Você está na página 1de 5

CONSOLIDAÇÃO

Seu objetivo central é firmar os passos do novo convertido nos caminhos de


Jesus através da comunhão e do estudo da Palavra.
Consolidar é ensinar, incentivar, investir para que uma vida não se perca. É
uma atitude de amor, que requer renúncia, todavia, tem sua recompensa.

POR QUE EU DEVO CONSOLIDAR?

Muitas pessoas têm o entendimento de que basta que nosso convidado aceite
a Cristo e já cumprimos nossa missão. Está errado!
Vejamos a parábola do Bom Samaritano: Lucas 10:30-35.
Consolidação é um processo que envolve cuidado, investimento de tempo,
recursos e também responsabilidade: o samaritano não o deixou sozinho. Assegurou-
se de que outra pessoa cuidaria dele em sua ausência.

TIPOS DE CONSOLIDAÇÃO
CONSOLIDAÇÃO INTERNA

É realizada na igreja. Após o momento da conversão, os neófitos (novos


convertidos) são encaminhados, pelas pessoas que os acompanharam no ato da
confissão, para a sala de consolidação.
Ali, a equipe da consolidação da igreja irá apresentar, brevemente, o plano da
salvação ( . É realizado, então, um novo apelo e nova confissão a fim de reafirmar a
aliança com Cristo.
Confirmada a aliança, é entregue ao acompanhante uma ficha de
consolidação, a fim de coletar dados que nos permita contatar o novo convertido
posteriormente. Depois de preenchida, a ficha retorna para a equipe de consolidação
que a entregará ao irmão que realizará a consolidação externa.
A consolidação interna inicia logo após o momento da conversão e termina no
momento em que a ficha é entregue ao irmão que consolidará a vida em questão.
Obs.: O plano da salvação ministrado na sala de consolidação é
importante, pois muitas pessoas vão à frente com o objetivo de receberem
oração e não para aceitarem Jesus, a sala é a oportunidade de descobrir sua real
intenção.

CONSOLIDAÇÃO EXTERNA

É realizada fora da igreja. É feita pelo consolidador externo e inicia-se com a


realização da fonovisita.

Etapas na consolidação externa:

 Realizar a fonovisita (24 a 48 horas).


 Realizar as 8 visitas.
 Encaminhá-lo a participar do Encontro com Deus.
 Encaminhá-lo ao Batismo nas águas.

Não há como determinar, precisamente, quando a consolidação externa


termina. No entanto, podemos dizer que a consolidação dificilmente termina antes que
a pessoa tenha a experiência do Encontro com Deus. Porém, tudo dependerá do
empenho do novo convertido em seguir a Jesus.
Podemos concluir que a consolidação alcança seu objetivo quando o novo
convertido passa a demonstrar interesse próprio e caminhar por suas próprias pernas.
O consolidado está tão integrado nas atividades, que voluntariamente comparece sem
que seja necessário alguém para buscá-lo ou mesmo convidá-lo. E, principalmente,
passa a ter experiências de oração e intimidade com Deus que independem do
estímulo do consolidador.
O consolidador e os demais irmãos em Cristo são instrumentos nesse
processo que é dirigido pelo Espírito Santo. Ore ao Senhor e sempre em
concordância com o seu líder, busque discernir se o novo convertido está bem
consolidado ou não.

COMPONENTES DA CONSOLIDAÇÃO
CONSOLIDADOR – É aquele que vai ministrar o novo convertido, com o objetivo de
firmar seus passos nos caminhos de Cristo. Qualquer discípulo pode e deve ser um
consolidador.
É imprescindível que os consolidadores cumpram os princípios de Deus e
mantenham bom testemunho (I Tm 3:1-12).

Existem dois tipos de consolidador:

CONSOLIDADOR INTERNO – Aquele que acompanha a pessoa, durante a sua


conversão e todo o processo realizado na sala de consolidação.

CONSOLIDADOR EXTERNO – Aquele que acompanhará a pessoa fora da igreja,


realizando todo o processo da consolidação externa, visitas, acompanhá-lo a reuniões
e eventos.
Obs.: Nem sempre o consolidador interno será o mesmo consolidador externo,
isso dependerá do direcionamento do líder da consolidação.

CONSOLIDADO – É o novo convertido, a pessoa que aceitou Jesus recentemente e


que será acompanhado e cuidado.

Caso tenha se decidido na célula, é importante que o discípulo que o


acompanhou leve-o à igreja a fim de reafirmar a sua aliança diante da congregação.
Se este demonstrar resistência quanto ao templo, não insista, encaminhe seu nome
para o líder de consolidação e inicie todo o processo desde a fonovisita. Além disso,
intensifique a intercessão e, com o tempo, o Espírito Santo fará as resistências caírem.
Em breve, ele certamente unir-se-á a congregação de forma natural.
OBS: O consolidador precisa ser sensível quanto aos níveis de seu
consolidado. O consolidado pode não conhecer nada a respeito de Jesus, quanto uma
pessoa que retomou sua aliança com Cristo. Dependendo da situação, Você poderá
adaptar sua linguagem, podendo se aprofundar mais na Palavra e nos estudos das
visitas, proporcionando um alimento mais consistente.

CONSOLIDADO X DISCÍPULO
Quando uma pessoa que você levou a igreja se converte, ele se torna,
inicialmente, seu consolidado. O consolidado é como se fosse um bebê espiritual, que
ainda é dependente de você e precisa que o busque para as reuniões, visite-o e
ensine-o as coisas mais básicas da Palavra. É um nível em que você ainda é o
responsável por seus passos, é você que precisa telefonar, buscar saber como ele
está etc. Na medida em que seu consolidado cresce e você percebe mais segurança
em suas decisões a respeito de Cristo, convide-o para ser seu discípulo.
O discípulo é uma pessoa que já passou pela consolidação e que decidiu
seguir Jesus, tendo você como referencial. Ele é mais independente. É um nível em
que você deve atribuir responsabilidades para ele na célula, encaminhá-lo para a
Escola Bíblica, levá-lo ao Reencontro com Deus, participar das redes e eventos da
congregação etc. e ensiná-lo a fazer com outras pessoas o que você fez com ele, ou
seja, consolidar, sempre com a finalidade de enviá-lo.

COMO REALIZAR A CONSOLIDAÇÃO EXTERNA


FONOVISITA

A fonovisita deve ser feita preferencialmente em 24 horas após a decisão da


pessoa e no máximo, 48 horas.
Os propósitos da fonovisita são mostrar um interesse genuíno pela pessoa e
por sua necessidade, ganhar a confiança e convidá-lo a realizar uma visita.
Ore antes de telefonar, busque um local apropriado, para evitar interrupção
durante a ligação. Além disso, planeje bem o momento, ou seja, respeite o melhor
horário para contato que o consolidado informou na ficha de consolidação e não o faça
na hora do almoço ou em horário de trabalho.

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA FONOVISITA

Ao ser atendido, cumprimente com um bom dia, boa tarde ou boa noite. Diga:
eu poderia falar com “fulano”? Caso a resposta for: “sou eu”, saúde-o com Graça e
Paz! Se não for o próprio que atender, seja cauteloso! Não diga que está ligando
porque ele/ela se converteu, mas que é um conhecido e peça para falar com ele/ela.
Se a família tiver resistências ao Evangelho, pode não gostar que a pessoa tenha ido
à igreja e a ligação ocasionar um desentendimento.
Além disso, tomamos sempre o cuidado de que homem consolide homem e
mulher consolide mulher, a fim de evitar problemas desnecessários.
Quanto ao telefonema, observe algumas dicas:
 Saudação: Deve fazê-lo de forma amável; identifique-se como integrante da
igreja a que pertence;
 Comece a conversa: Inicie uma conversa amena, dizendo-lhe que tem orado
por sua necessidade, e deseja saber como ele está.
 Avalie sua condição espiritual: Pergunte-lhe o que achou do culto e como se
sentiu em relação a Deus desde que visitou a igreja;
 Acertar a visita: Combine lugar, dia e hora para a visita. Apresente
alternativas: sua casa, uma praça, sorveteria, porém, nunca a igreja;
 Ore por ele: Sempre termine orando pela pessoa, conforme o Espírito Santo o
dirija;

ESTRATÉGIAS PARA O SUCESSO DA FONOVISITA

Mostre-se amável e agradável.

Evite:

 Ser cortante ou impaciente na conversa;


 Pressionar o novo crente;
 Tomar mais tempo do que necessário;
 Discutir e contender;
 Mostrar um interesse egoísta, não dirigido a suprir a necessidade da pessoa;
 Nunca diga frases como: “Eu tive que telefonar para você porque meu líder
mandou”;

VISITAS

As visitas são os momentos que o consolidador passa com o consolidado


pessoalmente. São compromissos agendados, respeitando a disponibilidade do novo
convertido, podendo ser realizado em qualquer lugar em que este se dispuser a
encontrar.
Essas visitas têm os objetivos de gerar aproximação entre o consolidador e
consolidado, ensinar princípios básicos da Bíblia e proporciona ao consolidador a
possibilidade de conhecer melhor a realidade, tanto natural quanto espiritual da vida
em questão, a fim de poder auxiliá-lo com mais propriedade. Também é através das
visitas que o novo irmão é estimulado a participar das atividades da igreja.
É um total de 8 encontros, realizados semanalmente num período em torno de
1 hora no local e horário acordados na fonovisita, preferencialmente, estabelecidos
pela vida que acabou de ser ganha.

ORIENTAÇÕES PARA O CONSOLIDADOR

Amado irmão, não se esquecer de algumas regras a respeito das visitas:

 Não chegue atrasado. Caso ocorra algum imprevisto, ligue informando ao seu
consolidado;
 Não deixe para ler a lição a ser ministrada junto com o consolidado, estude
antes e faça o estudo fluir como uma conversa;
 Cuidado com a higiene pessoal (perfume-se e cuidado com o hálito);
 Não se esqueça de orar antes de encontrá-lo;

AMBIENTAÇÃO

Antes de tudo, ore, peça ao Senhor para te revelar o ambiente e resistências


espirituais nos quais seu consolidado está inserido. Assim, você poderá orar de forma
mais específica.
Se ao chegar na casa do consolidado, observar algo contrário à nossa crença,
como imagens de escultura por exemplo, não o reprove com palavras ou expressões
faciais. Deus preparará o momento certo para tratá-lo nisso.
Retomando o exemplo anterior: se o novo convertido perguntar sobre as
imagens, seja franco. Leia o Salmo 115 e mostre o que a Bíblia diz a respeito do
assunto e deixe-o à vontade para decidir o que fazer.
Não quebre etapas, respeite os níveis e entenda que você está em um
momento aproximação, ou seja, faça com que a pessoa confie em você e firme
seus passos nos caminhos de Jesus. Não o assuste com confrontos em
assuntos que ele não vai compreender, pelo menos por agora. Não se preocupe,
essa atitude não o torna conivente com o pecado do novo irmão, você está
apenas esperando o momento certo para ensinar. Assim como é na escola, antes
de aprender a ler uma palavra, você aprende a ler as letras do alfabeto.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
Este material foi realizado para munir o consolidador com todas as informações
necessárias para nortear toda a fase de consolidação; seja interna, seja externa. Com
posse desse manual, você está apto a firmar os passos do novo convertido nos
caminhos do Senhor, com o único objetivo de que ele persevere até o fim, nunca
desistindo da vida com Jesus Cristo.
Toda a equipe da Igreja Lugar de Adoradores quer ressaltar que você é
resposta de Deus para nossas orações, pois a seara do Senhor é grande e poucos
são os trabalhadores. Portanto, de antemão, declaramos nossa alegria e gratidão por
você tornar-se mais um componente deste grupo que o Senhor tem levantado para
fazer a diferença nessa geração através da pregação das boas novas.
Estamos todos juntos, unidos por um único propósito: ganhar vidas para Jesus
e consolidá-las em Seu caminho. Faça bom proveito desse material e desfrute da
satisfação que é fazer diferença na vida de alguém.
Que o Senhor te abençoe, te dê sabedoria e te use poderosamente nessa nova
empreitada.
“Uma casa de muitos filhos. Uma família de muitos irmãos.”

Graça e Paz, equipe de presbitério.