Você está na página 1de 62

REDES INDUSTRIAIS

AGOSTO/2007
Eng. Geraldo Pazini
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
INTRODUÇÃO

Características:
64 nós
7 1
1
Bo
9
l k I/O
c
Máx. 500Kbps

5 0 9 -BOD

24v dc

Dispositivos

► Substituição de Dispositivos sem parada da Rede


5 0 9 -BOD

► Funcionalidade Mestre x Escravo ; Multimestre ou T


24v dc

Ponto a Ponto
► Utilizada para comunicação entre PLC e Dispositivos de Campo
(atuadores, sensores, medidores, etc)
► Modelo Produtor-Consumidor
► Determinístico com alta repetibilidade
► Alimentação 24Vdc dos Equipamentos via Cabo da Rede
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
INTRODUÇÃO

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DeviceNet

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO

95% DE TODOS OS PROBLEMAS


ENCONTRADOS NA DEVICENET
ESTÃO RELACIONADOS A
PROBLEMAS DE CAMPO OU
INSTALAÇÃO ESTRUTURAL

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO - CABOS

► Tipos de Cabos:

- Tipo Round Cable


- 4 Condutores + Shield
- Classe 2
** 24VDC – 4,0Amp.**

Cabo Grosso (Thick Cable)

Cabo Fino (Thin Cable)


INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO - CABOS

► Tipos de Cabos:

- Tipo Flat Cable


- 4 Condutores
- Disponível nas Classes 1 e 2, sendo:
Cl1 = 24VDC – 8Amp
Cl 2 = 24VDC – 4Amp – Maior Flexibilidade
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO - CABOS

► Formação dos Cabos


Round Cables Flat Cables
V- V-
Can L Can L
Shield Can H
Can H V+
V+

► Comprimento Máximo do Tronco x Tipo de Cabo x Velocidade

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO - CONEXÕES

► Seladas (Sealed)
Terminal “T”

Conectores Segmentos da linha tronco


da linha tronco -conectores moldados
instalados no
campo
Terminal múltiplo
- rosqueados
- prensados

► Abertas (Open-Style)
Tronco
Tronco

Derivações
Derivações

Terminais podem ser montados em


painéis ou caixas de junção
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO - TOPOLOGIA

► Tronco e Derivações

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO - TOPOLOGIA

► Tronco e Derivações
Trunk Line 50mts

TR

Drop Line
Inicio
3mts

Scanner

20mts
3mts
6mts

1mt

2mts TR
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO - TOPOLOGIA

► Medida do Comprimento total da Rede

Forma mais
utilizada

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO - TOPOLOGIA

► Determinando o Comprimento Máximo dos “Drop Line”

No Exemplo:
Temos:
42mts Drop Line

Logo:
Velocidade Rede
= 250Kbits

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – RESISTORES DE TERMINAÇÃO

Grande parte dos problemas associados ao sistema de


cabos esta relacionado com os resistores de terminação
instalados inadequadamente.
Os resistores devem ser instalados em ambas as extre-
midades da rede entre os condutores Can L (Azul) e
Can H (Branco), e a resistência entre estes deve ser de
aprox. 60,0 Ohms
Logo, os resistores devem ser de 121 Ohms
“Open Style”

“Sealed Style” “KwikLink flat cable”

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Características:
- Fonte com Proteção no Limite de Corrente
- Fusível de Proteção para cada seguimento
- Dimensionamento para suprir todos equipamentos do seguimento
- Tensão alimentação Rede 24VDC +/- 3,25%

► Princípios Gerais:
- Mover a fonte de alimentação na direção da seção sobrecarregada
- Mover as cargas de corrente mais alta para mais próximo da fonte.
- Transferir os dispositivos de seções sobrecarregadas para outras seções.
- Diminuir o comprimento dos cabos

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Verificação da Capacidade da Fonte por Análise:


Seção 01 = 86mts – Cabo Grosso
Somatória das Correntes:
1,10 + 1,25 + 0,50 = 2,85A
Logo:
Tabela: 100mts = 2,93A
Seção Operacional

Seção 02 = 158mts – Cabo Grosso


Somatória das Correntes:
0,25 + 0,25 + 0,25 = 0,75A
Tabela: 160mts = 1,89A
Seção Operacional
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Verificação da Capacidade da Fonte por Cálculo:

Onde:
Ln = Distância do Nó em relação a fonte
Rc = Resistência do Cabo
Nt = Número de nós entre a fonte e o Dispositivo
0.005 = Constante Resistência de Contato
In = Corrente de Consumo do Dispositivo
4.65 = Máxima queda de tensão permitida entre os nós da Rede.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Exemplo:

Seção 1:

Logo: 0,12 + 0,45 + 0,90 = 1,47V

Seção 1: 1,47V ≤ 4,65V

Seção 2:

*** Seção 2 não é Válida ***


Solução Alternativa:
Mover Equipamentos de maior consumo
Logo: 0,23 + 2,72 + 1,81 = 4,76V de corrente para a outra seção, ou
Seção 2: 4,76 > 4,65 acrescentar uma nova fonte na seção 2
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Exemplo: (continuação)

Então resolvemos o problema da Seção 2 da seguinte forma:


Deslocamento da
fonte para a seção
mais carregada

Arquitetura Aceitável
Realizando os cálculos novamente encontraremos os seguintes resultados:
Seção 1: 2,59V ≤ 4,65V
Seção 2: 1,81V ≤ 4,65V
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
MEIO FISICO – FONTES DE ALIMENTAÇÃO

► Corrente Máxima para as Derivações (Drop Lines):

Método de Cálculo:

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – ATERRAMENTO FONTE ALIMENTAÇÃO

► Formas de Aterramento utilizando Cabo Grosso ou Fino (Round Cables)

Quando utiliza-se 02 ou mais


fontes os V+ devem ser
desconectados entre as fontes

Aterramento

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


MEIO FISICO – ATERRAMENTO FONTE ALIMENTAÇÃO

► Formas de Aterramento utilizando Cabo Flat (Flat Cables)

Quando utiliza-se 02 ou mais


fontes os V+ devem ser
desconectados entre as fontes

Aterramento

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DeviceNet

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : Camadas Rede : Padrão OSI

A Camada “DataLink” carrega o conceito de detecção de colisão


CSMA/CD w/ NDA (Carrier Sense Multiple Access / Collision Detection w/ Non-Destructive Arbitration).
Isto significa que todos os módulos verificam o estado do barramento, analisando se outro módulo está ou não enviando
mensagens com maior prioridade. Caso isto seja percebido, o módulo cuja mensagem tiver menor prioridade cessará sua
transmissão e o de maior prioridade continuará enviando sua mensagem deste ponto, sem ter que reiniciá-la.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : NÍVEL DE SINAL

O que é Recessivo?
Nível 1 (digital) é RECESSIVO
Significa que a diferença de
tensão entre Can_H e Can_L
deve ser próxima de zero

O que é Dominante?
Nível 0 (digital) é DOMINANTE
Significa que a diferença de
tensão entre Can_H e Can_L
está entre os limites
estabelecidos – 0,9V a 3,5V

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : NÍVEL DE SINAL

► NÍVEIS DE SINAL NOMINAL

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : PACOTE DE MENSAGEM

► FRAME Format (pacote de dados)

RTR = Remote Transmission Frame


CRC = Cyclic Redundancy Check
ACK = Acknowledge

DLC = Data Length Code

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : PACOTE DE MENSAGEM

► IDENTIFIERS – 11 BITS DO FRAME


DeviceNet CAN Identifier Usage Predefined and Reserved Identifiers
IDENTIFIER BITS
HEX RANGE IDENTITY USAGE IDENTIFIER BITS DESCRIPTION
10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0
10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0
0 Group 1 Msg ID Source MAC ID 000-3ff Message Group 1 Group 1
0 Message ID Source MAC ID Group 1 Messages
Group 2 0 1 1 0 1 Source MAC ID Slave's I/O Change of State or Cyclic Message
1 0 MAC ID Message ID 400-5ff Message Group 2
0 1 1 1 0 Source MAC ID Slave's I/O Bit-Strobe Response Message
Group 3
1 1 Source MAC ID 600-7bf Message Group 3 0 1 1 1 1 Source MAC ID Slave's I/O Poll Response or COS /Cyclic Ack Message
Message ID
Group 2
Group 4 Message ID 7c0-7ef Message Group 4 1 0 MAC ID Message ID Group 2 Messages
1 1 1 1 1
(0-2f)
1 0 Source MAC ID 0 0 0 Master's I/O Bit-Strobe Command Message
1 1 1 1 1 1 1 X X X X 7f0-7ff Invalid CAN Identifiers 1 0 Source MAC ID 0 0 1 Reserved for Master's Use -- Use is TBD
1 0 Destination MAC ID 0 1 0 Master's COS /Cyclic Acknowledge msg
1 0 Source MAC ID 0 1 1 Slave's Explicit/Unconnected Explicit Response Msgs
1 0 Destination MAC ID 1 0 0 Master's Connected Explicit Request Messages
1 0 Destination MAC ID 1 0 1 Master's I/O Poll Cmd /COS /Cyclic Msgs
1 0 Destination MAC ID 1 1 0 Group 2 Only Unconnected Explicit Req . Msgs

O Campo “IDENTIFIER” é respon- 1 0 Destination MAC ID


Group 3
1 1 1 Duplicate MAC ID Check Messages

Group 3 Messages
sável pela identificação do tipo da
1 1 Message ID Source MAC ID
1 1 1 0 1 Source MAC ID Unconnected Explicit Response (UCMM) Messages

mensagem a ser transmitida e pa- 1

1
1

1
1

1
1

1
0

1
Source MAC ID

Group 4 Message ID
Unconnected Explicit Request (UCMM) Messages

Group 4 Messages
ra qual equipamento será desti- 1 1 1 1 1 0-2B Reserved Group 4 Identifiers

nada, distinguindo-os pelo MAC ID


1 1 1 1 1 2C Communication Faulted Response Message
1 1 1 1 1 2D Communication Faulted Request Message
1 1 1 1 1 2E Offline ownership Response Message
1 1 1 1 1 2F Offline ownership Request Message

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : DETECÇÃO DE FALHA

► Nível de Bit

Bit Monitoring: Após a escrita de um bit dominante, o módulo transmissor


verifica o estado do barramento. Se o bit lido for recessivo, significará que
existe um erro no barramento.

Bit Stuffing: Apenas cinco bits consecutivos podem ter o mesmo valor
(dominante ou recessivo). Caso seja necessário transmitir seqüencialmente
seis ou mais bits de mesmo valor, o módulo transmissor inserirá, imediata-
mente após cada grupo de cinco bits consecutivos iguais, um bit de valor con-
trário. O módulo receptor ficará encarregado de, durante a leitura, retirar
este bit, chamado de Stuff Bit. Caso uma mensagem seja recebida com pelo
menos seis bits consecutivos iguais, algo de errado terá ocorrido no barra-
mento.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : DETECÇÃO DE FALHA

► Nível de Mensagem
CRC (Cyclic Redundancy Check): Funciona como um checksum. O módulo
transmissor calcula um valor em função dos bits da mensagem e o transmite
juntamente com ela. Os módulos receptores recalculam este CRC e verificam
se este é igual ao transmitido com a mensagem.
Frame Check: Os módulos receptores analisam o conteúdo de alguns bits da
mensagem recebida. Estes bits (seus valores) não mudam de mensagem para
mensagem e são determinados pelo padrão CAN.
Acknowledgment Error Check: Os módulos receptores respondem a cada
mensagem íntegra recebida, escrevendo um bit dominante no campo ACK de
uma mensagem resposta que é enviada ao módulo transmissor. Caso esta
mensagem resposta não seja recebida (pelo transmissor original da
mensagem), significará que, ou a mensagem de dados transmitida estava
corrompida, ou nenhum módulo a recebeu.
Nota: Toda e qualquer falha acima mencionada, quando detectada por um ou mais módulos receptores, fará com que
estes coloquem uma mensagem de erro no barramento, avisando toda a rede de que aquela mensagem continha um erro
e que o transmissor deverá reenviá-la.
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
FUNCIONAMENTO DeviceNet : TRANSMISSÃO

► TRANSMISSÃO EM CAN (Controller Area Network)

0 VDC
A = + 3.5 VDC to +4.0 VDC ( Dominant State ) V-
B = +2.5 VDC to +3.0 VDC ( Recessive State )
C = +1.5 VDC to +2.0 VDC ( Dominant State )

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : Tipos de Sistemas

► MASTER / SLAVE

- Tipicamente o Mestre é um Scanner colocado em um Rack de PLC


- O mestre inicia a comunicação, os escravos recebem e retornam informação
quando necessário.
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
FUNCIONAMENTO DeviceNet : Tipos de Sistemas

► MULTI-MASTER / SLAVE

- Pode-se implementar um número ilimitado de Masters no sistema


- Um Master pode atuar como Slave de um outro Master
- Cada Dispositivo Escravo possui apenas um Mestre
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
FUNCIONAMENTO DeviceNet : Tipos de Sistemas

► PONTO-A-PONTO

- Diferentemente do modelo Mestre/Escravo, qualquer nó pode iniciar


a comunicação com outro dispositivo, quando esta for necessária

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : I/O MESSAGES

► PRODUTOR / CONSUMIDOR

- A mensagem não necessita explicitar endereço da fonte e destino


dos dados.
- Não existe o conceito de mestre. Qualquer nó pode iniciar um
processo de transmissão.
- Este modelo permite os tipos de Transmissão:
• Strobed (Multicast) = “um para muitos / muitos para um”
• Change of State (COS), baseado em evento
• Cyclic, baseado em tempo
• Polled (mestre/escravo) = Mestre envia uma mensa-
gem de cada vez aos escravos.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : I/O MESSAGES

► POLLED (mestre/escravo)
Neste método o mestre, no caso o cartão
scanner da rede montado no controlador, gera
uma mensagem de comando direcionada a um
determinado escravo (ponto-a-ponto) e a
resposta do escravo é direcionada ao mestre,
portanto podemos perceber que para cada
escravo o mestre gera uma requisição individual
e recebe um pacote de informações do
respectivo escravo.

► COS (Change of State)


Neste caso o escravo irá enviar seus dados ao
mestre somente quando houver mudança de
estado de suas entradas, e quando o escravo é
configurado para trabalhar com método COS ele
tem um recurso de comunicação cíclica para
indicar ao mestre que ele está na rede e
funcionando corretamente, sendo este recurso
conhecido como heartbreaker.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : I/O MESSAGES

► CYCLIC
Neste método o escravo atualiza seus dados no
mestre da rede em intervalos de tempo pré-
definidos, e este método tem grande utilização em
aplicações onde a variação de determinado ponto
não necessita de atualização instantânea;

► STROBED (multi-cast)
Neste método o mestre gera uma requisição tipo
mult-cast no barramento da rede e todos os
escravos com comunicação strobed respondem
um após o outro, portanto temos uma requisição
geral do mestre e respostas individuais de cada
escravo strobed;

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FUNCIONAMENTO DeviceNet : TIPOS DE MENSAGENS

► IMPLICIT MESSAGE (Mensagem I/O)

- São dados de tempo crítico orientados ao controle. Elas permitem


o trânsito de dados entre uma aplicação produtora e uma ou mais
aplicações consumidoras

► EXPLICIT MESSAGE (Mensagem Explicita)

- São utilizadas para transportar dados de configuração e diagnóstico


ponto a ponto. Estas mensagens possuem baixa prioridade. Elas constituem
uma comunicação do tipo pergunta/resposta geralmente utilizadas para
realizar a configuração de nós e o diagnóstico de problemas. O significado
de cada mensagem é codificado no campo de dados

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DeviceNet

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : COMO FAZER?

► ETAPAS

- Conhecer a arquitetura DeviceNet montada


- Possuir o Software de Configuração “RSNetworks for DeviceNet” ou similar
- Ter meios para acesso à Rede DeviceNet, tipo:
- Interface serial 1770-KFD
- Interface PCMCIA 1784-PCD ou PCI 1784-PCID
- Arquitetura Integrada via acesso por outra rede, Exemplo: Ethernet.
- Ter acesso à CPU (via Logix) onde esta conectado o Cartão Scanner (mestre)

1770-KFD 1784-PCID 1784-PCD


INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
CONFIGURANDO : VISÃO GERAL

► VISÃO GERAL DO FUNCIONAMENTO DO SCANNER

Imagem Entrada A A
B
B
B A C
A C
DD CC D
B D
C
E
EE D E
E
Discrete
Data Table Entrada
I/O Xfer

A X Mémoria Entrada
()
4 5 Y
Imagem Saída Z
Y Y
Z
X
X Z
D CY
Z X
EX

Data Table Discrete Saída


I/O Xfer
Memória Saída

Ladder Processor Master Dispositivo no


Scanner Campo
INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br
CONFIGURANDO : RSNETWORKs – O Software

Área de
Trabalho

Lista de
Equipamentos

Barra de
Status

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

► Buscando a Rede 2º – Visualiza a Árvore

1º - Network / OnLine

3º – a) Selecione a Rede
b) Pressione OK
c) Aguarde a Varredura

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

► Visualização da Rede Encontrada

Dispositvo não
Registrado no
Sistema

Quando um Dispositivo não é encontrado, necessitamos registrar o EDS (Eletronic Data


Sheet) do Produto para que o sistema reconheça-o e permita fazer sua configuração.
O EDS dos Produtos Rockwell podem ser encontrados na Internet no site:
http://www.ab.com/networks/eds.html

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

2º - Avançar..
► Registrando um EDS
1º - Register Device..

3º - Registrar..

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

2º - EDS Encontrado..Avançar.
► Registrando um EDS
1º - É possível Registrar um
único ou vários EDS. Forneça
o caminho do arquivo.

3º - Icone do Dispositivo...Avançar até


finalizar o Registro

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

► Simbologia & Significado

-Equipamento não encontrado - Equipamento Não


Reconhecido
On-line.

- Equipamento físico possui versão de Firmware incompatível com


a versão configurada.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

► Propriedades dos Dispositivos

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - Dispositivos

► Propriedades dos Dispositivos

Ver Arquivo EDS na Integra

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► Propriedades do Scanner

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► Propriedades do Scanner

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► O que Significa Entradas e Saídas

O que significa:
I : 1. 1

Palavra
Slot
Entrada

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► O que Significa Entradas e Saídas

O que significa:
O : 1. 1

Palavra
Slot
Saída

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► O que Significa Memória M0 e M1 O que significa:


M0 : 1 . 1

Palavra
Slot
Saída
O que significa:
M1 : 1 . 1

Palavra
Slot
Entrada

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CONFIGURANDO : RSNETWORKs - SCANNER

► O que Significa ADR (Auto Device Replace)

- Auto-Adress Recovery = Atualização


automática do Nó do dispositivo quando
substituído por um novo equipamento do
mesmo modelo e série

- Configuration Recovery = Atualização


automática da configuração do disposi-
tivo quando substituído por um novo
equipamento do mesmo modelo e série

Disp.Original Disp.Substituído

#55 #63

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DeviceNet

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DEVICELOGIX – Tecnologia

► DeviceLogix

- É uma Tecnologia específica para determinados equipamentos que possibilita a


execução de pequenas lógicas para controle do dispositivo sem a utilização de um
PLC.
- Dispositivos como Relé Inteligentes, Inversores de Freqüência entre outros que
possuem entradas e saídas física onboard oferecem esta tecnologia.
- Pode ser utilizada em casos de emergência quando por ventura ocorrer perda de
comunicação entre Dispositivo e PLC.

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DEVICELOGIX – Aplicação

► Exemplo de Lógica no Relé E3+

Ladder ou
Blocos Entrada 0

Saída 0

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


DeviceNet

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CÓDIGO DE ERROS - SCANNER

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


CÓDIGO DE ERROS - SCANNER

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br


FIM

DÚVIDAS ???
PERGUNTAS??

OBRIGADO PELA PARTICIPAÇÃO!!


Eng. Geraldo Pazini - Agosto/2007 -

INTERENG AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL LTDA - AMERICANA - SP - (19) 3471-6600 - filialamericana@intereng.com.br