Você está na página 1de 37
OTT GEN GOMANDADA POR PROXIMIDADE/TOQUE CORNETA AMPLIFI Lag algerie) N (ELEITORAL) Brass Ueelis MOVEL oe Te) eA Dey rere aor (1a elses arti tasel ary Seals Profan) Id Rey : EDITORIAL | nda meio na “ressuca’” da Festa de Aniverstio (na APE 60, snje- fior.,), com aquele “bacanal” de BRINDES distribuidos a tonto e & direito para a turma (Voots merecem..), APE “ako deixa & poteca ‘care mantém’o mesmo “pique” neste comego de sexto ano ds | ‘pbllcagto.t es ‘Soparadar uma déia,oSUPLEMENTO do ABCDA BLETRONICA ‘Gent a “Auta” 26..) faz umn fore tprofundamento Testi « Prética nas Téculcan Sposa ro manejo de uni dos Integrados C MOS maiswilicados em ens a mals diversas: basta folhear os 60. nUmeros anteriores de APE. para vac 80.) sempre no jul de fazer Vocds realmente aprenderen le modo que 9e vir” soeinbos quando quiserem criar seus prOpriosprojetos eaplicagtes... | ‘Anda deatro do SUPLEMENTO ABCDE, na “Aula” Pra, yim montagem de eal e [emanate utlidade (agora, futuro..;0 DIGITESTE , un Gerados/Analisador de ‘stados epulios, especialmente clado pi aplicagdes digas sab tecnologia C.MOS..1 Quanto 2s costemeiras montagens detalhadas. APE 61 trax (pea ‘Yara... uma “ena de projetos abrangéndo as mals varias Savas do interest desde ‘Paraiso puramente doméstlco, al para aplicagdesr}goresamente profistonals (nchi~ sivecomexcelenies parao Leito/Hobbystacimpreendedofaturara}guny” com 4s lds... Temas 0 SISTEMA DE SOLICITACAO DE PARADA PARA ONIBUS, (as ue logo, logo, val ter “ego” por, copando desceradamente-aienossos irem ards), 1 LUMINARIA.COMANDADA POR PROXIMIDADE) (umeircuto super-sequrd, dentro do género..),ACORNETA AMPLIFICADA. PARA PROPAGANDA (ELEITORAL) MOVEL (projeiocom intengies exptcitas de “paar dinbeiro” As cuss desi corja de candidatos saados que fola por i... SEGURANGA —“PSICOLOGICA” PARA RESIDENCIAS "E ESTABELECIMENTOS (um rugue tipo “ovoempS,do Colom sfinalmenterevelado ‘© posto A disposigin dos Hobbystes e Profsslosals..).c 0 TEMPORIZADOR | ‘CULINARIO (xia eal uilidade doméstia..)! “Mats que isp.” 848 for “dois disso”. Nessa “alada jd para ‘Vostsirem preven que nests segundo semesire de 94 ADE ext “com coda toda”! E podem esperar (pone vedo... tals 6 mais PROMOCOES c ESPECIAIS, ue esto. | 7 sebdocaidadosametepnejadospolanossa Equipe de Produ, puraredlmente“rregacat aoc coninar and 0a," mesmo mua era onde use ad0 | ( a pessoas casturam pasar mal enjoadas com festival de “ahobrihas para [ietdber Serdar none Ines Siglo varia), zr Aproveliem bem o excelente conteddo da presente APE, © quem ‘conosco (hiodksia Ws favas, umnas das poucas coisas honestas ¢ idealists que ainda | sobram neste Pas.) | -- oeprron | eeneneernueeeonace Reauenmeane peer Fotolites de capa ‘RENDENDO DRLIN (OTD) 35-7515. EMRATIANDO HLETRONIA Fotosde capa Aer a, Di Teen Balbo, Almay any a. eae a General Oxo, oe cee ure |PROPAGANDA LTDA. Distribuigio Nacional | E (011) 222-4466 | Melee (Ot eados | © com Exetuaividade. EAM eta eel FAX (0122-2037 ae ee -MIAX) Temporizador culinario {MEA DUZIA“ DE COMPONENTES, UMA PLAQUINHA DO TAMANHO DE UMA CAIXA DE FOSFOROS E UM FERRO DE SOLDAR...| ETUDO.O ‘QUE O LEITORAHOBBYSTA PRECISA (MESMO QUE SEIA UM ABSOLUTO INICIANTE, DESDE QUE SE PROPONHA SEGUIR AS PRESENTES INSTRUCOES COM ATENCAO...) PARA REALIZAR ESTE PRATICO, UTIL E EFETIVO TEMPORIZADOR CULINARIO (TEMCU), DOTADO DE AJUSTE CONTINUO E LINEAR DE TEMPO, DESDE CERCA DE 1 MINUTO, ATE MAIS DE 1 HORA (UM UNICO POTENCIOMETRO, NUMA OPERAGAO. ‘SUPER-FACILI ALIMENTADO POR PILHAS - 4 OU 6, PEQUENAS, OU. BATERIA - PEQUENA, DE 9V..), SUPER-COMPACTO £ PORTATIL (NADA DE FIOS OU CABOS “PENDURADOS", ATRAPALHANDO A ‘OPERADORA...), APRESENTA COMO CONTROLE (ALEM DO. POTENCIOMETRO PARA AJUSTE/DETERMINACAO DO TEMPO) UMA GNICA CHAVINITA QUE, AO MESMO TEMPO, EFETUA © “LIGA- DESLIGA* DA ALIMENTACAO DO CIRCUITO EDA O START PARA A TEMPORIZACAO...! AO FINAL DO TEMPO AIUSTADO, UM SINAL SONORO NITIDO, AGUDO, AUDIVEL A RAZOAVEL DISTANCIA (MESMO. DENTRO DE UMA RESIDENCIA SUPER-"MALUCA” E BARULHENTA..) AVISA A USUARIAL ESPECIALMENTE PROJETADO PARA “USO. ‘GULINARIO" INA MARCAGAO E MONITORACAO DOS TEMPOS DE PREPARO DE PRATOS COZIDOS OU ASSADOS...), O TEMCU PODE SER UM EXCELENTE PRESENTE PARA A MAMAE, PARA A ESPOSA OU. NAMORADA DO HOBBYSTA, OU UM UM IDEAL “COMPANHEIRO DE GOZINHA” PARA NOSSAS LEITORAS - E TAMBEM LEITORES - QUE ‘GOSTAM DE PREPARAR AQUELES PRATOS CAPRICHADOS, MAS QUASE SEMPRE *DEIXAM QUEIMAR™, DISTRAIDAS(OS) COMO CAPITULO DA NOVELA.., (© Leitor/Hobbysta que acon) “lugares” de uma esidéncia, onde acorre= ‘Pana APE J4 via, por aqui, vérios boas | ta *medigso" (eo convenlente “aviso™ brojetos de temporizadores, nos mals di- | deTempospré-delerminados ov sjustado versos graus de complenidade circuital, © | ¢ de grande importincia, €-. a cozinhat ‘direcionados para as mals variadas “in- | Atare(ada nas “wil e uma” atvidades feripbes” ow usos espectficos, com safdas | domiicas e que, a8 vezes, 9 podem set conirale de Poténciay ou com mera | decenvolvidas note, para quem trabala Sinaizop0 “visual” ou “auditiva", dota- | foraduranteo dia..). adona de casa busca ‘dos de controles © ajustes desde os mais | “fazer render" 0 seu Tempo da melhor lementaresatéosmalscompletosepreci- | maneira possivel, frequemtemente em, $08. preondendo mais de wm trabaihosimaltas Ocampo aplicativoda’tempori- | neamente(porexemplo: czinhando. feb. Zasto eletrOnica” é,contudo, muitoamplo. | jRoepassando aroupadaturms, aomesino (fina, praticamente mdo0 que ser tue | iempo.,), E as colsas nio ficam por af, mabofaz é,deumaformaquouira.parame- | Tem também a inevitdvel novela pa TV, {ado pelo."Tempo, nessa verdadelraion-- | para ser acompantiada (iluimos eapitulos, ura que:é a vida modems..). Um dos | ahistrlastingindo oseu climax, momen: tos absoluldmente "imperdfveis" porta. {o,.)€ essas coisas... No melo de fantas auividades simaltindas, todas altanente “absorvedoras” da atengio, & inuito freqliente que o feifo.quetme na panels (ou outro “acidente” do gener, sempre causado por wn momentineo “esqueci= ‘nento", decortendo iim Tempo excessive ‘do alimento na Fogo, assandoou cozinhan do “demais"), se Pois bem, 0 TEMCU (0 noe ficowmelo“safedo", masnid lemasesp ‘40, simplesmente, a aba iniciais de, ‘TEMPORIZADOR CULINARIO...) {olimaginado eprojtadoexatamente pra Supriramonitoragio doTemspo de prepara dd alimentos, com iatervalos_ajustavels facilmente (basta piss um potenelémetro sobreumdlial gradu ado.) desde Tminuta até mais de 1 hora (segundos 05 -¢38 ‘specialists no ramo, de plantto age no Laboratorio/Redaglo de APE, esses arkmetros minima maximo sto bastante ‘adequados Dara a5 intencdes do. spare Ino,.)!Demadoanto compliearavidada pobre cozinhelra(afinal, aldéia ¢ ajuda ido acrescentar outro "complicador"..), operticio do dispostivo éextremanneme simples (ajustarse 0 Ternpo desejado no Potencidmetro graduado e aciond-se una ‘nica chavinha, que/a0 mesibo ternpoliga © TEMCU ¢ Ud inetd 2 contagem 80 perfodo...), com a emissio de um sinal “nll ignoravel"a9 mesmo que ela se encontre, no momento, em aura pare ds casa, Rrazodyel dstincia da cozinha.. ‘Alimentado por pilhas ou bateria olalizando 6 ou'9.volts), 0 citeuito & bastante “muguirand’,gastundo wn munis mo absoluto de energia, com v que as | ese 0 ventas substulges das dias cx) se | ta a intervals mato longo rage evita do dros mses, mest sob St | Haagao didria ¢constam..)! Além disso, “OTEMCU resultard(semontado “acaba || de seoran com a5 presents fnsine G365..) peguend Levee. “boniiabor, art lodestar da decoragto normal da Seana, anblente onde a dona de cast | “la as norma, sem contstacot | Efi reat eiaro domss- He ae, lr eo, ata puro, nap “gales” de tmomlagen ov de bragSo™.e- que pode. ser reallzalo ‘mesmo por Hobbystas ainda “verdes”, tal eu pau de simpliicaga, em f0do% 08 satin que O-circuito bésico também poders ser ‘xiaptado para anges ouras, fadicalment dates da tlie: 2 puramente “clini, tudo send {ostvelapavticde um pouco de exreico {| deetatividade por parts do Lelior Voets “stam rolan new requisto, sabe- | aos. “FIG.1-DIAGRAMA ESQUEMATI. | CODO CIRCUITO -Centralizado num nia Integra digital CMOS, 4060, 0 eto tl rotue sone ane ‘mnermos ds quanidade Je cormponensy (Gem nesta pea das deschalas ex as de precisto,confabildade, ‘nho”..) 6 aplicada aos plnos 16 (positivo) 8 (negative) através do slnplesinternyp- {or geral, que também promove-(em cot Junto como capacitorde 100n eresistorde. 100K:..) a apicacio de um pulso “alto”, breve, derese/,n0 conveniemtepino 12.46 Integrado, garantindo que sempre as “ol ‘sas Comecsm do zero”, pelo simples alo de nergizar 0 circuito..). 0 4060 contém lima grand “ila” de contadoresfdivisores or 2, encadciados, a malera deles tendo ‘um acesso (via pinos do componeate.) para. sua Swida... Usamos, no cieuito, a eniasumia das “lems” Sefdas, presente. ‘ho Pino 1 (pars 0 acionamento de um Sinializador piezo, quando o dito pina flcar “alio".), alm de uma das “peimeiras” Saldas (pino 5) cujo estado seryira para Agilizar (numa breve e provissea ligagio {nicial..) aprépriacalibrario do da, con forme detalharemaso final... Ale disso, ‘0 4060 eantém (com acesso exterio via Dinos 9,10 ¢ 11.) um conjunto de gates “sobranies”, propositalmente uullzavets Para a organizacio de um simples ASTAVEL (oscilador itera, peradordo ‘lock bésico paratodo osistemi..),camo ‘uxfio de paucos componcntes de “apo fo" resistres de 22K 6 10M, capacitor de 470nepotenciometro de IMS (este servin- doparaoajuste continuo do Tempo, enire Qs emoe ui ¢ mina.) Nes ‘rranjo, dependendo da Frequéocia do lock (que depende, por sua vez, do valor assumido pelo potenciOmetr, apdsodese- Jado ajuste..) tanto mais cedo, ov tanto ‘mais tarde (eontado esse Tempo a partir 4 instante em que o cieulto como um {odo,€ ligade vis interypior gecal:) “ila” de contadores/dyisores ard com ‘que se eleve.o nivel digital presente no Fis. pilio 1 instanieem queasinalizadocpiezo ‘eitrd saa sonoridade agua, nitida, per- eptivel mesmo a razndveis distncias (e ‘sob muito baixo consumo de Corrente, colaborando « juntamente com a natural “nnuguiranice” dolntegrad) CMOS. para ‘irisGrio dren de enersia média, respon ‘vel pela longa duracio das pilhes ov baleda..). Confontie mencionamos, ima as “primeirgs” Safdas de cootadores tn temnos do 4060, no pind, é enfiuirads no. srranjo, de modo que, provisorlamette Ie ando-se o sinalizador piezo nessa Salda {eno = conto em defialive no pind 1..). ossanos parameirarun)Tempodem mais ‘curto para tet de calidragto (0 que tame bbém poder ser feito como auxitio pro- ‘isdti0 de um LED, conforme explicare- ‘hos..). De qualquer forma, so longo dos ajustes possiveis no potenciOmetr, Tein os que wi desde cerca de T minuto até obco mais de hora, poderta ser obtidos ‘acilmente, com excelente repetbilidadee om precisto apenas dependents de uma cudadosa claboragtoilvisto da escala {raduada.a ser aftkada com dil detalhes tamém 20 final do artigo..)! = FIG. 2 « LAY OUT CIRCUITO IM- PRESSO. ESPECEFICO * Conforms “promete” 0 “nariz de cera” da presente materia, af no comego, a plaguiaha nio ‘llrapassa as dimensbes malores de un caixinha de fsforos, num aeranjo cou ‘cto, simples, descongestionad mesma fem sas trilhas © Hhas cobrcadss, coir forme se v8 da figura (que ester tamae ‘ho natural, escala 1:1..). Com um mini- mmo de“tengo e eapricho, aac sera difel ‘para o Leitor/Hobbysta (mesmo principi- Ate), munido do fenoite nas conven ted dimens0es, mao mateial detraga- em (Ge pretertociadecatques apropria- dos: paraum acabamento mas elegance Inchon sujeito a error.) de comosia! furagaoitpera, conteccionaraplaquin ‘com perfeigio... Lembramos da cterna “o- ‘brigatoriedade” de uma rigorosaconfertn- cao final da confecgo, momento emt {que tornarse mito mais ffeil a eventual Correguo detapsos, allasou “euros. Se {uo estiver “nos conformes”, 0 caro Lel- tor/Hobbysta pode passar a proxima fase ddamoctagem (aquelamalspsiosa", que fevolve acolocapioesoldagem dos com- ponents). Para os eventuals “recém Enegads” A tirma, recomendamos uma {evra senlaas INSTRUCOES GERAIS PARA AS MONTAGENS onde perma nentemente importantes conselbos, “di- ‘ass sugestes © "ameogas” slo dads, {guuto ao bor aprovestamento dessa tee fica de ontagem (Circuits Impress... -FIG.4-“CHAPEADO" DA MONTA- ‘GEM-Nafigura anterioe, vimos opadirtio ‘cobreado daplagulnha especifica.. Agora ‘emosaplacapelo seu ado do cobreado, ‘comas principals pecas devidamente post- lonadas, todas identificadas pelas suas estilizagbes (nas norimasconstumeicamente adotadss aqul-em APE..), cfidigos, va- lores demais informagdes “visuals” im portantes para 0 montador... Um. ponto ‘rudio Importante tefere-se 20 posicion- mento’ do Integrado, componente pola- rizailo, que vio pode assumir sobre a 1 Injegrado CMOS 40608 T-Resistor 23K UAW 1: Resisior 100K x 1/4W 1 Resistor 10M x 1/4 1 RotenciOmetro linear) 1M5, ~ 1 Capacitor (poliéstet) 1000 1- Capacitor (poliéster) 470 1 Sinalizadorplezo, tipo 1 -Interupor simples (chave HeHon “gangera”- int oumicr.) / {= *Clip para ater de 9V (oem ara ‘6 pilbas pequenas..)~ placa uma coldeagio imversa A mostrada (ex jdade marcada voltada para a ‘posl¢lo dcupadapelocapacitorde 100a... ‘Atengtio tarabém 208 valores dos compo- ‘hentes no polarizados (resistoresicapaci- ores), j4 que qualquer “troca de lugar” acarretaré problemas ou imprecisdes (Cat ‘ona funcionamento, proc simp ‘teu... Terminadas as soldagens, deve. ser novamente conferido (valores, tebdigos, posigdes, etc), verfieandorse também (pelo lado cobredado...) x qual- ‘dade dos pontos dle solda (austacia de “orrimenios”, fala ou excessos de sol- daessascoisas..), Quomainda tives divi- ‘dus na letra dos cOdigos ds valores dos ‘componenies, deveré recorrer a0 TABELAO APE (cocarte permanente da “Caixa para abrigar a moatagem, de pretectnela um container pldstco padronizado, com thedldas minimas em tomo de 70x55x30em. Pequenos pos de borracha para © conidiner = Knob para o eixo do ‘potencidmeuo, de prefertncia ‘do tipo “indicador”(bico de ‘papagaic ou equivalenté) Caricieces decalcéves, adesivos ‘ou wansfervels (apo "Letraset”) ‘para marcapio exiemada alxa (Controles, dial te.) Parafusos, poreas 3/32" ou 1/8") @ adssivo forte (Clanogccilato ‘ow epoxy) para fades _ Revista, sempre junto ts INSTRUGOES GERAIS. para benefieio dos inieiantes ‘e-dos “desinetoriados”.). Finaizando festa fase, obssrvar a exisiéncia de vrias ‘has “peritéricas”(pidximas ts bordas da plagutnn..), codifieada com letras si- ‘uals, ¢ quese destinam as conexGesexter- ‘nag serem vistas na prGxinia figut FIG. 4- CONEXOES EXTERNAS A PLACA -Continuamos “olhsndo" apiaca pela sua face nfo cobreada (como naga fa anterior.) pork agora a €ntase es nas ligagdes "da placa pra fora. Obser- ‘var 08 seguintes pootos: + Polaridade da alimentaedo (40s pontos Se da placa.) codificada come norma.) pelas coves vermelha no cahi= tho do positive ¢ preta no do negative. + Polariade dos terrinais do sinalizador piezo (aos pontos “Se” 6 “S-". da placa, ‘em comespondneia com as marcagbet ‘existentes Junto aos terminals do dito si- nalizador..) i SConexbes so, potenciometr, 0 qual & ‘isto “de frente”.nafigura...Notarque um {doe termainais do dito potencidmetro nll & ‘aproveltado, podenda fcar sem ligagXa, ‘Opservar aconextio a0 ponios*T” marco- ‘dacomumasterisco, além da presenca de tum outro astrisco junto ao terminal “+” do sinalizador piezo. detalharemos is80 mais adiante,, Dentro do possivel.respel- tanndo ag dimensos gerals do container ‘escolhido, toda a fscio deve ser manta {io curta quanto o permit a tnstaapao/ ‘poslclonamento das pegas, plack © con- ‘yoles/scessos, na caixa. Fos muito loo- gos, “pendurados”, 'sobrando" pra todo fads, serve para gerar confusto ¢ problemas mecinicos'na acomodachofi- fa, aléinde“complicarvisualmente? numa Fig.6 + FIG. 5 - ORGANIZACAO GERAL DODIALDOPOTEN DE TEMPO... - As figures 5 ¢ 6 dever ser ‘observadias © consideradas em eonjunto, com o Leitorfiobbysta também acompa- anda com eng as sepuates exp apbes © sugestbes... Para a organizayso | geal do dia ( |] Scomodevefcaracoss".). Como Teme po minimo em tomo de 1 minuto © 0 4s pouco mais do hora, as ee tapas esas core linear do poteaciometro utlizado.) sez talimente demarcadas..), Usando-se um transferidor ("tedidor de Angulos") 0 ibys NBO enconerare grandes - | tcutdadesemtviakyproporcionalmente "| @arco de giro normal do eixo do poten- “eibmetzo (pela norma, 270%). Mais a importantes: para boa vist- dor’ (bico de papagaio ou equivatente.,), também tio grand= quanto o permitaan as ‘dimensbes do préprio areo de divisoes do dial Tatsprovidencias contribilriaparao conforto visual © manual da(o) peradora(or) na utilizagto do disposii- FIG. 6 -SUGESTAO PARA OACA- BAMENTO GERAL DA CAIXA DO TEMCU...~ Embors, certament, outros “arranjs visuals” sejam posstvels para a finalzagtodo dspostivo,recomendamnos aotar 3 disposieso mosirada na figura, om “tudo” include no pale! frotal do ‘TEMCU (dial com o potencibmeir, n- terrptorgorahave de “iniio™ ea “ca- boca’ do sializadc piezo.) Dentro da calxa, obviamente,fcam apiacadocireui- to ¢ as pilnas (no devido suporte.) 00 Dateiazinna,tudo-muito bem fixado cor parafsos/porcas,ceventualnente“alya- 6" com pequsnos blocos de espuma do tylon ou isopor paraque nada pose ficar ‘Jogando” ou “plio™ no later do c= tainer...uatro peseaos pés de borraha [odetn ser fxados comadesivo ou paraf- 0s, Nbase da clna para da estailidads elegncia 20 conjunto.. Uillzando-se- por exemplo - uma calna em cor clara “Ginza, como é padrto.) ¢eletuando-s2 todas asmuarcagdes com earcterespretos, ‘oresullad sera onl visualmente per fei, “MACETES” PARA A CALIBRACAQ DO DIAL... Para uma simples e cfetiva cali- ‘ragio do dial, 0 ideal & encontrarse, ‘desde logo, a posicSo angular correspon- ‘dente a “1 hora’ para, em fongdo desse tmdximo (que pode notem= no corres: Ponder exatamente ao “final do pico" do felxo do potencidmetro”. calcuar, tani- ‘bémangularmente, as demals divisSesro- ‘oreionais ¢tineares. Acontece que “ter que esperar fe ‘uma hora” 4 cada tentativa de ajuste do DolenciOmetrs, serf- nd minim ~ um “aco”. A estratufajatervado 4060,con ‘tido, vem em soeatra da Ypacitocia® do. montador, durantea ditacalibraglo.. Bas ta, provisoriamente, desiigar 0 tenninal 4" dosinalizadorpiezo(veros astenstos! ‘na FIG. 4.) do ponto “4? da placa, & liga-to to ponto “I™...Com tal*subtertt. gio”. simplesment Ford em 28 segundos, Assn fits ta ligagSo proviséria, levace 0 Arob quase. 449 fim do seu, giro, en seotido hortio. (odo para a direita portato... ¢actona- Se a chave ger. Se-o Tempo vbiide, (Ginalizado pelo disparodosinalson0ro..) {ol superior aos esperados 28 sequndos, tenta-se novamenie, agora com 0 poten celometro ajustad “tim pouco antes”. Ja 'e 0 Tempo obtido fo! Inferior aos 28 | segundos, {az-se nova tentaiva, porém c0m.6 poteneiOmet ajustado para uma osigloangular“umpoucodepoi. ApS dois ou ts aJustes e-resajustes (com as espera, relativamente reves, entre cada verificaeio..),certamente seré encontras do 0 ponto"-de ajuste do potenciomera capazde gerar uma temporizago bastante roma (a6 rigorosa, se 0 montador fot Pacientee cuidadoso..) dos esperados 28 segundos (¢ que corresponde a 1 hora | quando o sinalizador esté Ngado 20 seu Contato definitivo, conforme FIG: 4..). | ‘Quem quiser demarcar mais um posto de referéocia naescala graduada, poderain | a. posicionar 0 ¢ixo do. potencibmsetro texatainente no meio do sen giro, cionsn= x FTTH en £80 0 citeuito e sjustando, re-ajustando f° cetimentos, | LED pode Set temovldo, | tedacozinhs, nfo erdproblemaalgumem flgumas vézes, até obter aposigio corres- | juntamente como mencionado pedago de | - simpiesmeate-levar 0 TEMCU consi- pondentsa:rigorasos 14 segundos (quer | fo ligado wo ponto “1. 40, sagas sua leveza, pequencz sport || Ueverd ser anotada na escala, com's mai y Dilidade, . Nessa condigto, certanente 0 Ceagdo de meia hora, ou 30 minutos.) eccce "riage de “io perteber” 6 aviso ssnor0 6 Depossedessesdoisimportantes rexduzido al zerot ‘pontos derefertncia(ponto mixime ov de Aumuzacho.... Thora, ¢ poato central oa de 30 anu tos.) lear bom maik teil e precisa 8 Jh deve ter ficado mais do que marcaglofdilato do restante do arco da | claraaformadeuilizaco piticadoTEM= ‘scala, conforme sugere a FAG. 5. CU, mas vamos a om breve “Manual de | NOTA-Otempo pela qual oaviso sonora ‘Nigesquecerque,epéresioin. | Tastrugbes" fica span 6 pelas propriascaracterst- tque® do calibrapag, 0 terminal “” do | -Girk-teoknobdopotenciOmeoajstan- | cis do eet = idéntico wo perf ajus- || Siatzadorplezo deve ter aut ligas30 n0- | do (pela reapectivaindzaylo no dil.) | ‘ado no potenciometr.. Assim, aust | | ‘amente- felts a0 ponlo “$+ da placa | Tempodescjado.Umexemplo:seocozi- | do um perfodo de S minutos, quando © || {podendo ento sé cortad aquele pedaco | mento de determinado prato-pelareceita. | sina sonora se manifesta, asin ficard Ge fo provisoeriaments ligido 1 ponto | - requer 38 minutos, est seck o valor" | por ouas 5 minutos (a mene € claro, Sprda da cuja.. ‘ajustado no potencimeito:. {foc OTEMCU scjadesativad, polo des: «Exton opgto alternative, | =Liga-sea chau geal dealimgatagto. | lgamesto dasa chave geal de alimen- ‘pad caso do Leitor/Hobbyste ndo que!’ | go TEMCU c... proto! Nada mais pre- | tap0, como que 0 sinil - obviamente = |) rer ficar “ligando/desligando” o sinaliza- | cisaré ser feito... ‘emudece...). Notem que isso é apenas um |) Gor pao do seu ponto definitive. Basta | -Decoridoo'Tempo pré-ajsiadoyo sisal | cardterttica do circuit (sem uma Yan: tearumLED comm aides dasueata | sonora dlspaard nfo, agudo, com um | tagem bem Uma defctnct..), due nem |) GocaroBobbyata.),tigandoseu terminal | “poder” em decibels (@ uma tovalidade | presist ser Tevada er conta, em termos. |) eanodo(A)a0 ponio“T” daplaca,co |. caractersica, a qual o guvido butmano é | préticos, que a tendncis de quem est} {erminaldeeatode (K)Alinhadonegative | allamcntesensiva..)capaz deavisaruma | usando o apirelho eet cetameate, de Gn alifxentagto.. Nesso cago, 0 aceadl- | pessoa mesmo quo ela sc encontre em | sempre desligé-lo imediatamente, ssi mento do LED “sabstiturs”o disparodo | oatrocomparimento dacasa.relativamente | que o sina sonora se manifests avisundo Sloal sonoro, com indcador (agora viso- | long: da coznia... jue decoreu 0 Tempo ajestido..! } fi, drante ealloagda,) do “final do. |” = Quem for nals jrevenida(o),¢tiver que a “Tempo ajasada”.. Terminados os pro- | siwar-seem onto realmente mula dstay- 4 ATENGAO TECNICOS DE RADIO, SNAICC MN Suter) PTS eee Thr (eee eer lwerd Celtel SUPER PROMOCAO DEMULTIMETAOS © muctivernos ‘CAPACIMETROS GERADORES DEBARRAS, FREQUENCIMETROS Beep OAMER meme MASSE Ss na 201 04 ie crominers ‘nate ‘TESTES DE. Staten it ns He at Sie pumeo in |e TESTES DE 3 Seyret Oe LUM APAFELHO DE QUALIOADE E PREO'SAO! Bo omcipes le teamae Serer Sash ae IDEAL PARA TECNICOS EM ELETRONIGA, ESTUDANTES, HOBOYSTAS,, PROTETICOS, ARTESAOS, JONLHEIROS, [QURIVES, FERRAWENTEIRCS, AEROMODELISUO; ETC VENDAS PARA TODO 0 BRASIL @ AUcaTES AMPERIMETROS,ETC, Sie ioe Pret tho oh 30-0898. CARDOZO E PAULA LTDA. rer mah Peet Peer @ ATENDEMOS TODO O BRASIL @ Nos grandes magazines, super: rmereados, nas agéneias bandas, joalhe= fas, reprtigbesarrecadadoras, ee, mi torde Voces dover er reparad naque- Jas xeretase“ameapadoras”chimaras de Meo, smpro esratepicamente poste. tadas,a“observae” as pestoas (principale ‘bent junto a pont especticosaentra- ‘dx do focal, rerio 8 fente de evertuals fichts co can, setores onde esto ve Tores, dinbeio, mereadortas cars, cc. INio.& yweciso, muta “imaghe agto” para “adiviahar” 0. gu as tals ‘lonaras esto “Tazendo” 14.2 claro que fazem pats de sofsicado sistemas de ‘seguranca ¢ vigilincia, com as imagens ‘apladas pecmanentemente, sendo tevae {as para montores numa sala central de ‘Stole ondeeventualmentso vdeotan- ‘bem 6 gravado (para efelto de identi cagio posterior de qualquer pessoa "Ts ‘grata em dolito,tentatlva de 000 0 ubo mesmo... Reatmeste 09 nits do F chudos comalstemas esse po, os mats clevadose conftdvels entre | tos ar possiiidades awalaeote exis Eee rece conse: Principalmente no | ue diz respel a grandes ambiente. n- ‘cluindo passagens esiratégicas, reas ex- terms, te. Enizetanio, 0 que povea gente oe de Voeds, Leitores/Hobbys- ‘s,m feos e "esperios,j& podem ter até “Usscoaflado™ dss.) € que em ‘nultos (nus mesmo..) casos, vieias das cimaras instaladas (em certos casos al€todas...) sio falsas...t Isso mesmo; nio_ ihn cota aca, Mera ca indias bem caprichadas ¢ acaba, Aspecto alamente provssional e "ec ‘olosio”,doradas de ura fala lente 10 Troma ery “enganador” LED pioto Plscando ininterruprameate,além de um [rosso "cabo de video" saindo por ds, ‘em direpto » um conetor na pavedcl A teorladacosasobassiano poderosoeteito “nibidor do profundo “desconforo™ que “qualgucr ser humano sonte ao perceher Aue esa “Sendo observado aleniamente", [ao poe alga so} por “alguma (CIRCUITO MINI-MAX) SEGURANGA"PSICOLOGICA" PARA RESIDENCIAS E ESTABELECIMENTOS PARECE “BRINCADEIRA”, A PRIMEIRA VISTA, MAS GARANTIMOS QUE NAO £.. | TRATA-SE, SIM, DE UM. “TRUQUE” MUITO USADO EM REAIS SISTEMAS DE SEGURANCA, NOTADAMENTE Os INSTALADOS EM AGENCIAS BANCARIAS, GRANDES ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS E COISAS ASSIM...1/EM SINTESE: NADA MAIS DO QUE UMA “HONESTA® CAMARA DE VIDEO (TOTALMENTE FALSA, MAS OS LARAPIOS NAO SABEM DISSO...), COM SUAS “PODEROSAS E SENSIVEIS LENTES” PERMANENTEMENTE APONTADAS PARA SETORES, LUGARES OU PONTOS ESTRATEGICOS E ESPECIFICOS, DE FORMA TOTALMENTE COSTENSIVA, PARA O QUE CONTRIBUI UM LED PILOTO PISCANDO. ININTERRUPTAMENTE (COM LUMINOSIDADE E *RITMO” "ABSOLUTAMENTE ‘NAO IGNORAVEIS...11 A “PRESSAO PSICOLOGICN EXERCIDA SOBRE AS PESSOAS “MAL INTENCIONADAS®, POR VARIAS #CAMARAS” DESSE TIPO, CLARAMENTE DISTRIBUIOAS PELO AMBIENTE ‘A SER PROTEGIDO, £ ALGO REAL, MUITO FORTE COMO ELEMENTO INIBIDOR DE QUALQUER TENTATIVA CRIMINOSA! DADOS ESTATISTICOS SUPER-CONFIAVEIS, SECRETAMENTE (E CLARO.) ELABORADOS PELAS MAIS FAMOSAS FIRMAS DE SEGURANCA DE TODO (© MUNDO, COMPROVAMA EFICACIA DE SISTEMAS DESSE TIPO...! DEPOIS DE EXPLICADA, A SEPREST (SEGURANCA “PSICOLOGICA” Pf RESIDENCIAS E ESTABELECIMENTOS) ASSEMELHA-SE AQUELA LENDA DO “OVO COLOCADO EM PE POR CRISTOVAO COLOMBO”... MAS, O FATO £ QUE... FUNCIONA! ESPECIAL PARA VOCES, INSTALADORES- PROFISSIONAIS (MAS, CERTAMENTE, TAMBEM PODENDO SER ‘CONSTRUIDO, INSTALADO € USADO PELOS HOBBYSTAS EM GERAL, INAS SUAS CASAS ELOCAIS DE TRABALI1O...) O SISTEMA E SUPER- BARATO (A ECONOMIA, QUANDO COMPARADO A EQUIPAMENTOS “REAIS", SITUA-SE NA CASA DOS MILHARES DE DOLARES..), A IDEI\ DA SEPREST VALE A PENA, GARANTIMOS, SER APROVEITADA NA PRATICA? EM TERMOS PURAMENTE ELETRONICOS, O CIRCUITO E (AI SIMs.) UMA VERDADEIRA “BRINCADEIRINHA, SITUANDO-SE CLARAMENTE NA ‘CATEGORIA MINIMAX (COMO VOCES JA SABEM, PROJETOS COM UM MINIMO DE COMPONENTES PARA UM MAXIMO DE “RESULTADOS™...)! REPETIMOS, E REAFIRMAMOS: O ASSUNTO E SERIO (NAO SE TRATA DE UMA "BRINCADEIRA BOBA", PODEM TER CERTEZA...) ‘sss: anentay, digamos,umaageo- ciabanedtia, “fingindo inocéncia” até situ- ‘ase em condigo de “dar 0 golpe”, othando para cima pars os lados uma ‘euidadots observago do amblente, Voce egies evi taro pilot piscandoameapidoraineate *spontando" para tudo o que € canto, para cada lugar estatégico crucial tenia to eximinoen Voe®stbe us fm alguma Sala de Controle, vigifantes aentos esto vendo seompanhand cata fovluteata seu, ¢ de todbs 88 pessoas “suspeitas” no recino..Além dsto, com toda acerzzao video ests senda grivado eee Menara! nd aida. Uma goa de suor glad descepelas sas costa. Voot engole em seco, enta mostrar oa mals “despreoci- Ado” posivel(@sube que ndo esd con: Seguindo enganay ninguzm..), mas passa 2 Sieattomen dec ale ue fe apronitn, um agente da seg & Yem, cautelosa mas firmemenmte, na sua “captur (@om ceriezs, Voe8 fd des Perfow as uspelias 9s reinadosobserva- ‘Gores Ha Sala de Controte...)! Voct dis fa cain eanene Ge cones, 9 “icho pega.) em diregso porta do ‘Salda atrayessi-a prendendo aregpiragio fo verse na ealcada, ctninha nama, ilna fore ctapor uns 10 meteos. Depo, aurscivie a other para rs, ansiogo» Pa ‘fece-Ihe que, na porta do Banco, um “agente” de terno Ginza, Sealosexcuros, ‘ara de "rao" (assim tipo Clint East ad) aide sal eo thre Vonb famentendo agent apres, 6. $a retain Ge pasos ‘Aa calgada, até virar a esquia e misturar- com amultdao, 6 entio senindo uma ‘et sentagt de avo, por “ter escape 4o" deumacaptura iquidaeeert durante ‘uma tentativa(@bviamonte rustrada.) de assalio! ‘Enquanto isso, 14 n9 Banco, den- teodasclmaras", pequeninos¢despreten | siosos circuits osciadores (nada mals do gue fss0..) continuam a excita os LEDS “plscantes” stuados no lado de lentes fal- sas..1'0 "resto" das calxas das efmarss, sid completamente. vazio... No hf no ‘nhuin eieuilo de video, nenihum tubo de ‘aplayo de imagens, © gross cabo que Snipelatraseirada“etnara” ndolevasinal de video entum... Simplesmente tra | energia C.A. para alimentagto do “mise +10" cireuitinho de excitapto. do LED... ‘Néo'tem “Sala de Controle” nenhuma, ‘Hem umn bando Je “agentes” durdes, mal: ‘encarados, de terno cinza ¢ éculos escu- *0s..1A *Seguranga"toda se resume aim fportando revélveres de pequend calibre ‘(paracujovso efetivo foram, quando mal- 1, “softivelmente” trinados..), Um dos ‘Buardinas, inclusive, esté dentro da gua ta totalmente desatento, lendo wma re- Wistinha de sacanagem, enquanio 0 outro, Incomodado naquele par de coturnos dois ‘admeros menor do que seus pés, "roca o [peso” do corpo deuma pema para aoutra, Imios cruzadas 2s costas, toreendo para ‘Chegar logo a hora do almogo.(a.velha ‘mamta com arraz branco ¢ um Gyo frita, ‘emis, j4 meio esturricado...) “"Santaimaginaei0", drso alguns de Voces, Leltores/Hobbysias.. "Esso fedator ands misturando tudo: enredo de {ilminho B pollcial com critica social...T§ Pirando..”, dito outros. Pensem 0 que 4quiserem, MASESSA PA REALIDADE, ‘a esmigedora maioria dos casos. B 0 pior (ou 0 melhor, dependendo do lado pelo qual seolhe a coisa.) € que funcio ra! ‘Mesmo (afirmamosisso,ebate- ‘mosopé...) noslocalsonde extstamedim- as de verdade, levando sinals de video 2 ‘uma Salade Controle, geralmente decada 10 climaras, apenas "uma ow duas $20 reals. AS utras..?’Meros “placebos”, eflctentes "engasta bobos"..| Beonomiza seum “dinheirio” e consegue-se, pratica ‘iene, 0 mesmo nfvel de seguranga obti- {80 com um none de emaras auléntl- a! Afial, mesmo os Tarépios mal esperios, profissionals do crime, e que ‘sabem dessa mumunha,simplesmente no ‘im como saber guais as cdmaras reais ‘equaisas“falsas, Ent, slmplesmente “procuram outro lugar para roubsr ou as salt". Estioconvencidos...?Poisbem.. Orpresente pmojeto mostra, jastainenie; ‘miolo”eletnico deuma essas clmeras | falsas, jantamente com insitugbes tu. _Bestdes para a propria construgto fisica © _ maqailagens” da ita cua, O“alsposi- iyo" poder& see montado para instalacto em estabolecimenios de teroeiros (cert ‘mente explicando ap eventual cliente & fungSo *pstcoldica” das “clmeras”, no vendendo “gato por lebre”,éento 0 fand- ioserd Voré..) eaié usado, com nttidas ‘Yantagens ¢ effcentes “Servigos de vi- gillocia” 1a propria residéacia do caro LeltorHopbysta, no seu estabelecimento (Ge for profissional ou comerciante esta belecido, como'o slo sabernos - muitos ‘que acoropanham APE..), etc. O custo final sera sempre muito ‘balxo(cerlamentoumas rina yezes meno do que 0 prego de uma efimar “de ver- dade”), a eomplicapto da montagem é simplesmente nenhiuria eoscomponentes ‘sfotodosconuns, defaeflimaaguisigao. ‘Eniio, vamos experimentar 0 “truque, FIG. 1-DIAGRAMA ESQUEMATL CODOCIRCUITO-0"miolo" eutal co da cémars fais, obviamente nio con- ‘tém complexas cireullos de video..! Ape ‘nas um despretencioso FLIP-FLOP trn- sstorizado, um mero ASTAVEL bascado em dois BC547B, ambos polarizados ems bbase porresisiores de 10K com mato ‘acoplagnento (da base de um parn-o eo Tetor-de outro, ¢ vice-versa.) foto pelos capaciioreseletroiicos de7ue22u (ese esproporsio entre os ditos eapacitores permite um ciclo. ativo “estreito”, no Simétrico, garantindo umconsurao méao, de energia muito baixo no circulto,ades- Delto da boa luminosidade imprimida no tinico LED controlado..); 0 transistor dx esquerila, no diagrama, tem como carga decoletor umsimples.resistorde 1K. J ‘9 da direisa comanda o LED, via resistor IMmitador de 560R.; Com os valores Re@ ‘envolvidos, a Frequtnca foal de "pisea- ‘gem! do LED fica entre 25Hize 3Hz, um ‘uno bastante apropriado para ‘chara Alepte® ue 6 ive bai da ist), Como duponivo we desis ‘gueirossecles “posta” de gastric | a6) porumaontedecnerglasuper ‘simples puando a ComremteTenso dre- _ | tamente da C4, toca, 110 o0 220.vot5, | arms dslimiadorsreattnciacapactina dex 330nx250V parutedede 110V, 00 “150 x 400V para fede d6 220)... resistor de 120K, paraelado coin 0 dito | capacitor, descarega-o quando o eel | ica de ser aliments pela CA, Um _ | uareto de diodos comats ipo INOS, iain enone 8 GA. can ‘atgando a CC: pulsada assim ot ftageme"amaciamenta™ealizaospela ‘apaciorelevoileo de 4700. Observer ‘tuséncia do “eostumetr” odo zener | egulador no cireullo, desnccesiro no as, uma ex que es pede imped sias¢consamo se encarrogamdemnter ‘Tensfo CC. Gna! em nivels plesaments ‘coléveis para 0 clreulo e seus compo: fn deel Cet ‘excita para 0 LED (boa laminosidads Tampeos, portato.) B 56 ssl A a despretensso absolutas (eesne porque mais do que isso no é ‘Netestdrio.). ATENCAOmngorecomicie daasosqusiguertemaiva de experimen. ‘aout valores ou cs para _Gralto(embora o Hobby mats arin. POSE, Se 0 quiser, fz8-to por a rico), jf que tudo Tok previ- = ct ran. mo 0 tranjo, sem perda das desejadas | Staterstices e parimetros finsis LAY our. po circurro frie - Como os cos, frgsarents 9 = psa (eas creas ¢ tmtamano ora Fig2 fig.) 6tanném desconplicad.. Pua feta anda mals vida do nota ‘exo illite canons aia ne ent adamcag oo pcradet que ose er Una ome crap {Com tots (edorotnes) Suet Peele us acaba bem ost 6 Proto dove couse vax dclgus [a melnor regulate desea oa Ainenses do tas ety cis ice 1 €abriata Unt cos pens ¢ inpoctante: grant cotta no t.| Dal para ye 6 0 brary "Ca ‘coiex6es indevidas ow fans... Como ¢ citculto Uda diretamente com a energie ‘Presentenos “polos” darede C.A., dever 2 Transistonés BCS47B (nao se recomend equivsletes..) *+ 1 -LED yermetho, redoado, 5 mn, depreterénciacomencepsulane fo franslicido (no do tio exis ‘4 traasparente..) de bom rend mento luminoso 4 -Diodos N4004 ou equivaentes 1- Resistor SOR x U6. 11 Resistor 1K5x 1/4W 2 Resistors (0K x AW 1 Resistoe 120% 76, + 1 Capacitor (potiéster)1500x400V_ (is para rede de 220¥) + 1 -Capocitor(potister) 3300 250 (56 pra rede de L10V) + L-Copscitor(letrotica) 20x 25V *+ 1 Capactor (eletolicn) 474 x 25V + 1 Capscifor(tetritico)470ux63V + 1 -Placa de Circuito Lmpresso espe cafes para a montage (64x33 em) [+ + Flo solda para as gages fig ser edodras 0 ios conta gis: Sher eveowaldades qe pn er famaja, Ads “canoe soe aro yn ec revi cea, TNS TRUCOES GERAIS PARA AS MON- TAGENS ido qu"peiessertbido™ Para Um pera apovetaen ds vane fags do Cheats peers Gt ta). UMA ADVERTENCIA, DESDE J/ elas razies jé explicadas (conexio prati- Sanentsarea da ceto NAW) sob nein ips as partes met fas da montage iain sla isd tmp) deve ocd fom osdeday staan dreioaliea: iad, sob otc de grave “chegues™ 4 | +) + CaboparaadlimentigioCa.Para ‘boa ‘maquilagetn” dacdmara fk a, recomenda-se0 uso de cabo. 4 tipo redond bifilar (dols ox os Isolados interno, revestidos or um isolamenta externa (pl4s- ligo ou borracha) einza ou preio, *edondo”, simulando um cab comnial wsido normalmenta fem video. e + = Materilparaaconfecasdacatxa, “lente, tubo da “ete”, suport, toy da camara fale (ver FIGs 56.,) Caracteres decalcdveis, alesives | ‘ouiransferiveisparamarcapioex- | terna do frontal daeaixa ( nna fntengdo de bern “magqullar” a | “cimama" - VER FIGURAS... Perafsos e poreas para fixagies, i tintas para acabamento da Caixa ‘tubo, e1c, | eae zag naden) {gem de trabalho.) de Cx cin fang da) ser encontrado pronto, no varejo,umicon- ‘Tensig da Rede CA. loca fever LISTA | sainer metili como "ito" geal ius- ‘Danes cobreadas do impresso,eospropr- | DE PECAS e diagrama esquemitico..). | trado, com 6 que 4e poderh cconomizar ‘sterminals metiicos dos componentes, | Finalizadas as soldagens, tudo deve ser | “mo de obra’, O soporte e a Tange de ‘fo podem, na acomodaeio final da mor | novainente conferido,..Observar, princi-| rapt do conjamio a parede, podem soe ‘agem dotiro da calxa metiica (ver dets- | ”palmente (peloladocobreado...seospon- | gbiidoseimprovisados com mada ac tes mais Atrete..) tocar nas supeticies | tos de, solda encomtram-se perfetos, sem | menue encontedvels em casas de ferra- Internas do container , devendo todas a8 | “eobras semi “vurtos” ou cotrimentos, | gens... Quem formas habiidoso nas coi fogigbes sercin feltas culdadosamemte | pertuzendo contafos efclivos, cftrica ¢ | sas da “metalurga", comtudo, pederd até ‘esse sentido, usando-se evennualmente | “mecanicamente falando... Ifo feo, a5 | constmrtotalmente’ conju, gastando | ‘separadores ou isoladores de fibraov de | “sobras” dos terminals ¢ “penis”, pelo | um pouco maisc tempo, porémeconomi- nylon va prevencto de coniatosindevides. | ado cobreado, podem ser devidamente | yando “tli... Observar a psi bet. ‘01 “cutas" perigosos. amputadas” com alicale de corte... “evidente” do LED pitoto, junio Rlentc™, | ‘amos no. pine ftontal da. “esr” "igcauiieads outs lathes de stlizagao grfica, de modo que ‘apenas cometerd um erro quem for real ‘mete muito distraldo,.1 Lembeamog,con- tudo, que 880 vrios 0s componenies po- arisados, que tém posicto nica e certa para insergto e soldagem & placa. Tals Pegas merecem atengto redobrada: +0 Ttegrado, com sua extremidade mar ‘cua nitidamente indicada. OSCR, com sua lapela mitdlica voliada pparaaposicSo ocupada pelos resistores de 1M e IM, - Os dosos (inclusive o zener) totascom suas extremidaces de catodo (K) clara ‘mente referenciadax pelasfaixas ouanéis. = O capacitor eletoltico, com sua pola- ‘ade de termisals também indicada, ‘Atengio, aloda, aos valores individuais ‘dos demals componentes (no polariza- «do8)-resisioes ¢ capaci(ores "eomuns”,, Finalmente, chamamos a aten¢%0 para a necessidade de adequar as valores dos resistores RX c RY (ver “esquema”, na FIG. 1eLISTA DEPEGAS... ATenstd daredeC.A local, Aqual a LUCPROT vi ser ncoplada....No-mais, 6 confer (do | ‘novo... tudo, muito diretinho, eo final, ‘cortando entio a “sobeas” dos terminals [Pela face cobreada (desde ~ 6 claro ~ que {odos 05 ponios de solda também tentiamn ‘ido visualmente, analisados.¢ julgados perfeitos..), = FIG. 4- CONEXOES EXTERNAS A PLACA ~ Na figura aneror. 0 Leito! Hobhysa deve ter notado algunas has! furs em posit periirss 8 placa Gonto 28 Doras do’ Impresso,), “sem us Destinann-se, tis ponies, &sconextes ex ‘temas, agora detalhadas (comaplaca aln- dayistapelo seulodo no cobreado, parse om os demais componenies provisorine i 4 H Ha fi abe ui it I i i i aH ! ii i i bi eine “invitblizados”, para nto ara n..)-AOS Pontos LL. so ligedos 0805 ue vio 43) Hinpada() contolada(s)em ‘qualquer comprimento. que se taga ‘necessiio.. Os furos R-R destnain-se As ligagoes rede CA (ambém to eonpri- ‘ment que for nécesséro,... OLED pilto Gcende quando almpadacstdapagida.¢ ‘apaga quando adit impads encontrase fees. }deveterscusterminais conctados {80$ Pontos A e K eonforme préviaident> ‘es; dos ats terminals (quem ainda liver dividas, poderd recorrer a0 TABELAO APE, onde aidenificagto de pinos, “pernas” e terminals dos compo- entes mals utlizados'é devidamente ‘mistigada..), Finalmente, ao porto T € Jigad (através de apie bem curt, ou faitioblindada,conforme detalharensos a Segui.) 0 conjunto sensor (construgio explicada também miais ediane.,). Tudo ‘aksimples dire, requerendo timpouso de slengtn.“UMAVISO pate Aas ter oben (amine Se Pobentes..) do cirito, uma ver conetado CA el tr peru ch 4 felativainente elevada “vollagen da fede (110 ou 220V)... Assim. em tis ei jcunsttncias, JAMAIS doverto set toca. * CIRCUITOS INTEGRADOS ‘© TRANSISTORES ° LEDS Distr # TRIMPOT DATA-EX dias tals pares, j4 que cosre-se 0 isco de “cboques” desagradavels © perigosos! Assim, em qualquer manuseio, mac Inutengio, et. cerufiquem-se que w ener- gi4C.A. encontra-so desligada docircuio. (OU que a chave geral, Kno “quadro de orga" do local, esté destigada,.). + FIG. 5 - CONSTRUGAONNSTA- LAGKODOSENSOR.- Coons | alton inti a longo da presents ds. | rgd, 0 pono tort” ao creo |, comple anitciadecontto tio" Ore jo deo co oper, com asopetoe metficatoseaur oqeltconigrasen tee, um acionanntn po pond ¢ do proprameste por logue.) vse ue Csi ea reenhort ov potepia pores auras lotante (esi sim endo oo rnendo ser ocada plo uperadu.), No Aageama $A vets wait das poss | dads pais par sereuvagan da sa | ‘partir de um quadradinho de fenolite (do etm tip Utada para a contecyso de Grealiosmpresion rein serene 25 cn dela, caja ace cores deve resting a ws quadaainho uns posco ‘menor com coreude 20cm, dela ta Darte cobread deve se ligeda por vas ie fio, ola, s envio, ao pont dapieee SRLUCEROT. 9A trade -toue! srk ‘face nto cobreada do quadrats assim poder er tina nde for ieee onveneat.. Ease sistema os pareos equa para ead LUCEROT acontaledeumabajehporexerpion Pt fim 51 eros wou wan) got do para ullzigao o culo no co ttle liad “normais” doy aposse: {os ueunst cass unre comare ‘aso, placa doeirevilo deverdser“embn ‘ida’ numa eat 4" ow miesmo'x 2", com alguna dade, j6 que no segundo eas 3s din shes dio “rents. uilzando-se unt “es ‘pelo cego” (tampa sem furo, para ‘ca padio..}, 0 topo do qoal, ein su Dartefrontal, deve sobressair OLED pilot o citevito Ge preciso for, liger0 placa por um par de fioziiios finds, iso Gos...) Por trds dansko central da “espe Iho cego”, fixaese (pode ser colada cont ‘adeslvofors..)umapticametlicaquat 4 ou retanguiar, com dimensdes apraxie§ ‘madas de 5,0°x5,0.em. (se “eouber” um PoUcO malar, pocie'ser:.),ligada por 6) ‘aldado) an ponto T do Impreso.. Cam esa drea um pouco mals “avantajda”, 0 Sensor reagirdsdo 600 toque direto sobre) aparteplisticaextérnaddo“apetho ceed” ‘como também A mera aproximagto palm da mo do opersdor. -FIG.6-ASENSIBILIDADE, ECOMO, CONTROLA-LA... = J4 foi dito que 0, onto do‘ cireuito fineiona como un espésie de “anten,capiando por prox. midadle 0 Campo eleiro-magnético de 66 Hz desenvolvido sobre o compo do oper dor pela presenga da rede C.A. local que emana” tas radiagdes, normalmente ‘Sendo uma “antena”,o sensor & 140 mais Senstvel quanto idlorfor' Se, contd tal sonsibilidade for “exagera, 0 circuit fica instavel, eventualmente com a lem pada controlada acendendo ou apagand) ““sozinha".. Pracviteisso,deveseemar- tido 0 sensor to pequeno quanto possa ainda ser conyenlentemente "exeitado! Delo toque (area metdlica “atras” da face afte, nao maior do que uns 2,0 x 2,0 " Gt.). E posstvel usar-se uma superficie I liea maior (no muifo...), porémnesse aligagdo entreadita cujae aplaca do doves rete nl cat Ter eeprom ne Secreta escalate. Nese cas acyctiodeesetehigaianenc ‘Sasomo univ mom cae fev agra Nese ‘cabo ligada ao Impresso, 0 “vivo” vai ao onto T ¢ a “malha” deve ser conctada & ita meat selec one tient poo era tere MS aus eiceneate) Ne pon Asalmencr apnoea “| Hirao, cortando-sea°matha ene. Lem ramos que tls culdados no controle di “sensibMidade apenas se referer A gap ‘do-sensor, Jé que tanto as conexdex _ | ‘pada quanto A.C.A., podem ser feitas [em qualquer comprimento, sem proble- ms. : = FIG. 7 - UMA IDEIA, INTERES- SANTE.E ELEGANTE..~ Para quem 4indanto percebeu, 0 LED do cireulig nso | Sam mero “enfeite”, mas sion ua eal utlidade, como seu aeendimento sempre ao contririo” da ldripada eonitolad.. Dessa forma, estando a fimpada apagads, | 9 dito LED mantéimese uceso,“sinalizan- | 99" claramente a. posigio do sensor, na | Sscuridgo,. Quando a lampada € aciona- 4, por no ser preciso - obviamente - Denlum aviso ou monitoramedto, © LED. pagal A “‘eolsa” fica mals clara com ‘Una sugestio,prética, elegante © “life "| seo", lustrada na figura: 0 Lettor/tiob- ‘bysta poder construir,ou mesmo adapter, um desses abajores “de pé que se urana saladeestar, complements dedocoragtio ‘ede jfuminapio “stenuada” (para ver TV, ‘Por exemplo.), embutindo 0 circulto no pescogo” 40 dito. abajur. colocando.o, sensor eee LED pilloto em ponto hem acessfv © - Jogo sob cleo sensor, também “embutl- ‘do no “pescogo” da pega. Nessa dis- Ho, mesmo na escuridto da noite, 0 1, brilhando, sinalizaré a posigao do sensor, "gulando” a mo do usysrio: a0 Polo detoque que causaréo acendinento a Kimpada.. Garantimos que as vistas” ‘leario - np iinimo - inrigadas com um abajurtao sofisticado que acende cuapaga apenas com. um toque da. mip sobre 0 "pescopo” do dito cujo.s! “Chique” ¢, iterent,. Respeitidosos limites de Pottn- ela da LUCPROT, ou sejx: 200W em IOV e 400W em 2207, nada impede que ‘ras: tops sejam simul : ontroladas, desde qve tas sj ae ‘das.em paralelo (¢ que, obviamentc, a | soma da sas “watagens sto wap | os mencionados liner: d ‘soloed hos parece bastante | Incada pare entrole dt ilaminaglo | {sas deus oltivo, como corraores condomtios e ois sim, ura vez qe | em tas apicagbes, os interiptnes “MOF | mais”, eletro-mectinicos, apresentamuma } dire mio ae eae | ‘do intenso uso... ComoaLUCPROT fun- |) sos sem par moves a duablidade 6 Pratiameats infin ‘No emcee qu o circito nda ¢ apropriado para 0 conte de ontas ‘igor de limped, que nao as convencin is, tneandescenss filament), Pe: falizad,lembrsmos ae for rete Ap oso iran ones” (de mana sem"), convém dota o SCR de um pee ‘vee disinoda e calor, por media de eeuranga (a preciso nla” dss \dor2io, j4 que a emanagho de calor, | Testo etn ai esos, ¢ madera, com. | SCR rabathando seawe com rsativa “folga®...) es ‘GERADOA De Bannas ‘obs US$ 390,00 | A OS CIRCUITOS INTEGRADOS - 13 S VARIAS FORMAS PRATICAS DI “ACEITOS” PELOS CONTADORES C.MOS (NO CASO DAS PRESENTES “LICOES”, MAIS ESPECIPICAMENTE 0 CONTA- DOR DE DECADA 4017...). COMO UTILIZAR, RAR OS PULSOS "ETI VAMENT! DE CONTAGEM E COMO USAR, NA PRATICA, OS PINOS DE “AUTOR iO DE CLocK” E 'E “RESET” (PARA INTERRUPCAO AUTOMATICA DA CONTAGEM EM DETERMINADO PONTO, OU PARA UMA “RECICLA- GENT” MAIS CURTA DA CONTAGEM..)/ UM “MONTEL TEORICOS B PRATICOS QUE 0 LEITOR/”ALUNO” MENTE, NAS MONTAGENS QUE Bi TRUQUI RA, FREQUENTE- BALIZAR E NOS PROJETOS QUE INVENTAR! ADENDOS DE CONHECIMENTO “OBRIGATORIO" POR QUEM QUER REALMENTE CONHECER AS APLICACOES DIGITAIS..) “Aula” anterior, vimos-uma ‘Série de concetos ¢ arranjostorico-pedl- £08, Eom os contadores binaros ¢a forma como eles “mostra a contagem dos pul 808 aplicados as suas Entradas, félamnos Sobre 08 decodificadores (biocos que * cebemt"ainformato numérica embindeio 4 “apresentam” j4 numa configuracio ecitial, mais“entendtver" petaspessoas), ¢ também flzemos algumas andllses bist. as sobre como a informacto mimrica 6 ‘almente esecits" num display em barra as LEDs. Paralelaments; fzeros win esti- fo inciat sobre umm dos Tntegrados mais Yersiteis¢ mals ulilizados em montages Dréticas,destroda“Yamitia’ cigital MOS, jistamente um CONTADOR DE DECA: DA, 0 4017, que embvte, além do ‘dal CONTADOR, também uns Junto DECODIFICADOR com 10 Sataas “sequenciais, © mais outrs facilidadese Dinos de controle (que permitem, inclu. sive, 0 seu “entiletramenta” de modo a Obler contagens a6 as casas das cenienas, milhares, ete) DAS: formes: havfamos:promeildd fna“LiySo anterior, oassunto "4019" ale ‘da tem tauito "papo pea manga”, uma vee ‘que dads importantes, em seus asecion fedricos © pritiss, 880 de conhecimentn ‘essencial para 0 correto aproveliamento| ‘esse “famigerado” componente, em ci ultos e aplicagBes as mals divers ‘Assitn na presents “Aula”, aor: Garemos as vérias possibilidades de gos ‘ago de pulsos de clock para o 4017, lem e formas efetivas de uiizagao das suas Salas. miso potencial de controle cxere ido vis pinos de reset ede clack enable (& bomreveraLigio” abterior para econar {cettos.coneeiios importantes para a 50a, ‘compreensio da presente “Avla".)! ° AS CONDICOES BAsICAS DE FUNCIONAMENTO, PARA 0 4017... ‘Assim conn 1609 € qualquer in- tegrado ou loco inteino da "fama E-MOS, 0 4017 também apenas een! | sliece” polsos muito bem defnids, eof nsigOe$ de estado muito rfpldasemnstia | Batrada. Tso quer dizer que @ mda true extados Tense embecreankicec | “Alsoe (venue com pent osblocosintemasdo40L7scocorerem | madiieasdes ou adequybesnecestnas a Comrazofivel velocidade... Transigdes len- condighes especiticas...). ‘as, na forma de a0" € “ao” (também | fatness repoduzidos pelos Litres! “rammpas” ascendentes 03 ‘alemosumpotco teenieaments, sobre ends uma desss posblidades: eocee FIG. 1 = CLOCK COM. TUS - Um implesoseiladorcom Transistoe Unijangio (estudadoem “Aula” especie.) cons- ‘paraenvio AEntradaprincipal | tui excelente fonte de “trem de pulsos” | centeza de que das transigbes.. iprovidéocia€ obter a | para um 4017 (ou outro bloco CMOS, {als manifestagdes serio | qualquer... A Tenstlo de trabalho deve ser ‘Seinpre bem definidas,ocorrendoem rdpi- | conupaifvel com os requisiios CMOS. ( 9V, noexemplo). A Frequénciade perngo {dos palsos& doterminada pelos valores de Rx e/ou Cx... +RIG.2-A -CLOCK COM GATES NOR Nada mais do que um ASTAVEL coin ‘sites NOR, com Frequéncia determinada is tlizadas na priti-- | pelos valores de Rx e/ou Cx. Q arranjo id ibilidades {oi estudado em “Aula” especffica wateri- _ 6f, ood tambéaa foi vista a possiblidade setransformarociteuitonumclockdotado ‘de “terminal do antorizagio’ = Um ASTAVEL cain gates NAND, sem re com i Frequénela dependetite dos va | ‘e"autorizapo? conform visto eny "Aula ‘anterior... Norarque os dois exemplos,2-A\ 248, também podem ses fallmente org fzados coun gates simples inversores.. | = FIG. 20 - CLOCK COM GATE SCHMITT TRIGGER - Deo de esi: {uraspuramenie CMOS, 6-provavel =o mais simples arranjo de clock, 34 que llliza, ativaments, apenas tam gue (a0 ‘caso um NAND contido num 4083.) Frequencia do “trem de pulsos 6 determi ‘nada (como sempre...) pelos valores de Rx elov Cx... Pode também ser dotado de {erminal de autorizagio... Bisie-ninda & possbilldade de se organiear 0 erenjo putin de um gate simples inversor, com Tunedo Schaitt Trigger. 9 ~ FIG. 3 - COMPATIBILIDADES E PARAMETROS...~ Lembrar gue em 1 ddos os exemplos de clock aqui mosiridog, Tensio de alimentario (paramerady| ‘como wid das possibilidades, em 9V..) dave set idBnticn a aplicada 20, 4017... Deno da faixa que valde a SV, ‘lo hé problemas... Eventualment, para @ ‘adequar regimes de Corrente,eparamitua Pers [potesio dos bioros, um resistor (com ya- Jor tipico desde “nada” as 1M.,) pode ser Jnterealado no “percurso” do sinalds clock (ouseje: entre a Saida do bloeo gerador ea ntrada do 401 - FIG. 4-A ~ GERADOR “PASSIVO" DE PULSO INDIVIDUAL... - Sem ne- thurs componente tivo, 0 aanjo pode srr polos individuals um puso a ead Tresslo sobre opush-buion N'A deapazes Geexctar“manualmente”aEntradadeum 4017. { = FIG. 4-B - MONOESTAVEL COM GATES. NOR = Dois gates NOR. dois resistores ¢ um capacitor, formam um ge- radar de pulso individual bastante prétie 69.. A cada toque do dedo sobre o par de fensores (que pode, se preferido, ser subs- tituido porum simplesimtemuptordepressto NA), win pulso (Caja “Iargura" 6 depen ‘dente dos valores do resisor/eapacitor en ine os pinos 3 5-6.) €enviado & Entrada ‘eum 4017. “FIG,5-CLOCKCOMSS-Umsimples | 0 BOM APROVEITAMENTO = FIG. 4.C - MONOESTAVEL COM vi atta: GATES NAND = Agora com dos gues | BTUUCASTAVEL cenrado num neerr Das saipas Do 4027... AND. ou gard plo individual | $2,988 (Gara sormonenie raga paste prc de tmue (on com prsh- | pode sor dinensonada pls valores dos eee oe see Pun Ne abi ones. | resigoreapacioes..Nocato do exem- |... rgmeramot ate, Sead amt) Sear spies elas rua Mos | oC rere (Beasee OO) NTT commie erie ~ Ronmieragtes. fetta bars MO" | apresent ua fequtnctadeapoximads- | 4)l/ cone conponenedsinetoi Bea ebeeC cere Ooreaiae | meme,L Re (om puko por Sogo). | ee eet ee acne Saccurgaa | cae toe" da Comente acamponetie ek Tee prnioe (cpr dopenioe e've. | ate de Teo” a Renee ce eae eae Te eect, | fit foontador da segundo" digi, wo |. (98 Mesos custtps ios ease, Pe crceicecsnaiagc | Memaestkupecomt ocmereonm | 5 us ace ron a eiiavitererttcus prune cia eee CMOS, ou, da caparidade que qualquer Sauda dese “atin tem de sorte Dequalquermodo, splicagbes que ‘demandem baira Corrente poder ser liga- sas diretamenie 8s Saas de ums 4017.6 fungdes que *puxem” ntvels de Correnté e/ (ou Poténcia mais consideraveis (e até que ‘evenwalmenteprecisemtrahalharsobTen- es mals allas do que aquelas “suport 8" pelos CMOS...) , requsrém a inier- ‘medigto de cieultos ou componentes na ‘condicio de*reforeo", confoeme veremos asemuir.. ‘Lembramos que (6 foram visios ‘virios exemplos, inclusive em recente “Auli do ABCDE..) ammera excitaglo de ‘simples LEDs pode ser feita de mancira direta por Safdas do 4017, dese que - por ‘medida dé seguringa contra excesso de dissipagto -aTTensao geral dealimentacio ‘soja de até uns 6V (n0 maximo, SV...)