Você está na página 1de 8

O AMIGÃO do Pastor

Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo - VOL. 21 - Nº 06 JUN/11

e grandes aspirações. Joseph se apaixonou res hinos de todos os tempos. É um dos pri-
por uma jovem que estava disposta, de meiros que os missionários ensinam aos
todo o coração, a passar o resto da vida novos convertidos. Em pesquisas feitas
com ele. Mas à véspera do casamento ela nos Estados Unidos para a escolha de hi-
sofreu um acidente horroroso e morreu afo- nos preferidos, “Em Jesus amigo temos”
gada em um dos lagos da cidade. O jovem quase sempre encabeça a lista.
Scriven nunca se recuperou daquela tragé- Num dia de outubro de 1886, Scrive, foi
dia. envolvido por outra tragédia, e seu corpo
Embora com ensino superior e pronto foi retirado de um lago perto de Ontário. A
para iniciar uma carreira de sucesso, o rapaz cidade de Port Hope erigiu um monumento
começou a viajar na tentativa de esquecer o em memória do trabalhador pobre e devota-
sofrimento. Em 1844, aos 25 anos, foi parar do que dedicou a maior parte de sua vida e
na cidade de Port Hope, no Canadá, onde energia ajudando quem não podia lhe pa-
trabalhou entre os pobres até os 66 anos, gar. No monumento estão escritas estas fra-
LENHADOR DOS quando morreu. ses do famoso hino: “Ele te acolhe e prote-
POBRES Os ensinos e crenças da igreja que ge em seus braços. Ali tu encontrarás refú-
Lindsay Terry frequentava levaram Joseph a realizar gio” [tradução literal, também abaixo].
tarefas manuais para as viúvas pobres e os QUE AMIGO TEMOS EM JESUS,
“Mas nós, que somos fortes, devemos su- enfermos. Geralmente ele trabalhava de QUE CARREGA TODOS OS NOSSOS PECA-
portar as fraquezas dos fracos, e não agra- graça, e era considerado pelo pessoal da DOS E DORES!
dar a nós mesmos.” Romanos 15.1-7 cidade como um homem gentil e bondoso. QUE PRIVILÉGIO É LEVAR
Joseph também doava suas roupas aos TUDO A DEUS EM ORAÇÃO!
menos favorecidos, e fazia consertos para OH, QUE PAZ PERDEMOS MUITAS VEZES,
Conta-se que um homem costumava ca-
minhar por duas ruas conhecidas de os pobres. Embora tido em alta estima, OH, QUE DOR SUPORTAMOS DESNECESSA-
Ontário, Canadá, levando consigo um Joseph era considerado um tanto RIAMENTE,
excêntrico. Ele acabou se apaixonando SÓ PORQUE NÓS NÃO LEVAMOS
serrote e um cavalete de apoio. Certa vez,
um senhor que trabalhava do outro lado de novamente, e planejava casar com uma TUDO A DEUS EM ORAÇÃO.
uma dessas ruas comentou com um transe- extraordinária jovem canadense. Mais uma Uma das atitudes mais importantes do
vez a tragédia mostrou suas garras terríveis. cristianismo pode ser resumida em uma pa-
unte: “Aquele ali parece um homem de res-
peito. Acho que vou contratá-lo para cortar A jovem morreu de pneumonia antes que se lavra: OUTROS. Nós a encontramos repeti-
lenha pra mim”. casassem. damente. Qualquer coisa que fazemos para
Foi pouco antes da morte de Joseph Jesus tem de ser feita pelos outros. O culto
A resposta do outro foi: “O nome dele é
Joseph Scriven, e ele não vai cortar sua le- que os habitantes da cidade descobriram verdadeiro a Deus sempre nos leva àqueles
nha porque o senhor pode pagar. Ele só seu dom poético. Joseph adoeceu e um por quem Cristo morreu, enchendo-nos de
amigo, ao visitá-lo, descobriu um poema vontade de compartilhar com eles a gloriosa
corta lenha para quem não tem dinheiro”.
Esta era a filosofia e a crença espiritual que ele havia escrito para a mãe em um mo- mensagem de esperança e salvação.
de Scriven, membro fiel de uma igreja evan- mento de angústia. Joseph não queria que Reflexão
ninguém soubesse da poesia. O título era A oração, como apresentada no hino, é
gélica da cidade. Seu desejo de ajudar os
desprovidos era sincero. “Orar sem cessar”. O amigo perguntou a força mais poderosa à disposição dos
Joseph nasceu no dia 10 de setembro quem havia composto o poema. Dizem que crentes no mundo inteiro. Qualquer um que
a resposta foi: “Deus e eu”. Joseph não ti- perde a chance de falar com Deus e abaste-
de 1819, na Irlanda. Seus pais tinham condi-
ções financeiras para lhe oferecer uma exce- nha dinheiro para visitar a mãe, contudo cer-se de suas fontes limita sua própria feli-
lente educação escolar. Joseph estudou achava que, talvez, o poema iria lhe dar um cidade e suas perspectivas de sucesso na
pouco de consolo nos momentos de neces- obra do Salvador.
numa faculdade famosa de Dublin. Os estu-
dos foram interrompidos quando o jovem sidade. (Pulpit Helps)
decidiu se alistar no exército. Por causa de Não se sabe ao certo como o poema
caiu nas mãos de quem o publicou num li- O irmão tem uma idéia
problemas de saúde, a carreira militar durou para um artigo no
pouco. Assim, ele retornou à faculdade e vro intitulado “Hinos e outras poesias”. O
músico Charles Converse compôs uma me- AMIGÃO? Favor de nos
formou-se em Artes.
Nesse jovem, a Irlanda tinha a perspec-
lodia para os versos e deu ao hino o título mandar. O endereço:
tiva de um cidadão ilibado, com altos ideais de “Em Jesus amigo temos”. jimandpat10@yahoo.com
Em minha opinião, este é um dos maio-
Página 2 O AMIGÃO do Pastor JUN/11

O REAVIVAMENTO O QUE O AMOR FAZ


ACABOU?
“Amados, amemo-nos uns aos outros;
Sim. porque o amor é de Deus; e qualquer que
Se perdemos o interesse pelas outras ama é nascido de Deus e conhece a Deus.”
pessoas. 1João 4.7
Se deixamos de visitar as pessoas e le- O primeiro impulso de um crente novo é
var o evangelho aos lares em que Jesus amar. Você se lembra do dia em que se con-
não é o líder. verteu? Seu coração não ficou transbor-
Se paramos de orar por aqueles que pre- dando de doce paz e amor?
cisam se entregar a Jesus. Lembro-me da manhã seguinte à minha
Se deixamos de colocar a nova ou a re- conversão. O sol parecia brilhar mais forte
Editorial novada dedicação no trabalho de Deus.
Se não achamos que a obra de Deus, re-
do que antes. Achei que o astro-rei sorria
para mim.
alizada por meio da igreja, é o trabalho mais Ao caminhar pelas ruas da cidade, ouvi
importante a ser abraçado. os pássaros nas árvores e achei que todos
Prezado Leitor, cantavam para mim. Nunca liguei para pás-
Neste número temos alguns artigos Não. saros antes; agora eu estava apaixonado
que falam sobre o sofrimento nas grandes Se damos a Jesus o primeiro lugar em pela criação inteira.
provas que homens de DEUS passaram. nossas vidas. Eu não sentia nenhuma amargura con-
Sem dúvida, é em meio ao sofrimento que o Se continuamos a falar de Cristo aos tra quem quer que fosse, e estava disposto
cristão demonstra a realidade da sua firmeza outros. a receber tudo em meu coração.
e do seu amor para com o SENHOR. Jó, Se continuamos a orar por nosso pastor (D. L. Moody)
Paulo, os outros apóstolos, bem como e todos os trabalhos da igreja.
milhares de crentes da igreja primitiva, que Se nossos líderes, professores e obrei-
chegaram a enfrentar a morte por causa do ros levam a sério suas responsabilidades, O ser humano vive na escuridão, e nem
testemunho de CRISTO, são provas disso. como ordens diretas de Deus. mesmo sua lanterna nuclear consegue
Há tempos em que parece que DEUS está Se cumprimos nossas tarefas “como ao dissipá-la. Não só vivemos na escuridão,
longe; parece que Ele está cuidando de Senhor”. como nos acostumamos a ela. Existe um
outros assuntos e nos deixou para depois. Se realizamos o trabalho da igreja com processo lento, sutil e sinistro de lavagem
Mas, a realidade é que mesmo que pareça entusiasmo e dedicação renovados. cerebral que nos insensibiliza gradualmente
assim, Ele está mais perto de nós do que Se aceitamos completamente a respon- em relação ao pecado. Este processo deixa
nunca. Como diz o salmista, ele está sabilidade por nosso próprio discipulado o pecado cada vez menos pecaminoso até
afofando a nossa cama na nossa por amor a Cristo. que nossa luz interior se transforma em es-
enfermidade. O fato de DEUS permitir que (Sword of the Lord) curidão, e como esta escuridão é profunda!
passemos por sofrimentos não significa Acostumamo-nos com ela, nos
que se ausentou, mas que está nos Já fui levado a cair de joelhos muitas aclimatamos a ela. Nós aceitamos, como
eninando que a fé deve permanecer vezes por causa da extraordinária certeza de natural, sua arte, sua literatura, sua música,
inabalável apesar das circunstâncias mais que não tinha para onde ir. Minha própria sua linguagem. Aprendemos a viver com a
adversas possíveis. Fé é crer em DEUS sem sabedoria e a sabedoria dos que me cerca- escuridão sem fazer nenhum protesto.
vê-Lo. Boa leitura! Pr. Cleber R. Neves vam pareciam insuficientes para aquele dia. (Vance Havner)
(Abraham Lincoln)

O AMIGÃO do Pastor
Um Periódico em Prol da Pregação do Evangelho de Jesus Cristo

Batista, Fundamentalista

Expediente: Editor Chefe: Pr. Jaime King. Editor: Pr. Cleber Rodarte Neves. Assistentes: Ana Lúcia de Almeida Rodarte, Patrícia
Elaine King. Arte: Pr. Cleber Rodarte Neves. Ofertas podem ser enviadas através de ordem de pagamento na conta número 295-4,
agência 0103, oper. 003, da Caixa Econômica Federal ou cheque nominal à Editora Maranata. Correspondência: Caixa Postal 74,
37270-000 Campo Belo - MG. Telefone e Fax: (0xx 35) 3832-2704. E-mail: editoramaranata@stratus.com.br Aviso: Os editores do
Amigão do Pastor, somente se responsabilizam pela publicação de artigos que solicitarem previamente aos seus autores. A
responsabilidade pelos artigos assinados é dos seus próprios autores, não expressando necessariamente a posição dos editores
deste periótico.
O AMIGÃO do Pastor é um ministério da Editora Maranata.
JUN/11 O AMIGÃO do Pastor Página 3

ERRO NA VISÃO

Deus não faz rodeio nenhum ao lidar COMO SER


NÃO DESISTA DE
com os erros de seu povo. Os sacerdotes e PERFEITAMENTE
TENTAR
profetas da época de Isaías estavam com INFELIZ
um sério problema: não enxergavam direito,
pois “erram nas visões” (Is 28.7). Em 29 de maio de 1968, Tommy Titcomb
Estes eram os mesmos tipos de líderes Se o seu objetivo é ser infeliz a maior
transpôs este mundo e foi morar com o Se- parte do tempo, os dez passos abaixo irão
que Jesus descreve em Mateus 15.14 como nhor que esteve ao seu lado na jornada ter-
“cegos guiando cegos”. Nos tempos de levá-lo ao estado de infelicidade num piscar
restre. de olhos.
Isaías, exatamente os líderes religiosos que Titcomb, 86 anos, nasceu na Inglaterra.
deveriam transmitir a verdade ao povo, e 1. Pense só em você. Fale só a seu res-
Aceitou a Cristo aos 21 anos. No ano ante- peito. Use “eu” sempre que possível e em
guiá-lo nos caminhos da justiça, é que fazi- rior, foi viver no Canadá, e lá, no dia de
am, por palavras e exemplos, as pessoas qualquer conversa.
Ações de Graça, ouviu o chamado de Deus 2. Fique atento ao que as pessoas pen-
tropeçarem nos julgamentos. para o campo missionário.
Tal cegueira resultou numa falsa união sam e falam sobre você.
Seguindo os procedimentos, Tommy fez 3. Espere sempre gratidão e respeito.
que reuniu esses líderes à mesa com aque- sua inscrição com uma agência missionária
les cuja imundícia teria causado repulsa a 4. Cultive suspeita, ciúme e inveja.
que trabalhava no Sudão. Para sua tristeza, 5. Seja sensível ao pouco caso com
qualquer um, menos aos bêbados (Is 28.8). foi recusado. Apesar disso, seguiu adiante,
Da mesma forma, hoje em dia o fiel que erra você.
e foi estudar num instituto missionário na 6. Não confie em ninguém, só em você
irá, inevitavelmente, encontrar-se em situa- cidade de Nova Iorque. Depois da formatu-
ções e grupos desagradáveis. mesmo.
ra, dois anos mais tarde, inscreveu-se no- 7. Insista em receber consideração es-
Atualmente muitos pastores andam “er- vamente para ir trabalhar no Sudão. Mais
rando na visão”. Seguem e glorificam o pecial.
uma vez foi recusado. 8. Exija que concordem com todos os
mundo e não à Palavra. Mas o quase Só depois que sua igreja e seu pastor
inacreditável crescimento do falso ensino e seus pontos de vista e opiniões.
prometeram lhe dar todo apoio, a missão 9. Sempre que puder, esquive-se das
dos falsos mestres serve apenas para inten- acabou aceitando-o.
sificar a necessidade da visão espiritual tarefas e responsabilidades.
Sua tenacidade em anunciar o evange- 10. Faça o mínimo que puder pelos ou-
perfeita. A visão espiritual perfeita está à lho durante 50 anos na Nigéria é relatada
disposição de cada crente que se dispõe a tros.
em um livro e testemunhada por centenas
enxergar todas as coisas através da luz cris- (Baptist Trumpet)
de vidas transformadas eternamente por
talina da Palavra de Deus, e não da visão seu ministério.
humana. O que Deus pediu que você fizesse, e Entreguemos nas mãos de Deus nosso
Quem anda no caminho de Deus não que até mesmo alguns cristãos o trabalho, nossos pensamentos, nossos pla-
será muito popular na sociedade, e a cami- desencorajam de realizar? Não desista! A nos, nós mesmos, nossa vida, nossos que-
nhada será, muitas vezes, árdua. No entan- Bíblia promete: “Se Deus é por nós, quem ridos, nossa influência, tudo o que somos.
to, a mesa que Deus prepara para seus fiéis será contra nós?” (Rm 8.31). Depois que fizermos isto, não restará nada
seguidores é pura e sem mácula – é um lu- (J. Kenneth Basset - Timeless com que nos preocuparmos nem que nos
gar limpo onde as pessoas de visão clara Signatures) cause preocupações.
podem discernir entre o certo e o errado e (Hudson Taylor)
podem ter comunhão genuína com quem Quando a igreja gasta o piso do salão
age da mesma forma. social mais rápido do que o assoalho junto
ao altar, podemos considerá-la mundana. Quem planeja para esta vida, todavia
(M. H. Reynolds Jr. - Sword of the Lord)
(Oliver B. Greene) não se preocupa com a eternidade é sábio
Viva de tal modo que quando o pastor por um momento, mas tolo para todo o sem-
terminar a mensagem, os presentes não vão Descer da montanha é mais fácil, porém pre.
achar que foram ao funeral errado. a vista é mais bonita lá de cima. (Sword of the Lord)
(The Mortarboard) (The Church Mouse)
Página 4 O AMIGÃO do Pastor JUN/11

LUZ NA ESCURIDÃO amigos riam, contavam piadas e divertiam- “ficha caiu”! Quando fiz aquela pergunta
J. Grant Swank Jr. se, porém tudo isto estava desconectado infantil ao meu Pai, “Cadê o senhor?”, sua
de nossa realidade. A alegria de viver resposta foi simples: “Nunca saí do seu
desses amigos parecia enfatizar o lado”. Eu tinha certeza que sim, mesmo nas
Coloquei nossos pertences na van de desespero da nossa vida. horas mais escuras, durante todos aqueles
aluguel, pronto para a viagem rumo ao leste Noite após noite eu me arrastava para a anos quando não ouvia a resposta dele.
dos Estados Unidos, há milhares de quilô- cama com o coração envolto em torpor. Na Hoje, quando as cortinas se fecham dei-
metros da cidade onde eu havia fechado a maior parte do tempo, eu funcionava no xando o dia lá fora, lembro-me de confiar na
Bíblia em cima do púlpito e renunciado ao “piloto automático”. resposta amorosa de Deus com mais segu-
pastorado da igreja. Claro que algumas pessoas não enten- rança ainda. Embora nem sempre eu sinta
Eu e minha esposa concluímos que terí- diam nossas dificuldades. Até mesmo os Deus ao meu lado, sei que ELE NUNCA ME
amos de mudar. A saúde dela não estava cristãos tentavam nos confortar com lem- ABANDONA!
melhorando. O neurocirurgião que poderia bretes de que os crentes estão sempre Sabem, eu creio em milagres—mesmo
cuidar dela trabalhava em Boston, e tínha- “numa boa maré”. Éramos aconselhados a nos que acontecem devagar, com o tempo.
mos de ir ao lugar onde ele estava. Empur- ser alegres, a dar “um chega pra lá” na tris- (Pulpit Helps)
ramos as caixas para dentro da van, en- teza. Conselhos fáceis e confortáveis de se-
quanto víamos nossos sonhos “sair pela rem dados por gente que não estava na Henry Ward Beecher (1813-1887) foi
janela”. nossa pele. comprar um cavalo. O dono do animal elo-
Dezembro chegou e com ele veio o dia Certa noite, quando eu estava deitado giou: “Este cavalo é perfeitamente saudá-
da operação no cérebro da Priscila. Raspa- na cama, sem conseguir dormir, levantei os vel. Ele faz todos os tipos de andadura: ca-
ram parte de seu cabelo. O cirurgião inseriu braços. Não conseguia vê-los por causa da minhada, passadas, trote e galope. Ele tra-
um tubo que ia do cérebro, por trás do ou- escuridão, mesmo assim queria tocar em balha em qualquer lugar que for colocado, e
vido, até o coração para redirecionar o líqui- Deus de algum modo. Eu não entendia o não foge mesmo sem estar amarrado. Ele é
do cérebro-espinhal. Por causa de cicatrizes motivo de me sentir tão só, tão incapaz de manso, mas cheio de energia; anda e para
que, de algum modo, se formaram ali duran- me comunicar com o céu. Sabia que a Bíblia quando você quer”.
te a infância, não havia espaço suficiente era a verdade, porém, nos últimos tempos Beecher avaliou o animal com grande
entre o cérebro e o crânio da Priscila para o não sentia nenhum conforto ao ler a Palavra admiração, e respondeu com santa ambição:
líquido drenar de modo apropriado. Nós de Deus. E orar era muito difícil. “Como gostaria que este cavalo fosse mem-
“celebramos” o Natal e o ano novo no hos- Persisti em me comunicar no meio da bro da minha igreja!”
pital, há uns cento e cinqüenta quilômetros noite, tocando o vazio, não sentindo nada; (Sword of the Lord)
dos familiares e de nossa filhinha. fazia meses que eu não chorava, e não con- PODEMOS JULGAR AS
Quando a Priscila estava bem o bastan- seguia derramar uma única lágrima agora.
te para voltar para casa, a vida não ficou Eu estava além do choro. Nem conseguia PESSOAS?
tão cor de rosa como os médicos haviam chorar diante do Deus. “Cadê o senhor”, eu
previsto. Enquanto ainda sentia bastante perguntava baixinho, não querendo parecer Não podemos julgar o coração de nin-
desconforto relacionado à cirurgia, minha desrespeitoso com o Deus de todas as coi- guém, pois só Deus consegue enxergá-lo.
esposa sofreu um colapso nervoso, e a de- sas. No entanto, podemos julgar as obras das
pressão tomou conta dela. Arranjei empre- Depois de um tempo, adormecia. De ma- pessoas, pois Jesus afirmou: “Portanto,
go como executivo da Câmara do Comércio; nhã, a vida parecia tão sem graça como por seus frutos os conhecereis” (Mt 7.20).
no fim do dia, ao chegar em casa, encontra- sempre. No entanto, eu sabia que continua- Se alguém não vive como cristão, temos
va a Priscila na mesma situação. Na maior va confiando em Deus. O mesmo acontecia o direito de considerá-lo pecador, e tentar
parte do tempo, a “escuridão” chegava bem com a Priscila. Embora nosso fervor religio- lhe mostrar o caminho.
antes do anoitecer. so tivesse diminuído, nosso compromisso (Dr. M. R. DeHaan)
Íamos á igreja aos domingos, porém nos com Deus era exatamente o mesmo.
sentávamos junto ao corredor, caso a A saúde da Priscila foi melhorando. A
Priscila ficasse tomada pela depressão e depressão foi sumindo devagar, e aos pou- A SABEDORIA DE SALOMÃO
precisasse voltar para casa antes do final cos minha esposa voltou às suas ativida- “Também o negligente na sua
do culto. Muitas vezes, depois de apenas des normais. obra é irmão do desperdiçador”
uns quinze minutos, nós nos esgueiráva- Os escorregões aconteciam de vez em
mos, o mais disfarçadamente possível, e sa- quando. Ao olharmos o passado, aqueles
íamos da igreja. Retornávamos a uma casa dois anos não parecem tanto tempo, mas na
envolta em depressão. época, pareciam uma eternidade.
Os dias se transformaram em semanas Chegou, então, o dia em que a Priscila
que se transformaram em meses. Eu pensa- anunciou que estava bem o bastante para
va: “Será que um dia voltarei a pastorear? ser novamente esposa de pastor.
Será que a Priscila vai se recuperar total- Candidatei-me ao púlpito de outra igreja, e
mente? Nosso casamento será restaurado? meses depois nos mudamos para a casa
A vida voltará a ser o que era? Que efeito pastoral, e voltei ao ministério de tempo in-
isso está causando em nossa filha?” tegral.
Amigos bem intencionados paravam Num domingo à noite, enquanto espera-
para uma visita, mas a Priscila não va deitado o sono chegar, fiquei recordan-
aguentava uma conversa mais longa. Os do aquele tempo de tribulação. E então a PV. 18:9
JUN/11 O AMIGÃO do Pastor Página 5

VALE A PENA SE esperança. A situação econômica do país é


REGOZIJAR? importante para nós. Também foi importante
James Rudy Gray para Habacuque e o povo de Judá. No en-
tanto, confiar na situação econômica nunca
irá nos satisfazer. A fé em Cristo sempre nos
Vivemos tempos econômicos difíceis. deixará satisfeitos.
Muita gente perdeu quase tudo. Está difícil Uma coisa impressionante sobre
encontrar emprego. Para quem está empre- Habacuque é que ele aprendeu a se regozi-
gado, o aumento de salário é praticamente jar em Deus (capítulo 3). Ele não podia se
uma ilusão. Muitas pessoas vivem alegrar numa economia fracassada. Nem
estressadas, preocupadas. Outras, deprimi- num futuro próspero, pois o castigo estava
das ou em desespero profundo. Muitos chegando. Mas Habacuque aprendeu que
perderam a esperança. Como ajudar alguém Deus não é um conceito a ser discutido, e
que vive uma situação destas? Talvez seja sim uma pessoa em quem podemos confiar
hora de lhes ensinar sobre regozijar-se em — uma pessoa que ama seus filhos mesmo
Deus! no meio das dificuldades.
Por favor, não me entendam mal. Os Deus nem sempre nos remove das situ- CLORETO DE SÓDIO
tempos são difíceis, mas Deus não muda. ações difíceis. Na verdade, ele pode até nos
Como conselheiros, podemos ajudar as colocar no miolo delas. Entretanto ele ja-
pessoas a lidar bíblica e efetivamente com o mais abandonará seus filhos. Talvez nos O sódio é um elemento encontrado de
que não podem mudar. As coisas podem fi- momentos difíceis, o melhor conselho que forma natural apenas em combinação com
car piores, mas isto não significa que nós oferecemos aos que sofrem é a esperança outra substância; ele sempre se junta a ou-
temos de ficar piores também. que lhes mostramos. Acredito que essas tro elemento. O cloreto, por sua vez, é um
Podemos decidir acreditar em Deus e pessoas podem ser mais encorajadas e aju- gás venenoso que dá o cheiro forte aos
confiar em sua palavra ou insistir em que as dadas por nossa alegria em Cristo do que alvejantes.
coisas têm de mudar. As pessoas que vi- pelos melhores diagnósticos clínicos que O sódio e o cloreto combinados resul-
vem num sistema de mudanças geralmente temos a lhes oferecer. tam em cloreto de sódio, o sal de mesa –
acabam se decepcionando. Quem decide vi- Regozijar em Deus é uma excelente tera- uma substância que preserva a carne e
ver no sistema de escolha que Deus lhes dá pia, contudo, mais importante ainda, é que aflora o sabor dos alimentos.
tem paz mesmo no olho do furacão. O pon- quando nos regozijamos os nossos cora- O amor e a verdade são como o sal e o
to de vista da pessoa é fator crucial em ções voltam sua atenção para o Senhor. cloreto. Sem a verdade, o amor é volúvel, al-
como ela se sente. É um fator importantíssi- Esta é uma situação maravilhosa de se viver gumas vezes cego, propenso a abraçar vári-
mo porque reagimos às coisas não na base — não importam as circunstâncias. as doutrinas. Por outro lado, a verdade por
do que nos acontece, e sim em como inter- (Pulpit Helps) si só é quase sempre abrasiva. Quando fa-
pretamos os fatos. Se entendemos a grande lada sem amor, pode afastar as pessoas do
verdade de um Deus real que cuida de seu Evangelho.
povo, encontramos paz no meio do caos. QUATRO COISINHAS Quando a verdade e o amor se combi-
O profeta Habacuque viveu numa épo- nam numa pessoa ou numa igreja, temos o
ca parecida com a nossa. A nação de Judá SÁBIAS que Jesus chamou de “o sal da terra” (Mt
estava cercada de violência, crime, impieda- 5.13), e somos capacitados a preservar e re-
de, injustiça e imoralidade. O profeta queria “Estas quatro coisas são das mais pe- velar a beleza de nossa fé (Ef. 4.15).
que Deus agisse, e até sabia o que Jeová quenas da terra, mas sábias, bem providas “A vossa palavra seja sempre agradá-
deveria fazer. O único problema era que de sabedoria.” Provérbios 30.24 vel, temperada com sal, para que saibais
Deus iria agir, mas não do jeito que Este versículo fala sobre quatro criatu- como vos convém responder a cada um”
Habacuque esperava! O homem queria ser ras muito pequenas, no entanto “bem pro- (Ef 4.6).
ver livre das circunstâncias ruins. Deus en- vidas de sabedoria”. Deus nos ensina não (Pulpit Helps)
viou castigo. somente por meio de sua Palavra, mas por
É inspirador observar Habacuque ir da meio de suas obras. “Os céus declaram a
preocupação à adoração, do medo à fé glória de Deus” (Sl 19.1). Somos chamados há bilhões e bilhões que sobrevivem e
quando ele aprende a confiar em Deus só a considerar “os lírios do campo” (Lc 12.27) repovoam anualmente. Por quê? Porque se
porque ele é Deus. Deus foi suficiente para e a ir “ter com a formiga” (Pv 6.6). preparam. Temos de aprender a arte da pre-
Habacuque? Será que em nossa época de Deus deixou suas marcas em tudo o que paração. A grandiosidade não se forma na
problemas econômicos Deus é suficiente criou. O que aprendemos com essas criatu- hora do jogo, mas durante o treino. Não se
para as pessoas? Claro que é? Na verdade, ras de Provérbios 30? Todas são animais ou forma no palco do recital, mas na sala de
ele é mais do que suficiente. No capítulo 3, insetos pequenos, mas todos têm uma qua- aula. Não no púlpito, e sim no escritório.
Habacuque descreve sua própria instabili- lidade que os torna sábios. Nada grandioso é conseguido sem prepara-
dade emocional. Ele também fala de sua es- ção.
tabilidade em tempos instáveis. As circuns- 1. A formiga (v. 25).
tâncias não mudaram — Habacuque mu- “As formigas são um povo impotente; 2. Os coelhos (v. 26).
dou! todavia no verão preparam a sua comida.” “Os coelhos são um povo débil; e con-
Imagino que daqui para frente iremos li- Que inseto minúsculo é a formiga, fácil de tudo fazem sua casa nas rochas.” Estes ani-
dar com muita gente necessitada de apoio e ser esmagada sob nossos pés! No entanto Continuaçãona próxima página
Página 6 O AMIGÃO do Pastor JUN/11

É assim que Deus recebe os afastados. a serem salvas? A Palavra de Deus, o evan-
“Toquem os sinos do Céu; hoje é dia de gelho bendito!
festa.” “Porque não me envergonho do evan-
(D. L. Moody) gelho de Cristo, pois é o poder de Deus
para salvação de todo aquele que crê.”
“quatro coisinhas” (da página 5) Romanos 1.16
Como vemos, a Bíblia participa de sua
mais não têm mecanismo de defesa, a não salvação. Você não teria sido salvo se não
ser correr para as rochas onde fizeram suas tivesse ouvido a verdade do Evangelho
tocas. Os coelhos anteveem os problemas, como registrado na Bíblia.
então sabem onde se esconder nas rochas.
Tudo o que os cristãos precisam é 2. A Bíblia oferece a segurança da salva-
aprender a se esconder na Rocha, Cristo Je- ção.
sus. Os problemas virão; é melhor se adian- “Estas coisas vos escrevi a vós, os que
tar a eles e conhecer a “Rocha Eterna, que credes no nome do Filho de Deus, para
morreu por mim”. que saibais que tendes a vida eterna.”
1João 5.13
CONVERSÃO 3. Os gafanhotos (v. 27). Você quer ter certeza de que foi salvo?
“Os gafanhotos não têm rei, e contudo Descubra o que Deus prometeu e apoie-se
todos saem, e em bandos se repartem.” Os nisto. Você pode ter certeza de que foi sal-
“Senhor Moody, eu gostaria de me tor- gafanhotos não têm líderes visíveis, no en- vo. Esta segurança vem da Bíblia. Se Deus
nar cristão, mas tenho sido tão mau, tão tanto mostram um certo tipo de organiza- disse que lhe deu vida eterna quando você
desprezível, que Deus nunca me aceitaria”, ção. Dividem-se em grupos e comem toda a confiou nele, creia, pois ele deu mesmo.
foi a explicação de um homem ao famoso vegetação de uma lavoura. Todos nós pre- Esta é a promessa de Deus. É por meio da
evangelista. cisamos fazer parte da “igreja organizada”. Bíblia que sabemos que fomos salvos, e
“Isso é o que você pensa, mas Deus Temos de achar nosso lugar no time de não pelo que sentimos.
não pensa assim. Você conhece algum pai Deus. Cristão sem igreja local é como um
ou mãe cujo filho abandonou o lar? Se o fi- tocador de tuba sem orquestra. Tenha espí- 3. A Bíblia leva à fé.
lho voltar arrependido, os pais não o rece- rito esportivo como o gafanhoto tem. “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ou-
bem de volta?” vir pela palavra de Deus.” Romanos 10.17
“Em 1875, quando eu estava em Lon- 4. A aranha (v. 28). Isto ajudará você a ter fé.
dres, chegou um pedido para que orásse- “A aranha apanha com as mãos, e está
mos por um rapaz que havia ido para o ex- nos paços dos reis.” A aranha é um 4. Você quer respostas às suas orações?
tremo sul da Austrália. Seus pais estavam insetinho determinado e entra em lugares “Se vós estiverdes em mim, e as minhas
aflitos por causa dele. O rapaz havia mergu- que nem eu nem você entraríamos. A ara- palavras estiverem em vós, pedireis tudo o
lhado no pecado, e os pais desejavam que nha escala uma parede, cai e volta a subir. É que quiserdes, e vos será feito.” João 15.7
as orações se unissem a favor do filho. decidida. É preciso determinação para ser “Posso pedir o que quiser?”, é sua per-
Acho que, no mínimo, umas duzentas pes- útil na obra de Deus. Que bom se aprendês- gunta. Se você está repleto da Bíblia, en-
soas se juntaram naquela noite para orar semos a não desistir, a seguir em frente volvido com Cristo e interessado em sua
pelo moço.” quando somos desencorajados. obra, seu desejo é agradá-lo. Se você co-
Moody continuou: “Enfurnado nas ter- Deus nos ensina não apenas por meio nhece bem a Bíblia, você sabe o que Cristo
ras agrestes daquele país – o rapaz teve de de sua Palavra, mas também por intermédio quer, e então irá orar dentro da vontade de
cavalgar um dia inteiro para chegar ao cor- de seu mundo! Você está olhando e apren- Deus, e suas orações serão respondidas.
reio, tal era o distanciamento da cidade – dendo? Provérbios 28.9 é um versículo triste so-
ele recebeu uma carta sobre as centenas de (Dr. Dan Reed - Sword of the Lord) bre este assunto: “O que desvia os seus ou-
pessoas que estavam orando a seu favor. vidos de ouvir a lei, até a sua oração será
Quando retornava para casa, o rapaz foi tão O QUE A BÍBLIA FARÁ abominável.” Se você afastar seu coração
envolvido pelo poder de Deus que não POR VOCÊ da Bíblia, então Deus afirma que sua oração
conseguiu mais cavalgar. Desmontou do não é boa. Se você não gosta das palavras
cavalo e ficou aguardando na mata, e ali de Deus, ele responde: “Também não gosto
Deus o converteu antes que ele chegasse à O cristão não conseguirá agir como das suas”. Assim, a maneira de ter as ora-
choupana em que morava.” deve, a não ser que conheça a Bíblia. Veja ções respondidas é amar a sagrada Bíblia,
O rapaz escreveu para casa contando bem o que a Bíblia fará por você. passar tempo meditando nela, aprender
tudo. Os pais lhe enviaram um telegrama, suas lições, e então orar. Tente orar dentro
tão logo puderam, pedindo que voltasse 1. A Bíblia é a única coisa que leva à salva- da vontade de Deus. Ah, você pode fazer
para casa; o filho respondeu que estava a ção. isto.
caminho. “A lei do Senhor é perfeita, e refrigera
Os pais, com muito medo que o barco a alma.” Salmos 19.7 5. Você crescerá na graça.
chegasse no meio da noite, e ansiosos para “Eis que o semeador saiu a semear. E, “Desejai...como meninos novamente
receber o filho, instalaram um sino para que quando semeava, uma parte da semente nascidos, o leite racional...para que por
o rapaz tocasse e acordasse a família inteira. caiu ao pé do caminho.” Mateus 13.3,4 ele vades crescendo”. 1Pedro 2.2
Que semente é esta que leva as pessoas
Continuação na próxima página
JUN/11 O AMIGÃO do Pastor Página 7

“o que a Bíblia” (da página 6)


Você deve amar a Bíblia. Meditar nela.
Você deve ler a Bíblia, e assim crescerá em
seus conhecimentos. Deste modo, você irá
usá-la para que outros sejam salvos. Você
pode usar a Bíblia para mostrar às pessoas
que elas são pecadoras, para lhes mostrar
Jesus e como confiar nele.
(Dr. John R. Rice - Sword of the Lord)

NÃO TRABALHAR PARA


O VENTO

Um senhor idoso e fatigado escreveu


uma carta irônica para um jornal contando o
que ele e a esposa fizeram para “poupar di-
nheiro e comprar todas as coisas que acu-
mulamos na vida; agora, acabamos desco-
brindo que não precisamos delas”.
Salomão afirma que a ambição em anga-
riar muitas coisas é igual a trabalhar para o
DESMAIAR E CAMBALEAR vento (Ec 5.16).
Jesus disse: “A vida de qualquer não
consiste na abundância do que possui”
O desmaio é um fenômeno conhecido de muitas pessoas. Alguns de vocês, se não (Lc 12.15).
todos, já desmaiaram alguma vez. Se o idoso que escreveu a carta tivesse
Algo estranho acontece no desmaio. Primeiro cambaleamos e esmorecemos; depois levado a Bíblia a sério durante o tempo de
desmaiamos e caímos. acumulação, teria percebido que “a vida é
Quando viajo, principalmente no Verão, encontro muitos carros nas estradas, principal- mais do que o alimento, e o corpo mais do
mente às três ou quatro horas da madrugada, e pergunto-me: “Por que esse povo não está que as vestes”.
em casa, dormindo?” Claro que eles fazem a mesma pergunta a meu respeito! Um rei do Oriente descobriu esta verda-
De vez em quando vejo um carro parado no acostamento. Às vezes observo uma pes- de quando o tédio aumentou juntamente
soa caminhando pra lá e pra cá, com ar de frustração, porque o carro pifou. Às vezes o com as riquezas. Seus conselheiros lhe ga-
motorista levanta o capô, e o vapor escapa do motor. Muitas vezes, os objetos inflados rantiram que ficaria livre do tédio se trocas-
que permitem ao carro continue a trafegar perderam a rotundidade. (Estou falando de pneu se de camisa com alguém que fosse perfei-
furado!) tamente feliz. Mas quando este alguém foi
O carro fica no acostamento. Por um motivo ou outro, a máquina parou de funcionar. O encontrado, ele não tinha camisa!
carro é bom. E custou uma nota, mas desfaleceu. Na sociedade abastada em que vive-
Às vezes, quando está taxiando para levantar vôo, o avião passa em frente de mos, nós também, muitas vezes, entende-
hangares onde outros aviões estão guardados. Quando as portas imensas estão abertas, mos o ganho material como um sinal abso-
conseguimos dar uma olhada lá dentro. Um ou dois mecânicos estão em cima de um avião luto da bênção de Deus, porém a Bíblia não
tirando e pondo coisas. O que estão fazendo? Consertando a máquina. Sempre me pego apoia esta ideia. O ganho a que a Bíblia se
pensando: “Se essa coisa decidir não funcionar, espero que decida isso aqui em baixo”. refere como “magnífico” é o da “santidade
Aquele avião deve voar todos os dias, mas por alguma razão, desfaleceu hoje. com contentamento”. Não há nada material
sobre isto.
Os cristão também desfalecem “Vale mais o pouco que tem o justo,
Na vida cristã, muita coisa se parece com isso. Gostaria de lembrar um versículo em dos que as riquezas de muitos ímpios” (Sl
particular: João 6.66, carregado de pathos em cada letra, em cada palavra: 37.16). Isto não significa que riqueza e
“Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com iniquidade andam de mãos dadas e nem
ele.” que a pobreza é sinal de piedade. São moe-
Estes discípulos prosseguiram durante um tempo. Gostavam do que viam. Aproveita- das de diferentes valores. Alguns pobres
ram tudo. E então desfaleceram. Chegou o dia em que um discípulo de cada vez resolveu: são iníquos e alguns ricos são justos.
“Isso aqui não é pra mim”. Porque aquela vida não era pra eles, cambalearam, Depois de Mais importante que o tamanho da con-
cambalear, desmaiaram; e tendo desmaiado, caíram à beira da estrada. ta bancária, ou falta de conta, é a atitude de
(Sword of the Lord) quem assina o cheque — ou gostaria de
poder assiná-los.
Jesus ilustrou isto ao lidar tanto com os
Estar de acordo com Deus muitas vezes Podemos facilmente ser grandes demais ricos quanto com os pobres. Ele não man-
significa estar encrencado com os homens. para Deus nos usar, todavia nunca seremos dou que o rico José de Arimateia vendesse
(A. W. Tozer) pequenos demais para isso.
(D. L. Moody) Continuação na próxima página
Página 8 O AMIGÃO do Pastor JUN/11

“não trabalhar para” (da página 7) der a odiar o que Deus odeia. A Bíblia apre- A vida santificada deixa marcas bem
suas propriedades, mas exigiu isto do jo- senta alguns versículos específicos sobre o profundas. Os faróis no mar não tocam
vem rico. Um entendia que era mordomo ódio correto que o cristão deve ter de algu- sirenes, apenas brilham.
das riquezas que ele controlava; o outro era mas coisas. (D. L. Moody)
controlado por suas riquezas.
1. Deve odiar o mal. Existem duas maneiras de ficarmos
É possível que o jovem rico não sou-
“Vós, que amais ao SENHOR, odiai o satisfeitos: acumular cada vez mais, ou que-
besse que o dinheiro era seu mestre até Je-
mal. Ele guarda as almas dos seus santos; rer menos.
sus fazer o teste com ele. Foi só então que a
tristeza se abateu, pois ele “possuía muitas ele os livra das mãos dos ímpios.” Salmo (G. K. Chesterton)
coisas”, e decidiu que as coisas controlari- 97.10
A ordem é que os que amam a Deus têm Um vaso de argila deixado ao sol será
am sua vida. sempre um vaso de argila. Ele tem de passar
O dinheiro não é a raiz de todos os ma- de odiar o mal. Ou seja, é possível ao cris-
tão ser cheio de amor e de ódio ao mesmo pelo calor branco do forno para se transfor-
les, mas o amor a ele é que é. mar em porcelana.
Jesus também avisou que as riquezas tempo!
“Odiai o mal, e amai o bem, e (Mildred Witte Struven)
trazem decepções e futilidade se não forem
usadas da maneira correta. Ele falou sobre o estabelecei na porta o juízo. Talvez o SE-
Deus nos dá os rostos, mas nós temos
perigo de armazenar riqueza para nós mes- NHOR Deus dos Exércitos tenha piedade
de providenciar as expressões.
mos — sobre o perigo da ferrugem e do remanescente de José.” Amós 5.15
A Bíblia chega quase a afirmar que o (Pulpit Helps)
corrupção e roubo — “porque onde estiver
seu tesouro, ali também estará o seu cora- amor de uma pessoa pelo bem é proporcio- Como pastor, lembre-se de que você
ção”. nal ao seu ódio pelo mal. tem de focalizar seus esforços e entusiasmo
O idoso que escreveu a carta acima no púlpito (2Tm 4.2), no lugar íntimo de
mencionada, terminou-a com um comentário 2. Deve odiar as obras impuras. oração (Mt 6.6) e na porta em que você toca
amargurado: “Minha esposa anda cansada “Não porei coisa má diante dos meus a campainha do homem sem Cristo (At
demais para polir aquela prataria toda”. Há olhos. Odeio a obra daqueles que se desvi- 20.20).
três mil anos, Salomão anotou um conselho am; não se me pegará a mim.” Salmo 101.3 (John Hamblin)
mais ou menos assim: “Aquele que ama a
prata não se satisfará com a prata”. 3. Deve odiar o caminho falso. Se alguém descobrisse a cura do câncer,
Você ficará satisfeito com o fruto de sua “Pelos teus mandamentos alcancei en- não seria inconcebível escondê-la do resto
vida de trabalho? Os esforços que você faz tendimento; por isso odeio todo falso ca- do mundo? Muito mais inconcebível é man-
agora o deixarão satisfeito quando o tempo minho. Por isso estimo todos os teus pre- ter silêncio sobre a cura contra o salário
for se acabando e a eternidade estiver bem ceitos acerca de tudo, como retos, e odeio eterno do pecado, que é a morte.
à frente? toda falsa vereda.” Salmo 119.104,128 (Dave Davidson)
Se Cristo for verdadeiramente o Senhor É fácil ensinar que devemos odiar todo
de nossas vidas, ele nos libertará da tirania o caminho falso das seitas que andam por
aí, mas é difícil ensinar que devemos odiar Pagar o bem com o bem é louvável. Pa-
das coisas materiais. Não trabalharemos gar o mal com o bem é cristianismo.
para o vento, mas para os tesouros ajunta- também todos os caminhos falsos dos cris-
tãos. (Ou Daily Bread)
dos em um lugar onde “nem a traça nem a
ferrugem corroem, e onde os ladrões não
entram e nem roubam”. 4. Deve odiar os pensamentos vãos. É preciso coragem para se levantar e fa-
(Sword of the Lord) “Odeio os pensamentos vãos, mas amo lar. Também é preciso coragem para sentar e
a tua lei.” Salmo 119.113 ouvir.
ODIAR O QUE DEUS Se o cristão de hoje em dia praticasse (Winston Churchill)
ODEIA este versículo, sua autoestima estaria lá no
pé, porque ele odiaria seus próprios pensa-
mentos o tempo inteiro!
A Bíblia deixa claro que há um tempo de
odiar. 5. Deve odiar a mentira.
“Tempo de amar, e tempo de odiar; “Abomino e odeio a mentira; mas amo
tempo de guerra, e tempo de paz.” a tua lei.” Salmo 119.163
Eclesiastes 3.8 Ninguém que seja inundado pelo verda-
Este é o ingrediente que falta no deiro amor cristão ama a falsa doutrina. Ao
discipulado atual. Se você recebesse um contrário, odeia-a. O amor se regozija na
real todas as vezes que um pastor ensinas- alegria (1Co 13.6).
se seus membros quanto ao tempo de odiar,
não teria grana para comprar o prato do dia 6. Deve odiar a boca perversa (não só o que
no boteco da esquina. ela diz, mas a própria boca).
O deus liberal não passa de um grande “O temor do SENHOR é odiar o mal; a
afago. Ele nunca odeia, nunca condena e soberba e a arrogância, o mau caminho e
nunca se ira. O deus dos liberais não é o a boca perversa, eu odeio.” Provérbios
Deus da Bíblia. 8.13
Ao seguir a Deus, o cristão deve apren- (Michael D. O´Neal)