Você está na página 1de 2

Técnica de planejamento

1 – Escolha que tipo de aplicação terá o recurso, isto é, se ele será um componente
sensibilizador, documental ou de intervenção no processo de aprendizagem.

2 – Estabeleça as metas que objetiva alcançar com o uso do recursos audiovisual.

3 – Esclareça para os alunos qual o objeto central a ser estudado ou a situação problema que
deverá ser estudada e ou solucionada.

4 – Proponha atividades que direcionem o aluno para o lugar de autor principal na construção
do seu próprio conhecimento.

5 – Explicite que material utilizado não é o único a ter informações sobre o assunto proposto.

6 – Promova, antes da apresentação do vídeo, uma conversa informal sobre o tema da aula
para suscitar e preparar os alunos para quais ponto devem ser percebidos durante a atividade.

7 – Inicialmente escolha material atualizado e que faça parte do cotidiano do público-alvo


para que possa suscitar o interesse dele.

Técnica de conhecimento-prévio

1 – Iniciar as atividades audiovisuais sempre buscando o conhecimento prévio do aluno a


respeito da assunto a ser estudado, preferencialmente com a apresentação de situações
problemas

2 – Não descartar o conhecimento sabido pelo aluno, mesmo que este seja divergente do
conteúdo, pois o saber de cada indivíduo tem um nível próprio.

3 – Procure identificar se dentro do tema proposto há alguma dúvida ou conhecimento novo


adquirido ou incertezas nas argumentações.

4 – A partir dessas repostas estruture uma base de questões para serem respondidas com o
auxílio de toda a turma e sua mediação para a melhor conclusão.
Técnica de interpretação-avaliação

1 – Após a primeira apresentação do vídeo, que deverá ser sem interrupção, estimule os
alunos por meio de perguntas para que eles digam as cenas principais.

2 – Em seguida, esclareça que deverão ficar atentos a alguns elementos que compõem a cena
e façam anotações sobre o que eles acreditam ser informações importantes.

3 – A partir daí, discuta com eles os aspectos relevantes notados e anotados estimulando que
justifiquem suas conclusões.

4 – Estimule a discussão sobre os aspectos filosóficos e ideológicos e se os aspectos propostos


são únicos ou se é possível outras formas.

Técnica de análise de experiências

1 – Articule o tema proposto no vídeo com a realidade vivida, estimulando a interação com o
compartilhamento de experiências próprias.

2 – Auxilie aos alunos para que produzam um vídeo de mesmo tema, mas pela perspectiva
deles;

3 – Utilize o vídeo produzido para demonstrar as várias possibilidades e maneiras de


estruturar uma ideia.

4 – Peça aos alunos que explicitem o motivo pelo qual utilizaram umas técnicas e outras não,
dessa forma é possível perceber que os vídeos trazem consigo aspectos filosóficos e
sociológicos que rodeiam o autor.

Técnica de mapa conceitual

1 – Estimule os educandos para que descubram como se estruturam as áreas de conhecimento


e como ocorrem as relações das ideias do vídeo apresentado.

2 – Verifique junto com os alunos as temáticas do vídeo e as possíveis estruturas lógicas.

3 – A partir disso, estimule-os, utilizando questionamentos, para que possam coletivamente


pensar sobre formas concisas de representação das relações ideológicas já percebidas.

4 - Para treinar aplique atividades que trabalhem a composição de novas construções a partir
do assunto apresentado no vídeo.