Você está na página 1de 2

Como abrir uma empresa sem capital próprio

- Como posso abrir uma empresa se não tenho dinheiro? Essa é


uma das perguntas que mais inquieta a grande maioria dos
empreendedores de micro e pequenas empresas. Muitas vezes, a
idéia do negócio ele já tem. Conhecimento sobre o mercado em que
vai atuar também. Até mesmo já passou por experiências anteriores
que o qualificaram para o desafio de ser empresário. Mas e o capital
necessário? Como fazer os investimentos para a implantação da
empresa? De onde virá o dinheiro para comprar as máquinas e
equipamentos e para o capital de giro?

Atualmente, no Brasil, é possível ter acesso às mais variadas


opções de crédito. Microcrédito, financiamentos para investimentos e
capital de giro, empresas de participação e capital de risco, todas
essas alternativas já são facilmente encontradas em instituições e
organizações especializadas.

Os bancos oficiais (Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa


Econômica Federal), operam várias linhas de crédito especialmente
desenvolvidas para as empresas de pequeno porte. Nessas
instituições, o empreendedor pode ter acesso a recursos financeiros
para iniciar suas atividades, com algumas das melhores taxas de
juros do mercado, além de prazos viáveis de carência e pagamento.

Porém, é preciso estar atento a uma coisa muito importante:


empréstimo é empréstimo em qualquer lugar do mundo. Tem que ser
pago. É uma dívida. O empreendedor pode e deve utilizar capital de
terceiros quando isso for realmente necessário e viável do ponto de
vista econômico e financeiro. O SEBRAE apóia o empresário através
de orientação empresarial e elaboração de estudo que possibilite uma
maior conscientização para tomada de decisão. Existem exigências
mínimas para aprovação de uma operação de crédito que não podem
ser evitadas, tais como um cadastro limpo, garantias reais e
avalistas. A demonstração clara da capacidade de pagamento e a
contra-partida de recursos próprios também podem ser solicitados.
É mais fácil obter boas condições de financiamento para empresas
novas e para expansão de empresas já existentes. Empresas em
dificuldades financeiras, atoladas em dívidas, têm maior dificuldade.

Financiar uma atividade empresarial com recursos emprestados


pode ser um excelente negócio, por exemplo, se o empresário obtém
o dinheiro a uma taxa de 5% ao ano e aplica-o em sua atividade
empresarial que gera um retorno anual de 10%.

Pesquise todas as alternativas disponíveis e procure toda


assistência técnica que for preciso. Não ter dinheiro não é
impedimento para você realizar seu sonho de abrir uma empresa.
Mesmo que seja com recursos de terceiros, o sucesso será seu.

17 de novembro de 2004
Guia do Empreendedor/SEBRAE