Você está na página 1de 1

Vivendo para Glorificar a Deus

“Fiz para mim açudes, para regar com eles o bosque em que reverdeciam as
árvores”.Eclesiastes 2:6

No texto de hoje, Salomão descreve ainda outras de suas realizações, na intenção de mostrar
sua grandeza. Às vezes fico pensando qual a razão da nossa busca pela grandeza, pelo poder, e
reconhecimento. Será que já paramos para pensar, o porquê de nossas ações e atitudes? Elas visam
beneficiar a nós mesmos, a igreja, a nossa família, ou a Deus? S. Paulo faz uma declaração que
me toca muito: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo
para a glória de Deus”.I Coríntios 10:31. Aqui nós encontramos a razão prioritária da existência
humana. Seja lá o que venhamos a fazer, a razão da nossa existência deve ser glorificar a Deus.
Em nosso texto, o sábio fala de bosques verdejantes com suas árvores magníficas, mas que
dependiam de um bom suprimento de água para ficarem verdes. Foi por isso que ele se empenhou
em fazer açudes, para não faltar provisões.
Deus fez um açude de graça no monte Calvário, para que o sangue do Seu filho pudesse regar
o coração dos pecadores. Essa mensagem nos afirma que ainda há esperança, mas nem tudo está
perdido! Os seres humanos precisam entender o que se passou no Calvário para glorificar a Deus.
A crucifixão de Cristo mostra o caminho que cada um vai trilhar antes de ser transformado à
semelhança dEle. O Getsêmani com sua dor e sofrimento, nos leva a tomar uma decisão de
sermos crucificados com Cristo, morrer para o eu, e finalmente ressuscitar para uma nova vida. O
contraste entre a vida de Cristo e a nossa é gritante.
Talvez você pense que Jesus venceu porque ele era o Filho de Deus, mas na verdade todo o
poder que estava disponível para Ele, está disponível para você também. O segredo dEle é muito
claro nessa Sua declaração: “Eu e o Pai somos um”.João 10:30 É esse tipo de relação que
precisamos ter com Jesus. Nossa busca pelas coisas materiais nos impede de ver o verdadeiro
significado da vida. Viver para glorificar a Deus é muito mais do que este formalismo religioso
que vivemos a cada fim de semana. Nossa experiência espiritual precisa ser diária e constante. O
contexto do capítulo dois de Eclesiastes mostra que não existe glória nas coisas deste mundo.
Salomão vivenciou a experiência de correr atrás do poder, domínio, e grandeza das coisas
terrenas; mas ele sentiu-se como um louco correndo atrás do vento.
Quando olhamos para a beleza da natureza, compreendemos o quanto ela revela a grandeza do
seu autor. Cada elemento da criação de Deus foi criado para glorificar o Seu nome. Satanás luta
pelo inverso: fazer com que os seres criados glorifiquem a si mesmo. Essa sempre vai ser a nossa
luta. Essa foi a luta de Jesus no Getsêmani. Quando a vontade de Deus imperar no coração, nós
viveremos para glorificá-lO. Pode ser que ao ler esta mensagem, você esteja como Salomão
fazendo açudes, ou pomares, ou jardins, no intuito de alcançar alguma glória ou grandeza neste
mundo. Não perca seu tempo amigo, aprenda da experiência do sábio, comece agora mesmo um
relacionamento diário com Jesus, e aí você nunca mais será o mesmo! Talvez você não alcançará
a grandeza deste mundo, mas o amanhã será eterno e glorioso, e durará para sempre! E a gente se
encontra lá! Amém!