Você está na página 1de 1

Férias

Ao completar 12 meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado passa a ter direito a


um período de descanso, sem prejuízo da sua remuneração, conhecido como férias. Para
efeitos legais, ele é computado como tempo de serviço.
Quem trabalha mais de 25 horas semanais tem direito a 30 dias de férias. Todavia, as férias
poderão ser reduzidas proporcionalmente ao número de faltas não justificadas durante esse
período.
As faltas justificadas e as que não forem descontadas do empregado não poderão ser
computadas para reduzir a duração das férias.
Veja, a seguir, quantos dias corridos de férias o empregado tem direito, considerando o
número de faltas não justificadas:

"Número de Faltas Injustificadas Número de dias de Férias


até 05 faltas 30 dias
de 06 a 14 faltas 24 dias
de 15 a 23 faltas 18 dias
de 24 a 32 faltas 12 dias
mais de 32 faltas 0 dias

Os empregados em regime de tempo parcial (menos de 25 horas semanais) terão seu período
de férias determinado de acordo com as horas trabalhadas e as faltas não justificadas,
conforme a tabela a seguir:

"Jornada Semanal Dias de Férias Dias de Férias


(em horas) (com até 7 faltas) (com mais de
7 faltas)
até 5 horas 8 dias 4 dias
mais de 5 até 10 horas 10 dias 5 dias
mais de 10 até 15 horas 12 dias 6 dias
mais de 15 até 20 horas 14 dias 7 dias
mais de 20 até 22 horas 16 dias 8 dias
mais de 22 até 25 horas 18 dias 9 dias

O empregador deverá conceder as férias do empregado nos 12 meses seguintes em que ele
tiver completado o período aquisitivo. Geralmente, as empresas tentam conciliar seus
interesses com os dos funcionários. Quando o empregador não observa este prazo, o
empregado acumula dois períodos aquisitivos de férias, passando a ter direito ao recebimento
das férias em dobro, relativas ao primeiro período. Neste caso, se o empregado tiver solicitado
o abono pecuniário, este também deverá ser pago em abono.
A legislação determina que a empresa:
• Conceda as férias do empregado na época que melhor lhe convier, cabendo ao
funcionário acatar a decisão do empregador;
• Conceda ao empregado menor de 18 anos de idade, desde que estudante, suas férias
juntamente com o período de férias escolares;
• que tenha membros de uma única família que trabalhem na mesma empresa, possam
optar por gozar férias no mesmo período, desde que não resulte em prejuízo para a
companhia.

As férias devem ser gozadas em um único período. Somente em casos excepcionais poderão
ser divididas em dois períodos, sendo que um deles não poderá ser inferior a 10 dias corridos.