Você está na página 1de 3

!

"

#$ $% & ' &' !)% & ' ))


( * +, +--

1 OBJETIVO
Estabelecer valores a serem aplicados nos equipamentos de tração durante o reparo na
Oficina da ABB Service Betim.

2 DEFINIÇÕES
Área de Risco – Área destinada a realização de testes em máquinas elétricas e
transformadores na oficina elétrica da ABB Service Betim/MG

3 ÂMBITO
Ensaios intermediários e final realizados em armaduras de tração.

4 PREMISSAS BÁSICAS
Os ensaios deverão ser executados por pessoas habilitadas, e devem ser seguidas as
normas de segurança cabíveis.

5 PROCEDIMENTOS
5.1 Equipamentos Utilizados
 Megôhmetro
 Microhmímetro
 Hi-pot
 Surge Test
 Cordoalha de cobre

5.2 Descrição
De acordo com a norma ABNT - NBR 6936, os enrolamentos das máquinas devem
ser submetidos ao ensaio final de alto potencial igual a 2 x E + 1000 V, prevalecendo
o valor mínimo de 2200V.
Onde:
E = Tensão nominal da máquina.

5.3 Execução
Ensaios realizados durante o processo de reenrolamento do equipamento:
Ensaio do comutador ( fora do equipamento )
a) Tensão entre lâminas ( 550 Vca )

! "# $ % &' (# ) $ *
% ) + # $ ' " , - , ./
Ensaio do comutador ( montado no equipamento )
a) Resistência do isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 5,5 kVca ) – 1 ( um ) minuto
c) Tensão entre lâminas ( 550 Vca )
Ensaio do equipamento com as bobinas equalizadoras montadas e prensadas
a) Resistência do isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 5 kVca ) – 1 ( um ) minuto
c) Tensão entre lâminas ( 500 Vca )
Ensaio do equipamento com as bobinas principais montadas
a) Resistência do isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 2,4 kVca ) – 1 ( um ) minuto
c) Tensão entre lâminas ( 500 Vca )
Ensaio do equipamento com as bobinas principais prensadas
a) Resistência do isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 2,2 kVca ) – 1 ( um ) minuto
c) Resistência ôhmica entre lâminas ( 3 ½ dígitos )

Ensaio do equipamento após montagem das cunhas


a) Resistência do isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 2,1 kVca ) – 1 ( um ) minuto

Ensaio do equipamento soldado


a) Resistência do Isolamento ( 2.5 kV )
b) Resistência ôhmica entre lâminas ( 3 ½ dígitos )
c) Surge-Test entre lâminas (500V)

Ensaio do equipamento após impregnação e tratamento térmico


a) Resistência de isolamento ( 2,5 kV )
b) Tensão aplicada para a massa ( 3,0 kVca ) – 1 ( um ) minuto
c) Resistência ôhmica entre lâminas ( 3 ½ dígitos )
d) Surge – Test entre lâminas ( 500 V )
OBS: Qualquer alteração nos valores de ensaios finais se dará mediante solicitação
do cliente no contrato

5.4 Segurança
Ao realizar as atividades de testes elétricos em motores, geradores e
transformadores, os funcionários da área de testes devem se certificar das seguintes
condições:
- Utilizar EPI´s pertinentes àquela atividade ( Por exemplo: Luvas de alta tensão,
protetor auricular, etc.)
- Isolar e identificar a área de risco , não permitindo a entrada de pessoas não
autorizadas quando da realização dos testes.
- A atividade deve ser realizada por profissionais com formação específica ou
experiência comprovada e, com treinamento específico em segurança com
trabalhos em eletricidade,
- Somente os funcionários da sala de testes deverão operar os instrumentos para
testar equipamentos, principalmente o Hi-pot, por se tratar de um equipamento de
risco.

6 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
Não Aplicável

! "# $ % &' (# ) $ *
% ) + # $ ' " , - , ./
7 ANEXOS
Não Aplicável

0 1
Versão Original Elaborado por Data Aprovado por Data
deste
procedimento
- Ernane Nicolau 28/03/2007 ANTONIO PRADO 17/04/2008
Controle de Revisões do Procedimento
Revisão Revisado por Data Aprovado por Data
C Ernane Nicolau 08/12/99 ANTONIO PRADO 08/12/99
Histórico das Alterações feitas em cada Revisão

./ $ $01

2 $/ 3'$4 % 05 /

./ '!)01 6
43&$) # &)& % / % 4 # 7 / 8 4 7 ' )%) &)') )/ 8' )/ ).)$9 $7%$4)%)/ % ! 7%
% 4 # 7 / )' )': $!)% 7) &)/ ) 4 '' /& 7% 7 "
/ ' / '!)# / ) % / / %$' $ / 7 / % 4 # 7 7)/ $7; '#)05 / 4 7 $%)/ 7 # /# "
' &' % 01 < / 7 ' =) ) '4 $' / / # ) '$>)01 9&' //) ? / '$ )# 7 &' $.$%) ("

ESTE DOCUMENTO FOI EMITIDO ATRAVÉS DE SISTEMA COMPUTADORIZADO E APROVADO ATRAVÉS DE ASSINATURA
ELETRÔNICA.
UMA ASSINATURA MANUAL NÃO É REQUERIDA

! "# $ % &' (# ) $ *
% ) + # $ ' " , - , ./