P. 1
Esquema Embargo de Terceiros

Esquema Embargo de Terceiros

|Views: 132|Likes:
Publicado pormariana_martinez_72

More info:

Published by: mariana_martinez_72 on Nov 17, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/13/2012

pdf

text

original

Rito: Especial (Procedimento especial de jurisdição contenciosa) Fundamentos Artigo 1046, caput do CPC “Art. 1046.

Quem, não sendo parte no processo, sofrer turbação ou esbulho na posse de seus bens por ato de apreensão judicial, em casos como o de penhora, depósito, arresto, seqüestro, alienação judicial, arrecadação, arrolamento, inventário, partilha, poderá requerer lhe sejam manutenidos ou restituídos por meio de embargos.” Jurisprudência (casos semelhantes): 0001646-91.2006.8.19.0208 - APELACAO DES. SERGIO JERONIMO A. SILVEIRA - Julgamento: 11/01/2011 - QUARTA CAMARA CIVEL Embargos de terceiro. Embargante proprietária de imóvel, em condomínio, com os executados na ação de despejo c/c cobrança, ora em fase de execução contra os fiadores do contrato de locação. Alega a embargante ser proprietária de 70% (setenta) por cento do imóvel, tendo recaído a penhora sobre parte do imóvel que lhe pertence, ou seja, a penhora recaiu sobre dois terços do total do imóvel e não sobre um terço, como entende ser o correto. Dados constantes do registro de imóvel que possuem presunção de veracidade. Distribuição de cotas igualitária. Bem de família. Aplicação analógica da Lei nº 8.009/90. Não cabimento face à natureza do débito em execução. Sentença de improcedência. Apelação. Recurso conhecido. Negado seguimento, na forma do disposto no artigo 557, caput, do CPC. Sentença que se mantém na íntegra. 0001934-47.2009.8.19.0042 - APELACAO DES. CAETANO FONSECA COSTA - Julgamento: 09/12/2010 - SETIMA CAMARA CIVEL EMBARGOS DE TERCEIRO - PENHORA DE MEAÇÃO DA ESPOSA - MARIDO QUE ERA SÓCIO DA EMPRESA EXECUTADA - ALTERAÇÃO CONTRATUAL - CESSÃO DE COTAS - AUSÊNCIA DE REGISTRO NA JUNTA COMERCIAL - CIÊNCIA INEQUÍVOCA DOS FIADORES - AUSÊNCIA DE PROVEITO DA ESPOSA NA FORMAÇÃO DA DÍVIDA- Cuida a hipótese de Embargos de Terceiro opostos pela esposa de um dos sócios da empresa executada, visando resguardar sua meação do imóvel penhorado.- Débito oriundo da sub-rogação dos Embargados, que na qualidade de fiadores realizaram o pagamento de dívidas contraídas pela empresa a partir de julho de 1998 (fls. 15 da execução em apenso).- Marido da Embargante que na qualidade de sócio da empresa executada cedeu suas cotas, dela se retirando, em 19 de março de 1998 (fls. 28/32 da execução em apenso).- Alteração contratual que não foi levada a registro na Junta Comercial.- Registro necessário para que gere efeitos perante terceiros.- Fiadores, ora Embargados, que tinham ciência inequívoca da saída do marido da Embargante da sociedade.Esposa Embargante que não obteve proveito com a formação da dívida.- Sentença que merece ser mantida.Recurso que se nega provimento. Pedidos 1. o recebimento dos embargos de terceiro, sua autuação em apenso ao processo principal, com a conseqüente suspensão do mesmo (artigo 1.052 do CPC); 0040865-17.2010.8.19.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. INES DA TRINDADE - Julgamento: 30/11/2010 - DECIMA TERCEIRA CAMARA CIVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO. EMBARGOS DE TERCEIRO. INDEFERIMENTO DA SUSPENSÃO DA EXECUÇÃO E DA MANUTENÇÃO DA EMBARGANTE NA POSSE DO IMÓVEL. VIOLAÇÃO AO ARTIGO 1.052 DO CPC. 1. De acordo com a norma insculpida no artigo 1.052 do Código de Processo Civil, quando os embargos de terceiro versarem sobre a integralidade dos bens executados, deverá o magistrado suspender o curso da execução. 2. Conforme consolidado entendimento doutrinário e jurisprudencial, trata-se de norma de natureza cogente, que impõe ao magistrado o dever de suspender a execução até o julgamento dos embargos de terceiro, salvo quando se tratar de fraude de execução. PRECEDENTES JURISPRUDENCIAIS. RECURSO PROVIDO, COM BASE NO ARTIGO 557, §1º-A DO CPC.

Valor da causa Dá –se a causa o valor de R$. a procedência do pedido para desconstituir a penhora que incide sobre o imóvel da embargante.2. a condenação do embargado em custas judiciais e honorários de advogado ( art. (valor do bem penhorado) .. 20 CPC) Provas Requer a produção de provas documentais. 3. a citação do embargado para oferecer contestação (artigo 1.. 4.053 do CPC).

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->