Você está na página 1de 264

~ 1 ~

B.N. Toler Livro único Where one Goes Copyright © 201 4 B.N. Toler ~ 2

B.N. Toler Livro único

B.N. Toler Livro único Where one Goes Copyright © 201 4 B.N. Toler ~ 2 ~

Where one Goes Copyright © 2014 B.N. Toler

~ 2 ~

Sinopse

O que acontece quando a própria coisa arruinando sua vida

acaba de salvá-lo?

Eu nunca fui de acreditar em espíritos - até seis anos atrás,

quando um acidente arrepiante mudou a minha vida

para sempre.

Char

Meu nome é Charlotte, mas a maioria das pessoas me chamam de e eu tenho um dom especial.

Eu falo com os mortos.

Não se engane, não posso chamá-los. Eu só sou capaz de ver e falar com os espíritos que perduram quando eles são incapazes de atravessar. Eles estão de alguma forma ponderados para o mundo com assuntos inacabados. E pelos últimos seis anos, tenho usado o meu dom incansavelmente para ajudar as suas almas perdidas.

Mas isso veio com um preço. Minha vida é escura. Me sentindo

deprimida, eu comecei a desistir. E em ajudar os mortos, eu percebi que eu não me permiti viver. Sem dinheiro, nenhum lugar para ir e mais

importante

acabar com tudo.

sem esperança, eu decidi que há apenas uma opção -

Mas o destino é uma coisa engraçada. Um minuto eu estou prestes a saltar para a morte e no próximo eu sou salva por Ike McDermott. O impressionante soldado forte que me impediu de pôr fim ao meu desespero. Ele é o tipo de homem que sorri e ilumina uma sala inteira.

Doce e suave.

Ele é meu salvador.

E ele está morto.

Nós fizemos um acordo. Ele vai me ajudar a encontrar um lugar para ficar e um novo emprego se eu ajudá-lo com o seu negócio inacabado para que ele possa atravessar.

O assunto inacabado de Ike envolve seu irmão gêmeo, George.

George foi desmoronando desde a morte de Ike e ele não é capaz de se

~ 3 ~

obrigar a fazer a passagem em paz até que ele saiba que George vai ficar bem.

Quando eu concordei em ajudar, mal sabia eu que eu iria me

Ike e George

apaixonar pelas pessoas encantadoras de Bath County e McDermott.

Agora, quando os dois irmãos possuem partes iguais de meu coração, me deparo com uma situação cruel e injusta. Salvando George, devo deixar Ike ir.

Mas como deixar ir a metade de seu coração?

~ 4 ~

Capitulo Um

CHARLOTTE

Minha avó tinha esse ditado que ela sempre me dizia quando eu estava na pior em relação à vida. Isso também passará. Considerando que aos meus olhos ela era incrível, eu acreditei nela. Ela tinha um jeito próprio; apenas estar em sua presença podia endireitar o mundo em um instante. Neste dia, eu me apego a essas palavras, as recitando com cada respiração que tomo e libero. Às vezes isso é tudo o que temos para nos levar através dos tempos difíceis. Algo tão vazio e inútil como às palavras podem ser o que nos mantém andando pelos rios de águas furiosas e implacáveis que é a vida. E isso é exatamente o que eram para mim. As palavras são as linhas perfeitas que me amarram a este mundo, me proibindo de desaparecer quando cada instinto do meu corpo está me dizendo para acabar com isso.

Para deixar ir.

Aqui.

Meus pensamentos são interrompidos quando Casey fala, apontando para um viaduto ao lado da rodovia em Charlottesville, VA. Já se passaram três horas desde a nossa última parada e a noite caiu, escondendo do outro lado da montanha colorida cobertas com acessos e descidas. Eu puxo a minha Toyota 4Runner alguns metros para fora da estrada na grama pouco antes de chegar à ponte. Estou exausta. Não apenas fisicamente, mas de todas as formas possíveis. Esta viagem tem levado dias, esgotando os meus recursos financeiros e me colocando mais próxima de pensamentos mais sombrios do que nunca.

Ele me deixou debaixo da ponte na área coberta com arbusto.

Mas não se parece mais comigo. ela avisa e eu dou a ela o sorriso mais simpático que pude demonstrar. Eu a adoraria tocar, a confortar com algum gesto físico, como um abraço.

Mas eu não posso tocar os mortos.

Eu só os posso ver e falar com eles.

Casey, eu

~ 5 ~

Você não tem que olhar. ela interrompe. Mas você disse

que precisava ter certeza que isto era real. isso é verdade. Eu disse isso. Afinal, se eu vou à polícia para informar sobre um corpo morto, eu preciso saber com certeza que ele está realmente lá.

Está chovendo forte e olho cansada à frente enquanto a chuva bate ruidosamente contra os para-brisas do meu SUV. Estou usando meu casaco de chuva, bem o do meu irmão Axel, mas que se tornou meu quando ele faleceu há seis anos, quando o mundo se inclinou sobre seu eixo e me enviou atordoada para o aniquilamento.

Me inclino, abro o porta-luvas com um clique e agarro de dentro a lanterna azul. Faz tempo que não uso e estou rezando para que as malditas baterias ainda funcionem.

Eu já volto. eu suspiro e puxo o capuz do meu casaco sobre

a minha cabeça antes de sair do SUV quase caindo de bunda na grama escorregadia.

Já deveria saber que ia acontecer isso. Eu sabia que era só uma questão de tempo antes de uma alma me encontrar e me pedir para revelar onde seu corpo havia sido deixado depois de um assassinato cruel. Nada acontece quando clico a lanterna, mas depois de bater contra a palma da minha mão várias vezes, a luz começa a piscar,

ainda que uma luz muito limitada, mas serve. O chão onde se encontra

a ponte afunda e têm vista para uma colina íngreme. Há um riacho na

parte inferior e parece que o nível da água é maior do que o normal, então meticulosamente rastejo, esperando que não deslize para ele. A chuva é implacável, caindo sobre mim como pontos duros e frios ao longo de minha pele. O universo sempre está contra mim. O céu claro talvez tivesse me feito ver o meu primeiro corpo assassinado um pouco menos traumático, não muito, mas pelo menos um pouco.

No fundo, estou me sentindo desconfortável. A água atinge meus joelhos, penetrando em minhas botas de chuva, as enchendo instantaneamente. Varrendo a área com a minha lanterna extremamente fraca, vejo imediatamente o monte de vegetação que Casey descreveu contra o pilar mais próximo de mim. Respirando fundo, engulo a bile subindo na minha garganta e coloco a mão no meu peito como se pudesse de alguma forma acalmar meu coração retumbando. Levo dez passos para alcançar o matagal ao redor. Fico paralisada e tomo uma respiração profunda.

Vamos, Charlotte. Apenas faça isso. eu vou.

~ 6 ~

Com a mão trêmula, alcanço e agarro alguns dos arbustos molhados e os puxo de volta. O assassino de Casey não fez um trabalho muito bom ao esconder ela. Assim que puxo os detritos de volta, seu crânio está totalmente à vista, com o pouco que resta de seu cabelo loiro emaranhado a ele. Eu deixo o arbusto e tropeço para trás, perdendo o equilíbrio e caio na água, perdendo a lanterna na terra. A luz pisca imediatamente e às cegas, procuro desajeitada na água escura, mas depois de alguns minutos eu percebo que desapareceu. Me levanto, fecho meus olhos, rezando para que não fique enjoada. É a última coisa que Casey precisa ver agora.

Rastejando de volta até a colina para o SUV, me apoio no capô do carro para remover minhas botas e despejar a água delas antes de as colocar de volta. Quando volto para dentro, Casey me olha, mas não diz nada enquanto olho para frente, perdida em pensamentos. Casey me encontrou nos arredores de Vermont em um restaurante que seus pais e irmã foram comer. No momento em que olhei para ela, ela sabia que eu a podia ver, mesmo estando morta. Quando os mortos aparecem para mim, não há nenhum som estranho ou imagem borrada. Um sinal de aviso ou alguma espécie de ser encantado, não é um luxo que me é concedido. Eles parecem com todos os outros. É só quando eles me veem os notando que descubro que estão mortos.

E agora, Casey?

Ela empurra delicadamente seu cabelo loiro atrás da orelha. Ela era uma menina do tipo que não podia deixar de ser notada por todos os homens que cruzaram com ela. Felizmente, os mortos parecem como eles eram na sua vida cotidiana; não como eles parecem quando eles faleceram.

Agora você chama a polícia, diz ela, simplesmente.

E digo o que exatamente? Eles podem pensar que eu estava envolvida em seu assassinato de alguma forma.

Faça uma denúncia anônima.

E o cara que te matou? Você não quer que eles o encontrem?

Eles irão. Com o tempo. Há outras coisas mais importantes.

Eu ligo meu SUV e deixo em marcha lenta por um minuto, até arrancar com força total.

E é isso? Isto é o que você precisa para fazer a passagem?

~ 7 ~

Minha mãe e meu pai não podem seguir em frente até que

saibam o que aconteceu comigo. Uma vez que eles saibam que eu estou morta com certeza, eles podem chorar e seguir em frente. Não saber está os destruindo e minha irmã mais nova está desmoronando. Eu não posso sair até que saiba que eles vão ficar bem.

Certo. eu aceno com a cabeça e coloco o SUV na estrada.

Estou encharcada e congelada até os ossos, mas quanto mais cedo eu relatar isso, mais cedo Casey pode estar em paz e eu posso estar sozinha. Apesar de meu tempo sozinha ser sempre curto. Há sempre uma alma em todo lugar que eu vá na necessidade de encerramento, precisando resolver de alguma forma assuntos inacabados.

Casey foi morta por um cara que ela conheceu em um bar em seu primeiro ano na faculdade. Quando ela deixou o bar sozinha, não percebeu que ele a seguia. Me perturba relembrar todos os detalhes; francamente, quem me dera não saber. Algumas coisas são simplesmente muito difíceis de imaginar. Seus últimos momentos neste mundo foram feitos de coisas como os pesadelos. Mas sua família não conseguiu esquecer, portanto, ela não foi capaz de partir.

Obrigada por isso, Char. Eu sei que você considera o seu dom de ver os mortos uma maldição, mas você me deu paz.

Eu não respondo. Sei que estou lhe dando paz de espírito, como outros que vi antes dela, mas sua paz custa a minha própria. Este dom, como ela diz, me custou qualquer aparência de normalidade; me custou a minha família, meus amigos e minha esperança. Paramos em um posto de gasolina ao lado da rodovia. Eu pego minha mochila no banco de trás e puxo um caderno e caneta.

Há um corpo perto da estrada 501 sob a ponte de Ukon.

A nota é curta e fria. Não há necessidade de ficar me aprofundando muito. Eu tiro um envelope e anoto o nome do detetive encarregado do seu caso e o endereço que Casey recita para mim. Uma vez feito isso, a carta está selada e eu coloco um selo sobre ela. Nós dirigimos para a cidade e encontro a estação de correios mais próxima, onde deixo cair à carta na caixa.

Casey deixa escapar um suspiro audível, preenchido com o que eu só posso descrever como alívio.

Eu os vou ver uma última vez e então eu posso ir.

~ 8 ~

Boa sorte, Casey, eu ofereço; eu não sei mais o que dizer. O

que mais eu poderia dizer? Atravesse com segurança? Envie um cartão postal?

Obrigada. diz ela baixinho. Em seguida, ela desaparece.

~ 9 ~

Capitulo Dois

CHARLOTTE

Eu dirijo por horas depois de Casey desaparecer. Pelo menos parece que foram horas. Não tenho mapa ou planos de onde estou indo, mas vou de qualquer maneira. Minha vida se tornou uma enorme incerteza.

Acelero meu SUV a uma velocidade boa enquanto ele sobe a estradas da montanha, ao redor das curvas sinuosas e perigosas, me deixando ainda mais na escuridão, literalmente e figurativamente falando. Eu nunca vi uma noite tão escura como aqui nas

montanhas. É quase estranho que isso não me incomoda. É engraçado como a mente funciona, às vezes. Passei os últimos seis anos assustada

e sozinha. Não com medo dos mortos, ironicamente, mas assustada que

minha vida pertencia a eles e que nunca a terei de volta. Mas esta noite

tomei uma decisão. Hoje à noite vou tomar minha vida de volta. Eu tomarei o controle.

O entorpecimento cai sobre mim e minha mente está em

branco. E é assim que sei que tomei a decisão certa. Quando o motor do 4Runner começa a estalar pelas horas extras de trabalho em torno das emanações de gases retidos, eu dirijo para o lado da estrada. Eu tenho uma centena de dólares escondido no porta-luvas, mas não preciso de dinheiro para onde estou indo. Quem encontrar o SUV primeiro pode ficar com ele. Deixo os faróis acesos, e ando tremendo, a minha alma anestesiada com uma escuridão que não consigo encontrar uma solução. Isso não é uma vida, é um pesadelo. Sem fim, o tormento e servidão terminam com a morte. E a dor se torna insuportável.

Eu não chego longe quando me encontro em uma ponte onde um

grande rio corre debaixo dela; a água está enfurecida, irritada com toda

a chuva. Caminho para o meio e deixo minha mão deslizar ao longo dos

trilhos molhados e olho para baixo na água, imaginando como seria saltar, deixar a água me arrastar e me levar para longe desta vida -

desse pesadelo.

Isto também passará, repito para mim uma e outra vez, mas as palavras perderam sua magia e sua influência sobre mim. Talvez todo

~ 10 ~

esse tempo pensando nessas palavras como minha tábua de salvação, quando na verdade, elas tem sido um peso acorrentado a meu tornozelo lentamente me arrastando para baixo, me impedindo de encontrar a verdadeira paz. Isso nunca vai passar. Eu sempre pertenci aos mortos e por causa disso, nunca vou realmente viver.

É hora de acabar com isso.

~ 11 ~

Capitulo Tres

IKE

Estar no limbo é uma porcaria. Tudo que você faz é ver os seus entes queridos sofrerem e não ter um meio possível para os ajudar. Meus pais parecem estar bem, na maior parte do tempo. Meu irmão mais novo, também. Mas é George que me preocupa. A maioria dos irmãos são próximos, mas os gêmeos criam um vínculo que irmãos normais nunca poderiam entender. Nós fomos melhores amigos desde o primeiro dia.

E agora, eu estou morto.

Sim, mãe. Eu estarei em casa domingo para o jantar. ele faz

uma pausa. Não, eu não estou bêbado. garante George à minha

mãe pelo telefone.

Ele não está mentindo. Ele não está bêbado, ainda não, de qualquer maneira.

Não, mãe! Ele é apenas um viciado em drogas sobre o efeito de

cocaína! grito, embora nenhum deles possa me ouvir. É uma coisa boa, também; se ela alguma vez me ouvisse soltar essa bomba, ela chicotearia minha bunda.

Eu não posso ouvir o que minha mãe está dizendo à George do outro lado, mas posso ouvir seus gritos abafados pelo telefone.

Eu sei mãe. Sinto falta dele também. ele cobre os olhos com

a mão livre, uma expressão de dor tomando conta de suas características.

Merda, George. eu respiro. Eu odeio o ver assim.

Eu tenho que ir, mãe. Eu te amo.

Ele bate encerrar na tela do seu celular e afunda no sofá. A mesa

de café de vidro na frente dele está coberta com resíduo branco, um

papelote de cocaína, sua carteira e garrafas de cerveja vazias. George se

inclina para frente e pega uma foto emoldurada minha de uniforme, do dia que me formei recruta. Ele olha para a foto por um longo momento

~ 12 ~

antes de a baixar com cuidado. Deslizando para fora do sofá de joelhos, ele puxa sua licença de sua carteira. Em poucos segundos, ele está separando uma pedra de cocaína em três linhas pequenas. Depois de colocar a sua licença de volta em sua carteira, ele tira uma nota de dólar para fora e enrola firmemente, então usa a nota para cheirar a primeira linha. George! grito. Jesus, cara. Por que está fazendo isso para si?

Mas é inútil porque ele não pode ouvir minhas palavras de preocupação.

Eu não posso assistir mais. Além disso, sei que a prostituta, Misty, está a caminho e o ver com ela me enoja. Meu irmão está obviamente confuso, lamentando a minha perda e ela está tirando o máximo proveito disso, levando drogas para ele, cheirando com ele desde que ele esteja pagando e depois eles fodem, mesmo ela tendo um namorado que iria espancar George até a morte se descobrisse.

Eu desapareço e reapareço cerca de 800 quilômetros de Anioch Bridge, apenas fora da cidade. George e eu costumávamos vir aqui quando éramos crianças e íamos pescar; essas são algumas das minhas memórias favoritas. Enquanto ando em direção à ponte na escuridão da noite, ouço as águas furiosas do rio Jackson. A chuva foi pesada aqui nos últimos dias e os níveis de água estão elevados. Eu invejo o rio. Ele se move, flui e continua indo. Diferente de mim. Eu estou preso, preso por minha própria necessidade de reparar algo que não posso fazer nada a respeito.

Eu morri há quase dez meses e tudo que o povo luz brancafala é besteira. No início, eu não sabia que estava morto. Na verdade, pensei que estava sonhando; de alguma forma, eu estava em casa com a minha mãe e meu pai, mas quando tentei falar com eles, eles não me ouviam ou até mesmo respondiam. Não demorou muito antes que receberam a ligação os notificando que eu tinha sido morto por um IED 1 no Afeganistão.

Choque foi tudo que senti enquanto todos se desmoronaram com a notícia. Naquela altura, pensei que era um pesadelo; que eu iria acordar a qualquer momento ao lado de meu amigo, Sniper, em nossa barraca e estaríamos discordando um do outro. Mas isso nunca aconteceu. Em vez disso, eu fui forçado a assistir a minha família lamentar a minha passagem, incapaz de lhes oferecer qualquer conforto. George tem sido um espiral fora de controle desde que eu

1 Improvised explosive device. Dispositivo explosivo improvisado.

~ 13 ~

morri e não posso suporto o ver assim. Eu sei, sem dúvida, ele é o que está me ancorando aqui, me impedindo de avançar para o que quer que venha pela frente.

Isto é o inferno. murmuro.

Tão perdido em meus próprios pensamentos, não noto a fraca luz à frente até que estou prestes a pisar na ponte.

Eu sinto muito, vovó. Sinto muito, Axel. Me desculpe, eu não sou mais forte.

Meus pensamentos são interrompidos quando ouço uma mulher chorando. Meus olhos chicoteiam na direção do som de sua voz; uma mulher magra, vestindo um casaco de chuva que é muito grande, o cabelo escuro grudado em sua cabeça enquanto a chuva cai forte sobre ela. A água pinga da ponta em seu nariz. Ela está em pé sobre o parapeito da ponte, soluçando alto. Eu estou paralisado no lugar, sem saber como reagir, mas quando os soluços de repente param e ela levanta a cabeça, minha respiração falha. Antes, suas emoções mostravam incerteza sobre se matar. Agora, sua expressão é nula, como se ela tivesse decido alguma coisa. Ela inala profundamente como se tivesse chegado a um acordo com a decisão que ela está prestes a fazer.

E tenho certeza que ela vai saltar.

Não! grito enquanto corro em direção a ela, mesmo que eu

saiba que ela não pode me ouvir, mas não posso evitar minha reação.

Quando ela sacode a cabeça em direção ao som da minha voz, eu quase caio em estado de choque. Seus olhos escuros encontram os meus e ela fica tensa. Ela me ouviu.

Vá embora! ela grita de volta. Eu olho para ela, meus olhos

arregalados e boca aberta. Ela me vê! Ela pode me ouvir! Vá embora!

ela grita de novo, limpando o nariz com a manga de seu casaco.

Você pode me ver? eu balanço minha cabeça em descrença.

Ela aperta os olhos fechados e geme. Você está morto.

Não é uma pergunta, mas uma declaração. A chuva para e o silêncio cai entre nós.

Você

pode

realmente

me

ver?

pergunto

convencido de que estou ficando louco.

~ 14 ~

novamente,

Morto e estúpido. ela murmura. Óbvio, eu posso ver e ouvir

você.

Mas como?

Ela se vira para longe de mim e eu olho para seu perfil quando ela cerra os olhos fechados novamente.

Vá embora. Eu não posso te ajudar. Eu parei de ajudar os mortos. Me deixe em paz.

Ela olha para a água, seu olhar espreita ansiosamente.

Merda. Ela vai saltar. Ouça. Qual o seu nome?

Meu nome não importa.

É importante para mim. argumento. Meu nome é Ike. Ike

McDermott. Por favor, venha para baixo. Vamos falar sobre isso.

Por quê? ela ri histericamente, mas apenas soa enigmática.

Para que eu possa te ajudar a resolver o seu assunto inacabado para que você possa cruzar? Bem, adivinhe Ike? diz ela, com amargura.

Eu não tenho nada. Eu tenho cem dólares, meu veículo está sem combustível, eu não tenho amigos ou família para me ajudar e é tudo por causa do seu tipo. Porque os mortos não me deixam em paz!

Sua voz treme de emoção enquanto lágrimas de raiva enchem os seus olhos.

Eu esfrego minha cabeça enquanto me esforço para encontrar as palavras certas. Ela pode ver pessoas mortas. Embora pareça uma vantagem para mim, isso provavelmente tem muita destruição para ela. Ela está obviamente sozinha no mundo. Meu olhar encontra o dela novamente e pergunto:

Se

eu

puder te

ajudar com tudo isso? Bem

possível. Se chegarmos a um acordo?

Um acordo?

o máximo

Eu vou te apresentar a algumas pessoas agradáveis, te ajudar

você pode me

ajudar a resolver as coisas. ela olha para baixo na água e nega com a cabeça, me dispensando. Escute, eu não conheço você ou o que passou, mas sei que eu daria qualquer coisa para estar vivo agora, não importa o que. as lágrimas escorrem pelo seu rosto e acho que as

a conseguir um emprego, um lugar para ficar e você

~ 15 ~

minhas palavras conseguiu envolve-la. Não desperdice o que muitos de nós nunca tivemos a chance de ter. eu imploro.

Ela continua a olhar para a água e funga o único som a quebrar o silêncio quando balança a cabeça e desliza para baixo da grade de volta para a estrada da ponte.

Vocês não vão me deixar em paz. Eu não posso nem me matar!

ela geme enquanto anda apressada na direção oposta em que está o veículo esportivo.

Onde você está indo? grito e corro para a alcançar. Minha

mente está em sobrecarga. Ela pode me ver e falar comigo. Eu estive morto por meses falando sozinho. Isso é incrível!

Meu 4Runner está por aqui. ela murmura, afirmando o óbvio, enquanto treme.

Bem, se você precisar de combustível, o posto mais próximo é por aqui. eu espeto meu polegar sobre meu ombro. Pertence aos Mercers. Eles são pessoas muito agradáveis. Eles vão te ajudar.

Ela para e me enfrenta por um momento e sua face vira de tal forma que as luzes de seu veículo me mostra seus olhos cinzentos e eles quase tiram o fôlego. É difícil explicar por que a dor em seu olhar parece tão bonito. Ela parece uma criatura selvagem, um ser feito para ser livre e itinerante, que de alguma forma está aprisionada. Seu cabelo escuro está molhado e colado ao rosto e eu quero alcançar e o deslizar para trás para ver o seu rosto. Nossos olhares permanecem presos por um longo tempo quando seus lábios quase azuis tremem. Ela está congelando.

deixo a

minha última palavra reduzir, indicando que eu gostaria que ela me dissesse seu nome.

Nós temos que te aquecer. Me deixe te ajudar

Ela respira fundo e suspira. Charlotte. diz ela em voz baixa.

Mas as pessoas me chamam de Char.

Charlotte. Eu sorrio suavemente ao seu nome. É bonito, como ela.

Ok, Charlotte. Você tem algumas roupas secas para levar com

você?

Na caminhonete. ela corre na minha frente e abre a porta traseira do lado do condutor, subindo.

~ 16 ~

Momentos depois ela sai com uma mochila e uma pequena bolsa.

Depois de desligar os faróis, ela fecha a porta quando a chuva começa a descer forte novamente. Ela olha para o céu, deixando a chuva bombardear asperamente seu rosto. Sua mão livre vem para cima e ela espeta o dedo do meio para o abismo escuro e eu rio. Eu a quero cobrir,

levar suas malas, mas

não posso.

Com um acesso de raiva, ela passa por mim e eu rapidamente me junto a ela.

Me desculpe, eu não posso te ajudar a carregar suas coisas.

Ela riu suavemente. Lamento que você não consiga. ela faz uma pausa por um instante antes de acrescentar: Quer dizer, eu sinto muito que você não as possa carregar porque você não está vivo. as palavras dela caem pesadamente no ar como a chuva cai forte em nós. Como ocorreu?

Enfio as mãos nos bolsos e suspiro. IED. Afeganistão.

Merda. ela suspira. Sinto muito.

Bem, se eu seguir

Minha sentença reduz e ela me dá um aceno de compreensão. A morte é uma porcaria. Sem condições ou discussões a esse respeito. Mas pelo menos eu tive uma morte nobre. Há maneiras piores para ir.

Então, onde você está me levando?

Você não sabe onde você está? eu finjo descrença.

Ela sorri timidamente. Eu não me importava onde eu estava

indo. Eu planejei dirigir o meu SUV até acabar o combustível

você frustrou o resto.

bem

Não posso dizer que sinto muito por isso. eu respondo com sinceridade. É realmente tão ruim assim?

A chuva para abruptamente de novo, como se o próprio Deus tivesse virado um interruptor e nós dois paramos e olhamos para cima. Depois de um momento, ela começa a andar novamente e eu a sigo, os sons de suas botas fazendo ruídos que quebram o silêncio.

Todos os dias da minha vida durante os últimos seis anos tem

sido gasto com os mortos. Eu não tenho amigos, os que eu tinha, todos acham que fiquei louca, meus pais não sabiam o que fazer comigo,

então eles simplesmente fingem que eu não estou lá e pode esquecer

~ 17 ~

sobre namorado. Então você vê, não tenho nada além dos mortos. Minha vida se definiu em ajudar os mortos para que eles possam cruzar a linha, e caramba, estou cansada.

Ela parece também. Seu rosto pálido e olhos perdidos contam uma história de uma vida dura.

Nós podemos ajudar um ao outro, Charlotte. Este é um bom lugar. Você vai gostar daqui.

E onde é aqui?

Esta é Warm Springs. É uma pequena cidade dentro do Condado de Bath.

Warm Springs?

Sim. Aonde se vai para rejuvenescer. eu digo na minha

melhor voz de locutor de rádio. Piscinas Jefferson? Nunca ouviu falar

delas?

Não. ela responde.

eles mantem as piscinas

aquecidas durante todo o ano. General Robert e Lee, Thomas Jefferson

frequentava o lugar.

Eles têm planos especiais para férias

É

mesmo?

impressionada.

pergunta

ela

secamente,

claramente

De qualquer forma. eu continuo. Você está em um bom

lugar.

Eu ainda estou na Virginia?

Sim.

E como exatamente você acha que pode me ajudar?

Você precisa de um lugar para descansar. Você precisa de um emprego. Eu posso te ajudar com isso.

Como assim? Você está morto. ela aponta o óbvio.

Eu paro de caminhar Eu estou? Você está falando sério? finjo choque e ela revira os olhos, a sombra de um sorriso brinca nos cantos dos seus lábios. Começamos a caminhar de novo e eu respondo a sua pergunta. Eu sei sobre as pessoas desta cidade. O que elas gostam e não gostam. Eu posso te ajudar a se dar bem com elas.

~ 18 ~

E o que você gostaria em troca?

Flashes de George passam por minha mente e sinto o peso assentar sobre meu peito.

Eu tenho um irmão que está tendo um momento difícil.

Assuntos inacabados. ela murmura e deixa escapar um suspiro audível.

Olha, eu sei que você está cansada de ajudar as pessoas como

eu, mas eu sou diferente. Eu quero te ajudar, também. Se eu puder te

ajudar, você vai me ajudar?

Eu acho que eu não tenho escolha, ela murmura e encolhe

os ombros, ajustando suas malas para obter uma posição melhor.

Você tem um negócio comigo.

~ 19 ~

Capitulo Quatro

CHARLOTTE

É engraçado como os seus planos podem mudar tão drasticamente dentro do espaço de minutos. Minha vida estava terminando há 40 minutos. Eu tinha certeza disso. Mas, em seguida, Ike aparece e desvia os meus planos. Acho que suas palavras são o que me trouxeram de volta.

Escute, eu não conheço você ou pelo que você passou, mas sei que eu daria qualquer coisa para estar vivo agora, não importa o que.

O suicídio é egoísta. É um completo tapa na cara para qualquer um que tenha morrido e queria viver. Assim, com grande emoção, o homem alto e atlético me trouxe de volta para os meus sentidos. Agora, estou de pé do lado de fora do Mercer’s Stop and Go com ele parou ao meu lado. A loja é antiga, os sinais de iluminação parecem que foram feitos há décadas.

Parece que o Sr. Mercer está trabalhando hoje à noite. Ele é realmente amigável. Basta entrar e dizer que sua caminhonete quebrou. Ele vai te ajudar. ele me dá um sorriso torto; percebi que é a sua maneira de me incentivar. Ele é bonito, muito amplo e muscular, talvez 1,83 de altura, mas o seu sorriso é sua melhor característica.

Eu tomo uma respiração profunda e quando estou perto da porta, pego um vislumbre do meu reflexo na janela. Meu cabelo escuro está emaranhado e minha roupa cai pesadamente em mim. Pareço o primo de Anne Raggedy 2 . Aparento estar acabada.

Ele vai pensar que sou uma maldita viciada em crack, eu digo, enquanto corro os dedos pelo meu cabelo molhado, emaranhado. Olhe para mim.

Ike ri e seu sorriso brilhante aquece o meu coração. Não, ele não vai. Esta cidade tem um monte de gente boa, Charlotte. Os Mercers são uns dos melhores. Confie em mim.

2 É uma boneca de pano.

~ 20 ~

Certo, eu bufo, empurro a porta e entro. Um senhor mais

velho com sobrancelhas grossas e cinzentas olhos bondosos me cumprimenta com um olhar preocupado.

Você parece uma bagunça, criança. Você está bem? ele pergunta dando a volta no balcão e se aproxima de mim.

Sim senhor. Meu SUV quebrou cerca de três quilômetros e eu tive que andar na chuva.

Meu senhor, você vai ter sorte se você não pegar uma pneumonia. ele balança a cabeça, preocupação sincera gravada em seu rosto. Eu posso recuperar o seu SUV logo pela manhã. Há um motel cerca de seis quilômetros abaixo que você pode conseguir se registrar para a noite. Eu mesmo vou te levar. ele veste sua jaqueta rapidamente e pendura a placa Volto em 10 minutos na porta pouco antes de me conduzir para fora e trancar a porta.

Isso é tão gentil de sua parte, murmuro através do meu

choque. Quem diabos oferece a um completo estranho e uma carona no meio da noite a uma pessoa que parece estar drogada? O Sr. Mercer simplesmente sorri e acena com a cabeça enquanto caminhamos para o lado do edifício.

Estou surpresa quando ele me leva a um Ford Highboy e abre a porta do passageiro para mim. Isso que é um velho gentil, eu penso. Uma vez que ele entra e liga a caminhonete, ele aciona o ar quente e eu não poderia estar mais grata. Enquanto percorremos, Ike está a minha esquerda, sentado entre nós, embora, é claro, o Sr. Mercer não o possa ver. No rádio Okie from Muskogee- Merle Haggard toca suavemente e eu fico embaraçada na forma como se encaixa.

A propósito, eu sou Bill Mercer. ele acena com a cabeça para

mim. E me ocorre que ele acha que acabei em seu veículo e não sei o seu nome. Eu deveria ter me apresentado, mas Ike já tinha me dito seu nome. Eu estou tão cansada que não estou pensando direito.

Charlotte, eu respondo. Mas a maioria das pessoas me chama de Char.

De onde você é Char?

Nascida e criada em Oklahoma.

Ei

você é um Okie, diz ele quando seu rosto se ilumina

com outro sorriso. A canção, ele ressalta.

~ 21 ~

Eu sorrio. Eu estava pensando nisso.

Você está longe de casa, acrescenta ele e me lança um olhar preocupado.

Sim eu estou, eu concordo.

Chegamos ao Warm Springs Motel e o Sr. Mercer me leva para dentro do escritório com um sinal de néon iluminado acima piscando:

VAGA.

Ei, Bill. Como você está? uma mulher grande e robusta com

cabelo vermelho fogo e muita sombra roxa nos olhos pergunta enquanto se mantem no sofá reclinável na frente de uma televisão de tela plana.

Ginger, esta é Charlotte, mas ela gosta de ser chamada de

Char.

Bem, olá, Char, Ginger cumprimenta e me oferece um

sorriso amigável em meio a suas bochechas rechonchudas. Parece que você teve uma noite difícil.

Eu dou de ombros e lhe dou um sorriso tímido. Você poderia dizer isso.

Nada que um banho quente não vá resolver, Ike está de

acordo, mas eu o ignoro. Levei anos de prática para aprender a ignorar

os mortos e não responder a eles na frente de outras pessoas. Mesmo um olhar em sua direção pode fazer as outras pessoas pensarem que eu sou estranha.

Bem, um quarto é quarenta dólares por noite, mas você vai ter tv a cabo e a água quente.

Quarenta dólares? Isso é barato como o inferno. Eu deixo cair minhas malas no chão e começo a abrir minha mochila, o pensamento de um banho quente e uma cama quente me faz tremer, quando percebo que deixei o meu dinheiro no porta-luvas do meu carro. Merda! Meu rosto ruboriza quando eu levanto e pego minhas malas.

Eu sinto muito que eu desperdicei seu tempo, Sr. Mercer, mas

eu deixei meu dinheiro no meu carro. Eu vou voltar até ele e dormir lá hoje à noite. humilhação surge através de mim quando eu olho para

Ike que fecha os olhos, percebendo o quão envergonhada eu estou.

~ 22 ~

Bobagem, criança. disse Sr. Mercer para mim. Eu vou

pagar. Você pode me reembolsar outra hora quando você buscar o seu dinheiro.

Eu não posso aceitar isso, senhor. eu balanço minha cabeça com veemência. Eu não quero esmolas.

Por que não? Ike pergunta, com os braços estendidos.

Você está congelando e precisa descansar! novamente eu o ignoro, o que é difícil quando sua linguagem corporal e o tom são tão animados.

Querida, você precisa de descanso. Se você fugir amanhã e não

me pagar, quarenta dólares não vão acabar com a minha vida. Pelo menos eu vou saber que você teve uma noite segura de descanso. Poderia me tranquilizar. Sr. Mercer olha para mim suavemente enquanto ele entrega a Ginger o dinheiro. Eu odeio a pena em seus

olhos. Eu provavelmente pareço uma vagabunda desabrigada, o que acho, tecnicamente, que sou.

Então tome aqui, eu digo, quando eu tiro meu colar com a

cruz de prata. Não a tirei em anos. Pegue isso e fique com você, assim saberá que vou voltar. Esse é um dos meus bens mais preciosos e eu nunca iria deixar isso para trás. Mas, por favor, não o venda. Eu vou ter o seu dinheiro amanhã.

Sr. Mercer toma pega a cruz na mão, um sorriso gentil em seus lábios. Você tem a minha palavra. Com isso, ele se dirige para a porta e antes que ele saia, ele diz: Boa noite, Char.

Obrigado, Sr. Mercer. Você é muito gentil. eu aceno.

Bem querida, eu tenho um quarto pronto para você, diz Ginger quando ela contorna o balcão.

Que surpresa. Ela só tem outro hóspede, Ike bufa e eu tenho que lutar para não sorrir.

Ginger me leva para o quarto treze, que é o quarto mais distante de seu escritório. Acho que ela gosta de sua privacidade. Agora, não se esqueça de trancar a porta quando eu sair e se você precisar de alguma coisa, basta discar zero no telefone e ele vai mandar você para mim.

Obrigada, minha senhora. eu sorrio com apreciação.

~ 23 ~

Quando foi à última vez que você comeu, meu bem? Você

parece que se uma leve brisa soprar, você vai ao chão. Eu fiz frango frito para o jantar e tenho alguns pedaços que sobraram. Eu os poderia aquecer para você.

Você é tão gentil, mas eu acho que um banho quente e uma

cama confortável é o que eu realmente preciso agora. Obrigada, no

entanto. eu aceno.

Tudo bem, querida. Noite. uma vez que ela fecha a porta, eu

me estatelo na cama. Ike senta em uma poltrona de couro sintético

amarelo ao lado da porta.

Este é o único motel na cidade?

Ele ri. Bem, esse condado tem tudo, muitas pousadas com café da manhã e há também The Plantation, que é praticamente um resort onde as pessoas ricas ficam. Este hotel é de menor porte, obviamente, mas nas próximas semanas eu não tenho nenhuma dúvida de que ela estará na ocupação máxima.

Por que isso?

Por causa do outono que é a nossa temporada turística. As

pessoas vêm de todo os lugares para desfrutar das nascentes e ver as folhas mudarem, enquanto ouço, tremo com frio por minhas roupas ainda encharcadas.

Você precisa sair dessas roupas e tomar um banho quente, Ike observa.

Sim, mãe, eu suspiro alto antes de ficar de pé. Fico olhando para ele por um momento e ele apenas olha para trás.

Você está pensando em me dar alguma privacidade?

Não se importe comigo. Eu estou morto. ele irradia um sorriso perfeito que faz minha barriga vibrar.

Eu não vou me despir na sua frente, soldadinho, eu o

informo.

Um soldado caído, morto e no limbo não pode sequer dar uma

olhadinha? Isso é apenas cruel, Charlotte, ele brinca, cerrando os olhos fechados em dor fingida.

~ 24 ~

Eu não posso deixar de rir um pouco quando eu começo a mexer através da minha mochila e advirto: É melhor você não me ver no chuveiro, também.

Ele ri alto. Seu riso é tão rico e profundo, isso me faz rir um pouco mais. Veja. Para que serve estar morto se não pode assistir a uma menina no chuveiro sem ela saber?

Mas eu sei, eu o lembro. Merda! eu gemo quando eu despejo minhas roupas na cama.

O que está errado?

Todas as minhas coisas estão molhadas, eu lamento.

Você tem a boca um pouco suja, ele comenta com um

sorriso.

E?

Eu gosto disso, ele encolhe os ombros.

Acho que eu vou dormir nua esta noite, eu suspiro.

Há um Deus,

louvor.

Ike olha para o teto, as mãos unidas em

Você não vai dormir aqui, eu indico.

Vale a pena tentar, ele bufa em derrota. Quando eu vou em

direção ao banheiro, eu viro e vejo Ike olhando para o chão. Você está bem?

Seu olhar encontra o meu e ele balança a cabeça. Você não sabe como é andar ao redor por meses e meses e não ter ninguém para te ver e ouvir. ele não é a primeira pessoa morta que me diz isso. Eu tento simpatizar e me lembrar disso cada vez que eu fico frustrada sobre uma nova alma surgindo, mas é difícil às vezes.

Nós olhamos um para o outro um longo tempo antes dele se levantar. Eu estou indo ver o meu irmão e deixarei você ter um pouco de paz. Estarei de volta antes de você acordar. seus dog tags 3 batem quando ele fica de pé.

Ok, eu engulo, me sinto estranhamente triste por ele estar

saindo. Normalmente, este seria um momento de celebração. Um tempo

3 São aquelas plaquinha de identificação que os militares usam.

~ 25 ~

sozinha. Mas por alguma razão, eu quero conhecê-lo. Ele é a primeira alma que conheci que realmente me coloca em primeiro lugar. Vejo você na parte da manhã.

Boa

noite,

desaparece.

Charlotte,

ele

~ 26 ~

oferece,

e

em

seguida,

ele

Capitulo Cinco

IKE

Eu verifico George. Ele desmaiou com Misty do seu lado, os seios dela de fora para o mundo ver. Mas ele está respirando. Esse tem sido meu maior medo; que ele se mate por overdose. Nos dez meses desde que morri, George perdeu muito peso e passa metade do tempo desmaiado. Ele se culpa pela minha morte, como se ele pudesse ter me impedido de ingressar nas Forças Armadas, ou se ele tivesse estado lá, poderia ter me salvado. Me alistar foi a minha escolha. É o que eu queria e não me arrependo, exceto pelo o que minha morte está fazendo com ele.

Mas há esperança agora. Há Charlotte. A criatura selvagem e bela pode ser apenas a resposta. Mas ela precisa ser salva, também, eu posso ver. E pensar que se tivesse aparecido apenas alguns minutos mais tarde naquela ponte eu nunca a conheceria. Eu só preciso descobrir como posso ajuda-la enquanto ela ajuda George. Eu vou ter de descobrir como salvá-la, e meu irmão de se matar.

São nove da manhã e Charlotte ainda está dormindo. Ela parece diferente com o cabelo seco, à luz do dia. Seu cabelo escuro, brilhante e macio, se espalha ao longo dos travesseiros. Seus lábios estão agora rosa, não azuis como estavam ontem à noite. Ela está deitada de bruços, o cobertor apenas mal cobrindo sua bunda. Sua pele parece tão macia e suave, eu daria qualquer coisa para tocá-la. Sei que não deveria esta olhando para ela assim, mas não consigo evitar. Eu posso estar morto, mas ainda sou um homem. Gosto de olhar para mulheres bonitas.

Eu tenho que acordá-la. Ela precisa ir a sua caminhonete e nós precisamos conseguir um emprego para ela imediatamente.

~ 27 ~

Acorda! Acorda! Acorda! eu grito e bato palmas na frente de

seu rosto. Ela sacode com os olhos frenéticos. Eu recebo uma boa imagem de seus seios e meu Deus, eles são lindos, quero dizer, me chame de idiota, mas não tenho nenhuma vergonha em olhar antes dela empurra o cobertor, se cobrindo. Caramba, sinto saudade da sensação

de uma mulher. Sua suavidade, seu corpo quente.

Eu vou matar você! ela grita.

e

empurro meu queixo. Ela joga um travesseiro em mim. Ele passa

diretamente através de mim e cai no chão.

É um pouco tarde para isso, querida, eu respondo

Eu bocejo. Ái.

Não me acorde assim nunca mais! ela grita. Eu não tenho nenhuma roupa!

Sério? Eu não tinha notado, zombei de sua confusão.

Idiota!

Bem, bem, bem, estamos mal-humorados esta manhã, eu

rio, enquanto ela se levanta, envolvendo o cobertor em torno dela. Os

mortos ainda podem ficar duros, com tesão. Tenho que me virar para que ela não veja enquanto lambo mentalmente seu desejado corpo magro. Droga!

Ela pega sua bolsa e sai correndo para o banheiro, batendo a porta atrás dela. Aparentemente, as manhãs não são seu forte. Quando ela sai do banheiro, ela está vestindo jeans gastos com vários buracos e um top preto. Seu cabelo escuro está para baixo e ela colocou um pouco de maquiagem. Embora ela ainda pareça cansada e frágil, ela parece revigorada e isso me faz feliz. Eu não a conheço bem, mas espero que quando tudo estiver dito e feito, eu a posso ajudar a encontrar alguma felicidade.

O que é que você viu? ela pergunta enquanto ela fecha sua

mochila.

Não muito. eu dou de ombros e ela suspira aliviada.

Apenas os seus seios, adiciono despreocupadamente e ela joga uma escova de cabelo em mim, que me atravessa e bate na parede.

Achei que já tínhamos definido que isso não vai acontecer.

~ 28 ~

Você não presta, ela bufa e arremessa sua mochila sobre o

ombro.

Eles são muitos bonitos, Charlotte. eu elogio e ela cora, mas ela não pode deixar de sorrir.

Você tem sorte por meu dom ser limitado para ver e ouvir. Se eu pudesse te tocar, você estaria falando em soprano agora.

quando ela abre a porta e bate na minha cara. Eu

materializo ao seu lado, do lado de fora e vamos para a recepção para fazer a saída dela, mas Ginger apenas sorri e balança a cabeça.

Eu rio

Aparentemente, o Sr. Mercer foi para casa e disse à senhora

Mercer sobre você; a primeira coisa que ele fez essa manhã foi vir e pagar seu quarto até domingo.

O quê? Charlotte olha para a mulher como se uma cabeça extra crescesse nela.

Ela deixou isso para você, também. Ginger entrega a ela um saco plástico com o colar de Charlotte nele.

Por que eles fariam isso por mim? Charlotte pergunta, mas em vez de olhar para Ginger, ela olha para mim.

Eu acho que você os lembra de sua filha. Ela morreu a mais de uma década atrás, diz Ginger, antes que ela sorri, triste.

Charlotte deixa escapar um suspiro profundo e não vejo como esta notícia afeta ela. Seus olhos cinzentos olham para baixo enquanto ela assimila a informação.

Obrigada, Ginger.

Oh e aqui. Ginger coloca um saco de papel marrom no balcão. Estes são meus muffins de mirtilo. Você precisa comer menina. Coloque um pouco de carne nesses ossos. Curvas, isso é o que homens daqui gostam em uma mulher.

Eu gosto de traseiros grandes e eu não posso mentir. eu canto como o rapper Sir Mix A-Lot e empurro meu quadril. Eu vejo uma sombra de um sorriso nos seus lábios e eu sei que ela quer rir de mim.

Charlotte sorri para Ginger e gentil. Muito obrigada.

~ 29 ~

leva

o saco.

Você é muito

Eu te vejo mais tarde, querida. Oh, e a Sra. Mercer, eu a chamo

de Susan, ela disse que Sr. Mercer rebocou sua caminhonete nesta manhã para seu posto de gasolina. Abasteceram e o trouxeram

aqui. Ela disse que está estacionada ao lado do hotel.

Charlotte olha para mim. Algo que notei que ela raramente faz na frente de outras pessoas. Eu disse que eles eram pessoas simpáticas, eu dou de ombros. Venha.

Obrigada, Ginger. disse Charlotte antes de sair.

Que lugar é este? A maldita Mayberry? 4 Por que todo mundo é estupidamente bom?

Nem todo mundo, eu bufo. Você vai conhecer os idiotas da cidade em breve.

4 Mayberry era uma cidade pequena fictícia que foi destaque em The Andy Griffith Show, onde quase todos os moradores são brancos.

~ 30 ~

Capitulo Seis

CHARLOTTE

Eu me sinto como se tivesse entrado oficialmente em um universo alternativo. Ike me leva imediatamente ao posto de gasolina Mercer onde o Sr. Mercer se recusa a pegar as centenas de dólares. Depois de muitas súplicas, ele concorda em guardar o meu colar até que eu o possa recompensar, mas ele diz que eu terei que ter um emprego antes de aceitar um centavo meu. Então, Ike e eu subimos no meu 4Runner e dirijo três quilômetros até que estaciono em frente ao lugar chamado Ike e George.

Você tem um restaurante? pergunto quando eu olho para a

placa.

Eu tinha. É tudo de George agora.

Ike e George? Original, eu tento brincar e olhar para ele. Ele olha para a placa e balança a cabeça.

Ainda restavam dois meses e eu estaria fora. Eu tinha

prometido não me alistar para outra missão. Eu ia voltar aqui e dirigir

este lugar com ele. Mas Planos mudam, certo?

ele deixa escapar um suspiro audível.

Posso perguntar como um restaurante sobrevive em uma cidade tão pequena? eu tento mudar de assunto.

Minha família é proprietária do prédio, portanto, não paga aluguel e nós somos um dos únicos três bares da cidade. Aqui é um grande ponto turístico, especialmente no outono, como eu te disse. O Plantation é um lugar importante aqui. ele aponta atrás de nós onde eu vejo alguns grandes pilares de pedra que conduzem para o que parece ser uma mansão gigantesca. Recebemos grande número de negócios proveniente deles também.

Entendo. eu aceno de cabeça em compreensão. E é aqui, onde você acha que vai me ajudar a encontrar um emprego?

Sim é. Você pode ser garçonete, certo?

~ 31 ~

Sim.

Vamos entrar.

O interior do restaurante é rústico, com barris colocados em uma barra superior que corre ao longo deles. Os balcões tem acabamento, mas parecem gastos e música country toca nos alto-falantes. Eu ando até o bar, Ike ao meu lado e tomo um assento, olhando em volta, tentando identificar alguém que trabalhe aqui. Há um balde de lata de amendoins no bar e meu estômago resmunga. Eu não comi os muffins de Ginger ainda, assim pego um punhado e começo a tirar a casca.

De repente, uma loira com muito delineador aparece e me dá um sorriso cheio de dentes. Eu não ouvi você entrar, querida. Como você está? ela pergunta.

Isso é porque ela provavelmente estava na parte de trás cheirando uma linha de cocaína ou chupando o chefe. acrescenta Ike e leva toda a minha força para não arregalar os olhos e olhar para ele.

Eu sou bem. Obrigada, eu respondo depois de passar o meu

choque.

Você quer ver um cardápio?

Diga a ela que você está aqui para falar com George, Ike me

instrui.

Na verdade, eu estou aqui para falar com George. franzo as

sobrancelhas com as minhas palavras e ela me dá uma boa olhada.

Ele está esperando você? ela pergunta, suspeita atada em

seu tom.

Cadela estúpida, Ike rosna.

Não, ele não está, eu respondo rapidamente.

E você é? Ike está fervendo ao meu lado, mas não entendo o

motivo. Seu questionamento está começando a me dar nos nervos, mas eu não estou irritada como ele está.

Meu nome é Charlotte. Mas as pessoas me chamam de

Misty. uma voz profunda fala da cozinha. Viro em sua direção e quase caio do meu banco quando ele ronda o canto da cozinha. Misty! Onde está o fechamento de ontem à noite?

~ 32 ~

Minha boca cai aberta e tudo o que posso fazer é olhar. É Ike. É Ike em carne e osso.

Eu mencionei que George era meu irmão gêmeo idêntico? Ike sussurra atrás de mim quando ele ri baixinho.

Antes que eu possa pensar sobre isso, olho para ele, o choque escrito ao longo de toda a minha face. Eu não posso explicar como é ver alguém morto e ver sua imagem refletida em carne. Minha mente é uma desordem agora.

George, esta menina diz que ela gostaria de falar com você,

Misty ignora a pergunta e empurra o queixo em minha direção, seu

súbito desgosto por mim evidente em seu tom.

Esta menina? Ela seriamente acabou de me chamar assim?

Normalmente eu estaria zangada, mas eu ainda estou perdida admirando o irmão de Ike que se parece com ele, então ignoro o insulto

e

me concentro no assunto em questão.

Ah, é? seu olhar encontra o meu e ele inclina a cabeça para

o

lado. Eu te conheço?

Eu ainda estou atordoada e congelada com minha boca aberta.

Certo. Eu deveria ter te contado, mas você poderia, por favor,

fechar a boca e parar de olhar como uma idiota? Ike solicita atrás de mim. Fecho minha boca e me endireito no meu lugar.

Uh

não. Nós não nos conhecemos, eu gaguejo.

George olha para Misty. Misty, você pode ir ajudar Sniper a descarregar os produtos?

Claro. uma vez que ela está fora de vista, George anda atrás

do bar e coloca sua prancheta para baixo. Agora que eu sou capaz de o

ver melhor, posso ver algumas diferenças. Ike é largo e mais amplo, enquanto George é mais magro. O cabelo de George é mais longo, desgrenhado, enquanto o de Ike é curto, estilo militar.

E você é? George pergunta e eu balanço minha cabeça tentando obter meu juízo sobre mim.

Meu nome é Charlotte. Eu sou nova na cidade. Estou no hotel. faço uma pausa, sem saber como pedir a ele um emprego.

Basta perguntar! Ike ordena.

~ 33 ~

Ouvi dizer que você pode estar procurando por uma garçonete:

eu pressiono um pouco, irritada com Ike. Não é fácil ter alguém falando com você e você não pode demonstrar isso.

E de quem poderia ouvir isso?

Merda! O que eu devo dizer? Seu irmão morto? Sr. Mercer mencionou, eu minto. Espero que nunca descubram isso entre eles.

Você tem experiência?

Um pouco. Servi mesas na faculdade.

E há quanto tempo foi isso?

Eu abandonei após meu primeiro ano, há seis anos. Assuntos de família.

Isso seria mais quando eu comecei a ver pessoas mortas e pensei que eu estava perdendo a porra da cabeça, mas eu pulo sobre esses detalhes com George.

E desde então?

desde então, eu tenho dirigido pelo país ajudando as

pessoas mortas, não ganhando nenhum dinheiro. Eu vim com algum dinheiro e me mantive por um tempo, mas preciso de um emprego agora. não é inteiramente mentira. Meu pai basicamente me pagou para desaparecer. Me foi dado uma alta soma de dinheiro e disse para viajar e conhecer novas pessoas. Em outras palavras, precisava desaparecer, porque eu era muito complicada e me apavorei porque eu

podia ver os mortos. Peguei o dinheiro, abracei os meus pais com força

e desapareci de suas vidas.

Uh

George me verifica e cruza os braços. Eu gostaria de te ajudar, mas você apenas apareceu na cidade e não tenho nenhuma garantia de que você não vai levantar e sair sem aviso prévio. Tente talvez o supermercado no fim da rua. ele se vira e se abaixa, tira algo em um armário. Eu olho para Ike e encolho os ombros.

Deus, ele é um idiota arrogante, Ike murmura. Certo. Ele

é um homem de apostas. Diga que aposta que pode escolher sua canção

favorita no jukebox e se você acertar, ele vai te dar uma chance.

Dou uma olhada de soslaio para Ike, o deixando saber o quão estúpido isso soa.

~ 34 ~

Confie em mim. Ele é um filho da puta arrogante. Ele vai tomar

a aposta pensando que você não vai ganhar.

Eu balanço minha cabeça.

Faça isso, Charlotte. Por favor. ele bate seus cílios para mim

e luto contra a vontade de sorrir. Em vez disso, olho para ele e respiro fundo.

George se levanta e me enfrenta de novo, um olhar de surpresa em seu rosto. Talvez ele estivesse me esperando sair depois que ele me dispensou.

Você parece um homem de apostas para mim. estou em pé e

começo a fuçar na minha mochila educadamente. Eu aposto que posso escolher sua canção favorita no jukebox. Se eu fizer isso, você me

dá um emprego. Se eu não fizer isso, saio e nunca mais volto. eu aumento o sorriso para George o paquerando, o desafiando com um encolher de ombro arrogante.

Ele bufa e cruza os braços novamente. E quem vai dizer que eu vou admitir que é minha canção favorita? Eu poderia simplesmente mentir.

Ele não vai, Ike acrescenta, olhando para seu irmão. Ele não é perfeito, mas ele não é mentiroso.

Eu sou boa em ler as pessoas. Você me parece um homem

honesto. eu respondo, com a moeda em punho. George franziu as sobrancelhas enquanto nossos olhares estão presos. Seus olhos são tão escuros, não iguais aos de Ike. Ike é um castanho como areia brilhante

e suave, enquanto os de George são como café escuro e frio. Não é um

cruel frio, mais como ferido, como um aviso para ficar longe; um frio quebrado.

Como você disse que seu nome era? pergunta ele, dando um passo em minha direção.

Eu sou Charlotte, mas as pessoas me chamam de Char. exceto o seu irmão.

Ok, Charlotte. ele sorri. Aparentemente, nenhum dos irmãos

McDermott planeja me chamar pelo meu apelido. Você está dentro. Pegue a minha música favorita e eu vou te dar uma chance.

~ 35 ~

Concordo com a cabeça e vou em direção ao jukebox perto da entrada. Ike inclina um braço contra a máquina de neon enquanto

coloco minhas moedas na ranhura. Johnny Cash, God’s Gonna Cut

You Down. ele diz

e

eu não

o posso evitar. Eu olho para

Ike

e

sorrio. O quê? Você é fã de Cash? ele me dá um olhar triste.

Eu sou, eu sussurro.

O quê? ele geme. Linda e gosto musical fantástico! Onde

você estava quando eu estava vivo? eu sorrio ligeiramente para seu elogio, tentando não ser muito óbvia para George, que está me observando como um falcão.

Eu passo as seleções até encontrar a música e digito os números. Eu ando de volta para o bar, o jukebox começa a clicar, mudando os discos enquanto George e eu mantemos nossos olhos fixos. Paro pouco antes de chegar ao bar e cruzo os braços, combinando com sua postura e levanto uma sobrancelha.

A melodia familiar toca nos alto-falantes e não posso evitar, mantenho o sorriso na boca enquanto George, filho da puta, deixa cair os braços. Um sorriso triunfante floresce no meu rosto enquanto dou um encolher de ombro casual. Quando eu posso começar? pego minha mochila e a puxo sobre um ombro.

Você pode começar a treinar hoje, se quiser, mas se você não for boa, vai ter que seguir em frente.

Entendido. Eu posso mudar de roupa e voltar?

Sim, você tem um par de shorts pretos e tênis?

Surpreendentemente, eu tenho. Sim.

 

Eu tenho uma camisa aqui para você; esteja de volta em uma

hora.

 

Com um breve aceno de cabeça, eu giro ao redor e sigo para a

porta.

Ei, Charlotte! George chama, e eu me viro. Como você sabia?

Eu sorrio. Palpite de sorte. eu dou de ombros antes de sair.

Ike está dando gargalhada enquanto subimos na minha caminhonete. Bem, eu entro, ele só se teletransporta ou faz seja lá o

~ 36 ~

que for que pessoas mortas fazem. Deus, eu o conheço tão bem. Isso foi muito fácil.

Obrigada pelo aviso sobre ele ser seu gêmeo, imbecil. eu ligo

e arranco com o 4Runner.

Deve ser difícil ter dois caras incrivelmente quentes perto de

você ao mesmo tempo. eu rolo meus olhos para ele, mas a verdade é,

é difícil. Os dois são idênticos e quentes de deixar a borca aberta. Mas eu não vou dizer isso a ele.

Sim. Seus olhares me fazem tremer nas minhas botas. eu rio

quando me torno presunçosa. Espertalhona. Então, George e Misty estão juntos?

Não, só amigos de foda, eu acho. É complicado. eu posso

dizer que ele não gosta. Eu não quero falar sobre ela. Vamos discutir

o quão quente você acha que sou, Ike brinca.

Balançando a cabeça, eu pressiono meus lábios para me impedir de sorrir. Você é incorrigível.

O que é isso? Você gosta do meu corpo? diz ele.

Sua cabeça é extraordinariamente grande. Deve ser o ego. eu respondo.

Se você quer meu corpo e acha que sou sexy, venha, docinho, me deixe saber’. Ike canta sua melhor versão de Rod Stewart enquanto empurra seus quadris em seu assento.

Uau. Eu vou precisar que você pare com isso agora. eu ri.

Por

quê? Está

excitando

você?

ele

pergunta

enquanto

continua a empurrar seus quadris.

Parece mais que está matando meus neurônios ao ver isso. Agora, pare de me distrair. Eu tenho que ir me preparar para o meu novo trabalho.

Com isso, ele desaparece e eu esfrego os olhos. Sozinha. Estou sozinha.

~ 37 ~

Uma hora mais tarde e estou de pé atrás do bar com Misty enquanto ela me explica como usar uma pistola de refrigerante como se eu fosse uma idiota. Eu servi mesas antes e não é um bicho de sete cabeças, mas eu educadamente aceno com a cabeça e sorrio enquanto ela balbucia. Ela está falando muito rápido e para constantemente para engolir como se sua garganta estivesse seca. Eu estou querendo saber se este é um efeito colateral da cocaína, Ike disse que ela usa.

Ike aparece e me dá um olhar minucioso. A apertada camiseta preta que diz: Ike e George deixa algo à imaginação.

Você

vai

fazer

gorjetas

incríveis

aqui.

Ike

mexe

as

sobrancelhas e eu coro enquanto tento prestar atenção em Misty.

Finalmente, ela senta em uma mesa e me instrui para encher os saleiros, pimenteiras, açucareiros, me mantendo ocupada enquanto nós estamos esperando as pessoas entrar para o almoço. Desde que eu sou nova, não posso servir hoje, apenas observar, então tenho certeza que ela me terá fazendo a maior parte do trabalho pesado. Ike se senta na minha frente e observa cantando Get Rhythm, eu me recuso a dizer a ele que ‘Cash’ é a minha música favorita. Meus pais adoravam Johnny e Elvis. Quando todos os saleiros e bandejas estão cheios, começo a coloca-los nas mesas, não percebendo que estou cantando Get Rhythmem voz alta.

Eu estou cantando e balançando meus quadris quando topo com um corpo duro e quase deixo cair minha bandeja. George olha para mim e pega a bandeja, a colocando sobre a mesa.

Agarrando o meu braço, ele pergunta: Por que você está cantando isso? seus olhos estão escuros; acusatórios.

Olho tão surpresa quanto eu me sinto, porque Ike diz: Esta é a minha canção favorita de Johnny. ele corre a mão para baixo em seu rosto e olha para seu irmão.

Eu não entendo, eu digo para George, mas eu realmente estou falando com Ike.

Como você sabia a minha canção favorita hoje cedo?

Eu olho em seus olhos escuros e me recuso a piscar. Eu sei que ele está quebrado. Inferno, eu estou quebrada. Ele não pode e não vai me assustar. Qualquer um que gosta de Johnny tem bom gosto. Você

~ 38 ~

parece um homem com bom gosto. Misty por acaso aparece neste momento e encaro isso com um golpe por Ike. Quero dizer na música, pelo menos, digo, olhando brevemente para Misty.

Bom, Ike ri.

George? Misty pergunta timidamente. Tudo certo?

Eu estou bem. ele libera meu braço, nossos olhos ainda presos em um impasse. Finalmente, ele se vira e vai embora com ela.

Eu volto para minha mesa e sussurro, Que diabos é isso, Ike? Você fez isso de propósito. Você sabia que eu ia começar a cantar e ele ia me ouvir, assobio.

Eu olho para ele e ele está passando a mão pelo cabelo curto, observando George se afastar com Misty. Sua camisa sobe, expondo seu abdômen e seu V bem definido que me faz querer babar. É claro que, nesse breve segundo, percebo que estou babando por um cara morto.

Clássico.

Querendo o inatingível.

Eu estou tentando facilitar para que você chegue até ele. diz

ele enquanto seu olhar se move de volta para mim. Felizmente, ele perdeu que eu o observava.

Movo para outra mesa e deslizo os saleiros para colocar em seus lugares. Bem, não fique tentando tanto. Parecia que ele queria bater em alguma coisa.

Ele nunca iria bater em você. Eu juro.

Ele provavelmente vai me demitir.

Não. Mas ele vai pensar em você.

Sim. Assim como eu o lembro de você e quanto isso dói.

Ele

é

um

viciado em drogas, Charlotte. Misty é a sua

vendedora. Eu preciso levar ela para longe dele antes que ele se mate por overdose.

Eu fecho meus olhos. Este acordo que fizemos fica mais complicado a cada segundo. Agora eu estou ajudando Ike a resolver seus assuntos, salvando seu irmão drogado de alguma forma de sua

~ 39 ~

namorada comerciante de droga a enviando para longe. Olha Ike. Você pode me dar dicas e informações, mas você tem que me deixar controlar isso. Eu tenho um pouco de experiência nestas situações.

Ok, ele bufa em derrota. Vamos tentar do seu jeito por enquanto.

Obrigada. eu sorrio e vou em direção ao bar, onde eu vejo

Misty olhando para mim. Ela acabou de me ver falando com Ike, exceto que ele é invisível para ela então me viu falando sozinha. Decido ignorar esse pequeno fato e ajo como se não tivesse notado ela olhando para mim.

O que posso fazer agora, Misty?

A tarde esvai até a noite e o bar, na verdade, fica lotado de pessoas felizes que estavam a caminho de casa do trabalho e turistas de todo o condado. Tirando o Ike e George, os outros lugares para comer na cidade são um restaurante chamado Sam Snead e um pequeno lugar chamado de Lindsay Roost Bar &Grill. Existem algumas outras pizzarias e lugares ao redor, mas não na cidade. Eu sigo outra garçonete, Anna, para que ela possa me mostrar as coisas. Ela também me mantem a par de todas as fofocas.

Então Misty e George estão transando. ela sussurra enquanto estamos de pé do lado de fora perto da lata de lixo enquanto ela fuma um cigarro. Seu cabelo encaracolado, loiro está em um rabo de cavalo apertado e seu batom é uma máscara profunda de vermelho brilhante. Não é uma cor que favorece muito ela, embora seja muito bonita, com olhos azuis brilhantes e os dentes brancos e perfeitos. Misty namora Roger e ela está o traindo, mas ele não sabe. diz ela, com seu sotaque do Sul. Ele ficaria louco de verdade se descobrisse.

E ninguém conta? Quero dizer, seriamente, esta cidade é do

tamanho de uma ponta de agulha e imagino que este é o tipo de fofoca

que fazia todas as galinhas da cidade cacarejar.

~ 40 ~

Você sabe como eles dizem, não matar o mensageiro? Bem,

Roger mataria o mensageiro. os olhos de Anna se ampliam para dar ênfase.

Sério? Você acha que ele ia assassinar George se descobrisse?

pergunto um pouco assustada, me perguntando se mais uma vez sou confrontada com outro dilema para ajudar George.

Não, Ike balança a cabeça.

Bem, talvez não isso, mas ele definitivamente o espancaria. E o

pobre George. Anna balança a cabeça. Ele apenas está confuso desde que seu irmão morreu. Seu irmão, Ike, era seu irmão gêmeo,

sabe? Um homem excelente, também. É realmente lamentável.

Eu quebrei o coração de muitas jovens quando morri. Ike brinca e sorrio com tristeza. Eu acredito que sim.

Eu não sabia que ele tinha um irmão gêmeo, eu minto. E como é que Roger fica alheio a isso?

Bem, entre nós, ele é o traficante de drogas da cidade e dono de uma oficina mecânica em Berkley. Eu acho que ele está muito ocupado para notar que sua namorada puta está correndo por aí. Ela não é minha pessoa favorita, estou sendo honesta e ela acha que porque está fodendo com o patrão ela manda neste lugar.

Misty é uma prostituta, Ike concorda.

Eu não acho que ela pensa muito de mim, eu admito.

Isso é porque você é bonita e nova na cidade. Não se preocupe

com ela, menina. Anna joga seu cigarro no lixo. De qualquer forma, não conte a ninguém o que acabei de dizer. Eu normalmente não fofoco, mas você me pegou hoje à noite.

Ela é um túmulo. Você deve confiar totalmente todos os seus

segredos mais profundos e obscuros a ela. Ike diz secamente e eu sorrio contra a minha vontade.

Seus segredos estão seguros comigo.

Quando entro no bar, George me avista e estreita seu olhar. Ele está desconfiado de mim para além da música de Johnny Cash 5 e não

5 Trocadilho porque Cash é dinheiro.

~ 41 ~

tenho certeza o por que. Eu dou um sorriso brilhante, mas ele desvia o olhar.

Então você é a nova garota? um homem alto, de olhos azuis

penetrantes se aproxima de mim. Eu o reconheço da cozinha, mas não fomos apresentados e não pude dar uma boa olhada nele. Seu sotaque é Escocês, Irlandês ou algo estrangeiro. Eu sei que ele trabalha aqui, pois está usando uma camisa do Ike e George que está esticada em seu maciço peito muscular. Na verdade, é tão apertada que eu posso ver seus mamilos ressaltados em sua camisa.

Você poderia fechar sua boca, amor? Você está babando, Ike

avisa e eu ajusto rapidamente a minha postura e fecho a minha boca

escancarada.

Hum, sim, eu respondo quando me viro para encará-lo.

Você não me disse que ela era tremendamente quente, ele

grita em frente ao bar para George, que lhe corta um olhar de advertência e eu coro. Alguns dos clientes no bar viram a cabeça em nossa direção e riem; os olhos dos homens percorrem meu corpo. Meu rosto queima com calor e constrangimento. Eu sou Sniper. Sou o outro gerente aqui e se você é sensível ao assédio sexual, provavelmente deve sair agora porque se acho que você está sexy, eu vou dizer a você. ele estende a mão e a pego, percebendo quão pequena minha mão parece na sua.

além de George. Ike

explica os braços cruzados, olhando para Sniper. Nós estávamos no exército juntos.

Este é o meu outro melhor amigo

É bom conhecer você, Sniper. Sou Char. E eu não sou sensível

demais, mas se você me tocar inapropriadamente, vou estourar seus joelhos. dou um sorriso amigável enquanto Sniper pisca os

olhos. Acho que só o excitei.

Ele é um doente fodido, Charlotte. Ele gosta de dor.

Linda e violenta. Eu acho que acabei de conhecer a minha alma

gêmea. ele rosna ao dar um passo na minha direção, um olhar de calor e luxúria. Ele ainda está segurando a minha mão. Você é a

moça misteriosa chega na

fofoca da cidade, coisa bonita. Você sabe cidade no meio da noite.

Não há muito mistério aqui, lamento. eu rio nervosamente.

~ 42 ~

Sniper aperta minha mão e seu olhar tranca o meu. Eu tenho

uma sensação desta questão. Você é alguém especial. ele sussurra

enquanto

realmente cheira

malditamente bem.

se

inclina

e

eu

engulo

em

seco. Ele

E você deve saber que estará tão atolada nas besteiras toda vez

que ele estiver por perto. Ele é um pouco mulherengo. diz Ike, revirando os olhos.

Tomando minha mão de Sniper, eu digo: Obrigada. Eu acho.

Sniper! George chama e ele está quase queimando um

buraco através de nós com o olhar. Volta para o trabalho!

Não deixe George ser muito idiota com você. Ele está passando

por algumas merdas. Se você precisar de alguma coisa, venha falar comigo, moça. Eu vou cuidar bem de você. ele pisca e vai embora. George, você precisa transar! ele grita antes de desaparecer na cozinha.

Cai fora, George ri quando pega o controle remoto e aumenta

o volume da televisão. Quando meu olhar encontra a tela, quase desmaio.

A polícia encontrou o corpo de Casey Purcel de 21 anos debaixo de uma ponte do lado de fora de Charlottesville’. Minha garganta se apodera de dor enquanto eu engulo em seco e meus olhos se arregalam enquanto observo a tela. O repórter continua. O detetive Andrews recebeu uma carta anônima afirmando que havia um corpo debaixo da ponte de Ukon. A polícia recuperou o corpo e teste de DNA está sendo feito, mas as autoridades acreditam que pode ser o corpo da estudante de UVA desaparecida Casey Purcell. Neste momento, os detetives estão pedindo qualquer um que tenha informações para ligar para o número na parte inferior da tela. Uma trilha do pneu foi encontrado e a polícia está atualmente estudando imagens de vídeo de um posto de gasolina local para ver se há algum coincidência.

Merdaaaaaa.

Você está bem? Ike pergunta e eu aceno de forma mais

afirmativa e vigorosa do que deveria. Eles vão me encontrar. Eu sou uma suspeita.

Existe um problema, Charlotte? George chama. Eu pulo rapidamente, sorrindo brilhantemente.

~ 43 ~

Não. Nenhum problema. me

livro da preocupação. Se

acalme, Char. Você não a matou, por isso, mesmo se eles acharem você, você não tem nada para se preocupar. Eu respiro fundo e tento relaxar.

Você tem certeza disso? Ike pergunta, franzindo suas sobrancelhas em preocupação.

Venha aqui, por favor. George gesticula uma mão e faço o

meu caminho em direção a ele. Seu cabelo desgrenhado cai apenas sobre os olhos, sua camiseta preta apertada Ike e George mostra sua construção dura. Eu não o vi sorrir uma vez durante todo o dia, mas quando a mulher na frente dele diz alguma coisa, ele realmente ri.

Oh, merda, Ike geme.

George se inclina sobre o bar na frente de uma mulher mais velha, cabelos escuros batendo no ombro. Ela tem uma raia cinza através dos olhos castanhos. Eu me aproximo de George e ele endireita completamente sua postura e se movimenta para a mulher diante dele.

Charlotte, esta é a minha mãe, Beverly. Ela ajuda com a

contabilidade aqui. Apenas pensei em te apresentar, então se você a ver aqui sabe quem ela é.

É um prazer te conhecer, Sra. McDermott. eu ofereço minha mão e ela pega com um sorriso amigável.

Como está Charlotte? Que nome bonito.

Me chame de Char, por favor.

É claro. Ouvi dizer que

você é nova

gostando de Warm Springs?

na cidade. Você está

É muito bom. eu digo, educadamente. Quero dizer, eu não

tenho nada de ruim a dizer sobre aqui

ainda.

Bem, já que você é nova na cidade e trabalha para o meu filho,

acho que você precisa vir à minha casa para o jantar de domingo. eu

posso literalmente sentir George tenso ao meu lado. Abro a boca para protestar, mas ela acrescenta. Eu não vou aceitar um não como resposta. Você gosta de lasanha?

Um

~ 44 ~

Com pão de alho e tiramisu 6 , Ike ronrona. Deus, eu sinto falta da comida da minha mãe.

Eu não sei o que dizer, assim, sem pensar, eu roubo as palavras de Ike. Com pão de alho e tiramisu.

Silêncio, os olhos de Beverly encontraram os meus antes de lançar de volta para George. Merda. Por que eu disse isso?

Hum, acho melhor você não repetir isso. Essa foi a minha

refeição favorita. Ela fez isso em todos os aniversários e toda vez que eu chegava em casa de licença.

Bem, ela diz baixinho, com os olhos cheios de lágrimas. Eu realmente faço um tiramisu maravilhoso.

eu

balanço minha cabeça, incapaz de terminar a frase. Oh Deus, eu só a lembrei de seu filho morto e agora ela está chorando. Eu sou uma idiota.

Não. Eu não quis dizer para você fazer isso. Eu só

Domingo sim. ela afirma. George, por que você não a pega e a leva com você?

Eu

tenho

rapidamente.

um

veículo. Eu

posso

dirigir.

acrescento

Não seja boba. George já estará em seu caminho. Não há

nenhum sentido em você dirigir. Beverly dá uma piscadela para George e ele revira os olhos. Foi bom conhecer você, Charlotte. Vejo você no domingo. com isso, ela desliza para fora do banquinho e eu lanço um olhar para George que está fazendo uma careta.

Não discute com a minha mãe. diz Ike, me deixando saber por que George não insistiu para nós irmos separados.

Prazer em te conhecer, também, eu falo quando ela se

afasta.

Eu vou buscá-la as cinco no domingo. George resmunga

antes de caminhar a passos ruidosos. Quando giro para ir, meus olhos

se encontram com Misty olhando para mim. Eu acho que ela ouviu que

6 Tiramisu: tiramisu, sobremesa tipicamente italiana, consiste em camadas de pão de ló substituído por biscoitos do tipo champanhe.

~ 45 ~

tenho um convite para jantar na casa do McDermott. Perfeito! Esta noite está fabulosamente.

George me evita o restante da noite e quando fecha, ajudo Anna a fechar o caixa e ela me diz para o levar ao escritório e entregar a George e então eu posso sair. Eu faço o que ela diz, e abro a porta do escritório sem bater.

Meus olhos arregalam quanto Misty inala uma linha de cocaína em cima da mesa enquanto George aparentemente mantém seu nariz longe por já ter inalado sua própria linha. Quando ele me vê, empurra e Misty obedece, vira as costas para mim e esfrega freneticamente seu rosto.

Eu sei que meu objetivo é me aproximar dele para ajudá-lo, mas não posso evitar de deixar minha boca despejar.

Sério, chefe? eu questiono, no meu tom rolando cada

em

seguida, de volta para mim, limpando o nariz. É a primeira vez desde que o conheci que ele não parece frio. Agora, ele só parece envergonhado. Aqui está o que Anna mandou entregar. O fechamento do caixa. Eu trabalho amanhã?

pedacinho

da

minha

desaprovação. George

olha

para

Misty e

Você quer fazer uma dupla? Você acha que pode servir mesas? ele pergunta e eu posso ver a humilhação em seus olhos.

Eu posso fazer isso. digo, empurrando meu olhar do seu.

Vejo você amanhã. lanço o dinheiro e recibos em sua mesa e fecho a porta com força.

Que cadela. ouço Misty resmungar através da porta. Não

posso deixar de ficar ali por um momento e ouvir. Ela falou sozinha a

noite toda. Que porra de pessoa estranha. reviro os olhos e saio.

Estou tão feliz que aconteceu. Ele parecia tão envergonhado. Ike aplaude.

~ 46 ~

Não significa que ele vai parar. eu sussurro. Eu pego

rapidamente meus pertences e minha sobra do hambúrguer que não terminei na minha pausa e marcho para fora da cozinha.

Noite, moça. Eu ficaria feliz em te acompanhar em casa, se

quiser. ronrona Sniper enquanto me dá uma piscadela de flerte e eu reviro meus olhos.

Por mais tentador que pareça, eu vou passar. Noite, Sniper,

eu falo.

Assim que estou de volta no meu quarto de hotel, mudo para o meu pijama; um par de shorts e um top e afundo na minha cama. Abro a caixa de isopor com as minhas sobras de almoço, eu encho minha boca com algumas batatas fritas fria. Quer assistir TV? pergunto a Ike enquanto mastigo, ele está sentado na poltrona.

O que você quiser. ele dá de ombros.

Então, qual é o negócio com o melhor amigo estrangeiro sexy? pergunto.

Em primeiro lugar, caras não dizem melhores amigos. ele ri

levemente. Nós estávamos juntos no Afeganistão. Prometi a ele um emprego quando voltássemos. George manteve minha promessa. Ike suspira e esfrega a cabeça como eu acho que ele sempre faz quando sua mente está cheia com pensamentos.

Ele parece interessante

acrescento.

Você quer dizer quente? Ike bufa.

Mastigando o pedaço de hambúrguer, eu só mordo, murmuro em torno da comida na minha boca, Eu quero dizer, sim, ele é, mas eu

quero dizer, ele é apenas

diferente.

É, humm. Bem, me deixe dizer, ele é mulherengo, então se eu fosse você ficaria longe.

Obrigada pelo aviso, porque eu estava totalmente pensando em transar com ele. respondo secamente.

Faça como quiser.

Você pode sentar aqui, sabe? Eu sei que você não vai tentar nada. eu bato levemente o local perto de mim.

~ 47 ~

Ele bufa e levanta antes de se lançar na cama, me fazendo arfar em surpresa. Pouco antes de pousar em mim, ele se muda e está na cama ao meu lado. Eu rio como uma menina pequena da escola primária e me odeio por isso.

Isso

é

um

lindo som.

castanhos brilhantes.

Ike sorri para mim, seus olhos

Eu rindo como uma idiota? pergunto e me viro para televisão com o controle remoto.

Ele se deita e coloca as mãos sob a cabeça, olhando para a televisão. Quando meus avós estavam vivos, eles tinham essa garagem anexa à sua casa e minha avó tinha, sei lá, vinte sinos de vento pendurado do lado de fora. Eu acho que era o meu som favorito

no mundo. É tão leve e delicado. Me sentia em casa. ele olha para

mim, seus olhos escuros iluminados com o calor. Sua risada me faz

pensar neles. Nesses sinos de vento.

Enquanto nossos olhares permanecem presos, eu tenho que engolir. Isso pode ser a coisa mais doce que alguém já me disse. Quanto mais por um homem. Naturalmente, o primeiro que o faz está morto. E com esse pensamento, desvio os olhos. Eu não posso me apegar a Ike. Ele vai sair em breve e outro vai tomar o seu lugar. Outra alma precisando de ajuda para que possa fazer a passagem.

Com frases como essa, aposto que você tinha mulheres a torto

e a direito quando estava vivo. eu luto para quebrar o

constrangimento do momento. De repente, ele se senta e sua identificação tilinta sob a camisa. O quê? eu praticamente salto para fora da minha pele com seu movimento espasmódico.

Ike desaparece e depois se materializa momentos depois. George está do lado de fora da sua porta. diz ele em voz baixa. Eu me sento na cama e cruzo os braços.

O quê? eu sussurro. Eu quero gritar, mas antes que ele possa responder, três batidas fortes soam na porta.

Ele está bêbado. Ike contrai a mandíbula em raiva.

Ele é perigoso?

Não. Meu palpite é que ele está envergonhado. Ike bufa enquanto mais sons de batida vêm da porta.

~ 48 ~

George deve ter conseguido meu endereço temporário da minha documentação. Eu pulo para cima e alcanço a porta em quatro passos largos, a abrindo. Eu sei que estou tentando ajudar George por causa do Ike, mas ele aparecer tão tarde e bêbado enquanto bate na minha porta é rude. Eu estou pronta para dizer o que penso, mas quando vejo

eu não posso. Sua camisa

seus olhos vermelhos, cheios de lágrimas

está para fora da calça, seu cabelo desgrenhado espetado como se tivesse passando as mãos por ele e ele está segurando uma garrafa de Jack Daniel. Em vez de gritar com ele, fico olhando, esperando que ele diga alguma coisa.

Com

quem

você

estava

falando?

ele

pergunta

deliberadamente, os olhos digitalizando o meu quarto.

Você deve ter ouvido a televisão, eu respondo rapidamente.

Não. Você estava rindo.

Da televisão. eu cruzo meus braços, me tornando cada vez

mais irritada com a sua linha de questionamento. Você estava aqui ouvindo?

Ele curva seus lábios ligeiramente. Não.

O que posso fazer por você, George? ele passa pelo batente

da porta e me empurra para o meu quarto. Certo. Entre. observo secamente. Ele ignora o meu comentário e se estatela na poltrona mais próxima da porta.

Ele é um infeliz. O enfrente, Charlotte.

Eu sei, eu respondo sem pensar nisso.

O quê? George olha para mim em confusão.

Nada. Por que devo esta honra inesperada? eu afundo baixo

na minha cama e cruzo as pernas na minha frente. Quando faço, olho para cima e observo os olhos de Ike fixos em mim. Me lembrando a não olhar para trás, olho para George, que também está olhando para mim, seus olhos escuros praticamente queimando dentro de mim. Eu olho para baixo e percebo a alça da minha blusa solta que deslizou para baixo, revelando o meu sutiã meia taça de renda e a parte superior do meu seio. Meu rosto está vermelho como chamas. Não de constrangimento. Ok, talvez um pouco, mas é mais o calor de seus olhos sobre mim. Eu rapidamente limpo minha garganta e endireito meu top.

~ 49 ~

Você acha que sou um idiota, não é? George solta antes de beber o Jack.

Ele é, Ike acena com a cabeça em concordância.

Eu acho que você está bêbado, eu respondo, cortando Ike com uma rápida olhada.

Então, de onde você é Charlotte?

Esta é a parte onde nos conhecemos, chefe?

Só estou tentando ser simpático. George coloca a garrafa de

Jack sobre a mesa com um baque, fazendo com que o líquido âmbar

espirre.

E está sendo amigável aparecendo no meu quarto de hotel, às onze horas da noite?

Você não respondeu minha pergunta.

Charlotte, sei que ele é um babaca bêbado, mas, por favor, seja agradável. Você disse que iria ajuda-lo, Ike implora.

Com um profundo suspiro, eu digo: Oklahoma.

George me olha com curiosidade. E o que a traz a essas partes?

Apenas admirando a beleza do outono como todo mundo. eu digo, maliciosamente.

Eu duvido, insulta George.

Você sabe o quê, George? Nós não vamos fazer isso. eu o agarro. Você está doidão de cocaína e bêbado, mova sua bunda Vamos lá, eu pego minhas chaves na mesa de cabeceira antes de deslizar no meu chinelo. Vou te levar para casa.

Char. Ike interrompe quando atiro a ele um olhar que iria

assustar os mortos. Ike é um bom irmão. Ele quer ajudar George, mas ele quer fazer com as mãos enluvadas. George precisa de amor duro e eu vou dar isso a ele. Ele não pode lidar com a sua dor e perda até que ele fique limpo.

Levante-se! eu grito com George quando ele embala para o

lado. Com muito esforço, eu levanto e o arrasto para fora da porta. Leva

cinco minutos para atirá-lo no banco do passageiro da minha caminhonete e quando bato a porta, Ike está esperando com os braços cruzados.

~ 50 ~

Não me olhe assim, Ike, eu advirto. Você concordou em me deixar fazer do meu jeito.

Sim, mas

Mas nada, eu o interrompi. Você quer a minha ajuda, esta

é a primeira coisa a riscar da lista. Eu sei o que estou fazendo. Este não

é meu primeiro desafio.

Ike bufa e prende as mãos em sinal de rendição simulada. Ok vamos leva-lo para casa.

Como diabos ele chegou aqui? eu pergunto, não vendo nenhum outro carro no estacionamento.

Quem sabe, Ike resmunga. Talvez Sniper o deixou aqui

fora.

Com a ajuda de Ike, chego à casa de George. Ele tem uma pequena fazenda a cerca de seis quilômetros do bar. A grama parece que não é cortada em um ano e há uma espécie de cortina pendurada em uma janela à esquerda.

Esta era a minha casa. A deixei para ele. Ike fala do banco

traseiro.

Ele está realmente mantendo o lugar. noto meu tom encharcado de sarcasmo.

Ike não diz mais nada eu estaciono o meu 4Runner e prossigo para arrastar George para dentro. Felizmente, o faço caminhar, mas seus olhos estão fechados o tempo todo. Quando finalmente chego ao interior, a zona de luz sobre o fogão lança o suficiente para levá-lo para dentro e o colocar no sofá onde ele cai e começa a roncar.

Girando lentamente, eu observo a casa. Há caixas de pizza em todos os lugares, garrafas de cervejas vazias cobrem a maior parte das superfícies, e sim, há um pó branco revestindo sua mesa de café. Este lugar cheira mal. digo a Ike, mas ele não responde. Quando olho para ele, sua expressão é desanimadora enquanto olha fixamente para George. Sei que ele está preocupado com ele. Sei que a incapacidade de George lidar com a perda de Ike é o que está mantendo Ike amarrado aqui, o impedindo de seguir em frente. Estou entristecida com esse pensamento. Uma parte de mim não quer que Ike vá.

Eu tinha toda a intenção de procurar na casa de George, suas drogas e despejar o seu uísque, mas não o farei; ele precisa um pouco

~ 51 ~

mais. Eu sei onde sua cabeça está e ele precisa de algo grande para o trazer de joelhos. Só então ele poderá realmente começar a se recuperar. Então conseguirei tirar ele do vício. Hoje à noite preciso dormir. Isso é o que eu digo a mim mesma de qualquer maneira. Deixo de lado os pensamentos de Ike cruzando seu caminho. A verdade é egoísta. E é errado.

A verdade é

Eu quero mais tempo com Ike.

~ 52 ~

Capitulo Sete

IKE

Uma coisa é certa, Charlotte dorme como os mortos. O alarme já soou duas vezes e ela precisa acordar, mas gosto de vê-la dormir. Faz apenas dois dias desde que a encontrei na ponte e já me sinto amarrado

a ela, como se ela fosse uma parte de mim. Isso é bobagem, já que

acabei de conhecê-la, mas é uma ligação estranha. Eu estou lutando para dar a ela e ao meu irmão uma vida enquanto ela está lutando para me ajudar a ir. De alguma forma, nós nos tornamos amarrados um ao outro, mesmo que nós dois sabemos que nosso tempo junto é limitado.

Olhando para ela, vejo seus olhos cinzentos abrir sonolentos. Me inclino para frente, minha placa de identificação tilinta sob minha camisa e ela desperta. Um olho espreita aberto e ela murmura algo incoerente.

Bom dia, linda. eu sussurro do meu assento de couro falso.

O chamo de meu, pois é onde me sento durante toda a noite, olhando

para ela.

Oh sim. Eu tenho certeza que estou muito bonita agora. diz ela bocejando e eu começo a rir.

Você está, eu confirmo.

Os mortos nunca dormem, hein? ela sorri para mim e eu

juro, se meu coração ainda batesse, saltaria após isso. Por que não

pude conhecer uma garota como ela quando estava vivo? Acordar com esse sorriso todas as manhãs teria sido o destaque do meu dia, todo dia.

Eu sinto falta de dormir. admito e ela se senta e se alonga.

Eu não consigo esconder que estou olhando para ela e tenho quase certeza que vejo o fantasma tênue de um sorriso quando ela percebe, mas ele desaparece tão rapidamente quanto aparece.

É melhor eu me vestir. ela menciona num acesso de raiva

quando sai da cama. Acho que tenho uma ideia de como chegar um

~ 53 ~

pouco mais perto de George para que consiga se recuperar, mas a coisa vai ficar feia. Eu só preciso saber, você confia em mim?

A encaro aturdido por um momento. Eu confio nela; em George que não confio. Ela deve ler meus pensamentos em minha expressão, porque ela diz: Ele é mais forte do que você pensa, Ike. Mas ele precisa de uma chamada. Às vezes a gente tem que bater no fundo do poço antes que possamos fazer o nosso caminho de volta. Olhe para onde eu estava há dois dias quando você me encontrou. Agora eu estou aqui.

Meu instinto aperta com suas palavras. Ela quase se matou. O pensamento por si só é suficiente para me fazer sentir como se eu estivesse sufocando e eu não posso falar. Ela me dá um aceno de cabeça e vai para o banheiro sem dizer uma palavra, levando sua mochila com ela. Eu prometi a ela que não iria entrar no banheiro enquanto ela toma banho. Tecnicamente, eu poderia e ela nunca iria saber, mas não sou um canalha, apesar de querer muito a ver nua. Parece que ela está lá há séculos antes de finalmente surgir vestida para o trabalho, o cabelo amarrado para trás em um rabo de cavalo perfeito.

Você está pronto? pergunta ela e meu olhar cai no envelope em suas mãos.

O que é isso?

Apenas uma carta. ela encolhe os ombros, puxando a mochila do ombro dela e enfiando o envelope dentro.

É um segredo?

Você disse que confiava em mim, certo?

Eu disse? a piada me fez ganhar um de seus olhares de

morte.

Venha. Vamos lá.

~ 54 ~

Capitulo Oito

CHARLOTTE

Eu paro no escritório da frente para desejar a Ginger um bom dia. Quando entro, ela está sentada em sua cadeira na frente da tela plana. Lentamente, ela se levanta de sua cadeira e caminha até mim.

Bom dia, Ginger. eu sorrio brilhantemente.

Bom dia para você, querida. Como está o seu quarto?

Muito aconchegante. Obrigada, muito obrigada. a bondade

que ela e os Mercers têm mostrado é sensibilizante. Me recordo

mentalmente que preciso procurar a Sra. Mercer e agradecer pessoalmente.

Rolinhos de canela. Você vai amar! ela empurra um saco de papel marrom para mim e eu rio.

Ginger, você é muito boa para mim. eu deveria pelo menos

tentar recusar o saco, mas eu estou com tanta fome e eles cheiram tão bem.

Só temos que obter um pouco de carne nesses ossos, querida.

Eu realmente aprecio isso, Ginger. Obrigada.

Oh, e eu queria te dizer, se você estiver interessada, acho que

encontrei uma maneira de te ajudar a pagar o seu quarto. Eu preciso de alguém para me ajudar a limpar os quartos quando os hóspedes fizerem

o registro de saída. Você estaria interessada?

Então eu limpo os quartos e você me deixa ficar gratuitamente?

Sim. Nós não temos muitas pessoas por aqui, mas durante a

temporada turística estamos mais ocupados do que um vigarista armado. Tenho reservas confirmadas daqui a duas semanas até o final de novembro, mas a minha saúde não é o que costumava ser e seria bom ter alguém cuidando dos quartos para mim.

~ 55 ~

Isso soa muito bem, Ginger. Eu vou fazer um trabalho muito bom e cuidar de tudo.

Eu sei, querida. Você pode começar amanhã, se sua agenda

permitir.

Ok. Combinado. Te vejo mais tarde. eu começo a caminhar

para a porta, quando Ginger chama: Eu vi aquele cara estrangeiro

que trabalha com você chegar com George ontem à noite. George

parecia que estava um pouco

si. Eu não quero me intrometer, mas tiver qualquer problema, é só me avisar.

se você precisar de ajuda ou

bem, ele parecia um pouco fora de

Não houve problemas. eu respondo rapidamente. George

veio para trazer algo que deixei no trabalho. Eu o levei para casa.

odeio mentir. Especialmente para alguém tão doce como Ginger, mas a última coisa que eu preciso é esta cidade começando a circular um boato de que George e eu tivemos um caso de uma noite. Misty provavelmente me apunharia se descobrisse que George estava aqui ontem à noite. Mas obrigada, Ginger. Por tudo.

Não tem problema, docinho.

Obrigado por encobri-lo, Charlotte. Ike diz calmamente quando saímos. Sinto muito que tenha feito. dou a ele um leve sorriso, o deixando saber que está tudo bem. George aparecer na noite passada foi definitivamente inadequado, especialmente desde que ele estava bêbado, mas isso não é culpa do Ike. Eu sei que George está uma bagunça agora. Ele não está sozinho. O sofrimento te faz fazer coisas esquisitas. Como tentar pular de uma ponte no meio da noite.

Quando eu subo na minha 4Runner, Olho para Ike. Você sabe se Sniper trabalha hoje? eu questiono, tentando mudar de assunto.

Sério? Você está atraída por ele? Ike geme.

não, eu estou apenas curiosa, isso é tudo. Ele ou Misty

estão trabalhando hoje? eu não posso deixar Ike saber o que vou fazer ou ele vai tentar me impedir. Eu realmente espero que isso não exploda na minha cara, mas preciso de um tempo com George, e, infelizmente, não vai ser bonito.

Uh

Sim. Ambos estão trabalhando.

~ 56 ~

Bom. Eu expiro aliviada. Pelo menos parte do meu plano vai funcionar.

Siga em frente ao dirigir pela cidade. Eu quero te mostrar uma

coisa antes de ir, diz Ike, enquanto relaxa no banco. Concordo com a cabeça uma vez e faço o que ele diz e nós subimos a estrada da montanha que faz o meu carro aumentar a velocidade em protesto. Eu adoraria olhar em volta para as folhas que mudam de cores, mas estou muito assustada, vamos acabar passando sobre uma borda da montanha se eu fizer. Ike me leva a uma floresta nacional em Hidden Valley e nós estacionamos perto de um rio. Saio, e calmamente o sigo. Vemos por um breve momento vários pescadores perto de uma

pequena ponte. Ele me leva ainda mais para baixo para que possamos

uma camiseta, mas eu não

conversar. Estou reclamo.

ridícula

de

short

e

Nós paramos no banco, fora da vista dos outros pescadores.

É bonito aqui. eu noto. O rio flui sem problemas, pequenas

corredeiras correndo sobre pedras, mas não parece ser forte o suficiente para levar alguém para baixo se estivessem de pé nas pedras.

Eu pensei que você poderia achar isso. diz Ike. Eu estou

pedindo muito de você e só queria te mostrar uma coisa bonita; algo

calmo. Isso soa idiota. ele murmura enquanto balança a cabeça. Tomando alguns passos mais longe da margem, ele se inclina contra uma bonita árvore gigantesca. Os ramos se esticam sobre a água, nos protegendo do sol.

fiquei diante dele. Não, eu

discordo. Eu sei o que você quer dizer. Eu gosto da forma como é tranquilo; o som da água. respirando fundo, eu digo. É calmante.

Eu

o

segui

até

o

banco e

O olhar de Ike transporta para mim. Seus olhos castanhos são tão

profundamente penetrantes. Eu mordo meu lábio. Eu não sei por que

ele me olhando dessa forma me faz sentir tão

nervosa. Depois de um

momento, seu olhar se move para além de mim e de volta para a água.

Eu espero que isso continue assim. diz ele, pensativo.

O quê? eu pergunto quando eu sigo a sua linha de visão.

~ 57 ~

Para onde quer que eu vá quando sair; espero que seja pacífico

e calmo. Espero que haja água e cor. Espero que eu esteja em algum lugar que me faça lembrar todos os momentos felizes da minha vida.

Um nó sobe na minha garganta. Eu tenho ajudado muitas

pessoas a seguir em frente, cruzar, mas quando Ike me deixar

doer. Eu fecho meus olhos quando percebo o quão real é a verdade. Ike, de alguma forma teceu o seu caminho em meu coração e quando ele for, eu vou chorar por ele. Enquanto ele olha para a água, eu desejo muito

isso vai

que pudesse tomar sua mão e a segurar. Eu daria qualquer coisa para fazer isso.

Sniper estava certo, Charlotte. Você é uma garota especial.

diz Ike, suavemente. Se voltando para a água, ele pisa para longe de mim, e eu libero a respiração que não sabia que estava segurando. Ike é tão profundo; tudo parece ter significado para ele. Ele não me trouxe aqui para qualquer coisa boba como me impressionar. Ele me trouxe aqui para partilhar a sua paz, para me dar paz. Meus olhos rasgam quando penso sobre a última vez que realmente me senti em paz. Já faz algum tempo. Tomando um assento em uma grande rocha perto do banco, eu fecho meus olhos e deixo que os sons da natureza me acalmem; me purifiquem. Ike fica em silêncio até que é hora de irmos ou vou estar atrasada para o trabalho

Você está pronta? ele pergunta. Eu levanto e aceno com a

cabeça, sentindo um pouco melhor do meu tempo de silêncio e subimos na minha caminhonete e voltamos para a parte baixa da montanha.

Obrigada por isso, Ike, eu sussurro.

Me dando um sorrido de garoto estrela americano, ele diz: Não tem de quê.

Quando estamos perto da cidade, percebo que tenho algo a fazer antes de ir para o trabalho. O momento é terrível, mas Ike não pode estar comigo enquanto faço isso. Ike, eu odeio pedir, mas você poderia talvez me dar alguma privacidade? Eu só preciso de um pouco de tempo para mim mesma. Eu te encontro no restaurante.

Seu olhar encontra o meu, nenhuma suspeita nas profundezas de seus olhos castanhos. É um olhar que eu vi no rosto de George algumas vezes. Ok. ele diz simplesmente, antes de desaparecer. Com um

~ 58 ~

profundo suspiro de alívio, me concentro na estrada a minha frente e vou para a casa de Berkley.

Ike está me esperando no estacionamento quando apareço, seus braços musculosos cruzados enquanto se inclina contra um veículo aleatório. Ele não pergunta onde estive; ele simplesmente me segue para dentro sem dizer uma palavra. Eu vou para a parte de trás da cozinha para atirar minha mochila no escritório, a pele na parte de trás do meu pescoço arrepia. Ike está me observando e meu corpo está muito consciente disso. Quando entro na cozinha, Sniper está sobre a fritadeira, vestindo um avental branco que parece pequeno demais para ele. Percebendo minha presença, ele acena rapidamente com a cabeça e um sorriso diabólico aparece. Seu olhar começa em meus olhos e se move para o meu peito, onde ele parece ficar, obviamente, por um longo momento.

Ele

está

olhando

para

seus

seios,

asperamente. Se eu pudesse falar com ele respondia, É mesmo, não me diga, Ike.

agora

Ike

observa

eu

mesmo,

Bom dia, linda. Sniper pisca para mim, seu olhar ainda concentrado em meus seios. Em sua defesa, ele me avisou que era um pervertido.

Balanço a cabeça, e respondo: Bom dia, Sniper. Obrigada por largar George na noite passada. Isso foi divertido. declaro, meu tom carregado de sarcasmo.

Sniper se encolhe com as minhas palavras e diz: Ele disse que você sabia que ele estava vindo.

Não, eu não sabia. eu balanço a cabeça e então percebo que não deveria estar dando a Sniper uma dura. Na verdade, estou feliz por você o ter levado porque senão ele poderia ter ido sozinho e se tivesse chegado vivo sem matar ninguém ou a si mesmo, então eu o teria matado.

Quando abro a porta do escritório, George está sentado à sua mesa, a cabeça entre as mãos quando entro. Você nunca bate? ele sibila.

~ 59 ~

Se sentindo áspero hoje, chefe? pergunto ironicamente. O

que posso dizer? Minha paciência com George está extremamente perto do fim.

Feche a porta. George ordena enquanto puxa para fora um frasco e dá um grande gole.

Curando a ressaca?

Sim, ele responde e assente. Escute. ele bufa quando

coloca o frasco de volta na gaveta da escrivaninha e fecha. Sinto muito sobre a noite passada.

Qual parte, chefe? A parte onde eu peguei você cheirando

cocaína com Misty ou a parte em que você apareceu do nada e me enfrentou no meu quarto de motel e eu tive que te levar para casa?

Bem

ambos. ele admite com uma leve careta. Não é difícil

ver que estou envergonhado.

Eu sei que você está fazendo as coisas da sua maneira e tudo, mas agir como uma cadela não vai funcionar. E você está tentando o ajudar, certo? Ike acrescenta, seus braços firmemente cruzados observando a interação entre George e eu. Em momentos como este, queria poder manter as bocas dos fantasmas fechadas. Eles falam sem

parar, o que torna impossível me concentrar. Para não mencionar que

esse

fantasma

em

particular

me

chamou

de

vadia. Ele

está

definitivamente

levando

um

pontapé

nas

bolas

mais

tarde,

figurativamente falando.

Ignorando Ike, volto meu foco para George.

Não se preocupe, chefe. eu dou de ombros, desejando que

pudesse dar a Ike o dedo do meio. Se você quer desperdiçar sua vida usando drogas, o que eu tenho com isso?

A expressão vergonhosa de George torce por raiva em seus traços. Você não me conhece, ele rosna. Você não tem ideia do que eu estou passando.

Deus, se ele soubesse. Obviamente, eu sei exatamente o que ele está passando, mas isso é uma conversa para outro tempo e lugar. Eu te conheço melhor do que você pensa George, e me deixe dizer, quando você cair no fundo do poço, basta se lembrar de que subir é o único caminho a percorrer. eu adiciono, Posso ter meu avental,

~ 60 ~

por favor? mudo rapidamente o assunto. Com um acesso de raiva, ele puxa a gaveta da escrivaninha e me joga um pequeno avental preto.

Obrigada. eu agarro e o deixo apodrecer no seu mau humor

Quando estou chegando a linha de fundo onde Sniper ainda está cuidando da fritadeira, faço o meu caminho até ele. Sniper, preciso de um favor. digo, calmamente verificando por cima do meu ombro para me certificar de que ninguém pode me ouvir.

Você precisa de um encontro? Alguém para te mostrar ao redor? ele pisca. Eu ficaria feliz, amor.

Eu disse que ele é um homem pervertido. Ike resmunga quando ele cruza os braços.

Eu rolo os olhos para Sniper. Eu agradeço a oferta, mas isso não é onde quero chegar. Tenho a sensação de que algo grande está para acontecer hoje, e preciso de você para manter um olho nas coisas.

Você está em algum tipo de problema? pergunta ele, se virando para me encarar.

Não. Não. Nada disso. lhe asseguro. Eu apenas sinto que

algo vai acontecer e ter um cara duro como você pode manter as coisas ao redor se ficar um pouco descontrolado.

O que você está fazendo, Charlotte? Ike pergunta e, claro, eu

o ignoro. Eu não sei por que ele se incomoda em me fazer perguntas quando não posso responder.

Sniper me olha desconfiado. Tudo bem, diz ele com a incerteza.

Obrigada. eu sorrio brilhantemente, o deixando à sua fritadeira cheia de batatas fritas.

Charlotte. adverte Ike e mais uma vez o ignoro. Ele vai descobrir o que está acontecendo em breve e tenho certeza que ele vai ficar puto com isso.

Misty está atrás do bar, seu olhar monótono e hostil quando me vê. Olá, Misty. eu estalo enquanto amarro meu avental e passo por ela para o mapa para conferir onde será minhas mesas. Não é nenhuma surpresa que eu tenha a pior seção como sendo a garota nova, mas

~ 61 ~

tento manter o otimismo. Eu só tenho que mostrar a George que eu posso fazer isso e ele vai me dar mesas melhores.

Eu vou para as minhas mesas para verificar todos os saleiros, pimenteiros e açucareiros quando Misty se aproxima.

Ouça. Se quiser manter o seu emprego aqui, você vai ficar de

boca fechada sobre o que você viu na noite passada. ela adverte, seus olhos azuis queimando nos meus.

Você quer dizer quando vi você cheirando cocaína? me

oponho e Ike geme. Ele acha que eu estou agravando a situação. Ele provavelmente está certo.

Olha cadela. ela ri baixinho com desdém, como se não me

considerasse uma ameaça. Mantenha a boca fechada e fique fora do meu caminho e talvez eu vá deixar George te manter aqui.

Você está brincando comigo? Ike grita enquanto dá um soco

no rosto. Ele é o tipo de homem que nunca iria bater numa mulher, não de verdade, de qualquer maneira, mas acho que uma vez que ele sabe que não a pode machucar, ele está dando nela. Claro, seus golpes não a

afetam de forma alguma; suas mãos apenas passam diretamente através dela. Eu não posso evitar rir, o que faz com que Misty me olhe fulminantemente porque pensa que estou rindo dela.

Me manter aqui? questiono quando cruzo meus braços. A placa lá fora diz Ike e George. Misty deve estar em letras miúdas.

George e eu temos um acordo, diz ela, simplesmente.

Eu sorrio com o absurdo de suas palavras. É assim que eles chamam de foder hoje em dia? as sobrancelhas de Misty tocam o limite do couro capilar.

Jesus, Charlotte, Ike murmura.

você

do meu caminho e se comporte e talvez eu não vá dizer ao seu namorado que você está transando com seu chefe. digo e sorrio radiante para ela.

Lamento

Misty. Eu

vou

dizer

quê. Fique

fora

te

o

George vai te demitir se ele achar que você está tentando criar confusão, acrescenta Ike.

~ 62 ~

Ike está certo, mas ele não vai ter uma chance. O mundo de George está oficialmente prestes a ruir e Misty para o bem estará fora do caminho. Os olhos de Misty alargam quando ela olha para mim sem expressão. Ela não tem certeza de como responder a minha ameaça.

mexendo, cadela, ela

morde. Desta vez ela não ri. Eu acho que me mudei o medidor de ameaça.

Você não sabe com quem

está

Apenas vá embora, Charlotte. Ela está provavelmente drogada

agora e quem sabe o que ela vai fazer, adverte Ike e tanto quanto eu

quero atacar de volta para ela, decido que ele está certo. Além disso, sua vida está prestes a virar em uma tempestade de merda.

Posso começar a trabalhar agora ou você quer continuar

olhando para mim? pergunto casualmente, como se nós não

estivéssemos em uma briga intensa.

Ela se afasta lentamente, seus olhos dizendo tudo o que sua boca não faz; me ameaçando de todas as maneiras possíveis. Quando ela finalmente vira e vai embora, volto para minha mesa e sussurro para Ike. Pare de falar comigo. É perturbador e difícil de ignorar.

Bem. Eu estou tentando ajudar.

Eu sei, mas diminua, por favor, sussurro novamente. Talvez você pudesse me dar algum espaço enquanto trabalho.

Como você quiser. ele balança a cabeça e desaparece.

Eu verifico todas as minhas mesas pouco antes de George sair da cozinha e abrir as portas. Através do painel de vidro da porta, vejo o Sr. Mercer com quem suponho ser sua esposa, esperando para entrar e George os cumprimenta enquanto segura a porta aberta para eles.

É bom ver vocês, Sr. e Sra. Mercer. Como estão hoje?

Nós estamos bem, George, Sr. Mercer responde. Como você tem estado?

Não estou tão ruim. George responde enquanto faz o seu

caminho para o suporte da recepção. Eu tenho uma mesa pronta

para vocês, se vocês me seguirem.

Na verdade, Sr. Mercer interrompe. Ouvimos dizer que

você tem uma linda nova garçonete trabalhando aqui. Poderíamos

~ 63 ~

sentar em uma de suas mesas? os olhos do Sr. Mercer encontram os meus e ele pisca antes de voltar sua atenção de volta para George.

certo. George concorda, pegando dois menus e dois

talheres enrolados. Você está pronta para uma mesa, Charlotte? George pergunta quando me vê.

Uh

Claro. eu sorrio radiante. Eu os posso levar. seguro os

menus e talheres para tirar das mãos dele. Quando ele os entrega, seus dedos roçam a pele da minha mão, enviando arrepios que disparam por

mim. Nossos olhares se prendem por um momento até que ele empurra para longe. Que diabos foi isso? Será que ele sentiu isso também?

Para quebrar isso, eu digo: Por aqui, gente.

Enquanto eles me seguem para minha seção, o Sr. Mercer faz as apresentações. Charlotte, esta é minha esposa, Sra. Mercer. Ela está ansiosa para te conhecer. a Sra. Mercer é uma senhora pequena com cabelo louro, atados com mechas grisalhas. Seus olhos escuros parecem pequenos por trás de seus óculos que estão empoleirados na metade da ponte de seu nariz.

Eu estive ansiosa para isso também, respondo honestamente quando indico a mesa para eles se sentarem. Antes de se sentarem, eu acrescento. Vocês não tem ideia de como sua bondade significa para mim.

Bem, Bill aqui chegou em casa e me contou sobre você e

quebrou meu coração. Mas quando ele mencionou o colar que você deu a ele e ele mostrou para mim, eu sabia que era um sinal. Você acredita em sinais, Charlotte? ela olha para mim enquanto coloco seus menus na frente deles.

Eu acho que sim. eu respondo. Mas como meu colar foi um sinal?

Nossa filha, que Deus a tenha, nos deixou há quase dez

anos. Ela usava um colar quase idêntico ao seu todos os dias de sua vida. os olhos pequenos da Sra. Mercer parecem um pouco pensativos, quase como se em reflexão. Mas ela não estava com ele no dia que morreu e nunca fui capaz de encontrá-lo. Você apareceu com

seu colar

parecia certo te ajudar. Bem, gostaríamos de convidá-la

para jantar.

~ 64 ~

Eu adoraria isso. E vou pagar por tudo. Eu prometo. Vocês

realmente não tem ideia do quanto a bondade de vocês significa para mim.

Que tal na próxima quarta-feira? Sr. Mercer pergunta. Eu tento não olhar surpresa com o quão rápido isso é.

Por que não? Nós vamos assegurar de te deixar livre para isso,

Charlotte, George interrompe quando se aproxima. Eu quase salto

para

sorrateiramente.

palavras. Ele apareceu aqui

fora

da

minha

pele

com

suas

Você deve vir também, George, Sr. Mercer acrescenta.

Na verdade, tenho que trabalhar, mas obrigado pelo convite.

George assente em apreciação. Será que Charlotte anotou o que vocês querem beber? ele pergunta e não posso evitar revirar os olhos. Ele está tentando me fazer parecer incompetente ou está apenas tentando me irritar.

Nós estávamos conversando. Sra. Mercer dá um tapinha na mão onde ela repousa sobre a mesa.

Quarta-feira soa muito bem e o que eu posso trazer para vocês beberem?

Nós queremos chá gelado e gostaríamos de dividir o frango Filadélfia com batatas fritas. diz Sr. Mercer.

Eu estarei de volta com seus chás.

Quando saio, George diz algo aos Merces que não posso ouvir antes de se arrastar atrás de mim. Quando chego à cozinha, transmito o pedido a Sniper enquanto agarro dois copos e os encho com gelo. Quando encho o primeiro copo de chá, George entra e para, me observando.

Eu sou perfeitamente capaz de anotar os pedidos das bebidas,

Sr. McDermott, mas obrigada por aparecer e tentar me fazer parecer uma idiota.

Você acha que eu estava tentando ser um idiota? ele bufa uma risada.

Não houve nenhuma tentativa lá. eu acrescento, enquanto

tomo o segundo copo e começo a encher, mas não posso evitar o sorriso

~ 65 ~

que estou lutando para segurar quando ouço a risada de Sniper no fundo.

Ei, eu estava ajudando. Eles teriam falado pelos cotovelos se eu não tivesse ido lá.

E daí? É um problema se eles gostam de mim e querem falar

comigo? Ou seria interferir com a sua luta contra a felicidade de Charlotte?

Eu não estou em uma luta contra a felicidade de Charlotte.

ele ri, e estou surpresa com o quão incrivelmente bonito ele fica quando sorri. Ike e George são parecidos, mas os seus sorrisos são diferentes. Quando Ike sorri, parece real, como se a sua felicidade fosse

a sua aura. Parece como o calor ensolarado da praia, quando você não tem visto outra coisa além de neve e gelo durante meses. Quando George sorri, é um presente. É a maneira como o sol espreita através de uma tempestade de nuvens. Parece que há esperança.

Olhe para isso. digo secamente, projetando o queixo para

Sniper cujos cotovelos estão descansando na prateleira de cima que separa a parte da frente da de trás, vendo George e eu brigarmos com

grande diversão. Ele está rindo!

George cruza os braços, o humor em seus olhos desaparecendo rapidamente. Eu não tenho problemas com você, Charlotte. Sério. diz ele voltando à questão.

Bem, sua namorada não se importa muito comigo. eu rolo meus olhos.

Minha namorada?

De jeito nenhum eu vou deixar isso escapar. A cidade inteira poderia, mas não vou. Sério? Você vai ser modesto? Misty?

Ela é uma empregada. Uma amiga. Isso é tudo, diz ele de maneira natural.

Sniper interrompe de trás da linha,

espreitando sobre a prateleira de metal que separa a cozinha da parte da frente. Eu copio a posição de George e cruzo os braços, dando a ele um olhar compreensivo, me sentindo bem com o apoio de Sniper.

Que acaso você fode

Foda-se. George ataca Sniper antes de balançar a cabeça e

em vez de se dirigir a Sniper ou a minha declaração, ele gira de volta em

~ 66 ~

minha direção. Jesus, Charlotte? seus olhos estão me examinado da cabeça aos pés, os olhos escurecendo enquanto faz isso. Eu sei que ele está tentando me enervar, evitando falar sobre Misty, mas não posso parar o calor que se arrasta até meu pescoço e cobrem minhas bochechas. Já passou muito tempo desde que um homem olhou para mim assim. Eu rapidamente me recomponho e volto ao assunto.

Eu bufo. Uau. Está tão desesperado para evitar o tema Misty que você comete assédio sexual. Movimento bom, chefe.

Apenas admita, George. Misty paira sobre o seu saco como um

macaco em uma árvore. Sniper chama de trás da linha. Ooo, Ooo Eee, Eee. Sniper provoca enquanto caminha ao redor, coçando debaixo de seus braços. Eu não posso evitar explodir em risos.

Feche a matraca, Sniper! George exige, lançando raiva em

seu tom. Eu mordo meu lábio para abafar meus risos e me ocupo em colocar fatias de limão sobre os copos de chá.

Não se preocupe, chefe. Sem julgamento aqui. eu gerencio enquanto sorrio e tomo as bebidas.

Quando eu saio da cozinha, ouço Sniper dizer: Ela é picante, não é?

Ela é alguma coisa, tudo bem, George murmura.

Duas horas mais tarde, a corrida de almoço diminuiu e me ocupo de varrer debaixo das minhas mesas e encher meus açucareiros. Estou sozinha limpando o chão enquanto George e Sniper estão na parte de trás e Misty foi para casa fingindo uma dor de cabeça. Aparentemente, ela planeja voltar para o turno da noite.

Impressionante.

Quanto é que você fez hoje? Ike pergunta quando ele se senta em uma das minhas cabines, me observando.

Cinquenta, respondo e encolho os ombros. Para uma cidade

pequena um turno de almoço, não é horrível, mas não está bom também.

~ 67 ~

Você trabalha hoje à noite, certo? Você vai fazer mais. ele me

assegurou. Ele sabe que estou preocupada com o dinheiro. Até agora, tive que confiar unicamente na bondade de estranhos e não posso suportar isso. Me faz sentir inútil. Me sinto melhor a respeito do meu quarto de hotel, mas Ginger só me hospeda e limpo um de seus quartos. Eu não tenho certeza quão provável é que realmente vou ganhara minha estadia. Conversaria com ela a respeito.

Você sabe você parece com a jovem Audrey Hepburn, Ike

acrescenta repentinamente. Eu sempre a achei quente. eu respiro

e balanço a cabeça em sua mentira ridícula de um elogio. Eu não pareço nada como Audrey Hepburn. Ela era clássico, atemporal e real.

Eu sou

ofendido. Quero dizer. Por que eu mentiria? Não é como se eu

estivesse tentando entrar em suas calças. Quero dizer

mas você sabe

evitar, rio em voz alta. Ainda bem que sou a única pessoa no andar bem a única viva de qualquer maneira. Aí está. ele suspira enquanto um sorriso de satisfação se espalha por seus lábios. Você tem um sorriso incrível, Charlotte. eu não posso evitar. Eu coro. Ike McDermott é um sedutor por natureza. Ele não tem controle. Eu desejo por um momento que pudesse o ter visto quando estava vivo em seu cotidiano. Eu imagino que o comportamento jovial que vejo agora é apenas um vislumbre de como ele era quando estava vivo. Meu coração dói com o pensamento.

a coisa toda da morte torna isso difícil. eu não posso

eu. O quê? pergunta ele, como se estivesse

bem

Eu gostaria,

Assim que termino de varrer e vou para a cozinha para guardar a vassoura e pá, Anna chega com uma pequena menina loira atrás dela. Eu sei imediatamente que ela é a filha de Anna; elas são tão parecidas, é uma cópia de Anna.

Ei, Char, Anna praticamente canta quando me puxa para um abraço. Eu estou um pouco atordoada. Não sou muito de abraçar como ela é, e não acho que Anna e eu estamos em qualquer lugar perto desse tipo de afeição amigável em nossa curta amizade. Mas acariciei desajeitadamente com uma mão em reciprocidade.

Ei, Anna. Quem é esta pequena linda? sorrio para a menina quando me afasto do abraço de urso de Anna.

Esta é

River. Anna responde e cutuca a menina para

frente.