Você está na página 1de 11

Comando Para...

Faca
Este comando também permite, dentro de um algoritmo,
uma estrutura de repetição

Forma geral:
para <variável de controle> de <valor inicial> ate

<valor final> [passo <incremento>] faca


<lista de comados>
Comando Para...Faca
A variável de controle é inicializada com <valor inicial> e no início
de cada iteração, seu valor é comparado com <valor final>. Se o valor
da variável for menor ou igual a <valor final>, a lista de comandos é
executada e após ser executado o último comando da lista, a variável
de controle é incrementada. Isto repete-se até que o valor da
variável de controle seja maior que <valor final>, quando então é
executado o comando imediatamente após a palavra fimpara. A instrução
passo é necessária se o incremento for diferente de 1.
Comando Para...Faca
Exemplo 1: Um algoritmo que apresente os números de 1 a 100.
Comando Para...Faca
Exemplo 2: Um algoritmo que apresente todos os números ímpares de 1 a 100.
Comando Para...Faca

A estrutura para...faca é uma estrutura de repetição mais completa

que as anteriores, pois ela incorpora a inicialização, incremento e

teste de valor final da variável de controle. É preferencialmente

utilizada em situações em que sabe-se previamente o número de

repetições a serem feitas.


Comando Para...Faca
Exemplo 3: Algoritmo que leia 5 números e escreva todos os que forem positivos.

Neste algoritmo são utilizadas duas variáveis, cada uma com uma função bem definida. A variável i é
usada para controlar o número de repetições e a variável numero é utilizada para armazenar cada um
dos valores lidos. Ao escrever um algoritmo, é importante ter bem clara a função de cada variável.
Como serão lidos 5 números diferentes, a leitura de numero deve ser feita dentro do laço.
Comando Para...Faca
Exemplo 4: Algoritmo que leia um número N e escreva todos os números de 1
a N

Vale observar que, como nesse algoritmo é lido apenas um número, sua leitura
deve ser feita fora da estrutura de repetição. Note que não possui a sintaxe passo,
pois o passo +1 é definido como padrão.
Comando Para...Faca
L E M B R E T E :

Os valores de i e n do exemplo
anterior devem ser do tipo inteiro,
visto que se for declarado como um
valor real ou numérico o algoritmo
retornará um erro de sintaxe.
Comando Para...Faca
Utilizar o comando para...faca

Exercício 1: Faça um algoritmo que leia 100 valores e os escreva na


ordem contrária à que foram digitados.

Exercício 2: Faça um algoritmo que solicite o nome e a idade de


cinco pessoas.

Exercício 3: Faça um algoritmo para calcular a media de três


alunos, após o cálculo da média, utilizar o comando se para
informar se o aluno foi ou não aprovado, a média para aprovação
deve ser maior ou igual a 7,0.
Comando Para...Faca
Utilizar o comando para...faca

Exercício 4: O que será exibido na tela ao executar o algoritmo


abaixo?

Exercício 5: Faça um algoritmo que exiba na tela todos os números


ímpares entre 100 e 200.

Exercício 6: Faça um algoritmo que leia 15 números inteiros e, para


cada um deles, exiba o antecessor, o sucessor, o dobro e o triplo.
Comando Para...Faca
Utilizar o comando para...faca

Exercício 7: Faça um algoritmo que imprima na tela a tabuada de


multiplicação por 6. O programa deve imprimir na primeira linha a
multiplicação de 6 por 1; na segunda, de 6 por 2; e assim
sucessivamente, até a décima (6 vezes 10):
6 x 1 = 6
....
6 x 10 = 6