Você está na página 1de 2

Analfabetismo funcional no Brasil e sua principal causa.

De acordo com o pensamento do ilustre filósofo alemão


Immanuel Kant, no problema da educação é que assenta o
segredo do aperfeiçoamento da humanidade. No Brasil, a
educação sofre com um antigo fantasma: O analfabetismo
funcional. Este, se trata da dificuldade que muitas pessoas têm
de não saber qual é a ideia central de um texto mesmo que leiam
muito bem. Também daqueles que conhecem as quatro
operações básicas, mas não conseguem calcular questões
matemáticas mais elaboradas. Este problema é causado pela
aprovação automática.
Entre a população brasileira, uma a cada quatro pessoas
são analfabetos funcionais. Segundo a pesquisa realizada pelo
Instituto Paulo Montenegro, estima -se que hajam cerca de 38
milhões de indivíduos com este problema no país. Isto se deve
principalmente à aprovação automática, que consiste em
aprovar nas escolas o máximo de alunos possível mesmo que
eles não tenham proficiência em toda a grade curricular. Mesmo
que esta “aprovação automática’’ não seja sistematizada, ela é
implícita quando os professores recebem pressão de seus
superiores para que haja um maior número de alunos aprovados.
Isso traz aos alunos prejuízo intelectual, profissional e cultural
que se estende a todo o país.
Para amenizar este problema, é recomendável que o
governo invista mais no ensino fundamental, para que não haja
preocupação com o gasto gerado pelo aluno repetente. Assim, a
educação brasileira daria um grande salto.