CLASSIFICAÇÃO DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS E DAS CONSTITUIÇÕES

(Questões extraídas das provas da OAB-SP) OBS.: O número entre parêntesis, após o número do exercício, indica qual a prova da OAB-SP de onde foi extraída a questão.

1. (108) A norma constitucional que garante a todos "o livre exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer", é norma a) de aplicabilidade plena e de eficácia redutível. b) de eficácia limitada. c) de eficácia plena. d) programática.

2. (110) Com relação à eficácia e aplicabilidade das normas constitucionais, o art. 7º, XXVII, da Constituição Federal, que garante aos trabalhadores urbanos e rurais "proteção em face da automação, na forma da lei", pode ser considerado norma de eficácia a) limitada, porque a aplicação do dispositivo está restrita aos trabalhadores urbanos e rurais.

b) semi-limitada, porque, embora totalmente aplicável, seu conteúdo pode ser restringido por lei. c) contida, porque, embora totalmente aplicável, seu conteúdo pode ser ampliado por lei. d) limitada, porque a aplicação do dispositivo na sua totalidade depende de norma regulamentadora.

3. (112) Quanto à aplicabilidade e eficácia das normas constitucionais, o art. 5o, XV, da Constituição da República, que prevê ser "livre a locomoção no território nacional em tempo de paz" com a possibilidade de "qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens", pode ser considerado norma de eficácia a) plena, não comportando nenhuma espécie de restrição. b) contida, sendo de aplicação imediata, porém com possibilidade de restrição. c) limitada, pois sua aplicação depende de regulamentação por lei. d) limitada, por não ser auto-aplicável.

4. (113) Recentemente, o STF entendeu que, até que haja lei definindo o subsídio mensal a ser pago a ministro do STF, não prevaleceria o teto único de remuneração para os três Poderes da República, estabelecido pelo art. 37, XI da Constituição Federal. Esta decisão entendeu, portanto, que a norma constitucional que estabeleceu o teto único de remuneração seria norma a) de eficácia limitada e aplicação diferida. b) de eficácia plena e aplicabilidade imediata.
www.raul.pro.br/diversos/OABSelec1.htm 1/8

mas com eficácia redutível. c) de eficácia limitada. por ser imutável. cujo saneamento da omissão pode ser tentado através de mandado de injunção e de ação direta de inconstitucionalidade por omissão. através de mandado de injunção. por ser direito a ele conferido. 7.raul. 6. contida. por ser passível de alteração. 5. por prever forma específica para a sua modificação. XXVII. por ser passível de alteração. (123) O art. d) de aplicabilidade e eficácia plenas. por ser direito a ele conferido. que assegura aos trabalhadores urbanos e rurais. (113) A norma que dispõe que "aos autores pertence o direito exclusivo de utilização. cujo saneamento da omissão pode ser tentado somente pelo trabalhador. e formal. transmissíveis aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar" é norma constitucional a) de aplicabilidade plena. por constar de documento escrito solenemente aprovado pelo Poder Constituinte. (119) A norma constitucional cuja aplicação dependa de regulamentação por norma infraconstitucional é considerada de eficácia a) contida. por ter sido elaborada sem a participação popular. e outorgada. através de mandado de injunção. da Constituição Federal. d) concorrente. flexível.c) de eficácia contida e aplicabilidade imediata. b) programática. 2/8 b) c) d) www.pro. textualmente. e outorgada. 8. cujo saneamento da omissão pode ser tentado através de mandado de injunção e de ação direta de inconstitucionalidade por omissão. cujo saneamento da omissão pode ser tentado somente pelo trabalhador.º. d) auto-aplicável.br/diversos/OABSelec1. por ter sido elaborada com a participação popular. 7. c) plena. publicação e reprodução das suas obras. limitada. (125) A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 pode ser considerada a) rígida.htm . rígida. e formal. na forma da lei” é norma de eficácia a) b) c) d) contida. “a proteção em face da automação. b) limitada. por ser seu processo de alteração mais dificultoso que o de elaboração das demais espécies normativas. flexível. limitada.

podem ser suspensos durante o estado de sítio. exceto quando declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal. (125) O art. mas passível de restrição por norma regulamentadora. podem ser suspensos durante a intervenção federal. da Constituição Federal. mas. têm aplicação imediata e nunca podem ser suspensos. por ter aplicabilidade imediata.br/diversos/OABSelec1. contém apenas os princípios fundamentais da Constituição Federal. não pode ser modificada. por ter aplicabilidade imediata. 7º. têm aplicação imediata. não pode ser modificada. segundo o texto da Constituição Federal. contém normas de aplicação temporária. pode ser modificada por meio de processo mais complexo e dificultoso que o processo de elaboração das leis infraconstitucionais. (128) Os direitos fundamentais. na forma da lei". pode ser considerado norma constitucional de eficácia a) b) c) d) contida. 10. exceto nos casos de estado de sítio e de estado de defesa. 13. (131) É considerado norma de eficácia contida o seguinte dispositivo da Constituição Federal: www. que assegura aos trabalhadores urbanos e rurais "proteção em face da automação. alguns deles. não necessitando de norma regulamentadora. (130) O Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Federal de 1988 a) b) c) d) não possui conteúdo normativo. não têm aplicação imediata. necessitando de norma regulamentadora. 11. mas. tal qual o preâmbulo da Constituição Federal. não pode ser alterado por Emenda à Constituição. (129) A Constituição Federal é considerada rígida porque a) b) c) d) não pode ser modificada. plena. 12. inciso XXVII. por ter aplicabilidade imediata.pro. não necessitando de norma regulamentadora. a) b) c) d) têm aplicação imediata. por não ter aplicabilidade imediata. alguns deles.htm 3/8 .9. plena. limitada.raul.

somente pode ser alterada mediante decisão do poder constituinte derivado. 37.br/diversos/OABSelec1. (2009-3) De acordo com a classificação das constituições. sistematiza os dogmas sedimentados pelos costumes sociais e. somente existindo na forma escrita. o art. é modificável por normas de hierarquia infraconstitucional. o art. sendo também conhecida como histórica. atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. denomina-se dogmática a constituição que a) b) contém uma parte rígida e outra flexível e sistematiza os dogmas aceitos pelo direito positivo internacional. 84. 14. dada a rápida evolução da sociedade. necessariamente.º. c) d) GABARITO 1 A 2 D 3 B 4 A 5 A 6 B 7 B 8 A 9 B www. 18. também conhecida como costumeira.a) b) c) d) o art. sistematiza as ideias fundamentais contemporâneas da teoria política e do direito.pro. I: “compete privativamente ao Presidente da República nomear e exonerar os Ministros de Estado”.raul. 5.htm 4/8 . ofício ou profissão. VII: “o direito de greve será exercido nos termos e nos limites definidos em lei específica”. XIII: “é livre o exercício de qualquer trabalho. por um órgão com atribuições constituintes e.º: “Brasília é a Capital Federal”. o art. § 1. é elaborada.

htm 5/8 .pro. (106) O princípio da supremacia constitucional a) decorre da possibilidade de a União intervir nos Estados e Municípios.raul. DA SUPREMACIA DA CONSTITUIÇÃO. 3. por estarem no ápice do ordenamento jurídico. figurar no ápice do ordenamento jurídico. 2. a) Considerando-se que o conteúdo do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias é de direito intertemporal. no ordenamento jurídico brasileiro. PREÂMBULO E ADCT 1. b) requer a conformidade à Constituição apenas dos atos legislativos. d) as normas constitucionais. não admitem alteração. (111) Pelo princípio da supremacia da Constituição. visto que os atos administrativos devem ser conformes apenas à lei infraconstitucional. c) requer a conformidade de todas as situações jurídicas aos princípios e preceitos da Constituição.10 B 11 D 12 B 13 A 14 C PRINCÍPIO DA SOBERANIA.br/diversos/OABSelec1. c) as normas jurídicas infraconstitucionais podem ser consideradas formal e materialmente inconstitucionais. (139) Com relação ao preâmbulo da CF e às disposições constitucionais transitórias. caso sejam incompatíveis com a Constituição. não é possível afirmar que suas normas ostentam o mesmo www. assim. assinale a opção correta. d) não se impõe se houver omissão na prática de ato administrativo. b) todas as normas jurídicas abaixo da Constituição são presumivelmente constitucionais. a) somente as normas materialmente constitucionais devem integrar a Constituição e.

situando-se fora da CF. d) igualdade entre os países. (2009-3) No âmbito do direito internacional. c) celebração de tratados sobre direitos humanos com o consentimento do Tribunal Penal Permanente. o preâmbulo constitucional impõe limitações de ordem material ao poder reformador do Congresso Nacional. b) a Organização da Nações Unidas dominar a legislação dos Estados participantes. b) A doutrina constitucional majoritária e a jurisprudência do STF consideram que o preâmbulo constitucional não tem força cogente. significa a possibilidade de a) um Estado impor-se sobre outro. a soberania. complementares. não podem ser consideradas parte integrante desta. d) Por traçar as diretrizes políticas. como norma jurídica. pois. c) As disposições constitucionais transitórias são normas aplicáveis a situações certas e passageiras. Nesse sentido. 4.raul.br/diversos/OABSelec1. www. GABARITO 1 C 2 C 3 B 4 D FUNDAMENTOS E OBJETIVOS DA REP. podendo servir de paradigma para a declaração de inconstitucionalidade.htm 6/8 . não valendo. à obra do poder constituinte originário e. importante característica do palco internacional.grau de eficácia e de autoridade jurídica em relação aos preceitos constantes do texto constitucional. (106) São objetivos fundamentais do estado brasileiro: a) a livre iniciativa e o pluralismo econômico. independentemente de sua dimensão ou importância econômica mundial.pro. seus princípios não prevalecem diante de eventual conflito com o texto expresso da CF. filosóficas e ideológicas da CF. portanto. FEDERATIVA DO BRASIL 1.

a erradicação da pobreza e a redução das desigualdades regionais. A ausência de indicação da conduta individualizada dos acusados de crimes societários. como a fuga é ato extremamente provável no momento da prisão. a prevalência dos direitos humanos e a construção de uma sociedade livre. d) a soberania e a promoção do bem de todos. à dignidade da pessoa humana. justa e solidária e a erradicação da pobreza. aos direitos da pessoa humana. a) O uso de algemas não requer prévio juízo de ponderação da necessidade. a aplicação do princípio da dignidade humana exige a proteção dos embriões humanos obtidos por fertilização in vitro e congelados. por parte do preso ou de terceiros. d) a defesa da soberania. d) a prevalência dos direitos humanos. c) a garantia do desenvolvimento nacional. (114) São objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: a) b) a garantia do desenvolvimento nacional. A referência. Desse modo. como em casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia. haja vista a dignidade do bem jurídico protegido pelos tipos penais que têm por objeto de proteção os interesses da administração militar. b) c) d) www. as algemas podem ser utilizadas como regra. 2. justa e solidária. b) a proteção ao Estado Democrático de Direito. a prevalência dos direitos humanos. além de implicar a inobservância aos princípios do devido processo legal. ao livre exercício dos direitos individuais e aos direitos e garantias individuais está relacionada aos direitos e garantias do indivíduo dotado de personalidade jurídica ou não. na CF. (132) A ordem constitucional considera objetivo fundamental da República Federativa do Brasil: a) a erradicação da pobreza. devendo-se evitar sua utilização em pesquisas científicas e terapias.htm 7/8 . não é aplicável aos crimes militares. 3. a construção de uma sociedade livre.raul. (OAB-Unificado-2008-3) Assinale a opção correta no que se refere à aplicação do princípio da dignidade da pessoa humana. da ampla defesa e do contraditório. pois. c) a prevalência dos direitos humanos.br/diversos/OABSelec1. a redução das desigualdades regionais e a garantia do desenvolvimento nacional. 4. embora seja consequência do princípio da dignidade da pessoa humana.pro. fere o princípio da dignidade da pessoa humana. A aplicação do princípio da insignificância. c) a cidadania e a redução das desigualdades sociais.b) a garantia do desenvolvimento nacional e a erradicação da pobreza.

htm 8/8 .GABARITO 1 B 2 C 3 A 4 D www.raul.br/diversos/OABSelec1.pro.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful