Você está na página 1de 59

1 – HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2020 (Pe.

José Antonio de Oliveira / Gilson Celerino)

G Cm Cm/Eb Fm G7 Cm Eb Eb/G Ab Bb Eb Fm
1. Deus de amor e de ternura, contemplamos este mundo tão bonito que nos deste. Desse Dom, fonte da
Bb/D Bb Eb Fm Gbo G
vida, recordamos: Cuidadores, guardiões tu nos fizeste.
Cm C Fm Bb Bb/Ab G7 Cm C/E Fm Fm/Eb
Peregrinos, aprendemos nesta estrada o que o “bom samari--tano” ensinou: Ao passar por uma
Ddim7 G7 Cm Db Gbo G Cm Abmaj7 G7
vida ameaçada, Ele a viu, compadeceu-se e cuidou.
G Cm Cm/Eb Fm G7 Cm Eb Eb/G Ab Bb Eb Fm Bb/D
2. Toda vida é um presente e é sagrada, seja humana, vege--tal ou animal. É pra sempre ser cuidada e
Bb Eb Fm Gbo G
respeitada, desde o início até seu termo natural.
G Cm Cm/Eb Fm G7 Cm Eb Eb/G Ab Bb Eb Fm Bb/D
3. Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; ver felizes os teus filhos, tuas filhas; é a justiça para todos,
Bb Eb Fm Gbo G
sem medida; É formarmos, no amor, bela Família.
G Cm Cm/Eb Fm G7 Cm Eb Eb/G Ab Bb Eb Fm
4. Mata a vida o vírus torpe da ganância, da violência, da mentira e da ambição. Mas também o
Bb/D Bb Eb Fm Gbo G
preconceito, a intolerância. O caminho é a justiça e conversão.

2 – Ó SENHOR, DE TUDO, TENDES COMPAIXÃO (Pe. José Weber) (Sb 11,24s.27) (Sl 57(56))

Gm Cm Gm Eb Cm D7sus D7 Cm F7 Bbsus Bb
Ó Senhor, de tudo tendes compaixão, porque nada que criastes desprezais.
o
Gm Cm F Bb Eb Cm A /C A7/C# D Gm Cm Ao D7 Gm
[Perdoai nossos pecados, vos pedi---mos: Dai-nos, Senhor e nosso Deus, vosso perdão.] (bis)
Gm Eb F F Dm Gm Cm Eb D
1. Piedade, Senhor, piedade, pois em vós se abriga a minh’alma! De vossas asas, à sombra, me achego,
Ebo7 D7 Gm
até que passe a tormenta, Senhor!
Gm Eb F F Dm Gm Cm Eb
2. Vou louvar-vos, Senhor, entre os povos, dar-vos graças, por entre as nações! Vosso amor é mais alto
D Ebo7 D7 Gm
que os céus, mais que as nuvens a vossa verdade!
Gm Eb F F Dm Gm Cm Eb
3. Lanço um grito ao Senhor Deus Altíssimo, a este Deus que me dá todo o bem. Elevai-vos, ó Deus, sobre
D Ebo7 D7 Gm
os céus, vossa glória refulja na terra!
3 – SENHOR, TENDE COMPAIXÃO (Wallison Rodrigues) (Sl 51(50))
C7 F C F Bb Dm C
Senhor, tende compaixão do vosso povo que acolhe a conversão.
Bb Am Dm Bb F C7 F
[Reacendei em nós a chama batismal. Oh! Dá-nos luz e vosso perdão!] (2x)
F Am Dm G Bb C
1. Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Do meu
Bb C Dm F C7 F
pecado, todo inteiro, vem lavar-me e apagai completamente a minha culpa.
F Am Dm G Bb C
2. Eu reconheço toda a minha iniquidade, o meu pecado está sempre à minha frente. Foi contra
Bb C Dm F C7 F
vós, só contra vós que eu pequei e pratiquei o que é mau aos vossos olhos!
F Am Dm G Bb C Bb
3. Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me
C Dm F C7 F
afasteis de vossa face nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
F Am Dm G Bb C Bb
4. Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! Abri meus lábios, ó
C Dm F C7 F
Senhor, para cantar E minha boca anunciará vosso louvor!

4 – JESUS CRISTO, SOIS BENDITO (CF 2019) (Mauro Vialle Junior)

E A B A/B E E A B B7 E
Jesus Cristo, sois bendito, o ungido de Deus Pai! Jesus Cristo, sois bendito, o ungido de Deus Pai!

Quarta-feira de Cinzas:
C#m B F#m B7
1. Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: Não fecheis os corações como em Meriba!

5 – APAGAI, SENHOR – Graduale Romanum (Pe. J. Gelineau) (Sl 51(50))


Dm F C7 Dm F Gm F/A Gm/C Dm
Apagai, Senhor, o meu peca----do.
ou
Dm F C7 Dm F Gm F/A Gm/C Dm
Pequei, Senhor! Misericórdia!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
1. Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm
2. Eu reconheço toda a minha iniquidade, o meu pecado está sempre à minha frente. Foi contra
Am Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
vós, só contra vós, que eu pequei, e pratiquei o que é mau aos vossos olhos!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm
3. Mostrais assim quanto sois justo na sentença, e quanto é reto o julgamento que fazeis. Vede,
Am Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
Senhor, que eu nasci na iniquidade e pecador já minha mãe me concebeu.
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
4. Mas vós amais os corações que são sinceros, na intimidade me ensinais sabedoria. Aspergi-me e
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
serei puro do pecado, e mais branco do que a neve ficarei.
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F
5. Fazei-me ouvir cantos de festa e de alegria, e exultarão estes meus ossos que esmagastes.
Dm Am Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
Desviai o vosso olhar dos meus pecados e apagai todas as minhas transgressões!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
6. Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
7. Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! Ensinarei vosso
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
caminho aos pecadores, e para vós se voltarão os transviados.
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
8. Da morte como pena, libertai-me, e minha língua exaltará vossa justiça! Abri meus lábios, ó
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
9. Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. Meu sacrifício
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!
Am Dm G/D Am Dm/F Dm C F Dm Am
10. Sede benigno com Sião, por vossa graça, reconstruí Jerusalém e os seus muros! E aceitareis o
Dm/A F7+ F C/E G Asus4 Am
verdadeiro sacrifício, os holocaustos e oblações em vosso altar!
Dm F C7 Dm F Gm F/A Gm/C Dm
Apagai, Senhor, o meu peca----do.
ou
Dm F C7 Dm F Gm F/A Gm/C Dm
Pequei, Senhor! Misericórdia!

6 – EU VOS EXALTO, Ó SENHOR – Gr. Rom. – Cinzas (Most. S. Bento) (Sl 30(29))

Gm Am Gm Dm Gm
Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livras--tes!
Gm Eb/G Gm Cm/G Gm
1. Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes, e não deixastes rir de mim meus inimigos!
Gm Eb/G Gm Cm/G Gm
2. Senhor, clamei por vós, pedindo ajuda, e vós, meu Deus, me devolvestes a saúde!
Gm Eb/G Gm Cm/G Gm
3. Vós tirastes minha alma dos abismos e me salvastes, quando estava já morrendo!
Gm Eb/G Gm Cm/G Gm
4. Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade! Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!

7 – O QUE MEDITA NOITE E DIA – Gr. Rom. – Cinzas (Série Povo de Deus) (Sl 1)
(C7) F Dm Gm Dm G C Gm G C Gm C7 Dm7
O que medita noite e dia na lei do Senhor, dará seu fruto em tempo, Deus o conduz por
F/C Fsus4 F
seu caminho.
Dm Gm Gm7 C
1. Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos;
Dm Gm Gm7 C
2. Que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se;
Dm Gm Gm7 C
3. Mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.
Dm Gm Gm7 C
4. Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada;
Dm Gm Gm7
5. Ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que
C
ele faz vai prosperar.
Dm Gm Gm7
6. Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e
C
dispersada pelo vento.
Dm Gm Gm7 C
7. Por isso os ímpios não resistem no juízo nem os perversos, na assembleia dos fiéis.
Dm Gm Gm7 C
8. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.

8 – QUANDO MEU SERVO CHAMAR – Gr. Rom. (André Zamur) (Sl 91(90))
Am Dm E7 Dm Am F E7 Am Dm
Quando meu servo chamar, hei de atendê-lo, estarei com ele na tribulação. Hei de livrá-lo e glorificá-
E Am F Esus4
lo, e lhe darei longos dias.
Dm7 G Em Am Am/G F
1. Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, Diz ao Senhor: “Sois meu
G Em Am G
refúgio e proteção, Sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.
Dm7 G Em Am Am/G F
2. Do caçador e do seu laço ele te livra; Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de
G Em Am G
proteger-te; com seu escudo e suas armas defender-te.
Dm7 G Em Am Am/G F
3. Podem cair muitos milhares ao teu lado; podem cair até dez mil à tua direita. Nenhum mal há de
G Em Am G
chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta.

9 – LOUVOR E GLÓRIA A TI, SENHOR (ANO A) (D.R.)

G G/B C G C D7 G Em7 Am7 D7 G


Louvor e Glória a ti, Senhor, Cristo, Palavra de Deus; Cristo, Palavra de Deus!

1o Domingo da Quaresma:
G D C D
1. O homem não vive somente de pão, mas de toda a palavra da boca de Deus.

10 – COM SUAS ASAS – Grad. Rom. (Pe. Ney Brasil/Álvaro Antônio Rodrigues) (Sl 91(90))

E F#m C#m7 F#m7 E/G# A B E


Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas ar----mas, defender-te. Não temerás terror
F#m C#m7 F#m7 E/G# A BE
algum durante a noite, nem a flecha dispara--da em pleno dia.
E B F#m A C#m G#m
1. Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: “Sois meu
B C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente”.
E B F#m A C#m G#m B
2. Do caçador e do seu laço ele te livra, Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de
C#m F#m7 AMaj 7 Bsus4 B
proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.
E B F#m A C#m G#m
3. Não temerás terror algum durante a noite, nem a flecha disparada em pleno dia; nem a peste que
B C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
caminha pelo escuro, nem a desgraça que devasta ao meio-dia.
E B F#m A C#m G#m B
4. Podem cair muitos milhares a teu lado, podem cair até dez mil à tua direita: nenhum mal há de chegar
C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
perto de ti. nenhum mal há de chegar perto de ti.
E B F#m A C#m G#m B
5. Os teus olhos haverão de contemplar o castigo infligido aos pecadores; pois fizeste do Senhor o teu
C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
refúgio, e no Altíssimo encontraste o teu abrigo.
E B F#m A C#m G#m
6. Nenhum mal há de chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta; pois o Senhor deu uma
B C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
ordem a seus anjos para em todos os caminhos te guardarem.
E B F#m A C#m G#m B
7. Haverão de te levar em suas mãos, para o teu pé não se ferir nalguma pedra. Passarás por sobre cobras
C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
e serpentes, pisarás sobre leões e outras feras.
E B F#m A C#m G#m
8. “Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. Ao invocar-me hei
B C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores.
E B F#m A C#m G#m
9. Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, e vou mostrar-lhe minha
B C#m F#m7 AMaj7 Bsus4 B
graça e salvação, e vou mostrar-lhe minha graça e salvação".

11 – O HOMEM NÃO VIVE SOMENTE DE PÃO (CF 2019) (Pe. José Weber) (Mt 4,4) (Sl 19(18B))
C G Dm Am C Am F Em Am
O homem não vive somente de pão [mas de toda palavra da boca de Deus!] (bis)
Am F G Em Am Dm F E E7
1. A Lei do Senhor Deus é perfeita; Conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel; Sabedoria
Am
dos humildes!
Am F G Em Am Dm F E
2. Os preceitos do Senhor são precisos; Alegria ao coração! O mandamento do Senhor é brilhante; Para
E7 Am
os olhos é uma luz!
Am F G Em Am Dm F E E7
3. É puro o temor do Senhor; Imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos
Am
igualmente!
Am F G Em Am Dm F
4. Mais desejáveis do que o ouro são eles, do que o ouro refinado; Suas palavras são mais doces que o
E E7 Am
mel, que o mel que sai dos favos.
Am F G Em Am Dm F E
5. Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma. Que ela chegue até vós, ó Senhor!
E7 Am
Meu Rochedo e Redentor!

12 – LEMBRA, SENHOR, O TEU AMOR (Daniel De Angeles) (Sl 25(24))

F Bb7+ Dm F Gm C Bb Dm Am Bb6 Gm7 C F


Lembra, Senhor, o teu amor fiel para sempre! Que os inimigos não triunfem sobre o povo! De
Bb7+ Dm Bb C7 F
suas angústias, ó Senhor, livra tua gente!
Dm C F Gm Dm C Dm
1. Senhor, meu Deus, a ti elevo a minha alma, em ti confio: que eu não seja envergonhado. Não se
C F Gm Dm C
envergonhe quem em ti põe sua esperança, mas, sim, quem nega por um nada sua fé!
Dm C F Gm Dm C Dm
2. Mostra-me, Senhor os teus caminhos, e faz-me conhecer a tua estrada! Tua verdade me orienta
C F Gm Dm C
e me conduza, porque és o Deus da minha salvação!
Dm C F Gm Dm C Dm
3. Recorda, Senhor meu Deus tua ternura e a tua compaixão que são eternas. Não recordes meus
C F Gm Dm C
pecados quando jovem, nem te lembres de minhas faltas e delitos.
Dm C F Gm Dm C Dm
4. O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes
C F Gm Dm C
na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho.
Dm C F Gm Dm C Dm
5. Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem segue sua aliança e seus preceitos. Ó
C F Gm Dm C
Senhor, por teu nome e tua honra, perdoa os meus pecados que são tantos.

13 – LOUVOR A VÓS, Ó CRISTO (Adenor Terra)

F Dm Bb C Em7(b5) F C7 F Dm Bb C Em7(b5) F Bb6 F


Louvor a vós, ó Cristo Rei da eterna glória. Louvor a vós, ó Cristo Rei da eterna glória.
F C/E Dm
1. Numa nuvem resplendente fez-se ouvir a voz do Pai: “Eis meu Filho muito amado, escutai-o,
F/G C7
todos vós!”

14 – EIS O TEMPO DE CONVERSÃO (Pe. José Weber) (2Cor 2,6) (Sl 115(114)) (Sl 119(118))

D G7+ A D Bm Em A7 D D7 G A D Bm G7+
Eis o tempo de conversão, eis o dia da salvação: ao Pai voltemos, juntos andemos. Eis o tempo de
A7 D
conversão!
D Am6 B7 Em Em7 A7 D
1. Os caminhos do Senhor são verdade, são amor: dirigi os passos meus, em vós espero, Ó Senhor!
D Am6 B7 Em Em7 A7 D
Ele guia ao bom caminho, quem errou e quer voltar: Ele é bom, fiel e justo, Ele busca e vem salvar.
D Am6 B7 Em Em7 A7
2. Viverei com o Senhor: Ele é o meu sustento. Eu confio, mesmo quando minha dor não mais
D Am6 B7 Em Em7 A7
agüento. Tem valor aos olhos seus meu sofrer e meu morrer: libertai o vosso servo e fazei-o
D
reviver!
D Am6 B7 Em Em7 A7 D
3. A Palavra do Senhor é a luz do meu caminho; Ela é vida, é alegria: Vou guardá-la com carinho.
D Am6 B7 Em Em7 A7 D
Sua lei, seu mandamento é viver a caridade: Caminhemos todos juntos, construindo a unidade!

15 – NÃO CONTEIS A MAIS NINGUÉM – Gr. Rom. (Pe. José Weber) (Mt 17,9) (Sl 45(44))

Gm Dm Gm Dm Gm Dm Gm Dm Gm Eb F
Não conteis a mais ninguém a visão que vós tivestes, enquanto o Filho do Homem não tiver
Gm
ressuscitado.
Gm Eb F Dm F Gm
1. Transborda um poema do meu coração; vou cantar-vos, ó Rei, esta minha canção.
Gm Dm Gm Eb F
2. Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens! Vossos lábios espalham a graça, o encanto,
Dm F Gm
porque Deus, para sempre, vos deu sua bênção.
Gm Eb F Dm F Gm
3. Levai vossa espada de glória no flanco, herói valoroso, no vosso esplendor;
Gm Eb F Dm F Gm
4. saí para a luta no carro de guerra em defesa da fé, da justiça e verdade!
Gm Dm Gm Eb F Dm F
5. Vossa mão vos ensine valentes proezas, vossas flechas agudas abatam os povos e firam no seu coração
Gm
o inimigo!
Gm Dm Gm Eb F Dm F
6. Vosso trono, ó Deus, é eterno, é sem fim; vosso cetro real é sinal de justiça: Vós amais a justiça e odiais
Gm
a maldade.
Gm Eb F Dm F Gm
7. É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo, deu-vos mais alegria que aos vossos amigos.

16 – DERRAMAREI SOBRE VÓS – Graduale Romanum (Pe. Ney Brasil) (Ez 36,23-26) (Sl 34(33))

C Em F G Dm F G C Em
“Derramarei sobre vós uma água pura, sereis purificados de todas as faltas. E vos darei um
F C Em Dm G C
coração novo”, diz o Senhor.
Em Am Dm G Em
1. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma
Am Dm G
se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!
Em Am Dm G Em
2. Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o
Am Dm G
busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.
Em Am Dm G Em
3. Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a
Am Dm G
Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

17 – GLÓRIA E LOUVOR A VÓS, Ó CRISTO (ANO C) (D.R.)

Dm Gm Dm A7 Dm Gm Dm A7 Dm
Glória e Louvor a Vós, ó Cristo! Glória e Louvor a Vós, ó Cristo!

3o Domingo da Quaresma:
Dm Gm A7
3. Na verdade, sois Senhor, o Salvador do mundo. Senhor, dai-me água viva a fim de eu não ter sede!

18 – OS PRECEITOS DO SENHOR (Pe. J. Gelineau) (Sl 19(18))

F Dm Dm/F Gm Am Dm7 F7 Em7(b5) Am4


Os preceitos do Senhor são precisos, a--le---gria ao coração.
F Dm Dm/C Gm/Bb C F Dm Bb7
1. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz. Mais desejáveis do que o ouro
Gm7 Gm7/Bb Gm6 Gm7 Am
são eles, do que o ouro refi---nado.
F Dm Dm/C Gm/Bb C F Dm Bb7
2. Suas palavras são mais doces que o mel, que o mel que sai dos favos. E vosso servo, instruído
Gm7 Gm7/Bb Gm6 Gm7 Am
por elas, se empenha em guardá-las.
19 – SE CONHECESSES O DOM DE DEUS (Telmo José Tomio) (Jo 4)

C Am Dm G7 C Em F Dm G7 C Am
1. Se conhecesses o dom de Deus, quem é que te diz: dá-me de beber, és tu que lhe pedirias e
Dm G Em Am Dm G7 C
ele te daria d'água vi----va, sem----pre a correr!
F G7 C Am Dm G7 C C7 F G7 C Am
Senhor, dá-me de beber, vem e me sacia, em tua fonte viva! Senhor, dá-me de beber, vem e
Dm G7 C
me sacia,nesta santa eucaristia!
C Am Dm G7 C Em F Dm G7 C Am
2. Quem crê em mim, dentro de si, terá meu Santo Espírito, fonte a jorrar, um rio de água viva,
Dm G Em Am Dm G7 C
capaz de saciar, a sua se---de, se----de de Deus!

20 – REJUBILAI-VOS JERUSALÉM – Graduale Romanum (Pe. J. Gelineau) (Is 66,10-11) (Sl 122(121))

Bm F#m7 Bm D/F# Bm F#m7 Bm D/F# Bm C#m7 D/F# Bm7/F# E A/E D E D7+ A


Re----ju-----bi---lai-vos Je---ru-----sa---lém! Vós que a amais, vin----de, acorrei de alegria e
D
exultai!
D D/F# G#m7(b5) D/F# F#m
1. Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés já se
E A D
detêm, Jerusalém, em tuas portas.
D D/F# G#m7(b5) D/F# F#m E
2. Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as
A D
tribos do Senhor.
D D/F# G#m7(b5) D/F# F#m E A
3. Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de
D
Davi.
D D/F# G#m7(b5) D/F# F#m
4. Rogai que viva em paz Jerusalém, e em segurança os que te amam! Que a paz habite dentro de
E A D
teus muros, tranquilidade em teus palácios!
D D/F# G#m7(b5) D/F# F#m
5. Por amor a meus irmãos e meus amigos, peço: “A paz esteja em ti!” Pelo amor que tenho à casa
E A D
do Senhor, eu te desejo todo bem!
21 – ACLAMAÇÃO QUARESMAL IV (Ir. Miria T. Kolling)

D Bm G F#m B7 Em A7 D Bm Em A7 D
Louvor e honra a Vós, Senhor Jesus! Senhor Jesus! (bis)
Bm Em
1. Pois, eu sou a luz do mundo, quem nos diz é o Senhor; e vai ter a luz da Vida quem se faz meu
A7
seguidor!

22 – BOM É LOUVAR O SENHOR (Ney Brasil Pereira) (Sl 92(91))

D Bm Em A F#m Bm Em A D Bm Em Bom é
louvar o Senhor, nosso Deus, cantar salmos ao nome do Altíssimo; Com alegria aclamar
A F#m G A7 D
seu amor, Sua glória, bondade e poder.
Bm F#m G D G A
1. Como tuas obras me alegram, Senhor, os teus prodígios suscitam louvor. Tua presença eu
D D/F# G E/G# A4 A
contemplo no céu, olho a terra, também nela estás.
Bm F#m G D G A D
2. Tu engrandeces o homem mortal: Da natureza ele é rei e senhor. De honra o coroaste de glória e
D/F# G E/G# A4 A
poder, pouco menos que aos anjos do céu.
Bm F#m G D G A D
3. Narram os céus o que fez tua mão, todo o universo teu nome bendiz. A criação é um canto de
D/F# G E/G# A4 A
amor, e esse canto é também meu louvor.
Bm F#m G D G A
4. Tua bondade cercou-me de bens, tudo que tenho é por graça e favor. Quero teus dons co'os
D D/F# G E/G# A4 A
irmãos partilhar, vendo em ti nosso Deus, nosso Pai.
Bm F#m G D G A
5. Chave suprema de um plano de Pai, neste universo que cresce na dor. Deste-nos Cristo, Homem-
D D/F# G E/G# A4 A
Deus, nosso irmão, e é por ele que vamos a ti.

23 – O HOMEM CHAMADO JESUS – Grad. Rom. (Pe. José Weber) (Jo 9,11) (Sl 27(26))

A E7 A F#m D E Bm E D E7 A
O homem chamado Jesus fez barro e ungiu os meus olhos. [Eu fui, me lavei e estou vendo.] (bis)
A E F#m E A D A D
1. O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida;
E7 A
perante quem eu tremerei?
A E F#m E A D A D
2. Quando avançam os malvados contra mim, querendo devorar-me, são eles, inimigos e opressores, que
E7 A
tropeçam e sucumbem.
A E F#m E A D A D
3. Se os inimigos acamparem contra mim, não temerá meu coração; se contra mim uma batalha estourar,
E7 A
mesmo assim confiarei.
A E F#m E A D A D E7
4. Ao Senhor eu peço apenas uma coisa e é isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a
A
minha vida.
A E F#m E A D A D
5. Pois um abrigo me dará sob o seu teto nos dias da desgraça; no interior de sua tenda há de esconder-
E7 A
me e proteger-me sobre a rocha.

24 – A MIM, Ó DEUS, FAZEI JUSTIÇA (CF 2019) (André Zamur) (Sl 43(42)) (Sl 71(70))

Am C F Em Dm F G
A mim ó Deus, fazei justiça, defendei a minha causa contra a gente sem piedade;
Am F Dm Em Dm7 Em7 F Em7 Am
Do homem perverso e traidor, libertai-me, porque sois, ó Deus o meu socorro.
Dm Dm7 G Em7 Am Am/G
1. Eu procuro meu refúgio em vós, Senhor: Que eu não seja envergonhado para sempre! Porque sois
F G Em7 Am
justo, defendei-me e libertai-me! Escutai a minha voz, vinde salvar-me!
Dm Dm7 G Em7 Am Am/G
2. Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve! Porque sois a minha
F G Em7 Am
força e meu amparo, o meu refúgio, proteção e segurança!
Dm Dm7 G Em7 Am Am/G
3. Libertai-me ó meu Deus das mãos do ímpio, das garras do opressor e do malvado! Porque sois, ó
F G Em7 Am
Senhor Deus minha esperança, em vós confio desde a minha juventude!

25 – GLÓRIA A VÓS, Ó CRISTO (Pe. José Carlos Sala)

E A E/G# F#7 B7 A G# C#m A E


Glória a vós, ó Cris--to, verbo de Deus! Glória a vós, ó Cris---to, verbo de Deus! (2x)
C#m G#m F#m G# B7
1. Eu sou a ressurreição, eu sou a vida. Quem crê em mim não morrerá eternamente.

26 – TODO O QUE VIVE E CRÊ EM MIM – M. Romano (Pe. José Weber) (Jo 11,26) (Sl 63(62))

Em C D Bm Em
Todo o que vive e crê em mim não morrerá eternamente! (bis)
G Em Am Am6 D Am Am6 Bm
1. Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao
D7 G
clamor da minha prece!
G Em Am Am6 D Am Am6 Bm
2. Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu
D7 G
vos temo e em vós espero.
G Em Am Am6 D Am Am6 Bm
3. No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh´alma espera no Senhor mais que
D7 G
o vigia pela aurora.
G Em Am Am6 D Am Am6 Bm
4. Espere Israel pelo Senhor mais que o vigia pela aurora! Pois no Senhor se encontra toda graça e
D7 G
copiosa redenção.
G Em Am Am6 D Am Am6 Bm D7 G
5. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa.

27 – EU VIM PARA QUE TODOS TENHAM VIDA (Pe. José Weber) (Jo 10) (Mc 7) (Lc 19) (Mt 11) (Jo 6)

Em Am B7 Em
Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.
Em C Am F#O B7 Em
1. Reconstrói a tua vida em comunhão com teu Senhor; reconstrói a tua vida em comunhão com
Em7 Am D7 G
teu irmão: Onde está o teu irmão, eu estou presente nele.
Em C Am F#O B7 Em
2. "Eu passei fazendo o bem, eu curei todos os males"; Hoje és minha presença junto a todo
Em7 Am D7 G
sofredor: Onde sofre o teu irmão, eu estou sofrendo nele.
Em C Am F#O B7 Em
3. "Entreguei a minha vida pela salvação de todos"; Reconstrói, protege a vida de indefesos e
Em7 Am D7 G
inocentes: Onde morre o teu irmão, eu estou morrendo nele.
Em C Am F#O B7 Em
4. “Vim buscar e vim salvar o que estava já perdido". Busca, salva e reconduze a quem perdeu toda
Em7 Am D7 G
a esperança: Onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
Em C Am F#O B7 Em
5. "Este pão, meu corpo e vida para a salvação do mundo" é presença e alimento nesta santa
Em7 Am D7 G
comunhão: Onde está o teu irmão, eu estou, também, com ele.
Em C Am F#O B7 Em
6. "Salvará a sua vida quem a perde, quem a doa", "eu não deixo perecer nenhum daqueles que são
Em7 Am D7 G
meus". Onde salvas teu irmão, tu me estás salvando nele.
Em C Am F#O B7 Em
7. "Da ovelha desgarrada eu me fiz o bom pastor". Reconduze, acolhe e guia a que de mim se
Em7 Am D7 G
extraviou: Onde acolhes teu irmão, tu me acolhes, também, nele.

28 – OUVINDO O POVO QUE JESUS ENTRAVA (Iolanda Guedes)

A F#m Bm E7 A C#7 F#m


Ouvindo o povo que Jesus entrava, logo o foi encontrar; com ramos de palmeira, ao que chegava
Bm A D Bm A C#7 F#m Bm
puseram-se a saudar. Os filhos dos hebreus Jesus saudavam com suas vozes puras. A vida
E7 A D E7 A A7 D E A F#m
ressurgida anunciavam: Hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana, hosana, hosana,
Bm E7 A A7 D E A F#m Bm E7 A
hosana nas alturas! Hosana, hosana, hosana, hosana, hosana nas alturas!

29 – HOSANA AO FILHO DE DAVI (José Alves) (Mt 21,9)

D G D
(Solo): Hosana ao Filho de Davi!
D G D
(Todos): Hosana ao Filho de Davi!
D Bm Em A
1. Bendito o que vem em nome do Senhor!
D Bm Em A
2. Rei de Israel, Hosana nas alturas!

30 – SALVE Ó CRISTO OBEDIENTE (Pe. Silvio Milanez) (Fl 2,6-11)

Am E Am E7 Am E Am E7 Am
Salve, ó Cristo obediente! Salve, amor onipotente, que te entregou à cruz e te recebeu na luz!
C G C E7 Am E7
1. O Cristo obedeceu até a morte. Humilhou-se e obedeceu o bom Jesus, humilhou-se e obedeceu,
Am E7 Am
sereno e forte, humilhou-se e obedeceu até a cruz.
C G C E7 Am E7
2. Por isso o Pai do céu o exaltou, exaltou-o e lhe deu um grande nome, exaltou-o e lhe deu poder e
Am E7 Am
glória, diante dele céus e terra se ajoelhem!

31 – O INSULTO ME PARTIU O CORAÇÃO – Grad. Rom. (M. da A. da Ressurreição / Ir. K. Patrícia) (Sl 69(68))

F Am F G Am F G
O insulto me partiu o coração, não suportei, desfaleci de tanta dor! Eu esperei que alguém de mim
Am F G Am F G Am
tivesse pena, mas foi em vão, pois a ninguém pude encontrar. Procurei quem me alivias-----se e não
Bdim Am Bdim Am F G Am
achei! Deram-me fel como se fosse um alimento, em minha se----de ofereceram-me vinagre!
Am Dm G7 Am Am
1. Senhor, ouvi-me pois suave é vossa graça, ponde os olhos sobre mim com grande amor! Não oculteis a
Dm G7 Am
vossa face ao vosso servo! Como eu sofro! Respondei-me bem depressa!
Am Dm G7 Am Am
2. Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos. Que os céus
Dm G7 Am
e terra glorifiquem o Senhor, com o mar e todo ser que nele vive.

31 – O INSULTO ME PARTIU O CORAÇÃO II – Grad. Rom. (Willian Damasceno) (Sl 69(68))

C A7 Dm G7 C A7
O insulto me partiu o coração, não suportei, desfaleci de tanta dor! Eu esperei que alguém de mim
Dm G7 C A7
tivesse pena, mas foi em vão, pois a ninguém pude encontrar. Procurei quem me aliviasse e não
Dm G7 C A7 Dm
achei! Deram-me fel como se fosse um alimento, em minha sede ofereceram-me vinagre! Em minha
G7 C
sede ofereceram-me vinagre!
C A7 Dm G7 C C7
1. Senhor, ouvi-me pois suave é vossa graça, ponde os olhos sobre mim com grande amor! Não oculteis a
F G7 C
vossa face ao vosso servo! Como eu sofro! Respondei-me bem depressa!
C A7 Dm G7 C C7
2. Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos. Que os céus
F G7 C
e terra glorifiquem o Senhor, com o mar e todo ser que nele vive.

32 – PAI, SE ESTE CÁLICE – Graduale Romanum (José Alves) (Sl 130(129)) (Mt 26,42)

Dm Am Dm Gm Am Dm
Pai, se este cálice não pode passar sem que o beba, seja feita a tua vontade!
Dm Am Dm Gm F Bb F
1. Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem
C Am7 Dm
atentos ao clamor da minha prece!
Dm Am Dm Gm F Bb F C
2. Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão,
Am7 Dm
eu vos temo e em vós espero.
Dm Am Dm Gm F Bb F C
3. No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh'alma espera no Senhor
Am7 Dm
mais que o vigia pela aurora.
Dm Am Dm Gm F Bb F C
4. Espere Israel pelo Senhor mais que o vigia pela aurora! Pois no Senhor se encontra toda graça e
Am7 Dm
copiosa redenção.
Dm Am Dm Gm F Bb F
5. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, desde agora e para sempre, ao Deus que é, que era e
C Am7 Dm
que vem, pelos séculos, amém.

33 – QUANTO A NÓS DEVEMOS GLORIAR-NOS NA CRUZ (Pe. Ney Brasil) (Gl 6,14) (Sl 67(66))

F Bb Dm C F Am Bb C Gm C F Am Bb C
Quanto a nós devemos gloriar-nos na cruz de Nos-so Senhor Jesus Cris---to. Que é nossa salvação,
Gm C Am Dm Bb6 C Dm Gm Dm7/A Bb6 C
nossa vi----da, nossa esperança de ressurreição, e pelo qual fomos salvos e líber----tos.
Am Bb Dm F6 Bb F
1. Esta é a noite da ceia pascal, a ceia em que nosso Cordeiro se imolou.
Am Bb Dm F6 Bb F
2. Esta é a noite da ceia do amor. A ceia em que Jesus por nós se entregou.
Am Bb Dm F6 Bb F
3. Esta é a ceia da nova ali--ança. A aliança confirmada no sangue do Senhor.
Am Bb Dm F6 Bb F
4. Que Deus nos dê a sua graça e sua benção e sua face resplandeça sobre nós.
Am Bb Dm F6 Bb F
5. Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.
Am Bb Dm F6 Bb F
6. Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

34 – EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO (Pe. Ney Brasil) (Jo 13,34-35) (Pr 9,5)

C G C F Am G C
Eu vos dou um novo mandamen-----to:
C F C F C G C G C F G C
"Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei", disse o Senhor. (bis) 
C F G
1. Vinde comer do meu pão, e beber do vinho que misturei.

35 – JESUS ERGUENDO-SE DA CEIA (Waldeci Farias) (Jo 13,4-15.34-35) (1Cor 13,13)

C F C F G C A7 Dm G
1. Jesus erguendo-se da ceia, jarro e bacia tomou. Lavou os pés dos discípulos. Este exemplo nos
C Am Em F Dm C
deixou. Aos pés de Pedro inclinou-se: Ó Mestre, não por quem és?
A7 Dm G C
[Não terás parte comigo se não lavar os teus pés.] (bis)
C F C F G C A7 Dm G
2. És o Senhor, tu és o Mestre. Os meus pés não lavarás. O que ora faço não sabes, mas depois
C Am Em F Dm C
compreenderás. Se eu vosso Mestre e Senhor, vossos pés hoje lavei.
A7 Dm G C
[Lavai os pés uns dos outros. Eis a lição que vos dei.] (bis)
C F C F G C A7 Dm G
3. Eis como irão reconhecer-vos como discípulos meus. Se vos ameis uns aos outros, disse Jesus
C Am Em F Dm C
para os seus. Dou-vos novo mandamento. Deixo ao partir nova lei.
A7 Dm G C
[Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.] (bis)

36 – ONDE O AMOR E A CARIDADE (Sex. IX-X)

E G#m7 F#m7 E/F# C#m B F#m E/G# A/C# B7 E


Onde o amor e a ca------ri-----da----de, Deus aí es---tá!
E G#m F#m G#m/F# E/F# G#m F#m Bsus4 G#m E G#m A
1. Congregou-nos num só cor---------po o amor de Cris------to. Exultemos, pois, e nele
F# B4 E/G# A6 E/G# F#m A B E C#m E7+ A F#m B F#m7
jubilemos. Ao Deus vivo nós temamos, mas amemos. E, sinceros, uns aos outros, nos
Bsus4 E
queira-------mos.
E G#m F#m G#m/F# E/F# G#m F#m Bsus4 G#m E G#m A F# B4
2. Todos juntos, num só cor---------po congrega-------dos: Pela mente não sejamos separados!
E/G# A6 E/G# F#m A B E C#m E7+ A F#m B F#m7 Bsus4 E
Cessem lutas, cessem rixas, dissenso----es, mas esteja em nosso meio Cristo De-----------us!
E G#m F#m G#m/F# E/F# G#m F#m Bsus4 G#m E G#m A F# B4
3. Junto um dia, com os elei---------tos, nós veja--------mos Tua face glori----osa, Cristo Deus:
E/G# A6 E/G# F#m A B E C#m E7+ A F#m B F#m7 Bsus4 E
Gáudio puro, que é imenso e que ainda vem, pelos séculos dos séculos. A-----mém.

37 – ISTO É O MEU CORPO (Pe. Miguel Carneiro) (1 Cor 11, 24-25) (Sl 23(22))

Eb Cm Fm Eb Bb Fm Eb Fm Cm Ab
Isto é o meu corpo, entregue por vós, este é o cálice da Nova Aliança no meu Sangue. Fazei isto em
Bb Eb
memória de mim.
Eb Cm Fm Bb Eb Cm
1. O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes
Fm Bb Eb Cm Fm Bb
ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me encaminha e restaura as minhas forças.
Eb Cm Fm Bb Eb
2. Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vale
Cm Fm Bb Eb Cm Fm Bb
tenebroso, nenhum mal eu temerei; estais comigo com bastão e com cajado; eles me dão a segurança!
Eb Cm Fm Bb Eb Cm Fm
3. Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo, e com óleo vós ungis minha cabeça; o meu
Bb
cálice transborda.
Eb Cm Fm Bb Eb Cm Fm
4. Felicidade e todo bem hão de seguir-me por toda a minha vida; e na casa do Senhor habitarei pelos
Bb
tempos infinitos.

38 – ALMA DE CRISTO (Marco Frisina)

Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A G Bm
Alma de Cristo, santificai-me. Corpo de Cristo, sal--vai-me. Sangue de Cristo, inebriai-me.  Água
Em6 Bm F# Bm
do lado de Cristo, la-vai-me. 
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm Em6 Bm
1. Paixão de Cristo, confortai-me. Ó bom Jesus, ouvi--me. Dentro de Vossas chagas, escondei-me,
Em6 F#m Bm
es---con-dei-me. 
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm
2. Não permitais que me separe de vós. Do espírito maligno, defendei-me. Na hora da morte,
Em6 Bm Em6 F#m Bm
cha---mai-me, cha---------mai-me.
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm
3. E mandai-me ir para vós, para que com vossos Santos vos louve por todos os séculos dos séculos.
Em6 Bm Em6 F#m Bm
A------mém, a----------mém.
38 – ALMA DE CRISTO (latim) (Marco Frisina)

Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A G Bm Em6 Bm


Anima Christi, sanctifica me. Corpus Christi, salva me. Sanguis Christi, inebria me. Aqua lateris Christi,
F# Bm
lava me.
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F#m Bm
1. Passio Christi, conforta me. O bone Iesu, exaudi me. Intra vulnera tua absconde, abscon--de me.
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm Em6 Bm
2. Ne permittas a te me separari. Ab hoste maligno defende me. In hora mortis me-æ voca me,
Em6 F#m Bm
vo----ca me.
Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F# Bm G A Bm Em6 Bm Em6 F#m Bm
3. Et iube me venire ad te, ut cum sanctis tuis laudem te per infinita sæcula sæculorum. A---------men.

39– EIS-ME AQUI (Marco Frisina) (Sl 40(39))

D A Em Bm G D A4 A Bm F#m G D G Bm
Eis-me aqui, eis-me aqui! Senhor, eis que venho. Eis-me aqui, eis-me aqui! Faça-se em mim a tua
A4 A D
vonta----de.
D G D Bm A4 A Em A7 Bm F#m G E7
1. No meu Senhor eu esperei, Ele se inclinou para mim, e, ouvindo o meu gri---to, me libertou da
A4 A
morte.
D G D Bm A4 A Em A7 Bm F#m G E7
2. Os meus pés ele apoiou, os meus passos firmou. Ele colocou na minha bo--ca um canto novo
A4 A
de louvor.
D G D Bm A4 A Em A7 Bm F#m G E7
3. O sacrifício não quiseste, mas me abriste o ouvido; não pediste holocausto, e então eu disse:
A4 A
“Eis que venho!”

40 – TÃO SUBLIME SACRAMENTO (Melodia do Séc. XV)

B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E
1. Canta Igreja, o Rei do mundo, que se esconde sob os véus; canta o sangue tão fecundo,
C#m G#m B7 E B7 E B7 E A E A B7 E
derramado pelos seus. E o mistério tão profundo, de uma Virgem, Mãe de Deus.
B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E C#m G#m B7 E
2. Um menino nos foi dado, veio aos servos o Senhor. Foi na terra semeado o seu Verbo Salvador.
B7 E B7 E A E A B7 E
Ao partir nos foi deixado, pão de vida, pão de amor.
B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E C#m G#m B7 E
3. Celebrando a despedida, com os doze Ele ceou. Toda a Páscoa foi cumprida, novo rito inaugurou.
B7 E B7 E A E A B7 E
E, seu corpo, pão da vida, aos irmãos Ele entregou.
B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E C#m G#m B7 E
4. Cristo, Verbo onipotente, deu-nos nova refeição: faz-se carne realmente o que deixa de ser pão.
B7 E B7 E A E A B7 E
Eis que o vinho é sangue ardente: vence a fé, gosto e visão.
B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E C#m G#m B7 E
5. Tão sublime Sacramento, adoremos neste altar, pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar.
B7 E B7 E A E A B7 E
Venha a Fé, por suplemento os sentidos completar.
B7 E B7 E C#m G#m B7 E B7 E B7 E C#m G#m B7 E
6. Ao eterno Pai cantemos e a Jesus, o Salvador. Ao Espírito exaltemos na Trindade, Eterno Amor.
B7 E B7 E A E A B7 E A E B7 E
Ao Deus Uno, e Trino demos a alegria do louvor. Amém, Amém.

41 – POVO MEU, QUE TE FIZ EU? (IMPROPÉRIOS I) (Pe. Joaquim X. Coutinho) (Mc 6,3)

Cm Ab G Eb Bb Ab
1. Povo meu, que te fiz eu? Dize: em que te contristei? Por que à morte me entregaste?  Em que foi
G
que eu te faltei?
Am G F C Dm G C
Deus Santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós! 
Cm Ab G Eb Bb Ab G
2. Eu te fiz sair do Egito, com maná te alimentei.  Preparei-te bela terra: Tu, a cruz para o teu Rei!
Cm Ab G Eb Bb Ab
3. Bela vinha eu te plantara, tu plantaste a lança em mim,  água doce eu te dava, foste amargo até o
G
fim!
Cm Ab G Eb Bb Ab G
4. Flagelei por ti o Egito, primogênitos matei; Tu, porém, me flagelaste, entregaste o próprio Rei!
Cm Ab G Eb Bb Ab G
5. Eu te fiz sair do Egito, afoguei o Faraó; aos teu sumos sacerdotes entregaste-me sem dó!
Cm Ab G Eb Bb Ab G
6. Eu te abri o mar Vermelho, tu me abriste o coração, a Pilatos me levaste, eu te levei pela mão.
Cm Ab G Eb Bb Ab G
7. Pus maná no teu deserto, teu ódio me flagelou; fiz da pedra correr água, o teu fel me saturou!
Cm Ab G Eb Bb Ab G
8. Cananeus por ti batera, bateu-me uma cana à toa; dei-te cetro e realeza, tu, de espinhos a coroa!
Cm Ab G Eb Bb Ab
9. Só na cruz tu me exaltaste, quando em tudo te exaltei; que mais podia eu ter feito? Em que foi
G
que eu te faltei?

42 – Ó CRUZ FIEL – Venantius Fortunatus – séc VI (Melodia Catalã – Domingos Sanchis)

E A E B7 E A E
Fiel madeiro da Santa Cruz. Ó árvore sem rival. Que selva outro lenho produz, que traga em si
B7 E A B7 E A B7 E A E B7
fruto igual? Quão doce peso conduz, ó lenho celestial! Fiel madeiro da Santa Cruz, ó árvore sem
E
rival!
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7
1.A) Cantem meus lábios a luta que sobre a cruz se travou; B) Cantem o nobre triunfo que no
E G#m7 C#m E C#m G#m7 C#m E B C#
madeiro alcançou. A e B) O Redentor do Uni--verso, quando por nós se imolou.
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7 E G#m7
2.A) O Criador teve pena do primiti----vo casal, B) Que foi ferido de morte, comendo o fru--to
C#m E C#m G#m7 C#m E B C#
fatal, A e B) E marcou logo outra árvore, para curar-nos do mal.
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7 E G#m7 C#m
3.A) Tal ordem foi exigida na obra da salva--ção: B) Cai o inimigo no laço de sua própria invenção.
E C#m G#m7 C#m E B C#
A e B) Do próprio lenho da morte Deus fez nascer redenção.
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7 E G#m7
4.A) Na plenitude dos tempos, a hora santa chegou. B) E, pelo Pai enviado, nasceu do mundo o
C#m E C#m G#m7 C#m E B C#
autor; A e B) E duma Virgem no seio a nossa carne tomou.
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7 E G#m7
5.A) Seis lustros tendo passado, cumpriu a sua mis---são. B) Só para ela nascido, livre se entrega à
C#m E C#m G#m7 C#m E B C#
Paixão. A e B) Na cruz se eleva o Cordeiro, como perfeita oblação.
E C#m G#m B7 E G#m7 C#m E C#m G#m B7 E
6.A) Glória e poder à Trindade ao Pai e ao Filho, Lou---vor. B) Honra ao Espírito Santo. Eterna glória
G#m7 C#m E C#m G#m7 C#m E B C#
ao Senhor, A e B) Que nos salvou pela graça e nos remiu pelo amor.

43 – VITÓRIA, TU REINARÁS! (Melodia Eslava)

F F7 Bb F C7 F
Vitória, Tu reinarás! Ó cruz! Tu nos salvarás! (bis)
F Bb C7 F Bb C7 F
1. Nós vamos à Cidade e lá eu irei sofrer; Serei crucificado, mas hei de reviver!
F Bb C7 F Bb C7 F
2. Vocês não são do mundo, do mundo os escolhi! Se o mundo os odeia, primeiro odiou a mim!
F Bb C7 F Bb C7 F
3. Vocês vão ter no mundo tristezas e aflição, mas eu venci o mundo, coragem e vencerão!
F Bb C7 F Bb C7 F
4. Se o grão, que cai na terra, não morre, fica só, se morre germina e cresce, seu fruto será maior!
F Bb C7 F Bb C7 F
5. Pois era necessário um só sofrer por todos. E, assim, os separados formarem um só Povo.
F Bb C7 F Bb C7
6. Escutem meu Mandamento, reparem como os amei! Por todos eu dei a vida, se amem, assim,
F
vocês!
F Bb C7 F Bb C7 F
7. Se alguém quer ser meu servo, me siga e, então, verá, esteja onde eu estiver, meu Pai o honrará!

44 – BENDITA E LOUVADA SEJA (Popular Brasileiro)

E A B E E7
1. Bendita e louvada seja, no céu a divina luz;
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[e nós também cá na ter----ra louvemos a Santa Cruz!] (bis)
E A B E E7
2. Os céus cantam a vitória de nosso Senhor Jesus.
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[Cantemos também na ter-----ra louvores à Santa Cruz!] (bis)
E A B E E7
3. Sustenta gloriosamente nos braços o bom Jesus,
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[sinal de esperança e vi------da o lenho da Santa Cruz.] (bis)
E A B E E7
4. Humildes e confiantes levemos a nossa cruz,
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[seguindo o sublime exem----plo de nosso Senhor Jesus.] (bis)
E A B E E7
5. Cordeiro imaculado, por todos morreu Jesus;
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[pagando as nossas cul-----pas, é rei pela sua Cruz.] (bis)
E A B E E7
6. É arma em qualquer perigo, é raio de eterna luz,
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[bandeira vitorio------sa, o santo sinal da Cruz.] (bis)
E A B E E7
7. Ao povo aqui reunido, dai graça, perdão e luz.
A B G#7 C#m F#m7 B E (E7)
[Salvai-nos, ó Deus clemen----te, em nome da Santa Cruz.] (bis)

45 – SALVE, Ó CRUZ LIBERTADORA (Frei Luis Turra)

E B7 E F#m B7 E E B7 E F#m B7 E
Salve, ó cruz libertadora! Salve, ó cruz libertadora!
C#m G#m F#m C#m G#m
1. Em teu corpo sem beleza, nem encanto, Tu assumes o pecado e todo o pranto. Junto a ti está a
C#m7 A E B7 E
dor da humanidade, Ó Senhor, de todos nós tem piedade.
C#m G#m F#m C#m G#m
2. Estas mãos com que ergueste os caídos, que tiraram as amarras do oprimido, amarradas nesta
C#m7 A E B7 E
cruz pela maldade, vão ao mundo devolver a liberdade.
C#m G#m F#m C#m G#m
3. Os teus pés que percorreram os caminhos, que levaram boa nova aos pequeninos, são pregados
C#m7 A E B7 E
pelo homem iludido, mas teu reino nunca mais será detido.
C#m G#m F#m C#m G#m
4. Este povo aqui reunido quer louvar-te, pois a vida devolveste em toda a parte. Os caminhos da
C#m7 A E B7 E
esperança tu abriste, desta cruz com todo o mundo ressurgiste.

46 – PROVA DE AMOR MAIOR NÃO HÁ (Pe. J. Weber) (Jo 15,9-14)

Em C Am F#O B7 Em
Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! (bis)
Am D7 B7 Em Am D Bm
1. Eis que eu vos dou o meu novo Mandamento: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho
G
amado!"
Am D7 B7 Em Am D Bm
2. Vós sereis os meus amigos se seguirdes meu preceito: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos
G
tenho amado!"
Am D7 B7 Em Am D Bm
3. Como o Pai sempre me ama, assim também eu vos amei: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos
G
tenho amado!"
Am D7 B7 Em Am D Bm
4. Permanecei em meu amor e segui meu mandamento: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos
G
tenho amado!"
Am D7 B7 Em Am D Bm
5. E chegando a minha Páscoa, vos amei até o fim: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho
G
amado!"
Am D7 B7 Em Am D Bm
6. Nisto todos saberão que vós sois os meus discípulos: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos
G
tenho amado!”.

47 – ALELUIA! RENDEI GRAÇAS (Pe. Silvio Milanez) (Sl 118(117))

Eb Fm Bb Eb Bsus4 B E F#m B7 E Csus4 C F Gm C7 F


Ale---lu------ia! (bis) Ale---lu------ia! (bis) Ale---lu------ia! (bis)
F C F F7 Bb C F
Aleluia, aleluia, aleluia, alelu----ia! (Bis)
Bb C F Gm C Bb F Bb C F Gm C
1. Rendei Graças ao Senhor: Que seu amor é sem fim! Diga o povo de Israel: Que seu amor é sem
Bb F C Am Bb F Bb Dm GC F C Am Bb F Bb Dm
fim! Digam os seus sacerdotes: Que seu amor é sem fim! Digam todos que o temem: Que seu amor
G C
é sem fim!
Bb C F Gm C Bb F Bb C F Gm C
2. Eis o dia do Senhor, Alegres nele exultemos! Que nos salve, imploremos, Alegres nele
Bb F C Am Bb F Bb Dm G C F C Am Bb F Bb
exultemos! Bem vindos à sua casa, Alegres nele exultemos! Nós todos os seus amados, Alegres
Dm G C
nele exultemos!
Bb C F Gm C Bb F Bb C F Gm C
3. Rendei graças ao Senhor, pois o Senhor me escolheu! Ele é minha salvação, pois o Senhor me
Bb F C Am Bb F Bb Dm G C F C Am Bb F
escolheu! Construtores me rejeitaram, pois o Senhor me escolheu! Fez-me a pedra principal,
Bb Dm G C
pois o Senhor me escolheu!

49 – ESTAR EM TUAS MÃOS (Com. Shalom)

F#m D A9 C#4 F#m D A9 E


1. Mão na terra e o coração além deste Céu, e a semente que brota é um germe de eternidade.
F#m D A E F#m D A E D D7+
Vai brotando, crescendo, esperando, é a vida que vem despontar. E este trigo maduro, a
Bm Bm/A E
colheita o recolherá.
A B D A E/G# F#m F#m/E D D7+ Bm E
Estar em tuas mãos, ó Pai! E a vida ofertar. No pão e no vinho a Ti, o céu se abrirá.
A B D A E/G# F#m F#m/E D D7+ Bm E
Estar em Tuas mãos, Senhor! E a vida entregar. A minha oblação em Ti se perderá,
F#m D A E F#m D A E
frutificará, frutificará, frutificará, frutificará.
F#m D A9 C#4 F#m D A9 E F#m D
2. Da videira a flor não restará, passará. E o fruto da terra surgirá, brotará. Pela força do vento, da
A E F#m D A E D D7+ Bm Bm/A E
chuva e do sol que traz vida e calor. Cada dia, crescendo e aprendendo a recomeçar.

50 – CRISTO, NOSSA PÁSCOA (H. Toigo e Ivaldo Roque)

G Em C G G Em D G Em C G C7+ D G
Cristo, nossa Páscoa, foi imolado, alelu-----ia! Glória a Cristo, Rei ressuscitado, alelu-----ia!
G C D G Em Bm F# B7
1. Páscoa sagrada! Ó festa de luz! Precisas despertar: Cristo vai te iluminar!
G C D G Em Bm F# B7
2. Páscoa sagrada! Ó festa universal! No mundo renovado é Jesus glorificado!
G C D G Em Bm F# B7
3. Páscoa sagrada! Vitória sem igual! A cruz foi exaltada, foi a morte derrotada!
G C D G Em Bm F# B7
4. Páscoa sagrada! Ó noite batismal! De tuas águas puras nascem novas criaturas!
G C D G Em Bm F# B7
5. Páscoa sagrada! Banquete do Senhor! Feliz a quem é dado ser às núpcias convidado!
G C D G Em Bm F# B7
6. Páscoa sagrada! Cantemos ao Senhor! Vivamos a alegria conquistada em meio a dor!

51 – CRISTO, NOSSA PÁSCOA II – Cristo, nostra Pasqua (Marco Frisina) (1Cor 5,7.8)

D C D Am Em C Am D
Cristo, nossa Páscoa foi imola--do! Alelu-----ia! (bis)
Bm F#m G D Em Bm Em Bm GD C G D Em C Am D
Celebremos a festa com ázimos de pureza e verdade. Aleluia. Alelu----ia. Alelu------ia.
Bm A Em D A C Em D G D Em C
1. Se morremos em Cristo, n’Ele viveremos, porque nós sabemos que o Cristo ressuscitou! Morto por nós,
Am B Em Bm Em A D
por todo o pecado: continua vivo em Deus para sempre!
Bm A Em D A C Em D G D Em
2. Não mais reina o pecado sobre os nossos corpos; mas os nossos membros são oferta ao Senhor: sejam
C Am B Em Bm Em A D
instrumentos ao seu serviço, pois já não vivemos na lei, mas em sua graça.
Bm A Em D A C Em D G D Em C
3. Libertados em Cristo, Ele é nossa vida. Que o nosso olhar se volte sempre para o céu. Lá não há dor,
Am B Em Bm Em A D
nem sofrimento, lá viveremos em toda glória!

52 – O GRANDE HALLEL - Il grande Hallel (Mons. Frisina) (Sl 136(135))

Am Em Am G Am
1. Louvai o Senhor porque ele é bom, porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
Louvai o Senhor, Deus dos Deuses, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
Louvai o Senhor dos Senhores, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
Somente ele é que fez grandes maravilhas: porque eterna é a sua misericórdia.
Am Em Am G Am
2. Criou o céu com sabedoria, porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
Estendeu a terra firme sobre as águas: porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
Ele criou os grandes luminares porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
O sol, a lua e as estrelas, porque eterna é a sua misericórdia.
Am Em Am G Am
3. Derrotou no Egito os seus filhos, porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
Feriu os seus primogênitos, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
E tirou do meio deles Israel: porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
Com mão potente e braço estendido: porque eterna é a sua misericórdia.
Am Em Am G Am
4. Dividiu em duas partes o Mar Vermelho, porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
Fez passar no meio dele Israel, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
Afogou no mar o faraó,     porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
Varreu no mar o seu exército, porque eterna é a sua misericórdia.
Am Em Am G Am
5. Guiou pelo deserto o seu povo, porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
Feriu e destruiu reis poderosos, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
E deu a Israel, seu servo, porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
Em herança toda a terra, porque eterna é a sua misericórdia.

Am Em Am G Am
6. De nós, seu povo, humilhado, recordou-se: porque eterna é a sua misericórdia.
Dm Am F G Am4 Am
De nossos inimigos libertou-nos: porque eterna é a sua misericórdia.
C G F Am F D E
A todo ser vivente ele alimenta,    porque eterna é a sua misericórdia.
C G F E Am Dm Em7 Am
Louvai o Senhor nos céus, porque eterna é a sua misericórdia.

53 – JESUS CRISTO, ÉS MEU VIVER – Jesus Christ, You are my life – JMJ 2000 (M. Frisina)

D A/C# G D/F# Em Bm Em/G A D A/C# Bm D/F# G


Jesus Christ you are my life, alleluja, allelu------ja. Jesus Christ you are my life, you are my
D A4 D
Life, alleluja.

D A/C# G D/F# Em Bm Em/G A D A/C# Bm D/F# G D A4 D


Jesus Cristo, és meu viver, aleluia, alelu-------ia. Jesus Cristo, és meu viver, és meu viver, aleluia.

F#7 Bm F# Bm G/B D/F# Em D/F# A F#7 Bm G D G/B D G6 A


1. És caminho, tu és verdade, tu és a nossa vi--------da; caminhando junto a ti, viveremos para sempre.
F#7 Bm F# Bm G/B D/F# Em D/F# A F#7 Bm G D G/B D G6 A
2. Nos acolha em união, somos unidos no a--mor. Na alegria diante de ti, cantando a tua glória.
F#7 Bm F# Bm G/B D/F# Em D/F# A F#7 Bm G D G/B
3. Testemunhas do teu amor, somos no mundo sal e luz. Deus da paz, eis nosso clamor: Dá-nos tua
D G6 A
paz pra sempre!

54 – EIS QUE FAÇO NOVAS TODAS AS COISAS (Paulo Roberto)

G C G
Eis que faço novas todas as coisas, que faço novas todas as coisas,
C Cm
que faço novas todas as coisas. (bis)
G C G C
1. É vida que brota da vida, é fruto que cresce do amor. É vida que vence a morte, é vida que vem

do Senhor. (bis)
G C G C
2. Deixei o sepulcro vazio, a morte não me segurou. A Pedra que então me prendia no terceiro dia

rolou. (bis)
G C G C
3. Eu hoje lhe dou vida nova, renovo em ti o amor. Lhe dou uma nova esperança, tudo o que era

velho passou. (bis)

55 – RESSUSCITEI, ALELUIA! (Série Povo de Deus) (Sl 139(138))

G Em D7 G Em Am CG
Ressuscitei, aleluia, e ainda estou convosco, aleluia!
G Em Am D7
1. Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto.
G Em Am D7
2. Esta verdade é por demais maravilhosa, é tão sublime que não posso compreendê-la!
G Em Am D7
3. Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, que prodígio e maravilha as vossas obras!
G Em Am D7
4. Quão insondáveis são os vossos pensamentos! Incontável, ó Senhor, é o seu número!

56 – CANTAI, CRISTÃOS, AFINAL (Pe. José Weber)

G C G D7 Em Am D C G Am D7
1. Cantai, cristãos, afinal: "Salve ó vítima pascal!" Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do Pai o
G
aprisco.
G C G D7 Em Am D C G Am D7
2. Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado. Duelam forte e mais forte: É a vida que vence
G
a morte.
G C G D7 Em Am D C G Am D7
3. O Rei da vida, cativo, foi morto, mas reina vivo! Responde, pois, ó Maria: No caminho o que
G
havia?
G C G D7 Em Am D C G Am D7
4. "Vi Cristo ressuscitado, o túmulo a--bandonado. Os anjos da cor do sol, dobrado no chão o lençol.
G C G D7 Em Am D C G Am D7
5. O Cristo que leva aos céus, caminha à frente dos seus! Ressuscitou, de verdade: Ó Cristo Rei,
G
piedade!

57 – A TERRA APAVORADA EMUDECEU (Joel Postma) (Dn 3,52-54) (Sl 76(75))

Dm F C Am F Bb F Gm C Am A7
A terra apavorada emudeceu quando Deus se levantou para julgar e libertar os oprimidos desta
Dm
terra.
F Dm C Dm Gm7 Am Dm
1. Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. A vós louvor, honra e glória eternamente.
F Dm C Dm Gm7 Am Dm
Sede bendito, nome santo e glorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente.
F Dm C Dm Gm7 Am Dm
2. No templo santo onde refulge a vossa glória. A vós louvor, honra e glória eternamente.
F Dm C Dm Gm7 Am Dm
E em vosso trono de poder vitorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente.

58 – CELEBREMOS NOSSA PÁSCOA (Série Povo de Deus) (Sl 118(117)) (1Cor 5,7-8)

Cm Ab Fm EO G7 Cm Ab7 EO G7 Cm
Celebremos nossa Páscoa na pureza, na verdade: Aleluia, alelu---ia!
Cm Fm Ab Fm G7 Cm Fm
1. Dai graças ao Senhor, pois Ele é bom, eterna é a sua misericórdia. A casa de Israel agora o diga:
Ab Fm G7
“Eterna é a sua misericórdia”.
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
2. Na minha angústia eu clamei pelo Senhor, e o Senhor me atendeu e libertou! 'É melhor buscar
Fm Ab Fm G7
refúgio no Senhor, do que pôr no ser humano a esperança;
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
3. Povos pagãos me rodearam todos eles, mas em nome do Senhor os derrotei; de todo lado todos
Fm Ab Fm G7
eles me cercaram, mas em nome do Senhor os derrotei;
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
4. Empurraram-me, tentando derrubar-me, mas veio o Senhor em meu socorro. O Senhor é minha
Fm Ab Fm G7
força e o meu canto, e tornou-se para mim o Salvador.
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
5. 'Clamores de alegria e de vitória ressoem pelas tendas dos fiéis. A mão direita do Senhor fez
Fm Ab Fm G7
maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou, a mão direita do Senhor fez maravilhas!'
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
6. Não morrerei, mas, ao contrário, viverei para cantar as grandes obras do Senhor! Dou-vos graças,
Fm Ab Fm G7
ó Senhor, porque me ouvistes e vos tornastes para mim o Salvador!
Cm Fm Ab Fm G7 Cm
7. 'A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular. Pelo Senhor é que foi
Fm Ab Fm G7 Cm Fm
feito tudo isso: Que maravilhas ele fez a nossos olhos! Este é o dia que o Senhor fez para nós,
Ab Fm G7
alegremo-nos e nele exultemos!

59 – COM TEU DEDO VEM TOCAR (Pe. José Weber) (Jo 20,27) (Sl 118(117))

C Am F Dm G Am F Dm G
Com teu dedo vem tocar as minhas mãos. Coloca a tua mão no lado aberto,
Am F G C G C
[e não sejas um incrédulo, Tomé, mas tenha fé, aleluia!] (bis)
C Am G Em F Dm F G Dm
1. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” A casa de Israel agora o diga:
Dm6 G C
“Eterna é a sua misericórdia!”
C Am G Em F Dm F G
2. É melhor buscar refúgio no Senhor do que pôr no ser humano a esperança; é melhor buscar refúgio no
Dm Dm6 G C
Senhor do que contar com os poderosos deste mundo!
C Am G Em F Dm F G
3. O Senhor é minha força e o meu canto e tornou-se para mim o Salvador. Clamores de alegria e de
Dm Dm6 G C
vitória ressoem pelas tendas dos fiéis.
C Am G Em F Dm F
4. A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou. Não morrerei, mas ao
G Dm Dm6 G C
contrário, viverei para cantar as grandes obras do Senhor!

60 – ACLAMAI O SENHOR TERRA INTEIRA (J. Santos) (Sl 66(65))

Eb Cm Ab Eb Fm Cm Eb Bb Eb
Aclamai o Senhor, terra intei--ra; cantai a glória do seu no-----me.
Eb Cm Bb Fm Cm
1. Aclamai a Deus, terra intei--ra, cantai a glória do seu nome.
Eb Cm Bb Fm Cm
2. Celebrai os seus louvo--res, dizei a Deus: “Maravilhosas são as vossas obras”.
Eb Cm Bb Fm Cm
3. A terra inteira Vos adore e cele--bre, entoe hinos ao vosso nome.
Eb Cm Bb Fm Cm
4. Vinde contemplar as obras de Deus, admirável na sua ação pelos homens:
Eb Cm Bb Fm Cm
5. Alegremo-nos n’Ele. Domina eternamente com o seu poder;
Eb Cm Bb Fm Cm
6. Povos, bendizei o nosso Deus, fazei ressoar os seus louvores.

61 – OS DISCÍPULOS DE EMAÚS (Pe. João Carlos Ribeiro e Tânia Aníbal) (Lc 24,13-35)

F Am F Dm Gm C
1. Andavam pensando, tão tristes, de Jerusalém a Emaús, os dois seguidores de Cristo, logo após o
Bb F C7 F Am F7 Bb Gm
episódio da cruz. Enquanto assim vão conversando, Jesus se achegou devagar: “De que vocês vão
C Bb C7 F
palestrando?” e ao Senhor não puderam enxergar.
F Am F7 Bb Gm C7 Gm C7
Fica conosco Senhor! É tarde e a noite já vem! Fica conosco Senhor! Somos teus seguidores
F C7
também.
F Am F Dm Gm C
2. Não sabes então, forasteiro, aquilo que aconteceu? Foi preso Jesus Nazareno, Redentor que
Bb F C7 F Am F7 Bb Gm C
esperou Israel. Os chefes a morte tramaram do santo profeta de Deus. O justo foi crucificado, a
Bb C7 F
esperança do povo morreu.
F Am F Dm Gm C
3. Três dias enfim se passaram, foi tudo uma doce ilusão. Um susto as mulheres pregaram, não
Bb F C7 F Am F7 Bb
encontraram seu corpo mais não. Disseram que Ele está vivo, que disso souberam em visão.
Gm C Bb C7 F
Estava o sepulcro vazio, mas do Mestre ninguém sabe, não.
F Am F Dm Gm C
4. Jesus foi então relembrando pro Cristo na glória entrar. Profetas já tinham falado, sofrimentos
Bb F C7 F Am F7 Bb Gm C Bb
devia enfrentar. E pelo caminho afora, ardia-lhes o coração. Falava-lhes das Escrituras explicando
C7 F
a sua missão.
F Am F Dm Gm C
5. Chegando, afinal, ao destino, Jesus fez que ia passar. Mas eles demais insistiram: “Vem, Senhor,
Bb F C7 F Am F7 Bb Gm
vem conosco ficar!” Sentado com eles à mesa, deu graças e o pão repartiu. Dos dois foi tão
C Bb C7 F
grande a surpresa: “Jesus Cristo, o Senhor, ressurgiu.”

62 – SOU BOM PASTOR (Waldeci Farias) (Jo 10,2-15) (Sl 23(22))

F Dm C C7 F Bb F C C7 F Bb
Sou bom Pastor, ovelhas guardarei. Não tenho outro ofício nem terei. Quantas vidas eu tiver eu
C7 F
lhes darei.
Dm C Bb A7 Bb C
1. Maus pastores num dia de sombra, não cuidaram e o rebanho se perdeu, vou sair pelo campo
F Dm Bb C7 F C7
reunir o que é meu, conduzir e salvar.
Dm C Bb A7 Bb C
2. Verdes prados e belas montanhas hão de ver o pastor rebanho atrás. Junto a mim as ovelhas
F Dm Bb C7 F C7
terão muita paz, poderão descansar.

63 – PELOS PRADOS E CAMPINAS (Frei Fabreti) (Sl 23(22))

D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A G/A A


1. Pelos prados e campinas ver----dejantes eu vou. É o Senhor que me le--va a descansar.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A
Junto às fontes de águas puras re----pousantes eu vou. Minhas forças o Senhor vai animar.
Am7 D G A A/G F#m Bm A/C# D A D
Tu és, Senhor, o meu pastor. Por isso nada em minha vida faltará. (bis)
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A G/A A
2. Nos caminhos mais seguros junto d'Ele eu vou, e pra sempre o Seu no--me eu honrarei.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A
Se eu encontro mil abismos nos caminhos eu vou. Segurança sempre tenho em suas mãos.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A G/A A
3. Ao banquete em sua casa muito alegre eu vou. Um lugar em Sua mesa me preparou.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A
Ele unge minha fronte e me faz ser feliz, e transborda a minha taça em Seu amor.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A G/A A
4. Com alegria e espe-rança caminhando eu vou. Minha vida está sempre em suas mãos.
D A/C# Bm Bm/A G A D F#m G G/F# Em7 A
E na casa do Senhor eu irei habitar, e este canto para sempre irei cantar.

64 – ENTOAI AO SENHOR NOVO CANTO (J. A. Fontanela) (Sl 98(97))

C A7 Dm F C G C C7 F F# O
1. Entoai ao Senhor novo canto, pois prodígios, foi Ele quem fez. Sua mão e o seu santo braço,
C/G G7 C C7
salvação nos trouxeram de vez.
F C G7 C C7 F C G7 C
Então, os povos viram, foi Deus que nos salvou. Por isso, ó terra inteira, cantai o seu louvor.
C A7 Dm F C G C C7 F F# O
2. Salvação o Senhor manifesta, sua justiça às nações demonstrou. Recordando sua fidelidade,
C/G G7 C C7
pelo povo do seu grande amor.
C A7 Dm F C G C C7
3. Celebrai ao Senhor com tambores, com violões e pandeiros cantai, com atabaques, cornetas e
F F#O C/G G7 C C7
flautas, ao Senhor, Deus e Rei aclamai!
C A7 Dm F C G C C7
4. Batam palmas o mar e os peixes, todo mundo e o que ele contém; Que os rios alegres
F F#O C/G G7 C C7
aclamem, e as montanhas bendigam também.
C A7 Dm F C G C C7 F F# O
5. Ante a face de Deus alegrai-vos, ele vem para nos governar, guiará com justiça os povos,
C/G G7 C C7
as nações no direito e na paz.
C A7 Dm F C G C C7
6. Glória a Deus do universo presente, no louvor das três raças também, e que desça a paz sobre a
F F#O C/G G7 C C7
terra, desde agora e pra sempre. Amém.

65 – A VERDADEIRA VIDEIRA – La vera vite (Marco Frisina) (Jo 15, 1-8)

Ab Eb Fm Db Bbm Fm Db Ab
Eu sou a videira, vós sois os ramos: Permanecei em mim, e darei frutos.
Cm Fm Db Ab Bbm Fm Db Eb Ab Fm Db Ab Fm Cm
1. Como o Pai me amou, assim também eu vos amei, permanecei no meu amor, para que a alegria seja
Fm G7 C
plena em vós.
Cm Fm Db Ab Bbm Fm Db Eb Ab Fm Db Ab Fm
2. Vós sois os ramos enxertados em mim, todos vivemos em unidade, somente eu sou a vi---da, somente
Cm Fm G7 C
em mim existe o amor.
Cm Fm Db Ab Bbm Fm Db Eb Ab Fm Db Ab Fm Cm
3. O ramo bom que trará frutos de amor vivendo em mim. Meu Pai o podará para que dê mais frutos
Fm G7 C
ain-----da.

66 – ANUNCIAI COM GRITOS DE ALEGRIA! (Fr. Telles Ramon) (Is 48,20)

G C/G D/G G Em C D Em G C/G D/G G


Anunciai com gritos de alegria, proclamai aos confins de toda terra: o Senhor nos libertou, aleluia.
Em C D G
O Senhor nos libertou, aleluia!
G Cm D G Em C Am D
1. A escuridão passou... a luz do Sol surgiu. O Cristo, nosso irmão, seu povo redimiu!
G Cm D G Em C Am D
2. A nova lei do amor conduz o povo seu. Vivendo a lei do amor por todos nós se deu!
G Cm D G Em C Am D
3. Por sua ressurreição, cantamos seu amor, libertos do povo das garras do opressor.
G Cm D G Em C Am D
4. Cantemos 'aleluia' ao que venceu o mal, ao que do céu nos vem com poder triunfal.

67 – EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO (Pe. Ney Brasil) (Jo 13,34-35) (Sl 122(121))

D A D G Bm A D
1. Eu vos dou um novo mandamen--to:
F#m G F#m G D Em7 A D Em A7 D
"Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei", disse o Senhor. (bis)
D F#m G A7 D
2. Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés já se
F#m G A7
detêm, Jerusalém, em tuas portas.
D F#m G A7 D
3. Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as

tribos do Senhor.
D F#m G A7 D F#m G
4. Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de
A7
Davi.
D F#m G A7 D
5. Rogai que viva em paz Jerusalém, e em segurança os que te amam! Que a paz habite dentro de
F#m G A7
teus muros, tranquilidade em teus palácios!
D F#m G A7 D
6. Por amor a meus irmãos e meus amigos, peço: “A paz esteja em ti!” Pelo amor que tenho à casa
F#m G A7
do Senhor, eu te desejo todo bem!

68 – O SENHOR FOI PREPARAR (José Alves) (At 1,11) (Sl 47(46))

Dm Am Dm Am7 Dm A7 D
O Senhor foi preparar um lugar para nós no céu.
Dm Am Bb F C Dm C Dm C Bb C A Bb Gm7
1. Ó varões galileus, que estais no céu a olhar? Aleluia! O Jesus que subiu ao céu deve depois
A F Dm Bb6 A
voltar! Alelu---------ia!
Dm Am Bb F C Dm C Dm C Bb C A Bb
2. Entre cantos e hinos triunfais se eleva o Senhor... Aleluia! Cante a terra e o mar, também, Cristo
Gm7 A F Dm Bb6 A
é vencedor... Alelu---------ia!
Dm Am Bb F C Dm C Dm C Bb C A Bb
3. Glorioso, à direita do Pai, sentou-se Jesus... Aleluia! Que nos foi preparar no céu, reino de
Gm7 A F Dm Bb6 A
eterna luz... Alelu---------ia!
Dm Am Bb F C Dm C Dm C Bb C A Bb
4. Ó Jesus, nosso Rei e Senhor, que subis para o céu... Aleluia! Não deixeis os cristãos a sós: dai-
Gm7 A F Dm Bb6 A
nos o Dom de Deus... Alelu---------ia!

69 – POR ENTRE ACLAMAÇÕES (Ir Miria T. Kolling) (Sl 47(46))

D A7 D A7 D D7 G A7 D G A7 D
Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu, o Senhor subiu ao toque da trombeta!
Bm Em A7 D F#m
1. Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor,
Bm E7 A7
o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.
Bm Em A7 D F#m
2. Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus
Bm E7 A7
ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa, ao nosso Rei!
Bm Em A7 D F#m
3. Porque Deus é o grande Rei de toda terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina
Bm E7 A7
sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.

70 – EIS QUE ESTOU CONVOSCO – La vera vite (Marco Frisina/G. Black) (Mt 28,20) (Sl 34(33))

G D/F# Em C Am Em/G C G
Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos, aleluia!
G D Em G Am7 D G
1. Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma
D Em G Am7 D
se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!
G D Em G Am7 D G
2. Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o
D Em G Am7 D
busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.
G D Em G Am7 D G
3. Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a
D Em G Am7 D
Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.
G D Em G Am7 D G D
4. O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é
Em G Am7 D
o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!
G D Em G Am7 D G
5. Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, porque nada faltará aos que o temem. Os ricos
D Em G Am7 D
empobrecem, passam fome, mas aos que buscam o Senhor não falta nada.
G D Em G Am7 D G
6. Meus filhos, vinde agora e escutai-me: vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus. Qual o homem
D Em G Am7 D
que não ama sua vida, procurando ser feliz todos os dias?

71 – O ESPÍRITO DO SENHOR (F. Santos) (Sb 1,7) (Sl 66(65))

Eb Gm Ab Bb Eb Cm Ab Fm Bb
O Espírito do Senhor encheu todo o Universo! Ele que tudo possui, conhece todas as línguas!
Eb Ab Cm Gm Fm Bb Eb
Aleluia, aleluia, aleluia, ale---lu--ia!
Eb Ab Cm Gm Fm Bb Eb
1. Aclamai o Senhor a terra inteira, cantai a glória do seu nome, Aleluia, Ale---lu—ia.
Eb Ab Cm Gm Fm Bb Eb
2. Rendei-lhe um louvor glorioso. Dizei-lhe: admiráveis, são as vossas obras, Aleluia, Ale---lu--ia.
Eb Ab Cm Gm Fm Bb Eb
3. Aclamai justos o Senhor. Ele é digno do louvor dos seus fiéis, Aleluia, Ale---lu--ia.
Eb Ab Cm Gm Fm Bb Eb
4. Dai graças ao Senhor, cantai ao som da harpa, e da cítara, Aleluia, Ale---lu--ia.

72 – SUSCITAI, Ó SENHOR DEUS – Graduale Romanum (Joel Postma) (Sl 68(67))

Cm Fm Bb Eb Eb/G Ab Bb Eb Gm Bb7 Cm Eb
Suscitai, ó Senhor Deus, suscitai vosso poder, confirmai este poder que por nós
Fm Gsus4 G7 Cm
manifestas-------tes!
Bb/D Eb Fm Bb Ab Bb7 Eb Cm Fm6
1. Contemplamos, ó Senhor, vosso cortejo que desfila, é a entrada do meu Deus, do meu Rei, no
G7 Cm
santuário.
Bb/D Eb Fm Bb Ab Bb7 Eb Cm Fm6 G7 Cm
2. Os cantores vão à frente, vão atrás os tocadores e no meio vão as jovens a tocar seus tamborins.
Bb/D Eb Fm Bb Ab Bb7 Eb Cm Fm6
3. Reinos da terra, celebrai o nosso Deus, cantai-lhe salmos! Eis que eleva e faz ouvir a sua voz, voz
G7 Cm
poderosa.
Bb/D Eb Fm Bb Ab Bb7 Eb Cm Fm6
4. Em seu templo ele é terrível e a seu povo dá poder. Bendito seja o Senhor Deus, agora e sempre.
G7 Cm
Amém, amém!

73 – TODOS FICARAM CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO – Graduale Romanum (Joel Postma) (Sl 33(32))

C Gm Bb C Dm Gm C F C Bb Gm C
Todos ficaram cheios do Espírito Santo, e proclamavam as maravilhas de Deus! Aleluia!
Gm C Dm Bb C Gm
1. Ó justos, alegrai-vos no Senhor, aos retos fica bem glorificá-lo. Dai graças ao Senhor ao som da
C F Bb C
harpa, na lira de dez cordas celebrai-o!
Gm C Dm Bb C
2. A palavra do Senhor criou os céus e o sopro de seus lábios, as estrelas. Como num odre junta as
Gm C F Bb C
águas do oceano e mantém no seu limite as grandes águas.
Gm C Dm Bb C Gm
3. Adore o Senhor a terra inteira e o respeitem os que habitam o universo! Ele falou e toda a terra
C F Bb C
foi criada, Ele ordenou e a coisas existiram.
Gm C Dm Bb C Gm
4. No Senhor nós esperamos confiantes, porque ele é nosso auxílio e proteção. Por isso o coração
C F Bb C
se alegra nele, Seu santo nome é para nós uma esperança.

74 – O SENHOR RESSURGIU (Pe. Ney Brasil)

D F#m G D G Em Em6 A D
O Senhor ressurgiu, aleluia, aleluia! É o Cordeiro Pascal, aleluia, aleluia! Imolado por nós,
F#m G D G Em F#m Em F#m GD
aleluia, aleluia! É o Cristo Senhor, Ele vive e venceu, aleluia!
Bm Em6 F#m Em Bm7 A D D7 G E7
1. O Cristo, Senhor ressuscitou, a nossa esperança realizou; vencida a morte para sempre, triunfa a
E6/B A
vida eternamente!
Bm Em6 F#m Em Bm7 A D D7 G
2. O Cristo remiu a seus irmãos, ao Pai os conduziu por sua mão; no Espírito Santo unida esteja, a
E7 E6/B A
família de Deus, que é a Igreja!
Bm Em6 F#m Em Bm7 A D D7
3. O Cristo, nossa Páscoa, se imolou, seu sangue da morte nos livrou; incólumes o mar
G E7 E6/B A
atravessamos, e à Terra prometida caminhamos!

75 – SENHOR, QUE NOS MANDASTES PERDOAR II (Gilson Celerino)

D A
1. Senhor, que nos mandastes perdoar-nos mutuamente antes de nos aproximarmos do vosso altar.
D A/C# D Gmaj7 G6 D
Senhor, tende piedade de nós! (bis)
Bm E A
2. Cristo, que na cruz destes o perdão aos pecadores.
G A/G D/F# A
Cristo, tende piedade de nós! (bis)
D A
3. Senhor, que confiastes à vossa Igreja o ministério da reconciliação.
D A/C# D Gmaj7 G6 D
Senhor, tende piedade de nós! (bis)

76 – SENHOR, QUE FAZEIS PASSAR DA MORTE I (Pe. Jair Costa)

F Am Dm Bb
1. Senhor, que fazeis passar da morte para a vida quem ouve a vossa palavra, tende piedade de nós.
F C7 F
Senhor, tende piedade de nós. (bis)
F Am Dm Bb
2. Ó Cristo, que quisestes ser levantado da terra para atrair-nos a vós, tende piedade de nós.
F C7 F
Ó Cristo, tende piedade de nós. (bis)
F Am Dm Bb
3. Senhor, que nos submetestes ao julgamento da vossa cruz, tende piedade de nós.
F C7 F
Senhor, tende piedade de nós. (bis)

77 – SENHOR, VERDADEIRO CORPO – Signore, Vero Corpo (Marco Frisina)

C Am Em Am F Dm G F Dm Am Em F C
1. Senhor, verdadeiro corpo nascido de Mari----a Virgem, tende piedade de nós, tende piedade de
Dm G
nós.
Am G Dm Am F Em F G C Am G Dm Am F Em F G C
Homens: Kyri-e, Kyri-e, Kyri--e e--lêison. Kyri-e, Kyri-e, Kyri--e e--lêison.
C Am F G Am F G Am F C G
2. Cristo, pão vivo descido do céu para a salvação do mundo, tende piedade de nós.
Am G Dm Am F Em F G C Am G Dm Am F Em F G C
Homens: Christe, Christe, Christe e--lêison. Christe, Christe, Christe e-lêi-son.
C Am Em Am F Dm G F Dm Am Em F
3. Senhor, sustento da Igreja peregrina e penhor da glória futura, tende piedade de nós, tende
C Dm G
piedade de nós.
Am G Dm Am F Em F G C Am G Dm Am F Em F G C
Homens: Kyri-e, Kyri-e, Kyri--e e--lêison. Kyri-e, Kyri-e, Kyri--e e--lêison.

78 – SENHOR, NOSSA PAZ (Fr. Luiz Turra) – Tempo Pascal

Em C D Em G Em D
Solo: Senhor, nossa paz, tende piedade de nós!
Am Em D Em
Todos: Senhor, tende piedade de nós!
Em C D Em G Em D
Solo: Cristo, nossa Páscoa, tende piedade de nós!
Am Em D Em
Todos: Cristo, tende piedade de nós!
Em C D Em G Em D
Solo: Senhor, nossa vida, tende piedade de nós!
Am Em D Em
Todos: Senhor, tende piedade de nós!

79 – SENHOR BOM PASTOR II – Kyrie 7 – Taizé (Jacques Berthier)

G# Eb
1. Senhor, Bom Pastor, que conheceis vossas ovelhas, tende piedade de nós.
G# C# Bbm Eb Cm C# Eb G#
Ky-rie Elei--son! Ky--rie Elei-son! (bis)
G# Eb
2. Cristo, que ides procurar a ovelha perdida, tende piedade de nós.
G# C# Bbm Eb Cm C# Eb G#
Christe Elei---son! Christe Eleison! (bis)
G# Eb
3. Senhor, que nos levais a pastagens eterna do Céu, tende piedade de nós.
G# C# Bbm Eb Cm C# Eb G#
Ky-rie Elei--son! Ky--rie Elei-son! (bis)

80 – SENHOR, QUE SUBINDO AO CÉU – Ascensão do Senhor (Pe. Edson Pereira de Oliveira)

Bm F#m G Em Bm Em F# Bm G
1. Senhor, que subindo ao céu, quisestes ficar presente conosco para sempre na santa Eucaristia, tende
Em F#4 F# Bm F#m Bm D AD F#m7
piedade de nós! Senhor, tende pie----dade de nós! Senhor, tende piedade de nós! Senhor, tende
C#m F#m Bm F#m Bm
pie-----dade de nós! Senhor, tende pie---dade de nós!
Bm D E D Bm Em F#4 Bm G Em
2. Cristo, que oferecestes vosso próprio sangue, para selar uma aliança eterna conosco, tende piedade
F#4 F#7 Bm F#m Bm D AD F#m7 C#m F#m
de nós! Cristo, tende pie---dade de nós! Cristo, tende piedade de nós! Cristo, tende pie---dade de
Bm F#m Bm
nós! Cristo, tende pie---dade de nós!
Bm F#m G Em Bm Em F#7 Bm G Em
3. Senhor, que na Eucaristia, renovais o vosso Mistério Pascal e dele nos fazeis participar, tende piedade
F#4 F#7 Bm F#m Bm D AD F#m7 C#m F#m
de nós! Senhor, tende pie----dade de nós! Senhor, tende piedade de nós! Senhor, tende pie-----dade
Bm F#m Bm
de nós! Senhor, tende pie---dade de nós!

81 – GLÓRIA DE LOURDES (J. P. Lécot)

D Bm A D G DA D Bm A F# Bm G D AD
Glória, glória a Deus nas alturas! Glória, glória a Deus nas alturas!
D Bm A D G D A D Bm A F# Bm G D AD
Refrão alternativo: Gloria, gloria in excelsis Deo! Gloria, gloria in excelsis Deo!
D Bm D A Bm G A Bm
1. E paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai Todo-Poderoso, nós
G F#m A D
Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças,
G A
por Vossa imensa glória.
D Bm D A Bm G A Bm
2. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que
G F#m A D G
tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa
A
súplica;
D Bm D A Bm G A Bm
3. Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo; só Vós, o Senhor; só Vós,
G F#m A D G A
o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém!

82 – GLÓRIA! GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS (Comunidade Shalom)

G A9 G A Bm D/F# A G A9 G A Bm (D7)
Glória, glória a Deus nas alturas! Ô ô glória, e a nós, a sua paz! (bis)
Em A Bm F#m G A Em7(9) A
1. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai onipotente. Vos louvamos, bendizemos, adoramos. Nós Vos
Bm F#m G D/F# G
glorificamos e nós Vos damos graças, por Vossa Glória...
Em A Bm F#m G A Bm
2. Jesus Cristo, Senhor Deus, Filho Único do Pai. Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo,
G A Bm G A Em
tende piedade. Vós que estais à direita do Pai, tende piedade. Vós que tirais o pecado do mundo,
A/C# Bm F#m G D/F#
tende piedade, acolhei a nossa súplica.
Em D/F# G A Bm A/C# Bm F#m G
3. Só Vós sois o Santo, o Senhor, o Altíssimo só Vós, Jesus Cristo com o Espíri--to e o Pai.
D/F# G
Em sua Glória...
83 – HINO DE LOUVOR (Juliana Moraes)

G D/G C Em D G D/G C Em D C
Glória, glória, glória a Deus nas Alturas! Glória, glória, glória a Deus nas Altu----ras!
Am Bm Em A C D Em D C
1. E Paz na Terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai, Todo-poderoso, nós
Vos
D/C Bm Em Am Bm C D Am
louvamos, Vos bendizemos, Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós vos damos graças por Vossa imensa
C D
glória.
Am D Bm Em C D Bm Em C
2. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai, Vós que tirais o
D4 D C D C D4 D C D C
pecado do mundo, tende piedade de nós. Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. Vós
que
D4 D Am D
estais à direita do Pai, tende piedade de nós.
C D C D D#o Em Bm C Am Bm C
3. Só Vós sois o Santo. Só Vós o Senhor. Só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo, com o Espírito Santo, na glória
de
D E4 E
Deus Pai. Amém!
A E/A D F#m E A E/A D F#m E D
Glória, glória, glória a Deus nas Altu--ras! Glória, glória, glória a Deus nas Altu----ras!

84 – SANTO (Gílson Celerino) – CF 2017

D A/C# Bm D7/A G Em A4 A
Santo, santo, san----to, Senhor, Deus do Universo!
D A/C# Bm D7/A G Em A4 A D7
O céu e a terra procla---mam, proclamam a vossa glória.
G Em A7 F#m B/D#
Hosana, Hosana nas altu----ras!
Em A7 D A7/E D7/F#
Hosana, Hosana nas altu----------ras!
G Em A7 F#m B/D#
Hosa--na, Hosana nas altu-----ras!
Em A6 A7 D4
Hosa-----------na!
D C/D C7+/D D Em5b7 A4 A D7
Bendito aquele que vem em nome do Senhor!

85 – SANTO III (Adolfo Temme)

Bm G Em F# Bm Em A D Bm
Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo. O céu e a terra proclamam a vossa glória. Hosana nas
D Bm Em A D Bm D F#m B
alturas. Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas alturas. Hosana nas alturas.

86 – SANTO DE LOURDES (J. P. Lécot)

G D Em C Am G D G
Santo, Santo, Santo, Deus do Universo! (bis)
Bm Am D Em Am D A D
1. O céu e a ter-ra proclamam a vossa glória.
Bm Am D Em Am D A D
2. Bendito o que vem em nome do Senhor!
Bm Am D Em Am D A D
3. Hosa--------na nas al-----turas!

87 – SANTO, SANTO, SANTO (Marco Frisina)

D Bm G A Bm F#m G A
Santo, Santo, Santo, Senhor, Deus do universo! (bis)
Em D G F# Bm E A
1. O céu e a terra proclamam a vossa glória.
G F#m Bm G A D
Hosana, hosa----na, hosana nas alturas! (bis)
Em A D G F# Bm E A
2. Bendito o que vem em nome do Senhor, em nome do Senhor!
G F#m Bm G A D
Hosana, hosa----na, hosana nas alturas! (bis)

88 – SANTO (Juliana Moraes, CN)

Db Fm7 Gb Ab Bbm Fm Gb Ab4 Ab


Santo, santo, santo! Senhor Deus do universo!
Db Fm7 Gb Ab Bbm Fm Ab Db
Santo, santo, santo! Senhor Deus do universo!
Bbm Ab Gb Ab Gb9 Bbm Ab4 Ab
1. Céus e terra proclamam a vossa glória! Hosana nas altu----ras!
Bbm Ab Gb Ab Gb9 Ebm Ab Bb
2. Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana nas altu----ras!
Eb Gm7 Ab Bb Cm Gm Ab Bb4 Bb
Santo, santo, santo! Senhor Deus do universo!
Eb Gm7 Ab Bb Cm Gm Bb Eb
Santo, santo, santo! Senhor Deus do universo!

89 – SANTO, DEUS DO UNIVERSO (ADVENTO/QUARESMA)

C Em Am F G7 C Em Am F G7
1. Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo. O céu e a terra proclamam a Vossa glória.
C Em Am F G7
Hosana nas alturas, hosana! (bis)
C Em Am F G7 C Em Am F G7
2. Bendito aquele que vem, em nome do Senhor. Bendito aquele que vem, em nome do Senhor.

90a - AMÉM (Gilson Celerino)

D A7 D Em A7 Bm F#m G A Em7 A D
Amém, amém, A----------------------mém!

90b - EIS O MISTÉRIO DA FÉ

D Em A Bm Em6 Bm A/C# D G Em D/A A7 D


Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!
90c - CORDEIRO DE DEUS (Gilson Celerino)

D Gm6 D Gm6/D D
S.: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo,
D G#o7 Asus4 A7 A#o7 Bm Gmaj7 Em7 E7 A7 D (E7 A7)
T.: Tende piedade, tem--de pieda-----de, tem----de pieda--de de nós!
D Gm6 D Gm6/D D
S.: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo,
D G#o7 Asus4 A7 A#o7 Bm Gmaj7 Em7 E7 A7 D (E7 A7)
T.: Tende piedade, tem--de pieda-----de, tem----de pieda--de de nós!
D E7/D D E7/D D
S.: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo,
D G#o7 Asus7 A7 A#o7 Bm Gmaj7 Em7 G/A A7 D
T.: Dai-nos a paz, a vos----sa paz, dai---nos a vossa paz!

91a – SALVADOR DO MUNDO (Juliana Moraes)

Bb C/Bb Am7 Dm7 Bb C/Bb Am7 Dm7 Gm7 C Db Eb F


Salvador do mundo salvai----nos! Vós que nos liber-tas---tes pela cruz e ressurreição-----!

91b – AMÉM (Juliana Moraes)

G D/F# Em Bm C A/C# D G D/F# Em Bm C Am D/F# G


Amém! A--mém! A------mém! Amém! Amém! A-----------mém!

91c - CORDEIRO DE DEUS (Comunidade Católica Shalom)


  
G G/B C9 D4 D
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, tende piedade.
G G/B C9 D D#º
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo tende piedade.
Em Bm7 C D
Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo.

G D/F# C9 D
Dai-nos a pa---az, dai-nos a paz
G D/F# C9 D
Dai-nos a vossa paz, dai-nos a paz
G D/F# C9 D
Dai-nos a pa---az, dai-nos a paz
G D/F# C9 G
Dai-nos a vossa paz, dai-nos a paz