Você está na página 1de 4

JUSTIFICATIVA

Esta norma fixa condições mínimas aplicáveis para prevenir acidentes nos quiosques
Municipais, seu conteúdo contempla o disposto no art. 9º inciso XVI da Lei Orgânica do
Município de Quissamã, visando melhorar as instruções contidas na norma
Regulamentadora 23 do Ministério do Trabalho que disciplina sobre as regras
complementares de segurança e saúde no trabalho previstas no art. 200 da CLT.

CONSIDERAÇÕES GERAIS
Os fatores de riscos nos incêndios nesse tipo de ambiente geralmente são: a cozinha,
as crianças, o armazenamento de produtos inflamáveis, sobrecarga e instalações
elétricas inadequadas e os acidentes envolvendo botijão de gás de cozinha (GLP).
E considerando a grande utilização desses cilindros pela população;
Considerando a falta de entendimento sobre os riscos por parte dos consumidores
desse tipo de vasilhame;
Considerando ainda a grande estatística de atendimento a este tipo de evento.
Esta norma tem por objetivo estabelecer os requisitos mínimos de segurança dando
orientações quanto às operações e ocorrência de vazamento e/ou incêndio em
cilindros de GLP.
Implantando aos Quiosques do Município de Quissamã, normas de manuseio e
instalação de GLP, para tentar reduzir de forma significativa os riscos de acidentes com
botijões de gás, além de tornar mais eficaz as medidas de pronta resposta e eliminação
do foco de incêndio.

TERMOS E DEFINIÇÕES
Para os efeitos desta Norma, aplicam-se os seguintes termos e definições:

Quiosque:
É uma pequena construção aberta por todos os lados e erguida em lugares públicos.
Botijão
Recipiente transportável, com massa líquida de GLP de até 13 kg (inclusive),
fabricado conforme ABNT NBR 8460.
Cilindro
Recipiente transportável, com massa líquida de GLP acima de 13 kg e até 90 kg
(inclusive), fabricado conforme
ABNT NBR 8460
GLP:
Gás liquefeito de petróleo, também chamado de gás de petróleo liquefeito, é uma
mistura de gases de hidrocarbonetos utilizado como combustível em aplicações de
aquecimento (como em fogões).
Focos de Incêndios
Período inicial da queima de materiais, compostos químicos ou equipamentos,
enquanto o incêndio é incipiente.
P13:
Botijão residencial padrão.
Abrigos de botijões
Pequena construção feita de tijolos ou grades localizada na parte inferior do imóvel
usada para a proteção do botijão de gás
REFERÊNCIAS NORMATIVAS
As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste
texto, constituem prescrições para esta Norma.

 Lei Orgânica do Município de Quissamã.


 NR 23 - Proteção Contra Incêndios (Redação dada pela Portaria SIT n.º 221, de
06/03/2011).
 CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) DECRETO-LEI N.º 5.452, de 1º de maio
de 1943
 ABNT NBR 8460 Recipiente Transportável de Aço para Gás Liquefeito de
Petróleo (GLP) Requisitos e métodos de ensaios.
 Portaria ANP nº 242, de 18 de outubro de 2000 Regulamenta os procedimentos
para a inutilização de recipientes transportáveis de Gás Liquefeito de Petróleo -
GLP com capacidade de até 13 kg

TITULO I

ORIENTAÇÕES

Art. 1º Habilitação de pessoal.

I- Todo o pessoal que trabalha nos quiosques deverá receber Treinamento em


noções básicas de primeiros socorros e combate a incêndio ministrado por
pessoal habilitado.

II- A validade do treinamento será de um ano, devendo se reciclado ao


termino do prazo.

Art. 2º Instalação e armazenamento do Botijão de gás nos quiosques.

I- O P13 deve ser instalado do lado de fora, em abrigos de botijões em um ambiente


ventilado e arejado.

II- Os botijões não podem ficar em contato com terra ou em locais com acúmulo de
água.

III- Os abrigos de botijão devem compreende as seguintes medidas:

a) 90cm de altura x 60cm de Largura.


b) Por conveniência do proprietário, as dimensões acima citadas poderão
ser ampliadas, nunca reduzidas.
c) Deve conter obrigatoriamente grades na parte frontal do abrigo.
d) Durante o horário de funcionamento do estabelecimento os abrigos não
poderão permanecer trancados.

IV- Devem ser colocadas placas sinalizadoras, dizendo: “PERIGO INFLAMÁVEL” e


“PROIBIDO FUMAR”.
V- Em caso de não haver uma rede de hidrantes no local é necessário a colocação de
extintores de pó químico de 4 kg.

VI- Não poderá haver armazenamento de cilindros de gás nos quiosques, sendo
permitido apenas o que esta em uso.

Art. 3º Vistoria dos imóveis.

I- As vistorias serão realizadas periodicamente por pessoal capacitado da


Defesa Civil e terá caráter preventivo e educativo.

II- Não obstante do caráter educativo das vistorias, as irregularidades


constatadas, serão encaminhadas aos órgãos fiscalizadores do município,
para as devidas providencias.

III- A concessão para utilização dos Quiosques do Município deverão


obrigatoriamente atender aos requisitos desta norma.

________________________________________________________
Atenciosamente, Marcos Augusto Alves Ferreira
Coordenador Municipal de Defesa Civil
Mat. 6401

COORDENADORIA MUNICIPAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL


Rua Comendador José Julião - Alto Alegre – QUISSAMÃ RJ
CEP 28735-000
Fone: (22) 2768 2956