Você está na página 1de 36

Curso de Engenharia Eletrotécnica

8909

Elementos de
Eletromagnetismo
AULA 1 – Carga Elétrica
1.º ano - 2.º semestre
2013 / 2014
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 1
Eletrostática

• Estrutura atómica, carga elétrica, quantificação da carga


elétrica, conservação carga elétrica;
• Condutores e isolantes;
• Série Triboelétrica;
• Métodos de eletrização;
• Revisão de conceitos: tabela periódica, número atómico,…
• Exercícios de aplicação.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 2
Eletrostática
Eletrão

Origem da palavra “eletrão”?


Do grego “elektron”, que significa âmbar, que é a origem da
palavra elétrico.

A Eletrostática estuda
os fenómenos elétricos
resultantes das cargas
elétricas em repouso.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 3
Eletrostática
Estrutura do átomo

A matéria é constituída por


moléculas e cada molécula por
atómos.

Cada átomo possui um


núcleo constituído por
neutrões e protões.
As partículas
elementares do átomo
são o eletrão, o protão
e o neutrão.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 4
Eletrostática
Estrutura do átomo
Átomo: do grego atoma que significa
eletrão “indivisíveis”.
gluão
Atualmente pensa-se que os protões e
os neutrões são feitos de partículas
minúsculas chamadas quarks, que estão
coladas umas às outras por partículas
ainda mais minúsculas chamadas
gluões.
protões e
neutrões Eletrão

Núcleo
A maior parte do átomo é na (protões+neutrões)
verdade espaço vazio. Se o
átomo fosse um campo de
futebol, o núcleo seria uma
framboesa no meio e os
eletrões seriam moscas a
zumbir na sua orla.
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 5
Eletrostática
Estrutura do átomo

Num átomo, os eletrões que giram


em volta do núcleo distribuem-se em
várias órbitas num total máximo de
sete (K, L, M, N, O, P, Q).

A órbita eletrónica ou camada mais


afastada do núcleo é a camada de
valência e os eletrões dessa camada
são chamados de eletrões de
valência.
Num átomo, o número máximo de
Eletrão de valência eletrões de valência é de oito

André Sá
Eletrostática
Estrutura do átomo

Esquema do átomo de Cobre (cu)

Número atómico do cobre = 29

K=2 2n2 = 2x12 = 2 Número atómico do alumínio = ???


L=8 2n2 = 2x22 = 8
M=18 2n2 = 2x32 = 18
N=1

André Sá
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 8
Eletrostática
Revisão de conceitos
Número atómico: nº de protões de um átomo (ex: cobre tem 29, alumínio 13).

Mol: é a unidade de quantidade de matéria do SI (ex: kg, m). A massa pode ser
quantificada por quilogramas, volume. Nesse sistema, a unidade de quantidade
de matéria é o mol, que representa a quantidade de matéria de um sistema que
contém tantas partículas quantos átomos existem em 0,012 kg de carbono 12.
Como em 0,012 kg de carbono 12 estão contidos 6,02 x 1023 átomos de carbono
12, então um mol de átomos de carbono corresponde à massa de 0,012 kg e
contém 6,02 x1023 átomos.

Constante de Avogadro: 6,02 x1023 átomos/mol

Massa de um protão, neutrão e eletrão: 9,109x10-31 kg para o eletrão e


1,66057x10-27 kg para o protão e neutrão.
Massa molecular: somatório das massas atómicas, unidade u
Massa molar: corresponde à massa de 1 mol, produto entre a massa atómica (ou
molecular) e a constante de Avogadro, tendo como unidades g/mol (numericamente
igual à massa molecular mas com unidades diferentes).
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 9
Eletrostática
Estrutura do átomo – sentido das forças entre
as cargas elétricas

De atração entre cargas De repulsão entre cargas


elétricas de sinal oposto elétricas do mesmo sinal
[2]

André Sá
Eletrostática
As 4 forças básicas

[1]

André Sá
Eletrostática
As 4 forças básicas

A única das 4 forças mencionadas


que já alguma vez sentimos foi a
força eletromagnética!

Quando empurramos algum objecto [1]


(e esse objecto, pela lei da ação e
reação, também nos empurra)
sentimos nas mãos a repulsão
elétrica entre os átomos.

De facto nunca sentimos a


gravidade, mas apenas forças
elétricas exercidas pelo chão e que
contrariam a gravidade.

André Sá
Eletrostática
Alguns marcos históricos sobre o átomo
Há milhares de anos que as pessoas estudam o funcionamento do
Universo. A palavra “física” vem do grego physis, que significa natureza.
• Há cerca de 2500 anos: Demócrito afirma que tudo é feito de unidades minúsculas
e indivisíveis a que chama atoma;
• 1848: Lorde Kelvin dá o nome a uma nova escala de temperatura, o Kelvin, ou
“zero absoluto”, é uma temperatura tão fria que poderia imobilizar os átomos;
• 1897: O físico britânico J.J.Thomson estuda feixes de luz chamados raios
catódicos. Descobre as partículas minúsculas com carga negativa que conhecemos
agora como eletrões;
• 1911: Ernest Rutherford efetua a sua experiência com folha de ouro e descobre
que os átomos têm um núcleo;
• 1915: Albert Einstein publica 4 estudos que alteram o curso da história da física.
Um deles inclui a equação E=mc2, que prova que os átomos contêm imensa
energia;
• 1938: A física Leise Meitner mostra que é possível dividir um átomo para libertar
a sua vasta acumulação de energia. Isto leva ao desenvolvimento da energia
nuclear, e da bomba atómica.

André Sá
Eletrostática
Carga elétrica

• A carga elétrica está armazenada em grande quantidade nos corpos ao


nosso redor, mas a perceção dela não ocorre facilmente.

• Acredita-se na existência de dois tipos de carga, positiva e negativa,


que em equilíbrio não são percetíveis.

• Quando há tal igualdade ou equilíbrio de cargas em um corpo, diz-se


que está eletricamente neutro, ou seja, está sem nenhuma carga líquida
para interagir com outros corpos.

• Um corpo está carregado quando possui uma pequena quantidade de


carga desequilibrada ou carga líquida.

• Objetos carregados interagem exercendo forças uns sobre os outros.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 14
Eletrostática
Carga elétrica

• Entre partículas elétricas existem forças gravitacionais de atração devido


às suas massas e forças elétricas de atração ou repulsão devido às suas
cargas elétricas.

• Aqui, as forças gravitacionais podem ser desprezadas, pois a massa de


uma carga elétrica é ínfima (a força gravitacional só é percetível quando
há a interação entre corpo de massas de grandes proporções, como por
exemplo os astros).

• Todas as partículas elementares eletrizadas possuem diferentes cargas


elétricas em valor absoluto.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 15
Eletrostática
Carga elétrica

A carga elétrica do eletrão é igual à carga do


protão, porém de sinal contrário: o eletrão
possui carga negativa (-) e o protão carga
elétrica positiva (+). O neutrão não possui
carga elétrica, isto é, a sua carga é nula.
Diz-se que o átomo está eletricamente neutro.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 16
Eletrostática
Quantificação da carga elétrica
• Unidade fundamental de carga elétrica e (carga do eletrão)

• A carga elétrica é uma grandeza quantificada.

• A unidade fundamental de carga elétrica é expressa no SI (sistema


internacional) em coulomb C

Carga de um protão: qp = +1,6022x10-19 C

Carga de um eletrão: qe = -1,6022x10-19 C

• Qualquer carga elétrica Q é descrita matematicamente por


Q = N*e em que N é o número de eletrões

• O coulomb corresponde à carga elétrica que passa por um


condutor num segundo quando a corrente elétrica é 1 Ampere (A = C/s).
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 17
Eletrostática
Conservação de carga elétrica

Quando dois corpos são friccionados entre si,


• um deles passa a ter uma quantidade excessiva de eletrões
ficando carregado negativamente
• o outro fica com menos eletrões, ficando carregado
positivamente
• mas, a carga resultante dos dois corpos mantém-se
constante.

A lei de conservação da carga elétrica é uma lei fundamental da


natureza:

num sistema fechado, a carga total do sistema


permanece constante
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 18
Eletrostática
Conservação de carga elétrica

[1]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 19
Eletrostática
Condutores, Isolantes e semicondutores

• Em muitos materiais, tais como o cobre e outros metais, os eletrões


podem-se movimentar livremente e dizemos que são materiais condutores
(os átomos com 1, 2 ou 3 eletrões de valência têm uma certa facilidade em
cedê-los já que a sua camada de valência está muito incompleta)

• Nos materiais isolantes, tais como a madeira ou o vidro, as cargas


elétricas têm dificuldade em se movimentarem (Os átomo têm entre 5 e 8
eletrões de valência e não cedem facilmente eletrões já que a sua camada
de valência está quase completa.

• Os átomos com 4 eletrões de valência geralmente não ganham nem


perdem eletrões, é o que acontece com os materiais semicondutores,
Germânio (Ge) e Silício (Si).

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 20
Eletrostática
Condutores,
isolantes e
semicondutores

[1]
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 21
Eletrostática
Ião positivo e negativo

• Um átomo quando eletricamente neutro poderá ganhar (receber) ou


perder (ceder) eletrões.

• Um átomo com um eletrão adicionado ou removido passa a ser


denominado por ião negativo ou ião positivo, respetivamente.

• Um condutor é eletricamente neutro se para cada ião carregado


negativamente existe um ião carregado positivamente.

• Um condutor carregado negativamente, isto é, com carga resultante


negativa, possui um excedente de eletrões.

Ião negativo Ião positivo


-
de cloro
Cl Na+ de sódio

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 22
Eletrostática
Série Triboelétrica

A série triboelétrica consiste numa tabela


onde são classificados por ordem
decrescente os materiais que possuem
uma maior tendência para perder eletrões.

Quanto mais acima o material se encontra


nessa série, maior será a sua tendência
para perder eletrões, ao se friccionar 2
materiais diferentes a tendência é que
serão transferidos eletrões do material
mais acima para o material mais abaixo:

• Exemplo: se a lã for friccionada com


seda os eletrões serão transferidos da lã
para a seda.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 23
Eletrostática
Métodos de eletrização

• Eletrização consiste em carregar um corpo, positivamente um


negativamente.

• Podemos ter eletrização por fricção, por contacto, por indução e por
aterramento.
Por fricção:
• Esfregar vigorosamente o pedaço de lã no tubo de
vidro, tomando o cuidado de fazê-lo sempre na
mesma região.
• Em seguida, separar os dois e notar que há,
entre eles uma força de atração:
A lã retirou eletrões do tubo de vidro, tornando-o
eletrizado positivamente, enquanto a lã se
eletrizou negativamente.
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 24
Eletrostática
Métodos de eletrização

Por fricção:

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 25
Eletrostática
Métodos de eletrização

Por contacto: Por indução (ou influência):


Uma forma de eletrizar um Consegue-se eletrizar um corpo por
corpo neutro é pô-lo em indução ou por influência,
aproximando o corpo eletrizado do
contacto com outro eletrizado.
corpo não eletrizado (ou vice-versa),
sem o tocar.

Polarização

http://www.profelectro.info/?p=2686
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 26
Eletrostática
Eletrização por aterramento
Supondo um condutor:
• carregado negativamente (excesso de eletrões) ligado por um fio
condutor à Terra, os eletrões livres do condutor passariam através do
condutor para a terra até que a carga negativa do corpo metálico fosse
neutralizada figura (a).
• carregado positivamente (défice de eletrões) ligado por um fio condutor à
Terra, como por exemplo um fio de cobre: os eletrões livres da terra
passariam através do condutor até que a carga positiva do corpo
metálico fosse neutralizada figura (b).

O corpo metálico
eletrizado, ao ser ligado à
terra por meio de um
condutor, perde sua carga,
tornando-se neutro.
[3]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 27
Eletrostática

[1]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 28
Eletrostática
Eletroscópio
Um eletroscópio é um aparelho que permite visualizar os fenómenos eletrostáticos.
Serve para verificar se existe carga elétrica num determinado corpo.

Um eletroscópio simples é o pêndulo elétrico.


É constituído por uma haste de suporte e por fio de seda
com uma bola de medula de sabugueiro ou outro material
adequado na sua extremidade (eletricamente neutro)

Eletrização por indução Eletrização por contacto Cargas iguais repelem-se

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 29
Eletrostática
Eletroscópio
Outro tipo de eletroscópio é o de folhas

Basicamente, é constituído por um frasco de vidro e duas leves folhas


metálicas presas a um bastão metálico em ligação com o exterior da
garrafa.

http://www.youtube.com/watch?v=ZSDWyAbewt4
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 30
Eletrostática
Experiências chocantes

Jogos de eletrização:
• Poderes especiais;
• Eletroscópio;
• Circo de pulgas elétrico;
• Eletróforo.

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 31
Eletrostática
Jogos de eletrização:
Poderes especiais

[4]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 32
Eletrostática

Jogos de eletrização:
Eletroscópio

[4]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 33
Eletrostática

Jogos de eletrização:
Circo de pulgas
elétrico

[5]

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 34
Eletrostática
Jogos de eletrização:
Eletróforo

[1]
Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica
André Sá 35
Eletrostática
Algumas Referências
[1] - “A Física em Banda Desenhada”, Gonick, L., Huffman, A., Gradiva, 2005;
[2] - “Electrotecnia”, Navarro, J., Editorial Técnica, 2007;
[3] - http://redelivrensm.no-
ip.org/arquivos/aulas_informatica/eletrica/aterramento1.pdf
[4] - “A electricidade – tudo sobre experiências”, Enciclopédia Ilustrada
DeAgostini, Marus Editores, 2002;
[5] – “Sentes a força?”, Hammond, R., Editora Civilização, 2006;

Elementos de Electromagnetismo - 1º ano- Engenharia Electrotécnica


André Sá 36