Você está na página 1de 3

QUESTÃO PRÁTICA

A empresa Sapore produz massa de tomates. Há três anos a Sapore


vem fornecendo as sementes e, por conseguinte adquirindo a safra
de tomates dos Agricultores do Sitio do Forte. Porém, as vendas de
massas de tomates caíram vertiginosamente, sendo que a Sapore
possuía em estoque quase que a totalidade do que produziria com a
próxima safra. Nesse sentido, mesmo tendo fornecido as sementes
para os Agricultores do Sitio do Forte, a Sapore suspendeu a compra,
duas semanas antes da colheita, informando que diante do grande
lote em estoque, não produziria massa de tomates naquela safra.
Logo após a colheita, os Agricultores do Sitio do Forte ofereceram a
outras empresas aquela safra, porém não obtiveram êxito. Desse
modo, responda: Houve relação jurídica entre as partes? Sob qual
fundamento e regime jurídico? Seriam aplicáveis ao caso os
princípios contratuais? Se positiva a resposta, Quais? Assistiria aos
Agricultores do Sitio do Forte algum direito? Qual o seu
entendimento ?
RESPOSTA

No encerrar da década de 1980, pequenos produtores rurais do Rio


Grande do Sul plantavam tomates com sementes fornecidas pela
Companhia Industrial de Conservas Alimentícias – CICA. Na safra de
1987/1988, a empresa distribuiu sementes aos fornecedores, como era
costumeiro. Recusou-se, entretanto, a adquirir a produção, acarretando
prejuízo em razão da quebra da confiança despertada nos produtores
antes da celebração do contrato.

O Tribunal de Justiça do Estado, num posicionamento vanguardista,


entendeu que a CICA havia agido em desconformidade com os
ditames da boa-fé objetiva, a despeito da legalidade de sua conduta,
e incutiu-lhe responsabilidade pelos danos advindos da ruptura
injustificada das negociações, modalidade de responsabilização
objeto deste trabalho [01].
EMENTA:
CONTRATO. TEORIA DA APARENCIA. INADIMPLEMENTO. O TRATO,CONTIDO
NA INTENCAO, CONFIGURA CONTRATO, PORQUANTO OSPRODUTORES,
NOS ANOS ANTERIORES, PLANTARAM PARA A CICA, ENAO TINHAM POR
QUE PLANTAR, SEM A GARANTIA DA COMPRA.(RESUMO)
COMPANHIA INDUSTRIAL DE CONSERVAS ALIMENTICIAS -
CICAPLANTACAO DE TOMATES (INDENIZACAO) 1. DIREITO CIVIL.OBRIGACOES.
2. INDENIZACAO. - INADIMPLEMENTO CONTRATUAL. -COMPROVADO. -
TEORIA DA APARENCIA. APLICACAO. -
DOCONTRATO. TRATO CONTIDO NA INTENCAO. CONFIGURACAO DECONTRAT
O. - PROMESSA DE COMPRA DE SAFRA FUTURA. 3.
COMPRAE VENDA. VENDA FUTURA. PROMESSA DE COMPRA DE SAFRAFUTUR
A. 4. CONTRATO. - INADIMPLEMENTO. EFEITOS. - PRE-
CONTRATO. RESPONSABILIDADE PRE-
CONTRATUAL. 5.RESPONSABILIDADE CIVIL. CONTRATO. RESPONSABILIDADEC
ONTRATUAL.