Você está na página 1de 1

Era uma vez uma fada chamada Oriana. Era bonita e boa.

Ela guardava uma floresta que lhe tinha sido entregue pela rainha das fadas. Ela cuidava dos animais, das plantas, dos homens. Mas ela tinha um carinho especial pela velha que vivia sozinha. Ajudava-a a limpar a casa, a fazer o caf, a pr o acar e tambm a ajudava a transportar os paus que ela ia vender cidade. Ora, um dia Oriana abeirou-se do rio. Apareceu ento um peixe que se mostrava muito aflito, fora de gua e lhe pediu ajuda. Oriana quando viu a sua imagem refletida na gua reparou na sua beleza. O peixe dia aps dia, cultivou na Oriana a vaidade e ela, a pouco e pouco, foi abandonando a floresta. De vez em quando ia visitar a velha mas chegou um dia que tambm a esqueceu por completo. Quando apareceu a rainha das fadas e viu o abandono da floresta, ficou muito zangada e teve que castigar Oriana. Tirou-lhe as asas e a varinha de condo. Oriana ficou muito triste, chorou mas a rainha no a desculpou. S lhe disse que lhe daria as asas e a varinha quando ela fizesse algo para as merecer. Passados dias avistou ao longe a velha muito cansada e quase cega que se aproximava de um abismo. Oriana ficou muito aflita. Quando chegou sua beira a velha estava a cair do abismo. Oriana mesmo sem asas, saltou do abismo e agarrou a velha pelos ps. Nessa altura apareceu a rainha das fadas e devolveu a Oriana as asas e a varinha de condo Ento Oriana levantou a sua varinha de condo e tudo ficou encantado.