Você está na página 1de 3

praticar.

ensino PraticarEnsino osegredoepraticar praticarensino

GOES OFBM

HISTÓRIA 30/03/2021

História
Prof. Goes 3. Ordena-se pela autoridade do Parlamento, que ninguém leve, ou
faça levar, para fora deste reino ou Gales, ou qualquer parte do
mesmo, qualquer forma de dinheiro da moeda desse reino, ou de
dinheiro e moedas de outros reinos, terras ou senhorias, nem
1. Certos músicos agradavam tanto ao público da Corte por seu bandejas, vasilhas, barras ou joias de ouro guarnecidas ou não, ou
talento especial como virtuose ou como compositor, que sua fama se de prata, sem a licença do rei.
espraiava para além da Corte local onde estavam empregados, HUBERMAN, L. História da riqueza do homem. Rio de Janeiro:
chegando aos mais altos níveis. Eram chamados para tocar nas Zahar, 1978.
Cortes dos poderosos, como aconteceu com Mozart; imperadores e
reis exprimiam abertamente prazer com sua arte e admiração por
suas realizações. Tinham permissão para jantar à mesma mesa – A temática exposta no texto, referente à Inglaterra dos séculos XVI e
normalmente em troca de uma execução ao piano; muitas vezes se XVII, caracteriza uma associação entre
hospedavam em seus palácios quando viajavam e assim conheciam a) determinação de regras protecionistas e fortalecimento das
intimamente seu estilo de vida e seu gosto. instituições monárquicas.
b) racionalização da empresa colonial e reconhecimento dos
ELIAS, N. Mozart, sociologia de um gênio. Rio de Janeiro: Jorge particularismos regionais.
Zahar, 1995 (adaptado). c) demarcação de fronteiras comerciais e descentralização dos
poderes políticos.
d) expansão das atividades extrativas e questionamento da
Com base no caso descrito, qual elemento histórico do Antigo investidura divina.
Regime contrasta com o trânsito de intelectuais e artistas pelas e) difusão de práticas artesanais e aumento do controle do
Cortes? legislativo.
a) Rigidez das estruturas sociais.
b) Fragmentação do poder estatal. 4. Leia o texto a seguir.
c) Autonomia de profissionais liberais.
d) Harmonia das relações interindividuais. Nasce daí o debate: se é melhor ser amado que temido ou o inverso.
e) Racionalização da administração pública. Dizem que o ideal seria viver-se em ambas as condições, mas, visto
que é difícil acordá-las entre si, muito mais seguro é fazer-se temido
2. Este documento, do século XIV, encontra-se nos arquivos de que amado, quando se tem de renunciar a uma das duas.
Assize, na ilha de Ely, na Inglaterra: Adam Clymne foi preso como MAQUIAVEL, N. O Príncipe. Porto Alegre: L&PM Pocket, 2008. p.
insurgente e traidor de seu juramento e porque traiçoeiramente com 80.
outros celebrou uma insurreição em Ely. Penetrando na casa de
Thomas Somenour onde se apossou de diversos documentos e
papéis selados. E ainda, que o mesmo Adam no momento da A famosa citação de O Príncipe explica a estratégia de
insurreição, estava andando armado e oferecendo armas, levando funcionamento das monarquias absolutistas, nas quais o rei
um estandarte, para reunir insurgentes, ordenando que nenhum a) vale-se da prática de suplícios e execuções públicas, como
homem de qualquer condição, livre ou não, deveria obedecer ao enforcamento e decapitações, para reforçar o temor de seus
senhor e prestar os serviços habituais, sob pena de degola. súditos.
O acima mencionado Adam é culpado de todas as acusações. Pela b) promove a transformação dos servos em soldados por meio de
ordem da justiça, o mesmo Adam foi levado e enforcado. recrutamento compulsório e treinamento militar rigoroso e cruel.
c) rompe com a Igreja, uma vez que o exercício do poder não pode
(Leo Huberman. História da riqueza do homem, 2008. Adaptado) ser conciliado com a doutrina de amor universal dos evangelhos.
d) estimula a perseguição de heréticos, tornando-se, a partir da
permissão do Papa, o chefe honorário do Tribunal da Santa
Considerando o documento, é correto afirmar que, no século XIV, Inquisição.
a) as violentas revoltas e mortes de camponeses foram provocadas e) permite a livre manifestação da opinião dos intelectuais para
pelo desespero em não conseguir pagar, em dinheiro, aos difundir uma imagem pública ambígua que perpassa pelo temor e
senhores feudais, as novas taxas e o aumento das já existentes, o amor.
além da exigência de mais tempo de trabalho nas reservas
senhoriais. 5. Observe a imagem.
b) as revoltas camponesas aconteceram, tanto na Inglaterra como
na França, contra os cercamentos, que empobreceram os
trabalhadores e os obrigaram a deixar a terra pelo não
pagamento do aumento dos aluguéis, o que enriqueceu ainda
mais os senhores da terra.
c) a impossibilidade de juntar dinheiro para a compra da terra onde
trabalhavam fez com que muitos camponeses se revoltassem,
porque se colocaram contra os senhores que aumentaram os
impostos e exigiram o pagamento de novos; algo considerado
ilegal.
d) o recrudescimento da servidão decorria de uma nova estrutura
econômica presente na Inglaterra, onde as pequenas
propriedades rurais e os campos comunais perdiam espaço para
os latifúndios produtores de matéria-prima para a nascente
indústria.
e) as insurreições camponesas ocorridas na Inglaterra e parte do
Norte da Europa decorreram do rápido processo de dissolução
dos laços servis de produção, dirigido por uma nova elite de
proprietários rurais, que detinha forte representação no
Parlamento inglês. A Pietà, escultura de Michelangelo Buonarotti, foi produzida nos
O Segredo é Praticar!
últimos anos do século XV e revela uma característica importante da a) A população ameríndia era heterogênea e os conflitos entre
arte renascentista: diferentes grupos étnicos ajudaram a definir, de acordo com suas
a) o delineamento preciso das formas do corpo humano, realizado a próprias lógicas e interesses, a dinâmica dos seus contatos com
partir dos estudos de anatomia pelo artista. os europeus.
b) o teocentrismo, explicitado na inexpressividade e no estatismo da b) O fato de Tamoios e Tupiniquins serem grupos aliados contribuiu
representação das figuras humanas. para neutralizar as disputas entre franceses e portugueses pelo
c) a desproporcionalidade entre os tamanhos dos corpos, para controle do Brasil, pelo papel mediador que os nativos exerciam.
evidenciar a grandiosidade da figura de Cristo. c) Os indígenas, agentes de sua história, desde cedo souberam
d) a influência da arte religiosa medieval, manifesta na explorar as rivalidades entre os europeus e mantê-los afastados
tridimensionalidade e na carência de perspectiva da peça. dos seus conflitos interétnicos, anulando o impacto da presença
e) o prevalecimento de temática bíblica, com recriação precisa e fiel portuguesa.
de um trecho do Evangelho segundo Lucas. d) As etnias indígenas viviam em harmonia umas com as outras e
em equilíbrio com a natureza. Esse quadro foi alterado com a
6. Em 2019, completaram-se 500 anos da morte de Leonardo Da chegada dos europeus, que passaram a incentivar os conflitos
Vinci, considerado um dos maiores expoentes do movimento interétnicos para estabelecer o domínio colonial.
denominado Renascimento Cultural. Esse movimento foi um marco
importante na sociedade ocidental, pois promoveu uma mudança 9. Ao longo de uma evolução iniciada nos meados do século XIV, o
profunda na maneira de pensar, impactando crenças e valores que tráfico lusitano se desenvolve na periferia da economia
norteavam o homem europeu até então. metropolitana e das trocas africanas. Em seguida, o negócio se
apresenta como uma fonte de receita para a Coroa e responde à
Sobre as características do Renascimento Cultural, assinale a demanda escravista de outras regiões europeias. Por fim, os
alternativa correta. africanos são usados para consolidar a produção ultramarina.
a) O conhecimento passou a ser dirigido pelo clero católico, que ALENCASTRO, L. F. O trato dos viventes. São Paulo: Cia. das
administrava escolas e universidades. Assim, essa nova visão de Letras, 2000 (adaptado).
mundo foi compreendida a partir de um único caminho: o da fé e
da religião.
b) Surgiu na Península Itálica no final do século XIV e início do XV. A atividade econômica destacada no texto é um dos elementos do
Foi marcado por um espírito científico, de valorização da razão e processo que levou o reino português a
do raciocínio lógico, colocando o ser humano como centro do a) utilizar o clero jesuíta para garantir a manutenção da
universo. emancipação indígena.
c) Surgiu na Península Itálica no século XVI. Promoveu mudanças b) dinamizar o setor fabril para absorver os lucros dos investimentos
políticas, econômicas e sociais baseadas nas ideias de liberdade, senhoriais.
igualdade e fraternidade. c) aceitar a tutela papal para reivindicar a exclusividade das rotas
d) Surgiu na Península Itálica no final do século XIV e início do XV. transoceânicas.
Nesse contexto, muitos artistas e intelectuais foram buscar d) fortalecer os estabelecimentos bancários para financiar a
inspiração num período considerado por eles de grandes expansão da exploração mineradora.
realizações e esplendor: o Egito antigo. e) implementar a agromanufatura açucareira para viabilizar a
e) Os renascentistas defendiam uma visão humanista, naturalista e continuidade da empreitada colonial.
teocêntrica, buscando superar a antiguidade clássica, período
que classificaram como trevas, devido à falta de produção de 10. Frans Post, pintor, desenhista e gravador holandês,
conhecimento. documentou paisagens e cenas do cotidiano do chamado “Brasil
Holandês”, sob o governo de Maurício de Nassau (1630–1654).
7. No início do século XVI, Martinho Lutero publicizava suas teses
contrárias a alguns rumos que a Igreja católica vinha tomando ao
longo da idade média. Essa movimentação de Lutero desencadeou
um movimento que foi chamado de Reforma Protestante.

A reforma notabilizou muitas críticas à Igreja, dentre elas:


a) Recusar a importância da terra para os grandes proprietários,
tirando deles todos o poder divino que poderiam reivindicar
através da nobreza.
b) Ter sido o elemento fundador do iluminismo que tanto criticava as
ideias mágicas contidas nos milagres católicos.
c) O refortalecimento do feudalismo.
d) Criticar a prática das indulgências católicas que acarretava na
salvação pelo arrependimento e não pela fé.
e) Criar grande preocupação na Igreja Católica, mantendo sua
preocupação centrada na Europa, o que justificou o tardio
povoamento do Brasil.

8. Na América Portuguesa do século XVI, a política europeia para


os indígenas pressupunha também a existência de uma política
indígena frente aos europeus, já que os Tamoios e os Tupiniquins
Entre as características da presença holandesa em Pernambuco,
tinham seus próprios motivos para se aliarem aos franceses ou aos
pode-se citar, corretamente,
portugueses.
a) a valorização da cultura muçulmana, a implementação da
(Adaptado de Manuela Carneiro da Cunha, Introdução a uma história
monocultura do café e a abolição da escravidão, considerada
indígena. São Paulo: Companhia das Letras/Fapesp, 1992, p. 18.)
pelos holandeses um símbolo do atraso civilizatório brasileiro.
b) a intolerância religiosa e a perseguição a cristãos e muçulmanos,
o estímulo à mineração de ouro e prata e o descaso pelo
Com base no excerto e nos seus conhecimentos sobre os primeiros
patrimônio público, que não resistiu às intempéries e ao
contatos entre europeus e indígenas no Brasil, assinale a alternativa
vandalismo.
correta.

2
c) a implementação do regime absolutista, a perseguição a
intelectuais e artistas e a deterioração dos equipamentos
urbanos, cuja manutenção dependia dos investimentos diretos da
Coroa portuguesa.
d) o princípio da isonomia, o incentivo a pesquisas sobre geologia e
astronomia e o desenvolvimento de uma cultura própria, na qual
se destaca a miscigenação de elementos das três religiões
monoteístas.
e) a tolerância religiosa, o incentivo a pesquisas sobre a fauna e a
flora tropicais e o desenvolvimento da arquitetura, no qual se
destacam a drenagem de áreas alagadiças e a construção da
primeira ponte de grande porte do Brasil.