS ENZIMAS

São proteínas especiais que facilitam a ocorrência das reações -


catalisadores.

Uma determinada enzima facilita a ocorrência de uma determinada reação


– especificidade.

Condição para que uma enzima funcione –


pH e temperatura.

24
PROTEÍNAS ÁCIDOS NUCLEICOS
DNA (Ácido RNA (Ácido ribonucleico)
desoxiribonucleico)
Fita simples
Fita dupla
Pentose –ribose
Pentose – desoxirribose
Bases A, U, C, G
Bases A, T, C, G
U = uracila
T = timina
Constitui outras estruturas
Constitui os genes celulares

25
26