Você está na página 1de 3

Questão 01 – Quais são as vantagens e as desvantagens da fermentação pré-

gástrica?
Vantagens da fermentação pré-gástrica
* Tempo de fermentação prolongado - Relativa estase de grande volume de
digesta, propicia adequado crescimento microbiano.
* Ambiente tamponado - Propicia diversidade microbiana.
* Detoxificação de compostos secundários das plantas.
* Massa microbiana é nutricionalmente significativa para o animal (compõe
proteína metabolizável.
* Permite existir a Ruminação.
* Reciclagem de N via saliva.
* Síntese de vitaminas B.

Desvantagens da fermentação pré-gástrica


* Perda de parte da energia em carboidratos como calor e metano.
* Proteína de alta qualidade pode sofrer redução no valor proteico (apesar da
proteína microbiana ser de alta qualidade).
* Fibra pode restringir consumo.

Questão 02 – O que é digestão e quais são os fatores envolvidos no processo


digestivo? Explique.

A digestão é o conjunto de transformações físicas e químicas sofridas pelos


alimentos para serem absorvidos pelo organismo. Esse processo inicia-se na boca e
termina no ânus.
As estruturas básicas que compõem o sistema digestivo são: Boca; faringe;
esôfago; estômago; intestino delgado; intestino grosso e reto. Outros órgãos
também contribuem com o processo de digestão, sendo anexos ao sistema
digestivo, são eles: o fígado, a vesícula biliar e o pâncreas. Além disso, as glândulas
salivares também têm um papel muito importante.
Os processos envolvidos são: Diminuição no tamanho de partiadas; solubilização
de compostos químicos; hidrólise das macromoléculas até compostos de menor
peso molecular e complexidade estrutural; transformação de componentes
químicos; absorção de nutrientes e integração metabólica.

Questão 03 – Quais são as diferenças fundamentais entre o TGI de animais


monogástricos e animais ruminantes?
Uma das diferenças está no ato de o animal (ruminantes) regurgitar o alimento
para a boca, para que seja mastigado e preparado para a digestão.
Os ruminantes possuem vários compartimentos gástricos, sendo estes o rúmen, o
retículo, o omaso e o abomaso, também conhecidos como pança, barrete, folhoso
e coagulador respectivamente, ao contrário dos monogástricos que possuem um
só compartimento gástrico, o estômago.
Questão 4 – Quais são os principais produtos da fermentação ruminal e seus usos?
Resposta: Ácidos graxos voláteis - Acético, Propiônico, Butirico,Valérico,
Isovalerico,Isobutirico: A principal fonte de energia para os ruminantes.

Gases - Ajudam a retirar a energia dos alimentos ingeridos.


massa microbiana
e calor.

Questão 5 – Resuma a digestão intestinal de carboidratos, lipídios e proteínas e


seus principais eventos.

- A digestão de carboidratos tem início na boca e continua no intestino delgado,


mediante a ação da enzima amilase e também por meio das enzimas da borda em
Escova nos intestinos. Já no intestino delgado, onde se faz mais intensamente a
digestão dos carboidratos, as células intestinais secretam as enzimas maltase,
frutase e lactase, que degradam os dissacarídeos em glicose, frutose e galactose
para serem absorvidos e levados para a corrente sanguínea.
- Os lipídios provenientes da dieta estimulam a secreção de enzimas presentes em
glândulas situadas na base da língua, conhecidas como lipase lingual. Contudo, não
ocorre a hidrólise dos lipídios na boca, que são dirigidos até o estômago. Os
lipídios são responsáveis por fornecer energia, sendo em forma de gordura que o
organismo armazena o excesso de energia que é consumido através da
alimentação para utilizar em momentos de necessidade.
- A enzima pepsina transforma as proteínas em moléculas menores, hidrolisando
as ligações peptídicas. No intestino delgado as proteínas sofrem a ação das
enzimas produzidas pelo pâncreas (tripsina, quimotripsina, elastase e
carboxipolipeptidase). As proteínas após a digestão e subsequente absorção pelo
intestino fornecem aminoácidos ao organismo que terão os principais destinos:
anabolismo (síntese de proteínas e polipeptídeos), catabolismo ou degradação,
produção de energia e síntese de compostos de pequeno peso molecular.

Questão 6) Como podemos classificar os alimentos? Quais são os critérios


utilizados nessa classificação? Dê exemplos de alimentos de cada tipo.

Volumosos, Concentrados energéticos, protéicos e fontes de minerais, vitaminas e


aditivos.
São alimentos volumosos os que possuem mais que 18% de FB ou mais que 50%
de FND, ambos com base na matéria seca dos alimentos.
Alimentos com menos que 18% de FB ou menos que 50% de FND, são alimentos
concentrados.
Se além do teor de fibra o alimento possuir mais que 20% de PB ele é considerado
proteico.
Se além do alto teor de fibra o alimento possuir menos que 20% de PB ele é
considerado um alimento concentrado energético.
Volumosos: Cascas de Cereais
Concentrados Energéticos: Milho
Concentrados Proteicos: Farelo de Soja
Minerais: Suplementos Minerais
Vitaminas: Suplementos Vitaminicos
Aditivos: Antibióticos

Questão 7) Em um confinamento um lote de animais com peso inicial de 14@ (peso


de carcaça) ficará 120 dias confinados espera-se que eles saiam com 21@ (peso de
carcaça) e que o consumo médio girem em torno de 2% do peso vivo durante todo o
confinamento. Pergunta-se: A) Qual é o peso vivo de entrada dos animais? B) Qual é
o peso vivo de saída dos animais? C) Qual é o consumo médio de MS dos animais
considerando um peso médio durante o confinamento? D) Qual deve ser o ganho
médio para que os animais atinjam este peso aos 120 dias de confinamento? E) Use
o ganho médio calculado e o consumo de matéria seca calculado para calcular a
conversão alimentar e a eficiência alimentar média durante o confinamento.

Questão 8) Um experimento foi montado para investigar a digestibilidade de uma


dieta composta de feno de coast-cross, milho, farelo de soja e suplemento mineral
para cordeiros em crescimento. Os animais consumiam cerca de 1000g de matéria
natural da dieta de excretavam cerca de 800g de fezes (matéria natural). Abaixo a
composição da dieta e das fezes:

Item %MS %PB %FDN %EE Dieta 80% 16% 60% 3,0% Fezes 35% 12% 76% 3,1%

Pergunta-se

a) Qual o consumo de matéria seca dos animais e qual a produção fecal em matéria
seca? Qual é o coeficiente de digestibilidade da matéria seca?

b) Qual é o consumo de proteína bruta, a produção fecal de proteína bruta e


coeficiente de digestibilidade real e aparente da proteína bruta?

c) Qual é o consumo de FDN a excreção fecal de FDN e o coeficiente de digestilidade


da FDN?

d) Qual é o consumo de EE e a excreção fecal de extrato etéreo e o coeficiente de


digestibilidade do extrato etéreo

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScSD59bUwu82_qxyDEDYXMeb5AV2_k
gYw9zaSk8T6T2LYqzzQ/viewform?usp=sf_link