P. 1
DE 12.342-78 Código Sanitário Alteração DE 41913-97 (Assentamentos Urbanos)

DE 12.342-78 Código Sanitário Alteração DE 41913-97 (Assentamentos Urbanos)

|Views: 151|Likes:
Publicado porsaralaure

More info:

Published by: saralaure on Sep 06, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/19/2013

pdf

text

original

22/08/13

www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/1997/decreto n.41.913, de 02.07.1997.htm

DECRETO N. 41.913,DE 2 DE JULHO DE 1997 Altera a redação de dispositivos do Regulamento aprovado pelo Decreto n.º 12.342, de 27 de setembro de 1978 e dá outras providências MÁRIO COVAS, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta: Artigo 1.º - Os dispositivos adiante enumerados, do Regulamento aprovado pelo Decreto n.º 12.342, de 27 de setembro de 1978, passam a vigorar com a seguinte redação: I - a parte inicial do articulado e o artigo 1.º: "PRIMEIRA PARTE SANEAMENTO LIVRO I SANEAMENTO AMBIENTAL NOS ASSENTAMENTOS URBANOS E PARA FINS URBANOS TÍTULO ÚNICO Artigo 1.º - A direção estadual do SUS, no âmbito de sua competência deverá estabelecer normas para implantação de loteamentos urbanos e para fins urbanos e de conjuntos habitacionais, com a finalidade de eliminar, diminuir ou prevenir os agravos ao meio ambiente que tenham repercussão na saúde humana, sem prejuízo de outras normas federais e estaduais."; II - o artigo 27: "Artigo 27 - Nenhuma construção, reconstrução ou reforma de prédio, qualquer que seja o fim a que se destine, poderá ser iniciada sem projeto e especificação que atendam as normas de edificação estabelecidas pelo respectivo município e, na falta parcial ou total dos mesmos, seguirão as exigências contidas neste regulamento e nas suas Normas Técnicas Especiais. Parágrafo único - A autorização para a construção, reconstrução e reforma de prédio bem como a expedição da respectiva licenga de utilização ou habite-se deverá ser emitida por órgão competente, e em consonância com os objetivos e atribuições do SUS na esfera municipal."; .III - o artigo 28: "Artigo 28 - O órgão estadual de Vigilância Sanitária no nível regional poderá, em caráter complementar, executar ações referentes ao controle sanitário das edificações nos municípios, no limite das deficiências locais e de comum acordo com a direção municipal do SUS. Parágrafo único - Cabe a direção estadual do SUS a regulamentação da atuação complementar a que se refere o "caput" deste artigo, que deverá estar em consonância com suas normas operacionais.". Artigo 2.º - Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, ficando revogados o
www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/1997/decreto n.41.913, de 02.07.1997.htm 1/2

1997.al.248.º 13.al. de 13 de fevereiro de 1979.41.º 13.gov.913. de 02.º 13. aos 2 de julho de 1997.913.07.br/repositorio/legislacao/decreto/1997/decreto n.41. de 30 de janeiro de 1979 e o Decreto n. www. 2 de julho de 1997 MÁRIO COVAS José da Silva Guedes Secretário da Saúde Walter Feldman Secretário-Chefe da Casa Civil Antonio Angarita Secretário do Governo e Gestão Estratégica Publicado na Secretaria de Estado do Governo e Gestão Estratégica.htm 2/2 .07.htm Decreto n.1997. o Decreto n.br/repositorio/legislacao/decreto/1997/decreto n. de 13 de dezembro de 1978.196.sp.sp.22/08/13 www. Palácio dos Bandeirantes.069. de 02.gov.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->