Você está na página 1de 2

GOVERNO DE SERGIPE

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED


DEPARTAMENTAMENTO DE APOIO AO SISTEMA EDUCACIONAL – DASE
POLO DE LAGARTO
HISTÓRIA
Prof. Ivan Paulo

GRÉCIA (resumo esquemático)

I. Periodização da História da Grécia Antiga • Páter-familis: chefe → patriarcal;


• Propriedade coletiva dos meios de produção (terras) e dos bens
Período Pré-Homérico (séc. XX ao XII a.C.); produzidos (alimentos);
Período Homérico (séc. XII ao VIII a.C.); • Desintegração dos génos: aumento da população e do consumo,
Período Arcaico (séc VIII ao VI a.C.); falta de terras férteis, produção limitada e tecnologia
Período Clássico (séc. V ao IV a.C.); rudimentar;
Período Helenístico (séc. IV ao II a.C.). • 2ª Diáspora Grega (colonização – Magna Grécia, “sul da Itália”
e região do sul da França, “Costa Azul”);
II. Influências do meio físico-geográfico • Formação das Póleis (cidades) → (pólis – singular);

§ Localização: Península Balcânica e do Peloponeso; V. Período Arcaico - séc VIII ao VI a.C.


§ Interior: solo árido e rochoso → dificultava a agricultura.
§ Litoral: recortado em penínsulas e portos naturais → facilitava a • Pólis (cidade; plural poleis)
navegação e a pesca → comércio marítimo.
§ O relevo montanhoso dificultava a comunicação entre os - Formação:
núcleos populacionais e estimulava o fracionamento político → a) pela união de várias aldeias;
cidades-estados (pólis). b) transferência de parte de uma comunidade para uma outra de
⇒ A Grécia não tinha unidade política ↔ dividida em cidades- maior importância;
estados independentes. c) transferência de várias aldeias para um local escolhido para a
⇒A Grécia possuía unidade cultural ↔ idioma e religião. fundação de uma nova pólis.
- Estrutura
III. Período Pré-Homérico - séc. XX ao XII a.C. ⇒ Acrópole (cidade alta): uma colina fortificada, onde
encontram-se os edifícios públicos e religiosos e para onde
§ Povoamento: povos indo-europeus; a população podia se refugiar em caso de ataques;
§ Aqueus: fundaram na região nordeste do Peloponeso as cidades ⇒ Ágora: local de reunião dos moradores da pólis e mercado;
de Micenas, Argos e Tirinto, (CIVILIZAÇÃO MICÊNICA): ⇒ Área Rural: região de plantações e os pastos;
§ Invadiram a Civilização Egéia ou Cretense, ⇒ Porto: loca de importação e exportação de mercadorias.
§ Absorveram padrões culturais egeus,
§ Esparta:
Civilização Egéia ou Cretense: - Localização: Península do Peloponeso;
§ Ilha de Creta (Mar Egeu); - Fundação: dórios (união das tribos dórias);
§ Base cultural da Grécia; - Economia: agro-pastoril e o Estado era o proprietário das
§ Mitos: Minotauro e Ícaro; terras férteis (cívicas) e dos escravos (hilotas);
§ Organização Administrativo-política  cidades-Estado  - Sociedade: Estamental, rígida, militarista e conservadora;
Cnossos, Faístos;  (posições sociais são estabelecidas pelo
§ Principais fontes documentais são iconográficas  afrescos dos nascimento)
palácios (padrões escritos não estão ainda completamente ⇒Espartanos (esparciatas ou espartíatas): cidadãos (direitos
decifrados); políticos)→usavam as terras cívicas, descendentes dos Dórios,
§ Mulher teve papel destacado nessa sociedade. controlavam o poder→ Nobres proprietários de terras;
⇒Periecos: pequenos proprietários (terras menos férteis),
Civilização Cretense + Micênica = Minóico-Cretense ou comerciantes, artesãos, livres→ sem direitos políticos;
Cretomiceniana; ⇒Hilotas: escravos (geralmente obtidos em conquistas militares);
 (urbana e comercial) - Estrutura Político-administrativa
Oligarquia (governo de poucos);
Lendária Guerra de Tróia (ou Ilion) por volta do século XII a.C.; Diarquia – dois reis (funções religiosas e guerreiras);
Eforato – cinco membros (funções executivas);
§ Invasões Dórias  destroem a Civilização Minóico-Cretense; Gerúsia – 28 membros (funções legislativas)conselho (grupo
§ Indo-europeus de tradição belicosa (guerreira); formados pelos anciões);
§ Fixam-se ao sul da Península do Peloponeso (Lacônia); Ápela – assembléia popular (cidadãos acima dos 30 anos);
§ Ruralização do mundo grego; - Educação: rígida e militarizada;
§ 1ª Diáspora Grega (colonização – região da Ásia Menor, litoral
da atual Turquia, Ilhas do Mar Egeu); § Atenas
- Localização: Península da Ática;
IV. Período Homérico (séc. XII ao VIII a.C.); - Fundação: Jônios (participação dos Aqueus);
- Economia: no início agricultura, depois comércio
• Os poemas atribuídos a Homero são as únicas fontes escritas do marítimo;
período; - Sociedade:
⇒Ilíada – Guerra de Tróia (ou Ílion);
⇒Odisséia – retorno do Gen. Odisseu a sua casa na Ilha de Ítaca. ⇒Eupátridas: proprietários das melhores terras (cidadãos→direitos
políticos);
• Genos: pequenas comunidades agrárias, gentílicas, coletivistas e ⇒Georgóis: pequenos proprietários (sem direitos políticos);
de membros aparentados → unidade econômica, política, social ⇒Thetas: camponeses (sem direitos políticos);
e religiosa;
1
⇒Demiurgos: comerciantes (lutavam por direitos políticos); ⇒Com a morte de Alexandre seus generais dividiram o Império
⇒Metecos: estrangeiros (sem direitos políticos); entre si;
⇒Escravos: obtidos através de conquistas militares ou da compra Reino da Macedônia (Grécia e Macedônia) – Antígono;
(trabalhadores em diversos ofícios); Reino do Egito – Ptolomeu→(Cleópatra);
Reino da Síria (Oriente Médio) – Selêucidas (descendente de
- Evolução da Estrutura Político-administrativa: Seleuco);
⇒Monarquia (Basileu); ⇒ Expansionismo Militar – Helenização do Oriente;
⇒Oligarquia (Arcontado); ⇒ Fusão de padrões culturais gregos (helenos) e orientais;
⇒Tirania (apoio popular e do Exército); Cultura Helenística = cultura Helena (grega) + Oriental.
⇒Democracia (Direta e Escravista, excluía mulheres e estrangeiros);
Legisladores promotores de reformas (reflexo do VIII. Cultura Grega
crescimento da Pólis e lutas de classe);
Drácon: leis escritas e extremamentes duras, manteve os • Democracia: práticas republicanas e participativas de
privilégios políticos dos Eupátridas; poder.
Sólon: acabou com a escravidão por dívidas e dividiu a • Influência sobre a civilização ocidental.
sociedade censitariamente; • Concepções de beleza, equilíbrio e harmonia.
Clístenes: implantou a Democracia, direitos políticos • Racionalismo, humanismo e antropocentrismo.
para Eupátridas, Demiurgos, Geogóis e Thetas (criou o Ostracismo – • Produção teatral, filosófica e cientifica.
votação que condenava ao banimento, por um período e 22 anos, • Religião politeísta.
todo aquele que ameaçasse a Democracia); • Estilos arquitetônicos: dórico, jônico e coríntio.
Péricles: consolidou a Democracia remunerando os
cargos públicos (Século de Ouro – séc. V a.C.); Referência:

VI. Período Clássico - séc. V ao IV a.C. FIGUEIRA, Divalte Garcia. História. Ática: São Paulo, 2000. pp.
37-53.
§ Lutas por Hegemonia e ações de Imperialismo; www.vestivularseriado.com.br (com adaptações).
- Guerras Greco-Pérsicas ou Médicas.
Gregos X Persas  avanço do imperialismo persa pelo controle das
rotas comerciais da Ásia Menor (Turquia);
1ª Guerra – Batalha de Maratona (vitória dos atenienses),
2ª Guerra – Batalha das Termópilas (a infantaria espartana foi
derrotada),
Batalha da Salamina (vitória dramática da Armada Ateniense),
Batalha da Platéia (persas derrotados por foças atenienses e
espartanas),
3ª Guerra: Criação da Confederação de Delos (liga militar liderada
por Atenas que objetivava a defesa da Grécia de invasões
estrangeiras)→ as póleis contribuíam com navios, armamentos,
soldados e dinheiro;
Batalha de Eurimedon (derrota definitiva dos persas, que assinam o
Tratado de Susa – Paz de Cálias ou de Címon – é o fim do conflito);
- Conseqüências: Hegemonia de Atenas que se fortaleceu
através das contribuições à Confederação de Delos (que
não foi dissolvida);

§ Guerra do Peloponeso
Atenas (Confederação de Delos) X Esparta (Liga do Peloponeso)
- Motivos: imperialismo ateniese e as diferenças político-
cultrais entre Esparta e Atenas;
⇒Paz de Nícias (armistícios depois de 10 anos de conflito);
⇒Vitória de Esparta na Batalha de Égos Potamos;
- Conseqüências:
a) Fim do imperialismo e da democracia ateniense e início do
imperialismo espartano;
b) Enfraquecimento do Mundo Grego;
c) Tebas derrota Esparta, hegemonia tebana;
d) Declínio do Mundo Grego: constantes conflitos e a
fragmentação em questões particulares entre as polei;
e) Grécia foi conquistada por Filipe II, rei dos Macedônicos
em 338 a.C., na Batalha de Queronéia;

VII. Período Helenístico ou Império Macedônico séc. IV ao II a.C.


§ Macedônia
⇒Antiga província grega (localizada ao norte do território grego);
⇒Tinham grande afinidade cultural com os gregos;
- Felipe II (conquista a Grécia),
- Alexandre, o grande (filho de Filipe II, deu continuidade as
conquistas militares, só que voltadas para o Oriente)→
morreu em campanha;
⇒Fundou 36 cidades, todas batizadas com o nome de Alexandria (a
mais importante foi Alexandria do Egito→ Grande Biblioteca);