Você está na página 1de 36

Avaliação das Organizações

Escolares - III

Indicadores
Vitor Alaiz
valaiz@netcabo.p
22MARÇO2007
INDICADORES - definição
são estatísticas
que permitem formular juízos de valor
sobre aspectos essenciais do
funcionamento
dos sistemas educativos.

Scheerens, J. (2004). Melhorar a Eficácia das Escolas. Porto: Edições ASA, p. 93.
Características dos indicadores
• MENSURABILIDADE
– podem ser medidos

•CENTRALIDADE
– referem-se a aspectos essenciais que descrevem a
situação no momento da recolha de dados

•PADRONIZAÇÃO
– reflectem aspectos da qualidade do objecto avaliado
em relação a um padrão (referente, norma, standard)
permitindo realizar juízos de valor
(Scheerens, 2004: 93)
Indicadores
- Ambiguidade
terminológica
Ambiguidades terminológic - I

CAMPOS

DIMENSÕES

INDICADORES
Ambiguidades terminológ - II

CRITÉRIOS

INDICADORES
Ambiguidades
terminológ- III
Ambiguidades terminológ - II
2007, ME - IGE

DOMÍNIOS
FACTORES
(sub-factores)
Quadro de referência para a avaliação de
escolas e agrupamentos

I - Os 5 domínios chave
1. Resultados
2. A prestação do serviço educativo
3. A organização e gestão escolar
4. Liderança
5. Capacidade de auto-regulação e
progresso da escola
II - Factores que contribuem
para estes domínios

1. Resultados
1.1 Sucesso académico
1.2 Valorização dos saberes e da
aprendizagem
1.3 Comportamento e disciplina
1.4 Participação e desenvolvimento cívico
II - Factores que contribuem para estes domínios

2. A prestação do serviço educativo

2.1 Articulação e sequencialidade


2.2 Diferenciação e apoios
2.3 Abrangência do currículo
2.4 Oportunidades de aprendizagem
2.5 Equidade e justiça
2.6 Articulação com as famílias
2.7 Valorização e impacto das aprendizagens na
educação escolar

II - Factores que contribuem para estes domínios

3. A organização e gestão escolar

3.1 Concepção, planeamento e desenvolvimento


da actividade
3.2 Gestão dos recursos humanos
3.3 Qualidade e acessibilidade dos recursos
3.4 Ligação às famílias
II - Factores que contribuem para estes domínios

4. Liderança

4.1 Visão e estratégia


4.2 Motivação e empenho
4.3 Abertura à inovação
4.4 Parcerias, protocolos e projectos
II - Factores que contribuem para estes domínios

5. Capacidade de auto-regulação e progresso da escola

5.1 Auto-avaliação
5.2 Sustentabilidade do progresso
Outra terminologia
Lei 31/2002

Termos de análise

Indicadores

Parâmetros
História dos
Indicadores
Histórico - 1
• Origens: séc. XIX
– Europa: educação comparada
– EUA, 1867, US DE, estatísticas da educação
• Difusão internacional > 1960
– indicadores económicos
⇒ indicadores sociais da educação
⇒ indicadores educacionais
– Sistemas de indicadores
Histórico -2

Tendências evolutivas:

Medição de desempenho
Estatísticas descritivas (estatísticas avaliativas)

Medidas Medidas
de input e recursos de output e contexto
+ processo

Nível Vários níveis


macro (macro, meso, micro)
Indicadores

- O modelo sistémico,
um modelo operacional
Sistemas de indicadores
e modelo CIPP

O modelo CIPP
“é o esquema analítico mais
adaptado para sistematizar a
reflexão sobre os indicadores da
educação”

(Scheerens, 2004: 95)


CIPP
CONTEXTO

PRODUTO
PROCESSO
INPUT

(Cf. Stufflebeam)
Um modelo sistémico básico do
funcionamento da escola
Contexto

inputs Processos outputs

Nível escola

Nível sala Scheerens, 2005

de aula
Conceito geral

COMUNIDADE

Processo

Input Output

Performance Efeitos
School Factors Related to
Quality and Equity
RESULTS FROM PISA 2000
http://www.worldbank.org/afr/findings/english/find59.htm
Proposta de trabalho
• Leitura dos referenciais (campos,
dimensões, indicadores) disponíveis em
função do modelo CIPP