Você está na página 1de 1

Raíza.S.

:20:40 24/03/10
TRABALHO PROJETO - LIGA DA JUSTIÇA
Nem sempre é fácil aparecer alguma material em vídeo que possa ser usado nas esc
olas para trabalhar temas mais atuais da nossa história, como a perseguição a in
telectuais e artistas que caracterizou o Marcathismo e a perseguição quase paran
oica aos inimigos da democracia . Era uma época em que ser diferente e ter ideias d
iferente era perigoso.
É o caso do filme em animação da Liga da Justiça. a Nova Fronteira. A HQ foi HQ
publicada no Brasil em 2006 como uma minissérie em duas edições, escrita e desen
ha Darwyn Cooke. O vídeo veio logo depois. A história em si é muito mais do que
uma aventura com super heróis. Ela mostra de forma adulta e em algumas passagens
, bem profunda, as ansiedades, medos e dilemas de uma época.
Tem uma abordagem política e, para os fãs mais velhos, desperta uma certa nostal
gia, remetendo aos grandes clássicos da Era de Prata. O filme fala sobre a inten
sificação do sentimento anticomunista nos Estados Unidos, resultando até em para
nóia, o que leva o governo a ir contra os super-heróis, com a desculpa de que nã
o é possível confiar em homens mascarados, que podem muito bem ser espiões. A ge
ração anterior de heróis sai de cena, mas uma nova começa a surgir bem a tempo d
e enfrentar uma ameaça grandiosa, conhecida como O Centro. Diversos heróis tenta
m ligar as pistas que apontam tal ameaça, ao mesmo tempo em que têm que se prote
ger de seu próprio governo.
Mas outras questões que vão além da política e atingem as diferenças de gênero.
Numa das primeiras cenas aparece a Mulher Maravilha comemorando em um cabana o a
ssassinato de soldados coreianos, que haviam invadido uma aldeia, matado os home
ns e as criança, aprisionado e violentado as mulheres. Ela as liberta e permite
que façam justiça com as próprias mãos. Dá para perceber que não é um filme de c
riança.
Eu sugiro que assistam. Já pode se encontrado em locadoras e pode ser comprado e
m lojas especializadas ou pela Internet (o preço varia entre 20 e 30 reais). Ach
o que para professores de história é um bom material de trabalho e que pode rend
er alguns pequenos projetos de aprendizagem. Pretendo usá-lo com meus alunos do
nono ano, quando entrarmos no tema. Professores de Geografia também podem utiliz
ar a animação e o quadrinho, para trabalhar geopolítica.
O que foi o Marcathismo?
Entre os anos de 1948 até os finais da década de 50, os Estados Unidos convivera
m com um movimento político anticomunista chamada de Marcathismo encabeçado pelo s
enador republicano Joseph McCarthy, que se caracterizou pela perseguição implacá
vel a todos os comunistas e simpatizante com base principalmente na delação.
Muitas pessoas ligadas a indústria cinematográfica e outros intelectuais da époc
a inclusive artistas e roteiristas ligados aos quadrinhos passaram a ser persegu
idos por essa lei, que os impediam de trabalhar nos Estados Unidos. Alguns dos p
erseguidos foram Einstein, Chaplin, Brecht, Robert Taylor, Humprey Bogard, entre
muitos outros, fazendo com que muitos deixassem o país a procura de trabalho em
outro local.
Por fim McCarthy ultrapassa os limites e investe violentamente contra o próprio
governo republicano e o exército, convocando generais e submetendo-os a interrog
atórios vexatórios. Aproveitando a chance os setores democráticos e liberais, co
m o apoio da esquerda socialista passam a atacar o marcathismo violentamente e até
pela imprensa que até então o apoiara. O marcathismo é condenado por ampla maiori
a no senado e assim acaba desaparecendo aquele cenário obscuro e tão trágico na
história norte-americana.