Você está na página 1de 1

Tipos Textuais

Podemos chamar de tipos textuais o conjunto de enunciados organizados em


uma estrutura bem definida e facilmente identificada por suas caractersticas
predominantes. O termo tipologia textual (outra nomenclatura possvel) designa
uma sequncia definida pela natureza lingustica de sua composio, ou seja,
est relacionado com questes estruturais da lngua, determinadas por
aspectos lexicais, sintticos, relaes lgicas e tempo verbal. Objetivamente,
dizemos que o tipo textual a forma como o texto apresenta-se.

Podem variar entre cinco e nove tipos, contudo, os mais estudados e exigidos
nas diferentes provas de vestibular e concursos no Brasil so a narrao, a
dissertao, a descrio, a injuno e a exposio. Veja as principais
caractersticas de cada um deles:

Narrao: Sua principal caracterstica contar uma histria, real ou no,


geralmente situada em um tempo e espao, com personagens, foco narrativo,
clmax, desfecho, entre outros elementos. Os gneros que se apropriam da
estrutura narrativa so: contos, crnicas, fbulas, romance, biografias etc.

Dissertao: Tipo de texto opinativo em que ideias so desenvolvidas por


meio de estratgias argumentativas. Sua maior finalidade conquistar a
adeso do leitor aos argumentos apresentados. Os gneros que se apropriam
da estrutura dissertativa so: ensaio, carta argumentativa, dissertao, editorial
etc.

Descrio: Tm por objetivo descrever objetiva ou subjetivamente coisas,


pessoas ou situaes. Os gneros que se apropriam da estrutura descritiva
so: laudo, relatrio, ata, guia de viagem etc. Tambm podem ser encontrados
em textos literrios por meio da descrio subjetiva.

Injuno: So textos que apresentam a finalidade de instruir e orientar o


leitor, utilizando verbos no imperativo, no infinitivo ou presente do indicativo,
sempre indeterminando o sujeito. Os gneros que se apropriam da estrutura
injuntiva so: manual de instrues, receitas culinrias, bulas, regulamentos,
editais, cdigos, leis etc.

Exposio: O texto expositivo tem por finalidade apresentar informaes


sobre um objeto ou fato especfico, enumerando suas caractersticas por meio
de uma linguagem clara e concisa. Os gneros que se apropriam da estrutura
expositiva so: reportagem, resumo, fichamento, artigo cientfico, seminrio etc.