Você está na página 1de 4

EMERGENCY DESCENT

Referencias:

• FCTM - AO-090-Miscellaneos-Emergency Descent


• FCOM-ABN-80

1. Definição

Esta manobra de emergência deve apenas ser iniciada com a confirmação de que a altitude de
cabine e/ou o rate of climb desta está excessivo e incontrolável. Contudo a tripulação deve confiar
nos avisos CAB PR EXCESS CAB ALT.

A tripulação deve executar esta manobra em duas fases:


• Aplicar o Memory Item
• Executar o ECAM ou QRH (read & do)
Na primeira fase há que confirmar essencialmente que o avião se encontra numa descida, como
tal a principal função do PM depois de colocar a mascara é de ligar os sinais (SEAT BELTS - ON;
NO SMOKING - ON; EMER EXIT LIGHTS - ON) e monitorar no FMA e PDF que PF pôs o avião
em modo de descida de emergência tal como desejado. É recomendado o uso do A/P e do A/THR
tendo em atenção se há danos estruturais na aeronave ou não, caso haja atenção à velocidade
de descida para não agravar os danos que existentes (atenção ao uso dos SPEED BRAKES
também neste caso!). É recomendado neste caso selecção de SPEED para prevenir o aumento
da IAS, reduzindo assim o stress causado no avião.

Caso não haja danos estruturais recomenda-se uma descida sempre em high-speed com uso dos
SPEED BRAKES (atenção que nos A320 com A/P ON apenas são activos HALF SPEED
BRAKES, neste caso e se for necessário aumentar o rate de descida é recomendado desligar o A/
P). Neste caso, o avião irá proceder a uma descida aproximadamente de 7000ft/min e levará
desde FL390 até FL100 cerca de 4min e percorrerá 40nm.

Há que ter em atenção também à zona sobrevoada e à sua MORA, num raio de 40nm, o
aconselhado será descer até FL100 mas se a MORA for acima deste valor descer acima da
MORA!!!
Se a altitude de cabine subir acima de 14000’ a tripulação deverá pressionar o botão MASK MAN
ON, no entanto poderá fazer esta procedimento antes de atingir tal altitude se verificar que é
inevitável e que mais tarde ou mais cedo a altitude de cabine irá passar os 14000’.
Ao atingir a altitude de segurança (FL100 se a MORA o permitir) a tripulação deverá arrumar a sua
mascara de oxigénio no compartimento e pressionar o botão de RESET desta.
2. Procedimentos

Emergency Descent
PF PNF
Crew OXY MASKS - USE (N Position)

Interphone Communications - Establish

• P.A. - Announce: “EMERGENCY DESCENT, • SIGNS - ON


EMERGENCY DESCENT!!” • LIGHTS - ON (Wing light pelo menos)
• ALT - TURN and PULL • ENG MODE SELECTOR - IGN
• HGD - TURN and PULL • TRANSPONDER - 7700
• SPEED - PULL
• ATC - Notify “Mayday mayday mayday, Air
Portugal___, Emergecy Descent, from FL___ to
FL___”
• ALT - Rectify (FL100 / MORA)
• HDG - By ATC (de preferencia directo ao
aeroporto mais próximo)
• SPEED - Adjust (de acordo com o estado do
avião)
• THR LEVERS - IDLE (se A/THR não estiver
activo)
• SPEED BRAKES - FULL (sem danos estruturais)

• FMA - ANNOUNCE • FMA - CHECK

• ECAM ACTIONS - Executar (em “silencio”)

Verificar a altitude de cabine, se esta atingir 14000’ ou se se aproximar deste valor - MASK MAN ON

Ao atingir altitude pretendida (FL100 / MORA), tirar as mascaras, fazer RESET a estas e comunicar com
a cabine
Fig. Esquema FCTM - AO-090-Emergency Descent (Abril 2017)
Fig. FCOM - PRO-ABN-80-EMER DESCENT (Abril 2017)