Você está na página 1de 16

1.

Tabelas de Pedido
1.1. PedidoC – Cabeçalhos de Pedido

1.1.1. CodEmpresa: Código da empresa. Referencia a tabela Empresa


1.1.2. TipoPedido: Código de dois dígitos identificando o tipo do pedido. Ex: “51”
significa NF de saída, “55” significa PDV, “56” ECF, etc.
1.1.3. CodPedido: Código do pedido
1.1.4. CodCliente: Código do cliente. Referencia a tabela Cliente
1.1.5. DataPedido: Data do pedido
1.1.6. CodPrazo: Código de três dígitos identificando o prazo de pagamento.
Referencia a tabela CondPag. Pagamento à vista é, por convenção, “000”.
1.1.7. Faturado: “S” se o pedido estiver faturado, “N” se não.
1.1.8. CodVendedor: Código do vendedor que realizou a venda. Referencia a
tabela Vendend
1.1.9. Comissao: Comissão do vendedor
1.1.10. DescontoPerc: Desconto percentual do pedido
1.1.11. Observacao1: Primeira linha da observação do pedido
1.1.12. CodOper: Código da operação realizada, referenciando a tabela CdOperc. A
operação determina se uma certa venda gera estoque, caixa, receber, livros
fiscais, etc.
1.1.13. DataFatura: Data em que este pedido foi faturado
1.1.14. CodEmpresaOrc: Ao se realizar uma importação de orçamento, este campo
receberá o código da filial ao qual este pertence.
1.1.15. CodOrc: Se for importado um orçamento, este campo referenciará o
orçamento de origem.
1.1.16. DescontoVlr: Desconto em valor do pedido. É permitido a um mesmo
pedido possuir, simultaneamente, descontos em percentual e em valor.
1.1.17. VlrAcrescimo: Valor do acréscimo dado ao pedido.
1.1.18. CodPedidoVenda: Se este pedido for uma troca, este campo conterá o
código do pedido de venda.
1.1.19. CodPedidoTroca: Se este pedido for uma venda com troca, este campo
referenciará o pedido de troca
1.1.20. CodPedidoOriginal: Se o pedido for uma troca, este campo poderá, caso
exista, conter o código do pedido que foi trocado.
1.1.21. CodTVenda: Código do tipo da venda. Referencia a tabela TipoVenda.
1.1.22. TotalPedido: Valor total do pedido, calculado automaticamente via trigger.

1.2. PedidoI – Itens de Pedido

1.2.1. CodEmpresa, TipoPedido, CodPedido, CodCliente: Referencia o pedido.


1.2.2. CodProd: Código do produto. Referencia a tabela Produto.
1.2.3. CodGrade: Grade do produto. A grade é uma subdivisão do produto, assim,
se você possui um produto chamado “Sorvete de casquinha extra-grande”, a
grade poderia representar o sabor do sorvete.
1.2.4. PrecoUnit: Valor unitário do item
1.2.5. DescontoVlr: Desconto em valor sobre o valor unitário do item
1.2.6. UnidadeSaida: A unidade em que o produto foi vendido. Exemplo: uma
determinada cerveja pode ser vendida tanto por garrafa quanto por
engradado.
1.2.7. QtdeUnidPadrao: A quantidade vendida convertida para a unidade padrão.
Por exemplo, se você vende cinco quilos de lingüiça, mas a unidade padrão
é gramas, a quantidade na unidade padrão será 5000.
1.2.8. PrecoTabela: Dependendo das configurações das rotinas de venda, o usuário
pode vender um determinado item a um preço diferente do cadastrado na
tabela de produtos. Este campo serve para guardar o preço padrão.
1.2.9. CFOP: Nº do Cadastro Fiscal de Operação.
1.2.10. TotalItem: O valor total deste item, calculado automaticamente via trigger.
1.2.11. TotalRateado: O valor do item considerando, também, os descontos
presentes no cabeçalho, os quais são rateados entre os itens para obter o
valor deste campo.
1.2.12. TipoPreco: Qual dos preços foi usado no item (Preço1, Preço2, Preço3,
Preço Custo, etc.).

1.3. EnceFat – Encerramento

Se um determinado pedido for um PDV e ele for faturado, será gerado um registro
na tabela EnceFat especificando as formas de pagamento.

1.3.1. CodEmpresa, TipoPedido, CodPedido: Referenciam o pedido


correspondente a este encerramento.
1.3.2. Dt_Movimento: Data em que o faturamento foi realizado.
1.3.3. CodVendedor: Vendedor que realizou o faturamento.
1.3.4. VlrDesconto: Valor do desconto.
1.3.5. VlrAcrescimo: Valor do acréscimo.
1.3.6. VlrCheque: Valor total pago em cheques à vista
1.3.7. VlrChPreDatado: Valor total pago em cheques pré-datados
1.3.8. VlrConvenio: Valor pago em convênio (geralmente, cartão de crédito)
1.3.9. VlrDinheiro: Valor pago em dinheiro
1.3.10. VlrTroco: Valor do troco
1.3.11. VlrReceber: Valor total pago via Contas a Receber
1.3.12. Observacao: Uma breve observação informada pelo usuário durante o
fechamento
1.3.13. CodPrazo: Caso se tenha gerado Contas a Receber, este campo conterá o
prazo.
1.3.14. Convenio: Caso se tenha pago via convênio, este campo conterá o convênio
1.3.15. Matricula: Caso se tenha pago via convênio, este campo conterá o número
da matrícula do conveniado
1.3.16. Conveniado: Caso se tenha pago via convênio, este campo conterá o nome
do conveniado (pode não ser o próprio cliente)
1.3.17. VlrFinanc: Caso se tenha realizado um financiamento, este campo conterá o
valor financiado
1.3.18. VlrFinLiq: Caso se tenha realizado um financiamento, este campo conterá o
valor financiado líquido.
2. Nota Fiscal de Saída

2.1. NFSaidC

2.1.1. CodEmpresa: O código da filial que emitiu a nota


2.1.2. NumNF: O número da nota fiscal
2.1.3. Serie: A série da nota fiscal
2.1.4. CodPedido: Caso esta NF esteja associada a um único pedido (NF simples),
este campo apontará para o pedido referido. Podem existir múltiplas notas
para um mesmo pedido, pois, caso os itens de um pedido não caibam no
formulário da nota, os itens restantes devem ser emitidos em outra. Também
pode existir uma nota que se refira a múltiplos pedidos. Neste caso, o campo
CodPedido fica em branco, e a referência aos pedidos é realizada por uma
tabela auxiliar (não exibida aqui).
2.1.5. Dt_Emissao: Data em que a nota foi emitida
2.1.6. CodCliente: Código do cliente para o qual a nota foi emitida
2.1.7. CodOper: Código da operação realizada, referenciando a tabela CdOperc. A
operação determina se uma certa nota gera estoque, caixa, receber, livros
fiscais, etc.
2.1.8. Cancelado: “S” se a nota fiscal foi cancelada
2.1.9. CodPrazo: Código do prazo de pagamento da nota.
2.1.10. CodVendedor: Vendedor que gerou a nota
2.1.11. TotalNF: Valor total da nota
2.1.12. TotalICM, TotalIPI, BaseICM, TotalISS, BaseISS, AliquotaISS,
BaseSubsTrib, TotalICMSSubsTrib: Valores de impostos
2.1.13. DescontoVlr: Desconto valor sobre a nota
2.1.14. DescontoPerc: Desconto em percentual sobre a nota. Note que este é um
valor independente do desconto em valor, e que os dois podem ser usados
simultaneamente, sendo ambos descontados.
2.1.15. NOP: Natureza de Operação. Consiste em um ou dois CFOPs, separados por
barra.
2.1.16. Dt_Cancelamento: Se a nota foi cancelada, a data constará neste campo.

2.2. NFSaidI

2.2.1. CodEmpresa, NumNF, Serie: Relacionam o item ao registro correspondente


na tabela NFSaidC
2.2.2. CodProd: Código do produto
2.2.3. CodGrade: Código da grade. Vide a descrição dos itens de pedido para uma
explicação mais detalhada.
2.2.4. Quantidade: A quantidade do item
2.2.5. PrecoUnit: Preço unitário
2.2.6. DescontoVlr: Desconto em valor sobre o preço unitário
2.2.7. AliqIPI, AliqICM, BaseICM, AliqISS, ValorIPI: Impostos
2.2.8. CodPedido: Código do pedido ao qual este item se refere
2.2.9. TipoPedido: Tipo do pedido ao qual este item se refere
2.2.10. UnidadeSaida: Unidade do produto (ex: kg, m², etc.)
2.2.11. QtdeUnidPadrao: Quantidade convertida para a unidade padrão. Vide
PedidoI.
2.2.12. CFOP: Cadastro Fiscal de Operação
2.2.13. DescRateado: Desconto do cabeçalho rateado entre os pedidos
2.2.14. Pagina: Se o sistema estiver configurado para, em pedidos grandes, gerar
uma nota fiscal única com múltiplas páginas (normalmente se gera múltiplas
notas fiscais para um mesmo pedido, se os itens não couberem), este campo
conterá o número da página.

3. Nota Fiscal de Entrada


3.1. NFEntrC – Cabeçalho da Nota Fiscal de Entrada

3.1.1. CodEmpresa: Código da filial onde a entrada foi realizada


3.1.2. CodFornec: Código do fornecedor que emitiu a nota
3.1.3. NumeroNF: Nº da nota, conforme emitido pelo fornecedor
3.1.4. Dt_Emissão: Data em que a nota foi emitida
3.1.5. Dt_Entrada: Data em que a nota entrou no sistema
3.1.6. CodOper: Código da operação, que referencia a tabela CdOperc. Esta tabela
determina se os itens da nota cairão no estoque, se a nota cairá nos livros
fiscais, se será gerado caixa, etc.
3.1.7. NumeroOC: Número da ordem de compra a partir do qual a nota foi gerada.
Note-se que nem todas as notas são geradas a partir de OC’s, e, portanto,
este campo é opcional.
3.1.8. TotalNF: Valor total da NF
3.1.9. DescPerc: Desconto percentual sobre a NF
3.1.10. CodPrazo: Prazo de pagamento da nota. Opcionalmente, pode-se deixar este
campo em branco e utilizar os campos de parcelas manuais, os quais, para
fins de simplificação, não estão sendo exibidos aqui.
3.1.11. DescVlrNF: Desconto em valor sobre a NF
3.1.12. NOP: Pode conter um ou dois CFOP’s, separados por barra.
3.1.13. NumOrd: Número seqüencial único gerado para a nota.
3.1.14. Serie: Série da nota
3.1.15. Modelo: Modelo da nota

3.2. NFEntrI – Itens da Nota Fiscal de Entrada

3.2.1. CodEmpresa, NumeroNF, CodFornec: Relacionam o item com o cabeçalho


da nota
3.2.2. CodProd: Código do produto
3.2.3. CodGrade: Código da grade
3.2.4. Quantidade: Quantidade do item
3.2.5. QtdUnidSaida: Quantidade convertida para a unidade de saída. Pode-se, por
exemplo, entrar com 1000 quilos de areia, e vendê-los na forma de 100
sacos de areia.
3.2.6. PrecoNF: Preço unitário do item
3.2.7. PrecoUnidSaida: Preço convertido para a unidade de saída. Por exemplo, se
um determinado produto entra em toneladas e sai em quilos, a quantidade na
unidade de saída será mil vezes maior, e o preço mil vezes menor. Calculado
por meio de regra de três.
3.2.8. TipoFisc: Tipo fiscal do item. Usado em cálculo de impostos.
3.2.9. DescVlr: Desconto em valor por unidade do item
3.2.10. DescVlrUnidadeSaida: Desconto em valor por unidade de saída.
3.2.11. DescPerc: Desconto em percentual
3.2.12. UnidadeEnt: Unidade de entrada do item.
3.2.13. PrecoCustoDigitado: Caso o usuário tenha optado por informar, para o item,
um preço de custo diferente do calculado pelo sistema, o preço informado
constará neste campo.
4. Documentos a Receber
4.1. DocuRec – Documentos a Receber

4.1.1. CodEmpresa: Código da filial


4.1.2. CodCliente: Código do cliente devedor
4.1.3. TipoDocto: Tipo do documento, conforme cadastrado na tabela TipoDoc
4.1.4. CodDocto: Nº do documento
4.1.5. Dt_Venda: Data da venda
4.1.6. Dt_Emissao: Data da emissão do documento
4.1.7. Dt_Vencimento: Data de vencimento do documento
4.1.8. CodMoeda: Código da moeda. “01” é Real.
4.1.9. ValorVenda: Valor da venda
4.1.10. ValorDocto: Valor total do documento
4.1.11. ValorDesc: Desconto em valor do documento
4.1.12. ValorPago: Valor pago do documento
4.1.13. ValorDevol: Valor devolvido
4.1.14. NossoNumero: Código usado na emissão de boletos bancários
4.1.15. NumOrd: Número seqüencial único
4.1.16. NumDocOrig : Identificação do documento, geralmente tipo+número. Por
exemplo, o NumDocOrig de um documento gerado a partir do pedido nº
“12345678” seria “5512345678”.
4.1.17. Situação: Situação em que o documento se encontra. Pode ser: 1 – Em
aberto; 2 – Liquidado; 3 – Parcialmente liquidado; 4 – Cancelado; 5 – Em
protesto; 6 – Devolvido; 7 – Creditado.

4.2. MoviRec – Movimentos a Receber

4.2.1. CodEmpresa, TipoDocto, CodDocto, CodCliente: Associam o movimento


ao seu respectivo documento
4.2.2. TipoMov: Tipo do movimento. Pode ser: 01 – Entrada de documento; 02 –
Transferência; 03 – Protesto; 04 – Liquidação total; 05 – Liquidação parcial;
06 – Prorrogação; 07 – Cancelamento documento; 08 – Estorno liquidação;
09 – Devolução
4.2.3. NumOrd: Número seqüencial único
4.2.4. ValorMov: Valor do movimento
4.2.5. ValorDesc: Valor do desconto
4.2.6. JurosMulta: Valor dos juros
4.2.7. Dt_Movimento: Data do movimento
4.2.8. Dt_Vencimento: Data do vencimento. Certos tipos de movimento podem
alterar a data de vencimento do DocuRec. Este campo armazena o valor que
a data de vencimento que o documento possuía no momento da
movimentação.
4.2.9. Estornado: Se o documento for estornado, este campo estará como sim

4.3. Observações sobre DocuRec/MoviRec:


Sempre que um registro é criado no DocuRec, ele entra na situação “1”, e é também
lançado um registro no MoviRec do tipo “01” (Entrada de documento). Quando o
documento é liquidado parcialmente, é gerado um movimento do tipo “05” e a situação
do documento é passada para “3” (parcialmente liquidado). Numa liquidação parcial, é
gerado um movimento do tipo “04” e a situação do documento muda para “2”
(liquidado). Num estorno, é gerado um movimento do tipo “08”, o campo “Estornado”
do movimento estornado é passado para “S”, e a situação do documento muda para “1”
ou “3”, dependendo do caso.

5. Documentos a Pagar
5.1. DocuPag – Documentos a Pagar

5.1.1. CodEmpresa: Código da filial;


5.1.2. TipoDocto: Tipo do documento, conforme a tabela TipoDoc;
5.1.3. CodDocto: Nº do documento;
5.1.4. CodFornec: Código do fornecedor, referencia a tabela Fornece;
5.1.5. CodMoeda: Código da moeda, “01” é Real;
5.1.6. ValorDocto: Valor total do documento;
5.1.7. ValorDesc: Total de descontos do documento, em valor;
5.1.8. ValorPago: Valor pago do documento;
5.1.9. JurosMulta: Total de juros e multas pagos, em valor;
5.1.10. Dt_Emissao: Data de emissão documento;
5.1.11. Dt_Vencimento: Data de vencimento do documento;
5.1.12. Situacao: Situação atual do documento, podendo ser:
1 – Em aberto;
2 – Liquidado;
3 – Parcialmente liquidado;
4 – Cancelado;
5 – Em protesto;
6 – Devolvido;
7 – Creditado;
5.1.13. ContaCxa: Conta caixa relacionada ao documento;
5.1.14. Historico: Texto descritivo, informando a que o documento se presta;
5.1.15. CodCart: Carteira onde o documento está depositado, referencia a tabela
Carteir;
5.1.16. CodOper: Operação que gerou o documento, referencia CdOperc;
5.1.17. NumOrd: Número seqüencial único;
5.1.18. CentroCusto: Código do centro de custo do documento, referencia
CentroCusto;
5.1.19. Anotacoes: Campo de digitação livre;
5.1.20. DoctoFornec: Caso o fornecedor tenha um código próprio para este
documento, esse pode ser gravado neste campo.

5.2. MoviPag – Movimentos a Pagar

5.2.1. CodEmpresa, TipoDocto, CodDocto, CodFornec: Referenciam o DocuPag


ao qual este movimento pertence;
5.2.2. NumOrd: Número seqüencial único;
5.2.3. TipoMov: Tipo do movimento, podendo ser:
1 – Entrada de documento (quando o documento é criado, gera-se também,
necessariamente, um movimento deste tipo);
2 – Transferência;
3 – Protesto;
4 – Liquidação total;
5 – Liquidação parcial;
6 – Prorrogação;
7 – Cancelamento de documento;
8 – Estorno de liquidação;
9 – Devolução;
5.2.4. Dt_Movimento: Data da movimentação;
5.2.5. Dt_Vencimento: Data do vencimento (pode diferir da data do documento em
caso de prorrogação);
5.2.6. ValorDesc: Desconto do movimento, em valor;
5.2.7. ValorMov: Valor movimentado;
5.2.8. JurosMulta: Juros e multa do movimento, em valor;
5.2.9. NumDocPgto: Número do documento bancário em que foi realizado o
pagamento;
5.2.10. CodBancoPgto: Código do banco em que foi realizado o pagamento;
5.2.11. CodAgenPgto: Código da agência bancária em que foi realizado o
pagamento;
5.2.12. ContaPgto: Conta bancária onde foi realizado o pagamento;
5.2.13. NomeBancoPgto: Nome do banco onde foi realizado o pagamento;
5.2.14. ContaCxa: Conta caixa relacionada a este movimento;
5.2.15. Usuario: Login do usuário que realizou a movimentação;
5.2.16. DataHora: Data e hora do movimento no formato DDMMYYHHNN;
5.2.17. CodOper: Código da operação que gerou a movimentação, referencia
CdOperc;
5.2.18. CodFormaPgto: Código da forma de pagamento, referencia ForPgto;
5.2.19. Estornado: Diz se o movimento foi estornado (quando há um estorno, o
movimento estornado é marcado como tal e gera-se um movimento do tipo 8
correspondente a esta operação);
5.2.20. Observacao: Campo de digitação livre;
5.2.21. OrdemLiqPagar: Caso se tenha realizado uma liquidação de contas a pagar
com múltiplos cheques, este campo conterá uma referência à tabela
LiqPagarChPre.

6. Controle de Estoque

6.1. MvGeral – Movimentação de Estoque

6.1.1. CodEmpresa: Código da filial em que ocorreu a movimentação de estoque.


Associado à tabela Filiais
6.1.2. TipoAgente: Tipo do agente que gerou a movimentação pode ser “A”
(Agente genérico, gerado em transferências e acertos de estoque, por
exemplo), “C” (Cliente, gerado em vendas, por exemplo) ou “F”
(Fornecedor, gerado em notas de entrada, por exemplo)
6.1.3. CodigoAgente: Código do agente que gerou a movimentação, sendo
“0000000000” no caso de agentes do tipo “A”, o código do cliente no caso
de agentes do tipo “C” ou o código do fornecedor, caso o tipo do agente seja
“F”
6.1.4. Documento: O número do documento que gerou esta documentação (Ex:
Código do pedido, número da nota, etc)
6.1.5. CodProd: O código do produto movimentado. Amarra com a tabela de
produtos.
6.1.6. CodGrade: A grade do produto movimentado.
6.1.7. Dt_Movimento: A data de movimento.
6.1.8. TipoMov: Código numérico de dois dígitos identificando o tipo da
movimentação. Movimentações menores que 50 são entradas e
movimentações maiores que 50 são saídas. Podem-se citar, como exemplos,
a nota de entrada, que é “01”, e o PDV, que é “55”. LEGENDA ABAIXO:
6.1.9. EstoqAnt: O estoque da movimentação anterior. As movimentações são
ordenadas por data e seqüência.
6.1.10. PrecMedAnt: Preço médio da movimentação anterior.
6.1.11. Quantidade: Quantidade movimentada neste registro. O estoque após a
movimentação corresponde a EstoqAnt+Quantidade para entradas e
EstoqAnt-Quantidade para saídas.
6.1.12. PrecoCusto: O preço de custo correspondente à movimentação. Se a
movimentação for uma entrada, um início de estoque ou um acerto de
estoque (“01”, “04” ou “05”), este corresponderá ao custo correspondente ao
documento, seja este calculado ou informado. Nos outros casos, o custo
corresponderá ao custo anterior.
6.1.13. PrecoMedio: Preço médio. Caso a movimentação seja “01”, “04” ou “05”,
este valor corresponderá a (EstoqAnt*PrecoMedioAnt +
Quantidade*Custo) / (EstoqAnt+Quantidade). Caso contrário, ou se
EstoqAnt+Quantidade for zero, o valor corresponde ao último preço médio.
6.1.14. PrecoVenda: Caso o movimento corresponda a uma venda, o preço pelo qual
o produto foi vendido constará neste campo.
6.1.15. PrecoEntrada: Caso o movimento corresponda a uma entrada, este campo
deverá conter o preço pelo qual o produto entrou.
6.1.16. Turno: Campo de controle, usado internamente pela rotina de
reprocessamento.
6.1.17. Sequencia: Código numérico único identificando a seqüência em que os
vários registros de MvGeral foram lançados. Note que esta seqüência é
global. Não podem existir dois registros de MvGeral com o mesmo número
de seqüência.

TIPOS DE MOVIMENTO: ENTRADAS

01 - ENTRADA (ENTRADA DE PRODUTO)


02 - ENTRADA DO INVENTARIO (ACERTO INDIVIDUAL)
03 - ENTRADA DE CAIXA ..
04 - INICIO DE ESTOQUE
05 - ENTRADA POR E/S
06 - ENTRADA VIA DOCUMENTO PRÓPRIO OU VIA DEVOLUÇÃO DE VENDA
07 - ENTRADA DE PERMUTA
08 - ENTRADA DE TROCA DE ORÇAMENTO IMPORTADO – integração entre lojas
ou pelo caixa
09 - ENTRADA VIA TROCA
10 - INICIO DE ESTOQUE POR ELIMINAÇÃO
11 - ENTRADA VIA PRODUÇÃO (ENTRADA DE ACABADOS DO MATERIAIS)
12- ENTRADA VIA TRANSFERENCIA ENTRE FILIAIS
13- ENTRADA VIA COMPRA DE USADO
14- ENTRADA VIA EMPRÉSTIMO
15- ACERTO DE PM
16- ENTRADA DE HORTIFRUTIGRANJEIROS (SISTEMA DE SACOLAO)
44- ENTRADA P/ TRANSF. LOCAL (SISTEMA LOGICARGAS)
45 - ENTRADA MEDIÇÃO FÍSICA

TIPOS DE MOVIMENTO: SAÍDAS

51 - SAIDA DE PRODUTO (DIGITACAO E EMISSAO DE NOTA FISCAL)


52 - SAIDA DO IVENTARIO (ACERTO INDIVIDUAL)
53 - SAIDA DE CAIXA (..) pm
54- SAÍDA POR E/S
55- SAÍDA DO PDV
56 – SAÍDA PDV FISCAL
57- SAÍDA ECF (NÃO É USADO)
58- SAÍDA DE ORÇAMENTO IMPORTADO – Integração entre lojas ou pelo caixa de
recebimento
59- VENDAS ACUMULADAS NO ECF
60- SAIDA DOS MATERIAIS / PROD. ACABADOS (VIA ENTRADA DE ACABADOS
COM OU SEM FÓRMULA)
61- SAÍDA DOS MATERIAIS VIA REQUISIÇÃO DE MATERIAIS.
62- SAÍDA SISTEMA DE HOTEL
63 – SAIDA REFERENTE A PARCELAS DO FECHAMENTO DE CONTRATO DE
CONSIGNACAO(MOTOCS).
64- SAÍDA VIA TRANSFERENCIA ENTRE FILIAIS
65- BAIXA DE PEÇA VIA OS
66- BAIXA DE ESTOQUE VIA AUTORIZAÇÃO DE PEDIDO (TIPO GORUTUBA)
67- SAIDA VIA EMPRÉSTIMO
68- SAÍDA DE HORTIFRUTIGRANJEIROS (SISTEMA DE SACOLAO)
69- SAÍDA VIA VENDA DE PAPEL (ARTE CAIXAS).
70- SAÍDA POR EXCLUSÃO DE COMPRA DE MATERIA PRIMA (VENDAS II)
92- SAIDA VIA PALM
93- SAÍDA REF. DEVOLUÇÃO MERCADORIA ARMAZENADA (LOGICARGAS)
94- SAÍDA P/ TRANSF. LOCAL (LOGICARGAS)
95 – SAÍDA MEDIÇÀO FÍSICA
96 – SAÍDA POR ENCERRANTE
98 – SAIDA DE CREDITO GERADO A PARTIR DE RESERVA
CANCELADA(HOTEL).
97 – SAIDA DE CREDITO USADO PELA HOSPEDAGEM.(HOTEL)

6.2. CompProd - Complemento do Produto

6.2.1. CodProd: O código do produto. Referencia a tabela Produto


6.2.2. CodEmpresa: O código da filial à qual este CompProd se refere.
6.2.3. CodGrade: O código da grade à qual este registro corresponde.
6.2.4. Estoque: O estoque atual do produto na filial especificada, por grade, se
existir. Este valor é atualizado automaticamente pelas triggers do sistema
quando se inclui/altera/exclui um registro no MvGeral.
6.2.5. QuantBloqueada: Quantidade bloqueada para movimentação. Corresponde à
parte do estoque que não pode ser baixada.
6.2.6. PrecoMedio: Valor do preço médio atual, correspondente ao último
MvGeral, atualizado automaticamente à medida em que são efetuadas
alterações na tabela citada.
6.2.7. PrecoCusto: Preço custo atual do produto. É atualizado automaticamente

quando se realiza entradas no MvGeral, mas pode, também, ser redefinido


manualmente pelo usuário.
6.2.8. DataCustoCalc: Data do último cálculo de preço de custo.
6.2.9. EstMaximo: O estoque máximo permitido para o produto.
6.2.10. EstMinimo: O estoque mínimo permitido para o produto.

7. Controle Bancário

7.1. MoviBan – Movimentação Bancária

7.1.1. CodEmpresa: O código da empresa em que a movimentação bancária foi


realizada.
7.1.2. CodBanco: O código do banco em que a movimentação bancária foi
realizada.
7.1.3. CodAgen: O código da agência bancária.
7.1.4. Conta: O número da conta em que foi realizada a movimentação.
7.1.5. DataMov: A data da movimentação.
7.1.6. NumOrd: Número de ordem, número seqüencial gerado pelo sistema,
identificando a movimentação.
7.1.7. TipoLanc: Código do tipo do lançamento bancário.
7.1.8. NumDoc: Número do documento referente à movimentação.
7.1.9. DC: “D” para débito, “C” para crédito.
7.1.10. ValorMov: Valor da movimentação.
7.1.11. ValorSaldo: Valor do saldo bancário após a movimentação.
7.1.12. LancAvulso: Se o lançamento for avulso, lançado manualmente pelo usuário
através das telas de movimentação bancária, este valor será “S”. Se, por
outro lado, a movimentação foi gerada automaticamente por alguma outra
tela do sistema, como numa liquidação de documento, por exemplo, este
campo conterá “N”.
7.1.13. CodMoeda: O código da moeda. O código do Real é “01”.
7.1.14. Historico: Uma breve descrição textual da movimentação, o que ela é e por
que foi realizada.
7.1.15. DataHora: Data e hora em que a movimentação foi realizada.
7.1.16. NumDocOrig: Número do documento de origem. Caso esta movimentação
tenha sido gerada automaticamente a partir de outro documento, este campo
conterá uma referência à sua origem, geralmente na forma “<Código do
documento>+<Nº do documento>”. É extremamente importante manter uma
notação padronizada para este campo, visto que é frequentemente necessário
referenciar ao documento original, seja para relatórios, seja para estornos.

7.2. PreData – Cheques Pré-Datados Emitidos pela Empresa

7.2.1. CodEmpresa: Empresa que emitiu o cheque


7.2.2. CodBanco: Código do banco
7.2.3. CodAgen: Agência bancária que emitiu o talão
7.2.4. NumCheque: Número do cheque
7.2.5. Dt_Emissão: Data em que o cheque foi emitido
7.2.6. Dt_Entrada: Data em que o cheque deve entrar no sistema
7.2.7. VlrCheque: Valor do cheque
7.2.8. Historico: Breve descrição do cheque, o porquê dele ter sido emitido, etc.
7.2.9. Lançado: Se o cheque houver sido lançado, isto é, se tiver entrado no
financeiro, este campo estará como “S”
7.2.10. CodMoeda: Moeda em que o cheque foi emitido. Referencia a tabela
Moeda.
7.2.11. CodFornec: Fornecedor para quem o cheque foi emitido
7.2.12. ChDevolvido: Se o valor deste campo for “S”, significa que o cheque foi
devolvido.

7.3. PreTerc – Cheques Pré-Datados Emitidos por Terceiros

7.3.1. CodEmpresa: Empresa que recebeu o cheque


7.3.2. CodBanco: Código do banco
7.3.3. CodAgen: Código da agência que emitiu o talão
7.3.4. Conta: Nº da conta bancária
7.3.5. NumCheque: Nº do do cheque
7.3.6. NomeBanco: Nome do banco. O banco do cheque recebido pode não estar
cadastrado no sistema, daí a necessidade deste campo.
7.3.7. Dt_Emissao: Data em que o cheque foi emitido
7.3.8. Dt_Entrada: Data em que o cheque deve cair no financeiro
7.3.9. VlrCheque: Valor do cheque
7.3.10. Historico: Breve descrição do cheque, de onde veio, para onde vai, etc.
7.3.11. Sacado: Nome do sacado. Pode não ser, necessariamente, um cliente

cadastrado.
7.3.12. CodCliente: Código do cliente que pagou usando este cheque.
7.3.13. Lancado: Se o cheque caiu no financeiro, este campo estará como “S”
7.3.14. CodMoeda: Código da moeda, de acordo com a tabela Moeda. “01” = Real
7.3.15. Vendedor: Código do vendedor que recebeu o cheque
7.3.16. NumDocOrig: Referência ao documento que foi pago usando este cheque.
Geralmente no formato <tipo de documento>+<nº de documento>
7.3.17. ChDevolvido: Se o cheque foi devolvido
7.3.18. Dt_Baixa: Data em que o cheque caiu no financeiro

8. Movimentação de caixa

8.1. Movimen – Movimento de caixa

8.1.1. NumOrd: Número seqüencial único, de 12 dígitos


8.1.2. CodEmpresa: Código da filial em cujo caixa o movimento foi realizado.
Referencia a tabela Filiais.
8.1.3. ContaCx: Código da conta caixa que foi movimentada. Referencia a tabela
PConta
8.1.4. Dt_Movimento: Data em que o movimento foi realizado
8.1.5. ValorMov: Valor do movimento
8.1.6. DC: “D” se for débito, “C” se for crédito
8.1.7. NumDocOrig: Referência ao documento que gerou a movimentação,
geralmente no formado <tipo>+<nº do documento>
8.1.8. CodEmpresaDespesa: Código da filial que gerou a movimentação. Pode não
ser necessariamente a mesma em que a movimentação do caixa foi realizada,
pois há clientes que concentram toda a movimentação em um único caixa, o
qual corresponderia ao CodEmpresa.
8.1.9. Simulado: Se for “S”, significa que o movimento é apenas uma simulação.
8.1.10. CentroCusto: Centro de custo da movimentação.
8.1.11. Usuario: Usuário que realizou o movimento.
8.1.12. LancAvulso: Caso a movimentação seja um movimento avulso, isto é, não
gerada a partir de nenhum documento, este campo conterá o valor “S”

8.2. SaldosT – Saldos diários do caixa

8.2.1. CodEmpresa: Filial à qual este saldo pertence.


8.2.2. DataSaldo: Data à qual este saldo corresponde.
8.2.3. DataSdInicial: Data do saldo imediatamente anterior a este.
8.2.4. Saldo: Valor do saldo no dia.
8.2.5. SaldoInicial: Valor do saldo no início do dia.

Note-se que o conteúdo desta tabela é gerado e atualizado automaticamente a partir


de triggers disparadas sempre que é realizada alguma inclusão, exclusão ou
alteração em Movimen.