Você está na página 1de 3

07/08/2019

Como a Bienal virou uma festa | PublishNews

e Concursos   PUBLICIDADE PUBLICIDADE   Opinião Como a Bienal virou uma festa PUBLISHNEWS, SONIA
Como a Bienal virou uma festa
Como a Bienal virou uma festa

PUBLISHNEWS, SONIA JARDIM*, 25/08/2016

virou uma festa PUBLISHNEWS, SONIA JARDIM*, 25/08/2016 Em artigo, Sonia Jardim homenageia seu irmão Sergio Machado

Em artigo, Sonia Jardim homenageia seu irmão Sergio Machado ao lembrar do seu protagonismo no reposicionamento das bienais brasileiras no fim dos anos 1990

A Bienal do Livro, que começa na próxima sexta-feira em São Paulo, decidiu homenagear o editor Sergio Machado, falecido em julho, dando o seu nome ao espaço de autógrafos do evento. Nada mais justo, já que Sergio é responsável pelo primeiro reposicionamento que a Bienal do Livro teve no final dos anos 1990.

Ao participar, como presidente do Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL), do Salão do Livro de Paris, quando o Brasil foi país homenageado em 1998, Sergio se deu conta de um novo formato de evento, no qual o autor é o protagonista e em torno do qual uma programação de debates e palestras é estruturada para atrair os leitores e ganhar visibilidade com o apoio de uma maciça divulgação de imprensa.

com o apoio de uma maciça divulgação de imprensa. Sonia Jardim homenageia seu irmão Sergio Machado

Sonia Jardim homenageia seu irmão Sergio Machado ao lembrar do seu protagonismo no reposicionamento das bienais brasileiras no fim dos anos 1990 | © Divulgação

Nasceu ali a ideia de a Bienal do Livro do Rio em 1999 ter um país homenageado e um Café Literário, com participação de uma série de autores nacionais e estrangeiros. A Bienal deixava de ser uma mera feira de livros e passava a ser um evento cultural, com curadoria independente, mas integrada com a programação de lançamentos das editoras.

PUBLICIDADE

Sua solução em produção editorial
Sua solução em produção editorial
Sua solução em produção editorial A BR75 desenvolve soluções personalizadas de criação e edição de texto,

A BR75 desenvolve soluções personalizadas

de criação e edição de texto, design gráfico para publicações impressas e em outras mídias e coordena sua produção editorial. Cuidamos de todas as etapas, conforme as necessidades e características de seu projeto, e sua empresa ganha em eficiência

Matérias relacionadas
Matérias relacionadas

Em sua coluna, André Palme apresenta o case do livro 'Histórias de gente. Histórias da gente', que saiu com tiragem de mil exemplares, mas, com o digital, alcançou muito mais gente

Ônibus-biblioteca passou pela Bienal de SP, Itapevi e Osasco

Em sua coluna, Bruno Mendes relembra a participação de Sam Missingham no Congresso do Livro Digital

PUBLICIDADE

Tudo o que você precisa saber sobre o mercado do livro
Tudo o que você precisa saber sobre
o mercado do livro
Tudo o que você precisa saber sobre o mercado do livro
Tudo o que você precisa saber sobre o mercado do livro “O comprador de um livro

“O comprador de um livro cheio de erros realmente não adquire um livro, mas uma praga.”

JOHANN FROBEN

Impressor alemão

(1460-1527)

PUBLICIDADE

JOHANN FROBEN Impressor alemão (1460-1527) PUBLICIDADE PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

07/08/2019

Como a Bienal virou uma festa | PublishNews

Este formato se mostrou um sucesso total de público e crítica, que acabou dando para a Bienal a dimensão gigantesca que conhecemos hoje e que foi replicada nas diversas Bienais que surgiram Brasil afora. Nesse momento, já começavam a aparecer as mega- livrarias, com maior variedade de ofertas, mas ir ao distante Riocentro, antes do BRT, era um programa legal. Era a oportunidade única de participar de debates com autores convidados especialíssimos, como José Saramago.

Mais de 13 mil pessoas recebem todos os dias a newsletter do PublishNews em suas caixas postais. Desta forma, elas estão sempre atualizadas com as últimas notícias do mercado editorial. Disparamos o informativo sempre antes do meio-dia e, graças ao nosso trabalho de edição e curadoria, você não precisa mais do que 10 minutos para ficar por dentro das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo a newsletter do PublishNews.

das novidades. E o melhor: É gratuito! Não perca tempo, clique aqui e assine agora mesmo

Dez anos depois, quando poderíamos pensar que o e-commerce supriria a demanda da compra de livros, temos um novo fenômeno na Bienal. A invasão dos leitores jovens traz para o evento novos tempos, a necessidade de se criar uma programação com autores mais voltados para este público, para quem não bastam autógrafos. Selfies são fundamentais e necessárias. Os autores passam a ter tratamento de popstars. Coisas comuns em shows de rock como gritos, correrias, filas gigantescas por ingresso passam a fazer parte do cenário da Bienal. Meg Cabot inaugura esta nova fase da Bienal em 2009. E, desde então, tem sido assim.

Para nós, editores, foi necessário adequar os espaços dos nossos estandes para atender este público jovem maravilhoso, tão apaixonado, exigente e alegre.

Essa nova geração de leitores é um contraponto a quem previa o fim dos livros impressos com o surgimento dos e-books. Muitos marcam encontro na Bienal vindos de outras cidades para conhecerem seus autores prediletos. Outros encontram lá seus melhores amigos que só conheciam pelas redes sociais. A Bienal virou uma festa. No ano passado, por exemplo, foram vendidos 3,7 milhões de livros nos 11 dias do encontro. Com o atual fenômeno dos youtubers, o mercado espera sucesso semelhante na Bienal de São Paulo.

Leia também
Leia também

Fernanda Gomes, diretora da CBL, esteve na reunião da Organização Mundial da Propriedade Intelectual, discutindo a possibilidade de um tratado global de exceções e limitações aos direitos de autor

Coragem e disposição se destacam nas características desse aquariano

Em seu primeiro artigo para o PublishNews, Gustavo Lembert, sócio-fundador da TAG, fala sobre o poder da leitura e de como foi a primeira vez do clube de livros na Flip

Por isso, tenho certeza de que meu irmão Sergio Machado está feliz com esta homenagem. O que a Bienal do Livro se tornou hoje tem origem na visão deste editor carioca.

se tornou hoje tem origem na visão deste editor carioca. * Sônia Machado Jardim é graduada

* Sônia Machado Jardim é graduada em Engenharia Civil pela UFRJ, cursou Pós-graduação em Finanças na IAG-PUC/Rio e Mestrado no COPPEAD. Após ter trabalhado por mais de 10 anos em empresa de engenharia, ingressou na Record em 1995 como Diretora Administrativa-Financeira. Desde 1998, era vice-presidente do Grupo Editorial Record e assumiu a presidência da empresa em julho de 2016, após o falecimento de Sergio Machado, seu irmão e sócio. Foi presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) entre 2008 e 2014 e presidente do Instituto Pró-Livro (IPL) entre 2009 e 2011 e da Associação Nacional dos Editores de Livros (ANEL) entre 2011 e 2014.

07/08/2019

1 comentário

Como a Bienal virou uma festa | PublishNews

Classificar por

Mais recentes

Adicione um comentáriovirou uma festa | PublishNews Classificar por Mais recentes Olá Sonia,tudo bem? Sergio teve essa visão

Classificar por Mais recentes Adicione um comentário Olá Sonia,tudo bem? Sergio teve essa visão espetacular a

Olá Sonia,tudo bem? Sergio teve essa visão espetacular a Bienal é um palco de grandes encontros de editoras,distribuidores e profissionais do livro é o maior encontro do mercado editorial,mas a invasão dos grandes "saldões" nos corredores da Bienal e o desaparecimentos das editoras é um sinal de alerta,se continuar assim vamos ter a Bienal do "saldão de livros".O sucesso da visitação é crescente mas precisamos desse ajuste no modelo atual. Marcello Carqueija.Classificar por Mais recentes Adicione um comentário Marcello Carqueija Curtir · Responder · 2 a ·

Curtir · Responder · 2 a · Editado

[25/08/2016 07:49:00]

 
Newsle er
Newsle er

Você está buscando um emprego no mercado editorial? O PublishNews oferece um banco de vagas abertas em diversas empresas da cadeia do livro. E se você quiser anunciar uma vaga em sua empresa, entre em contato.

 

Precisando de um capista, de um diagramador ou de uma gráfica? Ou de um conversor de e-books? Seja o que for, você poderá encontrar no nosso Guia de Fornecedores. E para anunciar sua empresa, entre em contato.

 

O PublishNews nasceu como uma newsletter. E esta continua sendo nossa principal ferramenta de comunicação. Quer receber diariamente todas as notícias do mundo do livro resumidas em um parágrafo?

 
     
     
 
 
 
 
 
 
 
 

©2001-2019 por Carrenho Editorial Ltda. Todos os direitos reservados. Rua Fidalga 471, Conjunto 3 | Vila Madalena | São Paulo | SP | Brasil | 05432-070 Este conteúdo não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

 
| 05432-070 Este conteúdo não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.