Você está na página 1de 2

Agni Fritjof (Sten)

Nome: Agnis Fritjof


Apelido: Sten
Raça: Humano
Origem: Illuskano
Classe: Guerreiro pistoleiro
Antecedente: Artesão de guilda
Tendência: Caótico e bom
Idade: 17 Anos
Altura: 1,75 m
Peso: 73,5 kg

Idiomas: Comum, anão, gnômico.

Profissão: Ferreiro, funileiro.

Guilda: Lobos de Asgard

Traços de personalidade Ligações


Eu sempre quero aprender como as coisas funcionam e Eu criei um trabalho incrível para alguém, mas
o que deixa as pessoas motivadas. descobri que ele não era merecedor de recebê-lo, ainda
estou à procura dele.

Ideais Defeitos
Todos deveriam ser livres para perseguir seus próprios Na maioria das vezes sigo meu instinto, mesmo que ele
meios de vida. aponte um santo como culpado ou um abismo como raso.

Historia
Nascido em uma família de artesão sempre procurei me mostrar capaz, e esse foi meu erro. Enquanto estava na oficina um homem
misterioso veio me pedir para fazer um trabalho, que segundo ele nem mesmo meu irmão mais havia conseguido terminar, vendo aquilo
como a oportunidade que eu buscava aceitou o trabalho, depois e determinado tempo ele voltou, mas eu não estava presente e quanto
cheguei vi a oficina revirada e ele partindo com a minha criação pendurada em seu ombro, mais tarde vim a descobrir que o cliente
misterioso era na verdade um criminoso e usou a arma criada por mim em um massacre, meu pai se responsabilizou e por isso a culpa foi
toda para ele, o resto de minha família não me considerava mais digno de carregar o nome Fritjof em meu nome então eu fugi de casa em
busca de redenção.
Vivi por dois anos em uma cabana de piratas consertando seu equipamento em troca eles me ensinaram como me defender e sobre
armas de fogo, este foi o local onde ganhei o apelido de Sten, quando aprendi tudo que eu precisava decidi partir, mas antes fui me despedir
deles no porto quando acabei encontrando Sophia, uma élfa que aparentava precisar de ajuda, depois de um tempo de conversa ela me
contou que iria para outro continente, um continente onde eu poderia experimentar a vida nova, empolgado com a ideia de recomeço propus
a ela que formássemos uma guilda, porem não tínhamos dinheiro suficiente para isso então começamos a aceitar missões para juntar a
quantia necessária, ate que uma noite durante um acampamento que fizemos antes de voltar para receber uma missão escutei o grito de
Sophia, quando corri para ver oque tinha acontecido vi ela de pé na lagoa em que se banhava enquanto tentáculos negros estrangulavam
uma figura humanoide abaixo da água, depois que todos estavam calmos descobri que a figura humanoide era também um élfo só que de cor
de pele diferente que a viu se banhando e tentou flertar com ela, este élfo se chamava Vox Puer Natus que segundo ele significa voz de mel,
ele procurava cantar a historia de sua vida, mas essa era uma canção que não estava terminada, e quando soube dos nossos planos de ir
para o novo continente decidiu se juntar a nos para que pudesse encontrar sua canção, por sorte ele possuía economias guardadas e com
esse dinheiro conseguimos o suficiente para abrir a guilda.
Durante nossa convivência descobri oque Sophia já sabia, Vox era um mulherengo! Fato que nos rendeu algumas complicações... Ainda
tenho a marca de uma flechada por tentar ajuda-lo. Um dia durante uma viagem na qual Vox estava sozinho, ele acabou se envolvendo com
uma mulher casada e com isso arrumou uma briga na qual foi salvo por um guerreiro oriental, o qual manteve contato e mais tarde veio a
entrar na guilda.

Treino de atirador

1. Percepção aprimorada.
2. Capacidade de utilizar até duas técnicas de tiro em apenas um disparo.
3. Atirar com duas armas (igual lutar com duas armas do guerreiro, mas com armas de fogo).
4. Capacidade de criar modificações ou acessórios para armas de fogo (tripé, mira, carregador, etc.).
5. Modificar munição (ponta cortada, bala envenenada, dardos, etc.).