Você está na página 1de 10

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA

CONCURSO PÚBLICO

15. TÉCNICO QUÍMICO I

Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos

INSTRUÇÕES

 VOCÊ RECEBEU SUA FOLHA DEFINITIVA DE RESPOSTAS E ESTE CADERNO CONTENDO 50 QUESTÕES
OBJETIVAS.

 CONFIRA SEU NOME E NÚMERO DE INSCRIÇÃO NA CAPA DESTE CADERNO.


 LEIA CUIDADOSAMENTE AS QUESTÕES OBJETIVAS E ESCOLHA A RESPOSTA QUE VOCÊ CONSIDERA
CORRETA.

 ASSINALE, NA TIRA DE RESPOSTAS DA CAPA DESTE CADERNO, A ALTERNATIVA DE SUA OPÇÃO.

 RESPONDA A TODAS AS QUESTÕES.

 ASSINALE NA FOLHA DEFINITIVA DE RESPOSTAS, COM CANETA DE TINTA AZUL OU PRETA, A


ALTERNATIVA QUE JULGAR CERTA.

 A DURAÇÃO DA PROVA É DE 3 HORAS.

 A SAÍDA DO CANDIDATO DO PRÉDIO SERÁ PERMITIDA APÓS TRANSCORRIDA 1 HORA DO INÍCIO


DA PROVA.

 AO TERMINAR A PROVA, VOCÊ ENTREGARÁ AO FISCAL A FOLHA DEFINITIVA DE RESPOSTAS E


ESTE CADERNO DE QUESTÕES.

AGUARDE A ORDEM DO FISCAL PARA ABRIR ESTE CADERNO DE QUESTÕES.

21.05.2006
tarde

www.pciconcursos.com.br
LÍNGUA PORTUGUESA

Leia o artigo de jornal que segue e responda às questões de nú-


meros 01 a 15.

Suco de laranja de caixinha igual ao da fruta fresca

Suco de laranja pasteurizado com quase o mesmo sabor, aro-


ma e aparência do suco fresco. É o que a Escola Politécnica da
Universidade de São Paulo conseguiu obter a partir de uma pes-
quisa que aperfeiçoou o processo de pasteurização HTST (High
Temperature Short Time) – método mais empregado pela indústria
nacional de sucos. A inovação vai ao encontro de uma tendência
mundial de consumo, caracterizada pelo aumento da procura por
produtos prontos, mais saudáveis e naturais, e de longa vida.
No Brasil, o consumo de suco de laranja per capita é de 20
litros por ano, mas só pouco mais de 1 litro é referente ao suco
pasteurizado. A maior parte do consumo ainda é de suco natural
fresco. O consumidor brasileiro tende a rejeitar as alterações das
características sensoriais causadas pelo processo de pasteurização.
Desenvolvido pelo Laboratório de Engenharia de Alimentos
do Departamento de Engenharia Química da Poli, o suco de la-
ranja minimamente processado – como é tecnicamente chamado
– tem a vantagem de preservar 50% das características originais
do suco por cerca de 34 dias sob refrigeração.
A autora da pesquisa, Tatiana Beatriz Tribessi, explica que
no processo de pasteurização do suco de laranja busca-se elimi-
nar parcialmente os microorganismos e inativar uma enzima cha-
mada pectinesterase, que seria responsável por alterar o sabor,
aroma e aparência do suco de laranja. O problema é que quanto
maior o tempo e a temperatura de pasteurização, maior é a perda
sensorial.
“Na pesquisa, descobrimos que é possível inativar essa enzi-
ma aplicando um processo mais brando de pasteurização, o que
resultou em uma melhora das qualidades sensoriais, como mos-
traram os testes feitos com consumidores”, conta.
(O Butantã, março de 2006)

01. De acordo com o artigo, o processo de pasteurização do suco


de laranja realizado pela equipe de pesquisadores da Escola
Politécnica

(A) está sendo paulatinamente utilizado pela indústria nacio-


nal de sucos, representando a maior parte do consumo
atual.

(B) deriva do aperfeiçoamento de um processo ainda desco-


nhecido da maioria das indústrias de sucos brasileiras.

(C) resulta em um suco mais saboroso e natural do que o


suco de laranja fresco consumido pela maioria dos bra-
sileiros.

(D) possibilita a eliminação integral dos microorganismos


responsáveis pela alteração do sabor da fruta.

(E) obtém maior preservação do aroma e do sabor da fruta


fresca do que os processos de pasteurização conven-
cionais.

SAAE/15-TécnicoQuímicoI 2
www.pciconcursos.com.br
02. Com a leitura do artigo, conclui-se que 07. O trecho – ... pouco mais de 1 litro é referente ao suco pasteu-
rizado... – está corretamente reescrito, atendendo às regras
(A) o processo de pasteurização desenvolvido pela Poli
de regência, em:
submete o suco a uma temperatura mais elevada em maior
tempo. ... pouco mais de 1 litro
(B) o consumidor brasileiro segue a tendência mundial de (A) refere-se no suco pasteurizado...
cuidar mais da saúde, rejeitando alimentos pré-proces- (B) atende para o suco pasteurizado...
sados.
(C) relaciona-se do suco pasteurizado...
(C) a pesquisa pode levar a uma maior aceitação do suco de
(D) respeita com o suco pasteurizado...
laranja pasteurizado por parte do consumidor brasileiro.
(E) diz respeito ao suco pasteurizado...
(D) os brasileiros tendem a considerar a qualidade do ali-
mento que consomem e não se importam com o paladar.
08. O termo mais em destaque no trecho – ... método mais em-
(E) a pesquisa possibilitou aumentar o valor das vitaminas pregado pela indústria nacional de sucos. A inovação vai ao
do suco de laranja fresco por meio do processo de pas- encontro de uma tendência mundial de consumo, caracteri-
teurização. zada pelo aumento da procura por produtos prontos, mais
saudáveis e naturais, e de longa vida. – classifica-se como

03. O termo que substitui a palavra igual, no título, e que expres- (A) numeral em ambas as ocorrências.
sa sem exagero a informação divulgada no artigo, é: (B) conjunção em ambas as ocorrências.
(A) igualzinho. (C) advérbio em ambas as ocorrências.
(B) semelhante. (D) numeral na primeira e advérbio na segunda ocorrência.
(C) diferente. (E) conjunção na primeira e preposição na segunda ocor-
rência.
(D) idêntico.
(E) superior. 09. A alternativa em que os termos destacados classificam-se,
respectivamente, como substantivo e adjetivo é:
04. A expressão per capita, em destaque no início do segundo (A) o consumidor brasileiro – o consumo de suco de laranja.
parágrafo, equivale a (B) as alterações das características sensoriais – responsá-
(A) pela população. vel por alterar o sabor.

(B) pelo conjunto. (C) uma tendência mundial – o consumidor brasileiro tende
a rejeitar.
(C) para cálculo.
(D) o processo de pasteurização HTST – suco de laranja
(D) por indivíduo. pasteurizado.
(E) por alto. (E) a descoberta de um novo processo – descobriram um
novo processo.

05. Um antônimo possível para o termo brando, no último pará-


10. O trecho – A maior parte do consumo ainda é de suco natu-
grafo, é
ral fresco. – está reescrito, sem erro de ortografia e/ou acen-
(A) brusco. tuação, em:
(B) superficial. (A) O consumo de suco natural fresco ainda prevalesce.
(C) ameno. (B) Ainda existe prédominio do consumo de suco natural
fresco.
(D) eficaz.
(C) Ainda empera o consumo de suco natural fresco.
(E) equilibrado.
(D) Os consumidores ainda tem opitado pelo suco natural
fresco.
06. A maior parte do consumo ainda é de suco natural fresco. (E) Os consumidores ainda dão preferência ao suco natural
[frase 1] O consumidor brasileiro tende a rejeitar as altera- fresco.
ções das características sensoriais causadas pelo processo
de pasteurização. [frase 2] – um termo que explicita a rela-
11. Assinale a alternativa em que o verbo está na voz passiva.
ção de sentido estabelecida entre essas duas frases é a con-
junção explicativa (A) A Poli foi que obteve um novo suco de laranja pasteuri-
zado.
(A) embora.
(B) A Poli obteve foi um novo suco de laranja pasteurizado.
(B) pois.
(C) Um novo suco de laranja pasteurizado foi obtido pela
(C) porém. Poli.
(D) portanto. (D) Obtiveram, pela Poli, um novo suco de laranja pasteuri-
(E) contudo. zado.
(E) Um novo suco de laranja pasteurizado obteve a Poli.
3 SAAE/15-TécnicoQuímicoI

www.pciconcursos.com.br
12. Na frase – É o que a Escola Politécnica da Universidade de MATEMÁTICA
São Paulo conseguiu obter a partir de uma pesquisa que
aperfeiçoou o processo de pasteurização HTST... –, ao subs-
tituir a expressão o processo de pasteurização HTST por um 16. João emprestou para Pedro R$ 300,00 a juro simples, com
pronome, tem-se uma taxa de 2% ao mês, durante 5 meses e emprestou para
É o que a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Paulo R$ 500,00, também a juro simples, com taxa de 36%
conseguiu obter a partir de uma pesquisa que ao ano. Se João recebeu o mesmo juro nos dois empréstimos,
o tempo que Paulo levou para devolver o dinheiro empres-
(A) o aperfeiçoou.
tado foi
(B) aperfeiçoou-o.
(A) 1 mês.
(C) lhe aperfeiçoou.
(D) aperfeiçoou-lhe. (B) 2 meses.
(E) aperfeiçoou-lo. (C) 4 meses.

(D) 6 meses.
13. Assinale a frase correta quanto à concordância.
(A) O sabor, o aroma e aparência do suco pasteurizado parece (E) 8 meses.
com o do fresco.
(B) Permanecem, após o processo, 50% das características
originais do suco.
17. Uma loja comprou 120 pares de meias de algodão a R$ 5,00
(C) As alterações sensoriais causadas pela pasteurização o par e 200 pares de meias de naylon a R$ 3,00 o par. Na
inibe a venda do produto. média, o preço de um par de meias foi
(D) Foi constatado uma melhora das qualidades sensoriais
(A) R$ 3,20.
do suco.
(E) Os testes feitos com consumidores deverão comprova- (B) R$ 3,35.
rem a eficácia do processo.
(C) R$ 3,55.

14. O acento indicador de crase é utilizado corretamente na alter- (D) R$ 3,75.


nativa:
(E) R$ 4,00.
(A) A pesquisa interessa à todos os consumidores brasileiros.
(B) O consumo de suco de laranja per capita chega à 20
litros por ano.
(C) O suco é submetido à uma pasteurização mais branda. 18. Certo produto é vendido pela loja X e pela loja Y. A loja X
vende o produto por R$ 60,00 e oferece um desconto para
(D) A nova descoberta deve-se à Escola Politécnica da USP. pagamento à vista de 5%. Se a loja Y oferecer um desconto
(E) O novo suco já foi apresentado à várias pessoas. de 25% sobre o preço desse produto, o valor final será igual
nas duas lojas. O preço do produto na loja Y é

15. O trecho – A autora da pesquisa, Tatiana Beatriz Tribessi, (A) R$ 54,00.


explica que no processo de pasteurização do suco de laranja
busca-se eliminar parcialmente os microorganismos e inati- (B) R$ 57,00.
var uma enzima chamada pectinesterase... – está repontuado
corretamente em: (C) R$ 60,00.
A autora da pesquisa, Tatiana Beatriz Tribessi, (D) R$ 70,00.
(A) explica que, no processo de pasteurização do suco de
laranja, busca-se eliminar parcialmente os microorga- (E) R$ 76,00.
nismos e inativar uma enzima chamada pectinesterase...
(B) explica que no processo, de pasteurização do suco de
laranja busca-se, eliminar parcialmente os microorga- 19. Uma latinha de refrigerante equivale a 35% de um litro. Então,
nismos e inativar uma enzima chamada pectinesterase... 9 litros de refrigerante correspondem, aproximadamente, a
(C) explica que no processo de pasteurização do suco de la-
ranja busca-se eliminar parcialmente, os microorganis- (A) 26 latinhas.
mos e inativar uma enzima, chamada pectinesterase...
(B) 24 latinhas.
(D) explica, que no processo de pasteurização do suco de
laranja busca-se eliminar, parcialmente os microorganis- (C) 22 latinhas.
mos e inativar uma enzima chamada pectinesterase...
(D) 20 latinhas.
(E) explica que no processo de pasteurização, do suco de
laranja busca-se eliminar parcialmente os microorganis- (E) 18 latinhas.
mos e inativar, uma enzima chamada pectinesterase...
SAAE/15-TécnicoQuímicoI 4
www.pciconcursos.com.br
20. Para pintar uma parede de 32 m2 foram necessárias duas latas 24 A fila em um caixa de banco tem 18 metros de comprimento.
e meia de tinta. Para pintar uma parede de 50 m2 serão neces- Se uma pessoa ocupa, aproximadamente, 45 cm, o número
sárias, aproximadamente, mínimo de pessoas que há nessa fila será
(A) 3 latas. (A) 20.
(B) 4 latas. (B) 25.
(C) 5 latas. (C) 30.
(D) 6 latas. (D) 35.
(E) 7 latas. (E) 40.

21. Um caixa automático só trabalha com notas de R$ 50,00 e de 25. O funcionário de uma loja de sapatos, ao empilhar as caixas,
R$ 10,00. Uma pessoa sacou desse caixa R$ 270,00, rece- notou que é possível fazer pilhas com 8, 6 ou 9 caixas, não
bendo 7 notas. O número de notas de R$ 50,00 recebidas foi sobrando nenhuma caixa fora das pilhas. O número mínimo
de caixas que ele tem é
(A) 5.
(B) 4. (A) 72.

(C) 3. (B) 65.

(D) 2. (C) 54.

(E) 1. (D) 48.

(E) 40.

22. Num carro tipo perua, cabem 15 crianças ou 10 adultos. Se


forem colocados 6 adultos nessa perua, o número de crianças
26. Uma editora tem no estoque 450 livros de matemática, 360
que poderão ser colocadas será
de português e 280 de ciências. Serão feitos pacotes com a
(A) 7. mesma quantidade de livros. Cada pacote deverá conter li-
vros de matemática, de português e de ciências, com o maior
(B) 8. número possível de cada um deles. Nessas condições, o nú-
mero de livros de cada pacote será de
(C) 9.
(A) 190.
(D) 10.
(B) 145.
(E) 11.
(C) 109.

(D) 85.
23. Um CD tem 5 músicas e a duração de cada uma consta na
tabela. (E) 50.

Músicas Duração
1.ª 3 min e 40 seg
27. Um vendedor ambulante compra pacotes de bala por R$ 0,70
2.ª 2 min e 52 seg
e revende por R$ 1,00 cada um. Esse vendedor tem um gasto
3.ª 5 min e 14 seg de R$ 5,00 de condução toda vez que faz a compra dos
4.ª 4 min e 3 seg pacotes. Na última compra que fez, obteve um lucro final de
5.ª 3 min e 11 seg R$ 190,00 com as vendas. Então, o número de pacotes ven-
didos foi
Se uma pessoa começa a ouvir esse CD às 9 horas e 43 minu-
tos, e não ocorrendo nenhuma interrupção, ele terminará de (A) 420.
ouvi-lo às
(B) 530.
(A) 10 h e 15 min.
(C) 650.
(B) 10 h e 12 min.
(D) 680.
(C) 10 h e 05 min.
(E) 700.
(D) 10 h e 02 min.
(E) 10 horas.

5 SAAE/15-TécnicoQuímicoI

www.pciconcursos.com.br
28. Uma caixa de papelão tem 52 cm de comprimento por 35 cm CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
de largura.
Para reforçá-la foi passada uma fita adesiva por toda sua volta, 31. O SAAE-Sorocaba realizou uma série de análises no sistema
conforme mostra a figura. ETA-Cerrado, no ano de 2005. Alguns desses resultados são
apresentados na tabela.

Parâmetros Resultados
pH 7,2
Cor 1,0
Turbidez, NTU 0,23
Foram dadas 5 voltas completas de fita adesiva, mais 10 cm Alcalinidade 21,0
de fita na última volta. Sabendo-se que o rolo de fita tem Dureza total, em CaCO3 23,0
10 metros de comprimento, a quantidade de fita que res- Oxigênio consumido, mg/L 1,0
tou no rolo foi
Ferro, mg/L 0,16
(A) 1 metro e 50 cm. Cloreto, mg/L 18,8
Flúor, mg/L 0,75
(B) 1 metro e 40 cm.
Cloro Residual Livre, mg/L 1,9
(C) 1 metro e 30 cm. Coliformes totais Ausente
(D) 1 metro e 20 cm. Pertence ao grupo de variáveis biológicas indicadoras da
(E) 1 metro e 10 cm. qualidade da água o parâmetro apresentado na tabela:
(A) pH.
(B) oxigênio consumido.
29. Se as áreas das figuras são iguais e as medidas estão em me- (C) dureza.
tros, então o valor de x é
(D) cloro.
(A) 5 m.
(E) coliforme total.
(B) 4 m.

(C) 3 m. 32. O nitrogênio pode ser encontrado sob várias formas e estados
de oxidação no meio aquático; entre elas estão N2, NH3, N2H4,
(D) 2 m. NO2, HNO3. O número de oxidação máximo do nitrogênio,
Nox, em valores absolutos, é
(E) 1 m.
(A) +5, como no caso de HNO3.
(B) –3, como no caso de NH3.
30. Uma pessoa possui um terreno quadrado de 8 metros de lado (C) –2, como no caso de N2.
e quer construir uma cerca com 5 fios de arame, ligando os
(D) –2, como no caso de N2H4.
pontos A e B, conforme figura.
(E) –4, como no caso de NO2 .

33. Sobre a turbidez são feitas as afirmações que seguem.


I. A turbidez de uma amostra de água é o grau de atenuação
de intensidade que um feixe de luz sofre ao atravessá-la.
II. Alta turbidez reduz a fotossíntese de vegetação enraizada
submersa e de algas.
III. À medida que a turbidez aumenta, a viscosidade, tensão
Os fios de arame são vendidos em rolos com 15 metros cada superficial, compressibilidade, calor específico, constante
um. O número mínimo de rolos necessários para fazer a de ionização e calor latente de vaporização diminuem.
cerca é IV. O aumento da turbidez afeta adversamente os usos do-
(A) 3. méstico, industrial e recreacional da água.
São verdadeiras as afirmações contidas em
(B) 4.
(A) I, II, III e IV.
(C) 5.
(B) I, II e IV, apenas.
(D) 6. (C) III e IV, apenas.
(E) 7. (D) II e III, apenas.
(E) I e II, apenas.
SAAE/15-TécnicoQuímicoI 6
www.pciconcursos.com.br
34. As afirmações que seguem referem-se ao gráfico que repre- 37. Na análise química por absorção, é feita a comparação entre
senta a solubilidade das substâncias X, Y e Z. dois feixes, sendo um proveniente da passagem através do
solvente puro e o outro através da solução-amostra.

Sobre o espectrofotômetro UV/Visível da figura, onde são


apresentados os componentes básicos, são feitas as afirma-
ções que seguem.
I. Como fonte de luz UV geralmente são utilizadas lâmpa-
das de deutério.
I. A solubilidade de X aumenta com a elevação da tempe- II. Os detectores convertem os sinais luminosos (óticos) em
ratura. elétricos, tornando possível a sua medição ou comparação.
II. Em qualquer temperatura, a solubilidade de Y é maior III. O espectrofotômetro da figura é de feixe duplo.
que a de Z. IV. As cubetas na faixa de comprimento de onda UV/visível
III. No ponto em que as curvas referentes às substancias X e são de sílica (quartzo).
Y se cruzam, apresentam a mesma solubilidade. São verdadeiras apenas as afirmações
São verdadeiras as afirmações contidas em (A) I e IV.
(A) I, II e III. (B) II e III.
(B) II e III, apenas. (C) I, II e III.
(C) I e III, apenas. (D) I, II e IV.
(D) I e II, apenas. (E) II, III e IV.
(E) II, apenas.
38. Como regras gerais de segurança em um laboratório, podem
ser consideradas:
35. As propriedades de um indicador ácido-base estão represen-
tadas na figura. I. Nenhum resíduo líquido pode ser descartado na pia do
laboratório.
II. Solventes orgânicos devem ser enviados para queima em
incineradores industriais, separando-se os clorados dos
não-clorados.
III. Ao se diluir uma solução de ácido concentrado, deve-se
A reação do indicador ácido-base pode ser dada pela equação juntar água ao ácido, nunca a operação inversa.
IV. O aquecimento de líquidos inflamáveis deve ser feito em
H INDICADOR (aq) ↔ H+ (aq) + INDICADOR– (aq) locais afastados da chama do bico de Bünsen.
amarelo azul
São verdadeiras apenas as afirmações contidas em
O indicador apresentará coloração amarela quando forem
(A) I, II, III e IV.
adicionadas as substâncias
(B) I, II e IV.
(A) ácido acético e acetato de sódio.
(C) II e IV.
(B) acetato de sódio e cloreto de hidrogênio.
(D) I e III.
(C) acetato de sódio e cloreto de sódio.
(E) I e II.
(D) ácido acético e cloreto de hidrogênio.
(E) amônia e cloreto de sódio.
39. Uma das operações unitárias que devem ser executadas na
gravimetria é o preparo de soluções. Para iniciar os procedi-
mentos, é necessário que a amostra esteja em solução. Para
36. Entre os produtos químicos utilizados no tratamento de água,
solubilização de determinadas amostras é necessário o uso
o sulfato de cobre e o sulfato de alumínio são utilizados, res-
de água régia, que é uma mistura de ácidos
pectivamente, como
(A) clorídrico e nítrico.
(A) auxiliares de coagulação.
(B) clorídrico e sulfúrico.
(B) desinfecção e auxiliar de oxidação.
(C) nítrico e sulfúrico.
(C) algicida e ajuste do pH de coagulação.
(D) clorídrico e fluorídrico.
(D) adsorção de compostos orgânicos e auxiliar de floculação.
(E) nítrico e fluorídrico.
(E) algicida e auxiliar de coagulação.
7 SAAE/15-TécnicoQuímicoI

www.pciconcursos.com.br
40. A coleta de amostras em campo é, provavelmente, o passo 43. Sulfato de cobre é solúvel em água. A separação da mistura
mais importante de um Programa de Monitoramento de quali- de água e sulfato de cobre pode ser feita usando-se
dade de água. Da correta execução dos procedimentos de-
pende a confiabilidade dos resultados finais e, portanto, as (A) funil de decantação.
ações resultantes da interpretação dos dados gerados. O em-
prego de técnicas de preservação adequadas e a seleção correta (B) filtração.
de frascos de armazenamento podem retardar as alterações
(C) destilação fracionada.
químicas e biológicas que acontecerão, inevitavelmente, após
abstração da amostra de seu ambiente natural. Entre as técni- (D) dissolução fracionada.
cas de preservação de amostras de água estão a adição quí-
mica, o congelamento e a refrigeração. Com relação à técnica (E) destilação simples.
de adição química, pode-se dizer:
I. não deve ser usada para a determinação de coliformes
totais e fecais.
44. Os processos de tratamento de água para
II. pode ser usada em amostras destinadas à identificação-
quantificação da população fito e zooplanctônica, que I. redução de íons Ca2+ e Mg2+ e
podem ser preservadas com solução de formalina (formol). II. remoção de substâncias inorgânicas como Fe e Mn
III. deve-se adicionar ácido nítrico quando se pretende de- são, respectivamente:
terminar a concentração de íons nitrato.
IV. constitui-se na técnica mais empregada em trabalhos de (A) adsorção e oxidação.
campo.
(B) clarificação e desinfecção.
Está correto apenas o contido em
(A) I. (C) abrandamento e oxidação.

(B) I e II. (D) abrandamento e clarificação.

(C) II e IV. (E) aeração e adsorção.


(D) I, II e III.
(E) II, III e IV.
45. As técnicas de análise bacteriológica mais utilizadas para a
pesquisa de bactéria do grupo coliforme em águas brutas são
41. A reação as de tubos múltiplos e de membrana filtrante. São apresen-
2 H2 (g) + O2 (g) → 2 H2O (l) tadas a seguir algumas das vantagens e desvantagens das duas
técnicas.
ocorreu com a mistura de 40 g de hidrogênio e com 40 g de
oxigênio. I. Baixo custo da análise, além de permitir analisar águas
Dados: massas molares (g/mol): H = 1, O = 16. salobras e salinas.
II. Maior grau de precisão que o NMP (número mais prová-
O reagente limitante e a massa de água formada são iguais,
vel), maior reprodutibilidade de resultados.
respectivamente, a
III. Grande flexibilidade para diluição da amostra e determi-
(A) H2, 35 g. nação do NMP.
IV. Impossibilidade de execução da análise próximo ao local
(B) H2, 45 g.
da coleta da amostra.
(C) O2, 45 g. V. Apresenta resultado em tempo mais curto.
VI. Não pode ser empregada em águas com densidade alta
(D) O2, 35 g.
de microorganismo não-coliforme, nas quais poderá acusar
(E) O2, 32 g. densidades de coliforme muito inferiores às obtidas através
da determinação do NMP.
42. Considere a reação: As características que correspondem somente à técnica de
membrana filtrante são, apenas
X ácido fosfórico + Y hidróxido de cálcio → Z fosfato de
cálcio + W água. (A) I, III, V e VI.
A soma dos coeficientes estequiométricos X + Y + Z + W da
reação é igual a (B) II, V e VI.

(A) 15. (C) I, III e IV.


(B) 14. (D) IV e VI.
(C) 13.
(E) II e V.
(D) 12.
(E) 11.
SAAE/15-TécnicoQuímicoI 8
www.pciconcursos.com.br
46. O pH é padrão de potabilidade, devendo as águas para abaste- 48. Considere a reação:
cimento público apresentar valores entre 6,5 e 8,5, de acordo
N2 (g) + 3 H2 (g) → 2 NH3 (g)
com a Portaria n.º 1 469 do Ministério da Saúde. No trata-
mento físico-químico de efluentes industriais, muitos são os Dados: massas molares NH3 = 17 g/mol; N2 = 28 g/mol.
exemplos de reações dependentes do pH: A massa de amônia, em gramas, produzida na reação de 5 mols
I. a precipitação química de metais pesados; de gás nitrogênio, com quantidade suficiente de gás hidrogê-
II. a oxidação química de cianeto; nio, é igual a
III. o arraste de amônia convertida à forma gasosa; (A) 170.
IV. a redução do cromo hexavalente à forma trivalente;
(B) 240.
V. a oxidação química de fenóis.
(C) 280.
As reações que são favorecidas por valores de pH baixos são:
(D) 370.
(A) II e III.
(E) 410.
(B) IV e V.
49. A adição de solutos a solventes pode originar três tipos de
(C) I, II e V. sistemas (dispersões). A tabela mostra algumas das proprie-
dades das dispersões.
(D) I, III e IV.
tipo de
(E) II, IV e V. efeito da luz sedimentação separação
mistura
I refletem a luz não sedimentam separáveis somente
por membrana
semipermeável
47. É importante saber como as concentrações dos íons presentes
II opacas sedimentam separáveis por filtro
em uma solução de um ácido poliprótico variam com o pH. A
rapidamente
figura mostra a composição fracionária de ácido carbônico e
seus derivados (I, II e III) em função do pH, presentes na III transparentes não sedimentam não são separáveis
por filtros ou
água da chuva. Em pH baixo, a espécie totalmente protonada
membrana
domina; em pH alto, o domínio é da espécie totalmente de-
semipermeável
protonada, e para valores de pH intermediários, o domínio é
das espécies intermediárias. Na tabela, I, II e III representam, respectivamente:
(A) colóides, suspensões, soluções.
(B) colóides, soluções, suspensões.
(C) suspensões, colóides, soluções.
(D) soluções, suspensões, colóides.
(E) soluções, colóides, suspensões.

50. O gráfico mostra a variação do número de mols de cada uma


das substâncias envolvidas em uma reação, em função do
tempo.

Para o caso descrito, as espécies dominantes I, II e III são,


respectivamente:

(A) .

(B) .

(C) . Sobre essa reação, pode-se afirmar que a equação que a re-
presenta é dada por
(D) . (A) z → x + y, e a reação para por falta da substância y.
(B) x + z → y, e a reação para por falta da substância x.
(E) .
(C) x + y → z, e a reação para por falta da substância y.
(D) y + z → x, e a reação para por falta da substância z.
(E) z → x + y, e a reação para por falta da substância z.

9 SAAE/15-TécnicoQuímicoI

www.pciconcursos.com.br
www.pciconcursos.com.br