ENERGIZADOR

de Cerca Elétrica Rural
Controle e contenção de animais.

Revisão: julho/2007

3º EDIÇÃO

® ®

MANUAL CERCAS ELÉTRICAS

RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA:
A Walmur recomenda a colocação de placas de sinalização e advertência na cerca elétrica a cada 25 metros, em porteiras e setores com acesso de pessoas, para prevenir que pessoas recebam o choque da cerca, o qual pode provocar dor, susto e mal estar momentâneo.
Cód. Walmur: 660

PROTEÇÃO CONTRA RAIOS:
Para evitar a queima do energizador por descargas atmosféricas conduzidas pelo arame da cerca, utilize um Dispositivo de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (KIT PÁRA-RAIO). Não aproximar-se do energizador e arames da cerca em dias de temporal. Descargas atmosféricas podem ser conduzidas pelo arame até o aparelho.
KIT PÁRA-RAIO

Cód. Walmur: 495

DE GARANTIA

2 ANOS

A Walmur oferece garantia de 2 anos para defeitos de fabricação, através da rede de assistência técnica em todo o Brasil ou diretamente com a matriz. Obs: A garantia não cobre danos provocados por descargas atmosféricas ou erros na instalação.

Apesar da fácil instalação, procure mão de obra qualificada para obter bons resultados e uma instalação segura. A Walmur oferece Suporte Técnico por telefone ou e-mail, tire suas dúvidas conosco.
®

Walmur Instrumentos Veterinários Ltda.
Rua Ernesto Fontoura, 231 - CEP 90230-091 - Bairro São Geraldo - Porto Alegre/RS FONE/FAX: (51) 3343-5844 / E-mail: walmur@walmur.com.br

www.walmur.com.br

PAG. 1 - INTRODUÇÃO ________________________________________ 1 1.1 - Benefício do uso da Cerca Elétrica ___________________ 1 1.2 - Vantagens ______________________________________ 1 1.3 - Princípio de Funcionamento________________________ 2 1.4 - O que é Energizador de Alta Potência?________________ 2 1.5 - Treinamento dos Animais __________________________ 3 2 - COMPONENTES DO SISTEMA: __________________________ 4 2.1 - Energizador ____________________________________ 4 2.1.1 - Seleção do Equipamento a Utilizar________________ 4 2.1.2 - Instruções de Uso e Recursos dos Energizadores Walmur - Intelligent System__________________ 5 2.1.3 - Energizadores Walmur - Especificações Técnicas____ 8 2.1.4 - Tabela com Características dos Energizadores Walmur____________________________________ 11 2.1.5 - Tecnologia do Pulso de Saída de Alta Potência dos Energizadores Walmur________________________ 12 2.1.6 - Desempenho dos Energizadores Walmur __________ 12 2.1.7 - Orientação para Instalar o Energizador e Conectálo à Cerca__________________________________ 13 2.1.8 - Energizador de Cerca Elétrica e Energia Solar_______ 13 2.1.8.1 - Instalação do Painel Solar ____________________ 13 2.1.8.2 - Orientação do Painel Solar____________________ 14 2.2 - Fio Condutor ___________________________________ 14 2.2.1 - Escolha do Fio Condutor da Cerca________________ 15 2.2.2 - Tensionamento do Arame______________________ 15 2.2.3 - Observações Importantes sobre o fio condutor______ 16 2.3 - Isoladores _____________________________________ 16 2.3.1 - Isoladores de Arranque ou Esquineiro tipo Castanha__ 17 2.3.2 - Isolador de Linha_____________________________ 17 2.3.2.1 - Isolador para Mourão de Madeira_______________ 17 2.3.2.2 - Isolador para poste Metálico___________________ 17 2.4 - Aterramento do Energizador ______________________ 18 2.4.1 - Recomendações e Instalação do Aterramento_______ 18 2.4.2 - Causas de um Aterramento Deficiente_____________ 19 2.4.3 - Cuidados Referente a Localização do Aterramento___ 19 2.4.4 - Verificação do Aterramento_____________________ 20 2.4.5 - Retorno do Aterramento pelo Arame ______________ 20 2.4.6 - Sistema de Aterramento Secundário ______________ 20

SUMÁRIO

PAG. 3 - CONSTRUÇÃO DE CERCAS ELÉTRICAS __________________ 21 3.1- Planejamento___________________________________ 21 3.2 - Localização do Energizador ________________________ 22 3.3 - Tamanho e Forma dos Potreiros _____________________ 22 3.4 - Setorização ____________________________________ 23 3.5 - Tipos de Cercas Elétricas _________________________ 23 3.5.1 - Cerca Permanente para Bovinos com 1 Fio _________ 23 3.5.2 - Cerca para Bovinos Adultos e Terneiros - 2 e 3 Fios ___ 24 3.5.3 - Cerca Móvel para Bovinos _____________________ 25 3.5.4 - Cerca para Ovinos ___________________________ 26 3.5.5 - Cerca para Bovinos e Ovinos ___________________ 26 3.5.6 - Cerca para Suínos ___________________________ 27 3.5.7 - Cerca para Eqüinos __________________________ 27 3.6 - Construção da Linha Mestra ________________________ 28 3.7 - Passagem da Linha Mestra pela Porteiras _____________ 29 3.8 - Porteiras nas Instalações de Cerca Elétrica ____________ 30 3.9 - Renovação de Cerca _____________________________ 31 4 - FALHAS MAIS COMUNS E SUA DETECÇÃO ________________ 31 5 - INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO __________________________ 32 6 - PROTEÇÃO CONTRA RAIOS ____________________________ 32 6.1 - Instalação do kit Pára-Raio_________________________ 33 6.2 - Recomendação do núm ero de Hastes de Aterramento do Kit Pára-Raio ____________________________________ 35 6.3 - Desviador de Raios ao Longo da Cerca _______________ 35 7 - PRECAUÇÕES _______________________________________ 36 8 - ASSISTÊNCIA E SUPORTE TÉCNICO _____________________ 36 8.1 Lista de assistências técnicas ________________________ 37 Obs.: A Walmur reserva-se o direito de alterar as informações presentes neste manual sem aviso prévio.

2 . A cerca elétrica é um conceito oposto ao conceito de cerca tradicional.Baixo custo: uma cerca eletrificada permanente de 2 fios tem um custo aproximado de 20% da cerca tradicional.recuperar e tornar disponível o campo natural . etc. cães.Sua instalação é possível em locais acidentados. .lotação . . .utilizar eficientemente e aumentar a duração das pastagens. . eqüinos.Menor possibilidade dos animais serem atingidos por um raio já que ficam afastados da cerca.a recuperação das pastagens artificiais degradadas evitando o custo da resemeadura. suínos.INTRODUÇÃO: A cerca elétrica é uma solução eficaz e de baixo custo para realizar subdivisões em campo natural ou em pastagens cultivadas. leite.rentabilidade do empreendimento Permite também: . . 1. ovinos.Facilmente modificada ou deslocada. . animais selvagens. . bubalinos.1 . .Instalação fácil e rápida. através de uma barreira psicológical que o animal não transpõe porque gravou na memória a lembrança de uma sensação desconfortável.VANTAGENS: Permite o incremento da: . pois utiliza pouco material.Longa duração em razão da menor pressão física. Trata-se de um sistema de contensão de animais.produção de carne.1 CERCA ELÉTRICA COM ENERGIZADOR DE ALTA POTÊNCIA ® ® 1 . 1. podendo ser utilizada com bovinos. . lã por hectare .Manutenção econômica.a realização de pastoreio rotativo racional ( Pastoreio Voisin ).BENEFÍCIO DO USO DA CERCA ELÉTRICA: .

as ervas daninhas. provoca o mesmo efeito. produzindo uma perda de energia que afeta todo o sistema.PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO: Todos os energizadores WALMUR. 1 . ou qualquer outro objeto que encoste na cerca eletrificada. etc. A curta duração do pulso liberado em intervalos de 1. Trata-se de um circuito aberto que se fecha quando se produz o contato entre o arame e a Energizador Isolador terra através do animal que.O QUE É ENERGIZADOR DE ALTA POTÊNCIA: O energizador de Alta Potência WALMUR é um aparelho que libera ao arame da cerca pulsos elétricos com uma grande quantidade de energia. completando o circuito e provocando o choque elétrico. o outro 7 kV é a terra. diminuindo ou anulando a potência do choque elétrico. As características elétricas do pulso.1 ms Energizado Fig.3 segundos permite que a voltagem e a corrente máxima suportável pelo corpo de animais e seres humanos possa ser mais elevada do que a corrente e voltagem máxima em uma situação de corrente contínua (baterias) ou alternada (rede elétrica). 2. através do aterramento. atravessa o corpo do animal chegando à terra e. geram pulsos elétricos de curta duração. No momento de produzir-se o contato. Os modelos à bateria apresentam tempo entre pulso maior para prolongar a durabilidade da bateria. Energia do Pulso 0. encosta no arame ( Fig. ambos unidos ao energizador.0001 s) com alta voltagem.. evitando que os mesmos voltem a encostar-se na cerca. diretamente. o primeiro. 1. parado sobre a terra.4 . eletricidade 110 e 220V ou energia solar. e o segundo. 1 ).3 . para poder realizar subdivisões de potreiros muito grandes e para conter com eficiência o gado zebu surgiram os Energizadores de Cerca Elétrica Rural WALMUR deAlta Potência. gerado pelo Energizador Walmur. e de curtíssima duração.Esquema da cerca elétrica O capim. a energia dissipada em uma carga teste e o tempo de repetição dos pulsos (tempo entre pulsos maior ou igual a 1 segundo). na ordem de microssegundos (aproximadamente 0. Pulso de Alta Tensão Esses pulsos elétricos precisam de dois condutores para circular: um é o arame. que Aterramento afasta os animais. menor que 1 milésimo de segundo. o pulso que gerou o energizador sai pelo arame. partindo de diferentes fontes de energia: bateria 12V. dirige-se para o aterramento onde continua para o energizador. Ver comparativo da Fig.2 1. Para superar as perdas de energia provocadas pelo capim. através da mesma. . dentro de um limite estabelecido pela norma internacional de segurança. são limitadas conforme a norma internacional de segurança IEC 60335-2-76 que limita o tempo de duração do pulso.

Trabalhando com um energizador de baixa potência.5 . se pode condicionar os animais em "piquetes-escola". superando uma grande quantidade de perdas de energia que com a tecnologia tradicional não era possível. o que pode levá-lo a tentar superar a cerca ( Fig 3 ).TREINAMENTO DOS ANIMAIS alta potência. 2: COMPARATIVO ENTRE ENERGIZADOR TRADICIONAL E DE ALTA POTÊNCIA WALMUR BOMBA PEQUENA BAIXA PRESSÃO ENERGIZADOR BAIXA POTÊNCIA BAIXA TENSÃO BOMBA GRANDE ALTA PRESSÃO ENERGIZADOR ALTA POTÊNCIA ALTA TENSÃO Isto permite eletrificar com eficiência grandes extensões. os animais são mantidos em uma área cercada de tamanho pequeno onde são obrigados a manter contato com a cerca e experimentar o desconforto do choque elétrico e aprendem a perceber que ele provém da cerca. menor lembrança Fig. a sensação de desconforto e dor que ficam gravadas na memória são muito maiores. que deixa gravada na sua memória uma sensação desconfortável menor. . quando o animal encosta na cerca vai receber uma descarga de menor energia. 3 1. assegurando um choque elétrico suficientemente forte em toda a cerca para conter o animal. Nos piquetes-escola. maior lembrança Fig. baixa potência. antes de colocá-los no pasto definitivo. 4 Para que o rebanho aprenda a respeitar as cercas eletrificadas. desencorajando o gado a transpor a cerca (Fig 4). deve-se ter em conta que os cavalos e cervos precisam espaço para correr. Quando utiliza-se um energizador de Alta Potência.3 Fig. Em suas primeiras experiências com cercas elétricas.

4 2 .tipo de manejo a realizar. crescimento da vegetação e contato com o arame. Também tem a função de garantir a isolação entre a rede elétrica (perigosa) e a cerca elétrica (segura).ENERGIZADOR .ISOLADORES -ATERRAMENTO Na medida em que alguns destes componentes falha. aterramento. IMPORTANTE: ao realizar a escolha do energizador é fundamental considerar uma margem de reserva de energia para ter a máxima segurança na sua instalação e funcionamento.1 .ter vida útil curta e serem ineficázes.ENERGIZADOR: É a peça mais importante do sistema. diâmetro dos arames. O energizador a ser utilizado deve ser de qualidade comprovada. os energizadores Walmur são construidos de acordo com normas internacionais de segurança. 2. 2.comprimento das subdivisões a realizar . A ampla linha de energizadores WALMUR está desenhada para satisfazer as distintas necessidades do pecuarista.superfície do campo . A capacidade do energizador deve superar amplamente o comprimento da cerca eletrificada a construir.1.espécie e categoria de animais a controlar .fonte de energia disponível . principalmente. construção da cerca. é importante dar importância a todos os componentes do sistema anteriormente mencionado. Por isso. evitando-se o uso de aparelhos de má qualidade ou fabricação duvidosa que podem oferecer riscos.possibilidade de muito contato do arame com o capim . sem provocar danos físicos ao animal ou ao homem que recebe o choque. a eficácia do sistema fica comprometida. .SELEÇÃO DO EQUIPAMENTO A UTILIZAR: Aescolha do modelo a utilizar depende de vários fatores: . das seguintes partes: . Observações Importantes: O alcance dos energizadores estimado em Quilômetros varia com a umidade do solo. Sua função é transformar a energia de 12. 110 ou 220V com que é alimentado em um pulso elétrico de altíssima voltagem e curta duração.COMPONENTES DO SISTEMA: Um sistema de cercas elétricas consiste.FIO CONDUTOR . assim como facilitar a possibilidade de futura ampliação da área. Para garantir esta segurança. etc.1 .

. Estes modelos apresentam circuito de acendimento automático.1. WK200iC e WK400iC: Atenção: Ao conectar à rede elétrica o aparelho entra em funcionamento automaticamente. WK40iB. Para verificar se o pulso elétrico na cerca permanece conforme. favorecendo a durabilidade da bateria. sem incidência de capim no arame energizado. pode-se passar a utilizar a chave na posição ECO para economizar a bateria. Proteção descarga da bateria somente no WK200iB: O aparelho se desliga automaticamente e não funciona quando a bateria fica abaixo de 9Vcc.Posição ECO(60%)> O aparelho liga e gera pulsos com 60% da energia. O valor medido não deve ser inferior a 3 kV. Indicação Luminosa: Luz “energizador” acesa indica aparelho energizado e luz “cerca elétrica” pulsante indica o pulso de saída. Indicação Luminosa: Luz “energizador” acesa indica aparelho energizado e luz “cerca elétrica” pulsante indica o pulso de saída. Não apresenta recursos para redução de consumo.Posição NORMAL(100%): O aparelho liga e gera pulsos com 100% da energia do aparelho.Posição NÃO: O aparelho permanece desligado. Esta recomendação pode ser adotada em cercas com boa isolação.5 2. O pulso de saída apresentará menor energia e uma voltagem pico menor. Modelos alimentados à bateria WK20iB. o equipamento diminui um pouco a velocidade da repetição dos pulsos. Quando escuro. WK120iC. WK60iC.2 . durante a noite quando o gado apresenta menor atividade noturna. WK40iC. .INSTRUÇÕES DE USO E RECURSOS DOS ENERGIZADORES WALMUR – INTELLIGENT SYSTEM: Modelos alimentados à rede elétrica WK20iC. Recomendação de uso para a chave NORMAL/ECO: Após um período de adaptação do gado para que aprenda a respeitar a cerca. onde é feito uma inspeção periódica e cercas com comprimento abaixo do máximo recomendado. . mesmo conectado a bateria. proporcionando uma redução do consumo. WK120iB e WK200iB: Chave NÃO/NORMAL/ECO: . trabalhando sempre em 100% de sua capacidade. utilize um voltímetro digital ou de néon para medir a voltagem pico ao longo da cerca. WK60iB. Quando claro. Redução de consumo noturno: O equipamento possui um sensor solar que capta a iluminação do ambiente. durante o dia. o equipamento gera os pulsos elétricos a uma taxa de repetição normal. mesmo com a chave na posição ECO. Neste modo o equipamento consome menos energia favorecendo a durabilidade da bateria. bastando conectar a rede elétrica para que entrem em operação. sendo necessário recarregar a bateria. utilizando o energizador com a chave em NORMAL. Recomendado para cercas com bom isolamento e de pequena extensão.

acarretando a descarga da bateria.Posição ECO(60%): O aparelho conectado a bateria liga e gera pulsos com 60% da energia. NÃO.Posição NORMAL(100%): Liga e gera pulsos com 100% da energia. Obs: Havendo energia na rede elétrica e a chave estando em NORMAL ou ECO ocorre o consumo da rede e da bateria ao mesmo tempo. . .Operar conectado somente à rede elétrica: Colocar a chave em NÃO.Opearar conectado à rede elétrica e à bateria ao mesmo tempo (automático): .WK200iSE operando à bateria: . WK120iSE e WK200iSE): Quando conectado à rede elétrica o carregador de bateria funciona e energiza os terminais da bateria em qualquer posição da chave NÃO/NORMAL/ECO. .Posição NÃO: Desligado. Instrução de uso conforme fonte de energia: .Operar conectado somente à bateria: Colocar a chave em NORMAL. . para evitar curto circuito. WK120iSE e WK200iSE: Colocar a chave em NORMAL. Modelos alimentados à bateria e rede elétrica WK60iSE. . . . . Ao retornar a energia da rede.WK60iSE e WK120iSE: Colocar a chave em NORMAL. para operar à bateria.Posição ECO(60%): O aparelho conectado a bateria liga e gera pulsos com 60% da energia.Operando à rede elétrica: O aparelho funciona com 100% da energia em qualquer posição da chave. . Mediante a falta de energia na rede. WK120iSE e WK200iSE: Colocar a chave na posição NORMAL.Posição NÃO: Desligado. Neste modo o equipamento consome menos energia favorecendo a durabilidade da bateria. Função No Break (WK60iSE. desconectar da tomada. . Para desligar. Para desligar coloque em NÃO e desconecte o aparelho da tomada da rede. Chave NÃO/NORMAL/ECO: .WK60iSE. o energizador passa a operar a partir da bateria automaticamente. desconectar da tomada. Neste modo o equipamento consome menos energia favorecendo a durabilidade da bateria. o equipamento opera a partir da rede e mantém a bateria carregada. inclusive em NÃO.Operando à bateria: .WK200iSE: Colocar a chave em NÃO. Neste modo o equipamento consome menos energia favorecendo a durabilidade da bateria. NÃO.Posição ECO(60%): Liga e gera pulsos com 60% da energia.WK60iSE e WK120iSE operando à rede elétrica ou à bateria: . Para desligar. Instruções de uso conforme a fonte de energia: .Operar conectado somente à rede elétrica: Atenção: Não conectar os terminais de bateria na entrada 12Vcc. WK120iSE e WK200iSE (Automático com No Break) Atenção: Ao conectar à rede elétrica o WK200iSE liga independente da posição da chave. Indicação Luminosa: Luz “energizador” acesa indica aparelho energizado e luz “cerca elétrica” pulsante indica o pulso de saída. Para desligar o aparelho colocar em NÃO. NORMAL e ECO.Posição NÃO: Desligado. Chave NÃO/NORMAL/ECO: . . pois pode provocar superaquecimento e queima do equipamento.Posição NORMAL(100%): Liga e gera pulsos com 100% da energia.Posição NORMAL(100%): Liga e gera pulsos com 100% da energia.WK200iSE operando à rede elétrica: O aparelho funciona com 100% da energia em qualquer posição da chave. . inclusive em NÃO. coloque a chave em NÃO. Para desligar coloque em NÃO. .Operar conectado somente à bateria: . Enquanto houver energia na rede elétrica. NORMAL e ECO.6 Modelos alimentados à bateria e rede elétrica WK20iSE e WK40iSE (comutado por chave) Atenção: Ao conectar à rede elétrica o aparelho liga independente da posição da chave. . Para desligar. colocar a chave em NÃO para que o aparelho pare de consumir energia da bateria. .WK60iSE. IMPORTANTE: Não provocar curto circuito nos terminais para conexão da bateria do aparelho.Operar conectado à bateria e à rede elétrica ao mesmo tempo: Manter a chave em NÃO e mediante uma falta de energia na rede colocar a chave em NORMAL. .

. favorecendo a durabilidade da bateria. . Sirene: Com o equipamento operando à partir da rede elétrica ou à partir da bateria interna. o que evita danos a bateria. Se for colocado uma sirene com consumo igual ou superior. durante a noite quando o gado apresenta menor atividade noturna. Como re-carregar a bateria interna caso esta se descarregue e o equipamento pare de funcionar: Conectar uma bateria externa aos terminais de entrada auxliar 12 Vcc e colocar a chave na posição OFF ou em NORMAL/AUTO se for necessário o uso do aparelho. que na falta de energia na rede. luz “cerca elétrica” fixa e aparellho inoperante indica bateria descarregada. Chave OFF/NORMAL/AUTO: .NORMAL: O equipamento opera normalmente gerando pulsos na cerca.AUTO: O equipamento opera normalmente durante o dia e a noite opera com redução de consumo noturno.OFF: equipamento permanece desligado. Modelo WK400DAL com alarme. Quando claro. provocada por uma intervenção (corte/queda/perda/gado/pessoa) no arame energizado. Continua a manter a carga da bateria interna ou externa através do carregador interno e mediante uma falta de energia elétrica. ou ainda. durante um tempo superior a 15 segundos. . monitorando a voltagem de retorno. o alarme interno dispara e energiza os terminais da sirene com 12Vcc.Luz direita em vermelho fixo indica bateria descarregada. Indicação Luminosa: Luz “energizador” fixa indica aparelho energizado e luz “cerca elétrica” pulsante indica o pulso de saída. É provido de sistema No Break. e mediante uma queda na voltagem no retorno da cerca. proporcionando uma redução do consumo. alimentado à bateria interna e painel solar: Redução de consumo noturno (chave em AUTO): O equipamento possui um sensor solar que capta a iluminação do ambiente. o circuito irá carregar ou manter carregada a bateria interna e a bateria externa opcional. Obs: O painel solar não re-carrega a bateria externa. . Esta proteção evita que a bateria se descarregue completamente. Chave ON/OFF(reset): O equipamento deve operar conectado à rede elétrica. sendo necessário recarregar a bateria através de uma bateria externa conectada aos terminais auxilar 12Vcc ou conectando a flecha à rede elétrica. os terminais forem colocados em curto. passa a operar a partir da baterina interna ou uma bateria externa. Importante: Não conectar o aparelho a um carregador de bateria convencional. o painel solar carrega a bateria interna.Luz esquerda em verde desligada: Falta de rede elétrica (indicação sonora a cada 30 segundos) . o equipamento gera os pulsos elétricos a uma taxa de repetição normal. . durante o dia. Proteção para descarga de bateria: O circuito se desliga quando a voltagem da bateria fica abaixo de 8Vcc evitando danos à bateria interna. a sirene conectada nestes terminais deve ser do tipo piezo elétrica. Esta saída de 12Vc possui fusível de 2 A.Com a chave em OFF o equipamento permanece desligado. IMPORTANTE: Não colocar os terminais da bateria auxiliar em curto para evitar superaquecimento do circuito elétrico e possível queima. o equipamento diminui um pouco a velocidade da repetição dos pulsos.7 Modelos kit solar WK20iSOL e WK40iSOL. Luz “energizador” apagada. Desligar aparelho na chave OFF para desligar o alarme. alimentado à bateria interna e rede elétrica: Alarme e Instalação: * Ver também manual de instalação que acompanha o equipamento para informações complementares.Com a chave em ON o equipamento entra em operação. . entra em funcionamento a função No Break e continua operando a partir da bateria interna ou da bateria externa conectada como opcional para elevar a duração da bateria. inclusive desliga a sirene e faz “reset” no circuito de alarme. o fusível queima e a sirene não irá disparar. Quando escuro. Proteção para descarga de bateria: O equipamento possui bateria interna e o circuito se desliga quando a bateria reduz a voltagem abaixo de 9Vcc.Luz esquerda em vermelho: Alarme ativado (indicação sonora a cada um segundo). Se conectado a rede elétrica e a chave estiver na posição OFF. . Obs: Em qualquer posição da chave. Indicação Luminosa: .Luz “energizador” acesa indica aparelho energizado e luz “cerca elétrica” pulsante indica o pulso de saída.

* Adaptável a Painel Solar WK 10 SE Energy Uso: Recomenda-se utilizar em linhas corretamente isoladas.rede elétrica: 2 W.rede elétrica: 2.bateria: 12 Vcc.2 Joules.160 mA (2. Alimentação: 127/220 Vca (seleção por chave). Alimentação: bateria 12 Vcc. Capacidade: 7 Km.7 .6 W. ovinos. Alimentação: 220 ou 127 Vca.2.4 A/dia). Consumo: . Consumo: 3 W.bateria: 100 mA (2.rede elétrica: 220 ou 127 Vca. . Consumo: 2 W. Capacidade: 7 Km. Consumo: .ou 127 Vca. Capacidade: 6 Km. * Adaptável a Painel Solar Uso: Cercas elétricas permanentes ou semipermanentes de média a curta distância. WK 40i B Energia armazenada: 1.rede elétrica: 127/220 Vca (seleção por chave). equipamento especialmente desenhado para mudanças freqüentes ou para pequenas supdivisões portáteis.2 Joules. Capacidade: 12 Km. * Adaptável a Painel Solar Uso: Mantém a voltagem aceitável em condições de isolamento defeituoso. .ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS: WK 10 C Energia armazenada: 0.1 Joules. Capacidade: 17 Km. WK 40i SE Energia armazenada: 2.88 A/dia). WK 10 B Energia armazenada: 0.7 Joules. ovinos. Consumo: 80 mA (1. Alimentação: . WK 20i B Energia armazenada: 1. Capacidade: 21 Km.140 mA (1.84 A/dia). suínos e eqüinos.8 2.7 Joules. Consumo: .4.bateria: 12 Vcc (90 A). Capacidade: 21 Km. Consumo: 75 . Alimentação: bateria 12 Vcc (70 A). .120 mA (1. . WK 40i C Energia armazenada: 2.92 .3. suínos e eqüinos. . Úteis em fazendas pequenas ou médias para controle de bovinos WK 10 C WK 20i C Energia armazenada: 1.6 W.8 .bateria: 12 Vcc. Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes ou semipermanentes de médias e longas distâncias.185 mA (2.bateria: 80 .1 Joules. .ENERGIZADORES WALMUR . para controle de bovinos.rede elétrica: 220.7 Joules. WK 20i SE Energia armazenada: 1. WK 10 SE Energia armazenada: 0. .4 A/dia). Alimentação: 220 ou 127 Vca.6 Joules. Recomenda-se usar em linhas corretamente isoladas.1. Consumo: 100 .rede elétrica: 3 W. Alimentação: .4 .36 A/dia). fazendas médias ou pequenas. fazendas pequenas ou médias para controle de bovinos.2 Joules. Capacidade: 12 Km. Alimentação: bateria 12 Vcc (70 A).9 A/dia).3. Alimentação: .3 .bateria: 115 . Capacidade: 12 Km. Consumo: 1.

WK 200i SE Energia armazenada: 13. Consumo: 300 .bateria: 12 Vcc.rede elétrica: 30 W.470 mA (7.9 WK 60i C Energia armazenada: 3. WK 200i B Energia armazenada: 11 Joules. Para todo tipo de gado: bovinos. WK 60i B Energia armazenada: 3. ovinos. .2 . WK 120i C Energia armazenada: 6.) * Adaptável a Painel Solar Uso: Mantém a voltagem aceitável em condições de isolamento defeituoso.800 mA (10. fazendas médias.48 A/dia. .310 mA (5 . Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes de longas distâncias. Capacidade: 64 Km.6 Joules. WK 120i SE Energia armazenada: 6. Capacidade: 58 Km. Consumo: 8 W.4 Joules. . Consumo: 5 W. Para todo tipo de gado: bovinos.470 mA (7. Capacidade: 135 Km. Capacidade: 38 Km. suínos. ovinos.28 A/dia).rede elétrica: 220 ou 127 Vca.11. WK 200i C Energia armazenada: 13.44 A/dia).2 A/dia).bateria: 530 .6. pastoreio rotativo e intensivo com cargas instântaneas bem elevadas.7 .bateria: 210 .275 mA (4. ovinos. * Adaptável a Painel Solar Maxi Uso: Mantém a voltagem aceitável em condições de isolamento muito defeituoso (por capim e outras causas).44 .8 A/dia). . Capacidade: 110 Km. suínos. Alimentação: 220 ou 127 Vca.950 mA (12. .bateria: 12 Vcc. Alimentação: 220 ou 127 Vca. Alimentação: 220 ou 127 Vca. Consumo: .rede elétrica: 14 W.28 A/dia).4 Joules. WK 60i SE Energia armazenada: 3. Consumo: 16 W. Consumo: . pastoreio rotativo e intensivo com cargas instântaneas bem elevadas.bateria: 12 Vcc. Capacidade: 64 Km. Alimentação: .rede elétrica: 18 W. .8 . fazendas médias e grandes. Alimentação: bateria 12 Vcc (100 A).5 Joules. Consumo: 450 . eqüinos e caprinos.5 Joules. Alimentação: bateria 12 Vcc (> 100 A). eqüinos e caprinos.8 Joules. Alimentação: . Alimentação: . .8 Joules. eqüinos e caprinos.rede elétrica: 220 ou 127 Vca.22. * Adaptável a Painel Solar Uso: Mantém a voltagem aceitável em condições de isolamento muito defeituoso (por capim e outras causas).rede elétrica: 220 ou 127 Vca. Consumo: . Capacidade: 135 Km. Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes de longas distâncias.8 Joules. Capacidade: 36 Km. Consumo: 185 . para controle de bovinos.bateria: 300 . Capacidade: 38 Km.19.7.11. WK 120i B Energia armazenada: 5. Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes ou semipermanentes de médias e longas distâncias. Alimentação: bateria 12 Vcc (90 A). suínos.2 . fazendas médias e grandes.

em situação de falta prolongada de sol ou descarga da bateria por falta de uso. Possui terminais para conectar uma bateria externa para recarregar a bateria interna. Consumo: 32 W. fazendas médias e grandes. inclui: Energizador. além do terminal terra. pastoreio rotativo e intensivo. Alimentação: . bateria interna. já que o alarme dispara mediante a redução ou extinção da voltagem na cerca. Destaque: O WK400iC tem a capacidade de adaptar a potência de saída quando existem perdas importantes de energia nos arames. painel solar fotovoltaico. o aparelho desenvolve a potência máxima (26 J) a fim de compensar as perdas e manter uma voltagem aceitável. Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes de longas distâncias. para controle de bovinos. Este equipamento é indicado para fazendas e propriedades onde se deseja um controle contra invasões. *possui também conexão para bateria externa 12 Vcc Consumo: . suínos. *possui também conexão para bateria externa 12 Vcc Consumo: 125 mA.3 Joules. Capacidade: 260 Km. WK 20i SOL Energia armazenada: 0. WK 400 DAL Energia armazenada: 4. Uso: Maxi Especialmente indicado quando se deseja manter uma voltagem aceitável mesmo quando ocorrer falha no isolamento por capim e outras causas. ovinos. . Capacidade: 13 Km.bateria: bateria interna 12 Vcc (7 Ah). Mantém a voltagem aceitável em condições de isolamento defeituoso. Para todo tipo de gado: bovinos. Alimentação: bateria interna 12 Vcc (7 Ah). O aparelho possui um terminal de saída um terminal de retorno de alta tensão.2 A/dia). Em condições normais entrega 65% de sua potência máxima (17 J).rede elétrica: 220 Vca (ou 127 Vca opcional). A cerca deve ser construída de forma a iniciar-se e terminar no energizador. Capacidade: 8 Km. COM ALARME Uso: O equipamento possui um alarme interno e saída 12 Vcc para conectar uma sirene piezo elétrica que é disparada quando o arame da cerca for cortado ou sofrer alguma intervenção que reduza consideravelmente a voltagem no fim da cerca. para eliminar a recarga periódica da bateria.rede elétrica: 12 W. suínos. Ótimo rendimento para cercas elétricas permanentes de médias e longas distâncias. Para melhor aproveitamento da energia máxima do energizador é necessário que a cerca possua 2 ou mais fios.bateria: 550 mA (13.4 Joules. . KIT SOLAR COMPACTO Uso: Especialmente recomendado para potreiros de difícil acesso ou isolados.8 Joules. ovinos.10 WK 400i C Energia armazenada: 26 Joules. fazendas médias. eqüinos e caprinos. eqüinos e caprinos. Alimentação: 220 Vca (ou 127 Vca). Alimentação: bateria interna 12 Vcc (12 Ah). controle contra danos na cerca e até controle de aparecimento de perdas. Capacidade: 44 Km. suporte de inclinação regulável e cabos terminais para bateria externa. *possui também conexão para bateria externa 12 Vcc Consumo: 80 mA. WK 40i SOL Energia armazenada: 1. . quando se originam fugas de energia.

Tabela com características dos Energizadores WALMUR: .11 2.4 .1.

2 kV 5.5 kV 6 kV 9 kV 9 kV 9 kV 9 kV 9 kV 9 kV 9 kV 9 kV 4 kV 4 kV 3.5 kV 1. que se torna considerável em cercas de grande extensão.1 kV 5. Os energizadores Walmur são projetados para gerarem um pulso elétrico de saída de alta energia e largura de pulso específica para minimizar este tipo de perda.1 kV 4 kV 4 kV 4.6 Modelo DESEMPENHO DOS ENERGIZADORES WALMUR: Livre Pouca Perda Muita Perda (sem carga) (500 ) (100 ) Modelo Livre Pouca Perda Muita Perda (sem carga) (500 ) (100 ) WK10 C WK10 SE WK10 B WK20i C WK20i SE WK20i B WK40i C WK40i SE WK40i B WK60i C WK60i SE 6 . e ainda.4 kV 1.6 kV 6 kV 5.3 kV 4.2 kV WK60 B WK120i C WK120i SE WK120i B WK200i C WK200i SE WK200i B WK400i C WK400 DAL WK20i SOL WK40i SOL 9 kV 9 kV 6 kV 9 kV 8.5 .5 kV 6. Maxi Shock .5 kV 2. Power Shock .4 kV 5.1. garantindo um choque eficiente mesmo na presença de perdas ou áreas com condições de aterramento desfavoráveis (regiões de solo rochoso.5 kV 6 kV 5.9 kV 6.8 kV 2.6 kV 6.5 kV 2.7 kV 4.8 kV 1.8 kV 5.Tecnologia de pulso de saída de energizadores de alta potência para cercas com poucas ou médias perdas. as cercas elétricas rurais de grande extensão tendem a apresentar uma atenuação do pico de tensão devido à característica indutiva e capacitiva da cerca.4 kV 1.Tecnologia do PULSO DE SAÍDA de ALTA POTÊNCIA dos energizadores WALMUR Pulso deAlta Potência -Além das perdas provocadas por problemas no aterramento e por falha na isolação. Energy Maxi 2. atender as normas internacionais de segurança.8 kV 1.Tecnologia de pulso de saída de energizadores de média potência para cercas com poucas perdas. Transferência máxima de energia em cercas com perdas consideráveis ou cercas de grande extensão. Energizadores de baixíssima impedância.5 kV 2. Energizadores projetados para que ocorra a máxima transferência de energia em cercas com poucas perdas proporcionando um choque de elevada intensidade.5 kV 4.12 2. arenoso ou seco).8 kV 4.8 kV 6.2 kV 5.8 kV 4.2 kV 5. Energizadores de baixa impedância projetados para que ocorra a transferência máxima de energia em cercas com poucas ou médias perdas garantindo um choque eficiente mesmo na presença de perdas.9 kV 4.7 kV Os valores acima podem diferir em até 10 %.2 kV 2. .5 kV 1.9 kV 8 kV 7. Os energizadores apresentam três variantes tecnológicas de desempenho: Energy Shock .8 kV 2 kV 2 kV 2 kV 2.5 kV 1.2 kV 1.2 kV 2.Tecnologia de pulso de saída de energizadores de alta potência para cercas de grandes comprimentos ou cercas com muitas perdas.1.7 kV 7 kV 9 kV 9 kV 9 kV 5.

O equipamento consome energia da bateria durante 24 horas por dia e o painel solar recarrega a bateria durante os dias de sol a fim de evitar a descarga da bateria e manter o equipamento sempre operando. isto pode provocar uma queda da voltagem pico na saída do energizador.Instalação rápida e econômica em locais sem energia elétrica. porém a vida útil do equipamento aumenta quando instalado em local abrigado.1 .ORIENTAÇÃO CONECTÁ-LO À CERCA: PARA INSTALAR O ENERGIZADOR E Instalar o equipamento em uma parede ou estrutura rígida em local arejado abrigado da chuva e do sol (salvo modelos WK20iSOL e WK40iSOL que precisam ser instalados ao sol). . Para obter melhores resultados. .INSTALAÇÃO DO PAINEL SOLAR: Nos modelos WK20iSOL e WK40iSOL: Fixar o kit em um poste vertical e conectar o arame da cerca e o aterramento ao aparelho.O painel solar não requer manutenção. Desta forma a bateria se mantem carregada. O energizador WALMUR pode ser instalado a intempérie.8. longe do alcance de crianças e de passagem de pessoas. . 2.1.8 .ENERGIZADORES ENERGIA SOLAR: DE CERCA ELÉTRICA RURAL E Os energizadores alimentados à bateria podem ter a bateria conectada a painéis solares (módulos fotovoltaicos) que captam a luz do sol e a convertem em eletricidade. Prender ao terminal terra o cabo de cobre proveniente das hastes de aterramento. apesar da facilidade da instalação.Elimina a recarga periódica da bateria . sendo que a geração máxima se dá de 5 a 6 horas por dia de sol.1. procure ajuda profissional (eletricistas) para realizar ou acessorar a preparação da instalação elétrica e instalar o energizador. É importante que o local seja bem iluminado durante o dia para os equipamentos com sensor solar. O uso de Energizador com Painel Solar traz as seguintes vantagens: .1.13 2. Manter uma distância de pelo menos 10 cm um condutor do outro para evitar que se forme uma carga capacitiva entre os dois condutores.Atabela da página 12 apresenta o painel solar recomendado para cada tipo de energizador. 2. evitar de passar os dois condutores por uma mesma tubulação ou evitar que se toquem. Prender ao terminal de saída (alto poder) um arame isolado das estruturas da instalação e ligado ao arame energizado da cerca ou linha mestra.7 .Permite que o energizador seja transportado facilmente ao utilizar o pastoreio rotativo. só limpeza do vidro. Mesmo que o arame energizado e o cabo de aterramento possuam cobertura isolante. Mais informações sobre a instalação do energizador e da cerca elétrica são dadas neste manual. KIT SOLAR COMPACTO: Os Energizadores WK20iSOL e WK40iSOL possuem painel solar preso ao corpo do equipamento e bateria interna que facilitam o translado do energizador e o uso em cercas elétricas temporárias.

FIO CONDUTOR: O arame a ser utilizado em uma cerca elétrica deve ser de boa condutibilidade e deve resistir a corrosão.1. Deve ser instalado juntamente com o energizador no centro do sistema. O painel deve ser instaldo a ceu aberto. Pará e Pernambuco: 15º Mato Gross. reduzindo a potência do choque. PAINEL SOLAR ENERGIZADOR PROTEÇÃO CONTRA CHUVA E SOL BATERIA 12V 2. Minas Gerais e Goiás: 20º Paraná.2 . Recomendação: O painel deve ser fixado a uma altura longe do alcance dos animais. A inclinação do painel em relação ao solo varia de acordo com a latitude segundo o seguinte quadro: Latitude em graus PAINEL SOLAR ÂNGULO DE INCLINAÇÃO Inclinação do ângulo a SOL 0º a 15º 15º a 25º 25º a 30º 30º a 35º 35º a 40º + de 40º 15º O ângulo é igual à latitude Latitude + 5º Latitude + 10º Latitude + 15º Latitude + 20º TUBO PARA FIXAR O PAINEL NORTE EXEMPLOS: Alagoas. Deve ser preso firmemente há um cano de aço bem preso ao solo conforme desenhos.8. porém a bateria deve ser protegida do sol e da chuva. crianças e pessoas mal intencionadas para evitar danos ao painel solar. A ferrugem/oxidação de um arame prejudica a condução do pulso elétrico na cerca e também forma uma camada isolante em torno do arame. Pode ser usado o arame galvanizado comum que apresenta uma camada de zinco que é resistente a corrosão.14 Nos modelos alimentados à bateria: Deve-se fixar o painel solar e o energizador a um poste vertical e conectar os terminais de bateria do energizador na bateria respeitando a polaridade. . São Paulo: 30º 2.ORIENTAÇÃO DO PAINEL SOLAR Deve-se instalar orientado para o NORTE. para que o vento não o derrube.2 . que apresenta melhor resistência a oxidação e é conhecido como arame para cerca elétrica. respeitando também a polaridade. Porém recomenda-se utilizar o arame galvanizado específico para cerca elétrica com tripla camada de zinco. As garras do painel solar devem ser conectadas na mesma bateria formando uma ligação em paralelo.

. . A cerca elétrica funciona como uma barreira psicológica e não física. O fio eletroplástico é um cabo de fibra sintética entrelaçado com finos fios de metal. reduzindo o custo de construção.ARAME 2.2 .Para aramados elétricos móveis. Para obter uma tensão adequada é muito apropriado usar o esticador de arame permanente com isolador plástico tipo castanha. sempre fixado aos isoladores para cerca elétrica. CÓDIGO 3709 .1 mm. na cor laranja ou branca. CÓDIGO 1473 . 1653 800 kg .TENSIONAMENTO DO ARAME: É a medida do estiramento.Para aramados elétricos internos permanentes ou semi-permanentes.1 mm ROLO 500 m.1 mm ou fio eletroplástico. com alta resitência mecânica e tratamento para resistir a radiação ultra violeta. CÓDIGO 2137 . O esticamento recomendado em arames eletrificados é de 90 kg.Atensão pode ser medida em cada arame com um tensiômetro.2. Esticador de arame com isolador castanha reforçado 250 kg .1 mm ROLO 1000 m. utilizar arame para cerca elétrica de 2. pois apresenta isolação para baixa tensão. 2. ráios UV.FIO ELETROPLÁSTICO DE 500 m. 4783 . utilizar o carretel com fio eletroplástico que é vendido em rolo de 200 e 500 metros.CÓD. ou cabo condutor de 2.FIO ELETROPLÁSTICO DE 200 m.CÓD. bem menor que os 150 kg das cercas convencionais.15 2.Para linha mestra. Nunca use cabos elétricos domésticos. assim a necessidade de tensionar excessivamente o arame é eliminada.FITA ELETROPLÁSTICA DE 200 m. utilizar arame galvanizado para cerca elétrica de 2.Escolha do Fio Condutor da Cerca: . CÓDIGO 3707 . em geral somente até 750 V.2.5mm com isolamento. FITA FIO ARAME CÓDIGO 3706 .ARAME 2. evitando a utilização de material pesado.1 . O fio eletroplástico pode ser amarrado para unir duas extremidades.

à cada 100 ou 200 metros.2. *** .Capacidade de manter o arame ou fio na posição correta. Fazer a primeira ponte após a mola. .Não utilizar arames enferrujados. ).Capacidade de isolação . ). . -Aconstrução da cerca é mais difícil.ISOLADORES: As qualidades básicas de um bom isolador de cerca são: . .Não dar tensão excessiva ao arame.Pedaços soltos de arame podem enredar-se nas farpas e provocar curto-circuitos. Obs: Nunca fazer ponte entre o energizador e a mola do kit pára raio. aumentando os custos da instalação. V.3 .OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O FIO CONDUTOR: . que são ineficazes e tem vida útil curta devido ao ressecamento do material provocado pela intempérie. arame farpado ou fio de cobre como fio energizado da cerca. -As farpas provocam ferimentos no couro do animal . devem-se realizar pontes entre eles. só a necessária para manter a horizontalidade. V.Ao construir cerca com dois ou mais arames eletrificados. . 2.Resistência à ação da radiação solar ultravioleta ( U. É importante trabalhar com isoladores de qualidade e não utilizar materiais como mangueiras. plastiduto.Realizar as uniões com firmeza para que haja um bom contato entre os arames e não exista a possibilidade de formação de arcos ou faíscas elétricas entre eles. *** Todos os isoladores WALMUR incluem proteção contra a radiação solar utravioleta ( U. .16 2. PVC. .Que permita colocar e retirar o arame e o fio com facilidade. Moirão Lasca “PONTE” “PONTE” 100 à 200 m IMPORTANTE: Não utilizar arames farpados pelas seguintes razões: -Acontenção é obtida pelo choque elétrico e não pelas farpas.3 .Um animal ou uma pessoa pode ferir-se seriamente ao tentar soltar-se de um arame farpado quando recebe o choque elétrico.

2931 ISOLADOR TIPO " W " CÓD.1757 ISOLADOR COM PINO CÓD. .2 . 1693 AFASTADOR COM ISOLADOR WALMUR COMPRIMENTO 20 CM CÓD.000 V Código 491 800 kg / 45. Código1008 Isolador para mourões de aço.17 2. 2934 ISOLADOR DE LINHA 3B CÓD. Ajuste de 3/8" a 1/2".12mm ROLO C/50m .3. Os postes devem estar perfeitamente isolados para evitar perdas de energia.3.000 V Código 491 250 kg / 45.3. Este isolador deve apresentar boa resistência para suportar a tensão de esticamento do arame.2 .12mm ROLO C/25m .CÓD.14mm ROLO C/50m . 1505 ISOLADOR REDONDO 2B CÓD. Muito prático e fácil de instalar. ISOLADOR DE PARTIDA OU ESQUINEIRO TIPO CASTANHA: Sua função é isolar o moirão de partida ou esquineiro. utilizando-se o carretel com o fio eletroplástico ou cordoalha de aço. tipo T.ISOLADOR PARA POSTE METÁLICO: Os postes metálicos são mais usados no caso de pastoreios rotativos muito intensos onde os aramados elétricos são mudados freqüentemente. 2558 DIAM. 2. Prático para instalar com perfeito Isolamento Código 1117 Isolador para tramas ou mourões de ferro com porca ajustável. 486 ISOLADOR ROLDANA CÓD. 489 2.2.CÓD. 1293 ISOLADOR COM PARAFUSO INCORPORADO CÓD.ISOLADOR PARA MOURÃO/LASCA DE MADEIRA Para linha fixa: Para linha móvel ou fixa: TUBO WALMUR ISOTUBO DIAM. 2557 DIAM.AWalmur possui 4 isoladores tipo castanha: ISOLADOR CASTANHA MODELO ECONÔMICO ISOLADOR CASTANHA MODELO REFORÇADO 200 kg / 25.CÓD.ISOLADOR DE LINHA: Sua função é isolar as lascas intermediárias da cerca .000 V Código 491 2.1.000 V Código 491 700 kg / 25.1 .2.3.

mesmo em cercas elétricas de pequenas extensões.RECOMENDAÇÕES E INSTALAÇÃO DO ATERRAMENTO: . ou dando uma volta no conector para dar mais firmeza a conexão.4 .Solos com baixa resistividade (úmidos) proporcionam um aterramento com menor resistência elétrica do que solos com alta resistividade (secos e rochosos). Desta forma. quanto maior for o número de hastes de CONEXÃO DE 2 FIOS aterramento e menor for a resistividade do solo. A CONEXÃO DE 1 FIO profundidade é fundamental para um bom aterramento. 989) passagem do fio pelo conector. menos homogêneo será o solo presente no circuito da cerca. 1 VOLTA . 2.Utilizar hastes de cobre ou de aço cobreado de 2 metros de comprimento enterradas verticalmente no solo. preferencialmente de 4 mm .A separação entre as hastes deve ser de no mínimo 3 metros. . 988) se ocorreu corrosão ou se há mal contato.4. deve-se implementar um aterramento do energizador de baixa resistência elétrica. Desta forma um maior número de hastes de aterramento é necessário para cercas que abrangem grandes distâncias.É aconselhável que a ponta da haste onde está conectado o fio de cobre seja instalada de forma a HASTE permitir uma inspeção semanal ou mensal para verificar (CÓD. menor (HASTES INTERMEDIÁRIAS) serão as perdas no aterramento e melhor será a eficiência do sistema.18 2.ATERRAMENTO DO ENERGIZADOR: Para que um sistema de cerca elétrica seja eficaz. 3 m. FIO/CAB0 .Quanto maior a extensão da cerca. (EXTREMIDADES) . .A união entre as hastes de aterramento e o energizador DE COBRE deve ser feito com cabo ou fio de cobre.1 . 3 m. 2 2 m. e maior será a presença de solo de alta resistividade elétrica no circuito da cerca. fixando o fio à haste através CONECTOR de conectores. Um aterramento mal instalado ou mal dimensionado compromete a eficiência de todo o sistema. conforme ilustração. fazendo uma única (CÓD. .

8 / 3.O aterramento do energizador deve ficar a pelo menos 10 metros de distância de qualquer outro aterramento da instalação da fazenda. A proximidade pode afetar equipamentos elétricos e causar interferência em equipamentos de comunicação.6 4.SE e B WK40i SOL WK40i C.Número de hastes abaixo do recomendado.Mal contato ou corrosão na conexão do fio com as hastes de aterramento.2 .4.7 / 0.Resistividade do solo elevada (ver uso de fio de retorno aterrado na cerca). .Hastes de aterramento muito próximas (distância entre hastes tem que ser de pelo menos 3 m).4 6.1 / 1. . .SE e B WK400 DAL WK120i C. . 2.Quanto maior for a cerca a ser eletrificada.8 13. maior é o número de hastes aconselhado. maior for a resistividade do solo e maior for a energia do pulso do energizador.SE e B WK200i C.O aterramento deve ficar longe de salas de ordenha.2 1.Hastes corroídas (ferrugem).3 .3 2.SE e B WK60i C. com o passar dos anos.CAUSAS DE UM ATERRAMENTO DEFICIENTE: . ver orientação da tabela a seguir: NÚMERO DE HASTES DE ATERRAMENTO DO ENERGIZADOR SOLO ÚMIDO resistividade < 1000 Wm ENERGIZADOR (modelo) ENERGIA (Joules) SOLO SECO ou ROCHOSO resistividade > 1000 Wm WK10 C. . .CUIDADOS REFERENTE A LOCALIZAÇÃO DO A TERRAMENTO: .8 1. .5 / 11 26 3 hastes 5 hastes 8 hastes 5 hastes 8 hastes 12 hastes 2.6 0.Cabo/Fio do aterramento rompido.4 / 5.19 .4.SE e B WK20i SOL WK20i C.7 3.SE e B WK400i C 0.

O arame conectado ao aterramento facilita muito o retorno do pulso. “Vivo” “Terra” Aterramento principal O arame conectado ao aterramento não precisa ser isolado.3 Kv. 6 ). o choque ou patada diminui parcial ou totalmente em toda a cerca.SISTEMA DE ATERRAMENTO SECUNDÁRIO: Em grandes superfícies.4. Aproximadamente a 100 metros do energizador provoque um curto-circuito encostando várias estacas de aço na cerca apoiadas sobre a terra. Ligue o energizador.instalações em áreas muito extensas ou com solo não homogêneo.4.4 . 2. Qualquer leitura maior indica a necessidade de melhorar o sistema de aterramento. evitando os problemas de condução através do solo que podem acontecer nos três primeiros casos citados. mediante um arame extra conectado ao aterramento do aparelho.crescimento de capim que encosta no arame inferior. como nos seguintes casos: . para melhorar o alcance e a eficiência dos energizadores.RETORNO AO ATERRAMENTO PELO ARAME: Este sistema é recomendado quando há pouca ou nenhuma condutividade no solo. . colocando mais hastes.seca. 2. outros aterramentos localizados em distintos pontos do campo. O sistema consiste em unir.6 .solos secos ou rochosos.4. A leitura não deve marcar mais de 0. Usando um voltímetro digital WALMUR coloque o terminal positivo na haste de aterramento e finque a ponta do terra o mais longe possível ( fig. No caso de ambos os arames estarem em contato. .5 . É imprescindível que o arame vivo e o terra não se toquem em nenhum ponto. . utilizam-se aterramentos secundários. .VERIFICAÇÃO DO ATERRAMENTO: Desligue o energizador.20 2.

CONSTRUÇÃO DE CERCAS ELÉTRICAS: 3. fechando o circuito e produzindo o choque.000m 3 . a eletricidade passará através dele e pelo solo correrá até o aterramento mais próximo. para facilitar a rotação e a observação. com carretel. “Vivo” “Vivo” “Terra” Aterramento Principal 2m Aterramentos Secundários 500 a 1.1 . Quanto mais aterramentos secundários são instalados. fio eletroplástico e postes de aço com isolador.PLANEJAMENTO: Antes de iniciar um projeto de cerca elétrica. pelo centro ou de lado a lado da área que vai ser subdividida ou cercada. já que não é necessário que esse arame deva ir junto com o arame vivo. é conveniente fazer um desenho do que se deseja. . mais efetivo será o choque. onde subirá até o arame de retorno e viajará por ele até o aterramento principal e o energizador. é ideal utilizar os aramados convencionais existentes. Linha mestra Rua com aramado tradicional Localização do energizador Cerca elétrica de um fio Subdivisões em franjas.21 Para isto. É interessante demarcar um caminho ou um corredor. Supondo que um animal encoste no arame vivo no fundo do campo. O desenho completo do sistema de cerca elétrica merece um planejamento cuidadoso porque vai regular o tempo dedicado à manutenção e futuras revisões.

Também se reduzem as perdas de energia ocasionadas por grandes distâncias.2 . permitindo que o pulso recebido em cada lugar seja o máximo possível. 3.22 3. Com essa localização.TAMANHO E FORMA DOS POTREIROS: O ideal é trabalhar com potreiros quadrados para uma melhor utilização com maior pastoreio e menor recorrido dos animais. a conservação de forragens ( feno e silagem ) e as rotações longas nos períodos de pouco crescimento dos pastos. . É conveniente programar sempre a compra de um energizador mais potente para permitir futuras expansões do sistema de cercas eletrificadas. Deve-se considerar a quantidade de potreiros para implementar um pastoreio controlado.LOCALIZAÇÃO DO ENERGIZADOR: O melhor local para o energizador é o centro do sistema das cercas eletrificadas. ao reduzir as distâncias entre o energizador e os extremos da cerca. a capacidade do aparelho é totalmente aproveitada. Os potreiros longos e estreitos são sobrepastoreados na parte dianteira e subpastoreados no fundo.3 .

SETORIZAÇÃO: É o primeiro ponto a se levar em conta. já que o tamanho dos animais é que determina o posicionamento dos fios na cerca. em terrenos ondulados. 9) Chave Inrterruptora Porta Porta Porta Fig. deve-se diagramar as linhas mestras que proverão de energia elétrica todos os potreiros. 9 .23 3.CERCA PERMANENTE PARA BOVINOS COM 1 FIO Este tipo de cerca é usado tanto para gado de corte ou leiteiro adulto.5. Moirão Lasca Isolador de Linha Isolador de Arranque 80 cm. é fundamental dividir a linha mestra em pelo menos dois e não mais de quatro setores para facilitar o trabalho e a detecção de falhas.TIPOS DE CERCAS ELÉTRICAS: 3. Em terrenos planos.4 . Esta recomendação é válida para todos os demais aramados que se recomendam neste manual. . A partir do eletrificador.Código 2014 Chave interruptora 3. é menor. A distância entre postes vai depender da topografia do terreno. 25 m.5 .1 . Com o plano do campo. devem instalar-se chaves interruptoras ( Fig. A altura e a quantidade dos arames podem variar segundo as necessidades. Para ligar e desligar setores da instalação. até 300 m. pode ser maior e.

0. 15 m.80 m. 0.40 m.75m.5.10m. 15 m. 1.CERCA PARA BOVINOS ADULTOS E TERNEIROS 2 E 3 FIOS No caso de pastoreio de gado adulto e outras categorias como: terneiros e novilhas. deixando o inferior sem energia e ligado ao aterramento do aparelho e a hastes de aterramento secundários ao longo da cerca. 0. 1. pode-se utilizar este tipo de cerca: a) Com dois fios: Indicada para gado zebuíno adulto. é recomendável utilizar dois fios vivos interconectados entre si. .24 3. Aterramento Secundário Na época das águas com o crescimento do capim convém manter energizados os dois fios superiores.2 . Cerca ideal para gado de corte europeu e leiteiro: Moirão Lasca Isolador de Linha Isolador de Arranque 0. 25 m. 0.10m. b) Com três fios: Indicada para gado zebuíno adulto e terneiros.70m. até 300 m. Em áreas onde predomina o gado zebu.40m.

.10m.40m.25 1. dependendo da condutibilidade do solo e das condições do clima. em pastagens artificiais ou em campo natural. Código 880 Poste de Aço Galvanizado WALMUR Para a construção deste tipo de cerca se utiliza um carretel com o fio eletroplástico de 200 ou 500 metros. 8) Estas subdivisões móveis são particularmente úteis para realizar pastoreio em franjas. colocados entre 500 e 1. Aterramento Secundário Na época das secas manter energizado o primeiro e o último fio.5.CERCA MÓVEL PARA BOVINOS Poste de aço com isolador Código 3708 . As hastes intermediárias podem ser de aço galvanizado (Fig. 7) de 10 mm (3/8) com o isolador código 1117 ou postes plásticos de material isolante e reforçados para maior resistência.3 . 0. O fio do meio deve ficar ligado ao aterramento do aparelho e as hastes de aterramentos secundários ao longo da cerca.80 m.75m. 3. 15 m. 0. Esses postes têm 8 posições fixas para colocar o arame ou fio eletroplástico a diferentes alturas ( Fig.Carretel sem fio 0. 15 m.000 metros.

secas ou Moirão Lasca Isolador de partida Isolador de linha 0.25 m. 25 m.50 m. O fio inferior pode ser conectado ao aterramento no caso de cercas muito extensas. 0.5.5 .5.CERCA PARA BOVINOS E OVINOS O arame inferior pode ser conectado ao aterramento no caso de cercas muito extensas. seca ou crescimento do capim que encoste nele.4.CERCA PARA OVINOS Com dois fios vivos interconectados entre si. . até 300 m.26 3. 3.

5.65m . 1. em conseqüência é preciso ter precauções no uso da cerca elétrica. Os eqüinos são animais considerados mais sensíveis ao choque elétrico quando comparados com os bovinos. 0.1.40 m.50 m.CERCA PARA EQÜINOS.5. Este tipo de cerca permite controlar porcos em suas diversas categorias.. É importante uma ótima visualização da cerca eletrificada.40m 0.15 m.65 .30m . .6 . 0.1.70 m.70m 15 m.30 m. A altura recomendada para o fio superior é 1.0. Aconselha-se utilizar aparelho de baixa potência e destinar-lhes áreas espaçosas para poder correr livremente sem entrar em contato com a cerca eletrificada e ficar com medo dela. 3. até 100 m. para que seja visível para o animal. Moirão Lasca Isolador de arranque Isolador de linha 0.7 . devendo-se colocar um segundo fio a 0. Recomenda-se utilizar somente energizadores de alta potência. utilizando fita ou fio eletroplástico Walmur para cerca elétrica.0. 15 m.CERCA PARA SUÍNOS. O fio inferior deve ficar sempre mais alto que nas cercas para bovinos porque os eqüinos são animais de pernas altas. de altura.27 3.30 .

fio eletroplástico ou cabo condutor com isolamento. linha mestra ao eletrificador c) no caso de não existir cerca. O arame a utilizar é o 2. levar a corrente por uma linha elevada de postes até o lugar desejado.6 . 0. Este sistema é mais vulnerável à queda de raios sobre a linha mestra. . ao eletrificador isoladores linha mestra b) colocar a linha mestra por cima da cerca convencional. recomenda-se elevar a linha mestra por meio de postes de 3 .1 mm. Devem utilizar-se isoladores de primeira qualidade e longa vida útil.60 m. 30 m. Para a instalação da linha mestra existem três alternativas: a) retirar o penúltimo arame da cerca tradicional e colocá-lo com isoladores. Para passar as porteiras existentes.28 3.CONSTRUÇÃO DA LINHA MESTRA: Deve-se construir com cuidado para que a corrente chegue sem perdas a todos os potreiros.4 metros de altura.

pode-se passar a linha mestra elevada.5 mm com isolamento.40 m.7 . . Código 2566 Cabo condutor subterraneo PASSAGEM SUBTERRÂNEA 3 . Linha mestra Ao eletrificador Ponte 3.4 m. Pode realizar-se também a passagem subterrânea utilizando o cabo condutor subterrâneo de aço galvanizado de 2.PASSAGEM DA LINHA MESTRA PELAS PORTEIRAS: Quando se apresentam porteiras. prevendo a altura para a possível passagem de maquinário ou gado.29 30 .

cabo isolado para porteira com mola interna a) porteira com cabo isolado. além da porteira convencional ou subterrânea.30 3. Código 492 . b) passagem aérea: c) passagem subterrânea: “Vivo” “Terra” “Vivo” “Terra” “Vivo” “Terra” . 25 m.PORTEIRAS NAS INSTALAÇÕES DE CERCA ELÉTRICA: Para a passagem de gado ou maquinário é necessária a instalação de porteiras. 80 cm. Apresentam-se os seguintes casos.8 . até 4 m.

provocam redução ou perda completa do choque elétrico em toda a instalação.conexão ao aterramento inadequado . a voltagem ou choque aumentam. Pode-se constatar que há perdas na instalação. Tem a vantagem de sua reutilização. sobretudo se é de ferro ( revisar isolador rabo de porco ) . etc. é muito importante que o sistema esteja setorizado por meio de chaves interruptoras. o arame eletrificado oferece uma solucão econômica e eficaz.perdas ocasionadas pelo capim que encosta no arame eletrificado ou por isoladores defeituosos .arame eletrificado cortado ou más conexões ( uniões frouxas. Se ao eliminar uma seção e tomar uma nova medida. desconhecida pelo pecuarista. com um isolamento perfeito e custo mínimo. Código 2934 . ou se produz faísca elétrica ao acercar a garra do terra do aparelho ao aterramento.garras da bateria deterioradas.curto-circuito do arame vivo com vara ou haste.aramados caídos no solo .curto-circuito de arame eletrificado com o arame de retorno ao aterramento .RENOVAÇÃO DE CERCAS: Quando as cercas antigas não eletrificadas estão em péssimo estado e o alto custo dos materiais impede sua renovação.9 .Afastador com isolador Walmur O afastador de fácil e rápida comprimento 20 cm. ferrugem) que interrompem o circuito .31 3. se o aterramento dá choque ao tocá-lo. permite o aproveitamento de cercas em mau estado. o curto-circuito ou defeito estará localizado nessa seção. . Todas essas falhas .FALHAS MAIS COMUNS E SUA DETECÇÃO Algumas das falhas mais comuns que se encontram em instalações de cercas eletrificadas são: . Para identificar a localização das falhas. instalação. muitas vezes. localizadas em determinado lugar. de maneira a isolar seções e realizar medições de voltagem. colocadas ao longo dos aramados. para mourão de madeira. em porteiras. 4 . Por exemplo: se há um arame caído no chão no fundo do campo. a diminuição do choque ( queda da voltagem ) será em toda a instalação.

PROTEÇÃO CONTRA RAIOS A ocorrência de descargas atmosféricas em propriedades rurais é muito comum. uma mola que tem a função de “freiar” a descarga atmosférica conduzida pelo arame da cerca em direção ao aparelho. expressando-a em 5 posições: de 1.9 Kv ( 100 a 9. Este kit é constituído por um desviador de raios (centelhador). “Vivo” Leitura Código 553 Código 3907 Voltímetro Digital 6 . Por esta razão deve-se utilizar um sistema de proteção contra descargas atmosféricas instalado no início da cerca. o mais próximo possível do energizador.voltímetro de neon: permite detectar a voltagem da linha. sem afetar a corrente elétrica do pulso gerado pelo energizador. Porém. Esta mola foi projetada para limitar somente a corrente elétrica das descargas atmosféricas.000 a 5. existem duas alternativas: . limitando a corrente elétrica. A eletricidade originada pela descarga se propaga com facilidade pelo arame da cerca até o energizador e em muitos casos provoca danos ao aparelho. . 10). O energizador possui um centelhador interno que protege o circuito. deve colocar-se primeiro a haste de metal no solo e. Possuem transformador de saída resistente e especialmente projetado para pulsos de alta tensão. Como medir a voltagem com os voltímetros: Para ambos os voltímetros.900 Volts ). Mede de 0.1 Kv a 9. . favorecendo a circulação da energia do raio pelo desviador. pendurar o voltímetro do gancho metálico ou colocar a garra no arame eletrificado. Para evitar a queima do energizador é necessário utilizar uma proteção contra descargas atmosféricas. O dispositivo de proteção comercializado pela WALMUR é o KIT PÁRA-RAIO (código 495 – Fig. dependendo da intensidade do raio.voltímetro digital: é um voltímetro eletrônico que mede exatamente a voltagem na linha e permite detectar com precisão as possíveis falhas do sistema.INSTRUMENTO DE MEDIÇÃO: Para medir a voltagem na linha do aramado eletrificado. o centelhador interno pode não ser suficiente para proteger o energizador. A voltagem mínima aceitável na cerca é de 3 kV. Os energizadores WALMUR apresentam boa resistência a descargas atmosféricas de baixa intensidade. aliviando a sobrecarga no equipamento.32 5 . desviando boa parte da energia do raio em direção ao terra. posteriormente.000 Volts.

uma proteção total não pode ser garantida. ou seja. conforme ilustrado na página seguinte. . o desviador queimou e precisa ser substituido.1 . no primeiro lance de cerca a partir do primeiro mourão. A queima do desviador pode ser constatada utilizando um voltímetro digital ou de néon. Cuidar para que não exista um outro arame da cerca conectado ao arame que sai do energizador para evitar um caminho paralelo para o raio. 6. grampos de ligação. IMPORTANTE: O centelhador ou desviador de raios (reparo de porcelana cód. ligando o arame energizado ao terminal “FENCE” e o aterramento ao terminal “GROUND”. interrompa o arame energizado e prenda as duas extremidades com o isolador tipo castanha. 10 Código 495 . Este kit pára-raio não protege o energizador de raios conduzidos pela rede elétrica. Instale o desviador de porcelana no mourão ou na estaca. Devido à elevada energia presentes nos raios. O único caminho do raio na direção do energizador deve ser através da mola. Instale a mola esticada em 50 cm prendendo uma extremidade em um trecho do arame e a outra extremidade ao outro trecho utilizando as abraçadeiras que acompanham o kit. O aterramento do Kit Pára-Raio pode ser em conjunto com o aterramento do energizador ou independente. isolando os dois trechos do arame.Kit Pára-raio: desviador de raio. isolador tipo castanha. os raios são dispersos para o solo. indica que está em curto. 677) do Kit Pára-Raio deve ser substituído após uma descarga elétrica que supere sua capacidade de condução de energia. realiza-se a medição da voltagem nos terminais “fence” e “ground” do desviador. Se a voltagem for praticamente zero.33 Fig.INSTALAÇÃO DO KIT PÁRA-RAIO: No início da cerca. mola. Confirmado que não existe outro ponto de fuga de energia na cerca. e a chance de queima do energizador é reduzida. Com este kit pára-raio.

34 Kit Pára-Raio com Aterramento em Conjunto com o Aterramento do Energizador: (opção mais econômica) ISOLADOR MOLA DESVIADOR >3m >3m ATERRAMENTO UNIDO ENERGIZADOR + DESVIADOR Kit Pára-Raio com aterramento independente: ISOLADOR MOLA DESVIADOR >3m >3m ATERRAMENTO ENERGIZADOR ATERRAMENTO DESVIADOR DE RAIOS >3m >3m .

DESVIADOR DE RAIOS AO LONGO DA CERCA Em regiões onde os raios são um grande problema. resistividade > 1000 Wm Aterramento Unido 8 8 8 8 8 8 8 8 8 12 12 Aterramento Separados Energizador / Desviador não recomendado 5/7 5/7 5/7 5/7 5/7 8 / 10 8 / 10 8 / 10 12 / 14 12 / 14 6.SE e B WK40i SOL WK10 C.SE e B WK200i C.SE e B WK60i C.RECOMENDAÇÃO DO NÚMERO DE HASTES DE ATERRAMENTO DO KIT PÁRA-RAIO: Nº de hastes de aterramento com proteção contra descargas atmosféricas Energizador (modelo) WK10 C.3 .SE e B WK400i C Sólo úmido.SE e B WK40i C.2 .SE e B WK20i SOL WK20i C. aumentará o nível de proteção. o uso de desviadores de raios.Reparo de porcelana ou desviador . Instale o desviador de raios na posição ilustrada no diagrama ao lado: o parafuso com a palavra "fence" ligado ao arame "vivo" da cerca e o parafuso com a palavra "ground" ligado ao aterramento.35 6. colocados entre o arame "vivo" e um aterramento. Fence Ground Código 677 . espaçados a cada quilômetro de distância ao longo da cerca.SE e B WK400 DAL WK120 C. resistividade < 1000 Wm Aterramento Unido 5 5 5 5 5 5 5 5 5 8 8 Aterramento Separados Energizador / Desviador não recomendado 3/5 3/5 3/5 3/5 3/5 5/7 5/7 5/7 8 / 10 8 / 10 Sólo seco ou rochoso.

geralmente não são levadas em conta e podem originar problemas: .Em caso de tormenta elétrica.Instalar placas de sinalização a cada 50 m ao longo da cerca (cód. contra defeitos de fabricação. deslige a conexão do aparelho ao arame eletrificado. ao aterramento e à rede elétrica. A distância mínima entre um e outro é de 10 metros. se o aparelho é elétrico. Atenção: Solicite a compra do seu aparelho de cerca elétrica ou acessórios através do código que acompanha cada item deste manual.br. instalação incorreta. . . a Wa l m u r o f e r e c e s u p o r t e p o r t e l e f o n e e p o r e . A lista de assistência técnica encontra-se em: www.Não utilize arame farpado.m a i l walmur@walmur. . oscilações da rede ou descargas atmosféricas. . 8 . Para ajudar o produtor a obter melhores resultados em sua cerca elétrica. entre em contato com a Walmur ou o revendedor para encaminhar o equipamento para a assistência técnica mais próxima ou diretamente à matriz da Walmur Instrumentos Veterinários Ltda.walmur.Em caso de inundação. 660).ASSISTÊNCIA TÉCNICA E SUPORTE TÉCNICO Os energizadores Walmur apresentam 2 anos de garantia (WK20 a WK 400) e 1 ano de garantia (WK10).com.br (clique no menu superior em “Suporte Técnico” e clique depois no item “Assistência Técnica Cerca Elétrica”).PRECAUÇÕES Existem recomendações de segurança que. Para consertos de equipamentos.Não conecte dois energizadores no mesmo aramado eletrificado.36 7 . Isso facilita a identificação da mercadoria. mediante a apresentação da nota fiscal de compra.Instalar fora do alcance das crianças. .com. retire o aparelho. . . excluindo falhas causadas por mal uso.Não faça o aterramento do aparelho perto do aterramento da rede elétrica.

Fone: (66) 3566-2413 Mato Grosso do Sul: Campo Grande: Pacepaca Ltda . Joel Lopes. 603 . 146/154 .Fone: (67) 3452-7950 Minas Gerais Governador Valadares: Galáxia Eletronica . 842 . Da Penha. Téc. Com. Dr.Fone: (34) 3223-4548 Corapam Ltda. Agrop. Téc.R. 1492 .Fone: (38)3221-7988 Passos: ACCAssist.Fone: (28) 3542-6523 Ecoporanga: Nefap Com. Antônio Paulinho. Gonçalves. JoaquimA. Marte -Av. Rep. -Av. 76 .37 8.Fone: (33)3271-2250 Montes Claros: Serpol Serviços Polivalentes Ltda. Eletrônicos -Av. 908 .Rua Silveira Martins. -Av. Coronel Escolástico.Rua 25 de dezembro.R. 110 .Fone: (27) 3755-2037 Montanha: Agromon Prod.R. Nove de Maio. Dourado -Av.Fone: (66) 3468-1987 Juiná: ValdirA. 972 . 2100 . Brasil.R Rio Tapajós. Serv.Fone: 3471-1763 Rio Brilhante: Dorival Przylepa . General Osório. 822 .Rua Santa Luzia.Av. 272.Fone (67) 3422-7392 Iguatemi: Ismael D. 293 . 1810 . 186 .Centro . Seabra. 802 . . 1588 -Alto Paraná .Fone: (67) 3025-2446 Dourados: Egon Kruger . Eletrônica -Av. Informática .LISTA DE ASSISTÊNCIAS TÉCNICAS: Bahia Salvador: Eletrotel . Lima . 818 . Serviço -Rua Muniz Barreiros.Fone: 3249-2088 Mato Grosso: Cuiabá: SOS Com.Rua São José. Maria de J. 583 . 749 .Rua 10. Campos . número 664 . . Dr. Cerveira. São Paulo.Rua José J.Fone: (75) 3623-1566 Irece: Jõao L.Fone: (94) 3426-2178 .Fone: 3228-3396 Maranhão: São Luís: Unitel Com. loja 18.Fone: (94) 3424-1349 Xinguara: Eletrônica Marte .Fone: (34) 3821-3700 Uberlância: DM Comp. São Paulo. e Souza Ltda. Milton Mota. N. Segismundo Pereira. 213 .Fone: (27) 3754-1099 Serra: ICS Ind. 3001 . Boaventura -Av. Sra.R.R. Souza .Fone: (35) 3521-5931 Patos de Minas: Eletrôn. .Fone: (74) 3641-1664 Espirito Santo Castelo: Eletromaki Consertos -Av. Eletr. Presidente Vargas. Fone: (71) 3431-1410 Feira de Santana: Vivaldo O. Taveira. 2123 .Fone: (34)3219-0777 Pará: Redenção: Eletrôn. .R. Prof.1 . 355 . . Carvalho. Laerte V.R.Fone: (33) 3225-0465 Poly Serv.Fone: (65)3624-1014 Água Boa: Sival P.

Waldemar L. Fernandes .Fone: (24)3338-8966 Rio Grande do Norte: Natal: Moria Eletron. Valério. N. .5844 Santo Ângelo: EletrônicaAcker .R. Fernando Ferrari.Fone: (14)3733-2104 Cruzeiro: Edwin J.Fone:(17)3279-9077 Sergipe: Aracaju: Comant Ltda. 1895 . 87 .Fone: (43)3324-7892 Paranavaí: Precisão Treinam . Eletr. dos Gaúchos.Fone: (44)3441-1306 Pernambuco: Recife: Eletr.5844 .Fone: (44) 3523-3796 Cascavel: G.Fone: (12)3144-6928 Olímpia: RicardoA.Amigos do Campo -Av.Trav. 434 . 859 . David . 215 . 2392 . Duque de Caxias.38 Paraná: Campo Mourão: Eletro Meg Ltda.R. 31 .1520 São Paulo: São José do Rio Preto: Marifrancis Eletr.Fone: (22)3831-3680 Campos do Goitacazes: D.Rua ToríbioA. Minas Gerais. Ferraz.R.Fone: (44) 3422-7013 Porecatu: Rodia J. Paulo Pimentel. Sete de Setembro. Coronel Estevam.Rua São Paulo. Celestino.. Dr.RS . . Costa. 1630 loja 02 .Fone: (22)2732-2624 Volta Redonda: Júnior E.PortoAlegre .Ana Euzira Figueiredo.Amparo. Josélyr M Bastos. Visconde de Maracaju.Fone: 51-3343.Gov. Micheletto -Av.R.Fone: (81)3339-1139 Rio de Janeiro: Bom Jesus Itabapoana: Solter Com. 1030 .R.R. 82 . 231 . -Av.A. Bittencourt . Rep. -Av. Rua Ernesto Fontoura.Fone: (79) 3236-3773 *Demais estados: Assistência técnica direto com a fábrica: Walmur Instrumentos Veterinários Ltda. 846 .Fone: (48) 3653.Fone: (17)3227-6708 Avaré: Motortec Ltda -Av. 1630 . -Av. .Fone: (51)3343. 1379 . 1017 . Brandalise -R. Crismac -Av. Jean Emile Favre.Almeida -Av. Sra.Rua Ernesto Fontoura.Fone: (84) 3213-9892 Rio Grande do Sul: Porto Alegre: Walmur Instrumentos Veterinários Ltda. 2120 sala 01 .Fone: (45)3222-0590 Cornéliio Procópio:TV Som -Av.Afonso Pereira Caldas. 1476 . SerafimA.Fone: (55)3312-1003 Santa Catarina: Rio Fortuna: Agr.Fone: (43)9986-8396 Terra Rica: Eletr. 373 .Fone: (43) 3523-1279 Londrina: Eletr.Almeida . 1709 . 84 . H. Carlos Gomes. 231 .