Você está na página 1de 233

Faculdade Multieducativa

Bacharelado em Sistemas de Informação

Trabalho de Conclusão do Curso

Sistema Eletrônico de Gestão das


Informações de Estágio:
O caso do TRE.

Afonso Corrêa Filho


Alex de Oliveira Sousa
Alysson Alves dos Santos
Rigson da Silva Freitas

Orientador: Prof. Msc. Vanilton Souza Vidal

Taguatinga - DF
2008
ii

Faculdade Multieducativa
Bacharelado em Sistemas de Informação

Trabalho de Conclusão do Curso

Sistema Eletrônico de Gestão das


Informações de Estágio:
O caso do TRE.

Afonso Corrêa Filho


Alex de Oliveira Sousa
Alysson Alves dos Santos
Rigson da Silva Freitas

Trabalho de Conclusão do Curso orientado


pelo Professor Vanilton Souza Vidal e
apresentado à Faculdade Multieducativa,
como parte dos requisitos necessários para a
conclusão do curso de Bacharelado em
Sistemas de Informação.

Taguatinga - DF
2008
iii

Aos nossos familiares e amigos que nos


ajudaram direta e indiretamente para a concretização
deste grande sonho.
Aos professores: Vanilton Vidal, José Valney
e Symball Rufino por terem nos ajudado na
confecção desta obra, validando todo o trabalho.
iv

AGRADECIMENTOS

Agradecemos em primeiro lugar a Deus. Ao professor Vanilton Vidal,


orientador do presente estudo, agradecemos por suas múltiplas e preciosas
sugestões que auxiliaram o grupo no desenvolvimento deste importante trabalho e
também pela minuciosa revisão do texto, assim como todas as correções, sempre
oportuna e esclarecedora. Ao sábio Professor Symball Rufino, a nossa gratidão pela
generosa e permanente disponibilidade na partilha dos conhecimentos. Ao
experiente Professor Rildo Gonçalves, agradecemos à preciosa ajuda no
esclarecimento das dúvidas.
Agradecemos a todos os membros do corpo docente, em especial aos
professores – José Valney, Josias Rodrigues, Valterson da Silva, Joseilda Cabral,
Márcia Sabino, Fábio Nogueira – que contribuíram para o desenvolvimento deste
trabalho.
Agradecemos aos nossos familiares queridos, pela compreensão, incentivo e
paciência constantes.
Agradecemos a todos da faculdade Multieducativa, com carinho e em
especial, à Inês e ao Lúcio, pelo ânimo, afeição e amizade com que nos trataram
durante todo esse tempo.
Agradecimentos a Família Xímenes, pela gentileza e a disponibilidade com
que cederam documentos e informações, contribuindo para o desenvolvimento deste
estudo.
Agradecemos aos analistas: José Alessandro Alves, Caio Carvalho, Sheyla
Cordeiro e Wisley, pelas preciosas sugestões, e as informações generosamente
cedidas;
Um último agradecimento em especial, ao jovem José Cordeiro, pelas belas
palavras de ânimo transmitidas durante a fase de conclusão deste trabalho.
v

DEDICATÓRIAS

 “Dedico este trabalho primeiramente a Deus, pois sem Ele, nada seria
possível. A minha família; pelo esforço, dedicação e compreensão, em todos
os Momentos da minha vida. A todos os amigos que contribuíram direta ou
indiretamente para a realização desse projeto. Em especial, ao meu grande
amigo Caio Carvalho, por sua confiança e credibilidade em minha pessoa e
pelo mútuo aprendizado de vida, durante nossa convivência, no campo
profissional e particular. Amigo, gratidão eterna!!!”
Alysson Alves dos Santos

 “Dedico este trabalho a Deus, a minha grande família e aos meus amigos.”
Alex de Oliveira Sousa

 “Dedico este trabalho primeiramente a Deus, pois sem Ele, nada seria
possível. Aos meus pais e irmãos pelo apoio irrestrito em todos os momentos
de minha vida. Em especial à minha esposa que soube tão bem compreender
os meus momentos de ausência em função deste trabalho.”
Afonso Corrêa Filho

 “Dedico este trabalho primeiramente Deus por ter nascido e está vivendo
numa ótima época (de Mangás, HQs e de vídeo games extraordinários). A
Selmara, por ter me compreendido, incentivado, orientado e ajudado na
finalização deste projeto, por este 4 anos de vida acadêmica (“ paixão, você é
a mulher de minha vida!”). A minha família; pelo esforço e compreensão. A
todos aqueles que contribuíram de maneira direta ou indireta para a
realização desse projeto. As empresas que acreditaram em mim, e que
ajudaram a ser o profissional que sou hoje. Em especial ao professor Symball
Rufino, por sua fé e confiabilidade em minha pessoa e pelo aprendizado de
vida tanto no ambiente profissional quanto pessoal que me foi passado,
durante toda a nossa convivência. A todos os meus sinceros
agradecimentos!”
Rigson da Silva Freitas
vi

"Não se pode ensinar alguma coisa a


alguém, pode-se apenas auxiliar a descobrir por si
mesmo”.

Galileu Galilei
vii

RESUMO

Com a finalidade de apresentar uma proposta para suprir as deficiências


existentes no gerenciamento de informações referentes aos estagiários do Tribunal
Regional Eleitoral do Distrito Federal e de oferecer uma solução tecnológica para
auxiliar de forma precisa, mais completa e que melhor atenda às necessidades do
órgão facilitando o serviço dos 2 setores (Setor de Capacitação e Call-Center),
responsáveis pela gestão de gerenciamento de estagiários foi desenvolvido o
Sistema Eletrônico de Gestão das Informações de Estágio (SEGIE). Para a
construção do sistema optou-se pelas metodologias do Processo Unificado, que
padronizam as fases de elaboração de um sistema Orientado a Objetos. A
elaboração deste projeto constituiu-se em 4 (quatro) fases: Concepção, Elaboração,
Construção e Transição. Na fase da Concepção realizou-se todo o trabalho de
contextualização do sistema, onde foram realizadas entrevistas com os usuários-
alvo para que se tivesse um motivo claro da necessidade de construção do sistema
e toda a abordagem conceitual do sistema; na fase de Elaboração foram feitas às
análises e a idealização do sistema, onde todo o sistema foi especificado através de
textos e diagramas; na fase de Construção, onde o sistema foi realmente
implementado, utilizou-se as ferramentas descritas na fase de Elaboração; a fase de
Transição é a fase onde o sistema foi finalmente implantado, após ter sido
implementado e testado.

Palavras-chaves:
 Estagiário;
 Gestão de Informações;
 Tribunal Regional Eleitoral.
viii

ABSTRACT

With the purpose of presenting a proposal to supply the existent deficiencies in


the management of referring information to the trainees of the Regional Electoral
tribunal of Distrito Federal and of offering a technological solution to aid in a precise
way, more it completes and that best assists the needs of the organ facilitating the
service of the 2 sections (Section of Training and Call-Center) responsible for the
administration of trainees' management the Electronic System of Administration of
the Information of Apprenticeship was developed (SEGIE). For the construction of
the system we opted for the methodologies of the Unified Process, which standardize
the elaboration phases of a Guided system to Objects. The elaboration of this project
was constituted in 4 (four) phases: Conception, Elaboration, Construction and
Transition. In the phase of the Conception it was made the whole work of context of
the system, where they were made interviews with the user-objective so that if
he/she had a clear reason of the need of construction of the system and the whole
conceptual to approach of the system; in the phase of Elaboration they were done to
the analyses and the idealization of the system, where the whole system was
specified through texts and diagrams; the phase of Construction is where the system
was really implemented, using the tools described in the phase of Elaboration; the
phase of Transition is the phase where the system was implanted finally, after having
been implemented and tested.

Word-keys:
 Trainee;
 Administration of Information;
 Electoral Regional Tribunal.
ix

SUMÁRIO

CAPÍTULO I ...................................................................................................................................................... 18
1 – INTRODUÇÃO ............................................................................................................................................ 18
CAPÍTULO II ..................................................................................................................................................... 20
2 – PROJETO DE PESQUISA ........................................................................................................................... 20
2.1 – MOTIVAÇÃO PARA ESCOLHA DO TRABALHO .............................................................................. 20
2.2 – DESCRIÇÃO DO PROBLEMA A SER PESQUISADO ...................................................................... 20
2.3 – JUSTIFICATIVA ................................................................................................................................ 22
2.4 – SOLUÇÃO DE SOFTWARE PROPOSTA PARA O PROBLEMA ...................................................... 22
2.5 – OBJETIVOS A SEREM ATINGIDOS ................................................................................................. 23
2.5.1 – OBJETIVO GERAL ................................................................................................................. 23
2.5.2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS................................................................................................... 23
2.6 – RESULTADOS ESPERADOS COM A SOLUÇÃO PROPOSTA........................................................ 23
CAPITULO III .................................................................................................................................................... 24
3 - METODOLOGIAS DO PROJETO DE PESQUISA........................................................................................ 24
3.1 CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA ....................................................................................................... 24
3.1.1 TIPOS DE PESQUISAS ............................................................................................................. 24
3.1.1.1 PESQUISA BÁSICA PURA OU FUNDAMENTAL ........................................................ 24
3.1.1.2 PESQUISA APLICADA ................................................................................................ 24
3.1.2 CARACTERÍSTICA DA PESQUISA ........................................................................................... 25
3.1.2.1 ESTUDO DESCRITIVO ............................................................................................... 25
3.1.2.2 PESQUISA QUANTITATIVA ........................................................................................ 25
3.1.2.3 PESQUISA QUALITATIVA .......................................................................................... 25
3.1.3 PESQUISA METODOLÓGICA ................................................................................................... 25
3.1.4 PESQUISA DE CAMPO ............................................................................................................. 25
3.1.5 ESTUDO DE CASO ................................................................................................................... 26
3.1.6 TÉCNICAS DE PESQUISA ........................................................................................................ 26
3.1.6.1 PESQUISA BIBLIOGRÁFICA ...................................................................................... 26
3.1.6.2 PESQUISA DOCUMENTAL ......................................................................................... 26
3.1.6.3 PESQUISA DE LABORATÓRIO .................................................................................. 27
3.1.6.4 - PESQUISA EX-POST-FACTO ................................................................................... 27
3.1.6.5 - PESQUISA-AÇÃO ..................................................................................................... 27
3.1.6.6 – ENTREVISTA............................................................................................................ 27
3.1.6.6.1 – TIPOS DE ENTREVISTA ......................................................................... 28
3.1.6.6.2 – FORMULÁRIO ......................................................................................... 28
3.1.6.6.3 – VANTAGENS E DESVANTAGENS FORMULÁRIO
DE ENTREVISTA ..................................................................................................... 29
3.2 – UNIVERSO DA PESQUISA .............................................................................................................. 30
3.3 –A ORGANIZAÇÃO REQUISITADA ................................................................................................... 30
3.4 – DELIMITAÇÃO DO ESTUDO ............................................................................................................ 32
3.5 – PESQUISAS POR AMOSTRAGEM .................................................................................................. 32
3.6 – INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS ..................................................................................... 33
3.7 – ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS .................................................................................. 33
x

3.7.1 – ANÁLISE OU EXPLICAÇÃO .................................................................................................... 34


3.7.2 – INTERPRETAÇÃO .................................................................................................................. 34
3.7.2.1 – REPRESENTAÇÃO DOS DADOS ............................................................................ 34
3.7.2.1.1 – TABELAS ............................................................................................................... 34
3.7.2.1.2 – GRÁFICOS ............................................................................................................. 34
3.8 – METODOLOGIA DA PESQUISA ADOTADA NESTE PROJETO ...................................................... 35
CAPÍTULO IV .................................................................................................................................................... 36
4 – ANÁLISES DOS RESULTADOS.................................................................................................................. 36
4.1– LEVANTAMENTO DE DADOS .......................................................................................................... 36
4.2 – MEIO UTILIZADO.............................................................................................................................. 36
4.3 – RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DA COLETADA DE DADOS: ................................................. 36
4.3.1 – ESTAGIÁRIOS ........................................................................................................................ 36
4.3.2 – SUPERVISORES .................................................................................................................... 42
4.3.3 – GERENTES ............................................................................................................................. 45
CAPÍTULO V ..................................................................................................................................................... 51
5 – REFERENCIAL TEÓRICO .......................................................................................................................... 51
5.1 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ......................................................................................................... 51
5.1.1 – INFORMAÇÃO ........................................................................................................................ 51
5.1.2 – SISTEMAS .............................................................................................................................. 52
5.1.3 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO .................................................................................................. 53
5.2 - LEGISLAÇÃO DO ESTÁGIO ............................................................................................................. 54
5.3 – VANTAGENS DO ESTÁGIO ............................................................................................................. 55
5.4 – PERFIL DO ESTÁGIO ....................................................................................................................... 56
5.4.1 – CARACTERÍSTICAS ............................................................................................................... 57
5.4.1.1 - VINCULO EMPREGATÍCIO ....................................................................................... 57
5.4.1.2 – CONTRATO DE ESTÁGIO ........................................................................................ 57
5.4.1.3 - ADMISSIBILIDADE .................................................................................................... 58
5.4.1.4 – PERÍODO DE ESTÁGIO ........................................................................................... 58
5.4.1.5 – FISCALIZAÇÃO ........................................................................................................ 59

CAPÍTULO VI 60

6 – METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ..................................................................... 60

6.1 – ORIENTAÇAO A OBJETOS (OO) .................................................................................................... 60


6.1.2 – PRINCIPAIS PROPRIEDADES DA ORIENTAÇÃO À OBJETOS (OO) .................................. 61
6.1.2.1 – OBJETOS E CLASSES ................................................................................................ 61
6.1.2.2 – ENCAPSULAMENTO ................................................................................................... 61
6.1.2.3 – HERANÇA .................................................................................................................... 62
6.1.2.4 – POLIMORFISMO.......................................................................................................... 62
6.1.2.5 – ABSTRAÇÃO ............................................................................................................... 63
6.1.3 – VANTAGENS NA UTILIZAÇÃO DA ORIENTAÇÃO À OBJETOS (OO) ................................. 63

6.2 – UML – UNIFIED MODELING LANGUAGE ................................................................................................ 64


6.2.1 – DIAGRAMAS UTLIZADOS PELA UML ................................................................................... 65
6.2.1.1 – DIAGRAMAS DE CASOS DE USO ............................................................................... 65
6.2.1.2 – DIAGRAMA DE CLASSES ........................................................................................... 66
xi

6.2.1.3 – DIAGRAMAS DE SEQÜÊNCIAS .................................................................................. 67


6.2.1.4 – DIAGRAMAS DE COLABORAÇÃO ............................................................................. 67
6.2.1.5 – DIAGRAMAS DE TRANSIÇÃO DE ESTADO ............................................................... 67
6.2.1.6 – DIAGRAMAS DE ATIVIDADES .................................................................................... 68
6.2.1.7 – DIAGRAMAS DE COMPONENTES ............................................................................. 68
6.2.1.8 – DIAGRAMAS DE INSTALAÇÃO .................................................................................. 68
6.2.1.9 – DIAGRAMAS DE IMPLEMENTAÇÃO .......................................................................... 68
6.3 – PROCESSO UNIFICADO ................................................................................................................ 69
6.3.1 – FASES DO PROCESSO UNIFICADO .................................................................................... 70
6.3.1.1 – FASE DE CONCEPÇÃO .............................................................................................. 70
6.3.1.2 – FASE DE ELABORAÇÃO............................................................................................. 71
6.3.1.3 – FASE DE CONSTRUÇÃO ............................................................................................ 71
6.3.1.4 – FASE DE TRANSIÇÃO ................................................................................................ 72
6.3.1 – AS DISCIPLINAS DO PROCESSO UNIFICADO

(FLUXOS DE TRABALHO - WORKFLOW) ........................................................................................ 72

7 – SEGURANÇA E REDE ................................................................................................................................ 73

7.1 – SEGURANÇA ................................................................................................................................... 73


7.1.1 - CONSTITUIÇÃO DA SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS ................................................. 74
7.1.2 – ATAQUES EM BANCO DE DADOS........................................................................................ 74
7.1.3 – SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS .................................................................................. 75
7.1.4 – POLÍTICA DE SEGURANÇA .................................................................................................. 75
7.1.5 – BACKUP ................................................................................................................................. 77
7.2 – PROJETO DE REDES ...................................................................................................................... 77

CAPÍTULO VII................................................................................................................................................... 79

8 – PROJETO DE SOFTWARE ........................................................................................................................ 79


8.1 – LEVANTAMENTO DOS REQUISITOS ............................................................................................ 79
8.1.1 – REQUISITOS FUNCIONAIS .................................................................................................. 79
8.1.2 – REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS ......................................................................................... 80
8.2 – DIAGRAMA DE CASO DE USO....................................................................................................... 80
8.2.1 – ESPECIFICAÇÃO DE DIAGRAMA DE CASO DE USO ................................................................ 82
8.3 – DIAGRAMAS DE SEQÜÊNCIA ........................................................................................................ 90
8.4 – DIAGRAMA DE ESTADO ................................................................................................................. 94
8.5 – DIAGRAMA DE ATIVIDADES .......................................................................................................... 95
8.6 – DIAGRAMA DE CLASSES ............................................................................................................... 97
8.6.1 – ESPECIFICAÇÃO DE CLASSES........................................................................................... 99
8.7 – BANCOS DE DADOS E SGBD ........................................................................................................ 103
8.7.1 – ME-R (MODELO ENTIDADE-RELACIONAMENTO) ............................................................. 104
8.7.1.1 – ENTIDADES ................................................................................................................ 104
8.7.1.2. – ATRIBUTOS ............................................................................................................... 105
8.7.2 – RELACIONAMENTO ............................................................................................................. 106
8.7.2.1 – DEPENDÊNCIA DE EXISTÊNCIA ............................................................................... 107
8.7.3 – DE-R (MODELO CONCEITUAL) .......................................................................................... 108
8.7.4 – MAPEAMENTO (MODELO CONCEITUAL PARA MODELO LÓGICO) ................................ 109
xii

8.7.5 – NORMALIZAÇÃO ................................................................................................................... 111


8.7.6 – DE-R – MODELO LÓGICO .................................................................................................... 114
8.7.6.1 – DICIONARIZAÇÃO ...................................................................................................... 115
8.7.6.2 – IMPLANTAÇÃO ........................................................................................................... 118
8.7.6.2.1 – SCRIPT DO BANCO DE DADOS ............................................................................. 119
8.7.7 – DE-R – MODELO FÍSICO ...................................................................................................... 120
8.8 – PROTÓTIPO DO SISTEMA .............................................................................................................. 121
8.8.1 – TELA DE LOGIN .................................................................................................................... 124
8.8.2 – PERFIL DO ESTAGIÁRIO...................................................................................................... 127
8.8.2.1 – TELA INICIAL .............................................................................................................. 127
8.8.2.2 – TELA FREQÜÊNCIA.................................................................................................... 128
8.8.2.3 – TELA FREQÜÊNCIA ENTRADA ................................................................................. 130
8.8.2.4 – TELA FREQÜÊNCIA MENSAL .................................................................................... 132
8.8.2.5 – TELA DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES.......................................................................... 144
8.8.3 – PERFIL GERENTE................................................................................................................. 146
8.8.3.1 – TELA PRINCIPAL ........................................................................................................ 146
8.8.3.2 – TELA MANTER USUÁRIO........................................................................................... 147
8.8.3.3 – TELA CADASTRO ....................................................................................................... 149
8.8.4 – PERFIL SUPERVISOR .......................................................................................................... 152
8.8.4.1 – TELA PRINCIPAL ........................................................................................................ 152
8.8.4.2 – TELA CORRIGIR FREQÜÊNCIA ................................................................................. 153
8.8.4.3 – TELA AVALIAÇÕES .................................................................................................... 163
8.8.4.4 – TELA AVALIAÇÃO MENSAL ....................................................................................... 165
8.8.4.5 – TELA AVALIAÇÃO TRIMESTRAL ............................................................................... 176
8.8.4.6 – TELA DE RELATÓRIOS .............................................................................................. 183
8.8.4.7 – TELA DE RELATÓRIO MENSAL ................................................................................. 186
8.8.4.8 – TELA DE RELATÓRIO TRIMESTRAL ......................................................................... 189

8.9 – FERRAMENTAS UTILIZADAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA ............................... 192


8.9.1 – PHP ........................................................................................................................................ 192
8.9.2 – APACHE................................................................................................................................. 193
8.9.3 – MYSQL ................................................................................................................................... 194
8.9.4 – DREAMWEAVER ................................................................................................................... 195
8.9.5 – BROWSER ............................................................................................................................. 196
8.9.5.1 – FIREFOX ..................................................................................................................... 196
8.9.5.2 – INTERNET EXPLORER............................................................................................... 197
8.9.6 – FIREWORKS.......................................................................................................................... 198
8.10 – FERRAMENTAS UTILIZADAS PARA DESENVOLVIMENTO DA

DOCUMENTAÇÃO DO SISTEMA ............................................................................................................. 199


8.10.1 – MICROSOFT OFFICE .......................................................................................................... 199
8.10.1.1 – MICROSOFT OFFICE WORD ................................................................................... 199
8.10.1.2 – MICROSOFT OFFICE EXCEL ................................................................................... 200
8.10.1.3 – MICROSOFT OFFICE POWERPOINT ...................................................................... 200
8.10.1.4 – MICROSOFT OFFICE VISIO ..................................................................................... 200
8.10.1.5 – MICROSOFT OFFICE PROJECT .............................................................................. 200
xiii

8.10.2 – DBDESIGNER ..................................................................................................................... 201


8.10.3 – PACESTAR UML DIAGRAMMER ........................................................................................ 201

9 – REQUISITOS MÍNIMOS DE HARDWARE E SOFTWARE ......................................................................... 202

CAPÍTULO VIII.................................................................................................................................................. 204

10 – ANÁLISES DOS RESULTADOS OBTIDOS APÓS TESTES PARA A IMPLEMENTAÇÃO

DO SOFTWARE ............................................................................................................................................... 204


10.1 – ESTAGIÁRIOS ............................................................................................................................... 204
10.1.1 –OS RESULTADOS ................................................................................................................ 204
10.2 – SUPERVISORES ........................................................................................................................... 206
10.2.1 –OS RESULTADOS ................................................................................................................ 206
10.3 –GERENTES ..................................................................................................................................... 208
10.3.1 –OS RESULTADOS ................................................................................................................ 208

11 – CONCLUSÃO ........................................................................................................................................... 211

APÊNDICE I – ENTREVISTA COM GERENTE DE ESTAGIO NIVEL MÉDIO ................................................. 213

APÊNDICE II – ENTREVISTA COM GERENTE DE ESTAGIO NIVEL SUPERIOR ......................................... 214

APÊNDICE III – AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM .................................................................................. 215

APÊNDICE IV – FORMULÁRIOS DE ENTREVISTA ANTES DA IMPLEMENTAÇÃO ..................................... 216

APÊNDICE V – FORMULÁRIOS DE ENTREVISTA ÁPOS A IMPLEMENTAÇÃO .......................................... 225

CRONOGRAMA ............................................................................................................................................... 228

BIBLIOGRAFIA ................................................................................................................................................. 229

SITES ................................................................................................................................................... 233


xiv

LISTA DE FIGURAS

FIGURA 1 ................................................................................................................. 31
FIGURA 2 ................................................................................................................. 31
FIGURA 3 ................................................................................................................. 32
FIGURA 4 ................................................................................................................. 37
FIGURA 5 ................................................................................................................. 37
FIGURA 6 ................................................................................................................. 38
FIGURA 7 ................................................................................................................. 38
FIGURA 8 ................................................................................................................. 39
FIGURA 9 ................................................................................................................. 39
FIGURA 10 ............................................................................................................... 40
FIGURA 11 ............................................................................................................... 40
FIGURA 12 ............................................................................................................... 41
FIGURA 13 ............................................................................................................... 41
FIGURA 14 ............................................................................................................... 42
FIGURA 15 ............................................................................................................... 42
FIGURA 16 ............................................................................................................... 43
FIGURA 17 ............................................................................................................... 43
FIGURA 18 ............................................................................................................... 44
FIGURA 19 ............................................................................................................... 44
FIGURA 20 ............................................................................................................... 45
FIGURA 21 ............................................................................................................... 45
FIGURA 22 ............................................................................................................... 46
FIGURA 23 ............................................................................................................... 46
FIGURA 24 ............................................................................................................... 47
FIGURA 25 ............................................................................................................... 47
FIGURA 26 ............................................................................................................... 48
FIGURA 27 ............................................................................................................... 48
FIGURA 28 ............................................................................................................... 49
FIGURA 29 ............................................................................................................... 49
FIGURA 30 ............................................................................................................... 50
FIGURA 31 ............................................................................................................... 62
FIGURA 32 ............................................................................................................... 70
FIGURA 33 ............................................................................................................... 73
FIGURA 34 ............................................................................................................... 78
FIGURA 35 ............................................................................................................... 81
FIGURA 36 ............................................................................................................... 90
FIGURA 37 ............................................................................................................... 91
FIGURA 38 ............................................................................................................... 91
FIGURA 39 ............................................................................................................... 92
FIGURA 40 ............................................................................................................... 92
FIGURA 41 ............................................................................................................... 93
FIGURA 42 ............................................................................................................... 93
FIGURA 43 ............................................................................................................... 94
FIGURA 44 ............................................................................................................... 95
FIGURA 45 ............................................................................................................... 95
FIGURA 46 ............................................................................................................... 96
FIGURA 47 ............................................................................................................... 97
xv

FIGURA 48 ............................................................................................................... 98
FIGURA 49 ............................................................................................................... 108
FIGURA 50 ............................................................................................................... 114
FIGURA 51 ............................................................................................................... 120
FIGURA 52 ............................................................................................................... 122
FIGURA 53 ............................................................................................................... 124
FIGURA 54 ............................................................................................................... 127
FIGURA 55 ............................................................................................................... 128
FIGURA 56 ............................................................................................................... 130
FIGURA 57 ............................................................................................................... 132
FIGURA 58 ............................................................................................................... 144
FIGURA 59 ............................................................................................................... 146
FIGURA 60 ............................................................................................................... 147
FIGURA 61 ............................................................................................................... 149
FIGURA 62 ............................................................................................................... 152
FIGURA 63 ............................................................................................................... 153
FIGURA 64 ............................................................................................................... 163
FIGURA 65 ............................................................................................................... 165
FIGURA 66 ............................................................................................................... 176
FIGURA 67 ............................................................................................................... 183
FIGURA 68 ............................................................................................................... 186
FIGURA 69 ............................................................................................................... 189
FIGURA 70 ............................................................................................................... 205
FIGURA 71 ............................................................................................................... 205
FIGURA 72 ............................................................................................................... 206
FIGURA 73 ............................................................................................................... 206
FIGURA 74 ............................................................................................................... 207
FIGURA 75 ............................................................................................................... 207
FIGURA 76 ............................................................................................................... 208
FIGURA 77 ............................................................................................................... 208
FIGURA 78 ............................................................................................................... 209
FIGURA 79 ............................................................................................................... 209
FIGURA 80 ............................................................................................................... 210
FIGURA 81 ............................................................................................................... 228
xvi

LISTA DE TABELAS

TABELA 1................................................................................................................. 82
TABELA 2................................................................................................................. 83
TABELA 3................................................................................................................. 84
TABELA 4................................................................................................................. 85
TABELA 5................................................................................................................. 86
TABELA 6................................................................................................................. 87
TABELA 7................................................................................................................. 88
TABELA 8................................................................................................................. 89
TABELA 9................................................................................................................. 105
TABELA 10............................................................................................................... 106
TABELA 11............................................................................................................... 109
TABELA 12............................................................................................................... 109
TABELA 13............................................................................................................... 109
TABELA 14............................................................................................................... 110
TABELA 15............................................................................................................... 110
TABELA 16............................................................................................................... 111
TABELA 17............................................................................................................... 112
TABELA 18............................................................................................................... 112
TABELA 19............................................................................................................... 112
TABELA 20............................................................................................................... 113
TABELA 21............................................................................................................... 113
TABELA 22............................................................................................................... 114
TABELA 23............................................................................................................... 115
TABELA 24............................................................................................................... 116
TABELA 25............................................................................................................... 116
TABELA 26............................................................................................................... 117
TABELA 27............................................................................................................... 118
TABELA 28............................................................................................................... 118
TABELA 29............................................................................................................... 123
TABELA 30............................................................................................................... 203
xvii

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

BD = Banco de Dados
CIEE = Centro de Integração Empresa Escola
CPF = Cadastro de Pessoas Físicas
CTPS = Carteira de Trabalho e Previdência Social
DE – R = Diagrama de Entidade Relacional
DF = Distrito Federal
FGTS = Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
IEL = Instituto Euvaldo Lodi
IF = Instituto Fecomércio
INSS = Instituto Nacional de Seguro Social
LDB = Lei de Diretrizes e Bases
ME – R = Modelo de Entidade Relacional
MS = Microsoft
OMG = Object Management Group
OO = Orientação à Objetos
PASEP = Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.
PHP = PHP: Hypertext Preprocessor
PIS = Programa de Interação Social
RG = Registro Geral
SECAP = Seção de Capacitação
SEGIE = Sistema Eletrônico de Gestão de Informação de Estágio
SGBD = Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados
SQL = Strutured Query Language
TRE = Tribunal Regional Eleitoral
TSE = Tribunal Superior Eleitoral
UML = Unified Modeling Language
18

CAPÍTULO I

1 – INTRODUÇÃO

O desafio e a dedicação aos estudos na carreira profissional, para garantir um


bom lugar no mercado de trabalho, começa cada vez mais cedo. O estágio é
considerado uma das alternativas de sucesso para inserção no mercado de trabalho,
onde a empresa passa a avaliar os conhecimentos que o candidato vem adquirindo
ao longo da sua vida acadêmica, para então, concluir se está apto, ou não a integrar
o quadro de funcionários da empresa, sendo assim uma opção mais barata e segura
para a empresa no processo seletivo de contratação de novos funcionários
(CARVALHO e GANANCIO, 2002 e 2007).
A idéia que se tem de estágio é de um local de efetiva aplicação e
complementação das teorias aprendidas em sala de aula, se o estágio funciona
como um mecanismo facilitador no processo de teoria versus prática.
Em se tratando do Tribunal Regional Eleitoral, esse ainda não possui um
sistema eletrônico que trate da gestão de informações relacionadas aos estagiários
que atuam em suas dependências. Com o desenvolvimento de um software
automatizado, tal fato propiciar uma melhor organização e gestão eletrônica das
principais informações referentes aos estagiários.
Desta forma, o grupo composto por Alex, Alysson Afonso e Rigson , resolveu
construir um Sistema Eletrônico de Gestão das Informações de Estágio (SEGIE) tem
como objetivo sanar as dificuldades encontradas pelo Tribunal Regional Eleitoral do
Distrito Federal, com uma sistemática abrangente referente ao processo de
gerenciamento de informações sobre os estagiários. Espera-se com a implantação
desse sistema, melhorar a gestão das informações sobre os estagiários, com
eficiência, minimizando as dificuldades atuais dos gerentes e dos supervisores na
manipulação dos dados relacionados aos aprendizes que atualmente são
armazenados em um arquivo físico, ocasionando um consumo elevando de tempo
na realização da rotina desempenhada.
Para melhor compreensão deste trabalho, o mesmo foi dividido em vários
capítulos, a seguir:
 O capítulo I proporciona uma breve contextualização do trabalho;
19

 O capítulo II descreve sobre o projeto de pesquisa do trabalho


(problemas, motivação, proposta e etc.);
 O capítulo III apresenta a contextualização metodológica do projeto de
pesquisa que envolve o trabalho;
 O capítulo IV mostrar o resultado da análise de pesquisa sobre o
ambiente envolvido;
 O capítulo V exibe o referencial teórico sobre as pessoas e entidades
envolvidas;
 O capítulo VI traça a metodologia de desenvolvimento do software;
 O capítulo VII demonstra o plano de software através de
mapeamentos, diagramas e etc.;
 O capítulo VIII expõe as análises dos resultados obtidos após testes
para a implantação do software.
20

CAPÍTULO II

2 – PROJETO DE PESQUISA

Este capítulo aborda o projeto de pesquisa, o tema envolvido, a motivação


para escolha do trabalho, a descrição do problema, a justificativa, os objetivos,
solução proposta para o problema e o resultado que se espera alcançar com a
implantação do sistema.

2.1 – MOTIVAÇÕES PARA ESCOLHA DO TRABALHO

Uma pesquisa realizada no segundo semestre de 2007, com as maiores


empresas de recrutamento e seleção de estágio (IEL, CIEE, IF, CATHO), informa
que nas empresas houve um aumento significativo para preenchimento de vagas
para estágio nas mais diversas áreas.
Na atualidade, o estágio é vantajoso tanto para os estudantes quanto para os
empresários, pois os alunos vivenciam na prática o que aprendem na universidade e
os empresários podem aproveitar o potencial dos jovens descobrindo novos
talentos. Para a empresa, ter estagiário significa ter um funcionário que não gera
encargos e que produza como tal. O estudante, em contrapartida, vê o estágio como
um emprego, possibilitando a aprendizagem e aquisição de experiência.
O grupo, em sua maioria, já teve a experiência de ser estagiário, das
inúmeras dificuldades encontradas por esse futuro profissional que em muitos casos
não tem o reconhecimento do seu verdadeiro valor e, por conseqüência, acaba
sendo tratado de maneira inadequada e às vezes injusta.
Desta forma, surgiu no grupo a motivação em criar uma ferramenta que
pudesse auxiliar os estagiários e os gestores de estágio no desenvolvimento de
suas atividades, propiciando maior agilidade e eficiência também à gestão dos
mesmos.

2.2 – DESCRIÇÃO DO PROBLEMA A SER PESQUISADO

Atualmente é importante atentar para as diversas mudanças que vêm


ocorrendo no mundo tecnológico, principalmente no que dizem respeito à Tecnologia
21

da Informação. Novas tecnologias surgem a cada momento, e com elas, novas


maneiras de administrar e compartilhar informações.
No Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal há uma ausência de um
software de gestão de informações relacionadas aos estagiários, com isso a
Secretária de Gestão de Pessoas, responsável por gerir os estagiários, perde um
tempo considerável executando determinadas tarefas manuais. Para cada ação
gerencial de estágio é necessário que os gerentes procurem em arquivos físicos
dentro de pastas (onde atualmente estão dados histórico sobre os estagiários) e que
estão preservados em armários, e assim com a grande quantidade de papéis (de
formulários, avaliações e outros documentos) produzidos podem ocasionar lentidão
no processo que compõem os fluxos das informações de gestão de estagiários.
Foi verificada também, uma falta de padrão nos documentos emitidos pela a
gestão de estagiários entre as duas seções gestoras (do Ensino Médio e Ensino
Superior). Desta Forma, não existe uma maneira mais ágil de arquivamento e de
recuperação dessas informações.
O grande fluxo de documentos que é encaminhado para os gerentes, acarreta
o acúmulo de grandes quantidades de papéis como relatórios e avaliações dos
estagiários e supervisores, acabam ocasionando, ás vezes, um atraso dos
proventos dos estagiários.
A partir do problema destacado, surge a seguinte questão de pesquisa:
 A utilização de um sistema eletrônico será capaz de gerenciar as
informações obtidas sobre os estagiários?
 O sistema poderá colaborar para a tomada de decisão e evitar ou
minimizar os problemas potenciais relacionados ao gerenciamento de
informações?
 O sistema poderá facilitar as atividades dos gestores, supervisores e
estagiários?
Esperamos que esse sistema seja capaz de sanar todas as dificuldades
existentes atualmente e facilite as tarefas de todos envolvidos com uma melhor
gestão de estágio.
22

2.3 – JUSTIFICATIVA

O mundo gerencial exige cada vez mais competência por parte dos
administradores. E isso é mais complexo ainda quando se trata de administrar
pessoas, que é o recurso mais difícil de ser conduzido. O administrador necessita
recolher informações para que futuramente possa manipular de forma fácil e prática
mantendo assim um bom registro. A gestão de informações deve ser construída de
forma íntegra e equilibrada tendo início antes da entrada do funcionário.
No caso da Seção de Capacitação (SECAP), juntamente com a seção de
CallCenter, ambas ligadas ao Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, não
possuem coesão nas informações obtidas através dos estagiários. O método de
coleta de dados é não está informatizado. É importante salientar que o tempo gasto
para fazer análises dos formulários de estagiários, de relatórios entre outros
documentos, atualmente é grande. Qualquer solicitação de dados se torna muito
demorada por não ter uma informatização dos processos, onde seria de fundamental
importância um sistema que fornecesse agilidade, confiabilidade e segurança na
realização para tal tarefa.

2.4 – SOLUÇÃO DE SOFTWARE PROPOSTA PARA O PROBLEMA

A idéia de desenvolver este projeto acadêmico surgiu do fato de existir a


necessidade de construir um sistema que auxiliasse na gerência da seção de
Capacitação e CallCenter, já que o principal problema encontrado nestes setores é a
forma como as informações são gerenciadas e armazenadas. Há de ressaltar que o
sistema de preenchimento de freqüência atual é feito de forma manual, podendo
gerar atrasos de entrega, preenchimento incorreto além de existirem outras falhas
que o sistema atual possibilita.
A solução proposta é a implantação da aplicação via web que cadastre
usuários, controle a assiduidade do estagiário, gerencie as avaliações e informe por
meio de relatórios. A gerência espera-se com o desenvolvimento desse sistema
informatizado alcançar padrões de qualidade gerencial na administração das
atividades realizadas, organização de dados cadastrais e informatização do atual
sistema de controle de freqüência do estagiário, garantindo assim a integridade,
controle e confiabilidade dos dados.
23

2.5 – OBJETIVOS A SEREM ATINGIDOS


2.5.1 – OBJETIVO GERAL

Propor uma aplicação de controle de informações sobre o estágio do TRE-DF,


que gerenciará dados cadastrais, freqüências, avaliações e relatórios em tempo
hábil, tornando-o, conseqüentemente, mais ágil e preciso as informações
provenientes sobre estagiários. Logo a seções ganharão a facilidade de os usuários
acessarem os documentos de forma ágil e segura, via navegador Web por meio da
intranet corporativa existente atualmente, além do espaço físico economizado dentro
do Setor, redução de gasto com papéis e uma boa administração das informações
coletadas, armazenadas e gerenciadas de maneira mais simplificada.

2.5.2 – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Pretende-se fazer com o software de gerenciamento de informações, os


seguintes controles:
 Controlar o registro da freqüência do estágio através do ponto eletrônico;
 Controlar as atividades desenvolvidas pelo estagiário;
 Gerar relatórios capazes de auxiliar a tomada de decisões por parte de
gerentes e supervisores;
 Controlar os estagiários, supervisores e gerentes a fim de ter um maior
domínio das informações relevantes os estagiários e superiores;
 Controlar as avaliações através do sistema eletrônico para que assim
proporcione agilidade no preenchimento por parte dos envolvidos.

2.6 – RESULTADOS ESPERADOS COM A SOLUÇÃO PROPOSTA

Com o programa estabelecido deve-se buscar um nível de excelência na


prestação de serviços, com isso espera-se minimizar progressivamente os custos
operacionais do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal, melhorar o
desempenho de seus estagiários e dos supervisores, através da aplicação do
SEGIE. Este Sistema de gestão de informações proporcionará à Administração, a
racionalização e simplificação de diversos processos de execução tanto na área
meio como na área fim, possibilitando, desta forma, o cumprimento das metas e
objetivos estabelecidos por todas as áreas envolvidas.
24

CAPÍTULO III
3 – METODOLOGIAS DO PROJETO DE PESQUISA
3.1 – CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA

Para Gil (1999, p.42), a pesquisa tem um caráter pragmático, é um processo


formal e sistemático de desenvolvimento do método científico. O objetivo
fundamental da Pesquisa é descobrir respostas para problemas mediante o
emprego de procedimentos científicos.

3.1.1 – TIPOS DE PESQUISAS

Para Gil (2002) pode-se definir pesquisa como o procedimento racional e


sistemático que tem como objetivo proporcionar respostas aos problemas que são
propostos. A pesquisa é desenvolvida mediante o concurso dos conhecimentos
disponíveis e a utilização cuidadosa de métodos, técnicas e outros procedimentos
científicos.

3.1.1.1 – PESQUISA BÁSICA PURA OU FUNDAMENTAL

É aquela que procura o progresso científico, a amplitude de conhecimentos


teóricos, sem a preocupação de utilizá-los na prática. É a pesquisa formal, tendo em
vista generalizações, princípios e leis. Tem por meta o conhecimento pelo
conhecimento (ANDER EGG, 1978).

3.1.1.2 – PESQUISA APLICADA

A pesquisa aplicada como o próprio nome indica, caracteriza-se por seu


interesse prático, isto é, que os resultados sejam aplicados ou utilizados na solução
de problemas que ocorrem na realidade (ANDER EGG, 1978).
25

3.1.2 – CARACTERÍSTICAS DA PESQUISA

3.1.2.1 – ESTUDO DESCRITIVO

Para Triviños (1987, p. 110), o estudo descritivo busca descrever os fatos e


fenômenos de determinada realidade. Pode, ainda, estabelecer relações entre as
variáveis e, neste caso, denomina-se estudo descritivo e correlacional.

3.1.2.2 – PESQUISA QUANTITATIVA

Segundo Gil (1991), tudo pode ser quantificável, o que significa traduzir em
números opiniões e informações para classificá-las e analisá-las. Requer o uso de
recursos e de técnicas estatísticas (percentagem, média, moda, mediana, desvio-
padrão, coeficiente de correlação, análise de regressão, etc.).

3.1.2.3 – PESQUISA QUALITATIVA

De acordo com Gil (1991), há uma relação dinâmica entre o mundo real e o
sujeito, isto é, um vínculo indissociável entre o mundo objetivo e a subjetividade do
sujeito que não pode ser traduzido em números.

3.1.3 – PESQUISA METODOLÓGICA

Refere-se ao tipo de pesquisa voltada para a inquirição de métodos e


procedimentos adotados como científicos. "Faz parte da pesquisa metodológica o
estudo dos paradigmas, as crises da ciência, os métodos e as técnicas dominantes
da produção científica" (DEMO, 1994, p. 37).

3.1.4 – PESQUISA DE CAMPO

De acordo com Pedron (2003) a Pesquisa de Campo consiste na observação


dos fatos, tal como eles ocorrem espontaneamente. É usada na área de humanas.
Ao se fazer uma pesquisa de campo deve, em primeiro lugar, fazer uma pesquisa
26

bibliográfica, depois determinar as formas tecnológicas que serão utilizadas na


coleta de dados. Existem três tipos de coleta de dados:

 Questionário: é uma técnica de coleta de dados em que o entrevistado não


fala, responde apenas, por escrito, a certo elenco de questões,
cuidadosamente elaboradas.

 Formulário: é uma espécie de questionário que o próprio pesquisador


preenche de acordo com as respostas do informante. Permite
esclarecimentos adicionais e pode ser usado com todo tipo de pessoas.

 Entrevista: é uma forma tecnológica que objetiva colher dados relevantes


para a pesquisa.

3.1.5 – ESTUDO DE CASO

De acordo com Young (1960, p.269) Estudo de Caso é um conjunto de dados


que descrevem uma fase ou a totalidade do processo social de uma unidade, em
suas várias relações internas e nas suas fixações culturais.

3.1.6. – TÉCNICAS DE PESQUISA


3.1.6.1 – PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

Segundo Pedron (2003) a pesquisa bibliográfica é feita através de livros,


revistas, dicionários, enciclopédias etc. Tem como meta pesquisar as produções
humanas com a finalidade de colocar o pesquisador em contado direto com tudo o
que foi escrito, falado ou filmado sobre determinado assunto.

3.1.6.2 – PESQUISA DOCUMENTAL

Conforme Gil (1991) na pesquisa documental existe os documentos de


primeira mão, ou seja, aqueles que não receberam nenhum tratamento analítico tais
como os documentos conservados em órgãos públicos e instituições privadas, e os
documentos de segunda mão que de alguma forma já foram analisados tais como:
relatórios de pesquisa; relatórios de empresas; tabelas estatísticas e outros.
27

3.1.6.3 – PESQUISA DE LABORATÓRIO

De acordo com Pedron (2003) pesquisa de laboratório é uma pesquisa que


pressupõe planejamento criterioso e rigoroso, onde situações são criadas e
observadas através de formas tecnológicas específicas. Ela necessita de recursos e
mão-de-obra especializados para a elaboração de gráficos, tabelas, análise e
interpretação; através de um longo processo ordenado, com fases bem definidas.

3.1.6.4 – PESQUISA EX-POST-FACTO

Segundo Pedron (2003) a pesquisa Ex-Post-Facto é definida como um


experimento que se realiza depois dos fatos acontecidos espontaneamente, e por
isso não se tem controle sobre as variáveis. Neste modo de pesquisa são tomados
como experimento, situações que se desenvolveram naturalmente,
espontaneamente, e trabalha-se sobre como se estivessem submetidas a controles.
Ela é usada nas ciências sociais e na história.

3.1.6.5 – PESQUISA-AÇÃO

Segundo Thiollent (1985) é um modo de pesquisa com base empírica que é


concebida e realizada em estreita associação com uma ação ou com a resolução de
um problema coletivo e no quais os pesquisadores e participantes representativos
da situação ou do problema estão envolvidos de modo cooperativo ou participativo.

3.1.6.6 – ENTREVISTA

Segundo Marconi & Lakatos (1999, p. 94), entrevista é como um encontro


entre duas pessoas, a fim de que uma delas obtenha informações a respeito de
determinado assunto, mediante uma conversação de natureza profissional.

Para Aurélio (2004), a entrevista é como um colóquio previamente marcado


entre duas ou mais pessoas para se obterem certos esclarecimentos a fim de
divulgar ou elucidar atos, idéias, planos, etc.
28

3.1.6.6.1 – TIPOS DE ENTREVISTA

Existem vários tipos de entrevista que mudam conforme a intenção do


entrevistador, Lakatos (1999, p. 95-96) salienta três tipos:

a) Padronizada ou estruturada: É aquela em que o entrevistador segue um


roteiro previamente estabelecido; as perguntas feitas ao indivíduo são
predeterminadas. Ela se realiza de acordo com um formulário elaborado e
é efetuada de preferência com pessoas selecionadas de acordo com um
plano.

Lodi (1974, p. 16) afirma que o motivo da padronização é obter, dos


entrevistados, respostas às mesmas perguntas, permitindo que todas elas sejam
comparadas com o mesmo conjunto de perguntas, e que as diferenças devem
refletir diferenças entre os respondentes e não diferenças nas perguntas.

O pesquisador não é livre para adaptar suas perguntas a determinada


situação, de alterar a ordem dos tópicos ou de fazer outras perguntas.

b) Despadronizada ou não estruturada: O entrevistado tem liberdade para


desenvolver cada situação em qualquer direção que considere adequada.
É uma forma de poder explorar mais amplamente uma questão. Em geral,
as perguntas são abertas e podem ser respondidas dentro de uma
conversação informal.

c) Painel: Consiste na repetição de perguntas, de tempo em tempo, às


mesmas pessoas, a fim de estudar a evolução das opiniões em períodos
curtos. As perguntas devem ser formuladas de maneira diversa, para que
o entrevistado não distorça as respostas com essas repetições.

3.1.6.6.2 – FORMULÁRIO

O Formulário caracteriza-se pela aplicação de uma lista informal ou catálogo,


destinado à coleta de dados resultantes de observações ou interrogações, cujo
preenchimento é feito pelo próprio investigador (CERVOO & BERVIAN, 1966).
Quanto as suas características, o formulário é efetuado pelo próprio
pesquisador (responsável), para a garantia na uniformidade dos dados coletados.
29

Possibilita, também, aplicação de perguntas ou questões mais complexas e pode ser


aplicado a grupos heterogêneos, inclusive analfabetos, garantindo o rigor na
avaliação.

3.1.6.6.3 – VANTAGENS E DESVANTAGENS FORMULÁRIO DE ENTREVISTA

Lakatos (1999, p. 97) ainda destaca algumas vantagens e desvantagens:


Vantagens:

a) Pode ser utilizada com todos os segmentos da população: analfabetos ou


alfabetizados.

b) Fornece uma amostragem muito melhor da população geral: o


entrevistado não precisa saber ler ou escrever.

c) Há maior flexibilidade, podendo o entrevistador repetir ou esclarecer


perguntas, formular de maneira diferente; especificar algum significado,
como garantia de estar sendo compreendido.

d) Oferece maior oportunidade para avaliar atitudes, condutas, podendo o


entrevistado ser observado naquilo que diz e como diz: registro de
reações, gestos etc.

e) Dá oportunidade para a obtenção de dados que não se encontram em


fontes documentais e que sejam relevantes e significativos.

f) Há possibilidade de conseguir informações mais precisas, podendo ser


comprovadas, de imediato, as discordâncias.

g) Permite que os dados sejam quantificados e submetidos a tratamento


estatístico.

Desvantagens:

a) Dificuldade de expressão e comunicação de ambas as partes.

b) Incompreensão, por parte do informante, do significado das perguntas da


pesquisa, que pode levar a uma falsa interpretação.

c) Possibilidade de o entrevistado ser influenciado, consciente ou


inconscientemente, pelo questionador, pelo seu aspecto físico, suas
atitudes, idéias, opiniões etc.
30

d) Disposição do entrevistado em dar as informações necessárias.

e) Retenção de alguns dados importantes, receando que sua identidade seja


revelada.

f) Pequeno grau de controle sobre uma situação de coleta de dados.

g) Ocupa muito tempo e é difícil de ser realizada.

3.2 – UNIVERSO DA PESQUISA

A pesquisa em foco será conduzida na área de gerenciamento dos estagiários


do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal. Mas para entender a importância
deste funcionamento é necessário uma maior descrição do estagiário e seu
mecanismo de gerenciamento atual no TRE-DF.

A pesquisa envolveu 50 estagiários, 4 supervisore e 2 gerentes. A coleta de


dados se deu por entrevista (com os gerentes) e um questionário para levantamento
de requisitos(com todos os envolvidos).

3.3 – A ORGANIZAÇÃO RESQUISITADA

O organograma abaixo do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal,


onde estão hierarquicamente dispostas às Secretárias de Gestão e nessas
secretárias há vários estagiários que ajudam no funcionamento do Tribunal,
apresenta-se conforme a figura 2. No organograma da figura 1, mostra
hierarquicamente como os TRE’s, Cartórios e TSE estão organizados. E na figura 3
é mostrado onde estão as Secretárias de Gestão de Pessoas que gerencia os
estagiários do TRE-DF.

O TSE, TRE’s e Cartórios estão organizados desta maneira:


31

Figura 1 – Organograma do TSE e Tribunais

O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal está organizado desta


maneira:

Figura 2 – Organograma do TRE-DF


32

A secretaria de gestão de pessoas está organizada desta maneira:

Figura 3 – Organograma das Secretarias de Gestão de Pessoas do TRE-DF

3.4 – DELIMITAÇÃO DO ESTUDO

O objetivo desta pesquisa é abranger somente ao Departamento de Gestão


de Estagiário, não sendo implementado em outras áreas do TRE-DF.

3.5 – PESQUISAS POR AMOSTRAGEM

Segundo o entendimento de Lakatos (1999, p.43), define-se pesquisa por


amostragem como sendo:
 Quando se deseja colher informações sobre um ou mais aspectos de um
grupo grande ou numeroso, verifica-se, muitas vezes, ser praticamente
impossível fazer um levantamento do todo. Deste modo, há necessidade
33

de se investigar apenas uma parte (amostra) dessa população ou


universo;
 Universo ou população é o conjunto de seres animados ou inanimados
que representam pelo menos uma característica em comum;
 Amostra é um campo da estatística bastante sofisticada que estuda
técnicas de planejamento de pesquisa para possibilitar inferências sobre
um universo a partir do estudo de uma pequena parte de seus
componentes, uma amostra.

3.6 – INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS

A coleta de dados da pesquisa ocorreu através de fontes primárias


qualitativas e quantitativas. Segundo Prodanov (2003) dados primários são aqueles
extraídos da realidade pelo pesquisador, são dados ainda não registrados em
documento algum. Utilizoo-se como fonte de dados primários quantitativos os
questionários. Os questionários são uma lista de perguntas pré-determinadas para
gerar e capturar respostas dos usuários.

A coleta de dados por meio da aplicação de um questionário aberto,fechado e


estruturado foi realizada em 07 de março de 2008, que, segundo Vergara (2006)
caracteriza-se por uma série de questões apresentadas ao respondente por escrito.
O questionário buscou dados relativos do TRE-DF, aplicado aos gerentes,
supervisores e estagiários. O acompanhamento do seu preenchimento e devolução
foi feito pessoalmente.

As fontes qualitativas utilizadas originaram-se de entrevistas gravadas, que


visam identificar métodos para a avaliação da implementação do software. Após a
realização destas pesquisas retorno-se todos os dados coletados através do
questionário e da entrevista aplicados, a fim de obter relações entre a teoria, às
afirmações e idéias dos autores.

3.7 – ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS

Ao se obter os dados da pesquisa, provenientes do formulário de entrevista, a


próxima etapa é a análise e interpretação dessas informações.
34

Análise e interpretação são duas atividades distintas, mas estreitamente


relacionadas e, como processo, envolvem duas operações (LAKATOS, 1999, p. 37):

3.7.1 – ANÁLISE OU EXPLICAÇÃO

É a tentativa de evidenciar as relações existentes entre o fenômeno estudado


e outros fatores. Essas relações podem ser estabelecidas em função de suas
propriedades relacionais de causa-efeito, produto-produtor, de correlações, de
análise de conteúdo entre outros.

3.7.2 – INTERPRETAÇÃO

É a atividade intelectual que procura dar um significado mais amplo às


respostas, vinculando-as a outros conhecimentos. Em geral, a interpretação significa
a exposição do verdadeiro significado do material apresentado, em relação aos
objetivos propostos e ao tema. Esclarece não só o significado, mas também faz
inferências mais amplas dos dados discutidos.

3.7.2.1 – REPRESENTAÇÃO DOS DADOS


3.7.2.1.1 – TABELAS

De acordo com Lakatos (1999, p. 39), esse é um método estatístico


sistemático de apresentar os dados em colunas verticais ou fileiras horizontais, que
obedece à classificação dos objetos ou materiais de pesquisa. Além disso, é um
bom auxiliar na apresentação dos dados, uma vez que facilita, ao leitor, a
compreensão e interpretação rápida da massa de dados, podendo este, apenas com
uma olhada, apreender importantes detalhes e relações. Todavia, seu propósito
mais importante é ajudar o investigador na distinção de diferenças, semelhanças e
relações, pela clareza e destaque que a distribuição lógica e apresentação gráfica
oferecem às classificações.

3.7.2.1.2 – GRÁFICOS

Os gráficos, utilizados com habilidade, podem evidenciar aspectos visuais dos


dados, de forma clara e de fácil compreensão. Em geral, são empregados para dar
35

destaque a certas relações significativas. A representação dos resultados


estatísticos com elementos geométricos permite uma descrição imediata do
fenômeno (LAKATOS, 2001, p. 170).

3.8 – METODOLOGIA DA PESQUISA ADOTADA NESTE PROJETO

Do ponto de vista da abordagem, essa pesquisa é qualitativa e quantitativa,


pois utiliza questionários como instrumento de direcionamento dos trabalhos,
gráficos e técnicas estatísticas para análise dos dados.

Quanto aos meios de investigação, a pesquisa é classificada como de Estudo


de Caso, Segundo Yin (1994), o Estudo de Caso é uma investigação empírica que
investiga um fenômeno contemporâneo dentro de seu contexto da vida real,
especialmente quando os limites entre os fenômenos e o contexto não estão
claramente definidos. A presente pesquisa foi feita através de estudo de caso por
possuir caráter de profundidade, detalhamento e algumas limitações a levar em
consideração:

 O questionário usado na pesquisa foi adaptado visando maior agilidade na


coleta e análise dos dados;

 A análise do perfil comportamental foi baseada apenas na autopercepção


dos entrevistados;

 O perfil psicológico medido é dinâmico, ou seja, muda de acordo com o


contexto/humor em que o entrevistado está inserido.

Um estudo de caso é, por natureza, não generalizável para a população.


Porém, permite generalizações teóricas, robustecendo os conceitos estudados até
então.
36

CAPÍTULO IV
4 – ANÁLISES DOS RESULTADOS

Este capítulo apresenta os resultados obtidos com a aplicação do formulário


de entrevista, realizada no dia 07 de Março de 2008, aplicado aos estagiários,
supervisores e gerentes, a fim de se obter dados relevantes sobre o gerenciamento
de informações do sistema atual, podendo assim, mostrar as solucões e as
necessidades para as dificuldades encontradas. A análise dos dados obtidos com a
entrevista e questionários serviram para a identificação da problemática encontrada
na gestão de informação dos estagiários.

4.1 – LEVANTAMENTO DE DADOS

Para a concepção do sistema, inicialmente, realizou-se o levantamento macro


das atividades e funcionalidades da gestão de estagiários (Setor de Capacitação e
CallCenter), através dos responsáveis pelo mesmo. Após este mapeamento macro
inicial identificamos o que se segue.

4.2 – MEIO UTILIZADO

As entrevistas foram realizadas pessoalmente através de questionários e


entrevista.

4.3 – RESULTADOS OBTIDOS ATRAVÉS DA COLETADA DE DADOS


4.3.1 – ESTAGIÁRIOS:

Os resultados obtidos através dos instrumentos de coleta de dados são os


seguintes:
37

Figura 4 – Sexo dos entrevistados.

De acordo com a figura 4, a maioria dos entrevistados foi do sexo feminino


(72%).

Figura 5 – Distribuição etária dos estagiários por faixas.

A idade média dos entrevistados está na faixa de 20 a 22 anos.


38

Figura 6 – Distribuição das cidades onde os entrevistados residem.

Figura 7 – Nível de Instrução dos Entrevistados.

Conforme Figura 7 percebe-se que, 80% dos entrevistados estão cursando o


ensino médio e enquanto os 20 % restantes estão cursando a formação superior
(graduação).

No sub-gráfico, é detalhada a distribuição de freqüências relacionadas ao


nível de instrução dos entrevistados do ensino superior que foi dividido em:
39

Biotecnologia 14%, Estatística 15%, Direito 15%, Informática 14%, Engenharia Civil
14%, Engenharia Elétrica 14% e Arquitetura 14%.

Figura 8 – Classificação do processo de avaliação do estágio.

Dos 50 estagiários entrevistados, 2% classificam o processo como ótimo 10%


classificam como bom 32% classificam o processo assim como satisfatório 38%
classifica o processo como ruim e ainda 18% classifica o processo como péssimo.

Figura 9 – Avaliação do processo de preenchimento de avaliação de desempenho.


Dos 50 entrevistados, 60% classificaram o processo como Ruim 20% como
Bom e o restante (20%) como Satisfatório.
40

Figura 10 – Efetivação de contratação.


Conforme Figura 10, dos entrevistados 36% responderam que obtiveram
contratação através do CIEE e 64% responderam que contratação foi efetuada por
indicação de servidores do Tribunal Regional Eleitoral.

Figura 11 – Classificação da administração do estágio.


Conforme Figura 11, 33% dos entrevistados acreditam que a falta de um
sistema informatizado para controle de estagiário tem sido a maior dificuldade no
desenvolvimento de suas atividades. Para 14% de entrevistados afirmam que há
41

numerosos documentos manuais a serem preenchidos, Outros 10%, afirma que


existem atrasos no recebimento de bolsa salário. Já para 14%, falta de informações
mais detalhadas pela gerência dos estagiários na questão de serviços, O restante
(10%) acredita que o ambiente é inadequado para realização das tarefas e a
divergência de informações fornecidas pela gerência prejudica a gestão atual.

Figura 12 – Perca ou Extravio de Documentos.

Conforme Figura 12, 34% dos entrevistados afirmaram que já houve uma
perca ou extravio de documento e 66% destes, afirma que nunca ocorreu algum
problema com perca/extravio de documentos.

Figura 13 – Estagiários que já atrasaram a folha de freqüência.

Dos entrevistados foi constado que 46% já atrasaram a folha de freqüência,


enquanto 54% não atrasaram.
42

Figura 14– Conhecimento de um Sistema de Freqüência.

Conforme Figura 14, todos os entrevistados responderam que desconhecem


um sistema informatizado de gestão de estagiários.

4.3.2 – SUPERVISORES:

Segundo Nunes (2008), Economista, Professor e Consultor de Empresas e


Supervisores são os gestores que têm o contato direto com os trabalhadores
competindo-lhes a interação das indicações ou ordens provenientes dos gestores
de topo e dos gestores funcionais. Consoante o maior ou menor grau de
descentralização na tomada de decisões, também pode tomar decisões ao nível da
organização das tarefas e participar no planejamento das atividades.

Figura 15 – Sexo dos supervisores


43

De acordo com a Figura 15, a maioria dos entrevistados é do sexo masculino


(67%)

Distribuição de Nível de Instrução

Nível superior
33%

Pós-Graduação
67%

Nível superior Pós-Graduação

Figura 16 – Nível de instrução dos supervisores

Com relação ao nível de instrução deste perfil, 33% dos entrevistados


possuem nível superior (graduação), enquanto os 67% restantes possuem pós-
graduação.

Figura 17 – Distribuição das Cidades onde os supervisores entrevistados residem.

Quanto à distribuição geográfica das cidades onde os supervisores


entrevistados residem são: 34% residem no Plano Piloto, 33% residem em Águas
Claras e o restante 33% na Ceilândia.
44

Figura 18 – Tempo de serviço público dos entrevistados.

Conforme Figura 18 percebe-se que, 75% dos entrevistados estão na


faixa de 16 a 18 anos de serviço publico e enquanto os 25 % restantes estão
na faixa de 13 a 15 anos.

Figura 19 – Tipos de funções que gostariam num sistema.

Quanto à proposta de funcionalidade sugerida para o sistema informatizado


30% dos entrevistados acreditam que o controle de freqüência informatizado seria
uma funcionalidade relevante para realização de suas atividades. Para 24% dos
entrevistados, seria o controle de relatórios e 8% a criação de um canal especifico
para informações de estagio. Para outros 24% ter uma maior agilidade na
45

disponibilidade de documentos referente ao estagio. O restante (14%) seria o


controle informatizado para auxiliar o processo de folha de pagamento.

4.3.3 – GERENTES

A partir das respostas obtidas no formulário de entrevista, constatou-se que, o


cargo de todos os gerentes entrevistados é de chefes de seções que gerenciam os
estagiários.

Distribuição do Nível de Instrução

1,2
1 1
1
Freqüência

0,8
0,6 freqüência
0,4
0,2
0
Nível médio Nível superior
freqüência 1 1
Nível de Instrução

Figura 20 – Nível de Instrução dos Entrevistados.

Com relação ao nível de instrução, 50% dos entrevistados possuem Nível


superior e 50% dos entrevistados possuem Nível Médio, conforme ilustrado na
Figura 18.

Sexo dos Entrevistados no perfil de Gerente

0%

100%

feminino masculino

Figura 21 – Sexo dos Entrevistados.


46

Quanto ao sexo, todos os entrevistados são mulheres.

Faixa etária de Funcionários

2,5
2
2
Freqüência

1,5

0,5
0 0 0 0 0
0
20-25 26-30 31-35 36-40 41-45 46-50
freqüência 0 0 0 0 2 0
Idade

Figura 22 – Distribuição Etária dos Entrevistados

A idade média dos entrevistados está entre 41 e 45 anos. Conforme é


apresentada à distribuição de freqüência das idades dos entrevistados na figura 21.

Tempo de Serviço

1,5
1 1
Freqüência

0,5
0 0 0 0
0
1--10 11--15 16-20 21--25 26-30 acima 30
freqüência 0 1 0 0 0 1

Figura 23 – Distribuição da Freqüência por Faixas, do Tempo de Serviço Público dos


Entrevistados.

A média do tempo de serviço público dos entrevistados é de 23 anos. Na


figura 22, é apresentado o tempo de serviço público por faixas e na Figura 23, é
apresentado em percentuais.
47

Tempo de Serviço

0%
1--10
11--15
16-20
50% 50%
21--25
26-30
acima 30
0%

Figura 24 – Distribuição da Freqüência por Setor, do Tempo de Serviço Público dos


Entrevistados.

como você classifica o processo de avaliação do estagiário


atualmente
Ótimo Bom Satisfatório Ruim Péssimo

2%

18% 10%

32%
38%

Figura 25 – Classificação do processo de avaliação do estagiário atualmente.

Conforme Figura 24 nota-se, que 2% dos entrevistados classificaram o


processo como ótimo 10% como bom 18% péssimo, 32% Satisfatório e o restante
(38%) como ruim.
48

Existe algum acompanhamento escolar?

0%

não
sim

100%

Figura 26 – Acompanhamento escolar.

Conforme Figura 25, Todos dos entrevistados afirmaram que não existe
nenhum acompanhamento escolar.

Como é feito o recrutamento dos estagiários?

ciee
50% 50%
Analise de Currículo

Figura 27 – Recrutamento do estágio.

A Figura 26 revela que, atualmente 50% dos estagiários, são recrutados pelo
CIEE e os outros 50% são de análise curricular dos estagiários por servidores do
Tribunal Regional Eleitoral.
49

Quantidade de estagiários em sua gestão atualmente

17%

Ensino Médio
Ensino Superior

83%

Figura 28 – Classificação da Administração do Estágio.

Segundo os entrevistados, existe atualmente uma média de 60 estagiários em


sua gestão, sendo que 83% são do ensino médio e 17% do Ensino Superior,
conforme ilustrado na Figura 27.

Extravio de algum documento

16%

não
sim

84%

Figura 29 – Perca ou Extravio de Documentos.

Conforme resultados obtidos com a entrevista, 84% disseram que já houve


perca ou extravio de documento e 16% disseram que nunca ocorreu algum
problema com documentação, conforme ilustrado na Figura 28.
50

Você conhece algum Sistema informatizado que faz


controle dos estagiários?

Sim
0%

Sim
Não

Não
100%

Figura 30 – Conhecimento de um Sistema de Gestão do Estágio.


Conforme Figura 30, dos entrevistados todos responderam que desconhecem
um sistema informatizado de controle dos estagiários.
51

CAPÍTULO V
5 – REFERENCIAL TEÓRICO

Será abordado neste capítulo o “referencial teórico”, que deve constituir


do universo de princípios, categorias e conceitos, formando sistematicamente um
conjunto lógico, e coerente, dentro do qual, o projeto fundamenta-se e desenvolve-
se (LAKATOS, 2001).

5.1 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO


5.1.1 – INFORMAÇÃO

Com a crescente globalização, e a conseqüente necessidade de decisões


rápidas e precisas, a informação alcança uma posição de destaque dentro da
organização. Através desta, os executivos passam a dispor de meios que o auxiliem
na administração da organização, tanto na possibilidade de prever situações quanto
na busca por soluções para as mais inusitadas situações.
Segundo Oliveira (1992), define-se informação como o dado trabalhado que
permite ao executivo tomar decisões, e dado como sendo qualquer elemento
identificado em sua forma bruta que por si só não conduz a uma compreensão de
determinado fato ou situação. Outro conceito apresentado por Stair (1998) define
que dados são fatos em sua forma primária e informação é um conjunto de fatos
organizados de tal forma que adquirem valor adicional além do fato em si.
A transformação de dados em informação é um processo, ou uma série de
tarefas logicamente relacionadas, executadas para atingir um resultado definido
(STAIR, 1998). O processo de definição de relações entre os dados requer
conhecimento. Conhecimentos são as regras, diretrizes e procedimentos utilizados
para selecionar, organizar e manipular os dados, visando atingir o valor
informacional ou o resultado adequado do processo.
De acordo com Freitas (1992), a qualidade da informação nas empresas é
muito mais importante que a quantidade de informação. Para que a qualidade seja
um fator de decisão na organização é preciso estabelecer algumas regras básicas,
tais como:
A informação não deve ser demasiada;
a) A informação não deve ser escassa;
b) A sobrecarga de informação é de pouca utilidade;
52

c) O reaproveitamento e reciclagem das informações.


Em um processo decisório, o valor da decisão está diretamente ligado ao
tempo que se leva para tomá-la e a qualidade das informações utilizadas. Portanto,
torna-se necessário uma correta análise dos dados existentes na organização,
devidamente registrados, classificados, organizados, relacionados e interpretados
dentro de um contexto, para que possa transmitir conhecimento e permitir a tomada
de decisão de forma otimizada.

5.1.2 – SISTEMAS

De acordo com Oliveira (1992), sistema é um conjunto de elementos ou


componentes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, forma um todo
unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função. Os próprios
elementos e as relações entre eles determinam como o sistema trabalha. Os
sistemas são compostos por entradas, mecanismos de processamento, saídas e
feedback.
Para Rezende (2000) aprofunda-se mais em seu conceito, onde a
composição moderna dos sistemas empresariais ultrapassa a convenção simplória
de entrada, processamento e saída. Esta composição está dividida nos
componentes a seguir.
a) Objetivos: alvos que se pretende atingir;
b) Ambiente: local onde o sistema executa suas funções, considerando tanto o
meio ambiente interno (lógico) como o externo (físico);
c) Recursos: meios necessários para que o sistema cumpra suas funções,
infra-estrutura tecnológica;
d) Componentes humanos: pessoas responsáveis pelo acionamento e
utilização do sistema;
e) Funções: atividades que o sistema propõe fazer, atendendo à execução de
seus requisitos funcionais e à geração dos produtos necessários;
f) Procedimentos: atividades que antecedem e sucedem, ou ainda, paralelas
à função principal do sistema, porém necessárias para seu funcionamento;
g) Gestão: compreende a administração, retroalimentação, controles e
avaliações de qualidade e atendimento aos requisitos funcionais.
53

Segundo Stair (1998), os sistemas podem ser classificados dentro de


inúmeras visões. Eles podem ser considerados simples ou complexos. Podem ser
abertos, interagindo desta forma com o ambiente, ou fechados. Um sistema estável,
não adaptável, permanece igual ao longo do tempo, enquanto um sistema dinâmico
e adaptável sofre modificações. Por último, os sistemas são ainda classificados em
sistemas permanentes, os quais existirão por um longo período de tempo, ou em
sistemas temporários.

5.1.3 – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Segundo Prates (1994), os Sistemas de Informação são formados pela


combinação estruturada de vários elementos, organizados da melhor maneira
possível, visando atingir os objetivos da organização. São integrantes dos Sistemas
de Informação: a informação (dados formatados, textos livres, imagens e sons), os
recursos humanos (pessoas que coletam, armazenam, recuperam, processam,
disseminam e utilizam as informações), as tecnologias de informação (o hardware e
o software usados no suporte aos Sistemas de Informação) e as práticas de trabalho
(métodos utilizados pelas pessoas no desempenho de suas atividades).
Podemos definir tecnicamente sistema de informação como um conjunto de
componentes inter-relacionados que coleta (ou recupera), processa, armazena, e
distribui informação para dar suporte à tomada de decisão e ao controle da
organização. (LAUDON, 2004).
Stair (1998) destaca ainda, que a utilização de um eficiente Sistema de
Informação, pode interferir de maneira positiva na estratégia corporativa e no
sucesso da organização. Entre os principais benefícios que as empresas procuram
obter através dos Sistemas de Informação estão:
a) Produtos de melhor qualidade;
b) Maior segurança nas informações, menos erros, mais precisão;
c) Vantagens competitivas;
d) Maior eficiência e produtividade;
e) Administração mais eficiente, com custos reduzidos;
f) Maior e melhor controle sobre as operações;
g) Tomadas de decisões gerenciais superiores.
54

Um Sistema de Informação deve apresentar informações claras, sem


interferência de dados que não são importantes, e deve possuir um alto grau de
precisão e rapidez para não perder sua razão de ser em momentos críticos. Além
disso, a informação deve sempre chegar a quem tem necessidade dela. Os
Sistemas de Informação tornaram-se hoje, um elemento indispensável para dar
apoio às operações e à tomada de decisões na empresa moderna.

5.2 – LEGISLAÇÃO DO ESTÁGIO

Na Legislação Brasileira, o estágio de estudantes é regido pela Lei 6.494 de 7


de dezembro de 1977 e não configura relação de emprego. Ainda que não possuam
os direitos trabalhistas, os estagiários possuem alguns direitos, como por exemplo, o
recebimento de uma bolsa (se estipulado), o cumprimento de uma carga horária
prefixada, e a realização de seguro obrigatório contra acidentes.

De acordo com o Decreto nº 87.497/82, é considerado estágio, “As atividades


de aprendizagem social, profissional e cultural, proporcionadas ao estudante pela
participação em situações reais da vida e trabalho de seu meio, sendo realizada na
comunidade em geral ou junto a pessoas jurídicas de direito público ou privado, sob
responsabilidade e coordenação da instituição de ensino”. Essas considerações
fazem com que o estágio seja analisado como parte integrante da formação
educacional e profissional do estudante, ambas garantidas pela Constituição Federal
de 1988 e pela Lei nº 9.394/96 (LDB), contemplando, assim, a aplicação prática das
teorias aprendidas em sala de aula. Merece destaque à diversidade das
oportunidades de estágio, ou seja, são oferecidas, por empresas e entidades afins,
nas mais diversas áreas de formação, o que garante uma grande abrangência para
a qualificação dos mais diversos profissionais requeridos pelo mercado de trabalho.
Essa inserção do estudante em um ambiente real de trabalho busca adequá-lo às
exigências do mercado, familiarizando-o com o contexto empresarial e suas
atividades na sua futura profissão. Assim, o estágio funciona como formador de
Recursos Humanos para as empresas e outras instituições, o que é fundamental
para o seu desenvolvimento e crescimento contínuo. Mais do que formar Recursos
Humanos, o estágio busca a formação de talentos, que serão a base para o
desenvolvimento dos futuros líderes do país. Todavia, para que tudo isto seja
possível, o estágio deve ocorrer na área de formação do aluno, sendo adequado ao
55

semestre que se está cursando, permitindo uma atuação prática na área de sua
futura formação. Outro fator importante neste aspecto é que todas as partes
envolvidas devem buscar a promoção de um estágio de qualidade, tendo cada um,
desta maneira, responsabilidades específicas.
Segundo o art. 1o. E $ 1o da Lei nº. 6.494/77. Estagiários são alunos
regularmente matriculados que freqüentem, efetivamente, cursos vinculados à
estrutura do ensino público e particular, nos níveis superiores, de ensino médio, de
educação profissional de nível médio ou superior, ou escolas de educação especial,
aceitos por pessoas jurídicas de direito privado, órgãos de administração pública e
instituições de ensino, para o desenvolvimento de atividades relacionadas à sua
área de formação profissional. Esse conceito teve redação atualizada pela Medida
Provisória no. 1.952-27, de 23/08/2000.

5.3 – VANTAGENS DO ESTÁGIO

São inúmeras as vantagens para o estudante que participa de um estágio.


Algumas dessas vantagens são:
 Aplicação prática da teoria aprendida no mundo acadêmico, podendo ser
feita uma reflexão do paralelo teoria/prática;
 Melhor assimilação das matérias aprendidas em sala de aula por meio de
sua prática;
 Ter a oportunidade de verificar a forma de atuação que propicia sua futura
profissão;
 Amadurecimentos pessoais e profissionais, adequando as atitudes
tomadas às consideradas pertinentes pelo ambiente organizacional;
 Desenvolvimento de senso crítico e criativo, e de outras habilidades e
competências exigidas pelo mercado de trabalho;
 Redução do impacto da inserção no mundo empresarial;
 Descoberta de habilidades pessoais.
Podemos encontrar ainda na realização de um estágio, não só a possibilidade
de uma contratação efetiva dentro da própria empresa em que o estágio foi realizado
(em várias empresas o programa de estágio é uma das principais portas de acesso
ao seu quadro de colaboradores), como a aquisição de maior qualificação na área
de formação. O exercício de networking também é importante, uma vez que o
56

estagiário irá interagir com outros profissionais, de outras áreas de atuação,


desenvolvendo uma visão sistêmica do que é uma organização. É importante
lembrar que a vivência do dia-a-dia de uma empresa propicia aprendizados
paralelos além daqueles especificamente relacionados à área de formação
acadêmica, os quais são muito preciosos na solidificação de uma carreira
profissional de sucesso.
Para os contratantes, a vantagem na contratação de estagiários está não só
no cumprimento de um compromisso com a comunidade, no sentido de contribuir
para a formação de profissionais competentes dentro de suas áreas de atuação,
como também na possibilidade de se manter sempre atualizados, recebendo jovens
que trazem a vanguarda dos procedimentos para dentro das organizações,
oxigenando procedimentos arraigados e incentivando a possibilidade de mudanças
de paradigmas. Há a possibilidade de moldar talentos, desenvolvendo habilidades
em total consonância com as necessidades da empresa.
A verdade é que a contratação de jovens para a realização de estágios
resulta em benefícios para todos: estudantes, empresas e comunidade.

5.4 – PERFIL DO ESTÁGIO

O estágio é a atividade prestada comumente por estudantes, nas empresas


ou repartições públicas, visando o aprimoramento profissional na sua área de
estudo. O contrato é celebrado entre o estudante e o tomador, com a interveniência
da instituição de ensino, que deve zelar para que o contrato seja cumprido fielmente.
Genericamente, pode também caracterizar um período de treinamento dentro das
empresas, oferecido a indivíduos sem mediação de instituições de ensino.

A função do estágio é possibilitar aos aprendizes o conhecimento prático das


funções profissionais, e possibilita aos estudantes um contato empírico com as
matérias teóricas que lhes são passadas em sala de aula. Trata-se do entendimento,
hoje consolidado pelos educadores, de que a teoria, sem a prática, é incompleta,
prejudicando o acesso imediato ao mercado de trabalho. O estágio visa superar este
problema.

Atualmente, a contratação de estagiários competentes tem sido uma


estratégia importante no ambiente organizacional de muitas empresas. Processos
57

seletivos de até seis meses demonstram a importância atribuída a estes


profissionais.
À vontade de aprender e uma mente sem vícios são algumas das
características dos estagiários. Além destas características positivas, não podemos
esquecer-nos de mencionar outras vantagens e economias que uma empresa tem
ao contratar estagiários no lugar de recém-formados.

5.4.1 – CARACTERÍSTICAS
5.4.1.1 – VÌNCULO EMPREGATÍCIO

Em primeiro lugar, as contratações de estagiários não são regidas pela CLT,


desta forma, não incidem encargo social algum sobre estas contratações previstas
em lei; o estagiário não entra na folha de pagamento. As contratações são
regulamentadas por legislação específica logo, estágio não é emprego e não cria
qualquer vínculo trabalhista entre as partes. Por não ser emprego, o estágio não tem
direito a férias, 13º salário, aviso prévio em caso de rescisão contratual. Também
não se aplicam, em seu caso, obrigações como contribuição sindical, verbas
rescisórias, cadastramento / recolhimento do PIS/PASEP, para o INSS ou para o
FGTS. O estagiário, ainda, não tem direito aos benefícios assegurados aos demais
empregados da empresa, como vale-refeição, vale-transporte, assistência médica,
cesta básica, etc. No entanto, por liberdade, algumas empresas podem conceder
tais benefícios.

5.4.1.2 – CONTRATO DE ESTÁGIO

A contratação do estagiário é formalizada e regulamentada exclusivamente


pelo Contrato de Estágio. Ele deve ser assinado pela empresa, pelo aluno e pela
instituição de ensino.
A Lei nº 6494/77 e o Decreto nº 87497/82 não tratam da anotação do estágio
na respectiva Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS. O Ministério do
Trabalho, inclusive, já se manifestou sobre o assunto, enfatizando que não é
necessário à anotação do estágio na CTPS do estudante. Caso a empresa decida
registrar, nada deve ser anotado na folha referente a contrato de trabalho, podendo
constar na parte de anotações gerais, os seguintes dados: curso freqüentado pelo
58

estudante; nome da escola em que está matriculado; nome da empresa concedente;


as datas de início e término de estágio, com respectivas assinaturas.
As funções do estagiário devem estar de acordo com o curso que ele está
cursando. "Os estágios devem propiciar a complementação do ensino e da
aprendizagem e ser planejado, executado, acompanhado e avaliado em
conformidade com currículos, programas e calendários escolares”. (Lei 6.494,1977)

5.4.1.3 – ADMISSIBILIDADE

Podem ser admitidos como Estagiários estudantes com idade a partir dos 16
anos regularmente matriculados e com freqüência ativa nos cursos vinculados ao
ensino público e particular, nos nível superior, profissionalizante, regular e supletivo
de 2º grau e escolas de educação especial.

5.4.1.4 – PERÍODO DE ESTÁGIO

O período médio de contratação é de seis meses e pode ser rescindido a


qualquer momento através de simples notificação sem ônus para as partes. As
renovações de Contratos podem ocorrer continuamente enquanto o estudante
freqüentar aulas, de nível médio ou superior, regular ou profissionalizante.
O estudante pode estagiar por períodos indeterminados, desde que a jornada
estabelecida Nos períodos de férias escolares, a jornada do estágio será
estabelecida de comum acordo entre o estagiário e a parte concedente do estágio,
sempre com a interveniência da instituição de ensino.
Legalmente não existe a definição de um período mínimo ou máximo para a
realização de cada estágio. Porém, considera-se que a qualquer tempo, poderá
haver a rescisão do contrato de estágio, seja por iniciativa da empresa ou do próprio
estudante.
Pela legislação vigente, não há carga horária mínima ou máxima permitida
para o estágio; a exigência é que o horário do estágio não conflite com o horário
escolar. No entanto, para estágios de ensino superior (com exceção do estado do
Rio de Janeiro cuja Lei 3547 Resolução SE 76, de 30/08/2004, determina 6 horas
diárias, totalizando 30 horas semanais), recomenda-se que a jornada diária não
ultrapasse o máximo de 8 horas, totalizando 40 horas semanais, assim como não
ultrapasse às 22 horas. Estágios de ensino médio, o Ministério Público do Trabalho
59

instituiu que para colégios públicos sem condições de fazer o acompanhamento


obrigatório, quando supervisionado (obrigatório para a conclusão do curso - faz parte
da grade curricular) pode ser de 6 horas diária e não supervisionado de 4 horas
diário (não obrigatório - complementa experiência profissional, podendo receber
auxílio-bolsa para ajudar nas despesas escolares).

5.4.1.5 – FISCALIZAÇÃO

A fiscalização do estágio nas empresas é de competência do Ministério do


Trabalho, através dos agentes de fiscalização; a partir dos dispositivos da legislação
vigente. O instrumento jurídico (acordo de cooperação) assinado pela empresa e
pela escola a que pertence o estudante, definido as condições de realização do
estágio; Termo de compromisso de estágio entre a empresa e o estudante, com a
interferência e assinatura obrigatórias da instituição de ensino vinculadas ao acordo
de cooperação; Número da apólice de seguro contra acidentes pessoais na qual o
estagiário deverá estar inscrito e o nome da companhia seguradora, que deverão
constar no termo de compromisso de estágio; Convênio entre a empresa e o agente
de integração, quando for o caso; Carteira de Trabalho e Previdência Social do
Estudante, contendo as anotações referentes ao estágio.
Importante ressaltar que a contratação de estagiário efetuada de acordo com
os dispositivos legais é de grande importância, pois o termo de compromisso de
estágio corretamente formulado é um dos comprovantes da inexistência de vínculo
empregatício. E o contratante deve também verificar periodicamente a regularidade
da situação escolar do estagiário, pois a conclusão, o abandono ou o trancamento
de matrícula descaracteriza a qualidade legal do estagiário e impedem a
continuação do estágio, criando uma situação que pode gerar vínculo empregatício.
60

CAPÍTULO VI
6 – METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Conforme Sommerville (1995, 2000) a Metodologia de Desenvolvimento é


caracterizada como um conjunto de práticas recomendadas para o Desenvolvimento
de Softwares, sendo que, o modelo de processo representa um processo a partir de
uma perspectiva particularidade, de maneira a proporcionar apenas informações
parciais sobre o processo.

Segundo Pressmam (1995) a engenharia de software compreende um


conjunto de etapas que envolvem métodos, ferramentas e procedimentos que
proporcionam os detalhes de “como fazer” para construir o software. Essas etapas
são citadas como paradigmas de engenharia de software e quatro desses
paradigmas tem sido amplamente discutido.

6.1 – ORIENTAÇAO A OBJETOS (OO)

Para Coad e Yordon (1991), a análise Orientada a Objeto implica o desafio de


compreender o domínio do problema, ponto crucial da análise, e identificar suas
características. Um analista precisa especificar requisitos, reunidos concisamente de
forma que as pessoas possam ler e entender o que será construído.
Do ponto de vista de Ambler (1997), o paradigma da orientação à objetos é
uma estratégia de desenvolvimento baseada no conceito de que os sistemas devem
ser construídos a partir de um conjunto de componentes reutilizáveis, chamados de
objetos. Os objetos incorporam simultaneamente os dados e os processos de um
sistema.
De acordo com Furlan (1998), o conceito da Orientação à Objetos baseia-se
no fato de uma nova forma de analisar o mundo. Procura representar o mundo como
vemos – pessoas, lugares e coisas existentes que se comportam como objetos e
que possuem características próprias de atributos e operações.
Na concepção de Rumbaugh (2004), o propósito da análise baseada em
objetos é modelar o mundo real de uma forma que possa ser entendida. É
necessário examinar requisitos, analisar suas implicações e redefini-los
rigorosamente. A abstração de constituir o mundo real é importante, priorizando
61

detalhes relevantes para o contexto do sistema. O resultado da análise deve ser


uma compreensão do problema como preparação para o projeto.

6.1.2 – PRINCIPAIS PROPRIEDADES DA ORIENTAÇÃO À OBJETOS (OO)


6.1.2.1 – OBJETOS E CLASSES

Para Ambler (1997), um objeto é qualquer coisa do mundo real ou abstrato.


Pode ser uma pessoa, lugar, conceito ou um evento aplicável ao sistema. Um
conjunto de objetos similares é denominado classe.
De acordo com Booch (2004), o objeto é uma abstração do mundo real, onde
o objeto é a instância (membro) de uma classe maior de objetos. Cada Objeto
possui identidade, características e comportamento.
Desta forma, compreendemos que a identidade de um objeto é única e
permite que um sistema selecione dentre um conjunto de objetos similares, e
também possibilita a referência aos objetos.

6.1.2.2 – ENCAPSULAMENTO

Segundo Booch (2004), o encapsulamento é a capacidade que possuem os


objetos de incorporar tanto as estruturas de dados que os determinam como as
operações aplicáveis a estas estruturas. Estas estruturas são definidas como os
atributos do objeto e as operações como os métodos do objeto. Os atributos e os
métodos são propriedades exclusivas e intransferíveis dos objetos.
De acordo com Silva e Videira (2001), encapsulamento é o processo de
esconder todos os detalhes de um objeto protegendo os dados próprios do objeto
contra eventos externos e garantindo a independência funcional do mesmo.
Podemos entender da seguinte forma: Os métodos formam uma proteção em torno
dos atributos, não podendo ser manipulados diretamente. Os atributos somente
podem ser alterados ou consultados através dos métodos do objeto, ou seja, a
mudança dos atributos depende diretamente do manuseio dos métodos.
Para Rumbaugh (1994), o encapsulamento consiste na separação dos
aspectos externos de um objeto, acessíveis por outros objetos, de seus detalhes
internos de implementação, que ficam ocultos dos demais objetos.
62

6.1.2.3 – HERANÇA

De acordo com Booch (2004) herança é possuir os atributos de um objeto


derivado de uma classe.
Para Furlan (1998), herança é a capacidade de um novo objeto tomar
atributos e operações de um objeto existente, permitindo criar classes complexas
sem repetir código, ou seja, a nova classe herdada tem seu nível base de
características de um antepassado na hierarquia de classes. Este termo aparece
associado às noções de especialidade e generalização.
Pela herança é possível estabelecer relações entre classes, permitindo o
compartilhamento de atributos e operações semelhantes. Com isso, tem-se a
flexibilidade de criar uma nova classe, incluindo somente as diferenças com relação
à classe mais genérica.
As propriedades herdadas da superclasse às classes, e da classe às
subclasses não precisam ser repetidas em cada classe. Existe também um tipo de
herança particular denominada herança múltipla que permite a uma classe herdar de
mais de uma superclasse ao mesmo tempo.

Herança Herança
Simples Simples

Figura 31 - Representação de herança simples e múltipla de classes

6.1.2.4 – POLIMORFISMO

De acordo com Furlan (1998) polimorfismo é a propriedade pela quais os


objetos diferentes têm a capacidade de responder de forma diferente a mesma
mensagem, ou seja, o objeto pode assumir muitas formas. Um objeto será
polimórfico quando tiver a propriedade de executar mecanismos diversificados, tal
que resulte em operações diferentes.
Polimorfismo significa a habilidade de tomar várias formas. No contexto da
orientação à objetos, o polimorfismo está intrinsecamente ligado à comunicação
63

entre objetos. De fato, polimorfismo pode ser caracterizado, neste contexto, como o
fato de um objeto emissor de uma mensagem não precisar conhecer a classe do
objeto receptor. Assim, uma mensagem pode ser interpretada de diferentes
maneiras, dependendo da classe do objeto receptor, ou seja, é o objeto que receptor
que determina a interpretação da mensagem, e não o objeto emissor. O emissor
precisa saber apenas que o receptor pode realizar certo comportamento, mas não a
que classe ele pertence e, portanto, que operação é efetivamente executada. Um
objeto sabe qual é a sua classe, e, portanto, a correta implantação da operação
requisitada. A mensagem é associada ao método a ser realmente executado,
através da identificação da operação e da classe do objeto receptor.
Freqüentemente, o polimorfismo é caracterizado como o fato de uma
operação poder ser implementada de diferentes maneiras em diferentes classes.
Todavia, isto é apenas uma conseqüência do que foi dito anteriormente e não
polimorfismo em si.

6.1.2.5 – ABSTRAÇÃO

Uma das principais formas do ser humano lidar com a complexidade é através
do uso de abstrações. As pessoas tipicamente tentam compreender o mundo,
construindo modelos mentais de partes dele. Tais modelos são uma visão
simplificada de algo, onde apenas elementos relevantes são considerados. Modelos
mentais, portanto, são mais simples do que os complexos sistemas que eles
modelam.
Para Coad e Yourdan (1996), o conceito de abstração consiste em ignorar os
aspectos de um assunto não relevante para o propósito em questão, tornando
possível uma concentração maior nos assuntos principais.
De fato, a abstração consiste na seleção que um observador faz de alguns
aspectos de um assunto, em detrimento de outros que não demonstram ser
relevante para o propósito em questão.

6.1.3 – VANTAGENS NA UTILIZAÇÃO DA ORIENTAÇÃO À OBJETOS (OO)

Para Ambler (1997), A utilização da Orientada a objetos (OO) pode ser vista
como a abordagem de modelagem e desenvolvimento que facilita a construção de
64

sistemas complexos a partir de componentes individuais, resolvendo ou minimizar as


dificuldades encontradas no desenvolvimento de aplicações.

Dentre os aspectos mais importantes, eis algumas vantagens apresentadas


pela Orientada a objetos (OO):

 Reusabilidade: a Orientada a objetos (OO) oferece oportunidades de


utilização através do conceito de herança, poliformismo, encapsulamento,
modularidade e coesão, proporcionando uma maior eficiência no projeto
das aplicações, e facilidade nas futuras manutenções.

 Extensibilidade: a fácil inclusão de novos recursos ao sistema devido à


facilidade de se identificar à classe apropriada, pois tanto a funcionalidade
quantos os dados residem no mesmo lugar.

 Aumento da qualidade: proporcionam maiores oportunidades para a


participação dos usuários no projeto do sistema, alcançando assim as
expectativas deles (usuários).

 Vantagens Financeiras: é proporcionada pelas três vantagens técnicas


citadas acima, com isso haverá maior qualidade, rapidez e economia, que
por sinal, não se aplicam somente à fase de desenvolvimento, mas na
manutenção e operação do sistema.

6.2 – UML – UNIFIED MODELING LANGUAGE

A Linguagem de Modelagem Unificada (Unified Modeling Language – UML) é


a linguagem padrão para especificar, visualizar, documentar e construir artefatos de
um sistema e pode ser utilizada em todos os processos de desenvolvimento
orientados a objetos, ao longo de seus ciclos de desenvolvimento, usando diferentes
tecnologias de implementação (FURLAN, 1998). A UML teve origem em uma
tentativa de se unificar os principais métodos orientados a objetos utilizados até
então: a OMT (RUMBAUGH,1994) e o Método de Booch (BOOCH, 1994). A este
esforço juntou-se também Ivar Jacobson, fundindo também seu método OOSE
(JACOBSON,1992). Contudo, percebeu-se que não era possível estabelecer um
único método adequado para todo e qualquer desenvolvimento. De fato, um método
é composto por uma notação para os artefatos produzidos e de um processo
descrevendo que artefatos construir e como construí-los. A notação pode ser
65

unificada, mas a decisão de quais artefatos produzirem e que passos seguir não é
passível de padronização, já que varia de projeto para projeto. Assim, ao invés de
criarem um método unificado, Rumbaugh, Booch e Jacobson propuseram a UML,
incorporando as principais notações para os produtos de seus métodos e de vários
outros, com a colaboração de várias empresas e autores. A UML foi aprovada em
novembro de 1997 pela OMG – Object Management Group – pondo fim a uma
guerra de métodos OO.

De acordo com Furlan (1998), A UML pode ser usada para:

 Mostrar as fronteiras de um sistema e suas funções principais, utilizando


atores e casos de uso;

 Representar a estrutura estática de um sistema, utilizando diagramas de


classes;

 Modelar o comportamento de objetos com diagramas de estados;

 Ilustrar a realização de casos de uso com diagramas de interação;

 Revelar a arquitetura de implementação física com diagramas de


implementação.

6.2.1 – DIAGRAMAS UTILIZADOS PELA UML

Furlan (1998) defini diagrama como uma representação gráfica de uma


coleção de elementos de modelo, freqüentemente mostrado como uma Figura
conectado de arcos (relacionamentos) e vértices (outros elementos do modelo).

Os diagramas são conceitos que traduzem a possibilidade de agrupar


elementos básicos e suas relações de uma forma lógica ou de uma forma estrutural.

6.2.1.1 – DIAGRAMAS DE CASOS DE USO

Para Furlan (1998), diagramas de caso de uso fornecem um modo de


descrever a visão externa do sistema e suas interações com o mundo exterior,
representando uma visão de alto nível de funcionalidade intencional mediante o
recebimento de um tipo de requisição de usuário.
De acordo com Silva e Videira (2001), um diagrama de casos de uso
descreve a relação entre atores e casos de uso de um sistema, isso permite dar uma
66

visão global e de alto nível do sistema, sendo fundamental a definição correta da sua
fronteira. Estes diagramas são utilizados preferencialmente na fase de especificação
de requisitos e na modelagem dos processos de negócio.

6.2.1.2 – DIAGRAMA DE CLASSES

Para Silva e Videira (2001), os diagramas de classes descrevem a estrutura


estática de um sistema, em particular as entidades existentes, as suas estruturas
internas, e relações entre si.
Segundo Guedes (2004), o diagrama de classes é o diagrama mais utilizado e
o mais importante da UML, servindo de apoio para a maioria dos outros diagramas.
Como o próprio nome diz, define a estrutura das classes utilizadas pelo sistema,
determinando os atributos e métodos por cada classe, além de estabelecer como as
classes se relacionam e trocam informações entre si.
Nesse diagrama é possível modelar detalhes das classes e seus
relacionamentos. Também são visíveis outros elementos como interfaces e pacotes.

a) Visibilidade – a visibilidade identifica por quem uma propriedade (atributo


ou operação) pode ser utilizada.

b) Multiplicidade – indica uma faixa de cardinalidade permitida a um


elemento, isto é, a quantidade de instância possível em um
relacionamento.

c) Escopo – limitação da classe ou objeto.

d) Estereótipo – é um mecanismo de Extensibilidade da UML que representa


uma subclasse de um elemento já existente com um mesmo formato,
porém com objetivos diferentes e bem definidos.

e) Notas – é um símbolo gráfico contendo informação textual. É utilizado para


especificar vários tipos de informações sobre os modelos, como:
restrições, comentários, corpo de métodos e valores de etiquetas.

f) Restrições (Constraints) – uma restrição é uma condição ou uma restrição


propriamente dita expressa textualmente (em linguagem natural ou numa
linguagem inteligível pelo computador), com propósito de declarar alguma
semântica de um elemento.
67

O diagrama de classes, ao final do processo de modelagem, também pode


ser traduzido em uma estrutura de código que servirá de base para a implantação do
sistema. Observa-se, no entanto, que não existe no diagrama de classes uma
informação sobre os algoritmos que serão utilizados nas operações, e também não
se pode precisar a dinâmica do sistema porque não há elementos sobre o processo
ou a seqüência de processamento neste modelo.

6.2.1.3 – DIAGRAMAS DE SEQÜÊNCIAS

Para Furlan (1998), os diagramas de seqüências mostram a colaboração


dinâmica entre um número de objetos, sendo seu objetivo principal mostrar a
seqüência de mensagens enviadas entre objetos. É um gráfico bidimensional, onde
a dimensão vertical representa o tempo e a dimensão horizontal os diferentes
objetos.
De acordo com Silva e Videira (2001), os diagramas de seqüências mostram
a colaboração dinâmica entre vários objetos de um sistema. Em particular, os
objetos são representados pelas suas “linhas de vida” e interagem por troca de
mensagens ao longo de um determinado período de tempo.

6.2.1.4 – DIAGRAMAS DE COLABORAÇÃO

Para Furlan (1998), os diagramas de Colaboração: têm exatamente o mesmo


propósito dos diagramas de seqüência, apresentando, contudo, um formato
diferente. São desenhados como diagramas de objetos, onde são mostradas as
mensagens trocadas entre os objetos.
Segundo Silva e Videira (2001) os diagramas de colaboração ilustram
interações entre objetos com ênfase para a representação das ligações entre
objetos. Como os diagramas de colaboração não mostram o tempo como um
elemento explícito (tal como acontece nos diagramas de seqüências), a seqüência
de mensagens e de atividades concorrentes é determinada usando-se números
seqüenciais, com diferentes níveis hierárquicos.

6.2.1.5 – DIAGRAMAS DE TRANSIÇÃO DE ESTADO

Para Silva e Videira (2001), os diagramas de transição de estado descrevem


as seqüências de estados que um objeto ou uma interação pode passar ao longo da
68

sua existência em resposta a estímulos recebidos, conjuntamente com as suas


respostas e ações.

6.2.1.6 – DIAGRAMAS DE ATIVIDADES

Segundo Silva e Videira (2001), o diagrama de atividades mostra o fluxo


seqüencial de atividades, é normalmente utilizado para demonstrar as atividades
executadas por uma operação especifica do sistema.

6.2.1.7 – DIAGRAMAS DE COMPONENTES

De acordo com Silva e Videira (2001), os diagramas de componentes


descrevem as dependências entre componentes de software, incluindo
componentes de código fonte, código binário e executável.
Os diagramas de componentes são representados na forma de tipos e não na
forma de instâncias. Para descreverem as instâncias de componentes, usam-se os
diagramas de instalação.

6.2.1.8 – DIAGRAMAS DE INSTALAÇÃO

De acordo com Silva e Videira (2001), os diagramas de instalação descrevem


a configuração de elementos de suporte de processamento, e de componentes de
software, processos e objetos existentes nesses elementos.

6.2.1.9 – DIAGRAMAS DE IMPLEMENTAÇÃO

Para Furlan (1998), o diagrama de Implementação é composto por dois


diagramas:

 Diagrama de Componentes: são mostradas as dependências entre


componentes de software, inclusive código fonte, código binário e
componente executável.

 Diagrama de Implantação: mostra elementos de configuração do


processamento em tempo de execução, isto é, os componentes de
software, processos e dispositivos físicos.
69

6.3 – PROCESSO UNIFICADO

O processo unificado utiliza a Linguagem de Modelagem Unificada (Unified


Modeling Language – UML) no preparo de todos os artefatos do sistema.
Para Pressman (2006), o Processo Unificado é um arcabouço para a
engenharia de software orientada a objetos usando a UML.
Segundo Larmam (2004), o Processo Unificado surgiu como um processo
popular para o desenvolvimento de software, visando à construção de sistemas
orientados a objetos.
Na concepção de Jacobson (1999), o processo unificado de desenvolvimento
de software é o conjunto de atividades necessárias para transformar requisitos do
usuário em um sistema de software. O Processo Unificado é baseado em
componentes, o que leva o sistema a ser construído, a partir de componentes de
software interconectado via interfaces muita bem definida.
De acordo com Kendall Scott (2001) o Processo Unificado encaixa-se na
definição geral de processo: um conjunto de atividades executadas para transformar
um conjunto de requisitos do cliente em um sistema de software. Entretanto, o
Processo Unificado também é uma estrutura genérica de processo que pode ser
customizado adicionando-se ou removendo-se atividades com base nas
necessidades específicas e nos recursos disponíveis para um projeto.
Na concepção de Larman (2004), o desenvolvimento é organizado em mini-
projetos, de duração fixa chamada de interação. O resultado de cada interação é um
produto já testado, integrado e executável. Onde, em cada interação inclui suas
próprias atividades de analise de requisitos, projeto, implantação e teste.
O ciclo de vida iterativo é baseado em refinamentos e incrementos de um
sistema por meio de múltiplas iterações, com realimentação (feedback) e adaptação
cíclicas como principais propulsores para convergir para um sistema adequado. O
sistema cresce incrementalmente ao longo do tempo, interação por interação, razão
pela qual esta abordagem também é conhecida como desenvolvimento interativo e
incremental, dando a sensação evolucionária que é essencial no desenvolvimento
moderno de software.
Para Armam (2004), um projeto baseado no Processo Unificado organiza o
trabalho e as Iterações em quatro fases principais:
70

Figura 32 – Ciclo de Vida do Processo Unificado (Fonte: Wazlawick 2004)

6.3.1 – FASES DO PROCESSO UNIFICADO

Em seu livro de Engenharia de Software, Pressman (2006) afirma que as


fases do Processo Unificado são as seguintes:

 Fase de Concepção;

 Fase de Elaboração;

 Fase de Construção;

 Fase de Transição.

6.3.1.1 – FASE DE CONCEPÇÃO

Fase de concepção do Processo Unificado abrange atividades de


comunicação com o cliente e de planejamento. Em colaboração com o cliente e com
os usuários finais, os requisitos de negócio para o software são identificados, um
rascunho da arquitetura do sistema é proposto e um plano para a natureza iterativa
e incremental do projeto que vai ser seguido é desenvolvido. Requisitos de negócios
fundamentais são descritos por meio de casos de uso preliminares que descrevem
quais características funções são desejáveis para cada classe importante de
usuários. Em geral, um caso de uso descreve uma seqüência de ações que são
realizadas por um ator (por exemplo: uma pessoa, uma máquina, outro sistema) á
medida que o ator interage com o software. Casos de uso ajudam a identificar o
escopo do projeto e fornecem base para o planejamento do projeto.
A arquitetura nesse ponto não é nada mais que um esboço dos principais
subsistemas e das funções e características que os compõem. Posteriormente, a
arquitetura será refinada e expandida em um conjunto de modelos que
71

representarão diferentes visões do sistema. O planejamento identifica recursos,


avalia os principais riscos, define um cronograma e estabelece uma base para as
fases que devem ser aplicadas á medida que o incremento de software é
desenvolvido.

6.3.1.2 – FASE DE ELABORAÇÃO

A fase de elaboração inclui a comunicação com o cliente e atividades de


modelagem do modelo genérico de processo. A elaboração refina e expande os
casos de uso preliminares que foram desenvolvidos como parte da fase de
concepção e expande a representação arquitetural para incluir cinco visões
diferentes do software – o modelo de caso de uso, o modelo de análise, o modelo de
projeto, o modelo de implementação e o modelo de implantação. Em alguns casos, a
elaboração cria uma “referência arquitetural executável” (Arl,2002) que representa
uma primeira versão do sistema executável. A referência arquitetural demonstra a
viabilidade da arquitetura, mas não fornece todas as características e funções
requeridas para uso do sistema. Além disso, o plano é cuidadosamente revisto no
ápice da fase de elaboração para garantir que o escopo, os riscos e as datas de
entrega permaneçam razoáveis. Modificações no plano podem ser feitas nesse
momento.

6.3.1.3 – FASE DE CONSTRUÇÃO

A fase de construção do Processo Unificado é idêntica á atividade de


construção definida para o processo genérico de software. Usando o modelo
arquitetural como entrada, a fase de construção desenvolve ou adquire os
componentes de software que vão tornar cada caso de uso operacional para os
usuários finais. Para conseguir isso, os modelos de análise e projeto que foram
iniciados durante a fase de elaboração são completados de modo a refletir a versão
final do incremento de software. Todas as características e funções necessárias e
requeridas do incremento de software serão implementadas no código-fonte. À
medida que os componentes são implementados, testes unitários são projetados e
executados para cada um deles. Além disso, as atividades de integração (montagem
de componentes e testes de integração) são conduzidas. Casos de Uso são usados
para derivar uma seqüência de teste de aceitação que serão executados antes do
72

inicio da fase seguinte do Processo Unificado.

6.3.1.4 – FASE DE TRANSIÇÃO

A fase de transição do Processo Unificado abrange os últimos estágios da


atividade genérica de construção e a primeira parte da atividade genérica de
implantação. O software é dado aos usuários finais para testes e relatórios de
feedback do usuário sobre defeitos e modificações necessárias. Além disso, a
equipe de software cria informações de apoio necessárias que precisam ser
entregues. Na conclusão da fase de transição, o incremento de software torna-se
uma versão utilizável do software.

6.3.1 - AS DISCIPLINAS DO PROCESSO UNIFICADO (FLUXOS DE TRABALHO-


WORKFLOW)

O Processo Unificado descreve atividades de trabalho, como redigir um caso


de uso, dentro de disciplinas (originalmente chamados fluxos de trabalho). Uma
disciplina é um conjunto de atividades (e artefatos relacionados) em uma área
relacionada com um assunto, como as atividades dentro da análise de requisitos. No
Processo Unificado, um artefato é o termo usado para qualquer produto do trabalho:
código, gráficos para Web, esquema de banco de dados, documentos em texto,
diagramas, modelos e assim por diante.
Existem várias disciplinas no Processo Unificado; (Larman 2004) focaliza
alguns artefatos nas seguintes:

 Modelagem de Negócio – Quando do desenvolvimento de uma única


aplicação, esta inclui a modelagem de objetos do domínio. Quando
estamos envolvidos com a análise de negócios ou reengenharia de
processo de negócio em larga escala, inclui a modelagem dinâmica dos
processos de negócio ao longo de toda a empresa.

 Requisitos – Análise de requisitos para uma aplicação, como escrever


casos de uso e identificar requisitos não funcionais.

 Projeto – Todos os aspectos relacionados com o projeto, incluindo a


arquitetura geral, objetos, bancos de dados, redes e outros tópicos
correlatos.
73

Figura 33 - Disciplina de um Processo Unificado

A figura lista na coluna à esquerda as atividades que devem ser realizadas


em cada fase (requisitos, análise, projeto, implementação e testes). As curvas não
devem ser interpretadas literalmente, mas representam uma aproximação do esforço
despendido com cada atividade em cada fase. Relembre que uma fase normalmente
está subdividida em iterações, ou mini-projetos. Uma iteração típica executa as cinco
atividades, como mostra a figura na fase de elaboração.

7 – SEGURANÇA E REDE
7.1 – SEGURANÇA

Com o crescimento da Internet com seus serviços associados é cada vez


maior a necessidade de se integrar banco de dados de diversas partes, os bancos
de dados ultrapassam as fronteiras da organização sendo atualmente integrados
com sistemas de fornecedores e clientes. Junto a essa expansão surgem às
preocupações com a segurança da informação, atualmente, com o uso de
aplicações on line, os sistemas tornam-se onipresentes, entretanto também
vulneráveis a ataques maliciosos.
Segundo Silberschatz (1999), os dados armazenados no banco de dados
precisam ser protegidos de acessos não autorizados, destruição ou alteração
insidiosa e introdução acidental de inconsistência.
74

7.1.1 – CONSTITUIÇÃO DA SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS

No estudo do conjunto de medidas, políticas e mecanismos para prover


confidencialidade, integridade e disponibilidade dos dados e para proteger o sistema
de ataques internos ou externos, sejam eles maliciosos ou não.

7.1.2 – ATAQUES EM BANCO DE DADOS

Ataques podem ser do tipo físico ou lógico:

 Físicos:

o Destruição de dispositivos de armazenamento;

o Ataque às fontes de alimentação do sistema.

 Lógicos:

o Acesso direto ou indireto para informação protegida;

o Modificação ilegal de dados;

o Ataques na Disponibilidade.

A proteção absoluta do banco de dados contra abusos é impossível, mas o


custo para o criminoso pode tornar-se tão alto que impedirá a maioria, se não todas
elas, das tentativas de acesso ao banco de dados sem a devida autorização. A
segurança do banco de dados normalmente refere-se à proteção contra acesso
insidioso, ao passo que a integridade se refere à precaução contra perda acidental
de consistência. Usaremos o termo segurança tanto para nos referir à segurança
quanto à integridade, nos casos em que a distinção entre esses conceitos não é
essencial.

Para proteger o banco de dados, devemos tomar medidas de segurança em


vários níveis:

 Físico: O site ou sites contendo os sistemas de computadores devem ser


fisicamente seguros contra entradas diretas ou clandestinas de intrusos.

 Humano: Os usuários devem ser cuidadosamente autorizados para


reduzir a chance de qualquer fornecimento de acesso a um intruso em
troca de suborno ou outros favores.
75

 Sistema Operacional: Independente de quão seguro o sistema de


banco de dados seja, a debilidade na segurança do sistema operacional
pode servir como meio de acesso não autorizado ao banco de dados.

 Redes: Desde que quase todos os bancos de dados permitem acesso


remoto por meio de terminais ou redes, a segurança em nível de software
de rede é tão importante quanto à segurança física, tanto na internet
como em redes privadas de empresa.

 Sistema de Banco de Dados: Alguns usuários de sistemas de banco de


dados podem ter autorização de acessos somente a uma porção limitada
do banco de dados. Outros usuários podem ser autorizados a emitir
consultas (queries), mas podem estar proibidos de modificar os dados. É
responsabilidade do sistema de banco de dados é garantir que essas
restrições de acesso não sejam violadas.

7.1.3 – SEGURANÇA EM BANCO DE DADOS

Os principais requisitos para proteção dos dados são:

 Garantir que os dados confidenciais estejam disponíveis somente às


pessoas autorizadas;

 Garantir proteção dos dados contra a modificação maliciosa ou acidental;

 Garantir a disponibilidade do dado;

Estes requisitos são “as peças chaves” de segurança em banco de dados.

7.1.4 – POLÍTICA DE SEGURANÇA

O inevitável desenvolvimento da tecnologia da informação em ambiente web,


aliadas a necessidade de manter as informações confidenciais, integridade e
disponibilidade, não só nas redes internas das empresas, mas em ambientes
abertos. Potencializaram o desenvolvimento políticas de seguranças mais rígidas, no
entanto, um sistema 100% seguro ainda está muito longe de existir, porém, o nível
de segurança que devemos procurar para as nossas redes deve se aproximar deste
nível. A grande dificuldade encontrada está no fato de que, na mesma proporção, ou
até mesma com maior intensidade em buscar assegurar a integridade do sistema.
76

Muitos mecanismos de segurança necessitam de uma infra-estrutura de apoio


e o gerenciamento dessa infra-estrutura. Para tal, necessita envolver: colaboradores
utilizando o sistema de maneira a fazer uso das políticas implementadas, gerências
responsáveis pelo desenvolvimento, entendimento e multiplicação das diretrizes de
segurança definida na política, técnicos responsáveis pela implementação e
manutenção dos controles detalhados nas políticas e profissionais de segurança
responsáveis além do auxílio em criar e normalizar as políticas estendesse em
mantê-las. Nada irá suprir as perdas ocasionadas pela não observação das
fragilidades, pois elas serão, na maioria das vezes, irrecuperáveis.
Os esforços relacionados com a busca de melhores mecanismos para a
segurança culminaram com a homologação da "Norma Internacional de Segurança
da Informação" denominada "ISO/IEC 17799:2000". Esta norma trata da segurança
das informações e não somente dos dados que trafegam pela rede ou que residem
dentro de um sistema computacional.
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é a responsável
pelo Fórum Nacional de Normalização, em abril de 2001, disponibilizou para
consulta pública o Projeto 21: 204.01-010, que daria origem a norma nacional de
segurança da informação: NBR ISO/IEC 17799:2000. A norma nacional de
segurança de informação é dividida nos 10 macros controles:
 Política de Segurança;
 Segurança Organizacional;
 Classificação e Controle dos Ativos da Informação;
 Segurança em Pessoas;
 Segurança Física e do Ambiente;
 Gerenciamento de Operações e Comunicações;
 Controle de Acesso;
 Desenvolvimento da Segurança de Sistemas;
 Gestão da Continuidade do Negócio;
 Conformidade.
77

7.1.5 – BACKUP

Backup é um termo que se refere a cópia de dados de um dispositivo para o


outro e tem como objetivo ter uma maior segurança em caso de problema com os
dados originais. Todo backup tem um único propósito, recuperar os dados originais.
Backup é hoje essencial para qualquer pessoa ou empresa que usa um
computador ou outro dispositivo como máquina fotográfica, mp3s etc. Porém, apesar
de ser uma tarefa simples é quase sempre esquecida ou negligenciada.
Existem muitas maneiras de perder informações involuntariamente. Às vezes
isso pode acontecer por uma queda de energia, um relâmpago, falha mecânica,
incêndio, roubo do equipamento, etc.
O procedimento de backup no TRE é realizado da seguinte maneira:
 Full - diário;

Não se faz o Backup Incremental no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito


Federal.
O backup é armazenado em fitas magnéticas. Há 2 tipos de fitas existentes:
 Fita DLT (Digital Line Tape) – Utilizada para backup nos servidores do
Administrativo;
 Fita DLTO (Digital Line Tape Optical) – Utilizada para backup nos
Servidores da Eleição.

7.2 – PROJETO DE REDES

O Firewall favorecerá a segurança e evitará grande parte dos transtornos e


aborrecimentos, todavia esses equipamentos por si só não são a garantia da total
segurança. Uma política de segurança bem definida, o uso adequado de senhas, a
divisão dos usuários em grupos e a adminis atração correta dos recursos permitem o
uso seguro do sistema.
A seguir apresenta-se a estrutura de redes do TRE-DF.
78

Figura 34 - Estrutura de Redes do TRE-DF


79

CAPÍTULO VII
8 – PROJETO DE SOFTWARE

Neste tópico aborda-se a Implementação do software de acordo com as


fases: concepção, elaboração, construção e implantação.

8.1 – LEVANTAMENTO DOS REQUISITOS


8.1.1 – REQUISITOS FUNCIONAIS

O sistema tem como objetivo executar as seguintes funções, como:


1. Cadastrar
 Usuários;
 Estagiários;
 Supervisores;
 Gerentes.
2. Consultar:
 Freqüência de estagiários;
 Avaliações disponíveis para preenchimento.
3. Gerenciar relatórios capazes de auxiliar na avaliação dos estagiários
por parte de:
 Gerentes;
 Supervisores.
4. Controle dos formulários:
 Freqüência;
 Avaliação mensal;
 Avaliação trimestral;
 Atividades desenvolvidas.
80

8.1.2 – REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS

 Tempo de resposta ao usuário;


 Espaço em disco necessário para armazenar as informações;
 Tempo de consulta ao banco de dados;
 O tipo de navegador (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Apple Safari,
etc.);
 Tempo de backup e restore.

8.2 – DIAGRAMA DE CASO DE USO

Para Furlan (1998), Diagramas de Caso de Uso fornecem um modo de


descrever a visão externa do sistema e suas interações com o mundo exterior,
representando uma visão de alto nível de funcionalidade intencional mediante o
recebimento de um tipo de requisição de usuário.

De acordo com Silva e Videira (2001), um Diagrama de Caso de Uso


descreve a relação entre atores e casos de uso de um sistema. Isso permite dar
uma visão global e de alto nível do sistema, sendo fundamental a definição correta
da sua fronteira. Estes diagramas são utilizados preferencialmente na fase de
especificação de requisitos e na modelagem dos processos de negócio.

A seguir será apresentado o Caso de Uso do Sistema Eletrônico de Gestão


das Informações de Estágio.
81

Figura 35 – Diagrama de Caso de Uso


82

8.2.1 – ESPECIFICAÇÃO DE DIAGRAMA DE CASO DE USO

Segundo Furlan (1998), a especificação de Caso de Uso, descreve os casos


de uso na forma de cenários narrativos.

NOME DO CASO DE USO LOGAR NO SISTEMA


Este caso de uso permite ao usuário acesso ao
DESCRIÇÃO
Sistema
USUÁRIO
ATOR ENVOLVIDO
[GERENTE | ESTAGIÁRIO | SUPERVISOR]

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


USUÁRIO CASO DE USO
Este caso de uso é iniciado sempre que um
usuário previamente inscrito no sistema
informa seus dados (Matricula, senha) para
o acesso.
O sistema verifica a informação de identificação.
(Ex01)
Consulta os dados (Matricula e senha) existem
Se existir
Envia uma mensagem: “Seja bem Vindo!”.
Direciona para a página principal conforme o perfil
do usuário.
Senão existir
Envia uma mensagem: “Dados Incorretos! – Não
foi possível efetuar o seu acesso!”
Informa através de uma mensagem o sucesso da
operação.
Recebe uma mensagem de Acesso
Efetuado.
O caso de uso é encerrado.
EXCEÇÕES
Caso veja verificado algum campo não preenchido ou
preenchido incorretamente, uma mensagem será
EX 01
enviada: “Dados Incorretos! – Não foi possível efetuar
o seu acesso!”
Tabela 01 – Logar no Sistema
83

NOME DO CASO DE
USO MANTER USUÁRIO

DESCRIÇÃO Permite incluir, consultar, alterar e excluir um usuário.

ATOR ENVOLVIDO GERENTE

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


GERENTE CASO DE USO
O caso de uso é iniciado
quando o Gerente informa
uma das opções
desejadas.
1. Caso seja Cadastrar:
Exibe o formulário para preenchimento de novos dados.
2. Caso seja Consultar:
Exibe o formulário preenchido com dados sobre o usuário.
Contendo as opções de Alterar e Excluir.
Preenche o formulário
com os dados do usuário
Valida os novos dados do formulário. (Ex01)
Persistem os dados
Dados para inclusão no perfil de Estagiário:
# Matricula, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo, Senha, Perfil, Lotação,
Nível de Escolaridade, Data de Nascimento, Curso, Período
(Semestre), Ramal, Naturalidade, Nome do Supervisor, Endereço,
Telefone Residencial, Celular, Área de Especialização, Data de Início e
Data Prevista para o Término.
Dados para inclusão no perfil de Supervisor:
#Matricula, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo, Senha, Perfil e lotação.
Dados para inclusão no perfil de Gerente:
#Matricula, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo, Senha, Perfil e lotação.

Informa através de uma mensagem o sucesso da operação.


Recebe uma mensagem
de Atividade Efetuada.
O caso de uso é encerrado.
EXCEÇÕES
Caso tenha algum campo obrigatório sem preenchimento uma
EX 01
mensagem será enviada: ”Preencha os campos obrigatórios!”
Tabela 02 – Manter Usuário
84

NOME DO CASO DE USO EFETUAR FREQUENCIA


Permite lançamento de freqüência de entrada e saída, de
DESCRIÇÃO estagiários.

ATOR ENVOLVIDO ESTAGIÁRIO

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


ESTAGIÁRIO CASO DE USO
O caso de uso é iniciado quando o
estagiário solicita registrar freqüência.
O caso de uso busca os dados (Matricula) do estagiário
1. Caso seja Efetuar entrada:
Consulta se existe Registro de entrada
Se existir
Envia uma mensagem: “Já houve entrada!”.
Senão existir
Efetua o Registro de Entrada
Persistem os dados (Nome Matricula, Hora, dia, mês e
ano).
Envia uma mensagem: “Registro de Entrada
Efetuada!”.
2. Caso seja Efetuar Saída:
Consulta se existe Registro de entrada
Se existir
Efetua o Registro de Saída.
Persistem os dados (Nome Matricula, Hora, dia, mês e
ano).
Envia uma mensagem: “Registro de Saída Efetuada!”.
Senão existir
Envia uma mensagem: “Erro! Não é possível efetuar
Registro de Saída, pois não houve Registro de Entrada”.

Informa através de uma mensagem o sucesso da


operação.
Recebe confirmação de inclusão dos
dados.
O caso de uso é encerrado.
Tabela 03 – Efetuar Freqüência
85

NOME DO CASO DE USO EFETUAR AVALIAÇÃO MENSAL


DESCRIÇÃO Tem por objetivo efetuar avaliações sobre o
estagiário.
ATOR ENVOLVIDO SUPERVISOR
PRÉ-REQUISITO Estar Logado
INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO
SUPERVISOR CASO DE USO
O caso de uso é iniciado quando o Supervisor
informa a matricula do estagiário.
O caso de uso verifica a matricula informada.
(EX 01)
Consulta se o estagiário já efetuou a atividade
mensal (EX 02)
Exibe a atividade mensal e a freqüência
mensal e a atividade mensal
Insere as observações e solicita salvar.

Verifica se o formulário foi preenchido (EX 03)

Persistem os dados

Envia uma mensagem: “Avaliação Efetuada


com sucesso!”.
Recebe confirmação de Inclusão dos dados.
O caso de uso é encerrado.
EXCEÇÕES
EX 01 Emite mensagem de erro “Matrícula inválida!”
EX 02 Emite mensagem de erro “A atividade ainda
não foi preenchida.”
EX 03 Emite mensagem de erro “Insira as
observações.”
Tabela 04 – Efetuar Avaliação Mensal
86

NOME DO CASO DE USO EFETUAR AVALIAÇÃO TRIMESTRAL


Tem por objetivo efetuar avaliações sobre o estagiário.
DESCRIÇÃO

ATOR ENVOLVIDO SUPERVISOR

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


SUPERVISOR CASO DE USO
O caso de uso é iniciado quando o
supervisor informa a matricula do
estagiário.
O caso de uso consulta a matrícula informada. (EX 01)
Caso de uso exibe formulário

Preenche o formulário

Verifica se o formulário está preenchido (EX02)

Persistem os dados.

Envia uma mensagem: “Avaliação efetuada com sucesso!”.


Recebe confirmação de Inclusão dos
dados.
O caso de uso é encerrado.

EXCEÇÕES
EX 01 Emite mensagem de erro. “Matrícula inexistente/inválida!”
Caso tenha algum campo obrigatório sem preenchimento
EX 02 uma mensagem será enviada: ”Preencha os campos
obrigatórios!”
Tabela 05 – Efetuar Avaliação Trimestral
87

NOME DO CASO DE USO EMITIR RELATÓRIOS

DESCRIÇÃO Permite gerar relatórios.

ATOR ENVOLVIDO Gerente ou Supervisor

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


Gerente ou Supervisor. CASO DE USO
O caso de uso é iniciado
quando o Gerente ou
Supervisor solicita um
relatório.
O caso de uso recebe a solicitação.
 Caso seja Relatório de Acompanhamento Mensal: recupera
os dados do estagiário (matricula, nome, lotação), dados de
freqüência, nome do supervisor responsável, atividades
desenvolvidas e avaliação do supervisor;
 Caso seja Relatório de Avaliação Trimestral: recupera os
dados da avaliação do período.
O caso de uso gera o relatório
O Gerente ou Supervisor
recebe o relatório.
O caso de uso é encerrado.
Tabela 06 – Emitir Relatórios
88

NOME DO CASO DE USO EFETUAR ATIVIDADES


Permite lançamento de Atividades
DESCRIÇÃO desenvolvidas pelo estagiário.

ATOR ENVOLVIDO ESTAGIÁRIO

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


ESTAGIARIO CASO DE USO

O caso de uso é iniciado quando o estagiário solicita


efetuar atividades desempenhadas do mês.

Caso de uso exibe formulário


Estagiário preenche formulário e solicita salvar. Caso de uso verifica se está preenchido
(Ex01)
O caso de uso persiste os dados.
Envia uma mensagem: “Inclusão
Processada!”.
Recebe confirmação de Inclusão dos dados.

O caso de uso é encerrado.

EXCEÇÕES
Caso de uso emite mensagem de erro
EX 01
solicitando preencher os dados.
Tabela 07 – Efetuar Atividades
89

NOME DO CASO DE USO


CORRIGIR FREQÜÊNCIA
DESCRIÇÃO Tem por objetivo corrigir possíveis irregularidades da
Freqüência do estagiário.
ATOR ENVOLVIDO
SUPERVISOR

PRÉ-REQUISITO Estar Logado

INTERAÇÃO ENTRE ATOR E CASO DE USO


SUPERVISOR CASO DE USO
O caso de uso é iniciado quando o
Supervisor informa a matricula do
estagiário.
O caso de uso valida a matricula informada. (EX 01)
Consulta a Matricula.
Se existir
Envia uma mensagem: “Formulário Encontrado”.
Exibe o formulário para alteração.
Senão existir
Envia uma mensagem: “Matricula inexistente ou
invalida!”.
Corrigi as alterações desejadas
O caso de uso valida os dados informados. (EX02)
Persistem os dados informados (hora de entrada, hora de
saída)
Envia uma mensagem: "Alteração Efetuada!".
Recebe confirmação de Alteração dos
dados.
O caso de uso é encerrado.

EXCEÇÕES
EX 01 A matrícula é composta por um número de seis
algarismos. Caso ocorra alguma divergência, uma
mensagem será enviada:
"Atenção Matricula Inválida!".
EX 02 Caso veja verificado algum campo não preenchido, uma
mensagem será enviada: "Preencha todos os campos”
Tabela 08 – Corrigir Freqüência
90

8.3 – DIAGRAMAS DE SEQÜÊNCIA

Apresenta a interação de seqüência de tempo dos objetos que participam


dessa interação.
Para Furlan (1998), os Diagramas de Seqüências mostram a colaboração
dinâmica entre um número de objetos, sendo seu objetivo principal mostrar a
seqüência de mensagens enviadas entre objetos. É um gráfico bidimensional, onde
a dimensão vertical representa o tempo e a dimensão horizontal os diferentes
objetos.
De acordo com Silva e Videira (2001), os diagramas de seqüências mostram
a colaboração dinâmica entre vários objetos de um sistema. Em particular, os
objetos são representados pelas suas “linhas de vida” e interagem por troca de
mensagens ao longo de um determinado período de tempo.
A representação simbólica do Diagrma de Seqüência é a seguinte:

Actor

Class Bondary

Class Control

Class Entity

:Tela log Autenticacao :Usuário


:Usuário
Informar dados
Dados do Login
Verifica dados

Resultado verificado
Direciona para Index OK Mensagem

Mensagem de erro:"Dados incorretos" Erro

Figura 36 – Logar no sistema


91

:Gerente :Tela_Usuario Controle_Usuario :Usuário

Informar opção

Exibe opção informada

Preenche os dados Dados do usuário

Valida os dados
Exibe mensagem: "Campos não preenchidos." Erro Mensagem

Dados validados
Persiste os dados

Resultado da Persistência

Exibe mensagem: "Atividade Efetuada"

Figura 37 – Manter Usuário

:Tela_Frequencia Controle_Frequencia :Freqüência


:Estagiário
Registrar freqüência

Registrar freqüência

Verifica dados
Exibe mensagem: Se não existir entrada
"Informe entrada"

Se existir Persiste dados

Exibir mensagem do resultado Resultado da persistência

Figura 38 – Efetuar Freqüência


92

:Tela_Avaliacao_Mensal Controle_Avaliacao_Mensal :Estagiário :Atividades :Freqüência :Av.Mensal


:Supervisor
Informar Matrícula Dados da Matrícula
Verifica Matrícula

Exibe mensagem: Mensagem de erro Status da Verificação


"Matrícula não encontrada."
Status OK Consulta Atividade Mensal Consulta Freqüência

Exibe mensagem: Mensagem de erro


"Atividade não preenchida." Retorno da Consulta Retorno da Consulta
Exibe Atividade Mensal Dados da Atividade
e Freqüência Mensal e freqüência

Insere dados Dados da Avaliação

Verifica campo
Exibe mensagem: Mensagem de erro
"Preencha todos os campos."
Dados validados Persiste os dados

Exibe mensagem: Resultado da Persistência


"Avaliação efetuada."

Figura 39 – Efetuar Avaliação Mensal

:Tela_Avaliacao_Trimestral Controle_Avaliacao_Trimestral :Estagiário :Avaliacao_Trimestral


:Supervisor
Informar matrícula Dados da Matrícula
Consulta matrícula

Status matrícula
Exibe mensagem: Mensagem de erro
"Matrícula inexistente."
Exibe Avaliação
Dados da avaliação
Preenche Avaliação
Dados da avaliação
Valida campo
Mensagem de erro
Exibe mensagem:
"Preencha todos os campos." Persiste dados
Dados validados

Resultado da Persistência
Exibe mensagem
"Avaiação efetuada."

Figura 40 – Efetuar Avaliação Trimestral


93

:Tela_Relatorio Controle_Relatorios :Relatorio


:Gerente ou Supervisor
Solicitar relatório

Busca os dados

Dados encontrados
Dados buscados
Exibe relatório

Figura 41 – Emitir Relatórios

:Tela_Atividades Controle_Atividades :Avaliacao_Mensal


:Estagiário
Efetuar Atividade Efetuar Atividade

Verifica campo
Mensagem de erro
Exibe mensagem:
"Preencha todos os campos." Dados validados. Persiste dados

Resultado da Persistência

Exibe mensagem:
"Inclusão processada."

Figura 42 - Efetuar Atividades


94

:Altera_Frequencia Controle_Frequencia :Freqüência


:Supervisor
Informar matrícula

Dados Matrícula
Consulta Matrícula

Exibe mensagem Mensagem erro Resultado Consulta

Exibe Formulário
Dados do Resultado
Preenche Alteração
Dados da Alteração
Verifica campo
Exibe mensagem Mensagem erro
"Preecha todos os campos."

Dados validados Persiste dados

Resultado da Persistência
Exibe mensagem

"Alteração efetuada."

Figura 43 – Corrigir Freqüência

8.4 – DIAGRAMA DE ESTADO

Sob o ponto de vista de Martins (2004) o Diagrama de Estados mostra o


comportamento dinâmico de uma classe, componente, subsistema ou objeto.
Na visão de Melo (2004) este diagrama cobre o ciclo de vida do objeto,
passando por vários estados em uma seqüência lógica e cronológica.
De acordo com Furlan (1998) a desvantagem deste diagrama é ter de definir
todos os estados possíveis, tarefa difícil em sistemas complexos.
O diagrama de estado é tipicamente um complemento para a descrição das
classes. Este diagrama mostra todos os estados possíveis que objetos de certa
classe podem se encontrar e mostram também quais são os eventos do sistema que
provocam tais mudanças. Os diagramas de estado não são escritos para todas as
classes de um sistema, mas apenas para aquelas que possuem um número definido
de estados conhecidos e onde o comportamento das classes é afetado e modificado
pelos diferentes estados.
95

Encaminhando Registro para Login

Login para aprovação


Analisando Registro de Login Aprovando Login

Login não pode ser aprovado


Login Efetuado

Login Negado
Rejeitando Login

Figura 44 – Logar no sistema

Enviando Registro Alterando registro freqüência

Analisando Registro de freqüência Efetuando Registro de Freqüência


Freqüência será efetuada

Pedido não será efetuado


Freqüência será mudada

Registro efetuado
Rejeitando Registro de Freqüência Corrigindo Registro de Freqüência

Pedido Negado Registro corrigido

Figura 45 – Efetuar e Corrigir Freqüência

8.5 – DIAGRAMA DE ATIVIDADES

Sua finalidade é documentar o fluxo de execução de uma operação ou caso


de uso, demonstrando os caminhos condicionais e atividades concorrentes
(MARTINS 2004).
96

Segundo Furlan (1998) este diagrama é útil quando deseja descrever um


comportamento paralelo ou interação entre os comportamentos de vários casos de
usos.
Diagramas de Atividade capturam ações e seus resultados. Eles focam o
trabalho executado na implementação de uma operação (método), e suas atividades
numa instância de um objeto. O Diagrama de Atividade é uma variação do diagrama
de estado e possui um propósito um pouco diferente do diagrama de estado, que é o
de capturar ações (trabalho e atividades que serão executados) e seus resultados
em termos das mudanças de estados dos objetos. O Diagrama de Atividade mostra
o fluxo seqüencial das atividades, é normalmente utilizado para demonstrar as
atividades executadas por uma operação específica do sistema. Consistem em
estados de ação, que contém a especificação de uma atividade a ser
desempenhada por uma operação do sistema. Decisões e condições, como
execução paralela, também podem ser mostrados no Diagrama de Atividade. O
diagrama também pode conter especificações de mensagens enviadas e recebidas
como partes de ações executadas.

Pedido de Login

Encaminhando Login

Login será Analisado

Analisando Login

Login será Rejeitado Login será Aprovado

Rejeitando Login Aprovando Login

Login Negado Login Efetuado

Figura 46 – Logar no sistema


97

Pedido de Freqüência

Encaminhando Registro Freqüência

Freqüência será analisada

Analisando Registro Freqüência

Pedido não será Efetuado


Pedido será Efetuado

Rejeitando Registro de Freqüência Enviando Registro Freqüência


Pedido será Corrigido

Corrigindo Registro Freqüência


Pedido Freqüência Efetuado

Pedido Freqüência negado Pedido Freqüência Corrigido

Figura 47 – Efetuar e Corrigir Freqüência

8.6 – DIAGRAMA DE CLASSES

De acordo com Furlan (1998), Diagrama de Classes é uma estrutura lógica


estática em uma superfície de duas dimensões mostrando uma coleção de
elementos declarativos de modelo, como classes, tipos e seus respectivos
conteúdos e relações.
O Diagrama de Classes demonstra a estrutura estática das classes de um
sistema onde estas representam as "coisas" que são gerenciadas pela aplicação
modelada. Classes podem se relacionar com outras através de diversas maneiras:
associação (conectadas entre si), dependência (uma classe depende ou usa outra
classe), especialização (uma classe é uma especialização de outra classe), ou em
pacotes (classes agrupadas por características similares). Todos estes
relacionamentos são mostrados no diagrama de classes juntamente com as suas
estruturas internas, que são os atributos e operações.
O Diagrama de Classes é considerado estático já que a estrutura descrita é
sempre válida em qualquer ponto do ciclo de vida do sistema. Um sistema
normalmente possui alguns Diagrama de Classes, já que não são todas as classes
que estão inseridas em um único diagrama e certa classe pode participar de vários
Diagrama de Classes.
98

Figura 48 – Diagrama de Classes


99

8.6.1 – ESPECIFICAÇÃO DE CLASSES

A especificação de classes descreve uma visão abstrata dos conteúdos e do


comportamento de uma classe. As especificações são as seguintes:
Classe de Controle Autenticacao:
Descrição: Classe responsável por permite ao usuário acesso ao Sistema.
Métodos: Autenticar_Log (Matricula, Senha e Perfil).
Comportamento: Acessar o sistema e sair do sistema.
Regras e restrições: Só terá autorização de acesso ao sistema se o usuário já
estiver com matrícula e senha cadastradas, e perfil definido.

Classe Utilitário Usuario:


Descrição: Classe responsável por persistir dados dos usuários.
Atributos: Matricula, Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo e Lotacao.
Métodos: Logar (Matricula, Senha e Perfil) e Deslogar (Matricula Senha e Perfil).
Comportamento: Logar no sistema e deslogar do sistema.
Regras e restrições: Só será permitido o acesso do usuário se o mesmo já
estiver com dados de cadastro persistidos.

Classe Utilitário Estagiario:


Descrição: Classe responsável por persistir dados dos estagiários.
Atributos: Matricula, Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo, Lotação,
Nivel_Escolaridade, Data_Nascimento, Curso, Periodo, Ramal, Naturalidade,
Nome_Supevisores, Endereco, Telefone_Residencial, Celular, Data_Nascimento,
Area_Especializacao, Data_Inicio e Data_Prevista_Termino.
Métodos: Logar (Matricula, Senha e Perfil), Deslogar (Matricula, Senha e Perfil),
Registrar (Hora_Entrada,Hora_Saida e Data) e Descrever
(Descricao_Atividades).
Comportamento: Logar no sistema, deslogar do sistema, registrar (freqüência) e
descrever (atividades desenvolvidas durante os meses).
Regras e restrições: Só será permitido acesso do estagiário se o mesmo já
estiver com dados de cadastro persistidos.
100

Classe Utilitário Supervisor:


Descrição: Classe responsável por persistir dados do supervisor.
Atributos: Matricula, Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo e Lotacao.
Métodos: Logar (Matricula, Senha e Perfil), Deslogar (Matricula, Senha e Perfil),
Avaliar (Parecer_mensal, Assiduidade, Disciplinas, Relacionamento, Aprendizado
e Observacao) e Modificar (Data, Hora_Entrada e Hora_Saida).
Comportamento: Logar e deslogar do sistema Avalia (através de Avaliações
Mensais e Trimestrais), Modifica a Freqüência de estagiários.
Regras e restrições: Só será permitido o acesso do Supervisor se o mesmo já
estiver com dados de cadastro persistidos.

Classe Utilitário Gerente:


Descrição: Classe responsável por persistir dados do gerente.
Atributos: Matricula, Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo e Lotacao.
Métodos: Logar (Matricula, Senha e Perfil), Deslogar (Matricula, Senha e Perfil),
e Gerenciar (Matricula Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo e Lotacao).
Comportamento: Logar no sistema e deslogar do sistema, e Gerenciar os usuário
do sistema.
Regras e restrições: Só será permitido o acesso do Supervisor se o mesmo já
estiver com dados de cadastro persistidos.

Classe de Controle Controle_Usuario:


Descrição: Classe responsável por controle sobre a consulta, inclusão, exclusão
e alteração dos dados dos usuários.
Métodos: Incluir_Usuario (Matricula, Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo
e Lotacao), Consultar_Usuario (Matricula), Exclusao_Usuario (Matricula) e
Alteracao_Usuario (Matricula Senha, Perfil, Nome, CPF, RG, E-mail, Sexo e
Lotacao)
Comportamento: Inclusão consulta exclusão e alteração de usuários do sistema.
Regras e restrições: Só será permitido acesso a essa classe se matricula do
usuário for uma matricula já cadastrada no sistema senão vai ser sugerida uma
inclusão de dados para novos usuários.
101

Classe Utilitário Controle_Frequencia:


Descrição: Classe responsável por persistir o registro de freqüência dos usuários.
Atributos: Hora_Entrada, Hora_Saida e Data.
Métodos: Registrar (Matricula, Curso, Periodo, Lotacao, Data, Hora_Entrada e
Hora_Saida).
Comportamento: Registrar os dados de freqüência de usuários no sistema.
Regras e restrições: Só será permitido o registro da freqüência do usuário no
sistema no horário estipulado pelos gestores.

Classe Utilitário Controle_Avaliacao_Mensal:


Descrição: Classe responsável por persistir os dados das avaliações no mês
sobre os estagiários.
Atributos: Parecer mensal.
Métodos: Avaliar (Matricula).
Comportamento: Avaliar os dados dos estagiários persistentes no sistema.
Regras e restrições: Só será permitido o registro da avaliação mensal pelo
usuário depois que os estagiários preencher o formulário de atividades do mês.

Classe Utilitário Controle_Avaliação_Trimestral:


Descrição: Classe responsável por persistir os dados das avaliações no âmbito
de três meses sobre os estagiários.
Atributos: Assiduidade, Disciplina, Relacionamento, Aprendizado e Observacao.
Métodos: Registrar (Matricula, Curso, Periodo, Lotacao, Data, Hora_Entrada e
Hora_Saida).
Comportamento: Avaliar os dados dos estagiários persistentes no sistema.
Regras e restrições: Só será permitido o registro da avaliação trimestral pelo
usuário depois de certo período quando avaliação estiver disponível no sistema.

Classe Utilitário Controle_Atividades:


Descrição: Classe responsável por persistir os dados das atividades
desenvolvidas no mês pelos os estagiários.
Atributos: Descricao_Atividades.
Métodos: Descrever (Matricula).
Comportamento: Descreve as atividades desenvolvidas pelos estagiários
persistentes no sistema.
102

Classe de Controle Altera_Frequencia:


Descrição: Classe responsável por alteração nos registros de freqüência dos
estagiários.
Atributos: Hora_Entrada, Hora_Saida e Data.
Métodos: Modificar (Data, Hora_Entrada e Hora_Saida)
Comportamento: Modifica os dados da freqüência de estagiários no sistema.
Regras e restrições: Só será permitida a modificação no registro da freqüência do
usuário no sistema somente com justificativa comprovada (Exemplo: Atestado
Médico).

Classe de Interface Tela_Usuario:


Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários.
Atributos: Matricula, Nome, Senha, Perfil, CPF, RG, E-mail, Sexo e Lotacao.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se o mesmo for o gerente.

Classe de Interface Tela_Frequencia:


Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários para efetuar a
freqüência.
Atributos: Matricula, Nome, Senha, Perfil, CPF, RG, E-mail, Sexo, Lotacao,
Hora_Entrada, Hora_Saida e Data.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se o mesmo for o estagiário ou o supervisor necessitar alterar alguns
dados.
Classe de Interface Tela_Log:
Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários para logar no
sistema.
Atributos: Matricula, Nome e Senha.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se o mesmo estiver permissão para acesso.
103

Classe de Interface Tela_Avaliacao_Mensal:


Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários para a
realização das Avaliações do Mês feitas pelo Supervisor.
Atributos: Matricula, Nome, Senha, Perfil, CPF, RG, E-mail, Sexo, Lotacao e
Parecer_Mensal.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se já estiver sido a efetuação de atividades pelo estagiário.

Classe de Interface Tela_Atividades:


Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários para a
realização das Atividades feitas pelos estagiários.
Atributos: Matricula, Nome, Senha, Perfil, CPF, RG, E-mail, Sexo, Lotacao, e
Descricao_Atividades.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se o mesmo for o estagiário.

Classe de Interface Tela_Avaliacao_Trimestral:


Descrição: Classe responsável por receber os dados de usuários para
Avaliações Trimestrais.
Atributos: Matricula, Nome, Senha, Perfil, CPF, RG, E-mail, Sexo, Lotacao,
Assiduidade, Disciplina, Relacionamento, Aprendizado e Observacao.
Regras e restrições: Só será permitida a entrada de dados pelo usuário no
sistema se o mesmo for o Supervisor.

8.7 – BANCOS DE DADOS E SGBD

Um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) consiste em uma


coleção de dados inter-relacionados e um conjunto de programas para acessá-los. O
principal objetivo de um SGBD é prover um ambiente que seja adequado e eficiente
para recuperar e armazenar dados de bancos de dados. (KORTH, 1995).
Os objetivos de um sistema de gerenciamento de banco de dados são o de
isolar o usuário dos detalhes internos do banco de dados e promover a
independência dos dados em relação às aplicações, ou seja, tornar independente da
aplicação, a estratégia de acesso e a forma de armazenamento. O sistema de
104

gerenciamento de banco de dados é um conjunto de quatro componentes básicos:


dados, hardware, software e usuários (REZENDE, 2004).

8.7.1 – ME-R (Modelo Entidade-Relacionamento)

Os bancos de dados relacionais são constituídos não somente de tabelas,


mas de três componentes: uma coleção de estruturas de dados; um conjunto de
operadores, a álgebra e o cálculo relacionais; e um conjunto de restrições de
integridade que definem os conjuntos de estados e mudanças de estado
consistentes do banco de dados (REZENDE, 2004).
Hoje em dia o modelo relacional e os sistemas gerenciadores de banco de
dados relacionais dominam as aplicações de negócio. O modelo relacional foi
introduzido para sobrepor os defeitos e desvantagens de modelos como hierárquico
e os modelos em rede, e atualmente, vários sistemas gerenciadores de banco de
dados utilizam esse paradigma para garantir a alocação de dados para os mais
diversos tipos de aplicações (FROTA, 2004)

8.7.1.1 – ENTIDADES

Para Cougo (1997), as entidades podem ser reconhecidas através da


observação de 5 grupos de entidades:
 As coisas tangíveis;
 As funções exercidas por elementos;
 Eventos ou ocorrências;
 Interações;
 Especificações.
Uma entidade, segundo Chen (1976), é algo que possui identificação própria.
São coisas reais ou abstratas que são relevantes para uma empresa, como clientes,
produtos, faturas. São representadas graficamente por um retângulo.
 Usuário;
 Atividades;
 Avaliação Mensal;
 Estagiário;
 Freqüência;
 Avaliação Trimestral.
105

8.7.1.2. – ATRIBUTOS

Para Cougo (1997), os atributos são características inerentes a uma classe de


entidade, que poderão ser observadas na maioria dos elementos pertencentes a
essa classe. Para que um elemento pertencente a uma classe de entidade possa ser
único, torna-se necessário o uso do atributo chamado chave primária que é um
atributo que não se repete entre elementos de uma mesma entidade.
Usuário Atividades Avaliação Mensal
Matricula Cod_Atividades Cod_Parecer_Mensal
Senha Descricao_Atividades Parecer_Mensal
Perfil Usuario_Matricula Usuario_Matricula
Nome Estagiario_Matricula
CPF
RG
E-mail
Sexo
Lotacao
Tabela 09 – Atributos: Usuário, Atividades e Avaliação Mensal.
106

Estagiário Freqüência Avaliação Trimestral


Matricula_Estagiario Cod_Frequencia Cod_Avaliacao_Trimestral
Usuario_Matricula HORA_Entrada Usuario_Matricula
Data_Nascimento HORA_Saida Assiduidade
Nivel_Escolaridade Dt_Frequencia Disciplina
Curso Usuario_Matricula Relacionamento
Período Estagiario_Matricula Aprendizado
Ramal Observacao
Naturalidade
Nome_Supervisor
Endereço
Bairro
Cidade
Estado
Telefone_Residencial
Telefone_Celular
Área_especializacao
Data_Inicio
Data_Prevista_Termino
Tabela 10 – Atributos: Estagiário, Freqüência e Avaliação Trimestral.

8.7.2 – RELACIONAMENTO

Segundo Chen (1976), um relacionamento é uma associação entre entidades,


Por exemplo, “pai-filho” é um relacionamento entre duas entidades que podem ser
classificadas como “pessoa”.
O relacionamento representa a relação existente entre entidades integrantes
de um MER. É notado por uma linha ligando as entidades envolvidas e possuem
nome e cardinalidade.
A cardinalidade constitui um indicativo genérico da quantidade de ocorrências
(máxima e mínima) de cada entidade envolvida no relacionamento. É expressa por
sinais (flechas, pés-de-galinha, números, letras, e demais), que são grafados sobre
a linha do relacionamento, nas duas extremidades do mesmo. A notação para a
107

cardinalidade é o item que apresenta maior variação entre os autores que escrevem
sobre o MER. Neste texto utiliza-se uma barra para notar a cardinalidade “1” e o pé-
de-galinha para a cardinalidade “N”.
Considerando a cardinalidade, o relacionamento pode ser de três tipos:
1) 1:1 - Lê-se UM para UM.
Indica que UMA ocorrência da entidade cliente relaciona-se com UMA
ocorrência da entidade conta-corrente e vice-versa.
2) 1: N - Lê-se UM para MUITOS.
Indica que UMA ocorrência da entidade cliente relaciona-se com muitas
ocorrências da entidade conta-corrente e vice-versa.
3) M: N - Lê-se MUITOS para MUITOS.
Indica que UMA ocorrência da entidade cliente relaciona-se com muitas
ocorrências da entidade conta-corrente e; UMA ocorrência da entidade conta-
corrente relaciona-se com muitas ocorrências da entidade cliente.

8.7.2.1 – DEPENDÊNCIA DE EXISTÊNCIA

Dependência de existência ocorre quando a existência de uma determinada


entidade está condicionada à existência de outra entidade a ela relacionada. Uma
entidade fraca não possui sequer identidade própria, sendo sua chave primária
composta pela chave estrangeira proveniente da entidade dominante concatenada a
um identificador de si própria (que pode repetir para diferentes instâncias da
entidade dominante) (CHEN, 1976).
Outra forma de relacionamento entre entidades é a dependência de
existência. Se a existência da entidade x depende da existência da entidade y,
dizemos que y é uma entidade dominante e x é uma entidade subordinada. Se a
entidade y é eliminada, a entidade x também é. (SILBERSCHATZ, 1999).

Legenda:
 U – Usuário
 A – Atividades
 AM – Avaliação Mensal
 AT – Avaliação Trimestral
 F – Freqüência
108

 E – Estagiário

 U, A  1:N / parcial
 U, AM  1:N / parcial
 U, E  1:N / total
 U, F  1:N / parcial
 U, AT  1:N / parcial

8.7.3 – DE-R (MODELO CONCEITUAL)

O Modelo Conceitual representa a realidade através de uma visão global dos


principais dados e relacionamentos, sem se preocupar com as restrições de
implementação (Cornachione, 2001:71).
Uma das técnicas mais utilizadas dentre os profissionais da área é a
abordagem entidade-relacionamento (ER), onde o modelo é representado
graficamente através do diagrama entidade-relacionamento (DER).

Figura 49 – DE-R (modelo conceitual)


109

8.7.4 – MAPEAMENTO (MODELO CONCEITUAL PARA MODELO LÓGICO)

O Modelo Lógico representa a definição do formato adequado da estrutura


dos dados, de acordo com as regras de implementação e fatores limitantes impostos
pela estrutura e tecnologia (Cougo, 1997:29).
Mapeamento dos atributos Conceitual - Lógico – é uma tabela contendo a
relação dos nomes dos atributos conceituais e os seus correspondentes nomes
lógicos, o tipo do atributo e o tamanho em bytes. Neste mapeamento podem-se
indicar as chaves primárias e estrangeiras das entidades.
Usuário
Matricula# Varchar (16) – Não Nulo
Senha Varchar (32) – Não Nulo
Perfil Varchar (10) – Não Nulo
Nome Varchar (64) – Não Nulo
CPF BigInt(20) – Não Nulo
RG Varchar(20)
Email Varchar (32)
Sexo Varchar (1)
Lotacao Varchar (16)
Tabela 11 – Mapeamento Usuário

Atividades
Cod_Atividades# Integer (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
Descricao_Atividades LongText
Usuario_Matricula (FK) Varchar (16)– Não Nulo
Estagiario_Matricula(FK) Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 12 – Mapeamento Atividades

Avaliação Mensal
Cod_Parecer_Mensal# Interger (10)– Não Nulo – Auto Incremental
Parecer_Mensal Varchar(8) – Não Nulo
Usuario_Matricula Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 13 – Mapeamento Avaliação Mensal
110

Estagiário
Matricula_Estagiário# Varchar (16) – Não Nulo
Usuario_Matricula# (FK) Varchar (16) – Não Nulo
Data_Nascimento Varchar (10)
Nivel_Escolaridade Varchar (24)
Curso Varchar (32)
Periodo Varchar (16)
Ramal Integer (4)
Naturalidade Varchar (16)
Nome_Supervisor Varchar (64)
Endereco Varchar (32)
Bairro Varchar (32)
Cidade Varchar (32)
Estado Varchar (2)
Telefone_Residencial Bigint (20)
Telefone_Celular Bigint (20)
Area_especializacao Varchar (16)
Data_Inicio Varchar (10)
Data_Prevista_Termino Varchar (10)
Tabela 14 – Mapeamento Estagiário

Freqüência
Cod_Frequencia# Integer (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
HORA_Entrada Time
HORA_Saida Time
Dt_Frequencia Date
Usuario_Matricula (FK) Varchar (16)– Não Nulo
Estagiario_Matricula(FK) Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 15 – Mapeamento Freqüência
111

Avaliação Trimestral
Cod_Avaliacao_Trimestral# Integer (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
Assiduidade Integer (2)
Disciplina Integer (2)
Relacionamento Integer (2)
Aprendizado Integer (2)
Observacao LongText
Usuario_Matricula (FK Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 16 – Mapeamento Avaliação Trimestral

8.7.5 – NORMALIZAÇÃO

Para Machado (1995) a Normalização é uma Técnica, que consiste de um


Processo Matemático Formal fundamentado na Teoria dos Conjuntos. Através do
Processo Matemático da Normalização, pode-se substituir, gradativamente, um
conjunto de Entidades e Relacionamentos por outro, mais “adequado”, em relação a
Anomalias de Atualização (Inclusão, Alteração e Exclusão). Essas anomalias de
Atualização em um Banco de Dados podem causar problemas tais como a
ocorrência de: grupos repetitivos de dados; dependências parciais de chave;
redundâncias desnecessárias de dados; perdas acidentais de informações;
dificuldades de representações de fatos da realidade (modelos); e dependências
transitivas entre atributos. Todas essas dificuldades podem ser reduzidas ou
minimizadas através do uso da Técnica de Normalização; e a utilização da Técnica
de Normalização torna o Modelo de Dados, que se estiver utilizando, bastante
estável, isto é, sujeito a poucas manutenções. A Normalização tem por objetivo
produzir um Projeto de BD capaz de ser manipulado, cada vez mais, como um
simples conjunto de operações, visando minimizar anomalias e inconsistências de
dados. A Teoria da Normalização é tradicionalmente expressa através de um
Conjunto de Formas Normais (primeira, segunda e terceira forma normal), que
progressivamente otimizam as estruturas e os conteúdos das relações.
112

Usuário
Matricula# Varchar (16) – Não Nulo
Senha Varchar (32) – Não Nulo
Perfil Varchar (10) – Não Nulo
Nome Varchar (64) – Não Nulo
CPF BigInt (20) – Não Nulo
RG Varchar(20)
Email Varchar (32)
Sexo Varchar (1)
Lotacao Varchar (16)
Tabela 17 – Normalização Usuário

Atividades
Cod_Atividades# Integer (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
Descricao_Atividades LongText
Usuario_Matricula (FK) Varchar (16)– Não Nulo
Estagiario_Matricula(FK) Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 18 – Normalização Atividades

Avaliação Mensal
Cod_Parecer_Mensal# Interger (10)– Não Nulo – Auto Incremental
Parecer_Mensal Varchar(8)
Usuario_Matricula Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 19– Normalização Avaliação Mensal
113

Estagiário
Matricula_Estagiário# Varchar (16) – Não Nulo
Usuario_Matricula# (FK) Varchar (16) – Não Nulo
Data_Nascimento Varchar (10)
Nivel_Escolaridade Varchar (24)
Curso Varchar (32)
Periodo Varchar (16)
Ramal Integer (4)
Naturalidade Varchar (16)
Nome_Supervisor Varchar (64)
Endereco Varchar (32)
Bairro Varchar (32)
Cidade Varchar (32)
Estado Varchar (2)
Telefone_Residencial BigInt(20)
Telefone_Celular BigInt(20)
Área_especializacao Varchar (16)
Data_Inicio Varchar (10)
Data_Prevista_Termino Varchar (10)
Tabela 20 – Normalização Estagiário

Freqüência
Cod_Frequencia# Integer (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
HORA_Entrada Time
HORA_Saida Time
Dt_Frequencia Date
Usuario_Matricula (FK) Varchar (16)– Não Nulo
Estagiario_Matricula(FK) Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 21 – Normalização Freqüência
114

Avaliação Trimestral
Cod_Avaliacao_Trimestral# Inteiro (10) – Não Nulo – Auto
Incremental
Assiduidade Integer (2)
Disciplina Integer (2)
Relacionamento Integer (2)
Aprendizado Integer (2)
Observação LongText
Usuario_Matricula (FK Varchar (16) – Não Nulo
Tabela 22 – Normalização Avaliação Trimestral

8.7.6 – DE-R – MODELO LÓGICO

O modelo lógico é o resultado ou produto da conversão de um modelo


conceitual para um determinado tipo de banco de dados, ou conforme Heuser
(2001), “Um modelo lógico é uma descrição de um banco de dados no nível de
abstração visto pelo usuário do sistema gerenciador de banco de dados”.

Figura 50 – DE-R (modelo lógico)


115

8.7.6.1 – DICIONARIZAÇÃO

Segundo Chen (1990), a dicionarização visa documentar os elementos que


compõem o esquema do banco de dados a ser implementado. A técnica mais
utilizada é a descrição textual dos elementos, organizados em tabelas de texto.
Para O’brien (2004), são informações catalogadas armazenadas em um
banco de dados de definições e especificações de dados. Considera-se como uma
ferramenta da administração de banco de dados, contém descrições relativas à
estrutura, elementos de dados, inter-relações e outras características.Um dicionário
de dados é um catálogo ou diretório computadorizado contendo metadados, ou seja,
dado sobre os dados, inclui um componente de software para gerenciar um banco
de definições de dados.

Entidade: Usuário
Descrição: Classe responsável por persistir dados dos usuários.
Atributos Descrição Chave Primária Observação
Matricula # Matrícula do Usuário S -
Senha Senha de acesso N -
Perfil Perfil do Usuário N -
Nome Nome do Usuário N -
CPF CPF do Usuário N -
RG RG do Usuário N -
E-mail E-mail do Usuário N -
Sexo Sexo do Usuário N -
Lotacao Lotação do Usuário N -
Tabela 23 – Dicionarização Usuário
116

Entidade: Atividades:
Descrição: Classe responsável por persistir os dados das atividades desenvolvidas
no mês pelos os estagiários.
Chave
Atributos Descrição Observação
Primária
Cod_Atividades# Código da Atividade S -
Descricao_Atividades Descrição das Atividades N -
Usuario_Matricula (FK) Matrícula Usuário N -
Estagiario_Matricula(FK) Matrícula Estagiário N
Tabela 24 – Dicionarização Atividades

Entidade: Avaliação Mensal


Descrição: Classe responsável por persistir os dados das avaliações no mês sobre
os estagiários.
Atributos Descrição Chave Primária Observação
Cod_Parecer_Mensal# Código do Parecer
S -
Mensal
Parecer_Mensal Parecer Mensal N

Usuário_Matricula (FK) Matrícula do Usuário N -


Tabela 25 – Dicionarização Avaliação Mensal
117

Entidade: Estagiário
Descrição: Classe responsável por persistir dados dos estagiários.
,

Atributos Chave
Descrição Observação
Primária
Matricula_Estagiário# Matrícula do Estagiário S -

Usuario_Matricula# Matrícula do Usuário


S -
(FK)
Data_Nascimento Data Nascimento N -
Nivel_Escolaridade Nível Escolaridade N -

Curso Curso N -

Periodo Período N -

Ramal Ramal N -

Naturalidade Naturalidade N -

Nome_Supervisor Nome Supervisor N -

Endereço Endereço N

Bairro Bairro N
Cidade Cidade N

Estado Estado N

Telefone_Residencial Telefone Residencial N


Telefone_Celular Telefone Celular N

Area_especializacao Área especialização N

Data_Inicio Data Inicio N

Data_Prevista_Termino Data Prevista Termino N


Tabela 26 – Dicionarização Estagiário
118

Entidade: Freqüência
Descrição: Classe responsável por persistir o registro de freqüência dos Estagiários.
Atributos Descrição Chave Primária Observação
Cod_Frequencia# Código Freqüência S -
HORA_Entrada Hora Entrada N

HORA_Saida Hora Saída N -


Dt_Frequencia Data Freqüência N -
Usuario_Matricula (FK) Matrícula do Usuário N
Estagiario_Matricula(FK) Matrícula Estagiário N
Tabela 27 – Dicionarização Freqüência

Entidade: Avaliação Trimestral


Descrição: Classe responsável por persistir os dados das avaliações no âmbito de
três meses sobre os estagiários.
Chave
Atributos Descrição Observação
Primária
Cod_Avaliacao_Trimestral# Código Avaliação
S -
Trimestral
Assiduidade Assiduidade N

Disciplina Disciplina N -
Relacionamento Relacionamento N -
Aprendizado Aprendizado N
Observação Observação N
Usuario_Matricula (FK) Matrícula Usuário N
Tabela 28 – Dicionarização Avaliação Trimestral

8.7.6.2 – IMPLANTAÇÃO

Segundo Chen (1990), a implantação é o ato de criar, testar e homologar o


modelo de banco de dados desenvolvido. A técnica utilizada é a execução de scripts
em linguagem SQL.
119

8.7.6.2.1 – SCRIPT DO BANCO DE DADOS

CREATE DATABASE `segie` ;


CREATE TABLE Usuario (
Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Senha VARCHAR(32) NOT NULL,
Perfil VARCHAR(10) NOT NULL,
Nome VARCHAR(64) NOT NULL,
CPF BIGINT(20) NOT NULL,
RG VARCHAR(20) NULL,
Email VARCHAR(32) NULL,
Sexo VARCHAR(1) NULL,
Lotacao VARCHAR(16) NULL,
PRIMARY KEY(Matricula)
);
CREATE TABLE Estagiario (
Matricula_Estagiario VARCHAR(16) NOT NULL,
Usuario_Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Data_Nascimento VARCHAR(10) NULL,
Nivel_Escolaridade VARCHAR(24) NULL,
Curso VARCHAR(32) NULL,
Periodo VARCHAR(16) NULL,
Ramal INTEGER(4) NULL,
Naturalidade VARCHAR(16) NULL,
Estado_Civil VARCHAR(16) NULL,
Nome_Supervisor VARCHAR(64) NOT NULL,
Endereco VARCHAR(32) NULL,
Bairro VARCHAR(32) NULL,
Cidade VARCHAR(32) NULL,
Estado VARCHAR(2) NULL,
Telefone_Residencial BIGINT(20) NULL,
Telefone_Celular BIGINT(20) NULL,
Area_Especializacao VARCHAR(16) NULL,
Data_Inicio VARCHAR(10) NULL,
Data_Prevista_Termino VARCHAR(10) NULL,
PRIMARY KEY(Matricula_Estagiario, Usuario_Matricula),
FOREIGN KEY(Usuario_Matricula)
REFERENCES Usuario(Matricula)
ON DELETE CASCADE
);
CREATE TABLE Frequencia (
Cod_Frequencia INTEGER(10) NOT NULL,
Estagiario_Usuario_Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Estagiario_Matricula_Estagiario VARCHAR(16) NOT NULL,
Hora_Entrada TIME NULL,
Hora_Saida TIME NULL,
Dt_Frequencia DATE NULL,
PRIMARY KEY(Cod_Frequencia),
FOREIGN KEY(Estagiario_Matricula_Estagiario, Estagiario_Usuario_Matricula)
REFERENCES Estagiario(Matricula_Estagiario, Usuario_Matricula)
ON DELETE CASCADE
);
CREATE TABLE Avaliacao_Mensal (
Cod_Parecer_Mensal INTEGER(10) NOT NULL,
Usuario_Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Parecer_Mensall VARCHAR(8) NOT NULL,
PRIMARY KEY(Cod_Parecer_Mensal),
FOREIGN KEY(Usuario_Matricula)
REFERENCES Usuario(Matricula)
ON DELETE CASCADE
);
CREATE TABLE Avaliacao_Trimestral (
Cod_Avaliacao_Trimestral INTEGER(10) UNSIGNED NOT NULL AUTO_INCREMENT,
Usuario_Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Assiduidade INTEGER(2) UNSIGNED NOT NULL,
Disciplina INTEGER(2) UNSIGNED NOT NULL,
Relacionamento INTEGER(2) UNSIGNED NOT NULL,
Aprendizado INTEGER(2) UNSIGNED NOT NULL,
Observacao LONGTEXT NULL,
PRIMARY KEY(Cod_Avaliacao_Trimestral),
FOREIGN KEY(Usuario_Matricula)
REFERENCES Usuario(Matricula)
ON DELETE CASCADE
);
120

CREATE TABLE Atividades (


Cod_Atividades INTEGER(10) NOT NULL,
Estagiario_Usuario_Matricula VARCHAR(16) NOT NULL,
Estagiario_Matricula_Estagiario VARCHAR(16) NOT NULL,
Avaliacao_Mensal_Cod_Parecer_Mensal INTEGER(10) NOT NULL,
Descricao_Atividades LONGTEXT NULL,
PRIMARY KEY(Cod_Atividades),
FOREIGN KEY(Avaliacao_Mensal_Cod_Parecer_Mensal)
REFERENCES Avaliacao_Mensal(Cod_Parecer_Mensal)
ON DELETE NO ACTION
ON UPDATE NO ACTION,
FOREIGN KEY(Estagiario_Matricula_Estagiario, Estagiario_Usuario_Matricula)
REFERENCES Estagiario(Matricula_Estagiario, Usuario_Matricula)
ON DELETE CASCADE
);

8.7.7 – DE-R – MODELO FÍSICO

O modelo físico é o modelo utilizado para mapear um esquema de modelo ER


para um conjunto de tabelas inter-relacionadas (esquema de banco de dados
relacional). São usados para descrever dados no nível mais baixo. Em comparação
com os modelos lógicos de dados, existem poucos modelos físicos em uso.
Os modelos físicos captam aspectos da implementação de sistemas de
bancos de dados.

Figura 51 – DE-R (modelo físico)


121

8.8 – PROTÓTIPO DO SISTEMA

O sistema SEGIE tem como função gerenciar informações de estagiário. O


sistema é dividido em 3 módulos:
 Estagíario;
 Supervisor;
 Gerentes.
Como observamos na figura abaixo é apresentado o mapa do site, que nada
mais é do que uma visão geral do conteúdo disponível no site.
122

Figura 52 – Mapa do Site


123

SIGLA NOME
1 index.html
2 logar.php
3 restrito.php
4 saudacoes.php
5 config.php
6 calendario.php
E1 estagiario_index.php
E2 frequencia.php
E3 atividades.php
E4 frequencia_entrada_processamento.php
E5 frequencia_saida_processamento.php
E6 frequencia_processamento.php
E7 atividades_processamento.php
E8 resultado.php
G1 gerente_index.php
G2 usuario.php
G3 relatorios.php
G4 usuario_inserir.php
G5 usuario_consulta.php
G6 relatorio_mensal.php
G7 relatorio_trimestral.php
G8 usuario_estagiario.php
G9 usuario_inserir2.php
G10 usuario_alterar.php
G11 usuario_excluir.php
G12 Mensal.pdf
G13 Trimestral.php
G14 usuario_estagiario_processamento.php
G15 usuario_funcionario.php
G16 usuario_funcionario_processamento.php
G17 usuario_processamento.html
S1 supervisor_index.php
S2 avaliacao.php
S3 avaliacao_mensal.php
S4 avaliacao_trimestral.php
S5 avaliacao_mensal_procura.php
S6 avaliacao_trimestral_procura.php
S7 avaliacao_mensal_processamento.php
S8 frequencia.php
S9 frequencia_corrigir.php
S10 frequencia_processamento.php
S11 Relatorios.php
S12 relatorio_mensal.php
S13 relatorio_trimestral.php
S14 Mensal.pdf
S15 Trimestral.php
S16 perfil_supervisor.php
S17 usuario_processamento.php
Tabela 29 – Descrição do mapa do site
124

8.8.1 – TELA DE LOGIN

Figura 53 – Tela de login


Esta é a primeira tela do Sistema no qual os usuários vão solicitar seu acesso
ao sistema.
<?php
include("config.php");
//----------Recebendo Variaveis------------//
$login = $_POST['login'];
$senha = $_POST['senha'];
$senhaMD5 = md5($senha);
/*================Criptografia da Senha utilizando o MD5==========================
# O MD5 é um algoritmo de hash de 128 bits unidirecional desenvolvido pela RSA Data Security, Inc., Os hashes MD5 de 128-
bit (16-byte) são normalmente representados por uma sequência de 32 caracteres hexadecimais
===========================================================================*/
$sql_logar = "SELECT Matricula, Senha, Perfil, Nome FROM usuario WHERE Matricula = '$login' && Senha = '$senhaMD5'";
$exe_logar = mysql_query($sql_logar) or die (mysql_error());
$fet_logar = mysql_fetch_array($exe_logar);
$num_logar = mysql_num_rows($exe_logar);

//Verifica se existe uma linha com o login e a senha digitado


if ($num_logar == 0){
echo ("<center><b>Login ou Senha invalidos!</br></center>");
print("<br><center><img src='imagens/password.jpg' alt='Erro' /></center></br>");
echo ("<center><b><br><a href='javascript:window.history.go(-1)'>Clique aqui para tentar
novamente.</a></br></center><br><br><br>");
echo ("<strong><center> S.E.G.I.E <BR> Sistema de Gest&atilde;o de Informa&ccedil;&atilde;o de Est&aacute;gio<br />
Todos os Direitos Reservados.</center></strong>");
} else{
//Cria a sessão
$Perfil = $fet_logar["Perfil"];
$Nome = $fet_logar["Nome"];
session_start();
$_SESSION['login'] = $login;
$_SESSION['senha'] = $senha;
$_SESSION['Perfil'] = $Perfil;
$_SESSION['Nome'] = $Nome;
//Verifica o perfil do usuário e direciona para a página correspondente.
switch($Perfil)
{
case "Estagiario": // perfil estagiario
header ("Location: estagiario/estagiario_index.php");
break;
case "Gerente": // perfil gerente
header ("Location: gerente/gerente_index.php");
break;
case "Supervisor": // perfil supervisor
header ("Location: supervisor/supervisor_index.php");
break;
}}?>
config.php
<?php
125

$host = "localhost"; //Servidor do mysql


$user = "root"; //Usuario do banco de dados
$senha = ""; //senha do banco de dados
$db = "SEGIE"; //banco de dados

mysql_connect($host, $user, $senha) or die (mysql_error());


mysql_select_db($db) or die (mysql_error());
?>

Logout.php

<?php
session_start();
session_destroy();
header("location: index.html");
?>

Restrito.php

<?php
@session_start();
if (isset($_SESSION['login']) && isset($_SESSION['senha']))
{
$login_usuario = $_SESSION['login'];
}
else
{
header("Location: index.php");
exit();
}
?>

Saudacoes.php
<?php
//Meses
$meses = array(
"January"=>"Janeiro",
"February"=>"Fevereiro",
"March"=>"Março",
"April"=>"Abril",
"May"=>"Maio",
"June"=>"Junho",
"July"=>"Julho",
"August"=>"Agosto",
"September"=>"Setembro",
"October"=>"Outubro",
"November"=>"Novembro",
"December"=>"Dezembro"
);
//Dias
$dias = array(
"Sunday"=>"Domingo",
"Monday"=>"Segunda",
"Tuesday"=>"Terça",
"Wednesday"=>"Quarta",
"Thursday"=>"Quinta",
"Friday"=>"Sexta",
"Saturday"=>"Sábado",
);
/*--------------------------------- DIA / MES / ANO ----------------------------------*/
//Data usando funçao getdate
$data = getdate();
//Dia
$dia = $data ["weekday"];
$dia2 = $dias [$dia];
$dia3 = date("d");
//Mes
$mes = $data ["month"];
$mes2 = $meses [$mes];
//Ano
$ano = $data ["year"];
/*--------------------------------- HORA / MINUTOS / SEGUNDOS ----------------------------------*/
//Hora
$hora = date("G");
//Minutos
$minutos = date("i");
126

//Segundos
$segundos = date("s");
/*--------------------------------- PARA AS MENSAGENS----------------------------------*/
$hora = date("H");
//Mensagem Data e Hora
$msgdata = "Hoje é $dia2, dia $dia3 de $mes2 de $ano-";
$msgdata2 = date ("j/m/Y");
$msghora = "$hora:$minutos:$segundos hs";
$Nome = $_SESSION["Nome"];
/*--------------------------------- ESCREVENDO AS MENSAGENS ----------------------------------*/
//Madrugada
if ( ($hora >= 0) and ($hora < 6) ) {
echo "Boa madrugada! ";
echo " $msgdata";
echo "$msghora";
}
//Dia
elseif ( ($hora >= 0) and ($hora < 12) ) {
echo "Bom dia ".$Nome."!";
echo "$msgdata";
echo "$msghora";
}
//Tarde
elseif ( ($hora >= 12) and ($hora < 18) ) {
echo "Boa tarde ".$Nome."!";
echo " $msgdata";
echo "$msghora";
}
//Noite
else {
echo "Boa noite ".$Nome."!";
echo " $msgdata";
echo "$msghora";
}
?>
Calendario.php
<?PHP
//Feito por Cristiano Barbosa www.criso.com.br
$dia = date('d');
$mes = date('m');
$ano = date('Y');
$semana = date('w');
switch ($mes){
case 1: $mes = "Janeiro"; break;
case 2: $mes = "Fevereiro"; break;
case 3: $mes = "Março"; break;
case 4: $mes = "Abril"; break;
case 5: $mes = "Maio"; break;
case 6: $mes = "Junho"; break;
case 7: $mes = "Julho"; break;
case 8: $mes = "Agosto"; break;
case 9: $mes = "Setembro"; break;
case 10: $mes = "Outubro"; break;
case 11: $mes = "Novembro"; break;
case 12: $mes = "Dezembro"; break;
}
$hoje = "<font color =#006633><b>$mes - $ano";
echo "<table align = center bgcolor = #C7E7C7 >";
echo "<td bgcolor= #FFFFFF align = center>$hoje<table bgcolor = #C7E7C7 >";
echo "<td align = center >D</td><td align = center >S</td><td align = center >T</td><td align = center>Q</td><td
align =center>Q</td><td align=center >S</td><td align=center>S</td><tr>";
$mes= date('m');
$ano= date('y');
$d = mktime(0,0,0,$mes,1,$ano);
$diaSem = date('w',$d);
for ($i = 0; $i< $diaSem; $i++)
{ echo "<td align = center bgcolor= #FFFFFF> </td>";}
for ($i = 2; $i < 33; $i++){
$linha = date('d',$d);
if ($i > 3){}
if ($linha == $dia)
{echo "<td align = center><b>$linha </b> </td>";}
else {echo "<td align = center bgcolor =#FFFFFF>$linha </td>";}
if(date('w',$d) ==6){ echo " </tr> <tr>"; }
$d = mktime(0,0,0, $mes, $i, $ano);
if (date ('d',$d) =="01") {break;}
127

}
echo "</tr></table></td></font></table>";
?>

8.8.2 – PERFIL DO ESTAGIARIO


8.8.2.1 – TELA INICIAL

Figura 54 – Tela inicial – Estagiário


Está é próxima tela para o Estagiário ápos fazer o Login, e tem como função
registrar as freqüências, atidades e sair do sistema.
<html>
<head>
<title>S.E.G.I.E - M&Oacute;DULO ESTAGI&Aacute;RIO</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#0E4D82">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/estagiario_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->

<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="estagiario_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freq&uuml;&ecirc;ncia</a></li>
<li><a href="atividades.html">Atividades </a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div>
<div align="right"></div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
128

<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><img src="../imagens/LivebarGradient.png" width="100%"


height="36"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#0E4D82"><img src="../imagens/fundo_rodape.jpg" width="901"
height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#0E4D82" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.2.2 – TELA FREQÜÊNCIA

Figura 55 – Tela Freqüência – Estagiário


Nesta tela os estagiários poderam escolher o tipo de registro da freqüência e
visualizar a freqüência mensal até o momento desejado.
<html>
<head>
<title>S.E.G.I.E - M&Oacute;DULO ESTAGI&Aacute;RIO</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#0E4D82">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/estagiario_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->

<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="estagiario_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freq&uuml;&ecirc;ncia</a></li>
129

<li><a href="atividades.html">Atividades </a></li>


<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div>
<div align="right"></div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><img src="../imagens/LivebarGradient.png" width="100%"
height="36">
<table width="100%" border="0" cellspacing="0" cellpadding="0">
<tr>
<td colspan="4" align="center" class="Ft_Azul11">REGISTRE SUA FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</td>
</tr>
<tr>
<td width="26%">&nbsp;</td>
<td width="23%">&nbsp;</td>
<td width="21%">&nbsp;</td>
<td width="30%">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td align="center"><form id="frequencia" method="post" action="frequencia_entrada.html">
<input type="hidden" name="frequencia2" value="Entrar">
<input name="Entrar" type="submit" class="formbutton_GREEN" id="Entrar" value="Efetuar Registro de Entrada">
</form></td>
<td><form id="frequencia2" method="post" action="">
<input type="hidden" name="frequencia" value="Sair">
<input name="Sair" type="submit" class="formbutton_BROWN" id="Sair" value="Efetuar Registro de Sa&iacute;da">
</form></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td colspan="2" align="center"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons"
href="frequencia_processamento.html"><span>
Visualizar Frequencia Mensal

</span></a></div></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table></td>
130

</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#0E4D82"><img src="../imagens/fundo_rodape.jpg" width="901"
height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#0E4D82" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.2.3 – TELA FREQÜÊNCIA ENTRADA

Figura 56 – Tela Freqüência Entrada – Estagiário


Nesta tela o Estagiário realizou o registro de freqüência com sucesso.
<html>
<head>
<title>S.E.G.I.E - M&Oacute;DULO ESTAGI&Aacute;RIO</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#0E4D82">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/estagiario_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu.gif" bgcolor="#EFF0F1" >
<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="estagiario_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freq&uuml;&ecirc;ncia</a></li>
<li><a href="atividades.html">Atividades </a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div>
<div align="right"></div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
131

<tr>
<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><img src="../imagens/LivebarGradient.png" width="100%"
height="36">
<table width="100%" border="0" cellspacing="0" cellpadding="0">
<tr>
<td colspan="4" align="center" class="Ft_Azul11">REGISTRO DA FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA REALIZADO COM
SUCESSO !!</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td width="26%">&nbsp;</td>
<td width="23%">&nbsp;</td>
<td width="25%">&nbsp;</td>
<td width="26%">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" valign="middle" background="../imagens/amarelo.jpg"
class="Ft_Preto11">DADOS DO REGISTRO</td>
<td valign="top">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Registro Efetuado por:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">JAMES BOND</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Matr&iacute;cula:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">007</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Data do Registro:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">16/06/2008</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Hora do Registro:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">12:00</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td align="right" valign="bottom" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom">&nbsp;</td>
132

<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>


<td align="right" valign="bottom" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11"><img src="../imagens/point.jpg" width="33"
height="26"></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="35" valign="bottom"></td>
<td align="right"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons" href="estagiario_index.html"><span>
Ir para a P&aacute;gina Principal</span></a></div></td>
<td><div align="center" class="buttonwrapper2"> <a class="boldbuttons2" href="frequencia_processamento.html"><span>
Visualizar Freq&uuml;&ecirc;ncia Mensal </span></a></div></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td valign="bottom"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#0E4D82"><img src="../imagens/fundo_rodape.jpg" width="901"
height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#0E4D82" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->
</body>
</html>

8.8.2.4 – TELA FREQÜÊNCIA MENSAL

Figura 57 – Tela Freqüência Mensal – Estagiário


Nesta tela o Estagiário está visualizando os registros de freqüência no mês.
133

<html>
<head>
<title>S.E.G.I.E - M&Oacute;DULO ESTAGI&Aacute;RIO</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#0E4D82">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/estagiario_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->

<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="estagiario_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freq&uuml;&ecirc;ncia</a></li>
<li><a href="atividades.html">Atividades </a></li>
<li><a href="../index.html">Sair</a></li>
</ul>
</div>
<div align="right"></div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><img src="../imagens/LivebarGradient.png"
width="100%" height="36">
<!--
#########################################INICIO#DO#CONTEUDO########################################
###################-->
<table border="0" cellpadding="0" cellspacing="0" width="97%">
<tbody>
<tr>
<td colspan="3" align="center"><strong class="Ft_Azul11"> Freq&uuml;encia Mensal</strong></td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td align="right">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td align="right"><strong>M&Ecirc;S
<select name="select2" class="formbutton_LIMPAR" id="select2">
<option>JUNHO</option>
<option>MAIO</option>
<option>ABRIL</option>
<option>MAR&Ccedil;O</option>
<option>FEVEREIRO</option>
<option>JANEIRO</option>
</select>
ANO
<select name="select" class="formbutton_LIMPAR" id="select">
<option>2008</option>
</select>
<input name="button" type="submit" class="formbutton_BLUE" id="button" value="OK">
</strong></td>
</tr>
<tr>
<td width="31%">&nbsp;</td>
<td width="13%">&nbsp;</td>
<td width="31%" align="right">&nbsp;</td>
134

</tr>
</tbody></table>
<table width="97%" border="1" cellpadding="0" cellspacing="0" bordercolor="#0E4D82" bgcolor="#0E4D82">
<tbody>
<tr>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>DIA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong> ENTRADA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>SA&Iacute;DA</strong></td>
<td width="16%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>AUS&Ecirc;NCIA</strong></td>
<td width="17%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td width="30%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>OBSERVA&Ccedil;&Otilde;ES</strong></td>
</tr>
<tr>
<td width="4%" height="14" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
<strong>01</strong>
</center></td>
<td width="11%" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>02</strong>
</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>03</strong>
</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
135

-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>04</strong>
</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>05</strong>
</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>06</strong>
</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>07</strong>
136

</center>
</div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>08</strong>
</center>
</div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>09</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>10</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
137

18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>11</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>12</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>13</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
138

</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>14</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>15</strong>
</center>
</div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>16</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>17</strong>
</center>
</div></td>
139

<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>18</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>19</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>20</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
140

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>


-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>21</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>22</strong>
</center>
</div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>23</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
141

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">


<center>
<strong>24</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>25</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>26</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>27</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
142

12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>28</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center">
<center>
<strong>29</strong>
</center>
</div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>30</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
143

<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#ffffff"><strong>RESUMO DA FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</strong></td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>HORAS TRABALHADAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>126 hs</strong></td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>AUSENCIAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
</tbody>
</table></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFEFEF">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#0E4D82"><img src="../imagens/fundo_rodape.jpg" width="901"
height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#0E4D82" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>
144

8.8.2.5 – TELA DESCRIÇÃO DE ATIVIDADES

Figura 58 – Tela Descrição de Atividades – Estagiário


Nesta tela o Estagiário descrve as atividades desenvolvidas pelo mesmo no
mês.
<html>
<head>
<title>S.E.G.I.E - M&Oacute;DULO ESTAGI&Aacute;RIO</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#0E4D82">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/estagiario_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->

<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="estagiario_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freq&uuml;&ecirc;ncia</a></li>
<li><a href="atividades.html">Atividades </a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div>
<div align="right"></div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
145

<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><img src="../imagens/LivebarGradient.png" width="100%"


height="36">
<table width="80%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td>
<!--################################INICIO DO
CONTEUDO#################################################-->

<form method="post" action="atividades_resultado.html">


<table width="50%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td colspan="3">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="25" colspan="3" align="center" background="../imagens/azul.gif"><strong
class="Ft_Branco12">Descri&ccedil;&atilde;o das Atividades</strong></td>
</tr>
<tr>
<td colspan="3" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="3" align="center" valign="top" bgcolor="#FFFFFF"><textarea name="mensagem" cols="70" rows="10"
class="test_area"></textarea></td>
</tr>

<tr>
<td colspan="3" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><input name="Submit" type="submit" class="formbutton_RED"
value="Enviar Atividades" />
<input name="Submit2" type="reset" class="formbutton_BLUE" value="Limpar" /></td>
</tr>
<tr>
<td width="15%" align="left" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td width="13%" align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
</tr>
</table>
</form>
</td>
</tr>
</table>

<!--################################FIM DO
CONTEUDO#################################################--> </td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#0E4D82"><img src="../imagens/fundo_rodape.jpg" width="901"
height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#0E4D82" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>
146

8.8.3 – PERFIL GERENTE


8.8.3.1 – TELA PRINCIPAL

Figura 59 – Tela Principal – Gerente


Esta é a primeira tela para o Gerente ápos ter feito o Login. Nesta tela pode
ser realizado a solicitação de cadastro de usuários, relatórios e fazer Logout do
sistema.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#592005">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#611E0B" ><img src="../imagens/gerente_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_gerente.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="manter_usuario.html">Usu&aacute;rio</a></li>
<li><a href="#">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
<br style="clear: left" />
</div>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
147

<tr>
<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################inicio - corpo########################################################--><!--
########################fim - - corpo########################################################--></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#5C1F00"><img src="../imagens/fundo_rodape_gerente.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" class="Ft_Branco11"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.3.2 – TELA MANTER USUARIO

Figura 60 – Tela Cadastrar Usuário – Gerente


Nesta tela o Gerente realizará o cadastro de usuários (Gerentes, Estagiarios
ou Supervisores).

<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#592005">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#611E0B" ><img src="../imagens/gerente_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
148

<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_gerente.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="manter_usuario.html">Usu&aacute;rio</a></li>
<li><a href="#">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
<br style="clear: left" />
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><table width="100%" border="0" cellspacing="0"
cellpadding="0">
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg" class="Ft_Branco12">MANTER DE
USU&Aacute;RIO</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons5" href="usuario_inserir.php"><span>Inserir
Usu&aacute;rio</span></a></div></td>
<td><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons3" href="usuario_consulta.php"><span> Consultar
Usu&aacute;rio</span></a></div></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
149

<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td width="296">&nbsp;</td>
<td width="131">&nbsp;</td>
<td width="240">&nbsp;</td>
<td width="234">&nbsp;</td>
</tr>

</table>
<!--########################inicio - corpo########################################################--><!--
########################fim - - corpo########################################################--></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#5C1F00"><img src="../imagens/fundo_rodape_gerente.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" class="Ft_Branco11"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.3.3 – TELA CADASTRO

Figura 61 – Tela Cadastrar Usuário – Gerente


Nesta tela o Gerente realizará o cadastro de usuários (Gerentes, Estagiarios
ou Supervisores).
150

<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#592005">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#611E0B" ><img src="../imagens/gerente_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_gerente.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="manter_usuario.html">Usu&aacute;rio</a></li>
<li><a href="#">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
<br style="clear: left" />
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_gerente.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><table width="100%" border="0" cellspacing="0"
cellpadding="0">
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg" class="Ft_Branco12">MANTER DE
USU&Aacute;RIO</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
151

</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons5" href="usuario_inserir.php"><span>Inserir
Usu&aacute;rio</span></a></div></td>
<td><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons3" href="usuario_consulta.php"><span> Consultar
Usu&aacute;rio</span></a></div></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td width="296">&nbsp;</td>
<td width="131">&nbsp;</td>
<td width="240">&nbsp;</td>
<td width="234">&nbsp;</td>
</tr>

</table>
<!--########################inicio - corpo########################################################--><!--
########################fim - - corpo########################################################--></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#5C1F00"><img src="../imagens/fundo_rodape_gerente.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" class="Ft_Branco11"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>T
152

8.8.4 – PERFIL SUPERVISOR


8.8.4.1 – TELA PRINCIPAL

Figura 62 – Página principal – Supervisor


Esta tela é exibida ápos o Supervisor realizar o registro de Login. Nesta tela o
Supervisor poderá solicitar a correção de freqüência dos estagiários, preencher as
avaliações ( quando estiver disponível ), e solicitar relatórios e sair do sistemao.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.html">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.html">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
153

<tr>
<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.4.2 – TELA CORRIGIR FREQÜÊNCIA

Figura 63 – Página Corrigir Freqüência – Supervisor


Nesta tela o Supervisor realizará a alteração do registro de freqüência.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.html">Inicio</a></li>
154

<li><a href="frequencia.html">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.html">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.html">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">

<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><span class="Ft_Preto11">CORRIGIR
FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</span></td>
</tr>
<tr>
<td width="116">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td width="116">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="230" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Nome do Estagi&aacute;rio</td>
<td width="439" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">JAMES BOND</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Matr&iacute;cula:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">007</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><strong
class="Ft_Preto11">freq&uuml;&ecirc;ncia</strong></td>
</tr>
</table>
</form>
<table width="97%" border="1" cellpadding="0" cellspacing="0" bordercolor="#0E4D82" bgcolor="#0E4D82">
<tbody>

<tr>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>DIA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong> ENTRADA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>SAÍDA</strong></td>
<td width="16%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>AUS&Ecirc;NCIA</strong></td>
<td width="17%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td width="30%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>OBSERVA&Ccedil;&Otilde;ES</strong></td>
</tr>
<tr>
<td width="4%" height="14" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
<strong>01</strong>
</center></td>
<td width="11%" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
155

<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>02</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>03</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>04</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>05</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>06</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
156

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>


-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>07</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>08</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>09</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>10</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>11</strong>
157

</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>12</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>13</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>14</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>15</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
158

<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>16</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>17</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>18</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>19</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
159

-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>20</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>21</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>22</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>23</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>24</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
160

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>


-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>25</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>26</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>27</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>28</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
161

<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>


<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>29</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>30</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#ffffff"><strong>RESUMO DA FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</strong></td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>HORAS TRABALHADAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>126 hs</strong></td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
162

<td bgcolor="#ffffff"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>AUSENCIAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
</tbody></table>
<BR>
<form name="avaliacao" action="frequencia_processamento.html" method="post">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="2%" align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td width="2%" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><span class="Ft_Preto11">CORRIGIR
FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</span> </td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td width="32%" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Informe os dados para corre&ccedil;&atilde;o:</td>
<td width="64%" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">Dia</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11"><label>
<input type="text" name="textfield" id="textfield">
</label>
<label></label></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td align="center" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11"><span class="Ft_Azul11">Hora de Entrada </span></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="text" name="textfield2" id="textfield2"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td align="center" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11"><span class="Ft_Azul11">Hora de Sa&iacute;da </span></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="text" name="textfield3" id="textfield3"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">Observa&ccedil;&otilde;es</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="text" name="textfield4" id="textfield4"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">&nbsp;</td>
<td align="left" bgcolor="#FFFFFF"><span class="Ft_Azul11">
<input name="button" type="submit" class="formbutton_RED" id="button" value="Alterar Dados">
</span></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
163

</tr>

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>

<!--###########################fim CONTEUDO######################################################--
></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.4.3 – TELA AVALIAÇÕES

Figura 64 – Página Avaliações – Supervisor


Nesta tela o supervisor escolherá a avaliação a qual ele precisa preencher
para fazer a avaliação de seus estagiários.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
164

</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.html">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.html">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>

</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
>
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">

<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><strong
class="Ft_Preto11">Avalia&ccedil;&otilde;es</strong></td>
</tr>

<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td width="26%">&nbsp;</td>
<td width="24%"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons3"
href="avaliacao_mensal_procura.html"><span> Efetuar Avalia&ccedil;&atilde;o Mensal </span></a></div></td>
<td width="27%"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons5"
href="avaliacao_trimestral_procura.html"><span>Efetuar Avalia&ccedil;&atilde;o Trimestral </span></a></div></td>
<td width="23%">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
165

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>

<!--###########################fim CONTEUDO######################################################--
></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.4.4 – TELA AVALIAÇÃO MENSAL

Figura 65 – Página Avaliação Mensal – Supervisor


Nesta tela o Supervisor realizará a avaliação mensal em cima da freqüência
e das atividades desenvolvidas pelo estagiario.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
166

<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"


height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.html">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.html">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">

<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><span
class="Ft_Preto11">Avalia&ccedil;&atilde;o MENSAL</span></td>
</tr>
<tr>
<td width="116">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td width="116">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="230" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Nome do Estagi&aacute;rio</td>
<td width="439" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">JAMES BOND</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Matr&iacute;cula:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">007</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><strong
class="Ft_Preto11">freq&uuml;&ecirc;ncia</strong></td>
</tr>
</table>
</form>
<table width="97%" border="1" cellpadding="0" cellspacing="0" bordercolor="#0E4D82" bgcolor="#0E4D82">
<tbody>

<tr>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>DIA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong> ENTRADA</strong></td>
<td width="11%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>SAÍDA</strong></td>
<td width="16%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>AUS&Ecirc;NCIA</strong></td>
<td width="17%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td width="30%" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><strong>OBSERVA&Ccedil;&Otilde;ES</strong></td>
</tr>
<tr>
167

<td width="4%" height="14" align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>


<strong>01</strong>
</center></td>
<td width="11%" bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>02</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>03</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>04</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>05</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
168

-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>06</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>18:00</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>07</strong>
</center></div></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>08</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>
**********
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>09</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>10</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
169

</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>11</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>12</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>13</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>14</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
170

<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>15</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>16</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>17</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>18</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>19</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
171

<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>


12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>20</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>21</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>22</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>23</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
172

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>


<strong>24</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Ter&ccedil;a</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>25</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quarta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>26</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Quinta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center"><center>
<strong>27</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Sexta</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-
</center></td>
173

<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>


-
</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>28</strong>
</center></div></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><strong>S&aacute;bado</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr><tr>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><div align="center"><center>
<strong>29</strong>
</center></div></td>
<td width="11%" bgcolor="#CEDBFF"><strong>Domingo</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF">**********</td>
<td align="center" bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
<td bgcolor="#CEDBFF"><center>**********</center></td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><div align="center">
<center>
<strong>30</strong>
</center>
</div></td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>Segunda</strong></td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;12:00
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff"><center>
18:00
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
&nbsp;-
</center></td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff"><center>
-&nbsp;
</center></td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#ffffff"><strong>RESUMO DA FREQ&Uuml;&Ecirc;NCIA</strong></td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
174

<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>


<td bgcolor="#ffffff"><strong>HORAS TRABALHADAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff"><strong>126 hs</strong></td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>EXCEDENTE</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
<tr>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td height="14" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#ffffff">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#ffffff"><strong>AUSENCIAS</strong></td>
<td align="center" bordercolor="#000000" bgcolor="#ffffff">0 Ms</td>
</tr>
</tbody></table>
<BR>
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="2%" align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="3" align="center">&nbsp;</td>
<td width="3%" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="3" align="center">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="25" colspan="5" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><strong class="Ft_Preto11">ATIVIDAdes
DESenvolvidas </strong></td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td width="17%" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">&nbsp;</td>
<td colspan="2" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Atividades Desenvolvidas por:</td>
<td colspan="2" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">JAMES BOND</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td colspan="3" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">No dia 01, foi feito uma atualiza&ccedil;&atilde;o no
banco de Dados que estava apresentado falha de acesso. Desenvolvimento de uma aplica&ccedil;&atilde;o para o
Departamento de Controle Financeiro. O desenvolvimento se extendeu at&eacute; o final do m&ecirc;s.</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td height="25" colspan="5" align="center" background="../imagens/formbg2.gif"
class="Ft_Branco11">AVALIA&Ccedil;&Atilde;O MENSAL</td>
</tr>
175

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" class="Ft_Preto11_intentado">Apartir destes dados fa&ccedil;a a avalia&ccedil;&atilde;o Mensal</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td width="14%"><p>
<label>

<span class="Ft_Preto11">
<input type="radio" name="RadioGroup1" value="radio" id="RadioGroup1_0">
&Oacute;timo</span></label>
<span class="Ft_Preto11"><br>
<label>
<input type="radio" name="RadioGroup1" value="radio" id="RadioGroup1_1">
Bom
<br>
<input type="radio" name="RadioGroup1" value="radio" id="RadioGroup1_2">
Satisfat&oacute;rio <br>
<input type="radio" name="RadioGroup1" value="radio" id="RadioGroup1_3">
Ruim<br>
<input type="radio" name="RadioGroup1" value="radio" id="RadioGroup1_4">
P&eacute;ssimo</label>
</span><br>
</p></td>
<td width="64%">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2">&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2"><form name="form1" method="post" action="avaliacao_mensal_processamento.html">
<label>
<input name="button" type="submit" class="formbutton_AZUL" id="button" value="EFETUAR AVALIA&Ccedil;&Atilde;O
MENSAL">
</label>
</form>
</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
176

<!--###########################fim CONTEUDO######################################################--
></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>

8.8.4.5 – TELA AVALIAÇÃO TRIMESTRAL

Figura 66 – Página Avaliação Trimestral – Supervisor


Nesta tela o Supervisor avaliará o estagiário através da avaliação trimestral.
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO GERENTE</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">

</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
177

<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.html">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.html">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.html">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.html">Relatórios</a></li>
<li><a href="#">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">

<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/cinza.gif"><span
class="Ft_Preto11">Avalia&ccedil;&atilde;o trimestral</span></td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Nome do Estagi&aacute;rio</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">JAMES BOND</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11_intentado">Matr&iacute;cula:</td>
<td bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Azul11">007</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center">&nbsp;</td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td width="33">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg"><strong
class="Ft_Preto11">Assiduidade</strong></td>
<td width="35">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="659" bgcolor="#FFFFFF"><strong>Cumpre o hor&aacute;rio de estagio</strong></td>
<td width="174" bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="primeiro" value="1" />1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Os eventuais atrasos ou sa&iacute;das antecipadas realizam-se dentro dos limites de
toler&acirc;ncia estabelecidos.</strong><strong> </strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Segundo" value="1" />1
178

<input type="radio" name="Segundo" value="2" />2


<input type="radio" name="Segundo" value="3" />3
<input type="radio" name="Segundo" value="4" />4
<input type="radio" name="Segundo" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>S&oacute; se ausenta do local de estagio com conhecimento e autoriza&ccedil;&atilde;o do
supervisor.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Terceiro" value="1" />1
<input type="radio" name="Terceiro" value="2" />2
<input type="radio" name="Terceiro" value="3" />3
<input type="radio" name="Terceiro" value="4" />4
<input type="radio" name="Terceiro" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Suas eventuais faltas s&atilde;o por motivos justificados.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Quarto" value="1" />1
<input type="radio" name="Quarto" value="2" />2
<input type="radio" name="Quarto" value="3" />3
<input type="radio" name="Quarto" value="4" />4
<input type="radio" name="Quarto" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td align="left" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="30">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg"><strong
class="Ft_Preto11">Disciplina</strong></td>
<td width="34">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="662" bgcolor="#FFFFFF"><strong>Segue cuidadosamente as normas de trabalho que lhe foram
transmitidas..</strong></td>
<td width="175" bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="primeiro" value="1" />1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Observa a hierarquia da institui&ccedil;&atilde;o e a postura funcional.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Segundo" value="1" />1
<input type="radio" name="Segundo" value="2" />2
<input type="radio" name="Segundo" value="3" />3
<input type="radio" name="Segundo" value="4" />4
<input type="radio" name="Segundo" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Cumpre com presteza as ordens recebidas.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Terceiro" value="1" />1
<input type="radio" name="Terceiro" value="2" />2
<input type="radio" name="Terceiro" value="3" />3
<input type="radio" name="Terceiro" value="4" />4
179

<input type="radio" name="Terceiro" value="5" />5 </td>


<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Conhece as suas atribui&ccedil;&otilde;es e n&atilde;o se nega a execut&aacute;-
las.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Quarto" value="1" />1
<input type="radio" name="Quarto" value="2" />2
<input type="radio" name="Quarto" value="3" />3
<input type="radio" name="Quarto" value="4" />4
<input type="radio" name="Quarto" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="28">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg"><strong
class="Ft_Preto11">Relacionamento</strong></td>
<td width="32">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="666" bgcolor="#FFFFFF"><strong>O estagi&aacute;rio comporta-se de forma cordial com todas as pessoas
com quem mant&eacute;m contato.</strong></td>
<td width="175" bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="primeiro" value="1" />1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>O estagi&aacute;rio demonstra interesse em cooperar quando tem
oportunidade.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Segundo" value="1" />1
<input type="radio" name="Segundo" value="2" />2
<input type="radio" name="Segundo" value="3" />3
<input type="radio" name="Segundo" value="4" />4
<input type="radio" name="Segundo" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>O estagi&aacute;rio interage de forma simp&aacute;tica e respeitosa com os servidores
que trabalham em seu local&nbsp; de estagio.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Terceiro" value="1" />1
<input type="radio" name="Terceiro" value="2" />2
<input type="radio" name="Terceiro" value="3" />3
<input type="radio" name="Terceiro" value="4" />4
<input type="radio" name="Terceiro" value="5" />5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>O estagi&aacute;rio demonstra boa vontade&nbsp; em auxiliar&nbsp; os servidores,
quando estes est&atilde;o com grande quantidade de Tarefas a serem cumpridas.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF">
<input type="radio" name="Quarto" value="1" />1
<input type="radio" name="Quarto" value="2" />2
<input type="radio" name="Quarto" value="3" />3
<input type="radio" name="Quarto" value="4" />4
180

<input type="radio" name="Quarto" value="5" />5 </td>


<td>&nbsp;</td>
</tr>

<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="27">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg"><strong
class="Ft_Preto11">Responsabilidade</strong></td>
<td width="30">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="664" bgcolor="#FFFFFF"><strong>Preocupa-se em executar seus trabalhos de forma limpa e correta,
revendo-os e aperfei&ccedil;oando-os.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Cumpre os comprimentos de estagio dentro dos prazos estabelecidos.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Assume as conseq&uuml;&ecirc;ncias de seus atos.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Resguarda fatos de interesse da Administra&ccedil;&atilde;o.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
181

<input type="radio" name="primeiro" value="4" />


4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Zela pela conserva&ccedil;&atilde;o, limpeza e seguran&ccedil;a de seus instrumentos
de trabalho.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>
<form method="" action="">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="27">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="2" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg"><strong
class="Ft_Preto11">Aprendizado</strong></td>
<td width="27">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td width="666" bgcolor="#FFFFFF"><strong>Busca novos conhecimentos profissionais visando a execu&ccedil;&atilde;o e
o aprimoramento das atividades.</strong></td>
<td width="181" bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Mostra prontid&atilde;o para aplicar os conhecimentos que lhe foram transmitidos, na
execu&ccedil;&atilde;o de suas atividades.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="Segundo" value="1" />
1
<input type="radio" name="Segundo" value="2" />
2
<input type="radio" name="Segundo" value="3" />
3
<input type="radio" name="Segundo" value="4" />
4
<input type="radio" name="Segundo" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Busca conhecer a unidade de trabalho em que est&aacute; lotado, bem como os
m&eacute;todos e t&eacute;cnicas necess&aacute;rias &agrave; Consecu&ccedil;&atilde;o dos seus objetivos.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="Terceiro" value="1" />
1
182

<input type="radio" name="Terceiro" value="2" />


2
<input type="radio" name="Terceiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="Terceiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="Terceiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Seu trabalho &eacute; regularmente correto e limpo.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>O n&iacute;vel de aten&ccedil;&atilde;o que dispensa &agrave; execu&ccedil;&atilde;o de
suas atividades de est&aacute;gio &eacute; suficiente para levar a um resultado de boa qualidade.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>O volume de trabalho produzido &eacute; proporcional &agrave; sua&nbsp;
complexidade.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="primeiro" value="1" />
1
<input type="radio" name="primeiro" value="2" />
2
<input type="radio" name="primeiro" value="3" />
3
<input type="radio" name="primeiro" value="4" />
4
<input type="radio" name="primeiro" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><strong>Coloca em pratica os conhecimentos adquiridos.</strong></td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><input type="radio" name="Quarto" value="1" />
1
<input type="radio" name="Quarto" value="2" />
2
<input type="radio" name="Quarto" value="3" />
3
<input type="radio" name="Quarto" value="4" />
4
<input type="radio" name="Quarto" value="5" />
5 </td>
<td>&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td>&nbsp;</td>
<td bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
183

<td>&nbsp;</td>
</tr>
</table>
</form>
<form method="post" action="avaliacao_trimestral_processamento.html">
<table width="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td width="3%" height="25" align="center">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" background="../imagens/azul.gif"><strong class="Ft_Preto11">Obsevação</strong></td>
<td width="3%" height="25" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td colspan="2" align="center" bgcolor="#FFFFFF"><textarea name="mensagem" cols="70" rows="5" class="test_area"
></textarea></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td width="47%" align="left" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td width="47%" align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4" align="center"><input name="button2" type="submit" class="formbutton" id="button2" value="Salvar
Avalia&ccedil;&atilde;o" /><input name="Reset" type="reset" class="formbutton_YELLOW" id="button" value="Limpar"></td>
</tr>
</table>
</form>
<!--###########################fim CONTEUDO######################################################--
></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25"><strong>Todos os</strong> <strong>direitos
reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->
</body>
</html>

8.8.4.6 – TELA DE RELATÓRIOS

Figura 67 – Página relatórios – Supervisor


Nesta tela o Supervisor selecionará o tipo de relatório.
184

<?PHP
include("../restrito.php");
include("perfil_supervisor.php");
?>
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO SUPERVISOR</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>
<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>
<tr>
<td height="18" align="center" valign="top" bgcolor="#255836" ><span class="data">
<?php include('../saudacoes.php'); ?>
</span></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.php">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.php">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.php">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.php">Relatórios</a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo"><table width="100%" border="0" align="center"
cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="3" align="center">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td height="12" colspan="3" align="center">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td width="27%" align="center">&nbsp;</td>
<td height="25" colspan="3" align="center" background="../imagens/azul.gif"><strong class="Ft_Preto11">CONTROLE DE
relat&oacute;rios</strong></td>
<td width="25%" align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center"></td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td width="23%" align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center"></td>
<td width="4%" align="center" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td width="21%" align="center" bgcolor="#FFFFFF" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
185

</tr>
<tr>
<td align="center"></td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons3"
href="relatorio_mensal.php"><span> RELAT&Oacute;RIO MENSAL</span></a></div></td>
<td align="center" bgcolor="#FFFFFF"><div align="center" class="buttonwrapper"> <a class="boldbuttons2"
href="relatorio_trimestral.php"><span> RELAT&Oacute;RIO TRIMESTRAL</span></a></div></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center"></td>
<td align="left" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point2.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF">&nbsp;</td>
<td align="right" bgcolor="#FFFFFF"><img src="../imagens/point.jpg" width="33" height="26"></td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td align="center"></td>
<td height="13" align="center" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td align="center" class="Ft_Preto11">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
<td align="center">&nbsp;</td>
</tr>
</table>
<!--########################inicio - conteudo########################################################--><!--
###########################fim CONTEUDO######################################################--></td>

</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>
186

8.8.4.7 – TELA DE RELATÓRIO MENSAL

Figura 68 – Relatorio Mensal – Supervisor


Nesta tela o exibirá para o Supervisor o relatório mensal.
<?php
include_once("../config.php"); //Conectando ao banco MYSQL
include("../restrito.php");
include("perfil_supervisor.php");
?>
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO SUPERVISOR</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
187

<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"


height="111"></td>
</tr>
<tr>
<td height="18" align="center" valign="top" bgcolor="#255836" ><span class="data">
<?php include('../saudacoes.php'); ?>
</span></td>
</tr>

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.php">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.php">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.php">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.php">Relatórios</a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
>
<table width="100%" border="0" cellspacing="0" cellpadding="0">
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg" class="Ft_Branco12">CONSULTA DE
USU&Aacute;RIO</td>
</tr>
<tr>
<td width="206">&nbsp;</td>
<td width="227">&nbsp;</td>
<td width="244">&nbsp;</td>
<td width="224">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="36" colspan="4" align="center"><form name="form1" method="get" action="avaliacao_trimestral_procura.php">
<input name="busca" type="text">
<input type="submit" class="formbutton_BROWN" value="Buscar">
</form></td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4">
<?php
print ("<hr color=#193C25 />");

echo("<table width=90% align=center cellpading=0 cellspacing=0>");


$busca = @$_GET['busca'];

$query = mysql_query("SELECT * FROM usuario WHERE Perfil = 'Estagiario' and Matricula LIKE
'%%%%%%%$busca%%%%%%%%%' ");
$contador = 0;
$linhas = mysql_num_rows($query);
//print $linhas;
if ( $linhas== 0) {print("<center><b>Nenhum Registro encontrado !</center></b>");}

while ($ver = mysql_fetch_array($query))


{ // Zebramos nossa linha da tabela onde pegamos o cont dividimos por 2
if ($contador % 2 == 0)
{ $cor = "#FDEED9"; }
else
{ $cor = "#ffffff"; }

echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";


echo "<td class=Ft_Preto11_intentado>Matricula</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Matricula']."</td>";
188

echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "</tr>";
echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";
echo "<td class=Ft_Preto11_intentado>Nome</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Nome']."</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "</tr>";
echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>Lotação</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Lotacao']."</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";

echo "</tr>";

echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";

echo "<td width='50%' colspan=2 align='center' ></td>";


echo "<td width='50%' colspan=2 align='center' ><div align='center' class='buttonwrapper'> <a class='boldbuttons3'
href='MENSAL.pdf' target='_blank'><span> RELAT&Oacute;RIO PDF*</span></a></div> </td>";
echo "</tr>";
$contador = $contador + 1;
}

echo "</table>";
print ("<hr color=#193C25 />");

?>

</td>
</tr>
</table> <!--###########################fim
CONTEUDO######################################################--></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>
189

8.8.4.8 – TELA DE RELATÓRIO TRIMESTRAL

Figura 69 – Relatorio Trimestral – Supervisor


Nesta tela o exibirá para o Supervisor o relatório trimestral.
<?php
include_once("../config.php"); //Conectando ao banco MYSQL
include("../restrito.php");
include("perfil_supervisor.php");
?>
<html>
<head>
<title>SEGIE - M&Oacute;DULO SUPERVISOR</title>
<meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=iso-8859-1" />
<link href="../CSS/SEGIE.css" rel="stylesheet" type="text/css">
</head>

<body bgcolor="#193C25">
<!--########################inicio tabela########################################################-->
<table width="900" height="100%" border="0" align="center" cellpadding="0" cellspacing="0">
<tr>
<td height="20" align="center" valign="top" bgcolor="#193C25" ><img src="../imagens/supervisor_banner.jpg" width="900"
height="111"></td>
</tr>
<tr>
<td height="18" align="center" valign="top" bgcolor="#255836" ><span class="data">
<?php include('../saudacoes.php'); ?>
</span></td>
</tr>
190

<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" background="../imagens/imagem_menu_sup.gif" bgcolor="#EFF0F1" >

<!--########################inicio menu########################################################-->
<div class="indentmenu">
<ul>
<li><a href="supervisor_index.php">Inicio</a></li>
<li><a href="frequencia.php">Freqüência</a></li>
<li><a href="avaliacao.php">Avaliações</a></li>
<li><a href="Relatorios.php">Relatórios</a></li>
<li><a href="../logout.php">Sair</a></li>
</ul>
</div> </tr>
<tr>
<td height="5" align="center" valign="top" bgcolor="#0E4D82" ><img src="../imagens/linha_supervisor.jpg" width="100%"
height="5"></td>
</tr>
<tr>
<td width="90%" align="center" valign="top" bgcolor="#EFF0F1" id="tudo">
<!--########################INCIO CONTEUDO########################################################--
>
<table width="100%" border="0" cellspacing="0" cellpadding="0">
<tr>
<td height="25" colspan="4" align="center" background="../imagens/amarelo.jpg" class="Ft_Branco12">CONSULTA DE
USU&Aacute;RIO</td>
</tr>
<tr>
<td width="206">&nbsp;</td>
<td width="227">&nbsp;</td>
<td width="244">&nbsp;</td>
<td width="224">&nbsp;</td>
</tr>
<tr>
<td height="36" colspan="4" align="center"><form name="form1" method="get" action="avaliacao_trimestral_procura.php">
<input name="busca" type="text">
<input type="submit" class="formbutton_GRAY" value="Buscar">
</form></td>
</tr>
<tr>
<td colspan="4">
<?php
print ("<hr color=#193C25 />");

echo("<table width=90% align=center cellpading=0 cellspacing=0>");


$busca = @$_GET['busca'];

$query = mysql_query("SELECT * FROM usuario WHERE Perfil = 'Estagiario' and Matricula LIKE
'%%%%%%%$busca%%%%%%%%%' ");
$contador = 0;
$linhas = mysql_num_rows($query);
//print $linhas;
if ( $linhas== 0) {print("<center><b>Nenhum Registro encontrado !</center></b>");}

while ($ver = mysql_fetch_array($query))


{ // Zebramos nossa linha da tabela onde pegamos o cont dividimos por 2
if ($contador % 2 == 0)
{ $cor = "#FDEED9"; }
else
{ $cor = "#ffffff"; }

echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";


echo "<td class=Ft_Preto11_intentado>Matricula</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Matricula']."</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "</tr>";
echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";
echo "<td class=Ft_Preto11_intentado>Nome</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Nome']."</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
191

echo "</tr>";
echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>Lotação</td>";
echo "<td class=Ft_Vermelho11>".$ver['Lotacao']."</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";
echo "<td>&nbsp;</td>";

echo "</tr>";

echo "<tr bgcolor='".$cor."'>";

echo "<td width='50%' colspan=2 align='center' ></td>";


echo "<td width='50%' colspan=2 align='center' ><div align='center' class='buttonwrapper'> <a class='boldbuttons4'
href='TRIMENSTRAL.pdf' target='_blank'><span> RELAT&Oacute;RIO PDF*</span></a></div> </td>";
echo "</tr>";
$contador = $contador + 1;
}

echo "</table>";
print ("<hr color=#193C25 />");

?>

</td>
</tr>
</table> <!--###########################fim
CONTEUDO######################################################--></td>
</td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="bottom" bgcolor="#EFF0F1"><img src="../imagens/fundo_rodape_supervisor.jpg"
width="901" height="32"></td>
</tr>
<tr>
<td height="20px" align="center" valign="middle" bgcolor="#193C25" class="Ft_Amarela11"><strong>Todos os</strong>
<strong>direitos reservados</strong>.</td>
</tr>
</table>
<!--########################fim - tabela########################################################-->

</body>
</html>
192

8.9 – FERRAMENTAS UTILIZADAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA

A ferramentas de programação adotadas para o desenvolvimento do sistema


foi utilizado o banco de dados MySQL 5.0.51a utilizando as ferramentas de criação
do próprio banco, a aplicação foi implementada pelo o Dreamweaver 8.0, um
servidor de Web Apache 2.0 e o PHP 5.1.4, Fireworks para edição de imagens
usadas na aplicação e testado através dos browsers Internet Explorer 7 e Firefox
2.0.14.

8.9.1 – PHP

O PHP é baseado no servidor, ou seja, quando é acessada uma página


desenvolvida com a ferramenta de programação PHP através de um navegador de
Internet, todo o seu código é executado no servidor, e os resultados são enviados
para seu navegador. Portanto o navegador exibe a página já processada, sem
consumir recursos do computador que acessou a página (NIEDERAUER, 2001).
PHP (um acrônimo recursivo para "PHP: Hypertext Preprocessor") é uma
linguagem de programação de computadores interpretada, livre e muito utilizada
para gerar conteúdo dinâmico na World Wide Web. Apesar de ser uma linguagem de
fácil aprendizagem e de utilização para pequenos scripts dinâmicos simples, o PHP
é uma poderosa linguagem orientada a objetos.
A linguagem surgiu por volta de 1994, como um pacote de programas CGI
criado por Rasmus Lerdof, com o nome Personal Home Page Tools, para substituir
um conjunto de scripts Perl que ele usava no desenvolvimento de sua página
pessoal. Em 1997 foi lançado o novo pacote da linguagem com o nome de PHP/FI,
trazendo a ferramenta Forms Interpreter, um interpretador de comandos SQL.
Trata-se de uma linguagem extremamente modularizada, o que a torna ideal
para instalação e uso em servidores web. É muito parecida, em tipos de dados,
sintaxe e mesmo funções, com a linguagem C e com a C++. Pode ser dependendo
da configuração do servidor, embarcada no código HTML. Existem versões do PHP
disponíveis para os seguintes sistemas operacionais: Windows, Linux, FreeBSD,
Mac OS, OS/2, AS/400, Novell Netware, RISC OS, IRIX e Solaris.
Construir uma página dinâmica baseada em bases de dados é simples com
PHP, (em parte, vale lembrar), este provê suporte a um grande número de bases de
dados: Oracle, Sybase, PostgreSQL, InterBase, MySQL, SQLite, MSSQL, Firebird,
193

etc., podendo abstrair o banco com a biblioteca ADOdb, entre outras. Tem suporte
aos protocolos: IMAP, SNMP, NNTP, POP3, HTTP, LDAP, XML-RPC, SOAP. É
possível abrir sockets e interagir com outros protocolos. E as bibliotecas de terceiros
expandem ainda mais estas funcionalidades.
A linguagem PHP é uma linguagem de programação de domínio específico,
ou seja, seu escopo se estende a um campo de atuação que é o desenvolvimento
web, embora tenha variante como o PHP-GTK. Seu propósito principal é de
implementar soluções web velozes, simples e eficientes.

8.9.2 – APACHE

O servidor Apache (ou Servidor HTTP Apache, em inglês: Apache HTTP


Server, ou simplesmente: Apache) é o mais bem sucedido servidor web livre. Foi
criado em 1995 por Rob McCool, então funcionário do NCSA (National Center for
Supercomputing Applications)..
É a principal tecnologia da Apache Software Foundation, responsável por
mais de uma dezena de projetos envolvendo tecnologias de transmissão via web,
processamento de dados e execução de aplicativos distribuídos.
É disponibilizada em versões para os sistemas Windows, Novell Netware,
OS/2 e diversos outros do padrão POSIX (Unix, Linux, FreeBSD, etc).
Existem duas razões para o nome Apache. A primeira é uma óbvia referência
a nação Apache, tribo de nativos americanos que tinha, em combate, grande
resistência e estratégias superiores. Isso seria uma alusão à estabilidade do servidor
Apache e a sua variedade de ferramentas capazes de lidar com qualquer tipo de
solicitação na web. A segunda razão, que é aceita popularmente, mas considerada
incorreta pelos autores do software, vem de a patchy, que em inglês significa algo
como um pequeno remendo, ou melhoria no software - o Apache foi criado sobre
códigos já existentes aos quais foram adicionados diversos patches.
Surge uma terceira explicação para o nome com o lançamento do Tomcat, um
sistema auxiliar ao Apache que cuida basicamente de processamento de aplicativos
em Java.
O servidor é configurado por um arquivo mestre nomeado httpd.conf e
opcionalmente podem haver configurações para cada diretório utilizando arquivos
com o nome .htaccess, onde é possível utilizar autenticação de usuário pelo próprio
194

protocolo HTTP utilizando uma combinação de arquivo .htaccess com um arquivo


.htpasswd, que guardará os usuários e senhas (criptografadas).

8.9.3 – MySQL

A tecnologia de banco de dados tem como fundamento básico permitir que os


dados possam ser definidos e mantidos, independentes dos sistemas de aplicação
que venham a utilizá-los (independência de dado X processo) (MACHADO, 1996).
O MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD), que
utiliza a linguagem SQL (Structured Query Language - Linguagem de Consulta
Estruturada) como interface. É atualmente um dos bancos de dados mais populares,
com mais de 10 milhões de instalações pelo mundo.
O MySQL foi criado na Suécia por dois suecos e um finlandês: David Axmark,
Allan Larsson e Michael "Monty" Widenius, que têm trabalhado juntos desde a
década de 1980. Hoje seu desenvolvimento e manutenção empregam
aproximadamente 70 profissionais no mundo inteiro, e mais de mil contribuem
testando o software, integrando-o a outros produtos, e escrevendo a respeito dele.
No dia 16 de Janeiro de 2008, a MySQL AB, desenvolvedora do MySQL foi
adquirida pela Sun Microsystems, por US$ 1 bilhão, um preço jamais visto no setor
das licenças livres.
O sucesso do MySQL deve-se em grande medida à fácil integração com o
PHP incluído, quase que obrigatoriamente, nos pacotes de hospedagem de sites da
Internet oferecidos atualmente. Empresas como Yahoo! Finance, MP3.com,
Motorola, NASA, Silicon Graphics , NASA, AngelRO, Friendster, Banco Bradesco,
Dataprev, HP, Nokia, Sony, Lufthansa, U.S Army, US. Federal Reserve Bank,
Associated Press, Alcatel, Slashdot, Cisco Systems e outros. e Texas Instruments
usam o MySQL em aplicações de missão crítica.
O MySQL hoje suporta Unicode, Full Text Indexes, replicação, Hot Backup,
GIS, OLAP e muitos outros recursos.
Outra grande vantagem é ter código aberto e funcionar em um grande número
de sistemas operacionais: Windows, Linux, FreeBSD, BSDI, Solaris, Mac OS X,
SunOS, SGI, etc.
É reconhecido pelo seu desempenho e robustez e também por ser multi-
tarefa e multi-usuário.
195

8.9.4 – DREAMWEAVER

O Macromedia Dreamweaver é uma ferramenta de desenvolvimento para a


web criada pela Macromedia (agora Adobe Systems). Versões iniciais da aplicação
serviam como um simples editor HTML WYSIWYG ("What You See Is What You
Get", ou "O que você vê é o que você tem"), porém versões mais recentes
incorporaram notável suporte para muitas outras tecnologias web tais como XHTML,
CSS, Javascript e vários scripts de servidor. Desde o final dos anos 90, o
Dreamweaver vem tendo um sucesso crescente e hoje domina cerca de 80% do
mercado de editores HTML. Existem versões tanto para Mac OS quanto para
Windows, mas também é possível executá-lo em plataformas Unix e sabores através
do uso de softwares de emulação como o Wine.
O Dreamweaver permite selecionar a maioria dos navegadores para se ter
uma previsão dos sítios web. O software possui também ótimas ferramentas de
gerenciamento de sítios tais como a habilidade de encontrar e substituir, no sítio
inteiro, linhas de texto ou código através de parâmetros especificados.
Com o advento da versão MX, a Macromedia incorporou ferramentas de
criação de conteúdo dinâmico ao Dreamweaver. No espírito das ferramentas HTML
WYSIWYG, permite que usuários se conectem a bancos de dados (tais como
MySQL e Microsoft Office Access) para filtrar e mostrar conteúdo usando
tecnologias de script tais como PHP, ColdFusion, ASP e ASP.NET, sem qualquer
experiência prévia em programação.
Um aspecto altamente alardeado do Dreamweaver é sua arquitetura
expansível. As “extensões”, como são conhecidas, são pequenos programas que
qualquer desenvolvedor web pode escrever e qualquer um pode baixar e instalar, o
que proporciona funcionalidade adicional ao software. O Dreamweaver conta com
uma ampla comunidade de desenvolvedores que torna disponíveis extensões,
comerciais ou grátis, para a maioria das tarefas de desenvolvimento web, de simples
efeitos de rolagem, até "carrinhos de compras" completos.
196

8.9.5 – BROWSER

O browser (ou navegador) é um Aplicativo, ou parte de aplicativo, capaz de


apresentar o conteúdo de um sistema de hipertexto ou de hipermídia e permita a
navegação neste.
Em nosso projeto foram utilizados 2 navegadores web:
 Internet Explorer;
 Firefox.

8.9.5.1 – FIREFOX

O Mozilla Firefox é um navegador livre e multi-plataforma desenvolvido pela


Mozilla Foundation (em português: Fundação Mozilla) com ajuda de centenas de
colaboradores. A intenção da fundação é desenvolver um navegador leve, seguro,
intuitivo e altamente extensível. Baseado no componente de navegação da Mozilla
Suíte, o Firefox tornou-se o objetivo principal da Mozilla Foundation.
O Firefox destaca-se como alternativa ao Microsoft Internet Explorer e
reativou a chamada Guerra dos Navegadores.
Dave Hyatt e Blake Ross, que deram início ao projeto Firefox, diziam acreditar
que a utilidade do navegador Mozilla estava comprometida com os interesses
comerciais da Netscape (que os patrocinava), bem como a inclusão de funções
pouco usadas. Foi então que criaram um navegador separado, o qual visava
substituir a suíte Mozilla. Atualmente, Ben Goodger (recentemente admitido pelo
Google) comanda o time que desenvolve o Firefox.
O Firefox tem suporte à navegação através de abas/separadores, o que
possibilita a abertura de várias páginas em uma única janela do navegador. Esta
função foi herdada da suíte Mozilla, que por sua vez, emprestou-a de uma extensão
conhecida como MultiZilla, a qual foi desenvolvida especialmente para a suíte. O
Firefox também está entre os primeiros navegadores a disponibilizar bloqueamento
personalizado de janelas pop-up.
O navegador contém opções que facilitam a busca por informações. Existe
uma função de pesquisa conhecida como "localizar ao digitar". Caso esta função
esteja habilitada, o usuário poderá iniciar a digitação de uma palavra enquanto
visualiza a página, e automaticamente o Firefox destaca o primeiro resultado que
encontra. Quanto mais se digita, mais a busca é refinada.
197

A arquitetura de programação do Firefox é baseada em extensões. Tal


característica é apontada por alguns como um dos aspectos que supostamente
tornariam o navegador seguro. Há quem diga que não se deve incorporar inúmeros
recursos (os quais poderiam supostamente ser usados mais facilmente por códigos
maliciosos), mas sim deixar o usuário escolher o que adicionar, através da seleção
das extensões (como plugins), as quais no Firefox são bloqueadas quando
instaladas de sites desconhecidos (opção que pode ser modificada pelo usuário com
um simples clique, o qual autoriza a instalação de fonte não confiável e coloca em
risco toda a segurança). Existe a opção de se executar o Firefox em um Modo de
Segurança, no qual todas as extensões instaladas são desativadas. Deve-se notar
que muitas das extensões, especialmente as mais populares e recomendadas pelo
próprio Mozilla, também podem ser alvos de vulnerabilidades, colocando abaixo tais
apontamentos e em conseqüência a segurança e privacidade do usuário.
O Firefox é bastante personalizável. Através de extensões, os usuários
podem agregar novas funções, como gestos do mouse, bloqueio de publicidade,
ferramentas de verificação, ampliação de imagens e outros. Muitas das funções
oficialmente incluídas na suíte, como um cliente de chat IRC e calendário, foram
lançadas como extensões para o Firefox.

8.9.5.2 – INTERNET EXPLORER

Windows Internet Explorer, também conhecido pelas abreviações IE, MSIE ou


WinIE, é um navegador de internet de licença proprietária produzido inicialmente
pela Microsoft em 23 de agosto de 1995. É o navegador mais usado nos dias de
hoje.
O Internet Explorer é um componente integrado das versões mais recentes do
Microsoft Windows. Está disponível como um produto gratuito separado para as
versões mais antigas do sistema operacional. Acompanha o Windows desde a
versão 95 OSR2. A partir da versão 6 inclusa no XP em 2002, uma grande
atualização do navegador foi oferecida aos usuários do Windows XP junto ao
Service Pack 2 (embora sempre tenha havido um ciclo mensal de correções para o
navegador). A versão 7 do Internet Explorer, lançada em Outubro de 2006, chega
aos usuários disponíveis para o Windows XP SP2 e Windows Server 2003 (com
198

status de atualização crítica), além de estar pré-instalada no Windows Vista (onde


possui algumas funções a mais).
Por algum tempo, a Microsoft lançou versões do Internet Explorer para o
Macintosh, Solaris e HP-UX. Estas versões tiveram o desenvolvimento cancelado. O
navegador ainda roda em Linux, através da camada de compatibilidade Wine.
O Internet Explorer foi sendo ao longo dos anos apontado como um software
com numerosas falhas de segurança, o que o teria levado a perder terreno para
outros navegadores. A Microsoft argumenta que devido a sua posição predominante
no mercado dos navegadores, especialmente empresariais, o seu navegador é
sujeito a um escrutínio mais intenso do que outros, e que tem respondido a essas
falhas detectadas com correções e novas versões das quais o IE 7 pretende ser o
expoente máximo, com suas novidades na área tão criticada.
Sendo o navegador mais usado de longe, pesquisas variam em relação a sua
real participação no mercado. A Wikipedia inglesa, em seu artigo Usage share of
web browsers mostra que as pesquisas possuem metodologias variadas e citam
muitas das mesmas. A sua própria pesquisa indica o IE com atuais 84,11% de
participação no mercado de navegadores. Segundo a WebSideStory, que possui
como base de cálculo mais de 90 milhões de usuários, o Internet Explorer possui
88.24% do mercado Segundo a OneStat, que avalia o browser utilizado por seus 2
milhões de clientes, o Internet Explorer possui atualmente 85.81% do mercado.

8.9.6 – FIREWORKS

O Fireworks é um editor de imagens desenvolvido pela Macromedia,


posteriormente adquirido pela Adobe. Suas funcionalidades focam a publicação
gráfica na Internet, por isso inclui suporte a GIF animado, PNG e imagens fatiadas,
além de possuir ótima compressão de imagens. A partir da versão MX, ganhou
integração com outros produtos da mesma linha, Dreamweaver, Flash e Freehand.
Com a aquisição da Macromedia em 2005 pela Adobe, houve um choque
entre programas com objetivo similar com algumas características diferentes,
Fireworks e ImageReady, assim como outros produtos das duas empresas,
Dreamweaver e GoLive, Freehand e Illustrator. Portanto, o desenvolvimento do
ImageReady foi cancelado prevalecendo o Fireworks como editor gráfico para
Internet.
199

A versão atual do programa é o Fireworks 9 (CS3), a primeira produzida


totalmente pela Adobe. A interface gráfica não foi alterada da versão anterior como
se esperava. Porém, o peso do programa foi quase duplicado, sendo que o segundo
beta do Fireworks 9 para Windows já possuía 219 mb.
O Fireworks possui recursos que fazem-o uma alternativa direta ao
ImageReady. A diferença principal está no suporte a gráficos vetoriais, semelhante
ao Adobe Illustrator, sendo o oposto do Adobe Photoshop que suporta
primordialmente edita bitmaps tendo poucos recursos únicos para vetores.

8.10 – FERRAMENTAS UTILIZADAS PARA DESENVOLVIMENTO DA


DOCUMENTAÇÃO DO SISTEMA

A ferramentas adotadas para o desenvolvimento da documentação do


sistema foi utilizada o Microsoft Office 2007 composto por Word, Excel, PowerPoint,
Project e Visio; FabForce DBesigner 4 e, Pacestar UML Diagrammer 5.07 (build
1830 ).

8.10.1 – MICROSOFT OFFICE

O Microsoft Office é uma suíte de aplicativos para escritório que contém


programas como processador de texto, planilha de cálculo, banco de dados,
apresentação gráfica e gerenciador de tarefas, e-mails e contatos.
A suíte é líder de mercado, com pouco mais de 90% de market share (Krazit,
2002). A suíte vem crescendo com o tempo, possuindo cada vez mais
funcionalidades. Ela é vendida em várias versões, de acordo com a quantidade de
programas incorporados e com o perfil de usuários ou empresas.

8.10.1.1 – MICROSOFT OFFICE WORD

O Word é o processador de texto do Microsoft Office, sendo o paradigma


atual de WYSIWYG. Facilita a criação, o compartilhamento e a leitura de
documentos. Desde a versão 2.0 (1992) que já se apresentava como um poderoso
editor de textos que permitia tarefas avançadas de automação de escritório.
Como outros componentes da suíte, o Word possui similares de código
aberto, como o OpenOffice.org e o Abiword.
200

8.10.1.2 – MICROSOFT OFFICE EXCEL

O Microsoft Excel faz parte do pacote Microsoft Office da Microsoft e


atualmente é o programa de folha de cálculo mais popular do mercado. As planilhas
eletrônicas agilizam muito todas as tarefas que envolvem cálculos e segundo
estudos efetuados, são os aplicativos mais utilizados nos escritórios do mundo
inteiro.

8.10.1.3 – MICROSOFT OFFICE POWERPOINT

O Microsoft PowerPoint é uma aplicação que permite o design de


apresentações sejam estas texto ou gráficas. Tem um vasto conjunto de
ferramentas, nomeadamente a inserção de som, imagens, efeitos automáticos e
formatação de vários elementos.

8.10.1.4 – MICROSOFT OFFICE VISIO

O Microsoft Visio surgiu inicialmente para suprir as necessidades das


empresas de produzir de modo rápido e eficiente organogramas e fluxogramas.
Rapidamente conquistou uma legião de adeptos e tornou-se presença obrigatória
nos PC’s da maioria das empresas, principalmente no departamento de recursos
humanos.
Seu sucesso é devido à facilidade de uso e à oferta de um número sempre
crescente de bibliotecas de objetos, denominadas de Stencils. É nela que você, caro
DBA, irá encontrar os elementos necessários para desenhar o esquema do seu
banco de dados.

8.10.1.5 – MICROSOFT OFFICE PROJECT

Antes de iniciar um projeto, você precisa definir sua meta e depois determinar
quais tarefas precisa completar para atingir essa meta. Depois de definirem as
etapas e tarefas, resta somente definir a duração, as pessoas responsáveis por cada
tarefa e por fim o custo de cada etapa.
Existem diversas técnicas e ferramentas sofisticadas que podem ser
aplicadas ao gerenciamento de programas. Para entendê-las, é necessário ter o
conhecimento dos conceitos básicos de Projetos.
201

O Microsoft Project é um programa do ambiente Windows indicado para o


planejamento e acompanhamento de projetos, através dele você poderá visualizar
seu projeto centrado em diversos interesses: centrado em tempos, custos e
recursos. Poderá ainda comparar o planejamento inicial com o efetivo andamento do
projeto.

8.10.2 – DBDESIGNER

DBDesigner é um editor visual para criação de banco de dados MySQL que


integra criação, modelagem, desenvolvimento e manutenção dos bancos em um
ambiente simples e agradável. Comparável com produtos como Oracle's Designer,
IBM's Relational Rose, CA Erwin. O DBDesigner é OpenSource distribuído sobre a
licença GPL. Algumas características do DBDesigner são:
 É um software livre, licenciado sob a GPL;
 É multi-plataforma;
 Além de ser imbatível no uso com o MySQL,
 Também oferece suporte a outros bancos, como Oracle, MS SQL Server
e SQLite,
 Suporta acesso via ODBC;
 Permite engenharia reversa, gerando o modelo a partir das tabelas do BD;
 Faz a sincronia no BD das alterações realizadas no DE-R;
A interface com o usuário é muito bem elaborada, tornando o seu uso
bastante simples.
Pode ser expandido através do uso de plugins; É muito bem documentado; O
suporte realizado através do fórum do site do DBDesigner é excelente.

8.10.3 – PACESTAR UML DIAGRAMER

Pacestar UML Diagramer permite gerar facilmente todas as variedades de


diagramas da UML.
Cria diagramas da atividade, diagramas da classe e do objeto, diagramas de
uma comunicação, diagramas do caso do uso, diagramas de seqüência, cartas do
estado, diagramas do pacote, diagramas componentes, diagramas da distribuição,
202

diagramas compostos da estrutura, diagramas da vista geral da interação, e mesmo


fluxogramas tradicionais.
A interface do Pacestar UML Diagramer é simples e permite obter muito bons
resultados com apenas alguns cliques do mouse. Além disso, possui uma galeria de
símbolos completa, para elaborar diagramas personalizados, à margem da notação
UML.
O programa ainda oferece o DAE (Dispositivo Automático de Entrada) para
fazer a diagramação de UML mais fácil.

9 – REQUISITOS MÍNIMOS DE HARDWARE E SOFTWARE

Os requisitos mínimos exigidos para execução da aplicação no Servidor são


os seguintes:
 Computador Pentium/AMD 500MHz;
 128MB de memória RAM (desejável: 256MB);
 15MB disponível em disco rígido (para banco de dados e páginas web);
 Interface de rede;
 Servidor web Apache-1.3.22 ou superior;
 Interpretador PHP5 ou superior;
 Servidor de banco de dados MySQL 5.0.51a;
 MS-Windows 98 ou superior.
As Secretarias contam atualmente com os seguintes tipos de máquinas,
distribuídas pelo TRE-DF, o que satisfazem perfeitamente os requisitos mínimos
para acessar o sistema proposto.
203

Computador:
Sistema operacional Microsoft Windows XP Professional
Service Pack do Sistema Operacional Service Pack 2
Placa mãe:
Tipo de processador Intel Pentium III-S, 1133 MHz (8.5 x 133)
Nome da Placa Mãe Gigabyte GA-6VTX
Memória do Sistema 767 MB (DDR SDRAM)
Monitor:
Adaptador gráfico SiS 300/305/630/540/730
Acelerador 3D
Monitor SyncMaster 550v [15" CRT]
Armazenamento:
Controladora IDE Default
Drive de Disquete de 3 1/2 Unidade de disquete
Disco rígido Maxtor 4D040H2
Drive óptico LG CD-ROM CRD-8522B
Dispositivos de entrada:
Teclado Teclado padrão com 101/102 teclas
Mouse Mouse compatível com PS/2
Rede:
Adaptador de Rede Realtek RTL8139 Family PCI Fast
Ethernet NIC
Dispositivos:
Controladora USB1 VIA Rev 5 or later USB Universal Host Controller
Controladora USB2 VIA Rev 5 or later USB Universal Host Controller
Dispositivos USB USB Root Hub

Tabela 30 – Tipo de Hardware existente no TRE


204

CAPÍTULO VIII

10 – ANÁLISES DOS RESULTADOS OBTIDOS APÓS TESTES PARA A

IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE

Este capítulo apresenta os resultados obtidos após os testes de


implementação do software. Neste novo formulário de entrevista que foi aplicado
para a confirmação da tese defendida neste projeto que sugere a utilização de um
sistema eletrônico, capaz de gerenciar as informações referentes aos estagiários a
fim de colaborar no processo de tomada de decisão, permitir a recuperação das
informações de forma eficaz e auxilia o procedimento de gestão de informações de
estágio. Dessa maneira, evitando ou minimizando os problemas potenciais
relacionados ao gerenciamento das informações.
O formulário de entrevista foi aplicado aos três módulos de estágio:
estagiários, supervisores e gerentes, de forma a demonstrar a importância do
sistema para o TRE.

10.1 – ESTAGIÁRIOS

Foram entrevistados 10.

10.1.1 – OS RESULTADOS

Os resultados obtidos ápos os teste de implementação do sistema com os


estagiários foi o seguinte:
205

Figura 70 – O sistema facilitou as tarefas que feitas manualmente?

Dos estagiários entrevistados, 70% disseram que o sistema facilitou o


processo e enquanto 30% disseram que o sistema não facilitou o processo.

Figura 71 – O sistema permite compartilhar informações do trabalho?

Dos estagiários entrevistados, 80% disseram que o sistema facilitou o


compartilhamento de informações do trabalho e 20% disseram que o sistema não
facilitou o processo compartilhamento de informações.
206

Figura 72 – O sistema é de fácil manuseio?

Dos estagiários entrevistados, 90% disseram que o sistema fácil operação e


enquanto 10% disseram que o sistema não é de fácil manuseio.

10.2 – SUPERVISORES

Foram entrevistados 02.

10.2.1 – OS RESULTADOS
Os resultados obtidos ápos os teste de implementação do sistema com os
supervisores foi o seguinte:

Figura 73 – O sistema permite ao supervisores conhecer atividades de estagiário?


207

Dos supervisores entrevistados, todos disseram que o sistema permite a


visualização das atividades desenvolvidas pelo seus estagiários.

Figura 74 – O sistema permite ao supervisores conhecer atividades de estagiário?

Dos supervisores entrevistados, todos disseram que o sistema facilitou as


tarefas deles.

Figura 75 – Os relatórios ajudam na tomada de decisão?

Dos supervisores entrevistados, todos disseram que os relatórios gerado pelo


sistema facilitou a tarefas deles.
208

Figura 76 – O sistema é de fácil manuseio?

Dos supervisores entrevistados, ficou evidente o balanceamento quanto a


facilidade de manuseio do sistema.

10.3 – GERENTES

Foram entrevistado 02.

10.3.1 – OS RESULTADOS
Os resultados obtidos ápos os teste de implementação do sistema com os
gerentes foi o seguinte:

Figura 77 – O software gerencia de forma prática os dados de usuários?


209

Dos gerentes entrevistados, todos foram unânimes em dizer que o sistema


gerencia de maneira prática os dados de estagiários.

Figura 78 – Os relatórios ajudam na tomada de decisão?

Dos gerentes entrevistados, todos relataram que o sistema gera relatórios de


maneira ajudar na tomada de decisões.

Figura 79 – Os relatórios ajudam na tomada de decisão?

Dos gerentes entrevistados, todos relataram que os relatórios gerado contém


as atividadesdos estagiários.
210

Figura 80 – O sistema é de fácil manuseio?

Dos gerentes entrevistados, todos foram unânimes em dizer que o sistema é


de fácil navegabilidade.
211

11 – CONCLUSÃO

A idéia de criar um novo sistema, que tem por fim corrigir as falhas e melhorar
o desempenho e a segurança do sistema antigo do Tribunal Regional Eleitoral do
Distrito Federal surgiu de um estudo feito com os estagiários gerentes e
supervisores do sistema sobre o que eles achavam da criação de um sistema.
Constatado que a solução mais viável para a melhora do sistema seria a
criação de um novo sistema de gestão de informação de estagio e como deveríamos
fazer além de obter um bom conhecimento da empresa e dos processos do sistema
de estagio. Por meio de um planejamento bem feito, pôde-se analisar pontos fracos
e pontos fortes da gestão como era antigamente, a fim de evitar falhas no seu
desenvolvimento e até mesmo em seu funcionamento.
Na solução de software encontrada foi à construção de um sistema via WEB,
onde seria possível a interconexão e a interação de todos os usuários, oferecendo
um sistema ágil e que fornecesse relatórios, gerenciamento de freqüência mais
facilitado e facilidades no preenchimento de avaliações referentes às ações dos
estagiários.
Para desenvolver a base de dados, utilizamos um banco de dados livre, com
uma interface de programação simples e com inúmeras funcionalidades e com boa
segurança e integridade dos dados.
Este projeto, mais do que um requisito de avaliação, nos possibilitou aplicar o
conhecimento adquirido ao longo do curso, além de assimilar os problemas e tarefas
que vamos enfrentar ao decorrer de nossas vidas profissionais como analistas de
sistema.
Realçamos aqui as disciplinas Engenharia de Software, Paradigma de
Orientação à Objetos, Linguagem de Programação 1,2,3 e 4, Análise e Projeto de
Sistemas 1 e 2, Bancos de Dados 1 e 2, dentre várias outras, que em muito
contribuíram para a confecção do nosso Sistema.
O projeto “Sistema Eletrônico de Gestão das Informações de Estagio
(SEGIE): o caso do TRE-DF” proporcionou a oportunidade de se verificar, na prática,
todas as fases de desenvolvimento de um projeto Orientado a Objetos e na pratica
como é a vida do analista de sistemas.
A maior dificuldade para a realização deste trabalho foi à falta de tempo com
o orientador do projeto e as dúvidas freqüentes que surgiam em cada fase do
212

projeto. As dificuldades que surgiram durante as fases do desenvolvimento


trouxerem a certeza que só é possível desenvolver um software com uma equipe
participativa e comprometida com a realização do trabalho. Caso contrário, qualquer
tentativa de desenvolvimento pode tornar-se uma tarefa difícil e imprevisível.
No final do projeto verificamos através de entrevistas e questionários
avaliativos, os resultados do novo sistema já implantado. Essa avaliação nos trouxe
a idéia de que o objetivo foi alcançado, as metas foram cumpridas e que os usuários
estão por fim, satisfeitos.
Concluímos nosso projeto sabendo que realizamos um trabalho competente e
satisfatório, tomando o cuidado de estarmos atentos e fiéis aos objetivos
estabelecidos.
213

APÊNDICE I – ENTREVISTA COM GERENTE DE ESTÁGIO NÍVEL MÉDIO

A conversa com o gerente de estágio está em anexo no CD que está junto


com o documento da documentação.
214

APÊNDICE II – ENTREVISTA COM GERENTE DE ESTÀGIO NÍVEL SUPERIOR

A conversa com o gerente de estágio está em anexo no CD que está junto


com o documento da documentação.
215

APÊNDICE III – AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM

Faculdade Multieducativa

Autorização de Uso de Imagem e Dados da Entrevista

Eu, *****, autorizo o uso de minha imagem e os dados da entrevista revelados


em depoimento pessoal concedido, para compor parte do trabalho de conclusão de
curso referente ao Sistema Eletrônico de Gestão das Informações de Estagio
(SEGIE): O caso do TRE-DF. Produzido pelos alunos da Faculdade Multieducativa,
com sede na Av. Hélio Prates - QI 19 lt. 13/15 - Taguatinga.
A presente autorização abrange o uso acima indicado em mídia impressa
(trabalho de conclusão do curso), sem qualquer ônus a Faculdade Multieducativa.
Por esta ser a expressão da minha vontade declaro que autorizo o uso acima
descrito sem que nada haja a ser reclamado a título de direitos conexos a minha
imagem ou a qualquer outro, e assino a presente autorização.

Brasília, ____ de __________ de 2008.

___________________________________________

Assinatura
216

APÊNDICE IV – FORMULÁRIOS DE ENTREVISTA ANTES DA IMPLEMENTAÇÃO

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO ESTAGIÁRIO

DADOS DO ENTREVISTADO:
Idade: 14 - 16 17 - 19 20 -22 22 -24 Acima de 24

Faculdade:

Curso:
Semestre:
Cidade onde mora:
Sexo: Masculino Feminino
Setor do Estagio:
1 - Como você classifica o processo de avaliação do estagiário atualmente?
Ótimo
Bom
Satisfatório
Ruim
Péssimo

2 - Levando em conta a importância e as dificuldades em se ter um acompanhamento satisfatório de todo


processo de aprendizagem do estagiário, na sua opinião o preenchimento dos relatórios de avaliação de
desempenho, como se classifica hoje em dia?
Rápido
Lento
Outras: _______________________________________________________________________

3 - Como foi efetuada sua contratação para o preenchimento da vaga de estágio?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

4 - Quais os problemas encontrados na gestão atual no local em que você estagia?

__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
217

5 - Como você classificaria a administração do seu estágio?


Ótimo
Bom
Satisfatório
Ruim
Péssimo

Comente: ____________________________________________________________________________

6 - Para você, a avaliação do estagio deveria se feita em qual período?

Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Trimestralmente
Outras: ______________________________________________________________________

7 - Há alguma dificuldade na solicitação de informações junto seção referente à gestão de estagiários ?

Sim. Qual? ____________________________________________________________________


Não

8 - Você tem alguma dificuldade no preenchimento da folha de freqüência?

Sim. Qual?____________________________________________________________________
Não

9 - De que forma é feito o preenchimento da folha de freqüência?

Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Outras

10 - Existe alguma falha ou problema no acompanhamento da freqüência? Justifique.

__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
218

11 -. Ocorreu algum caso de perca ou extravio de algum documento referente ao seu estágio?

Sim
Não

12 - Você já ouviu falar, ou conhece algum Sistema Informatizado que faz controle dos estagiários?
Não
Sim.Qual?________________________________________________________________

13 - O que um sistema informatizado precisa fazer para atender as necessidades da gestão de estagiários no seu
setor?

__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

14 - Quais são os problemas encontrados pela gestão de estagiários que interferem para o melhor aproveitamento
do seu aprendizado?

__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

15 - Há mais alguma coisa que queira comentar?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
219

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO GERENTE

DADOS DO ENTREVISTADO:

Idade: 20-25 26-30 31-35 36-40 41-45 46-50 Acima de 50


Tempo de serviço 01-05 06-10 11-15 16-20 21-25 26-30 Acima de 30
Função:
Escolaridade: Nível médio Nível superior
Cidade onde mora:
Sexo: Masculino Feminino
Setor
1 - Em qual das opções você enquadraria o atual processo de coleta de dados dos estagiários?
Ótimo
Bom
Satisfatório
Ruim
Péssimo
Outras: ________________________________________________________________________

2 - Como é feito o recrutamento dos estagiários?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

3 - Quais dos cursos atuais, quais deles são aceitos para estagio no TRE-DF?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

4 - Você poderia falar um pouco sobre cada problema encontrado no período de permanência como estagiário no
TRE?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

5 - Existe algum acompanhamento escolar?


Sim.
Não
Se sim, como é feito?
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
220

6 - A folha de ponto é conferida com qual freqüência?

Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Raramente

7 - Qual é a duração do estágio no TRE-DF? Como pode ser feita a prorrogação e por quanto tempo?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

8 - Existe alguma avaliação do estagiário?


Não
Sim.
Se sim, em quanto tempo::
Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Raramente

9 - Quantos estagiários trabalham sob sua gestão no TRE-DF atualmente?


1 a 10
11 a 20
21 a 30
31 a 40
Acima de 40

10 - O que é feito para acompanhar e controlar a freqüência dos estágios em seus diversos setores?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

11 - Existe alguma falha ou problema no acompanhamento da presença? Justifique.


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
221

12 - Algum caso de perca ou extravio de algum documento referente aos estagiários?

Sim
Não

13 - Você já ouviu falar, ou conhece algum Sistema Informatizado que faz controle dos estagiários?

Não
Sim.Qual?______________________________________________________________________

14 - O que um sistema informatizado precisa fazer para atender as necessidades da gestão de estagiários?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

15 - Quais são os problemas relacionados aos estagiários que interferem no seu trabalho de gestão?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

16 - Há mais alguma coisa que queira comentar?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
222

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO SUPERVISOR

DADOS DO ENTREVISTADO:

Idade: 20-25 26-30 31-35 36-40 41-45 46-50 Acima de 50


Tempo de serviço 01-05 06-10 11-15 16-20 21-25 26-30 Acima de 30
Função:
Escolaridade: Nível médio Nível superior
Cidade onde mora:
Sexo: Masculino Feminino
Setor:
1 - Como você classifica o processo de avaliação do estagiário atualmente no aspecto geral?
Ótimo
Bom
Satisfatório
Ruim
Péssimo

2 - Levando em conta a importância e as dificuldades em se ter um acompanhamento satisfatório de todo


processo de aprendizagem do estagiário, em sua opinião o preenchimento dos relatórios de avaliação de
desempenho, como se classifica hoje em dia?
Rápido
Lento
Outras: ________________________________________________________________

3 – Como é feito o recrutamento dos estagiários para atuarem na sua seção?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

4 - Quais os problemas você encontra em supervisionar / gerenciar os estagiários?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
223

5 - Para você a avaliação do estagiário deveria se feita de quanto tempo?


Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Trimestralmente
Outras: ______________________________________________________________________

6 - Existe alguma dificuldade no acompanhamento mensal do estagiário?


Sim. Qual? ____________________________________________________________________
Não

7 - Você tem alguma dificuldade em responder o questionário de avaliação de desempenho do estagiário?


Sim. Qual? ____________________________________________________________________
Não

8 - A folha de ponto é conferida com qual freqüência?


Diariamente
Semanalmente
Mensalmente
Raramente

9 - Quantos estagiários trabalham sob sua gestão no TRE-DF atualmente?


1 a 10
11 a 20
21 a 30
31 a 40
Acima de 40

10 - Existe alguma falha ou problema no acompanhamento da presença? Justifique.


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
224

11 - Algum caso de perca ou extravio de algum documento referente aos estagiários?


Sim
Não

12 - Você já ouviu falar, ou conhece algum Sistema Informatizado que faz controle dos estagiários?
Não
Sim.Qual?______________________________________________________________

13 - O que um sistema informatizado precisa fazer para atender as necessidades de gestão de estagiários no seu
setor?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

14 - Quais são os problemas relacionados aos estagiários que interferem no seu trabalho de gestão?
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

15 – Há mais alguma coisa que queira comentar?


__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
225

APÊNDICE V – FORMULÁRIOS DE ENTREVISTA ÁPOS IMPLEMENTAÇÃO

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO ESTAGIÁRIO

1. O sistema facilitou a execução das tarefas que eram feitas manualmente?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

2. Com o sistema é possível compartilhar informações agilizando e facilitando o trabalho do estagiário?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

3. O sistema é de fácil manuseio?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
226

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO SUPERVISOR

1. O sistema permite ao supervisor conhecer as atividades de cada estagiário?

Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

2. O sistema facilita as tarefas do supervisor?

Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

3. Os relatórios gerados ajudam a tomada de decisões?

Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

4. O sistema é de fácil manuseio?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
227

Faculdade Multieducativa
QUESTIONÁRIO: TIPO GERENTE

1. O software permite gerenciar de forma prática dados de usuários?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

2. Os relatórios gerados ajudam à tomada de decisões?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

3. O relatório gerado traz informações sobre atividades de estagiário?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

4. O sistema é de fácil manuseio?


Sim.
Não
Se não, por quê?
__________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
228

CRONOGRAMA
Faculdade Multieducativa
CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Figura 81 – O cronograma do projeto


229

BIBLIOGRAFIA

AMBLER, Scott W. Análise e projeto orientado a objetos. Trad. Cláudio Costa. Rio
de Janeiro: Infobook, 1997.
ANDER-EGG, Ezequiel. Introducción a las técnicas de investigación
Social, para trabajadores sociales. 7 ed. Buenos Aires: Humanistas, 1978.
BAKKEN, Stig Saether, Andi Gutmans, Derick Rethans. PHP 5 Programação
Poderosa. São Paulo: ALTA BOOK, 2005.
BEST. J.W. Como investigar en educación. 2. ed. Madri: Morata, 1972.
BONAVIDES, P. Do Estado Liberal ao Estado Social. Rio de Janeiro: Forense, 5ª ed.
1988.
BOOCH; Object-Oriented Analysis and Design with Applications, 2nd edition,
Benjamin/Cummings Publishing Company, Inc, 1994.
BOOCH, G. Object-oriented analysis and design with applications. 2. ed. [S.l.]:
Addison-Wesley, 1998.
CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5.ed. São Paulo: Prentice
Hall, 1996.
CHEN, Peter. Modelagem de Dados. São Paulo: Makron, 1990.
COAD, Peter, YOURDAN, Edward. Análise baseada em objetos. Trad. CT
Informática. Rio de Janeiro: Campus, 1996.
COELHO (2.001), Espartaco Madureira. Governo Eletrônico e Seus Impactos na
Estrutura e na Força de Trabalho das Organizações Públicas. Brasília/Distrito
Federal/Brasil, Revista do Serviço Público, Ano 52, n° 2, abril-junho;
CORNACHIONE JR., Edgard Bruno. "Das bases de sustentação da contabilidade e
da informática". São Paulo: FEA/USP, dissertação de mestrado, 1994.
COUGO, P. Modelagem conceitual e projeto de bancos de dados. Rio de Janeiro:
Campus, 1997.
DATE C. J, Introdução a Sistemas de Bancos de Dados. Rio de Janeiro: Campus,
2000.
DEMO, Pedro. Pesquisa e construção do conhecimento: metodologia científica no
caminho de Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro 1994.
ENDER-EGG, Ezequiel. Introduccíon a las técnicas de inevestigación social: para
trabajadores sociales. 7. Ed. Buenos Aires: Humanitas, 1978. Quarta parte, Capítulo
26.
230

FURLAN, José D. Metodologias de objetos através da uml – the unified modeling


language. São Paulo: Makron Books, 1998.
GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3 ed. São Paulo: Atlas,
1996.
GIL, A. C. Métodos e técnicas de Pesquisa Social. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1991.
GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar – como fazer pesquisa qualitativa em
ciências sociais. São Paulo: Record, 2003.
GONZAGA, Jorge Luiz. Dominando O Postgre SQL. Ed Ciência Moderna. 2005.
GOODE, William J, HATT, Paul K. Métodos em pesquisa social. 2. Ed. São Paulo:
Nacional, 1968; 3. Ed. 1969.
HEUSER, Carlos Alberto. Projeto de Banco de Dados, Porto Alegre: Instituto de
informática da UFRGS Sagra Luzzato, 2001.
JACOBSON, I. et al (1999). “The Unified Software Development Process”.
Indianapolis: Editora Addison-Wesley.
JACOBSON; Object-Oriented Software Engineering, Addison-Wesley, 1992.
JOHANSSON, Henry J. et al. Processos de negócios. São Paulo: Pioneira, 1995.
KRUCHTEN; The Rational Unified Process: An Introduction, Object Technology
Series, Addison-Wesley, 1998.
LAUDON, Kenneth. Sistemas de informação. 4 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.
LAUDON, Kenneth C.; Jane Price. Gerenciamento de sistemas de informação. 3 ed.
Rio de Janeiro: LTC, 2001.
LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de Pesquisa. 4.
Ed. São Paulo: Atlas, 1999.
Fundamentos de Metodologia Científica. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 2001.
LARMAN, C. “Utilizando UML e Padrões–Uma Introdução à Análise e ao Projeto
Orientado a Objetos e ao Processo Unificado”. Porto Alegre: Editora Bookman.
2004.
LAZZARINI, S.G. Estudo de caso: aplicabilidade e limitações do método para fins
De pesquisa. Economia e Empresa, São Paulo, v.2, n.4, p.17-26, out./dez.1995.
LEI 6.494/1977, Decretos 87497/1982 e 8859/1994 e Deliberação da Comissão
Central de Graduação (CCG) 43/2002 - Dispõe sobre Estágio de Estudante
LODI, João Bosco. A Entrevista: teoria e prática. 2. Ed. São Paulo: Pioneira, 1974.
MACHADO, F. N. R.; Abreu, M. P. Projeto de Banco de Dados: Uma Visão Prática.
Editora Érica, 1995.
231

MANZO, Abelardo J. Manual para la preparación de monografias: uma guia para


presentar informes y tesis. Buenos Aires: Humanitas, 1971.
MARTINS, José Carlos Cordeiro (2004) – Gerenciamento de projetos de
desenvolvimento de software com PMI, RUP e UML – Brasport – Rio de Janeiro.
MATOS, Alexandre Veloso de. UML: Prático e Descomplicado. São Paulo: Èrica,
2002.
MEIRA JR (2.001), Wagner; CAMPOS, Sérgio; e GUEDES, Dorgival. O Projeto do
Computador Popular. Belo Horizonte/Minas Gerais/Brasil, Revista Informática
Pública, Ano 3, n° 2, dezembro;
MELO, Ana Cristina (2004) Desenvolvendo aplicações com UML 2.0: do conceitual à
implementação – 2. ed. – Brasport – Rio de Janeiro.
MILESKI, Helio Saul, O controle da gestão pública, ed. RT, SP, 2003.
NIEDERAUER, Juliano, PHP para quem conhece PHP. São Paulo: Novatec, 2006.
NOGUEIRA, Oracy. Pesquisa Social: introdução às suas técnicas. São Paulo:
Nacional/ Edusp, 1968.
O’BRIEN, James. Sistemas de Informação e as Decisões Gerencias na Era da
Internet. 4 ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999.
O’BRIEN, James A., Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da
Internet. São Paulo: Saraiva 2004.
OLIVEIRA, Silvio Luiz. Tratado de Metodologia Científica: projetos de pesquisas,
TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1999.
PEDRON, Ademar João. Metodologia Científica: auxiliar do estudo, da leitura e da
pesquisa. 3. ed. Brasília: edição do autor, 2001.
POMPILHO. Análise Essencial: Guia Prático de Análise de Sistemas. IBPI Press,
Editora Infobook, Rio de Janeiro, 1995.
PRATES, Maurício. Conceituação de sistemas de informação do ponto de vista do
gerenciamento. Revista do Instituto de Informática. São Paulo, v.4, n.16, p. 17-21,
mar./set. 1994.
PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. 6ª Edição. São Paulo: McGraw-Hill,
2006.
RUMBAUGH, et alli; Modelagem e Projetos Baseados em Objetos, Editora Campus,
1994.
SILBERSCHATZ, A.; KORTH, H.; SUDARSHAN, S. Sistema de Banco de Dados. 3ª
ed. São Paulo: Makron Books, 1999.
232

SOMMERVILLE, I., “Software Engineering”, 6th edition, Addison-Wesley, 2000.


SILVA, Hélio de Andrade. Os problemas fundiários do Distrito Federal. Mundo
Jurídico, São Paulo, 2006. Disponível em: <http://www.mundojuridico.adv.br/-
Doutrina.>. Acesso em: 02, de setembro de 2007.
SILVA E VIDEIRA, Alberto M.R., VIDEIRA, Carlos A.E. Uml - metodologias e
ferramentas case. Lisboa: Centro Atlântico, 2001.
SNYDER; “The Essence of Objects: Concepts and Terms”, IEEE Software, Janeiro
1993.
TACHIZAWA, T. e MENDES, G. Como Fazer Monografia na Prática. Rio de Janeiro,
Editora Fundação Getúlio Vargas, 6a. edição revista e ampliada, 2001, 138p.
THIOLLENT, Michel, 1996, Metodologia da pesquisa-ação. 7ª ed. São Paulo, Cortez.
THIOLLENT, Michel, 1997, pesquisa-ação nas organizações. São Paulo, Atlas.
Estado de S.Paulo - Caderno CE -Tira Dúvidas - pg.2 - 17/09/2000
TRIVIÑOS, Augusto N.S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: A
Pesquisa Qualitativa em Educação. São Paulo, Atlas, 1987.
THOENIG (2000), Jean-Claude. A Avaliação como Conhecimento Utilizável para
Reformas de Gestão Pública. Brasília/Distrito Federal/Brasil, Revista do Serviço
Público, Ano 51, n° 2, abril-junho;
TRUJILLO FERRARI, Afonso. Metodologia da Ciência. 3. Ed. Rio de janeiro:
Kennedy, 1982.
YIN, R. K. Case study research: design and methods. 2. ed. California: Sage
Publications, 1994.
YOUNG, Pauline. Métodos científicos de investigación social. México: Instituto de
Investigaciones Sociales de la Universidad Del México, 1960.
YOURDON; Object-Oriented Systems Design: an Integrated Approach, Yourdon
Press Computing Series, Prentice Hall, 1994.
WAZLAWICK, R. S. (2004). “Análise e Projeto de Sistemas de Informação
Orientados a Objetos”. Rio de Janeiro: Editora Elsevier, 2004.
233

SITES

(INFOWESTER, 2007a) INFOWESTER. Linguagem PHP [on-line]. Disponível em


<www. url: http://www.infowester.com/php.php>. Acesso em: 05 de janeiro de 2008.
(INFOWESTER, 2007b) INFOWESTER. Banco de dados MySQL e PostgreSQL [on-
line]. Disponível em <http://www.infowester.com/postgremysql.php>. Acesso em: 05
de janeiro de 2008.
(INFOWESTER, 2007c) INFOWESTER. Servidor Apache [on-line]. Disponível em
<http://www.infowester.com/servapach.php>. Acesso em: 05 de janeiro de 2008.
STOLF, Simonsen. Carreira Júnior. Jales – SP, [2000?]. Disponível em: <http:
//www.Catho.com.br/jcs/inputer_view.phtml?id=5996>. Acesso em 22/04/2008.
ORLANDINI, Leandro. A importância dos Sistemas de Informação. Jales –
SP, [2000?]. Disponível em: <
http: //www.bonde.com.br/bonde.php?id_bonde=1-14--1646-20050407 >.
Acesso em 29/04/2008.