Você está na página 1de 6

DESMISTIFICANDO O 

ERASMUS+
BY GISELE D. BRANDA 
PREZADOS,
para tentar ajudá-los na
compreensão do Programa
Erasmus Mundus e sua transição
para o âmbito do Programa
Erasmus+, vamos estruturar
algumas informações.

QUEM SOMOS?
Somos alunos/ex-alunos
brasileiro/as dos programas de
estudo, membros da Erasmus
Mundus Association (EMA) e
atuamos voluntariamente para
divulgar oportunidades de
estudo no exterior. 
O QUE É O PROGRAMA
ERASMUS+?

O Erasmus+ é um programa criado e financiado pela União Européia (UE)


que possuí inúmeras oportunidades. Aqui falaremos sobre a parte do
programa que têm como objetivo promover a excelência da educação
superior e pesquisa dos países europeus e ao mesmo tempo reforçar os
laços acadêmicos com países de todo o mundo. Focaremos nas
oportunidades para Brasileiros/as, nos cursos de Mestrado e Doutorado.
Observem que as oportunidades estão em constante mudança, e iremos
atualizando aqui as modificações conforme ajustes do programa.
CURSOS
GRADUAÇÃO OU
MOBILIDADE
ACADÊMIA: 
Atualmente suspenso. Caso seja
retomado, será divulgado.

MESTRADOS:
São Mestrados conjuntos e
completos (não há modalidade
sanduíche). É possível se
candidatar para no máximo três
programas.    

Clique aqui!

DOUTORADOS: 
são disponibilizados no âmbito das
Ações do Marie Sklodowska-Curie
que são parte integrante do
Programa de Pesquisa e Inovação
chamado Horizon’s 2020.

Clique aqui

& aqui!
CADA CURSO POSSUÍ PRÉ REQUISITOS DIFERENTES
Ao encontrar um curso de interesse, leia atentamente os pré requisitos e siga o
passo a passo para a candidatura (tudo é explicado no site do curso, não funciona
via edital como no Brasil). Depois de ler atentamente, caso ainda exista alguma
dúvida pontual, sugerimos contatar a instuição, coordenação do curso pretendido
para obter a infomação oficial.
Os pré requisitos de cada programa variam, mas normalmente os documentos
(mínimos) exigidos pela maioria dos cursos são:

DOCUMENTOS:
DIPLOMA(S):
Diploma de conclusão de curso e histórico escolhar (cópias certificadas e tradução
juramentada da graduação e/ou mestrado), que varia com o curso pretendido
(mestrado ou doutorado).

TRADUÇÃO:
(Certified Translation). As traduções devem ser juramentadas, ou seja, feita por
uma pessoa que tem autorização para isso. Em cada Estado do Brasil existe uma
lista de tradutores autorizados, que pode ser encontrada no google. 

CÓPIAS CERTIFICADAS:
(Certified True Copies). São cópias dos documentos originais feitas em orgãos
públicos, que irão atestar a veracidade do documento. No Brasil, geralmente são
feitos em cartórios, registros, polícia, embaixadas. Não envierm documentos
originais ou cópias simples (apenas um xerox), mas sim cópias certificadas. 

CARTA DE MOTIVAÇÃO:
(Statament of Purpose/Motivation letter). É carta na qual o/a candidato/a deve
explicar porque é o candidato ideal para o curso pretendido. Usem este momento
para explicar como a trajetória de estudos, trabalho, voluntariado se relaciona
com o curso pretendido e como esse curso será relevante para os planos futuros.
Não fornecemos exemplos de carta de motivação por motivos óbvios: elas ficariam
todas iguais. 
CARTA DE RECOMENDAÇÃO:
(Recommendation Letter). As cartas devem ser escritas por pessoas (Professores,
Coordenadores, Chefes). Opte por alguém que de fato conhece vocês. Sugestão:
peça folha timbrada, carimbo, assinatura e tudo que possa atestar veracidade.
Alguns cursos pedem carta de recomendação selada, isso quer dizer, dentro de
envelope fechado. Estejam sempre atentos para as orientações espefícas do curso
pretendido. 

TESTE DE PROFICIÊNCIA:
(Proficiency Exam for a Foreign Language). Éprova oficial para comprovar
conhecimento de idioma estrageiro, seja IELTS, TOEFL IBT (TOEFL ITP
normalmente não é aceito), DELF, etc.

Dicas: agende a prova de proficiência com antecedência e fique atento a sua


validade (ex: TOEFL ibt tem validade de 2 anos). Os cursos podem divergir na
pontuação mínima, alguns são mais exigentes e outros menos.

COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA:
(Proof of Residence): varia de instituição e curso, portanto caso não esteja listado
no site os documentos que serão aceitos como comprovante de residência, melhor
perguntar na coordenação do curso pretendido. Alguns alunos relataram ter sido
aceito páginas do passaporte escaneado ou até mesmo uma conta de telefone
com nome e endereço. Sugestão: opte por SEMPRE por documentos emitidos por
orgãos oficiais, por exemplo: comprovante de residência emitido pelo cartório
eleitoral da sua cidade.

PRAZOS DE INSCRIÇÃO:
(Deadline): varia de curso para curso. Em regra geral o prazo para candidatos com
bolsa de estudos  acaba meses antes do que candidaturas sem bolsa de estudos
(self funded students).
Sugerimos que iniciem as buscas dos documentos o quanto antes e fiquem
atentos para o envio de TODOS os documentos, pois a documentação incompleta
é geralmente o primeiro fator de exclusão da seleção.

BOA SORTE À TODOS/AS!