Você está na página 1de 9

Amanda Silva Cirqueira

SLUMP TEST

Palmas –TO
2016
Amanda Silva Cirqueira

Trabalho apresentado como requisito


parcial de nota na disciplina de
Materiais de Construção Civil do curso
de Engenharia Civil pelo Centro
Universitário Luterano de Palmas
(CEULP/ULBRA).
Prof : Dênis

Palmas –TO
2016
Sumário
1. INTRODUÇÃO .......................................................................... 4
2. NORMAS TÉCNICAS ................................................................ 5
3. MATERIAL E EQUIPAMENTOS .............................................. 5
4. PRODUÇÃO DE CONCRETO E CORPO DE PROVA .............. 6
5. SLUMP TEST ............................................................................ 6
6. RESULTADOS E DISCUSSÃO ................................................. 7
7. CONCLUSÃO ............................................................................ 8
8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .......................................... 9
1. INTRODUÇÃO
Corpo de prova é uma amostra do material que se deseja testar. Esta
amostra é ensaiada em laboratório, entre 7 a 28 dias após a moldagem , para
se verificar a sua resistência.. O ensaio de resistência consiste na aplicação de
uma carga de compressão até o rompimento do corpo de prova. Isso é feito
com uma prensa hidráulica que, através de um manômetro, indica qual a carga
é aplicada no corpo de prova.

Segundo Geyer 2006 a qualidade final de uma estrutura de concreto


armado depende tanto do controle de suas propriedades no estado fresco
como no seu estado endurecido.
O ensaio de abatimento do tronco de cone (Slump Test) é um ensaio no
estado fresco , bastante fundamental, à execução das estruturas e às
propriedades da estrutura de concreto endurecido pois esta metodologia avalia
apenas um parâmetro da mistura que é a sua consistência
(trabalhabilidade).(GEYER A.L.B.,2006).
Um abatimento muito baixo ou muito alto dá um aviso imediato e permite
ao Engenheiro corrigir a situação. (Neville A.M.,2010)

Este relatório tem por objetivo retratar o processo de dosagem do concreto,


bem como verificar o abatimento do mesmo por meio do slump test . O ensaio
foi realizado no dia laboratório de materiais no dia 04 de Outubro de 2016, com
o auxilio do Prof.:Dênis Cardoso.
2. NORMAS TÉCNICAS

NBR 5738 Concreto - Procedimento para moldagem e cura de corpos-


de-prova.
NBR NM 67 Concreto - Determinação da consistência pelo abatimento
do tronco de cone.

3. MATERIAL E EQUIPAMENTOS

 Amostra de concreto fresco.


 Balança;
 Betoneira;
 Bureta;
 Complemento tronco-cônico de enchimento.
 Concha metálica.
 Haste metálica de socamento
 Molde metálico tronco-cônico (
 Padiola;
 Placa metálica
 Régua metálica graduada
4. PRODUÇÃO DE CONCRETO E CORPO DE PROVA

Em uma balança previamente tarada , pesou-se com o auxílio da padiola os


agregados graúdo e miúdo, calculados nos traço . A pesagem da água foi
relizada com a bureta .
Em seguida com uma mangueira , realizou-se a lavagem e depois retirou-se
o excesso de água na betoneira . Adicionou-se o agregado graúdo com metade
da água , para que a brita não puxasse a água de amassamento .
Adiante, introduziu-se o cimento na betoneira , seguido pelo restante da
água de amassamento e a areia. Estes , foram batidos na betoneira até formar
uma pasta com consistência satisfatória .
.Logo em seguida com uma espátula metálica , realizou-se o preenchimento
das formas cônicas com o cimento, tendo-se o cuidado de aplicar o
desmoldante nas paredes das formas cônicas , para facilitar a retirada do
cimento endurecido.

5. SLUMP TEST

Colocou-se o molde sobre a placa de base, prendeu-se com os pés no


molde na placa de base através de suas aletas.
Preencheu-se o molde em 3 camadas adensando cada camada
individualmente com 25 golpes da haste .Retirou-se o molde e rasou-se a
superfície, com a haste metálica.Levantou-se cuidadosamente o molde
e mediu-se o abatimento do concreto, determinando a diferença entre a altura
do molde e a altura do corpo-de-prova.Em seguida foram comprovados os
resultados.

6. RESULTADOS E DISCUSSÃO

De acordo com a NBR NM 67 o abatimento do tronco de cone é medido


pela distância da base superior do molde ao centro superior da base da
amostra, medida através da régua metálica. .Ao se analisar a amostra
ensaiada,pode-se concluir que a mesma não apresentou o abatimento ideal ,
podendo este resultado ser consequência da variação granulométrica dos
agregados ou o modulo de finura da areia.
7. CONCLUSÃO

No presente trabalho, conclui-se que o corpo de prova é essencial para a


construção civil , pois , por meio dele é possível determinar as propriedades
mecânicas dos corpos de prova, tais como modulo de elasticidade ,
plasticidade e resistência mecânica . E estes ensaios determinam ,se o
concreto analisado, adquiriu resistência ideal para os diversos usos na
construção civil .
Já o Ensaio de Abatimento do Tronco de Cone é muito importante , uma
vez que ao se medir a consistência e a fluidez do material é possível
determinar se o concreto está ou não trabalhável . No ensaio é possível
concluir que na dosagem houve um aumento do abatimento , o que pode
indicar que ou o teor de umidade dos agregados apresentou um aumento
inesperado , ou houve uma alteração na granulometria dos agregados , como
uma deficiência na areia .
8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ABNT, 1998 .NBR NM 67 Concreto - Determinação da consistência pelo


abatimento do tronco de cone.. Disponível
em<:http://docslide.com.br/documents/nbr-nm-67-1998-concreto-determinacao-
da-consiste.html >. Acessado em 04/09/2016 .

GEYER A.L.B ;RESENDE R.S. . Importância do Controle de Qualidade do


Concreto no Estado Fresco. Disponível
em<:http://www.realmixconcreto.com.br/downloads/Ano2_informativo_internet.
pdf>. Acessado em 04/09/2016 .

Neville, A.m., Brooks, j.j. .Tecnologia Do Concreto.2.ed.Porto Alegre


:Bookman,2010.