Você está na página 1de 34

ENQUADRAMENTO

OBJECTIVOS

MECÂNICA

PROGRAMA

SPONSORS

AUTARQUIAS
GREEN PROJECT AWARDS

Prémio de reconhecimento de boas práticas corporativas, projectos ambientais e


desenvolvimento sustentável apoiado pelo ministerio do ambiente e ministerio de
economia.

1ª edição Dezembro 2008


2ª edição Setembro 2009
Enquadramento

Desígnio Nacional

“Retomar uma trajectória de crescimento sustentado


que torne Portugal, no horizonte de 2015, num dos
países mais competitivos e atractivos da União
Europeia, num quadro de elevado nível de
desenvolvimento económico, social e ambiental e de
responsabilidade social.”
Fonte: Estratégia Nacional de Desenvolvimento Sustentável
Enquadramento
Objectivos ENDS

2
Crescimento Sustentado,
1 Competitividade à Escala 3
Preparar Portugal Melhor Ambiente
Global e Eficiência Energética
para a Sociedade do e Valorização
Conhecimento do Património Natural
4
Melhor Conectividade 5
Mais Equidade, Igualdade de
Internacional do País e
Oportunidades e Coesão
Valorização Equilibrada do
Social
Território
6
7
Papel Activo de Portugal na Construção Uma Administração Pública
Europeia e na Cooperação Internacional mais Eficiente e Modernizada
Enquadramento
A gestão sustentável consiste numa correcta integração, gestão ética e equilibrada entre os elementos
económicos, sociais e ambientais.

Pressupõe um compromisso dos lideres das organizações empresariais e orgãos institucionais com os
princípios da sustentabilidade e para com a melhoria do seu desempenho, integrando-os na estratégia
política e nos procedimentos de gestão.

Implica a assumpção de responsabilidade sobre os impactes que a actividade da organização provoca


na sociedade e a consequente prestação de contas sobre os mesmos.
Enquadramento
“ A responsabilidade social corporativa é o compromisso das empresas
para contribuir para o desenvolvimento sustentável, trabalhando em
conjunto com os empregados, as famílias, a comunidade local e a
sociedade como um todo, para melhorar a sua qualidade de vida”

World business council for sustainable development


A oportunidade

Melhoria da reputação e Imagem junto das Comunidade.

Melhoria do Desempenho Operacional e de Gestão.

Melhoria da Abordagem ao Risco.

Melhoria do Diálogo com Stakeholders.

Fonte: Riscos e Oportunidades do Desenvolvimento Sustentável, KPMG 2008.


Objectivos
!Dar visibilidade às autarquias e instituições que identificaram uma oportunidade no apoio e
promoção da sustentabilidade e que geram informação com mensagem pró-sustentabilidade

!Mudar mentalidades e influenciar comportamentos

!alertar e consciencializar a Sociedade Civil para a importância do equilíbrio ambiental, económico


e social

Como?
!Divulgando iniciativas, produtos e serviços orientados para o respeito e preservação do futuro

!Partilhando conhecimento de forma interactiva e relevante


Criar um movimento com esta dinâmica e
amplitude só será possível com um
conjunto de parceiros credíveis e que
acreditem nos valores que norteiam o
projecto.
Destinatarios

Empresas, Organizações Não Governamentais e Associações

Estabelecimentos de Ensino e de Investigação


DESTINATÁRIOS

Administração Pública, Administração Local

Gabinetes de Projecto

Grupos de Comunicação

Classe Associativa

Cidadãos em nome individual


Mecânica

• O GPA Roadshow Portugal Sustentável irá passar por algumas cidades do país e contactar com
todos os visitantes que tenham interesse pelo tema da sustentabilidade.

• Durante 6 dias – de Sábado a Quinta-feira, entre as 15:00 e as 21:00 - as comunidades


locais poderão ver de perto o que está ser feito na área da Sustentabilidade.

• Através de workshops e ateliers, seminários e conferências, mas também via contacto com as
empresas que optem por associar-se ao GPA Roadshow e assim, mostrarem o seu trabalho e a sua
oferta nesta área

• Cidades visitadas e em plano:

Matosinhos, Ferreira do Alentejo, Oeiras, Almada, Ferreira do Alentejo,


Torres Vedras , Portimão e Olhão.
Espaço para o evento

• 4 tendas transparentes e circulares servem de palco a cada evento – Uma, no centro com
20m de diâmetro e três com 10m – um total de 549m2

• Dentro destas tendas existirão espaços dedicados a diferentes áreas. Em cada um deles,
teremos hospedeiras para acompanhar e prestar informações aos visitantes.

! Aréa expositiva do GPA Roadshow Portugal sustentável


! Gabinete de informação e propaganda do município
! Área de conferências
! Área de entidades locais convidadas pelo município, ipss e outras.
! Área de exposição de empresas/fabricantes locais e nacionais
Gabinete de informação do município

• Será a montra da autarquia para o seu esforço em relação à sustentabilidade. Neste espaço
poderá mostrar iniciativas e esforços seus nesse sentido
• Os conteúdos desta zona são da responsabilidade da autarquia e sempre dedicados à
temática da Sustentabilidade
• Existe uma estructura geral para manter a homogeneidade do todo.
• Nesta zona deverá existir um espaço para organizações locais, que trabalham causas e
problemas próximos da população da cidade onde estaremos
Área GPA Roadshow
• Será uma espécie de curso intensivo em sustentabilidade

• Os Green Project Awards são a bandeira do GPA Roadshow. Relevância, conhecimento e


experiência são as experiência partilhadas neste espaço.

• De uma forma digital e paper free os visitantes vão contactar com o universo do GPA

• 2 plasmas passam em loop o filme da cerimónia do ano passado e através de um ecrã digital
Área de conferências e workshops

• Este espaço é usado da seguinte forma:


! Apresentação e divulgação de projectos sustentáveis por parte da autarquia
! iniciativas de IPSS locais e empresas locais sustentáveis
! Apresentação de empresas patrocinadoras
! Conferências dedicadas ao tema do dia promovidas pela organização
! Ateliers e workshops dinamizados pela autarquia ou empresas.

• O espaço é constituído por uma plateia de 30 cadeiras + 1 mesa

• Estará equipado com um plasma de 50’’ + PC portátil + Equipamento de som para speakers
+ Caixa de som para jornalistas
Objetivo do programa

• Oferecer uma visão global do que é a Sustentabilidade e a integração dos 3 pilares: social, ambiental e
económico.

• Estudá-la de vários anglos. De 4ª feira a sábado, cada dia será dedicado a uma abordagem diferente
através de dias temáticos: Residuos, Agua,Energia,Biodiversoidades, Mobilidade, Desenvolvimento socio-
economico sustentável, Empreendedorismo social.

• Via workshops, conferências e outras actividades indoor e outdoor, divididas entre as entidades publicas e
privadas que estarão presentes em todos os eventos e as que pelo seu carácter local (autarquias, IPSS,
escuteiros, escolas, e outras associações locais) estarão apenas no GPA Roadshow da sua cidade. Assim,
cada um destes eventos será único e desenhado à medida das especificidades de cada município em
conjunto com o município
Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia
Residuos

Conferência:

• RSU’s (resíduos sólidos urbanos)


• RC&D’s (Boas practicas de resíduos na construção e demolição);
• Gestão de resíduos orgânicos (compostagem, etc.);
• Análise de Ciclo de Vida dos Materiais;
• Gestão colectiva de resíduos

Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (autarquia,escolas, escuteiros…)

• “Brincar com o lixo” –! construir uma pequena casa com garrafões de água e outros materiais
• Workshop “Construir com terra” – análise de terras; construção de adobes; construção de um banco em taipa
num espaço público
• Como fazer compostagem caseira

Água
Conferência:
Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia
Energia

Conferência:

• Aproveitamento da energia solar passiva nos edifícios (arq. Bioclimática)


• Energia eólica, energia solar, energia geotermia e energia das ondas
• Gestão de energia – Painéis solares, fotovoltaicos e mini-eólicas aplicado a edifícios habitacionais, de serviços
e industriais
• Exemplos europeus de iniciativas inovadoras a nível municipal (central municipal de biomassa para criação de
uma rede de aquecimento municipal alternativa e taxada pelo município – programa Ecoeuropa)

! Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (autarquia,escolas, escuteiros…)

• Bicicleta acumuladora de energia (a ideia é confeccionar um bolo, ligando uma batedeira ao acumulador de
energia da bicicleta e posteriormente cozer o bolo no forno solar)
• Instalação de um Forno solar para demonstração
• Acção de formação - Construa a sua própria mini-eólica
Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia

Desenvolvimento socio-economico sustentável local

Conferência:
• Processos de participação pública – agenda 21
• Dinamização da economia local através de produtos da região
• Turismo
• Criação de uma marca comercial local
• Promoção de emprego

! Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (autarquia,escolas, escuteiros…)

• “À descoberta da tua terra” - descoberta de rotas turísticas ou temáticas


• Teatro “A Lenda da tua Terra”
• Uma reunião de interacção participativa de munícipes - agenda 21 (poderemos suscitar questões sobre o
município e dinamizar uma sessão de teatro entre os vários participantes – cada um assume um papel
importante na comunidade)
Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia

Empreendedorismo social

Conferência:

! Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (autarquia,escolas, escuteiros…)


Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia

Biodiversidade
Conferência:

• Aumento da proporção e conservação das áreas naturais e da diversidade biológica


• Redução da poluição do ar, do solo e da água
• Avaliação ambiental estratégica
• Planos municipais de ambiente
• Promoção da Educação Ambiental por iniciativa do município
!
Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (autarquia, escolas, escuteiros…)

• Dia Verde - Passeios de campo à descoberta da fauna e flora locais, espécies em extinção, etc…organizado
por ONG’s locais
• Eco-Escolas – sensibilização ambiental em escolas e posterior criação de grupos infantis que irão proceder à
sensibilização dos restantes munícipes
• Eco-repórteres – organização de grupos de escolas para os jovens repórteres para o ambiente
Sugestão de programa a desenvolver com cada autarquia

Mobilidade

Conferência:

• Novas tecnologias de mobilidade


• Novas estratégias de mobilidade (car-sharing, traffic calming, park & ride)
• Novas infra-estruturas de mobilidade (ciclovias, corredores verdes, zonas exclusivamente pedonais ou de
acesso condicionado)
!
Workshops/Actividades paralelas a ser desenvolvidas por entidades locais (auarquia,escolas, escuteiros…)

• Colocação de um mini-autocarro eléctrico que percorra o núcleo central do município e faça o circuito entre
as várias áreas de exposição do RoadShow, e percursos turísticos urbanos
• Organização de um passeio de bicicleta
• Organização de uma corrida de cadeiras de roda à descoberta das barreiras arquitectónicas nos espaços
públicos
• Dia municipal sem carros no centro da cidade
Contrapartidas

• Aumento da visibilidade e definição de posicionamento num mercado emergente

• Oportunidade para apresentar produtos, serviços e ideias a milhares de


potenciais clientes e/ou consumidores

• Fazer parte de uma oferta ecofriendly que melhora a qualidade de vida

• Reforço da influência junto das comunidades

• Formato de presença a combinar.


Contrapartidas
Autarquias

• Divulgar iniciativas da camara na área da sustentabilidade posicionando a


autarquia a nivel nacional.
• Demonstrar o empenho na construção e desenvolvimento do futuro
• Contribuir na transmissão de informação relevante, actual e prática às populações
locais participando activamente na formação das comunidades pelo respeito pelo
planeta.
• Fazer parte de um movimento pela sustentabilidade
Contrapartidas
Autarquias
Em todas as autarquias será feita:

• Auditoria de sustentabilidade atraves do levantamento de 36 indicadores pre-definidos.

• Auditoria à sustentabilidade num edifício camárario de preferência uma escola.

Esta Auditoria à Sustentabilidade tem como objectivo:


Analisar e apoiar o plano de medidas de sustentabilidade.
Enquadrar e definir a implementação das mesmas, no edifÌcio X, tendo em conta,
resÌduos, energia, aguas, materiais, etc.
Organização

Patrocinadores

Apoios
Apoios institucionais GPA
Media partners GPA
Victoria San Martin
vic.san.martin@gmail.com
927108688
Levantamento
dos Indicadores de Sustentabilidade Local
AMBIENTAIS ECONÓMICOS SOCIAIS INSTITUCIONAIS

• Emissões de CO2; • Apoio ao emprego local; • Densidade populacional; • Emprego na área de


• Qualidade do ar em ambiente;
• Níveis de atractividade e • Desenvolvimento e
áreas urbanas; valores de crescimento do formação:
• Agenda 21 local;
tecido empresarial
• Qualidade da água para • Promoção da igualdade e
consumo; • Eficiência energética na de oportunidades; • Educação/sensibilização
gestão municipal; ambiental;
• Qualidade da água em • Despesa pública com o
zonas balneares; • Consumo energético de ambiente; • Satisfação dos cidadãos
fontes renováveis; com a autarquia;
• Tratamento de águas • Apoio ao mercado de
residuais; • Capacidade de produção produtos regionais e
por energia renovável; comércio justo • Informação disponível
• Tratamento de efluentes; aos munícipes;
• Mobilidade sustentável; • Queixas ou reclamações
• Utilização sustentável do
solo;
ambientais; • Sistemas e certificação de
• Agricultura sustentável;
gestão ambiental.
• Natureza, biodiversidade • Satisfação dos cidadãos
• Turismo sustentável. com a autarquia.
e paisagem;

• Produção, recolha e
valorização de resíduos;

• Ambiente sonoro.