Você está na página 1de 9

Série Estudo discipulado

Crescendo lado a lado com o


discipulo

Modulo 3
Considerações

O nosso desejo é conhecermos juntos a palavra de Deus e crescemos em maturidade espiritual e sermos úteis na
obra de Deus. O Espirito Santo vai usar aquilo que conhecemos e desenvolvemos, principalmente na sua obra.
Paulo recomenda a Timóteo como deve se apresentar a Deus: ‘’procura apresentar-te como obreiro aprovado que
não tem do que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade ‘’ 2 Tim 2:15.
A bíblia fala de jesus quando era criança, um menino igual aos outros porem com uma diferença: E crescia jesus em
sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens Lc 2:52.
Esse deve ser o nosso perfil de um cristão, crescermos em estatura e graça diante de Deus e dos homens. Quando
conhecemos a bíblia e que praticamos o que ela nos ensina, então se cumpre em nossa vida, Lc 2:52.
Esse é o meu desejo para sua vida, crescer em estatura e graça diante de Deus e dos homens.

Ademir Neves

Prefácio

Nada é mais fascinante do que estudarmos a palavra de Deus. Neste modulo iremos estudar a carta de Paulo aos
gálatas. Este deve ser o nosso propósito, estudarmos todas as cartas a partir desta carta. Por que gálatas?
Provavelmente foi a primeira carta escrita por Paulo para as igrejas. Gálatas está na região da Ásia menor na atual
Turquia. Paulo nasceu em Tarso na Cilícia não muito distante da galileia, ele escreveu esta carta para contrapor-se aos
falsos mestres judaizantes que estavam abalando a doutrina central do novo testamento; justificação pela fé em
Jesus para sermos aceitos por Deus. Os judeus queriam que eles praticassem os ensinos de Moisés como a
circuncisão, o guardar do sábado, abstenção de certos alimentos e outros para serem justificados os seus pecados.
Gálatas nos fornece informações importantes a respeito do passado de Paulo nos capítulos 1 e 2. Gálatas é a única
carta que nos dá essas informações a respeito desse homem escolhido por Jesus para levar a mensagem do
evangelho para o mundo e para a igreja, At 9:10-20.
Estudo da carta aos Gálatas
Texto base: Gl 6:23-28

No nosso texto base, Paulo fala de ter a marca de Jesus. O que significa ter as marcas de Jesus no corpo?
Quais são as marcas de Jesus na vida do cristão?
Considere:
Quais eram as marcas de Jesus na vida do apostolo Paulo?
Vamos ver algumas:
Marca da conversão verdadeira
Marca do amor
Marca do perdão
Marca da misericórdia
Marca do trabalho incansável
Marca da renuncia
Marca do sofrimento
Essas são algumas das marcas de Jesus na vida de alguém que ama o Senhor, 2 Co 11:23-28.

A- Cada capitulo está dividido por assuntos, e dentro dos assuntos vamos estudar os mesmos como um todo ou
estudar versículos dentro do assunto. Dos versículos estudaremos partes dele ou todo ele
Capitulo 1

Dos versos 1 ao 5 é uma saudação para a igreja. Paulo se identifica e diz que ele é o autor da carta e que ele era
apostolo de Jesus Cristo. Esta carta está direcionada aos gálatas, Gl 1:1-4.
A palavra apostolo significa em termos gerais, aquele que é enviado com autoridade.
No verso 4 diz ‘’pelos nossos pecados’’, Paulo não se exclui como um pecador e que ninguém podia ser salvo a não
ser na pessoa do Senhor Jesus, Rm 3:20-24.
Esta saudação é a identificação do apostolo Paulo em todas as suas cartas.
Do verso 6 a 9, Paulo censura a inconstância dos gálatas.
Verso 6
‘’passando tão depressa daquele que vos chamou’’. A palavra passando, o sentido é: desertando, que indica uma
deserção dos soldados alistados do serviço militar, algo que era punível com morte.
Hoje assistimos tantas deserções dos crestes, ou seja, crentes que ainda não se desligaram do mundo. Qual era o
problema? o problema era os judaizantes que estavam se introduzindo no meio dos irmãos e querendo que eles
praticassem os ensinos de Moisés, motivando-os a sair da graça para obedecer aos ritos da lei, como por exemplo: a
circuncisão, a guarda do sábado, não comer alguns tipos de alimentos e outros.
‘’Tão depressa’’, o significado é: facilmente ou rapidamente. Isso acontece a qualquer cristão quando não tem raiz ou
estrutura espiritual, se deixam levar por qualquer vento de doutrina, Ef 4:11-14.
‘’Vos chamou’’, podemos traduzir como: aquele vos chamou uma vez para sempre. Somos chamados para viver para
sempre com o Senhor, e não só um Passa-Tempo, pois existe muitos cristãos passa tempo, um tempo na igreja e
outro tempo estão no mundo. 2 Tess 2:13,14 – 2 Tim 1:8-10.
‘’Graça de Cristo’’ – a palavra graça de Cristo, o significado é: favor para quem não merece, amor que se da ou se doa
em pró de alguém sem merecer ou não merece. Esta graça se revelou através da pessoa do Senhor Jesus, morrendo
na cruz para trazer o homem de volta, e ressuscitando para confirmar a nossa fé, Rm 3:23,24.
‘’Outro evangelho’’, o que acontecia no tempo de Paulo, costuma acontecer em nossos dias, ouvimos e vemos tantas
pessoas pregando outro evangelho, através de doutrinas que não tem compromisso com a verdade do evangelho da
bíblia ou do Espirito Santo. 2 Co 11:2-4.
Os judaizantes acrescentaram as exigências as cerimonias e os padrões da antiga aliança, como pré-requisitos
necessários para a salvação.
Verso 7
‘’ vos perturbam’’ – a palavra também poderá ser traduzida por: transtornam ou perturbam. Esta palavra no grego
significa sacudir para frente ou para traz, que significa: mexer ou cogitar. Aqui diz respeito a profunda perturbação
emocional que os cristãos de gálatas estavam sofrendo por parte desses falsos cristãos judaizantes.
‘’Querem perverter’’ – isso quer dizer que eles tentam convencer vocês a mudaram de opinião com respeito ao
evangelho relacionado com a salvação, que é pela graça e não pela obra da lei, pois por obra da lei ninguém será
salvo Ef 2:8-10.
As vezes vemos esse mesmo fato acontecer em nossos dias, o evangelho sendo pervertido dentro da própria igreja,
através de suas doutrinas onde tentam afirmar uma verdade atrás dos seus conselhos doutrinários que não é
verdade.
Verso 8
nesse verso o E.S através do apostolo Paulo nos adverte, a termos o cuidado para não pregarmos outro evangelho
concorrente ao evangelho de Jesus e nem darmos credito, se não for a verdade de Deus devemos rejeitar, pois é
considerado como anátema que significa maldição. Esse é um dos cuidados que devemos ter para não adulterarmos a
palavra de Deus, pois podemos estar entrando em maldição. Paulo diz: seja anátema, é uma palavra grega que
significa; devotar ou destinar alguém a destruição no inferno. A ideia é: lançar alguém a separação eterna de Cristo,
Rm 9:3 – 1 Co 12:3 – 2 Co 16:22. Este é o sentido do anátema.
Verso 9
Paulo adverte a esse cuidado, repetindo o que alertou no verso 8. O motivo maior é porque Deus tem compromisso
com a sua palavra e não com aquilo que ele não falou. Comparar Gn 2:16.17 e Gn 3:2.3. Veja que Eva adulterou a
palavra dada por Deus dada a Adão, a adulteração está no: não tocareis.
Verso 10 a 12
Quando pregamos o evangelho ou ensinamos a palavra de Deus, temos compromisso com as verdades da palavra e
temos o dever de defender estas verdades, sendo nós também verdadeiros e não atendando para aquilo que não é
uma verdade da palavra.
A motivação anterior de Paulo quando perseguia os cristãos em favor de seus companheiros judeus, o motivo era
esse, ter zelo pela palavra do V.T. Paulo usa essa expressão: servo de Cristo, Rm 1:1, Paulo determinou ser um cristão
voluntario assumido de Jesus, isso lhe causou um grande transtorno, perseguição e sofrimento imposto pelo
adversário do evangelho Gl 6:12-14 e Gl 6:17.
Verso 11
‘’Faço-vos porem saber irmãos’’, Paulo faz essa enfática afirmação que o evangelho por ele anunciado não é segundo
o homem, o que Paulo quis dizer é, que o evangelho anunciado por ele não era de origem humana como todas as
religiões humanas. Os ensinos de outras religiões são ensinos baseados em obras mortas que não tem afirmação tais
como: o evangelho de jesus, Rm 1:16 e Gl 1:12.
Verso 13 e 14
Paulo relata a sua história e sua posição social e religiosa, e por ser zeloso perseguia os cristãos seguidores de jesus ao
ponto de testemunhar a morte do primeiro mártir que foi Estevão, At 7:54-60 e At 8:1.
Verso 15
Aqui neste verso, Paulo relata o que aconteceu na vida de alguns homens de Deus que os escolheu para uma obra
especifica, que é o caso de Jeremias, Moisés, Abraão e do próprio Paulo, Jr 1:4.
Verso 16
Deus escolheu o apostolo Paulo para pregar o evangelho para os não judeus chamados de ‘’gentios’’ At 9:15.16 e At
26:12-18.
Quando Paulo diz que não consultou carne e sangue; afirmação é que: ele não procurou os cristãos para iniciar o seu
ministério com respeito a revelação que ele havia recebido At 9:19.20 e Gl 1:17, mas partiu para as regiões da Arábia,
um deserto despovoado que se estendia do leste de Damasco a península do M. Sinai. Após ser preparado pelo
Senhor para o ministério, retornou a fim de pregar o evangelho nas mediações de Damasco Gl 1:17.
Verso 18
‘’Decorrido 3 anos’’. O tempo aproximado entre a conversão de Paulo e a sua primeira viagem missionaria a
Jerusalém, esses três anos ele fez uma visita em Damasco capital de Síria, e residiu na Arábia sob a orientação do
Senhor Jesus At 9:20-30.
Verso 19
Quando Paulo fala de Tiago irmão do Jesus, está se referindo a um dos filhos de José e Maria irmão de Jesus, pois
Maria, depois de ter tido Jesus foi uma mulher comum e teve filhos e filhas, Mt 13:55.56.
Deus usou Maria como um instrumento ou como um vazo de honra como usa as pessoas agora que são instrumentos
para pregar o evangelho.
Verso 20 a 24
Paulo fala de seu testemunho que repercutia por muitos lugares. Como era honroso saber que as pessoas são
impactadas pelo testemunho de uma pessoa que tem uma conversão verdadeira, Jesus é glorificado, esta foi a oração
de Jesus antes de ser preso Jo 17:4.
O sentido é: eu te honrei na terra concluindo a missão que me confiaste a fazer. Este é um dos propósitos do Espirito
Santo na vida de cada cristão Jo 16:13.14.
Capitulo 2

Verso 1 e 2
Paulo diz que após 14 anos da primeira viagem a Jerusalém ele volta ali, e presta um relatório daquilo que Deus realizou
por seu intermédio. Duas coisas aprendemos nesses dois versículos: primeiro, que o E.S comanda quem lhe obedece,
(V 2 em obediência). Segundo todos que querem leva a palavra do evangelho na sua integridade, vão ter dificuldades,
vão ter problemas ate mesmo dentro das igrejas. Entendemos que nesse período de tempo, Paulo fez outras visitas a
Jerusalém para levar socorro aos irmãos que estavam passando fome At 11:27-30. Talvez Paulo não se refira a essa
viagem pois ela não tinha relação com a sua autoridade apostólica. No verso 1, Paulo cita Barnabé e Tito, Barnabé era
judeu da tribo de Levi e Tito era grego At 4:36.37. Barnabé foi o primeiro a estender a mão para Paulo e tornou-se seu
companheiro nas viagens missionarias At 9:27 e At 13:2.3. Tito era filho espiritual de Paulo e tornou-se seu colaborador
na obra missionaria Tt 1:4.5.
Verso 3 e 4
‘’Na lei de Moisés um gentio para entrar na família de Deus ou tornar-se judeu, tinha que circuncidar-se’’ Gn 17:9-14 e
Rm 4:9-12.
Por que Paulo da essa explicação? por causa dos judeus convertidos ao cristianismo, mas que queriam ainda praticar a
prescrições da lei nos irmãos novo na fé. Paulo e os apóstolos negavam isso e a questão foi esclarecida no concilio
(reunião dos líderes da igreja para decidir quanto esta questão) de Jerusalém At 15:1-22.
Verso 4
‘’Os cristãos estão livres da lei como meio para a salvação, de suas regras cerimoniais internas como modo de vida e de
sua maldição pela sua desobediência que Cristo suportou por todos os cristãos’’ Gl 3:8-14 (Espirito prometido).
Observação: essa liberdade toda via não é uma licença para pecarmos ou continuarmos no pecado Gl 5:13, Rm 6:18, 1
Pe 2:16.
Verso 5
‘’A verdade do evangelho’’. O que Paulo está se referindo, é dos falsos irmãos que tentavam convencer os irmãos novos
na fé com respeito a doutrina de Moisés que os deixavam confusos Gl 1:6-8. Isso acontece ainda hoje, pois muitos
irmãos com suas doutrinas confusas, quanto a simplicidade da verdade do evangelho de Jesus Cristo para a salvação.
Verso 6
‘’Deus não aceita aparência’’. Privilegio dos 12 apóstolos, não tornavam o apostolado deles mais legitimo e com mais
autoridade do que o de Paulo. Cristo havia comissionado todos eles Lc 10:17-20, mas Paulo nunca se sentiu inferior aos
demais apóstolos 2 Co 12:11.12. Essa mesma autoridade que estava sobre eles, está sobre mim e sobre você Mt
28:19.20 e Mc 16:15-18. Dêem um gloria a Deus.
Verso 11
‘’Antioquia’’. Aqui os seguidores de Jesus foram chamados pela primeira vez de cristãos At 11:26. Antioquia ficou
conhecida como a primeira igreja dos gentios e foi nessa igreja que Paulo exortou Pedro duramente, diz que ele se
tornou repreensível. A culpa de Pedro foi aliar-se a homens que ele sabia que estavam errados pelo mal e confusão que
causavam aos irmãos gentios, mas mesmo assim se portou de maneira a não assumir com os cristãos diante dessas
pessoas.
Verso 11 a 14
Obs: isso serve de lição para nós ainda hoje, principalmente líderes como era Pedro, isso demonstra falta de
personalidade só para não ser mal interpretado, ou perder amizade com os irmãos judeus que vieram de Jerusalém.
Verso 14
‘’não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho’’. O sentido é: andar retamente ou honestamente ou
sendo verdadeiro. Pedro apesar de ser um apostolo e outro cristãos judeus não estavam agindo de uma maneira
correta, a declaração repreensão ou exortação que Paulo fez a Pedro, serviu como uma das declarações mais
inspiradoras do N.T, a respeito da firme necessidade da doutrina da justificação pela graça mediante a fé em Jesus Rm
3:21-24.
Verso 16
‘’Obras da fé’’. Por três vezes nesse versículo Paulo declara que a salvação é mediante a fé em Cristo Jesus e não pela
obra da lei.
a- A primeira vez é geral, o homem não é justificado.
b- É pessoal, fossemos justificado.
c- A terceira é universal e ninguém será justificado.
A palavra justificado é uma palavra grega basicamente judicial, descreve um juiz declarando como não culpado uma
pessoa que está sendo acusada e, portanto, é inocente perante a lei Rm 3:24, Fp 3:8.9.
Verso 16
‘’Obras da lei’’. Cumprir a lei, é um meio totalmente impossível e inaceitável para a salvação, pois a raiz do pecado está
no coração do homem e não em suas ações. A lei servia como um espelho para revelar o pecado e não a cura dele Rm
3:22-24 e Rm 7:7-13 e 1 Tm 1:8-11.
Verso 17
‘’Fomos nós também achados pecadores’’. Se a doutrina dos judaizantes estivesse correta, então Paulo, Barnabé e os
demais cristão judeus se enquadrariam na categoria de pecadores porque eles estavam comendo e comungando com
gentios, os quais de acordo com os judeus eram impuros.
No mesmo versículo encontramos a palavra ministro do pecado. se os judaizantes estivessem certos, estão Cristo
estaria errado e teria ensinado as pessoas a pecar, porque ele ensinou que os alimentos não poderiam contaminar uma
pessoa Mc 7:10 e At 10:13-15 e Jesus também declarou que todos aqueles que pertenciam a ele, são um com ele, e,
portanto, um com os outro Jo 17:21-23.
Verso 18
Porque se torna a edificar aquilo que destruí a mim mesmo me constituído transgressor. Aquilo que destruí o falso
sistema da salvação pelo legalismo, foi abolido pela pregação da salvação apenas pela graça mediante a fé em Jesus,
baseado na sua morte na cruz e não pelo preceito da lei Ef 2:8,9.
Verso 19
‘’Morri para a lei’’. Quando uma pessoa é condenada por um crime que exige a pena de morte e é executada, a lei não
tem mais direito sobre essa pessoa. Do mesmo modo é com o cristão que morre em Cristo (o qual pagou totalmente
pelos nossos pecados Jo 19:30) e ressuscitou para uma nova vida. Deus fez justiça em Jesus e agora essa pessoa está
livre da condenação, Rm 7:1-6.
‘’Estou crucificado com Cristo’’. Quando uma pessoa confia inteiramente em Cristo para a salvação, ela participa
espiritualmente com o Senhor na sua crucificação e em sua vitória sobre o pecado e a morte Rm 8:12.
Verso 20
‘’já não vivo mais e, mas Cristo vive em mim’’. Quando entregamos a nossa vida para Jesus, os nossos pecados são
perdoados e acontece em nós o que chamamos de ‘’novo nascimento’’, e é isso e é isso que chamamos de ‘’nova
criatura’’ 2 Co 5:17, o velho ser ou a velha natureza do cristão está morta Ef 4:22, tenso sido crucificado com Cristo para
viver a nova vida com Cristo Rm 6:5-8. O que significa ter sido crucificado com Cristo? É o que está escrito em Lc 9:23-
26, e a si mesmo se entregou por nós. Essa é maior manifestação do amor de Cristo para com o cristão mediante a sua
morte naquela cruz (não existe prova maior do amor de Deus de que aquela que diz) Rm 5:8.
Verso 21
‘’não anula a graça de Deus’’. O que Paulo está dizendo ao concluir esse assunto, é que se Pedro ao tomar posição a
favor dos judaizantes, estava na verdade negando a necessidade da graça de Deus e por meio disso anulando aquilo
que Jesus fez na cruz, ou seja, não havia necessidade de Jesus ter morrido naquela cruz, Hb 7:11.
‘’morreu Cristo em vão’’. A tradução mais correta seria: morreu desnecessariamente. O que ocorria era que os
judaizantes com as suas doutrinas, se desviaram da verdade da palavra de Deus e não davam lugar ao Espirito Santo a
convence-los da verdade em Jesus, isso ainda acontece na igreja quando damos mais valor à nossa doutrina e acabamos
esquecendo da verdade da palavra.

Capítulo 3
Verso 1
‘’insensatos’’. O que significa um insensato? insensato é uma pessoa com falta de inteligência que faz coisas erradas
achando que é certo, é uma pessoa que se deixa levar fácil e qualquer pessoa o faz mudar de posição, de pensamento
ou de ideia. Mas não é isso que Paulo está dizendo, mas a falta de obediência. Paulo expressou seu espanto, sua
surpresa, sua indignação com respeito a deserção dos gálatas. Hoje é o que vemos muito no meio das igrejas, um
evangelho com vantagens, sem compromisso e sem confronto, onde as pessoas perderam o respeito e o temor pelas
autoridades espirituais, não se pode mais chamar a atenção das pessoas com que se encontram em falta pois elas se
rebelam e vão embora.
Quem? Os judaizantes e os falsos mestres judeus estavam infestando as igrejas de gálatas que ficavam maravilhados
pelo o que ouviam de outras pessoas e ficavam atraídas por elas e mudavam de pensamentos com respeito daquilo
que haviam crido.
‘’Fascinou’’. Ficavam maravilhado pelo que ouviam de outras pessoas e ficavam atraídos por elas mudando de ideias.
Obs: isso acontece também em nossos dias hoje, de muitas vezes ficarmos atraídos e fascinados pela adulação e pelas
falsas promessas. Nós como seres humanos, somos com facilidade atraídos pelo que ouvimos, eis a razão de termos
uma igreja de ‘’oba-oba’’, ou seja, pessoas que não criam raiz e são como ondas do mar levadas pelo vento que não
param em nenhum lugar ser ter o seu destino certo.
‘’exposto’’. A palavra sugere anuncio em lugares públicos. A pregação de Paulo havia apresentado o verdadeiro
evangelho de Jesus Cristo publicamente diante dos gálatas, e era isso que Paulo estava afirmando para eles. Este
evangelho de Jesus tem sido exposto no mundo todo para os que creem.
‘’crucificado’’. A começar pela crucificação de Jesus, que foi exposto publicamente e foi um ato histórico com
resultado único e permanente por todo eternidade Hb 7:23-25.
Verso 2
Paulo faz uma pergunta aos gálatas, recebeste o Espirito (Espirito Santo)? A pergunta de Paulo era óbvia. Os gálatas
haviam recebido o E.S no momento em que foram salvos, o mesmo acontece em nossos dias até que a igreja seja
arrebatada Rm 8:9 e 1 Jo 3:24 e 1 Jo 4:13.
Somos salvos não por méritos nossos ou por meio do cumprimento da lei, mas por intermédio da fé em Jesus Rm
10:8-17.
Verso 7
‘’filhos de Abraão’’. Todos que creem em Jesus, tanto os gentios como os judeus, são os verdadeiros filhos de Abraão
por causa de Cristo, Gl 3:29, Rm 4:11,16,17.
Verso 8
‘’pré-anunciou o evangelho a Abraão’’. As boas novas a Abraão, foram as novas de salvação para todas as nações Gn
12:3, Gn 18:18 e Gn 22:18, Jo 8:56, At 26:22,23.
Em todos os tempos, o evangelho foi anunciado que a salvação viria por meio da fé, isso significa que tudo vem de
Deus.
Verso 10
‘’todos quanto pois são da lei, estão debaixo de maldição’’. Aqueles que tentavam e ainda tentam obter a salvação
pelo cumprimento da lei, estão debaixo de maldição. O fato de não conseguir cumprir perfeitamente a lei, traz o
julgamento e a condenação. Uma violação da lei o colocava debaixo de maldição de Deus Dt 27:26.
‘’maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas escritas no livro da lei para cumpri-las’’ Tg 2:10.
Ninguém conseguia e nem consegue guardar todos os mandamentos da lei (que não são só 10). É isso que Jesus
afirmou que não veio para revogar a lei, mas para cumpri-la Mt 5:17.

Verso 11
‘’Pela lei, ninguém é justificado diante de Deus’’. Ninguém será feito justo perante Deus, isso mostra que a
justificação diante de Deus é somente pela fé em Jesus.
O homem em si é um pecador diante de Deus pois quando nasceu já tinha nele a natureza do pecado Sl 51:5, pois
vinha de uma descendência caída; de Adão. Como se livrar dessa natureza? Só através da fé em Jesus Cristo, esse foi o
motivo de Jesus morrer naquela cruz, trazendo perdão ao homem transgressor da lei de Deus que aconteceu lá no
Éden Gn 2:1617.
Verso 13
‘’Cristo no resgatou da maldição da lei’’. A palavra grega para resgatou, referia-se a compra da liberdade de um
escravo ou um devedor. A morte de Jesus, por ser uma morte de substrução pelo pecado, satisfez a justiça de Deus, e
assim Cristo na verdade comprou os cristãos da escravidão do pecado e da sentença da morte eterna Gl 4:4-7, Tt
2:14, 1Pe 1:18, Cl 1:14 e Hb 9:12.
‘’fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar’’. ao suportar na cruz a ira de Deus pelos nossos pecados 2 Co 5:21,
1 Pe 2:24. Jesus levou sobre si a maldição que estava sobre toda a humanidade, hoje quando alguém entrega a vida
pra Jesus, sai da maldição do pecado pois Cristo pagou o preço da minha, da sua e da nossa maldição Dt 21:23 e Rm
3:10,23,24.
Jesus assumiu a nossa maldição ali na cruz Dt 21:23.