Você está na página 1de 13

USO DE DRONES

NA AGRICULTURA

EBOOK DISTRIBUIDO POR HORUS AERONAVES LTDA


TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PROIBIDA A REPRODUÇÃO NÃO AUTORIZADA DESTE MATERIAL
1. Introdução 03

Nas últimas décadas, o desenvolvimento e modernização da


tecnologia na área agrícola, tem tornado o segmento
extremamente competitivo, exigindo muita habilidade de
gestão, profissionalismo e especialização. A utilização de
automação e novas tecnologias estão cada vez mais presentes
no dia a dia rural com o objetivo de aumentar a capacidade e o
sucesso da produção.

O produtor deve estar atento aos riscos eminentes no dia a


dia rural que podem afetar diretamente o resultado final da
produção, sejam eles de causas naturais, sazonais ou até
mesmo erros de análise e tomada de decisão. Sendo assim, é
fundamental que o produtor saiba como utilizar de forma
eficiente os recursos disponíveis e assim diminuir os riscos de
prejuízo no fim do processo produtivo. A seguir você vai
conhecer um pouco mais sobre as vantagens do uso de drones
na agricultura, uma grande inovação nesse mercado.
Imagem ilustrativa
1. Introdução 04

A agricultura de precisão é uma ferramenta bastante


utilizada atualmente como forma de melhorar a gestão
agrícola e nada mais é do que a aplicação das geotecnologias
na agricultura. Dentre as geotecnologias vale destacar: os GIS
- Sistemas de Informação Geográfica, Cartografia Digital,
Sensoriamento Remoto por Satélites, Sistema de
Posicionamento Global (GPS), Aerofotogrametria, Geodésia e
Topografia Clássica. Todas essas ferramentas ajudam a
impulsionar o mercado da agricultura e permitem ganhos
significativos em eficiência produtiva.

Imagem ilustrativa

Foi no embalo destas tecnologias que os VANTs (Veículos


Aéreos Não Tripulados), popularmente conhecido como
drones, chegaram para facilitar o levantamento de dados e
fornecimento de informações estratégicas aos produtores.
Este equipamento oferece mais agilidade e segurança
impactando positivamente no processo produtivo.
2.1. O que é um VANT? 05

O VANT é um Veículo Aéreo Não Tripulado para uso profis-


sional e comercial que pode ser aplicado em diversas áreas. As
funcionalidades e aplicações desta tecnologia gera otimização
de processos, redução de custos, economia de tempo e maior
segurança. A Horus Aeronaves desenvolveu este E-book com
objetivo de esclarecer as possibilidades de aplicações do
VANT na agricultura.

Imagens ilustrativas
2.2. A Aeronave 06

A Horus aeronaves desenvolve e comercializa VANTs do


tipo asa fixa de alto desempenho e baixo custo. Construídos
em fibra de carbono e materiais compostos, os equipamentos
são altamente resistentes e de alta performance. O Maptor,
por exemplo, realiza missões de 80 minutos, cobrindo áreas de
até 2000 hectares.

Imagem ilustrativa

Nossas aeronaves possuem sistema automático de voo, ou


seja, não há necessidade de pilotar manualmente os
equipamentos. Todas etapas de operação (decolagem, voo e
pouso) são planejadas em software e executadas de forma
automática.
2.3. Operação 07

O processo é iniciado com a definição da área a ser


mapeada, essa informação é inserida no software planejador
de missões da aeronave e é armazenada no piloto automático,
gerando um plano de voo que vai orientar o VANT durante a
operação. A seguir o equipamento é posicionado na catapulta
de lançamento e fica em modo stand by até o acionamento do
gatilho. Ao acionar a catapulta e lançar a aeronave o motor é
acionado pela aceleração do lançamento. A partir daí o piloto
automático assume o controle do VANT, o direciona para os
pontos programados no plano de voo e realiza toda a missão
até voltar à zona determinada para o pouso.
Imagem ilustrativa

Para a realização das missões, a aeronave é embarcada com


câmera fotográfica e, durante o voo, realiza fotos sequenciais
em alta definição para mais tarde gerar o material cartográfico
em software de processamento de imagens.
3. As aplicações do VANT na Agricultura 08

Detecção de problemas na plantação

O aerolevantamento possibilita uma visão total e detalhada


da lavoura de forma a identificar falhas na plantação.
As câmeras especiais com conversão NIR (infravermelho
próximo), embarcadas na aeronave, permitem verificar a saúde
da lavoura, a existência de pragas e outros problemas
pontuais.

Controle e contagem de rebanhos

Com as imagens em altíssima definição geradas pelo VANT


é possível identificar rebanhos e permite a contagem de
cabeças de gado, por exemplo.

Mapeamento detalhado

O software de processamento de imagens sobrepõe as


fotos realizadas durante o voo e monta material cartográfico
preciso e de alta definição para análises da propriedade. Com o
Mapeamento detalhado é possível gerar, por meio de software
Imagens ilustrativas
de processamento de imagens; o ortomosaico, que é um
mosaico digital, e é obtido a partir de imagens retificadas
diferencialmente, um modelo digital do terreno, um modelo
digital de superfície, de curvas de nível, de relevo, mapas
planialtimétricos entre outras possibilidades.
3. As aplicações do VANT na Agricultura 09

Cadastro Rural

As propriedades rurais no Brasil devem, por lei, estar


cadastradas junto aos órgãos ambientais competentes. É um
registro com finalidade de integrar as informações ambientais
das propriedades e posses rurais, compondo base de dados
para controle, monitoramento, planejamento ambiental e
econômico e combate ao desmatamento. O material
cartográfico gerado no pós voo disponibiliza informações
precisas de medições de terreno que auxiliam o produtor na
efetuação do cadastro.

Otimizar a aplicação de defensivos agrícolas

Com o auxílio dos mapas gerados é possível identificar a


necessidade de aplicação de insumos, tais como fertilizantes e
defensivos agrícolas. Onde antes o produtor teria que verificar
manualmente toda a lavoura para encontrar tais problemas,
com o uso do VANT economiza tempo e dinheiro, uma vez que
Imagens ilustrativas
sabe o que aplicar e exatamente onde aplicar os insumos.
4. Vantagens do uso do VANT na agricultura 10

Redução dos custos da produção: Identificar problemas


durante o processo produtivo é uma grande vantagem para a
tomada de decisão rápida. Analisando as imagens NDVI e
identificando indicadores de estresse se pode corrigir
determinadas etapas do processo, acompanhar o
desenvolvimento da lavoura e planejar ações pontuais para
corrigir problemas durante o desenvolvimento da produção,
isso possibilita evitar perdas e garantir maior sucesso da
lavoura

Maior produtividade da lavoura: Voos periódicos garantem


um acompanhamento total das etapas de desenvolvimento da
plantação. Os dados levantados garantem informações
suficientes para elaborar todo o planejamento e assim, cada
vez mais, melhorar seus processos e os próximos ciclos de
produção.

Agilidade: Uma das possibilidades do VANT é o


levantamento aéreo da sua propriedade. Comparado aos
meios convencionais de mapeamento é uma tecnologia muita
mais eficaz. O Maptor, por exemplo, realiza missões de até 80
minutos, possibilitando a cobertura de 2000 hectares por voo.
Isso significa que em 20 minutos de operação o equipamento
pode mapear até 500 hectares e gerar uma ortofoto em alta
definição de toda a área de produção.

Praticidade: Em muitos casos a propriedade fica em locais


de difícil acesso e/ou muito extensas, sendo assim o VANT é
uma ferramenta que facilita bastante o serviço do agrimensor,
além de ser facilmente transportada em uma única maleta.
5. Informações Adicionais 11

Câmera NIR e índice NDVI


Esta câmera utiliza sensores que captam imagens com
ondas verde, vermelho e infravermelho próximo (NIR), isso
possibilita a verificação do estado nutricional da cultura. A
clorofila produzida pelas plantas e outros tecidos vegetais são
pigmentos verdes que, durante o estado de fotossíntese,
atuam como fotorreceptores (recebem e emitem luzes não
visíveis a olho nu). Dessa maneira, são identificadas na
imagem como plantas saudáveis. As imagens geradas por esta
câmera permitem a aplicação do índice NDVI (Normalized
Difference Vegetation Index), que em português significa
Índice de Vegetação por Diferença Normalizada, é este índice
que permite as análises taxas de fotossíntese das plantas. A
utilização deste índice nas imagens da câmera NIR
proporciona a verificação da saúde e desenvolvimento da
cultura.

O índice atua como um filtro sob a imagem e mostra


colorações na imagem como um “mapa de calor”.

Normalmente são imagens em tons de verde, amarelo e vermelho, onde:


· Tons de verde são plantas em processo de fotossíntese (saudáveis)
· Tons de amarelo indicam algum problema (indicadores de estresses)
· Tons de vermelho são áreas com plantas mortas ou sem vegetação.
Imagem ilustrativa

IMAGEM NDVI IMAGEM RGB


5. Informações Adicionais 12

Câmera Multiespectral
Uma câmera multiespectral conta com múltiplos sensores e
filtros de alta qualidade que interagem com a luminosidade
gerada pelas plantas (invisível a olho nu) para captar diferentes
bandas com largura estreita, permitindo mais precisão e
qualidade na imagem captada. Pode-se dizer que é similar a
câmeras convertidas para NIR , porém é uma câmera “5 em 1”
que permite também, a utilização de outros índices e analisar
problemas mais específicos.
horusaeronaves.com.br
(48) 3025 2430 | contato@horusaeronaves.com

Parque Tecnológico ALFA - Rodovia SC 401, Km 01, sala 2.17 - Prédio CELTA/FAPESC
3° Andar - Bairro João Paulo - CEP 88030-000
Florianópolis/SC - Brasil
CNPJ: 19.664.563/0001-02