Você está na página 1de 3

http://www.discipulosdegrahambell.tecnologia.ws/?

p=81

Funcionamento do Telefone Celular

Ondas: são perturbações que se propagam, carregando consigo energia. Podem ser mecânicas
(precisam de meio material para se propagar) ou eletromagnéticas (não precisam de meio
material para se propagar). As ondas usadas na telefonia são de natureza eletromagnética.

No telefone usado em casa há a transmissão de ondas eletromagnéticas entre a base e o


telefone. Com o celular acontece o mesmo, mas as bases são na verdade as ERB’s (Estações
Radiobase), espalhadas pela cidade, instaladas pelas operadoras.

Ao efetuar uma ligação, o aparelho busca o sinal da antena mais próxima para realizar a
comunicação. A qualidade da ligação pode diminuir com a movimentação do usuário, com a
escassez de ERB’s ou ainda com a superutilização delas.

O Sistema de Telefonia Celular é composto de 3 elementos:

 Estação Móvel (EM) (celular)


 Estação Radiobase (ERB) (antenas)
 Central de Comutação e Controle (CCC)

Estação Móvel →Estação Radiobase → Central de Comutação e Controle

1 ERB se comunica apenas com uma CCC, mas 1 CCC se comunica com várias ERB’s.

Estação Móvel:

 Converte sinais de áudio em sinais de radiofrequência e vice-versa;


 Avisa o sistema e é avisado quando há tentativas de ligação;
 Há um circuito transmissor e um circuito receptor

Estação Radiobase

 Controla e informa as EM’s em sua área de cobertura;


 Responde a comandos recebidos pela CCC

Existem basicamente 2 tipos de ERB’s:

 Greenfield – aquelas que são instaladas em terrenos, ou seja, no solo.


 Roof Top – aquelas instaladas em pavimentos de cobertura de edifícios

Central de Comutação e Controle


É a parte fundamental do sistema de comunicação móvel. Coordena todas as funções e ações
ligadas às chamadas.

 Conecta a rede telefônica ao telefone celular;


 Controla e interliga ERB’s ao sistema;

O sistema de telefonia é full-duplex: permite que os aparelhos sejam tanto receptores


quanto transmissores de ondas eletromagnéticas. O aparelho usa 2 canais diferentes ao
mesmo tempo: 1 para recepção e outro para transmissão.

O que diferencia o celular de um rádio é a separação das áreas de cobertura em células,


que são atendidas por ERB’s. Áreas de cobertura fronteiriças devem trabalhar sob faixas de
frequências diferentes, para que não haja interferência entre elas. São necessárias 4 faixas
de frequência distintas, podendo haver mais faixas. Quanto mais valores diferentes de
frequência, maior o espaçamento entre as ERB’s e maior o número de estações que
podem ser instaladas, aumentando e melhorando a cobertura de alcance. Quanto mais
células, mais clientes podem ser atendidos.

Células de telefonia

Quando a ligação cai, pode ser por uma falha na mudança de uma célula para outra, quando o
usuário está se movomentando, ou por superutilização de uma mesma ERB.

Tecnologia 3G

Tecnologia da terceira geração. Permite a transmissão de dados e voz em velocidades maiores


de conexão, além de vídeo chamadas, transmissão de sinal de televisão.
http://www.oficinadanet.com.br/artigo/1353/internet_3g._tudo_sobre_a_nova_onda_do_mo
mento