Você está na página 1de 64

unesp

unesp Governo do Estado de São Paulo Universidade Estadual Paulista FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ ESPECIALIZAÇÃO

Governo do Estado de São Paulo Universidade Estadual Paulista

FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA EMPRESARIAL

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ANA CAROLINA RODRIGUES ALVES ANA PAULA DE PAIVA SILVA LEONARDO KESSLER DA SILVA LINO

GUARATINGUETÁ - SP BRASIL

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ANA CAROLINA RODRIGUES ALVES ANA PAULA DE PAIVA SILVA LEONARDO KESSLER DA SILVA LINO

Monografia

apresentada à

Faculdade de Engenharia da Universidade

Estadual Paulista – Campus

de

Guaratinguetá, como parte dos requisitos

para obtenção do

certificado

de

Especialista em Informática Empresarial.

Orientador: Prof. Dr. José Celso Freire Junior

GUARATINGUETÁ

2002

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

 

Silva, Ana Paula de Paiva Silva

S586p

Projeto análise e desenvolvimento de um Sistema WEB para gerenciamento de ofertas de emprego / Ana Paula de Paiva. Silva ; Ana Carolina Rodrigues Alves ; Leonardo Kessler da Silva Lino. – Guaratinguetá : [s.n], 2002

63f. : il

Bibliografia: f. 63

Monografia de especialização em Informática Empresarial – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2002

Orientador: Prof. Dr. José Celso Freire Júnior

1. Internet. 2. Site de emprego. 3. Rodrigues Alves, Ana Carolina .4. Lino, Leonardo Kessler da Silva. I. Título

CDU681.3

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

unesp

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego unesp UNIVERSIDADE

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CAMPUS DE GUARATINGUETÁ FACULDADE DE ENGENHARIA

Projeto Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ANA CAROLINA RODRIGUES ALVES ANA PAULA DE PAIVA SILVA LEONARDO KESSLER DA SILVA LINO

ESTA MONOGRAFIA FOI JULGADA ADEQUADA PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE “ESPECIALISTA EM INFORMÁTICA EMPRESARIAL”

APROVADO EM SUA FORMA FINAL PELA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM INFORMÁTICA EMPRESARIAL

Prof. Dr. Edson Luiz França Senne Coordenador

Banca Examinadora:

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego unesp UNIVERSIDADE

Maio de 2002

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

DADOS CURRICULARES

ANA CAROLINA RODRIGUES ALVES

NASCIMENTO

25/09/1973 – Guaratinguetá / SP

FILIAÇÃO

Luiz Gonzaga Rodrigues Alves Maria Aparecida Martini Rodrigues Alves

1995

Tecnólogo em Processamento de Dados Universidade de Taubaté

ANA PAULA DE PAIVA SILVA

NASCIMENTO

03/09/1978 – Aparecida / SP

FILIAÇÃO

Benedito Antônio da Silva Ana Maria de Paiva Silva

1999

Tecnólogo em Processamento de Dados Universidade de Taubaté

LEONARDO KESSLER DA SILVA LINO

NASCIMENTO

09/07/1976 – Lorena / SP

FILIAÇÃO

Luiz Geraldo de Oliveira Lino Lenora Kessler da Silva Lino

1999

Tecnólogo em Processamento de Dados Universidade de Taubaté

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

AGRADECIMENTOS

Primeiramente a Deus, que nos concedeu a oportunidade de concluir mais uma etapa de nossa vida.

Ao Prof. Dr. José Celso Freire Júnior, pela orientação na confecção deste trabalho.

Ao Prof. Dr. Edson Luiz França Senne e ao Prof. Denílson Luís dos Santos Moreira pelo resultado de um esforço mútuo em prol do desenvolvimento deste projeto.

Aos nossos pais, que nos deram o apoio e o incentivo necessário em todas as etapas de nossas vidas.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

"...

Seja, pois, o motivo de tuas ações e dos teus pensamentos sempre o

cumprimento do dever, e faze as tuas obras sem procurares recompensa, sem te preocupares com o teu sucesso ou insucesso, com teu ganho ou o teu prejuízo

pessoal. Não caias, porém, em ociosidade e inação, como acontece facilmente aos que perderam a ilusão de esperar uma recompensa das suas ações ...

Baghavad-Gita (clássico hindu)

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

SUMÁRIO

  • 1 INTRODUÇÃO

12

  • 1.1. A história da Internet ontem e hoje

13

  • 1.2. Objetivo

16

  • 1.3. Organização do Trabalho..........................................................................................16

  • 2 CONTEXTUALIZAÇÃO DO TRABALHO

18

  • 2.1. Linguagem básica da Web

18

  • 2.2. Segurança ....................................................................................................................

20

  • 2.2.1 Alteração de Domínio

20

Cavalo de Tróia

  • 2.2.2 ...........................................................................................................................

20

Roubo de Senha

  • 2.2.3 ...........................................................................................................................

21

  • 2.2.4 Ddos – Denial Of Services

21

  • 2.2.5 Invasão de Sites (Backdoor)

........................................................................................................

21

  • 2.2.6 “Cheirador” de Pacotes (Packet Snifer)

.......................................................................................

22

  • 2.3. Serviços Básicos na Internet......................................................................................22

  • 2.3.1 Correio Eletrônico – e-mail

22

  • 2.3.2 Conversas Interativas (Talk) e Irc (Internet Relay Chat)

23

  • 2.3.3 Listas de Discussão

.....................................................................................................................

23

  • 2.3.4 Grupos de Discussão – Netnews (Usenet)

23

Telnet

  • 2.3.5 ..........................................................................................................................................

24

  • 2.3.6 ..............................................................................................................................................

FTP

24

  • 2.4. Navegadores

24

Internet Explorer

  • 2.4.1 .........................................................................................................................

25

  • 2.4.2 ......................................................................................................................................

Netscape

25

  • 3 UMA PROPOSTA DE METODOLOGIA NO DESENVOLVIMENTO DE SITES. 27

  • 3.1. Conteúdo de uma página Web

27

  • 3.2. Objetivo da Página

28

  • 3.3. Público-Alvo

28

  • 3.4. Organização do Conteúdo

31

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 4 PLANEJAMENTO DO SITE

33

  • 4.1. Qual o público-alvo?

33

  • 4.2. Por que se deseja um site da Web?

...........................................................................

34

  • 4.2.1 Empregos.net (www.empregos.net)

...........................................................................................

35

  • 4.2.2 Catho (www.catho.com.br)

36

  • 4.2.3 Manager Online (www.manager.com.br)

..................................................................................

37

  • 4.2.4 Bumeran (www.bumeran.com.br)

38

  • 4.2.5 APINFO (www.apinfo.com.br)

39

  • 4.3. Principais Objetivos

39

  • 4.4. Que se pretende que os usuários façam quando visitarem o site?

.........................

40

  • 4.5. Quanto Gastar?

40

  • 5 DESENVOLVIMENTO DO SITE

41

  • 5.1. Tecnologias e ferramentas utilizadas

41

  • 5.1.1 Características Principais das Active Server Pages – ASP

41

  • 5.1.2 A Linguagem JavaScript

.............................................................................................................

42

  • 5.1.3 ActiveX e a Linguagem VBScript

43

  • 5.1.4 O Software DreamWeaver

44

  • 5.1.5 Macromedia Flash 5

44

  • 5.2. O Banco de Dados utilizado

45

  • 5.3. O site desenvolvido

.....................................................................................................

46

  • 5.4. Comparação do site desenvolvido com os analisados

59

  • 6 CONCLUSÃO

61

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Índice de Figuras

FIGURA 1 – PÁGINA INICIAL DO SITE FIGURA 2 – PÁGINA INICIAL DO SITE FIGURA 3
FIGURA 1 – PÁGINA INICIAL DO SITE
FIGURA 2 – PÁGINA INICIAL DO SITE
FIGURA 3 – PÁGINA INICIAL DO SITE
FIGURA 4 – PÁGINA INICIAL DO SITE
FIGURA 5 – PÁGINA INICIAL DO SITE APINFO
FIGURA 6 – A MODELAGEM DOS
FIGURA 7 – PÁGINA
FIGURA 8 – CRITÉRIOS DE PESQUISA PARA
FIGURA 9 – DETALHE DA
FIGURA 10 – IDENTIFICAÇÃO PARA INCLUIR O CURRICULUM
FIGURA 11 – CADASTRO DO CURRICULUM
FIGURA 12 – IDENTIFICAÇÃO PARA PESQUISA DE CURRICULUM
FIGURA 13 – CRITÉRIOS DE PESQUISA PARA CURRICULUM
FIGURA 14 – DETALHE DO CURRICULUM
FIGURA 15 – IDENTIFICAÇÃO PARA INCLUIR
FIGURA 16 – CADASTRO DA EMPRESA
FIGURA 17 – CADASTRO DE
FIGURA 18 – CADASTRO DE
FIGURA 19 – ALTERAÇÃO DE
FIGURA 20 – CADASTRO DE PERGUNTAS, SUGESTÕES E
35
36
37
38
39
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
56
57
58
59

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ALVES,

A.C.R.;

SILVA,

A.P.P.;

LINO,

L.K.S.

Projeto,

Análise

e

Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego.

Guaratinguetá, 2002. 64p. Monografia (Especialização em Informática Empresarial) – Faculdade de Engenharia, Campus de Guaratinguetá, Universidade Estadual Paulista.

RESUMO

Atualmente, a Internet é um dos meios de comunicação mais avançados e utilizados mundialmente. Devido à alta tecnologia que a envolve e à sua capacidade de comunicação a longas distâncias, a Internet consolidou-se como uma fonte completa de informação.

Com o

uso

mundial

da

rede,

a

criação

de

sites

para a

Internet vem crescendo e

tomando espaço entre as atividades desenvolvidas pelos profissionais de informática, tornando-se, assim, uma das áreas mais promissoras.

Neste trabalho, será abordada a criação de um site que oferece, de maneira gratuita, ofertas de empregos. O título do site criado é “Trabalhos & Oportunidades On-line”. O Site possui basicamente informações sobre carreira profissional.

No decorrer do trabalho, serão apresentadas as várias fases empregadas na criação do site, desde o planejamento até as ferramentas utilizadas.

PALAVRAS-CHAVES: Internet, Site de Emprego, Sistemas de Informação.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ALVES,

A.

C.

R.;

SILVA,

A.P.P.;

LINO,

L.K.S.

Project,

Analysis

and

Development of a WEB System for Administration of Offers of Job. Guaratinguetá, 2002. 64p.

Monografia (Especialização em Informática Empresarial) – Faculdade de Engenharia, Campus de Guaratinguetá, Universidade Estadual Paulista.

ABSTRACT

Nowadays, the Internet is one of the more advanced and used way of communication around the world. Due to the high technology that involves it and the capacity of communication at long distances, the Internet has consolidated as a complete source of information.

With the world use of the net, the sites creation for the Internet is growing and taking space among the activities developed by the computer science professionals, becoming one of the most promising areas.

In this work, the creation of a site for administration of offers of job is presented. The site is entitled " Trabalhos & Oportunidades On-line" and possesses information basically on professional career.

In the work the several phases that can be used in the creation of a site, from the planning to the tools that were used, are presented.

KEY WORDS: Internet, Site of Job, Information Systems.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

1

Introdução

Nos últimos tempos, a Internet – Rede Mundial de Computadores – vem ocupando grande espaço na mídia. Desde sua criação, na década de 60, a Internet tem revolucionado o panorama mundial ao permitir, por exemplo, a comunicação entre usuários a milhares de quilômetros, pelo preço de uma ligação telefônica local, além de se tornar a mais sofisticada e completa fonte de informação existente sobre os mais diversos assuntos.

No decorrer dos anos, entre a década de 80 e o início dos anos 90, a rede foi aperfeiçoada e começaram a aparecer os serviços que deram à Internet sua feição atual. O principal deles é a World Wide Web (WWW), lançado em 1991, que viabilizou a transmissão de imagens, som e vídeo pela rede, pois, até então, a maior parte do material disponível era composta de documentos hipertexto.

Na metade dos anos 90, com a liberalização do mercado de telecomunicações no Brasil, surgiram os primeiros Provedores de Acesso (empresas comerciais que vendem aos clientes o meio de acessar a rede). Esse fato, aliado ao preço que atingiram os computadores, fez com que a utilização da Internet se disseminasse, principalmente entre a classe média no Brasil.

Dentre as várias atividades envolvidas no novo mercado de Internet criado, o desenvolvimento de sites 1 , com suas páginas de apresentação, vem mostrando um crescimento muito grande, por ser uma atividade relativamente recente que desperta grande interesse e cujo desenvolvimento não apresenta um alto grau de complexidade.

A página de apresentação de um site é a porta de entrada para o internauta explorar outras páginas que fazem parte do mesmo endereço na Internet. Para que um internauta se sinta atraído pelo site que irá visitar, é necessário que a primeira página do site seja bem elaborada, possuindo uma aparência agradável e que não seja de acesso lento. Neste trabalho, questões como esta serão analisadas, objetivando o desenvolvimento apropriado de um site de consultas de vagas de emprego.

1 Um Web Site é uma coleção de arquivos Web de um assunto específico, que inclui um arquivo chamado de Home Page. Por exemplo, a maioria das companhias, organizações ou indivíduos que possuem um Web Site tem um endereço único. A partir da Home Page, você pode navegar por todas as páginas restantes [1].

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 1.1. A história da Internet ontem e hoje

A Rede Mundial de Computadores, como já foi dito, teve seu início na década de 60, mais precisamente no ano de 1957, com o surgimento, nos EUA, da ARPA (Advanced Research Projects Agency – Agência de Pesquisa em Projetos Avançados), sobretudo como conseqüência da corrida armamentista e tecnológica entre americanos e soviéticos. O projeto que deu origem a ARPA era ligado ao Departamento de Defesa norte-americano e tinha como objetivo manter a superioridade tecnológica dos Estados Unidos, além de analisar e alertar o país contra avanços tecnológicos de adversários potenciais.

No começo da década de 60, um problema passou a incomodar os pesquisadores da ARPA: como tornar confiável a comunicação entre computadores, mesmo que o país sofresse um pesado ataque nuclear. A solução foi encontrada utilizando-se a idéia de uma rede, na qual a informação trafegasse utilizando o princípio de “comutação de pacotes”. Segundo esse princípio, os dados seriam divididos em várias partes, cada uma delas com uma “etiqueta”, que descreveria seu destino antes de serem enviados pela rede. A solução era engenhosa, mas faltavam na época os equipamentos que pudessem implementá-la.

Em 1962, sob a direção de J. C. R. Licklider, que batizou o projeto de “Rede Intergalática”, o trabalho de implementação foi iniciado. Na visão de Licklider, o objetivo de seu trabalho era não apenas conectar computadores, mas também pessoas, auxiliando-as a trocar experiências entre si. Era uma postura nova, que encontrou dificuldades dentro da indústria de computadores da época, voltada à produção de poderosas máquinas de cálculo

[2].

Após exaustivos seminários e encontros, chegou-se finalmente a um consenso a respeito do padrão de comunicação de dados a ser utilizado entre os computadores distantes. A primeira conexão foi então feita no dia 30 de agosto de 1969, ligando a Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), ao SRI (Stanford Research Institute), na Califórnia. Além desses dois pontos da rede, conectaram-se a Universidade da Califórnia, em Santa Barbara (UCSB), e a Universidade de Utah, em Salt Lake City. A ARPANET acabara de nascer [2].

Inicialmente, a ARPANET possibilitava a seus usuários o acesso através de terminal remoto, a transferência de arquivos e o uso de impressoras e outros dispositivos remotos. A rede passou de 4 para 15 nós em 1971. Em 1972, já eram 37 nós. Porém, o acesso à rede era ainda restrito às instituições de pesquisa ligadas ao governo e à área militar, e seu custo anual era em torno de US$ 250.000 [2].

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

A partir de 1975, com o crescimento do tráfego de informação militar na rede, seu acesso tornou-se mais restritivo, fazendo com que uma série de outras redes fossem criadas por instituições de pesquisa e companhias privadas. As redes acabaram por criar uma comunidade que trocava entre si informações através de listas de discussão (mailing lists). Nessa época, não existia ainda uma possibilidade de comunicação entre as diversas redes.

Para resolver esse problema, a ARPA definiu, no início dos anos 80, o TCP/IP (Transfer Control Protocol/Internet Protocol), um protocolo de comunicação geral entre redes. Com a utilização do TCP/IP por diversas instituições de pesquisa, estava formando-se uma “rede de redes”, que permitia a milhares de usuários compartilhar suas informações. Estava nascendo a Internet.

Em 1990, os interesses militares da ARPANET foram transferidos a uma nova rede, denominada MILNET. A ARPANET foi então definitivamente extinta. Enquanto isso, a Internet crescia, abrindo espaço para usuários comerciais, fora da esfera acadêmica. Uma das conseqüências dessa expansão foi o aparecimento de novos aplicativos, entre eles o ARCHIE 2 , [2] que era um sistema de busca em arquivos remotos e o GOPHER 3 [2], que era um sistema avançado de busca de informação que utilizava para suas pesquisas um sistema de menus e diretórios. Com isso, começaram a aparecer aplicativos destinados a procurar informações na rede.

Tim Berners-Lee, um físico do Centro de Estudos de Energia Nuclear - European Laboratory for Particle Physics / Centre Europen de Recherche Nucleaire – CERN – em Genebra, Suíça, propôs uma extensão ao Gopher utilizando o conceito de hipertexto: partes do texto ficavam “marcadas”, e, uma vez selecionadas, levavam a outras informações sobre o assunto em questão. Lee desenvolveu um programa denominado navegador, que era um aplicativo que recebia e interpretava arquivos com conteúdos diversos como texto, imagens, scripts, etc., com a finalidade básica de efetuar a interface com o usuário.

O novo sistema de busca de informação foi denominado por Lee de World Wide Web (WWW). Um poderoso navegador, chamado Mosaic, foi desenvolvido no NCSA (National Center for Supercomputing Applications – Centro Nacional de Aplicações de Supercomputação, na Universidade de Illinois, em Urbana, Illinois). Através do Mosaic, o usuário da Internet poderia acessar informações sem se preocupar com conversão de arquivos

2 Serviço de busca de arquivos armazenados em FTP anônimo.

3 Um sistema distribuído para busca e recuperação de documentos, que combina recursos de navegação através de coleções de documentos e bases de dados indexadas, por meio de menus hierárquicos.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

ou formatos; além disso, poderia acessar outros serviços, tais como o Gopher, Telnet (acesso remoto via terminal), FTP (transferência de arquivos), etc. Logo em seguida, a empresa Netscape lançou uma versão mais poderosa do Mosaic denominada Netscape Navigator e que dispunha de uma versão para computadores pessoais – PC (Personal Computer). A Internet tornara-se acessível a qualquer usuário de PC [2].

Hoje, embora haja muitos navegadores diferentes disponíveis, o Explorer, da Microsoft, e o Navigator, da Netscape, são os mais utilizados. A competição entre as duas companhias tem sido importante para a continuação das melhorias no software.

Atualmente, além do acesso à World Wide Web, ou simplesmente Web, pode-se, através da Internet, ter acesso a diversos serviços, sendo que talvez o mais popular, além do acesso à Web, seja o serviço de correio eletrônico – e-mail (na seção 2.3 são apresentados alguns desses serviços).

Através da Web, todo tipo de informação foi disponibilizado aos usuários da rede. Encontrar a informação que se procurava na “teia” passou a ser uma tarefa árdua. Para tentar melhorar as chances de se encontrar uma informação precisa, diversos mecanismos de busca foram surgindo na Web. Esses mecanismos caracterizam-se por sites que realizam, através de um robô, pesquisas na rede, catalogando informação para que um usuário, a partir de uma palavra-chave, pudesse encontrar a informação que procura. O site Altavista 4 foi um dos primeiros a alcançar a fama, tendo tornado-se um dos sites de busca mais conhecidos da rede, contando, em 1997, com 30 milhões de páginas em seu banco de dados. Atualmente, talvez o mecanismo de busca mais conhecido e eficiente seja o Google 5 , que apesar de oferecer uma utilização bastante simples (pode-se procurar informação a partir da digitação de uma frase como, por exemplo, tutorial sobre internet), oferece excelentes resultados (respostas certas), com os visitantes encontrando a informação de que necessitam em qualquer parte na Web. Atualmente o Google conta com cerca de 2 bilhões de páginas em seu banco de dados [3].

Toda e qualquer informação é disponibilizada na Web a partir de sites. Para que se possa manter a Web organizada e de acordo com um critério definido nos Estados Unidos e seguido hoje na maioria dos países, os sites são organizados em domínios, que são nomes que permitem identificar as instituições ou conjunto de instituições na rede.O domínio de um site é indicado no final do endereço do site, após o nome do site, por um ponto seguido de três letras. Entre os principais domínios, pode-se citar .com (comércio e serviços), .edu

  • 4 http://www.altavista.com

  • 5 http://www.google.com

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

(educação), .net (operações da Internet), .gov (instituições governamentais), .mil (instituições militares) e .org (organizações). Fora dos Estados Unidos, após o domínio, os endereços apresentam ainda um ponto seguido de duas letras que indicam o país de origem, como, por exemplo, .br para o Brasil.

A Internet, que no mundo inteiro tornou-se extremamente popular, começou a ser efetivamente utilizada no Brasil por volta da década 90, através da Rede Nacional de Pesquisas (RNP), que ligava as principais instituições de ensino e pesquisa do país. De acordo com projeções e pesquisas realizadas pelo Instituto Ibope, no século vinte a Web deve ter alcançado 13 milhões de usuários só no Brasil [4].

  • 1.2. Objetivo

Neste trabalho, apresenta-se um estudo introdutório sobre a complexa tarefa de criação de sites. A partir desse estudo, pretende-se atingir o objetivo deste trabalho, que é a implementação de um site de cadastro de vagas de empregos que permita, de maneira gratuita, uma busca nas vagas armazenadas por empresas com opções de pesquisas avançadas que são normalmente encontradas em sites pagos, como, por exemplo, o site da empresa CATHO 6 . Para atingir esse objetivo, além do estudo preliminar, realizar-se-á uma análise dos sites que atualmente oferecem serviços desse tipo.

  • 1.3. Organização do Trabalho

Após a apresentação do pequeno histórico do desenvolvimento da Web realizado neste capítulo, o desenvolvimento deste trabalho obedecerá à ordem descrita a seguir. O capítulo 2, objetivando contextualizar o trabalho que será desenvolvido, apresenta diversos conceitos ligados a Web e à Internet, como a linguagem primariamente utilizada, questões sobre segurança de sites, serviços básicos encontrados na Web e navegadores.

No capítulo 3, apresentar-se-á uma proposta de metodologia a ser utilizada no desenvolvimento de sites. Essa será a metodologia utilizada no desenvolvimento do site que será construído. O capítulo 4 apresenta o planejamento efetuado e o desenvolvimento do site, com as questões que foram analisadas e respondidas para que se pudesse atingir o objetivo proposto. Nesse capítulo, são apresentados também alguns sites similares ao que será desenvolvido neste trabalho. Esse estudo auxiliará o desenvolvimento do site.

6 http://www.catho.com.br

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

O capítulo 5 apresenta as ferramentas que foram utilizadas no desenvolvimento do site, a modelagem dos dados e sua implementação em um sistema de banco de dados, assim como o site desenvolvido realçando suas características. Finalizando o capítulo, uma pequena comparação com sites semelhantes existentes é apresentada.

O capítulo 6 apresenta as conclusões deste trabalho, bem como algumas perspectivas para seu desenvolvimento futuro. Ao final do trabalho, apresenta-se um glossário com os principais termos técnicos encontrados no trabalho.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 2 Contextualização do Trabalho

Uma página Web torna o acesso aos serviços disponíveis na Internet totalmente transparentes para o usuário, possibilitando a manipulação multimídia da informação. Assim, o usuário pode, somente usando o mouse, ter acesso a uma quantidade enorme de informações na forma de imagens, textos, sons, gráficos, vídeos, etc., navegando através de palavras- chaves e ícones [5]. Neste capítulo, apresentam-se alguns dos conceitos chaves encontrados na Web.

  • 2.1. Linguagem básica da Web

Quase a totalidade do conteúdo presente na Web está construída a partir de páginas que utilizam como base à linguagem HTML (HyperText Markup Language), que é a linguagem que deu início ao desenvolvimento de páginas para a Internet. HTML caracteriza- se por ser uma linguagem de marcação de texto utilizada para publicação de documentos na Web. Consiste de marcadores de trechos e blocos de texto, que são utilizados por um navegador Web para formatar o documento e apresentá-lo na tela.

É possível desenvolver páginas HTML supersofisticadas, usando um simples editor de texto, embora essa não seja a forma mais cômoda e produtiva de realizar esse trabalho. Existem vários tipos de editores e conversores para o formato HTML que podem facilitar muito a criação ou a transformação de informação para ser publicada na Web. Na criação de páginas Web, basicamente três tipos de ferramentas podem ser utilizados:

Editores HTML: são as ferramentas que geralmente oferecem mais liberdade para a criação de páginas através da utilização da programação visual. Trabalha-se diretamente sobre a apresentação do documento sem dar atenção especial ao código HTML da página. A maioria desses editores não oferece uma interface WYSIWYG 7 . Normalmente o conteúdo criado em ferramentas desse tipo necessita ser visualizado em um navegador para que se possa analisar o resultado final.

Macros para processadores de texto: são “pequenos programas” acessíveis no interior de editores de texto. A utilização de macros tem a vantagem de usar o ambiente do processador de textos, geralmente familiar ao usuário. Macros permitem que se crie uma página HTML sem que seja necessário escrever uma única linha de HTML. Embora de utilização facilitada, o uso de macros apresenta

  • 7 What You See Is What You Get.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

como problema à impossibilidade de se aproveitar dos recursos mais sofisticados da linguagem. Existem macros para Word for Windows, WordPerfect e Ami Pro, entre outros processadores de texto.

Conversores: permitem converter documentos escritos em diversos formatos proprietários para HTML. Entre os conversores, pode-se citar conversores a partir de documentos PostScript, Texinfo, LaTeX, Framemaker, Word, RTF, WordPerfect, etc. Em geral, os conversores são limitados, sendo que quase sempre é necessário fazer alguma edição após a conversão. São, entretanto, extremamente úteis quando se possui muita informação em um formato diferente e deseja-se rapidamente torná-la disponível na Web.

A linguagem HTML oferece várias facilidades para a publicação de informações na Web, embora apresente também alguns problemas. Um deles está ligado à impossibilidade de se criar páginas dinâmicas (páginas da Web criadas automaticamente, de acordo com informações fornecidas pelo usuário); com o HTML só é possível criar páginas estáticas (páginas de HTML cujo conteúdo não está ligado a nenhuma ação do usuário). As principais facilidades oferecidas pelos sites da Web hoje em dia estão ligadas a características dinâmicas das páginas: informações são enviadas ao usuário em resposta a informações fornecidas, como, por exemplo, o resultado de consultas a catálogos em sites de vendas. Evoluções (basicamente HTML Dinâmico) permitem que atualmente se tenham páginas com conteúdo dinâmico.

Outro problema está ligado à característica dos marcadores da linguagem HTML que definem como a informação será apresentada e não o quê a informação representa. Essa característica, entre outras, cria um problema quanto à apresentação do conteúdo das páginas em navegadores diferentes, pois cada um deles pode apresentar o mesmo conteúdo de forma diferente. Uma evolução da linguagem, para resolver entre outros esse problema, deu-se com o aparecimento de uma nova linguagem denominada XML ( eXtensible Markup Language) e a evolução de HTML para XHTML. XML como evolução de HTML, co-habita e integra-se facilmente com ela. Ambas têm em comum a origem a partir da linguagem SGML (Standard Generalized Markup Language). SGML é um exemplo de linguagem de marcação generalizada, tendo sido criada em 1986. Ela oferece um esquema de marcação simples, independente de plataforma e extremamente flexível, embora seja de utilização complicada.

XML é uma linguagem que permite que qualquer tipo de informação seja distribuído através da Web. Ao contrário de HTML, a XML pode ser utilizada com diferentes finalidades,

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

pois ela cobre uma ampla variedade de aplicações, cada uma servindo a uma função particular, que pode utilizar a Web como mecanismo de distribuição.

2.2. Segurança

Atualmente, os ataques ou ameaças a sistemas de informática têm obtido grande destaque na imprensa e na própria Internet. Roubos de acervos, violações de privacidade, impedimento de serviços e outros tipos de problemas são freqüentes, assustando os usuários, mas também contribuindo para o aprimoramento dos serviços de segurança eletrônicos.

Entre os sistemas que são com maior freqüência atacados, pode-se citar as empresas de cartões de crédito que têm os cartões de seus clientes “clonados” ou as senhas “roubadas” para utilização posterior. Já os prestadores de serviço na rede (como os provedores de informações e serviços de e-mail) sofrem, por exemplo, tentativas de alteração de suas páginas, envio de e-mails falsos, etc. Visando a apresentar alguns dos problemas que podem ocorrer com um site em relação à segurança, nesta seção apresentam-se alguns dos tipos de ataques mais comumente encontrados na Internet.

  • 2.2.1 Alteração de Domínio

Neste caso, um invasor altera o endereço de um site, para que, por exemplo, quando um usuário digitar www.banco.com em um navegador, o usuário seja automaticamente enviado a outro site que foi “clonado”. Nesse caso, o usuário, que está alheio a esse fato, pode fornecer informações importantes e até sigilosas, que ficarão em posse dos criminosos.

Cópia de sites de acesso a bancos constituem apenas um dos tipos de sites que já sofreram esse tipo de ataque, causando grande confusão e transtorno aos usuários. Atualmente, através da utilização de serviços de verificação de autenticidade de sites, como o serviço Verisign [14], esse problema foi quase que eliminado.

  • 2.2.2 Cavalo de Tróia

Este tipo de ataque configura-se pelo envio de arquivos (geralmente arquivos executáveis) normalmente “disfarçados”, ou seja, têm um nome, uma identidade, mas realizam um tipo de atividade que não é o esperado. Podem apresentar uma animação que prende a atenção do usuário, enquanto um programa oculto vai destruindo os arquivos no disco rígido de quem o recebeu e executou, ou apagando arquivos com extensões previamente programadas. Como vêm disfarçados, esses arquivos iludem o usuário, dificultando sua

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

detecção. O cavalo de tróia denominado I Love You foi um dos casos mais recentes desse tipo de ataque, tendo sido enviado como mensagem anexa a e-mails.

  • 2.2.3 Roubo de Senha

Nesse tipo de ataque os invasores utilizam um recurso eletrônico para ter acesso ilegal a códigos e senhas de usuários. Para tanto, desenvolve-se e instala-se em estações conectadas à rede um programa que simula o processo de login na rede. Quando esse programa está em execução, permite a seu proprietário, no caso o invasor, armazenar todas as entradas do usuário, possibilitando seu uso posterior. Existem casos em que o programa monitor, quando ativado, salva informação como código hexadecimal, bastando ao invasor decodificar essa informação para ter acesso aos dados dos usuários e assim conseguir conectar-se ao sistema como se fora aquele usuário.

  • 2.2.4 Dos – Denial Of Services

Este tipo de ataque é caracterizado pela “clonagem” de um programa que deve realizar pedidos a sites de comércio eletrônico ou prestação de serviços. Essa clonagem é realizada quando o site é acessado, ficando armazenada nas instalações invadidas pelos atacantes.

Quando os usuários fazem uma requisição, os programas clonados enviam aos sites simultaneamente milhares de chamadas, o que faz com que o site não consiga atendê-las por falta de recursos de memória, banda, etc., com os verdadeiros pedidos acabando por não ser atendidos.

Esse ataque gerou e gera ainda milhões em prejuízo financeiro, uma vez que os sites após os ataques passam horas indisponíveis.

  • 2.2.5 Invasão de Sites (Backdoor)

BackDoor é como são chamados programas que abrem o acesso a um computador sem que o usuário tenha conhecimento (por isso “porta dos fundos”). Na Web, os serviços em um servidor são acessados através de portas que podem ter seu acesso liberado ou não. Normalmente um computador não deve ter nenhuma porta que permita um acesso indevido de terceiros a ele. Logicamente em um servidor de páginas algumas portas têm de estar abertas para que se possa acessar, por exemplo, as paginas nele armazenadas, portas para servidor de arquivo, permitindo que usuários acessem arquivos e atualizem suas páginas, porta para servidores de e-mail, etc. Essas portas devem ser monitoradas para evitar invasões indevidas.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

No entanto, um invasor pode abrir outras portas, além das que devem permanecer abertas. Pode, por exemplo, abrir portas que permitam acesso ao disco rígido através do sistema de arquivos, e é isso que fazem os programas mal-intencionados, abrindo portas sem consentimento para que o computador possa ser acessado de maneira “invisível”. Nesse caso, pode-se falar de acesso pela “porta dos fundos”, o que permite a entrada de um “hacker”, que pode obter acesso total ao sistema.

  • 2.2.6 “Cheirador” de Pacotes (Packet Snifer)

Este tipo de ataque é caracterizado por programas para ambientes de pequeno porte que atuam interceptando pacotes transmitidos nas redes TCP/IP, capturando-os e assim permitindo copiá-los, eliminá-los, fazendo com que os usuários fiquem sem comunicação ou impedindo seu trabalho. Como esses programas analisam o tráfego na rede, diversos tipos de informação não codificados podem ser capturados para utilização futura pelos invasores.

  • 2.3. Serviços Básicos na Internet

A Web é utilizada principalmente em aplicações que não sejam comerciais, na recuperação e troca de informação. Essa utilização é realizada através de alguns serviços que são fornecidos na Internet.

Basicamente, a troca de informações, que configura a comunicação entre os usuários, pode ser feita de dois modos: por correio eletrônico, em que se digita a mensagem e envia sem a necessidade de o destinatário estar conectado; e a comunicação em tempo real ou interativa, que se configura pelo estabelecimento de uma “conversa” entre usuários. Nesse caso, é necessário que ambos estejam conectados. As duas próximas subseções apresentam esses tipos de comunicação, enquanto as outras apresentam tipos diversos de serviços oferecidos na Internet.

  • 2.3.1 Correio Eletrônico – e-mail

É um dos serviços básicos de comunicação utilizados na rede pelos usuários para a troca de mensagens eletrônicas, sendo muito rápido e de fácil utilização. Pelo e-mail é possível trocar mensagens com pessoas ou empresas do mundo inteiro. O serviço está substituindo gradativamente os métodos tradicionais de comunicação interurbana e internacional (telefone e fax), que são bem mais caros. Sua utilização é baseada em um programa de correio eletrônico que envia as mensagens para um usuário. O programa de correio eletrônico gerencia todas as informações necessárias para que a mensagem chegue ao destinatário, possuindo um campo onde se digita o endereço eletrônico do destinatário (na

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

forma username@subdomínios.domínio), o assunto da mensagem, a data de envio, etc. e também a parte que identifica o remetente, que também possui as informações citadas acima.

  • 2.3.2 Conversas Interativas (Talk) e Irc (Internet Relay Chat)

São serviços semelhantes. Ambos permitem um diálogo em tempo real, independente da localização dos interlocutores. Suas diferenças são:

Talk: permite diálogo somente entre duas pessoas através do comando:

talk<endereço eletrônico do usuário> (inclusive o nome da máquina em que ele se encontra). O usuário chamado recebe em sua máquina uma mensagem informando como se conectar ao outro. Quando a conexão é estabelecida, a tela se divide ao meio e ambos podem digitar suas mensagens ao mesmo tempo. Este serviço é restrito aos ambientes Unix.

IRC: pode estabelecer comunicação entre dois ou mais usuários, com a conversa podendo ou não ser pública. Possui diversos servidores na rede, que estão interconectados e constantemente apresentam aos usuários os canais e recursos do serviço.

  • 2.3.3 Listas de Discussão

É um meio de comunicação baseado na utilização do correio eletrônico, que envolve duas ou mais pessoas com o intuito de discutir um assunto determinado. Nesse caso, os usuários se cadastram em um servidor que gerencia listas (Listserver). Esse servidor contém os endereços eletrônicos de todos que participam da lista e quando um usuário envia uma mensagem para a lista de discussão, o servidor automaticamente redistribui essa mensagem aos outros usuários inscritos na mesma lista. Listas de discussão podem contar com a participação de um moderador, que permite ou não a inscrição de novos usuários e que pode controlar as mensagens que são distribuídas na lista.

  • 2.3.4 Grupos de Discussão – Netnews (Usenet)

Esse serviço é semelhante ao de Listas de Discussão, só que com uma estrutura que torna a participação mais fácil e abrangente. Um grupo de discussão é baseado em um programa que armazena informações sobre os mais diversos tópicos em um servidor. Existem mais de 3.000 grupos de discussão, permitindo a troca de mensagens sobre diversos assuntos, com a diferença de que as mensagens são enviadas para um determinado computador que as

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

reenvia em blocos a outros computadores, que funcionam também como servidores, permitindo que usuários que tenham acesso a esse computador possam ter acesso à informação. Os usuários, para terem acesso a essas mensagens, precisam ter instalado em seu computador um programa de leitura de news, o que evita a necessidade de se subscrever em grupos de discussão.

  • 2.3.5 Telnet

Telnet é uma das maneiras através das quais um usuário em um computador pode ter acesso a outro computador, desde que esse lhe dê permissão. Tecnicamente, pode-se dizer que Telnet é um comando de usuário baseado no uso do protocolo TCP/IP objetivando um acesso a computadores remotos. Na Web, os protocolos HTTP (Hypertext Transfer Protocol) e FTP permitem recuperar arquivos específicos de computadores remotos, mas através deles não é possível ter acesso completo a esse computador como um usuário. Com Telnet, um usuário que se conectar a um computador remoto o utilizará como um usuário regular com os privilégios que tiverem sido concedidos às aplicações e dados específicos daquele computador.

  • 2.3.6 FTP

É um protocolo padrão de transferência de arquivos da Internet, configurando o modo mais simples para trocar arquivos entre computadores na Internet. Como o protocolo HTTP que transfere páginas Web e arquivos relacionados e o protocolo SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) que transfere e-mails, o protocolo FTP usa os protocolos TCP/IP da Internet, sendo normalmente utilizado para transferir os arquivos das páginas Web do computador de seu criador para o computador que irá abrigá-las, ou para carregar programas e outros arquivos de um computador que funciona como servidor de arquivos. Ou seja, FTP é uma maneira de transferir um arquivo, seja ele um texto, uma foto, um artigo científico, uma homepage ou um programa, de um computador distante (remoto) para um computador local de um usuário e vice-versa.

2.4. Navegadores

É um software que busca na Internet documentos de qualquer servidor e os exibe em seu computador. Os principais navegadores existentes no mercado são o Explorer, da Microsoft, e o Navigator, da Netscape. Com o crescimento da Internet e a explosão que o uso desses navegadores teve, as duas companhias têm competido cada vez mais para ganhar mercado, produzindo uma melhora constante desses softwares.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Basicamente, os navegadores funcionam através de hipertexto, que são documentos que, por meio de links, acessam outros documentos “escondidos” atrás de textos e gráficos. Por exemplo, quando o usuário clica em um texto que representa um link, este aciona um código que está contido no documento e direciona a navegação à outra localização em algum lugar na Internet. A seguir, são apresentados esses dois navegadores.

  • 2.4.1 Internet Explorer

Com o surgimento da Internet e seu posteriormente crescimento, as empresas de informática sentiram a necessidade de criar navegadores que facilitassem a vida dos usuários favorecendo o acesso desses à rede. A Microsoft, que inicialmente havia ignorado o fenômeno da Internet, criou, em 1995, o navegador Internet Explorer. As principais características deste navegador são:

Capacidade de organizar e consultar, sem a necessidade de se estar conectado à rede, as páginas preferidas do usuário;

Tirar o máximo proveito das barras de pesquisa.

O Internet Explorer 6, que é a versão mais recente, já traz novas características para maior segurança e satisfação dos usuários, como por exemplo:

Privacidade: inclui muitos recursos novos e aprimorados que simplificam as tarefas executadas diariamente na Web, ajudando a manter a privacidade das informações pessoais.

Flexibilidade: essa versão procurou aumentar a confiabilidade do navegador usando recursos novos e inovadores, incluindo a barra de mídia e o redimensionamento automático de figuras, para que se possa aproveitar a Web exatamente da forma que se desejar.

Confiabilidade: o Explorer 6 aprimorou ainda mais a confiabilidade do Internet Explorer, oferecendo uma navegação mais estável e com menos erros. Os novos serviços de coleta de falhas ajudam a identificar possíveis problemas que precisam ser corrigidos em atualizações futuras das tecnologias do Windows Internet.

  • 2.4.2 Netscape

Atualmente, a Netscape pertence à empresa América Online, que está disponibilizando a versão 6.2 do seu navegador, para tentar corrigir os erros das versões passadas e que

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

acabaram afastando os usuários que utilizavam o programa, por seu baixo desempenho e pelas muitas limitações encontradas nas últimas versões.

O Netscape apresentou muitas falhas, como teclas travando sem motivo aparente, demora para carregar páginas e, o pior deles, encerramento repentino do programa. Essa nova versão vem com a correção desses e de outros problemas, além de ter deixado o programa de e-mails Communicator bem mais rápido.

A nova versão do Netscape vem totalmente modificada em relação à anterior, pronta para o futuro e podendo ser usada em aplicações escritas em XML, além de apresentar uma versão para o sistema operacional Linux.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 3 Uma proposta de metodologia no desenvolvimento de sites

Na elaboração de uma página ou site na Web, diversos fatores, além da aparência, também devem ser considerados. Entre esses fatores, pode-se citar seu conteúdo e o seu projeto programático, ou seja, todos os caminhos que devem ser percorridos para se chegar ao projeto final, bem como a coleta de informações junto ao público-alvo, a análise de conteúdo, uma análise dos custos e ganhos, e as ferramentas (linguagens de programação, softwares gráficos, entre outros) que serão utilizadas para obter o resultado desejado.

Neste capítulo, apresenta-se uma proposta de metodologia a ser seguida no desenvolvimento de sites. A metodologia aqui apresentada baseia-se em sua totalidade no trabalho de Chris Waters [6]. A apresentação da metodologia é feita através da análise de uma série de itens que tem importância relevante no desenvolvimento de sites.

  • 3.1. Conteúdo de uma página Web

Ao navegar na Web, muitas vezes pode-se perceber que existe muita informação desnecessária, como, por exemplo, figuras pesadas, propagandas, entre outros conteúdos que nada acrescentam à página consultada.

Existe uma grande diversidade de trabalhos de arte, composições e recursos que geram páginas com um conteúdo apresentado de forma interessante e ilustrações atraentes. Porém, antes de colocar todas esses atributos em uma página, é preciso que seja elaborado um projeto com base no assunto que será apresentado, naturalmente procurando sempre fornecer informação precisa, que não cause perda de tempo nem exija paciência do internauta para acessar a informação.

Há páginas que disponibilizam informações em tempo real, em formato texto; há outras que importunam os usuários com perguntas, enigmas, concursos e caracteres gráficos absurdos. Acredita-se que, a partir do momento em que uma página informe o que o usuário deseja, da maneira como ele deseja, pode-se considerar esta página como bem-sucedida. Páginas desse tipo são as que servem melhor ao público.

Para que se possa desenvolver “páginas bem-sucedidas”, é importante determinar basicamente o perfil do usuário e as funcionalidades que devem estar presentes na página para que ela atinja seus objetivos.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 3.2. Objetivo da Página

Para que seja feito um planejamento básico do conteúdo que será apresentado em uma página, é também necessário saber qual resultado se espera ao criar uma página na Web.

Diversas razões justificam a criação de uma página na Web e, portanto, é importante fazer uma lista das razões pelas quais se deseja criar uma página. É imprescindível colocar quantas sugestões forem necessárias, mesmo que algumas pareçam sem algum fundamento, pois são informações internas, ou seja, somente do conhecimento dos desenvolvedores do site, para as quais o usuário não terá acesso.

Depois, essa lista será organizada e analisada para se saber se as idéias podem ou não ser implementadas. Exemplos de objetivos citados por Waters são apresentados a seguir, no Quadro 1 [6]:

QUADRO 1 – Exemplos de motivos para se desenvolver uma página.

Promover um produto Promover um serviço Vender um produto Vender um serviço Informar clientes Divulgar oportunidade de trabalho Contar uma história Passar experiência às pessoas Receber opiniões de clientes Oferecer produtos como shareware Promover um curriculum Ganhar experiência com HTML Pesquisar um assunto Mostrar a habilidade como designer Outros ...

  • 3.3. Público - Alvo

Após ter uma idéia do que será colocado na página da Web, é fundamental analisar quem será o público que poderá acessá-la. Para cada criação existe um tipo de público que se deseja atingir. Por exemplo, no caso de alguém que queira promover suas habilidades gráficas e de ilustração, o público desejado pode ser composto de amigos, editores de livros, editores de revistas, empresas de propaganda, designers da Web, etc. O Quadro 2 [6] apresenta exemplos de usuários de páginas que podem ser considerados como fazendo parte de um público-alvo a ser atingido.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

QUADRO 2 – Exemplo de potenciais usuários da página.

Amigos Galerias Editores de livros e revistas Pais (Parentes) Empresas de propaganda Designers da Web Pessoas que fazem contratações E outras ...

Em alguns casos, a idade ou o sexo do público-alvo é relevante, principalmente quando se deseja atingir certas organizações ou fornecer um gênero de publicação específico. Algumas questões podem ser consideradas quanto às características dos usuários, de maneira a definir um comportamento padrão, conforme apresentado no Quadro 3 [6], que mostra questões que podem ser analisadas na definição de um comportamento.

QUADRO 3 – Exemplos de atributos que podem definir o comportamento do usuário.

Vai a concertos Compra muitos CDs Toca, compra ou coleciona instrumentos musicais Faz parte de uma banda Tem interesse em instrumentos musicais Pode querer uma assinatura do serviço É do sexo masculino Outras ...

Após uma definição geral do que se deve colocar na página, deve-se definir quem se deseja que consulte o trabalho. Além do comportamento, para reunir e organizar as informações que serão coletadas e apresentadas na página é necessário também realizar uma listagem com o perfil das pessoas que se deseja atrair para a página. É importante estar ciente de que se quer atrair pessoas “especiais” para a página e não pessoas que tenham um interesse superficial.

Um conselho importante presente no trabalho utilizado como base neste desenvolvimento [6] é que não se deve imaginar que uma categoria de usuários seja irrelevante, ou seja, não se deve simplesmente ignorar uma categoria de usuários, pois pode- se ignorar usuários importantes. Para que isso não ocorra, pode-se elaborar um quadro com um perfil dos possíveis usuários do site. Em [6], Waters cita alguns pontos que podem ser analisados na definição do perfil dos usuários. Esses pontos são apresentados no Quadro 4.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

QUADRO 4 – Exemplo de itens que definem o perfil dos usuários.

Faixa de idade Sexo Preferência sexual Estado civil Situação familiar Grupo étnico Religião Afiliação política Nível salarial Nível de experiência com computadores Nível de instrução Local de residência Local de acesso à rede Navegador utilizado Nível de experiência em computadores Interesses Organizações a que pertencem Tipo de computador Resolução do Monitor Hábitos de compra Outros ...

A seguir, detalham-se alguns dos pontos apresentados no Quadro 4.

Faixa de idade: através das inúmeras características das diversas faixas de idade, pode-se ter noção dos diversos modelos de cores que se podem usar, como, por exemplo, cores brilhantes e divertidas para crianças, textos maiores para visitantes mais idosos. Outro fator é o tipo de linguagem. Alguns textos podem não ser de fácil compreensão ou preferíveis para um público mais jovem.

Nível de experiência em computadores: dependendo do nível de experiência dos usuários, o tipo de página exerce grande influência em relação ao seguinte aspecto: o usuário precisa ser guiado, através das diferentes atividades oferecidas na página.

Local de acesso à rede: acesso de casa/acesso do escritório; deve-se analisar se o usuário precisa ou não fazer uma chamada interurbana para acessar a Web (não há números locais para discar), deve-se também analisar o tipo e a velocidade da conexão (i.e., T1, ISDN, modem 56.6K). Todos esses fatores são importantes para se determinar quanto tempo o usuário poderá gastar utilizando a Web, pois a qualidade do acesso interfere fortemente no tempo de acesso. A análise desse ponto ajudará também a decidir, por exemplo, se gráficos de maior complexidade

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

podem e devem ser utilizados como conteúdo, pois isso pode interferir na definição do tamanho da página.

Tipo de resolução do monitor/Plataforma do computador/Navegador utilizado: esses atributos definem a resolução gráfica que deve preferencialmente ser utilizada na página e também quais marcadores (tags) deverão ser utilizados ou ignorados.

Hobbies/Interesse/Passatempos: caso a página não contemple alguma dessas características, pode-se ao menos criar links para várias localidades de interesse dentro dos hobbies/interesses/passatempos que os usuários-alvo apreciam.

País em que vivem/Área do país em que vivem: através dessas informações, pode-se determinar que conteúdos são apresentáveis ou que software pode ser divulgado para ser carregado. Caso a meta do site seja vender produtos na Web, estes fatores determinam também os tipos de impostos, custos de envio, restrições de envio e outras informações que precisam ser fornecidas.

Hábitos de compra: modo preferido de fazer compras; este atributo permite que se avalie se o site deve oferecer uma seção para efetivação de pedidos on-line, bem como ajuda a decidir que nível de segurança os clientes irão ter. Caso os visitantes da página estejam acostumados a comprar com cartões de crédito ou a receber pedidos pelo correio, certamente eles estarão à vontade para efetuar compras na Web.

  • 3.4. Organização do Conteúdo

Para que se esteja efetivamente pronto para iniciar o desenvolvimento do site, é necessário que se reúnam todas as informações coletadas e que farão parte de seu conteúdo. A essa atividade, que possui a mesma funcionalidade do diagrama organizacional de uma empresa, dá-se o nome de Diagrama de Fluxo [6]. Em sua elaboração, deve-se começar por cima (conteúdo mais geral), com os ramos descendo até atingir o nível mais baixo (conteúdos mais específicos). No desenvolvimento de um site, espera-se que, após a criação do Diagrama de Fluxo, as idéias sobre o conteúdo e a estrutura hierárquica da página estejam organizadas

[6].

Deve-se então organizar as informações que foram obtidas em uma série de categorias. Essas categorias nada mais são do que o agrupamento dos requisitos, segundo

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

pontos comuns. Tomando como exemplo a elaboração de uma página para uma rede Hoteleira, poder-se-ia estabelecer as seguintes categorias de agrupamento da informação:

Sobre o Hotel.

A história do local.

Sobre a região.

Planejando sua viagem.

Características Exclusivas e Serviços.

Políticas e Preços.

Com as categorias definidas para a página, é possível elaborar um protótipo de como essas podem ser divididas. Segundo Waters [6], a partir desse ponto pode-se perceber que a página está com sua estrutura e conteúdo definidos, e pode-se passar a sua efetiva implementação.

De maneira resumida, pode-se dizer que, antes de se aprofundar no projeto da página, é preciso definir “o quê” se deseja apresentar, “quem” deseja-se que a veja e “como” ela vai ser usada. Esta pesquisa de fundamentos e de ação criativa ajuda a solidificar o objetivo e a realizar o plano de implementação do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 4 Planejamento do Site

No Capítulo 3, foram destacadas as diversas características que podem ser analisadas na construção de um site na Web. O estudo desse capítulo permite-nos afirmar que o planejamento do projeto de qualquer site da Web é a parte mais importante de seu desenvolvimento, pois pode economizar muito tempo em uma futura e desnecessária reorganização.

Grande parte dos Projetistas da Web (Web Designers) não possui esse hábito, pois simplesmente começam a desenvolver um site sem pensar bem em todos os seus objetivos, prioridades, orçamento e opções de projeto. O projetista naturalmente começa a criar as páginas, colocando-as em um grande diretório e ligando-as através de links. Essa atitude na maioria das vezes causa dificuldades de navegação no site, pois os usuários não conseguem encontrar as páginas que desejam utilizar, devido ao excesso de links e falta de organização.

Um planejamento bem estruturado proporciona ao projetista da Web melhores oportunidades de criar um site atraente e de fácil manutenção e atualização. Construir um site com base nesses princípios poderá garantir que o site seja bastante visitado, pois os usuários irão encontrar informações que são direcionadas objetiva e efetivamente a eles.

Um dos primeiros passos no processo de desenvolvimento é definir as metas do site da Web. É importante realizar um brainstorming 8 com algumas pessoas que entendem as metas que serão traçadas, com os desenvolvedores fazendo sugestões, que podem ser realistas ou não, pois desconsiderar idéias no estágio de brainstorming pode ser perigoso, pois muitas vezes uma idéia pouco realista inicialmente pode ser considerada uma grande idéia com o decorrer do planejamento. Depois do brainstorming, espera-se ter uma longa lista de opções para desenvolver o site.

Neste trabalho, os desenvolvedores se “auto aplicaram” um Questionário de Planejamento de Sites, que abordou as questões levantadas no Capítulo 3, sem seguir, entretanto, a ordem apresentada no capítulo. Nos próximos itens apresentam-se as respostas obtidas às questões analisadas.

  • 4.1. Qual o público-alvo?

Todas as decisões tomadas no desenvolvimento do trabalho foram baseadas na resposta a essa questão. O tema do site desenvolvido aborda a oferta de vagas de emprego.

8 A tradução para esse termo, ao pé da letra, é Tempestade Cerebral; porém, em nosso contexto, significa uma reunião de pensamentos de várias pessoas sobre um determinado assunto.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Portanto, o público-alvo principal é composto por adultos. Pretende-se direcionar o site tanto para estudantes que acabaram de se formar como para profissionais que já estão no mercado de trabalho há algum tempo em busca de novo emprego. O site pode ser utilizado também para que os usuários se informem das tendências de mercado. Apesar das diferenças existentes entre recém-formados e profissionais com certa experiência, procurou-se disponibilizar no site recursos que atendam a ambas as classes. Na definição do público-alvo do site, não foram esquecidas também as pessoas que ainda não têm nenhuma formação nem os técnicos.

Além dos usuários em busca de uma vaga de emprego, empresas também podem usar o site para procurar profissionais e também oferecer oportunidades de trabalho.

Como o site é mais informativo, pretende-se que ele tenha uma aparência leve e clara, sem muitas figuras que carreguem o ambiente, facilitando a navegação. Procurou-se desenvolver um site totalmente interativo, onde o usuário possa pesquisar vagas de emprego, interagir com as empresas interessadas e deixar informações necessárias, ou seja, cadastrar-se no site e estar sempre visitando-o à procura de novidades. O mesmo se aplica às empresas:

elas podem cadastrar-se, disponibilizar no site suas necessidades de cargo e de profissionais, interagindo também com as pessoas à procura de oportunidades.

  • 4.2. Por que se deseja um site da Web?

Conforme apresentado no Capítulo 1, a Internet vem ocupando espaço na mídia nos últimos anos, pois facilita a vida das pessoas, que podem pagar contas, fazer compras, adquirir conhecimento sobre os mais diversos assuntos, podendo também utilizá-la como fonte de oportunidades de trabalho.

Baseando-se nessas características, decidiu-se elaborar um site que ofereça empregos e oportunidades, além de informações sobre carreira e mercado de trabalho, análises de currículos, propagandas de cursos e vários links para outros sites relacionados sobre esses assuntos.

Na Internet, é possível encontrar diversos sites que ofereçam esse tipo de serviço. Alguns dos sites citados abaixo são populares e possuem propagandas em jornais e revistas. Para sua análise, entretanto, fez-se uma pesquisa na Internet através de sites de busca, como o

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Cadê 9 , e pôde-se encontrar vários desses sites. Dentre eles destacam-se os sites apresentados nas próximas seções.

  • 4.2.1 Empregos.net (www.empregos.net)

Inicialmente chamado de CurriculOnTheWeb, é um site com diversas opções para desempregados e pessoas que almejam melhor colocação profissional nas mais diversas áreas. A figura 1 apresentada a seguir mostra a tela inicial do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Cadê ,

Figura 1 – Página Inicial do Site Empregos.net.

O site oferece vagas para os mais diversos cargos oferecidos pelas empresas que se cadastram no sistema. Porém, as empresas não possuem nenhum vínculo com o site e este também não cobra pelo serviço prestado a elas.

O site possui banco de currículos para todos os cargos, opções de cadastro de currículos, que ficam acessíveis 24 horas ao dia, além de boletins informativos sobre carreira e empregos enviados por e-mail aos usuários.

O site cobra pelo serviço de cadastro primeiros 6 meses de uso.

de

currículo a quantia de R$ 12,00, pelos

9 http://www.cade.com.br

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 4.2.2 Catho (www.catho.com.br)

Esse site foi criado em 1996, sendo talvez um dos sites mais completos do gênero. A figura 2 apresentada a seguir mostra a tela inicial do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego 4.2.2 Catho

Figura 2 – Página Inicial do Site Catho.

O site oferece diversas funcionalidades aos usuários, podendo-se citar:

Busca gratuita de vagas por perfil (profissional, estagiário, recém-formado, inclusive vagas no exterior);

Testes de entrevistas on-line com especialistas no ramo;

Elaboração de currículo;

Consultoria para recolocação no mercado de trabalho;

Pesquisa salarial;

Cursos de aperfeiçoamento profissional;

Serviço gratuito para empresas;

Equipe de consultores e especialistas em empregos;

Boletins informativos enviados diariamente por e-mail ou na forma que o usuário preferir;

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

O serviço de inclusão de currículo, entretanto, é cobrado de acordo com o perfil do usuário, além de que a empresa cobra também por determinados serviços de consultoria.

Segundo depoimentos de alguns usuários do serviço no próprio site, em média, no período de 1 mês, a maioria conseguiu entrevistas nas empresas e mesmo um emprego.

  • 4.2.3 Manager Online (www.manager.com.br)

A divisão de Internet da Manager Assessoria em Recursos Humanos possui um dos mais completos sites de Recursos Humanos do Brasil. A figura 3 apresentada a seguir mostra a tela inicial do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego O serviço

Figura 3 – Página Inicial do Site Manager.

Na mesma linha do Catho, o site, além de oferecer informações e orientações importantes sobre carreira e mercado de trabalho, conta também com uma vitrine profissional, onde os candidatos podem cadastrar seus currículos para serem avaliados por milhares de empresas nacionais e multinacionais em todo o território brasileiro que disponham de vagas abertas.

A Manager Online, como a Catho, tornou-se uma referência na Internet, quando se tratam de ofertas de vagas de emprego, de apresentação de currículos e de conteúdo voltado para recursos humanos, carreira, orientação profissional e gestão organizacional. O conteúdo informativo do site, composto por notícias, entrevistas exclusivas com executivos e artigos elaborados pelos melhores consultores especializados nas diversas áreas de recursos humanos,

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

oferece atualização profissional, informações salariais e dicas exclusivas sobre assuntos como direcionamento de carreira e participação em processos seletivos. Testes e auto-avaliações sobre temas ligados ao trabalho, agenda de cursos e dicas de leitura também fazem parte desse conteúdo.

O site Manager Online ainda oferece serviços valiosos para profissionais e empresas. Entre esses, pode-se destacar o catálogo de cursos via Internet, soluções para E-learning e a Pesquisa Manager de Remuneração.

  • 4.2.4 Bumeran (www.bumeran.com.br)

O Bumeran é um site que oferece dois tipos de serviço. O primeiro, são os Serviços Gratuitos, como cadastro de currículos, inclusão de vagas pelas empresas, informações e dicas de empregos, boletins informativos e vários links, porém com certa carência de opções, comparada aos sites que cobram pelos serviços oferecidos. A figura 4 apresentada a seguir mostra a tela inicial do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego oferece atualização

Figura 4 – Página Inicial do Site Bumeran.

Para suprir a carência de informações, o Bumeran oferece ainda o CAP – Centro de Aperfeiçoamento Profissional que é unidade Bumeran de serviços pagos que ajudam a orientar o desenvolvimento da carreira dos profissionais. Na verdade, estes serviços complementam aqueles tradicionalmente oferecidos gratuitamente pelo Bumeran.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

O CAP conta com uma equipe de especialistas constituída por profissionais com grande experiência em Recursos Humanos, que conhecem as demandas das empresas e as necessidades dos profissionais que procuram por este tipo de serviço.

  • 4.2.5 APINFO (www.apinfo.com.br)

O APINFO é um site totalmente gratuito. A figura 5 apresentada a seguir mostra a tela inicial do site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego O CAP

Figura 5 – Página Inicial do Site APINFO

O site oferece cadastro de currículos e de empresas, pesquisa de vagas, informações úteis relacionadas a trabalho, pesquisa salarial, entre outras. O site APINFO, entretanto, diferencia-se dos outros sites por disponibilizar seus serviços exclusivamente para profissionais de informática.

Comparado aos sites já mencionados é o que oferece menor número de informações, e muitos usuários reclamam que existe certa dificuldade em cadastrar seus currículos devido a problemas técnicos apresentados pelo próprio site.

  • 4.3. Principais Objetivos

Diante das características dos sites apresentados acima, a idéia principal do projeto desenvolvido neste trabalho passa pelo desenvolvimento de um site que ofereça ao usuário todas as vantagens dos sites que cobram pelos serviços, sendo, entretanto, gratuito. O site que

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

será desenvolvido neste trabalho deve diferenciar-se dos sites gratuitos pelo conteúdo. Sendo assim, pretende-se reunir, em um único site, todas as vantagens dos outros sites. Pretende-se também que o site se torne um veículo para atrair novos clientes e também servir melhor os usuários atuais desse tipo de site. Infelizmente, pelo tempo limitado de desenvolvimento, nem todas as características desejadas poderão estar presentes.

  • 4.4. Que se pretende que os usuários façam quando visitarem o site?

Primeiramente, que encontrem o que estão procurando, de forma clara e fácil. Como foi dito, procurou-se tornar o site informativo e interativo, oferecendo um conteúdo completo, fazendo com que as pessoas que o visitarem voltem a fazê-lo outras vezes.

  • 4.5. Quanto gastar?

Os sites na Web podem gerar prejuízo financeiro para seus criadores. Por isso, definir um orçamento é uma etapa importante do processo de planejamento. Como se pretende que o site seja gratuito para os usuários, todo o gasto deve ser feito pelos desenvolvedores. Procurou-se, então, fazer um bom planejamento de gastos no desenvolvimento, considerando o conhecimento das ferramentas que foram utilizadas, evitando assim gastos com treinamento de pessoal, além da disponibilidade delas, evitando assim gastos na aquisição e licenças de uso.

Como o site deve oferecer serviços para empresas, espera-se contar com o patrocínio de algumas delas. Ou seja, pretende-se estabelecer uma espécie de parceria, na qual serão apresentadas, além das ofertas de vagas, propagandas dessas empresas. Isso é um fator importante que se espera possa ajudar na manutenção do site.

Procurou-se também começar aos poucos e acrescentar mais recursos ao site mais tarde, após o retorno obtido com os usuários.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

  • 5 Desenvolvimento do Site

Um fator importante no desenvolvimento de páginas na Web é a ferramenta que será utilizada, ressaltando-se que o desenvolvedor deve ter domínio completo sobre a utilização da ferramenta, para evitar problemas no desenvolvimento da página.

Este capítulo apresenta inicialmente as ferramentas utilizadas no desenvolvimento do site para depois apresentar o site desenvolvido.

  • 5.1. Tecnologias e ferramentas utilizadas

Com o crescimento explosivo da Internet em nosso cotidiano, a capacidade de criar sites dinâmicos e interativos na Web tornou-se uma das características técnicas de maior demanda no mercado. As páginas precisam ser interativas, permitindo que sejam armazenadas e consultadas as informações necessárias para, por exemplo, efetuar uma compra on-line. Para tanto, é necessário, por exemplo, que o site forneça o estoque do produto solicitado para que o usuário consiga efetuar a transação. A seguir, são apresentadas as ferramentas com as quais neste projeto implementou-se essas características.

  • 5.1.1 Características Principais das Active Server Pages – ASP

A principal ferramenta utilizada neste projeto foi o modelo de objetos ASP (Active Server Pages), uma solução da Microsoft para criar páginas dinâmicas na Web.

As Active Server Pages contêm duas partes: código em uma linguagem de script e HTML embutido. O código na linguagem de script pode ser escrito em diferentes linguagens, entre elas:

VBScript: semelhante à sintaxe da linguagem Visual Basic, sendo a linguagem de script mais comum utilizada com ASP;

JavaScript: uma linguagem baseada em objetos que permite adicionar lógica em páginas escritas em HTML;

PerlScript: linguagem que tem sintaxe semelhante à linguagem Perl [10];

Python [11]: é uma linguagem utilizada largamente no desenvolvimento de aplicações para a Web.

Neste projeto, utilizou-se as linguagens JavaScript e VBScript, pois estas são as linguagens de script mais populares ligadas à Web.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Conforme destacado, as páginas ASP são compostas de scripts (delimitados no documento pelos marcadores <script> e </script>), ou pequenos enxertos de código, interpretados pelo servidor da Web para realizar tarefas particulares. Quando o cliente/usuário solicita a um servidor Web uma página construída em ASP, antes de enviá-la, todo o código escrito em ASP é completamente processado pelo servidor Web, que constrói em seguida o código HTML que é enviado para o usuário. Assim, ASP é caracterizada como uma ferramenta que se executa do lado do servidor. O usuário não é capaz de notar a diferença entre uma página ASP e uma página da Web estática, pois, em ambos os casos, ele recebe somente HTML. Os arquivos ASP possuem a extensão .asp.

Pode-se também adicionar no arquivo HTML de uma página um script que deve ser executado no lado do cliente. Neste caso, o script será executado pelo navegador. Normalmente scripts executados do lado do cliente são escritos utilizando a linguagem JavaScript.

Uma característica interessante da linguagem é que, como uma página ASP pode contar com código HTML embutido, pode-se facilmente converter páginas da Web estáticas existentes em páginas ASP dinâmicas.

Para

executar

as

páginas

ASP

no

computador,

é

necessário que este esteja

executando um servidor Web 10 . Para executar páginas ASP no Windows 9x ou NT Workstation, por exemplo, a Microsoft oferece o PWS (Personal Web Server), que pode ser descarregado gratuitamente do site da empresa.

Além do PWS, a Microsoft disponibiliza o Internet Information Server (IIS), sendo o seu servidor Web profissional. O diretório físico padrão, quando se instala o PWS ou o IIS é:

c:\inetpub\wwwroot. Este se torna o diretório lógico a partir do qual os usuários do site têm acesso a seu conteúdo.

Entretanto, existem outros servidores não Microsoft, como o iPlanet [12], da empresa SUN e o mais utilizado dos servidores Web, o servidor Apache [13] que é um projeto de código aberto.

  • 5.1.2 A Linguagem JavaScript

JavaScript é uma linguagem baseada em objetos, que permite adicionar lógica em páginas escritas em HTML. O código JavaScript pode estar “solto” ou atrelado à ocorrência

10 Em termos gerais, um servidor Web é um computador equipado com o software servidor que usa protocolos da Internet, como o http e o FTP para responder às requisições de clientes da Web em uma rede TCP/IP.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

de eventos. O código solto é executado na seqüência em que aparece na página (documento), e os atrelados a eventos são executados apenas quando o evento ocorre. Para inserir parágrafos de programação dentro do HTML, é necessário identificar o início e o fim do programa JavaScript, com os marcadores <script> e </script>.

Este procedimento pode ser adotado em qualquer local da página. Entretanto, para melhor visualização e facilidade de manutenção, recomenda-se que toda a lógica seja escrita no início do documento, através da criação de funções que devem ser invocadas quando for necessário (normalmente atreladas a eventos).

Se a lógica é escrita a partir de um determinado evento, não é necessário o uso dos marcadores <script> e </script>. Os comandos JavaScript são sensíveis ao tipo de letra (maiúsculas e minúsculas) em sua sintaxe. Portanto, é necessário que esta norma seja obedecida ao escrever comandos JavaScript. Caso seja cometido algum erro de sintaxe quando da escrita de um comando, o JavaScript interpretará, erroneamente, o comando como sendo o nome de uma variável.

  • 5.1.3 ActiveX e a Linguagem VBScript

Um dos recursos mais interessantes do ActiveX 11 é a disponibilidade de scripting em diversas linguagens. Usando os serviços de scripting do ActiveX, uma linguagem de scripting pode ser implementada em qualquer plataforma. O ActiveX Scripting é construído a partir de um componente principal básico: Hosts de Scripting do ActiveX que configuram os aplicativos em que um scripting é executado.

O ActiveX Scripting pode ser hospedado em diversos aplicativos. O melhor exemplo de um host do ActiveX é o Internet Explorer, que aceita o VBScript. Além disso, o ActiveX Scripting oferece um ambiente para dar suporte ao scripting em servidores da Web, ferramentas de autoria da Internet ou outros aplicativos, em diversas linguagens de scripting.

Muitos desenvolvedores de aplicativos adotaram a linguagem Visual Basic por sua facilidade em gerar aplicativos para Windows rapidamente, sem que seja necessário preocupar-se com muitos dos detalhes da programação do Windows. A Microsoft esperava que o fato de oferecer VBScript sob a plataforma de serviços de scripting do ActiveX impulsionasse seu desenvolvimento na Web de forma semelhante à alcançada pela linguagem Visual Basic. Pode-se utilizar elementos de script para adicionar códigos do VBScript em

11 Uma plataforma para desenvolvimento de qualquer quantidade de linguagens de scripting para qualquer finalidade que os desenvolvedores da Web exijam

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

uma página HTML. Neste caso, o código VBScript deve ser escrito entre os marcadores

<script> e </script>.

O VBScript permite incluir lógica condicional sofisticada e processamento de evento em uma página da Web, sem necessidade de compilação. O VBScript é de fácil aprendizado, principalmente por programadores que já trabalharam com a linguagem Visual Basic. Mas, independente do Visual Basic, o VBScript também é semelhante a outras linguagens de programação. O Microsoft Visual Basic Scripting Edition, um dos mais novos membros da família de linguagens de programação Visual Basic, traz scripting ativo para uma vasta variedade de ambientes, incluindo o scripting de cliente com o Microsoft Internet Explorer e o scripting de servidor com o Microsoft Internet Information Server.

  • 5.1.4 O Software DreamWeaver

Dreamweaver é um editor de HTML profissional que projeta e gerencia visualmente sites e páginas da Web. Inclui várias ferramentas e recursos como, por exemplo, maneiras de se manipular código HTML, CSS e JavaScript, um depurador JavaScript e editores de código (a visualização de código e o inspetor de código), que possibilitam editar JavaScript, XML e outros documentos de texto diretamente no Dreamweaver. A tecnologia Roundtrip HTML importa documentos HTML sem reformatar o código, podendo ser definido para limpar e reformatar o HTML, quando se deseja.

Os recursos de edição visual também permitem adicionar rapidamente desenho e funcionalidade às páginas, sem ter que codificar uma linha sequer. É possível visualizar todos os elementos ou propriedades do site e arrastá-los de um painel de fácil utilização diretamente para um documento.

O Dreamweaver cria seus próprios objetos e comandos, modifica os atalhos de teclado, além de gravar código JavaScript para estender os recursos com novos comportamentos, inspetores de propriedades e relatórios de site.

  • 5.1.5 Macromedia Flash 5

O Macromedia Flash 5 é, atualmente, o padrão para produzir apresentações de alto impacto. Ele permite aos Web Designers projetar desde simples controles de navegação e animações complexas, a sites da Web diferenciados para determinadas larguras de banda.

A

abordagem

de

desenvolvimento

do

Flash

também

facilita

a

criação

de

apresentações multimídia complexas, enquanto ainda mantém pequenos os tamanhos do

arquivo.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

O conteúdo de Flash é produzido e distribuído utilizando dois arquivos: um arquivo de autoria — que define a animação e interatividade da apresentação e que armazena o trabalho desenvolvido (este arquivo possui a extensão .fla) – e uma versão compactada e otimizada desse arquivo, mais conhecida como filme de Flash que está efetivamente presente na página (este arquivo possui a extensão .swf).

O arquivo de autoria é o filme no seu estado pré-otimizado — o que significa que ele pode atingir até vários megabytes.

Os

projetos de Flash podem

assumir

muitas

formas,

incluindo

apresentações,

tutoriais, demonstrativos (demos) de produto, apresentação de slides e até jogos.

  • 5.2. O Banco de Dados utilizado

Nesta seção, apresentamos a modelagem dos dados que são utilizados no site. Como SGBD, foi utilizado o software Access. Na figura 6 as tabelas utilizadas e as associações entre elas são apresentadas. A seguir faz-se uma descrição dessas tabelas.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego O conteúdo

Figura 6 – A modelagem dos dados.

Empresas: tabela responsável pelo armazenamento das informações de cada Empresa, estando relacionada com as tabelas Vagas e Estado. Uma Empresa pode ter n Vagas e apenas um Estado;

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Curriculum: tabela responsável pelo armazenamento das informações de cada Usuário que se cadastra no sistema, estando relacionada com as tabelas Escolaridade e Estado. Um Curriculum tem somente um Estado e uma Escolaridade;

Fórum: tabela onde são armazenadas as informações referentes a perguntas, sugestões e dúvidas referentes ao site;

Vagas: tabela responsável pelo armazenamento dos dados relativos às vagas;

Escolaridade: tabela responsável pelo armazenamento das informações referentes ao grau de escolaridade;

Estado: tabela responsável pelo armazenamento dos Estados Brasileiros. Obtida através do site da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

  • 5.3. O site desenvolvido

Decidiu-se dar o nome de “Trabalhos & Oportunidades On-Line” ao site desenvolvido. Nesta seção, o site é apresentado. Essa apresentação será feita pela descrição de cada uma das telas que compõem o site desenvolvido.

A figura 7 apresentada a seguir descreve as partes principais do site, objetivos. A seguir, apresentam-se, então, as outras páginas que constituem o site.

com seus

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego • Curriculum
Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego • Curriculum
O usuário poderá pesquisar Vagas e incluir seu Curriculum. A Empresa poderá pesquisar Curriculum e fazer
O usuário poderá
pesquisar Vagas
e incluir seu
Curriculum.
A Empresa poderá
pesquisar
Curriculum e fazer
seu cadastro.
A Empresa poderá
incluir novas
oportunidades de
trabalho.
O usuário poderá
fazer perguntas, dar
sugestões e críticas
sobre o site.
Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego • Curriculum

Painel que apresenta informações totalizadas

sobre a utilização do site.

Figura 7 – Página Principal.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Como já dito anteriormente nos capítulos 3 e 4, o site “Trabalhos & Oportunidades On Line” é um site informativo e interativo que pretende atingir um público, em geral, composto de pessoas adultas. Portanto, optou-se pela utilização de cores suaves que não cansam a vista de quem está navegando. Foram utilizadas poucas imagens evitando assim perda de tempo no carregamento das páginas. Também foram utilizados alguns recursos em flash, como a abertura, por exemplo, dando à página inicial um pouco mais de movimento.

A página apresentada na Figura 8 pode ser utilizada para a pesquisa de vagas no banco de dados gerenciado pelo site. Através dessa página, usuários podem pesquisar as oportunidades de empregos oferecidas pelas empresas no site, utilizando como filtro o Estado, a cidade e o cargo sobre o qual se procura uma vaga.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Como já

Figura 8 – Critérios de Pesquisa para Vagas.

De acordo com os Critérios de Pesquisa definidos pelo usuário, a página apresentada na Figura 9 mostra cada vaga cadastrada e seus detalhes. Dentro dessas informações, o usuário encontra o e-mail do responsável pela vaga para futuras negociações.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 9

Figura 9 – Detalhe da Vaga.

Na Figura 10, apresenta-se a página onde o usuário se identifica para a inclusão de seu Curriculum Vitae no banco de dados gerenciado pelo site. O site verifica se o usuário já cadastrou seu curriculum no site. Caso ele já tenha cadastrado o site, apresenta uma mensagem ao usuário (“Curriculum já cadastrado – Você só pode alterá-lo”) informando a opção que ele dispõe.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 10

Figura 10 – Identificação para Incluir o Curriculum Vitae.

Na Figura 11, apresenta-se a página onde o usuário inclui seus dados pessoais e os dados referentes à sua profissão. É importante observar que se deve cadastrar no campo Palavra Chave as palavras referentes às funções mais importantes, para facilitar a pesquisa (cf. Figura 13).

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 11

Figura 11 – Cadastro do Curriculum Vitae.

Na Figura 12, apresenta-se a página onde o usuário Empresa se identifica para efetuar a pesquisa de um Curriculum cadastrado no banco de dados gerenciado pelo site. Para que o usuário possa utilizar o site, é necessário que ele esteja cadastrado. Caso ele não esteja cadastrado, ao tentar o acesso em uma tela semelhante à apresentada na Figura 8, o sistema irá apresentar ao usuário uma mensagem de erro (“Favor se cadastrar antes de utilizar o site”), solicitando que ele se cadastre no site. Optou-se por trabalhar somente com usuários cadastrados para que se possa manter um controle sobre os usuários.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 12

Figura 12 – Identificação para Pesquisa de Curriculum Vitae.

A página apresentada na Figura 13 pode ser utilizada para a pesquisa de vagas no banco de dados gerenciado pelo site. Através dessa página, empresas podem pesquisar currículos cadastrados pelos usuários no site. Conforme se pode observar na figura, os usuários são pesquisados também a partir de palavras-chave.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 13

Figura 13 – Critérios de Pesquisa para Curriculum Vitae.

De acordo com os Critérios de Pesquisa definidos pela empresa, a página inserida na Figura 14 irá apresentar cada curriculum cadastrado e seus detalhes. Dentro dessas informações, a empresa interessada encontra o e-mail do candidato para futuras negociações.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 14

Figura 14 – Detalhe do Curriculum Vitae.

Na Figura 15, apresenta-se a página onde o usuário empresa identifica-se para a inclusão da empresa no banco de dados gerenciado pelo site. Caso já esteja cadastrado, o site retornará uma mensagem de erro (“Empresa já cadastrada – Você só pode alterar os dados”) ao usuário.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 15

Figura 15 – Identificação para Incluir Empresas.

Na Figura 16, apresenta-se a página onde a Empresa poderá incluir seus dados, como: descrição, CNPJ para validação da empresa e o e-mail para contato. Essa validação de CNPJ é feita com a utilização de uma função externa feita em Java Script.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 16

Figura 16 – Cadastro da Empresa

Na Figura 17, apresenta-se a página onde um usuário empresa identifica-se para a inclusão de novas vagas no banco de dados gerenciado pelo site. Caso a empresa não esteja cadastrada, automaticamente a página retornará uma mensagem de erro (“Empresa Não Cadastrada”) ao usuário.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 17

Figura 17 – Cadastro de Vagas.

Na Figura 18, apresenta-se a página onde a empresa inclui os dados referentes a novas vagas. É importante levar em consideração que se deve fornecer no campo Descrição do Cargo e Palavra-Chave termos bem objetivos, para facilitar a pesquisa. No topo da página é apresentado o nome da empresa (na figura, Web Design).

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 18

Figura 18 – Cadastro de Vagas.

Na Figura 19, apresenta-se a página onde o usuário da empresa poderá alterar os dados referentes às vagas, caso haja alteração em algum item.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 19

Figura 19 – Alteração de Vagas.

Na Figura 20, apresentada a seguir, pode-se observar a tela referente a Perguntas, Sugestões e Dúvidas que os usuários do site poderão cadastrar. É importante salientar que se deve cadastrar o campo e-mail corretamente, para facilitar o retorno do site ao usuário o mais rápido possível.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego Figura 20

Figura 20 – Cadastro de Perguntas, Sugestões e Dúvidas.

  • 5.4. Comparação do site desenvolvido com os analisados

A seguir, de maneira resumida, apresenta-se, através de uma tabela, uma comparação do site desenvolvido com os sites analisados nas seções 4.2.1, 4.2.2, 4.2.3, 4.2.4 e 4.2.5. Nessa análise os seguintes tópicos foram considerados relevantes para a comparação: Forma de cadastrar os currículos, Pesquisa realizadas (salário, tendências), Informações sobre carreira e empregos, Cursos oferecidos ou propagandas de cursos, Boletins informativos enviados por e-mail ou mala direta, Assessoria de RH por profissionais do ramo, Assessoria de RH por profissionais do ramo, Busca de empregos filtrada (profissão, nível, palavra-chave) e Formas de disponibilizar os serviços. Cada um desses tópicos foi analisado em relação aos seguintes critérios: disponibilidade, gratuidade ou serviço pago e nota atribuída ao site (ótimo, bom e regular). Na tabela esses critérios são representados por números da seguinte maneira:

Indisponível – I, Gratuito – II, Pago – III, Ótimo – IV, Bom – V e Regular – VI.

A primeira linha da tabela apresenta os sites (TOOL refere-se ao site desenvolvido) e a primeira coluna os tópicos analisados. O interior da tabela apresenta a notação para cada um dos tópicos de cada site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

Tabela 1 – Comparação entre os sites analisados.

 

Empregos.net

Catho

Manager

Bumeran

APINFO

TOOL

Forma de cadastrar os currículos.

VI

IV

IV

IV

VI

IV

Pesquisas realizadas (salário, tendências).

I

IV

IV

V

VI

I

Informações sobre carreira e empregos.

VI

IV

IV

V

VI

VI

Cursos oferecidos ou propagandas de cursos.

  • V IV

 

IV

V

VI

VI

Boletins informativos enviados por e-mail ou mala direta.

VI

IV

IV

IV

I

I

Assessoria de RH por profissionais do ramo.

  • I IV

 

IV

IV

I

I

Busca de empregos filtrada (profissão, nível, palavra-chave).

VI

IV

IV

IV

VI

V

Formas de disponibilizar os serviços.

V

III

III

III

II

II

Na tabela apresentada acima, pode-se notar que o site desenvolvido “Trabalhos & Oportunidades On-Line” ainda oferece poucos recursos. Porém, ele se destaca de alguns já existentes no mercado, como o APINFO e o Emprego.net, pela facilidade que tanto as empresas quanto os usuários encontram ao se cadastrarem no site.

Em breve análise no site APINFO, que é gratuito, pôde-se encontrar certa dificuldade em concluir o cadastro. Foram necessárias várias tentativas para conseguir realizá-lo.

Já o Empregos.net, além de não oferecer seus serviços de forma gratuita, também apresenta algumas dificuldades ao se cadastrar e não possui, já no cadastro, a área de interesse do usuário.

Porém, a grande diferença entre os sites pagos e os que oferecem seus serviços gratuitamente, como o site “Trabalhos & Oportunidades On Line”, está no conteúdo oferecido. O site Catho, por exemplo, pode-se afirmar que é um site completo, no qual o usuário encontra tudo o que procura. Se alguma informação ligada ao assunto em questão não fizer parte do site, existem diversos links que poderão conduzir o usuário a encontrar procurada.

O Bumeran oferece os dois tipos de serviço, pagos e gratuitos, mas ainda deixa um pouco a desejar ao ser comparado ao Catho e ao Manager.

De fato, o usuário procura informação

e facilidades

e

é

o

que “Trabalhos

&

Oportunidades On Line” pretende oferecer, de maneira gratuita.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

6

Conclusão

Neste trabalho, apresentou-se o desenvolvimento de um site para a Web, através da apresentação dos vários passos que foram seguidos nesse desenvolvimento, desde a elaboração do conteúdo, junto a um público-alvo hipotético, passando pelo questionário de planejamento, até as ferramentas que foram utilizadas.

Construir um site é muito mais que apresentar uma bela página na Web. Existe um trabalho minucioso por trás do desenvolvimento das páginas, e estar familiarizado com todo esse trabalho é um fator importante para que se possa desenvolver sites de qualidade. Conforme apresentado neste trabalho, uma das primeiras providências a serem tomadas na criação de um site deve ser a decisão do conteúdo que é adequado ou não para ser apresentado na página da Web, bem como a maneira como esse conteúdo será apresentado. Em outras palavras, devem ser levados em consideração todos os possíveis aspectos que envolvem uma página, desde as cores e figuras que serão utilizadas, tendo em mente que o principal é o conteúdo.

É importante também saber o que torna uma página eficiente, rápida, acessível, atraente e prática. É indispensável que os responsáveis pela criação da página conheçam o público que se deseja atingir e quais as formas de conquistá-lo e torná-lo fiel. Com certeza, o sucesso de um site primeiramente estará vinculado ao fato de oferecer aos usuários o que eles desejam.

As grandes possibilidades de desenvolvimento de aplicações e negócios indicam que a área de desenvolvimento de sites será tão importante e promissora quanto à própria Web. A quantidade de negócios realizados deverá ser muito extensa, o que favorece ainda mais seu crescimento ao longo do tempo. Assim, o desenvolvimento deste projeto configurou-se, para seus autores, como um passo inicial no aprimoramento nessa área em ascensão.

No desenvolvimento deste trabalho foram encontradas algumas dificuldades. Entre elas, pode-se citar: o projeto final (definição de cores, letras e figuras que foram utilizados) e a definição do conteúdo. Para suplantar as dificuldades encontradas, foram utilizadas algumas ferramentas que complementaram nossa formação, entre elas a ferramenta DreamWeaver, utilizada principalmente para diagramar as páginas.

As dificuldades encontradas para definição de conteúdo puderam ser sanadas através do Questionário de Planejamento, mas precisamente pelas informações coletadas junto ao público-alvo. Procurou-se assim apresentar ao usuário o que ele realmente gostaria de encontrar no site.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

O desenvolvimento do site “Trabalhos & Oportunidades On-Line” foi uma experiência nova e enriquecedora que, acredita-se, tenha contribuído para o aprimoramento profissional dos autores. A partir deste trabalho, espera-se que os conhecimentos e habilidades necessários ao desenvolvimento de futuros projetos tenham sido consolidados.

O desenvolvimento do site “Trabalhos & Oportunidades On Line” foi um projeto simples que pode ser melhorado ao longo do tempo. Dentre as possíveis melhorias, destacam- se:

Utilização de ferramentas mais atualizadas e sofisticadas;

Tornar o site mais atrativo e interativo;

Testes (vocacionais, entrevistas, etc.);

Oferecer mais serviços relacionados a trabalho, profissão e carreira;

Consultorias com empresas de RH;

Orientação profissional com pessoal especializado;

Pesquisa Salarial;

As implementações citadas deverão ser feitas de acordo com o retorno dos usuários e a parceria com as empresas. Assim, pretende-se que essas melhorias possam ser brevemente atingidas e a variedade de informações e as facilidades sejam oferecidas de forma gratuita, que é a principal característica do site.

Para tanto, um fator importante deve ser ressaltado: a segurança das informações contidas no site. No decorrer do trabalho, este fator não foi mencionado, já que se preocupou em desenvolver um primeiro protótipo. Entretanto, acredita-se que um aspecto importante que pode garantir a segurança dos usuários e também do próprio site seja a validação e verificação dos campos CGC, para as empresas, e CPF, quanto dos usuários, evitando assim que empresas e pessoas “fantasmas” se cadastrem no site e causem um acúmulo de dados no banco de dados.

Projeto, Análise e Desenvolvimento de um Sistema WEB para Gerenciamento de Ofertas de Emprego

BIBLIOGRAFIA

[1]

searchWebManagement.com, http://searchwebmanagement.techtarget.com/sDefinition/

0,,sid27_gci212993,00.html

[2]

Internet - Recursos e Serviços, http://www.Internetplus.cjb.net/, 2001.

[3]

Google, http://www.google.com/corporate/facts.html/, 2002.

[4]

Usuários da Internet, http://www.ibope.com.br/, 2002.

[5]

Apostila de Web Designer, http://www.pegar.com.br, 2002.

[6]

Waters, C. Web Concepção & Design, Editora Quark, 1999.

[7]

Warner, J.; Vachier, P.; DreamWeaver 4 para Dummies, Editora Campus, 2001.

[8]

Mitchell, S.; Atkinison, J.; Aprenda ASP em 21 dias ASP (Active Server Pages 3.0), Editora Campus Ltda., 2000.

[9]

Franklin, D.; Patton, B.; Macromedia Flash 5! Animação criativa na Web, Editora Campus Ltda., 2001.

[10]

Schwartz, R.L.; Phoenix, T.; Learning Perl - 3 rd Edition, O'Reilly & Associates; July 15,

2001.

[11]

Lutz, M.; Ascher, D.; Willison, F; Learning Python (Help for Programmers), O'Reilly & Associates; April 9, 1999.

[12]

IPlanet Documentation, http://docs.iplanet.com/

[13]

The Apache Software Fondation, http://www.apache.org

[14]

Verisign – The value of trust, http://www.verisign.com/